Jovens ganham calçados para a prática de esporte em Jequié, através do Programa Segundo Tempo

/ Jequié

Jovens são alunos
Jovens são alunos da rede pública. Fotos: Divulgação
A entrega de 2.400 pares de tênis para alunos do Programa Segundo Tempo em Jequié começou pelos Colégios Alíria Argolo, no bairro Mandacaru, e Simões Filho, no Joaquim Romão. A entrega foi feita na terça-feira (22), pela Secretaria de Esporte e Lazer. Em 2014, as atividades do Programa Segundo Tempo tiveram início no mês de março. Desde então, 2,4 mil crianças e adolescentes, divididos em 24 núcleos na sede e nos distritos, têm garantido o acesso à prática e à cultura do esporte como fatores de formação da cidadania e de melhoria na qualidade de vida. O Programa ainda contribui para reduzir a exposição desses jovens a diversos riscos sociais, como drogas, prostituição, gravidez precoce, criminalidade e trabalho infantil, através de práticas esportivas e educacionais. Assim, os participantes do Programa mantém uma interação efetiva que contribui para o seu pleno desenvolvimento.

Tênis foram entregues
Tênis foram entregues em vários colégios de Jequié
Para o Coordenador do Programa Segundo Tempo em Jequié, Elton Sales, os tênis são muito importantes para estimular os jovens a praticar atividades físicas. “O projeto trabalha com crianças carentes, proporcionando lazer e atividade física. Assim, os qualificamos para que sejam cidadãos de bem. O caçado adequado estimula ainda mais a permanecia deles no programa”, explica. Além dos pares de tênis, são entregues, ainda, camisa e boné para todos os alunos participantes do Programa Segundo Tempo em Jequié.

Acidentes se repetem na zona urbana de Jequié

/ Jequié

Mulher fica ferida em colisão. Foto: Del Santos
Mulher fica ferida em colisão. Foto: Del Santos

Desde os primeiros minutos do dia, ao fim de cada noite, os acidentes de trânsito se multiplicam em Jequié, numa rotina perversa que mata ou deixa feridas profundas. Ao longo dos últimos anos há um resultado desastroso com centenas de órfãos e viúvas. Das tribulações aos prejuízos econômicos irreparáveis. Nesta quinta-feira (23), logo ao amanhecer, foi registrado um acidente nas proximidades do cruzamento das avenidas Lions Club e José Moreira Sobrinho, no bairro Jequiezinho. Até quando essas cenas vão se repetir nessa frequência desenfreada? Infelizmente, o órgão de trânsito criado pela prefeitura da cidade é decorativo, não funciona. Na verdade não existe. As informações são do Jequié e Região

LUTO na PRF de Jequié: Policial morre após infarto

/ Jequié

Clima é de tristeza na PRF de Jequié.
Clima é de tristeza na PRF de Jequié. Foto: BMF

Um agente da Polícia Rodoviária Federal, lotado na Delegacia 10/3 de Jequié, morreu na noite desta quarta-feira (22) ao um infarto. Segundo o Blog Júnior Mascote, o policial Carlos Alberto, apelidado de Albertinho, sentiu-se mal em sua residência e foi levado ao Hospital Perpétuo Socorro, em Jequié, mas não resistiu ao infarto. Carlos Alberto atuava no Posto 2 da PRF, que fiscaliza o trecho da BR-116 em Milagres e era considerado, por colegas de trabalho, como um sujeito alegre e brincalhão. O clima é de tristeza na Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Jequié. O policial deixa três filhos. O corpo está sendo velado no velatório da Pax Internacional e o sepultamento ocorrerá na tarde de hoje.

Grupo Gimacon apresenta em Jequié projeto do Golden Club Pindorama, empreendimento imobiliário

/ Jequié

Diretor Gilson Brito Filho, da Gimacon
Diretor Gilson Brito Filho, da Gimacon. Foto: Zenilton Meira

O Grupo Gimacon reuniu a imprensa nesta terça-feira (21), no Restaurante Dona Biza em Jequié para apresentação do seu mais novo empreendimento imobiliário, o Golden Clube Pindorama, proposta inovadora dentro de padrões compatíveis com o que existe de mais moderno dentro de morar bem. Com 37 anos atuando na indústria da construção civil, nos segmentos de construção, artefatos de concreto e imobiliário, o Grupo Gimacon tem como diretor presidente Gilson Brito da Silva, tendo ao seu lado na diretoria da empresa, os filhos Gilmácio e Gilson Brito Filho. Coube ao diretor presidente da Brasil 21, Rômulo Agra, empresa convidada para assumir a coordenação comercial do empreendimento, fazer a explanação inicial e detalhada do projeto que responderá pela geração de 110 postos de trabalho diretos e em torno de 160 indiretos, apresentando-se como mais uma oportunidade de desenvolvimento urbano e econômico para a região. O Golden Clube Pinheiro está localizado no bairro São Judas Tadeu, o maior vetor de crescimento de Jequié, e contando com uma área total de 388.196m², com monitoramento 24 horas, entradas distintas para moradores, convidados e veículos de serviço, o complexo imobiliário será composto por uma área comercial de 3.644m² e por 606 unidades residenciais, com áreas privativas a partir de 240m² e espaços verdes preservados que somam 58.230m². Conta também com ciclovias, pista de cooper e praças temáticas, que integram, em conjunto com um clube privativo, um complexo de lazer com 22.987m². ”O Golden Club Pindorama foi pensado para oferecer segurança, conforto, bem-estar e qualidade em todos os seus detalhes, sendo a própria tradução do conceito de bairro inteligente”, revela o coordenador comercial do empreendimento. As informações são do Jequié Repórter

Prefeitura de Jequié estaria dificultando construção do Assaí Atacadista; jornalistas investigam

/ Jequié

Jornalistas vão ao canteiro de obras
Jornalistas vão ao canteiro de obras. Fotos: Blog Marcos Frahm

A prefeitura de Jequié é acusada de criar dificuldades em torno do bom andamento da construção do Atacadista Assaí, empresa do Grupo Pão de Açúcar (GPA). Este empreendimento, apesar da grande insatisfação gerada em representantes da empresa em Jequié, está mantido, mas outros, a exemplo de um Shopping Center, projetado para ser construído também na Avenida César Borges, podem ser inviabilizados em razão de supostos problemas provocados pela administração municipal. Para você ter uma ideia da gravidade da situação, as obras do Atacadista Assaí, que foram interditadas por ordem do secretário de Infraestrutura, Fernando Bomfim, foram retomadas, mas depois que a empresa recorreu ao Ministério Público para garantir a continuidade do projeto, que vai criar depois inaugurado centenas de empregos diretos além de ajudar a alavancar a combalida economia local. Apesar dos contratempos criados pela administração municipal, a data de inauguração do empreendimento está mantida para 20 de novembro deste ano de 2014. Mas tudo vai depender de uma reunião marcada para esta segunda-feira (20) entre a empresa e a prefeitura.

EMPRESA NÃO NEGA CONSTRUIR CANAL

O projeto de construção de um canal pluvial que a prefeitura quer que a empresa faça será apresentado nesta segunda-feira. O valor da obra não foi revelado, mas exigirá muito dinheiro. A empresa não se furta em fazer a construção, mas a falta de flexibilização do governo local tem provocado uma imensa insatisfação a equipe do Atacadista Assaí. Além de criar toda sorte de dificuldade, a prefeitura não contribui em nada para a instalação da empresa na cidade. Até uma máquina para auxiliar na execução de algumas tarefas na área da obra, foi negada.

O engenheiro da empresa, Artur Arruda, recebeu os repórteres Wilson Novaes, Marcos Frahm, Ari Moura e Souza Andrade no canteiro de obras, no sábado (18). Este grupo de profissionais de imprensa foi testemunha ocular da grande insatisfação do representante do GPA com tudo o que vem ocorrendo em Jequié. Fica a sensação de que a cidade caminha para trás, pois enquanto em outros lugares a prefeitura facilita a atração de novos investimentos, o nosso Município é citado como criador de problemas.

Imprensa de Jequié busca esclarecimentos
Imprensa de Jequié busca esclarecimentos sobre o Assaí

O nome do secretário de Infraestrutura, Fernando Bomfim, foi citado várias vezes pelo engenheiro. Não por acaso, uma vez que Bomfim é a única pessoa da administração municipal com quem ele disse ter mantido contato sobre a obra em Jequié. Arruda afirmou nunca ter conversado com Tânia Brito, o que nos leva acreditar que a prefeita não tenha conhecimento de que o governo dela pode estar oferecendo dificuldades para a instalação de uma empresa na cidade.

DURO GOLPE

Criar dificuldade para atrair novos investimentos seria um duro golpe a nossa cidade que vem sofrendo toda sorte de dissabor nos últimos tempos. O engenheiro Artur Arruda falou aos repórteres sobre a vinda de um Shopping Center. Esse novo empreendimento está projetado para ser construído ao lado do Atacadista Assaí. Ocorre que, caso as dificuldades criadas pela Secretaria de Infraestrutura perdurem, o citado projeto pode ser inviabilizado. Sendo assim, a prefeita Tânia Brito, o vice-prefeito Sérgio da Gameleira e o deputado federal Roberto Brito, este último responsável por indicações no primeiro escalão e mentor intelectual da atual administração municipal, precisam tomar pé da situação, pois, caso confirmadas as declarações da representação do GPA, Jequié poderá ser duramente penalizada com a desistência de importantes empreendimentos na cidade. O representante do Atacadista fez questão de dizer que a empresa tem todo o interesse de atender aos anseios dos moradores, principalmente os do Jardim Paquetá que cobram a construção do canal pluvial, mas que não custa nada a prefeitura ser flexível.

POSIÇÃO DA PREFEITURA.

Em Nota Oficial distribuída a profissionais de imprensa da cidade, na semana passada, a prefeitura informa que “a construção do prédio foi autorizada após acordo firmado entre a empresa André Guimarães Construções e Montagens, responsável pelo empreendimento, e a Secretaria determinando a construção emergencial no prazo de 40 dias de um canal pluvial de 520 metros de comprimento. Após quase dois meses do início da construção do prédio, a construção do canal ainda não foi iniciada, o que já seria motivo suficiente para o embargo”. Ainda de acordo a Nota, o Ministério Público foi acionado no sentido de cobrar a execução da obra do canal, o que aconteceu. O representante do Atacadista não contesta a Nota, mas afirma que não tem nada fora do prazo. Nota do site Jequié e Região. Leia mais sobre o caso aqui.

Jequié: Prefeitura embarga obras do Assaí Atacadista

/ Jequié

Obras foram embargadas pela PMJ
Obras foram embargadas pela PMJ. Foto: Reprodução

Em descumprimento a acordo entre a André Guimarães Construções e Montagens e a Prefeitura Municipal de Jequié, as obras de construção da sede do Assaí Atacadista de Jequié, foram embargadas na última semana. Em nota enviada ao Blog do Marcos Frahm, a Administração da Cidade Sol detalha o caso: “De acordo com o Secretário de Infraestrutura de Jequié, Fernando Bomfim, a construção do prédio foi autorizada após acordo firmado entre a empresa André Guimarães Construções e Montagens, responsável pelo empreendimento, e a Secretaria determinando a construção emergencial no prazo de 40 dias de um canal pluvial de 520 metros de comprimento. Após quase dois meses do início da construção do prédio, a construção do canal ainda não foi iniciada, o que já seria motivo suficiente para o embargo. Além disso, moradores do Jardim Paquetá, que podem ser afetados diretamente pela ausência do canal, acionaram o Ministério Público da Bahia para que intervisse junto à empresa e à Secretaria no sentido de cobrar a execução da obra do canal. Diante da solicitação, o Promotor Público, Maurício Cavalcanti, fez uma recomendação à Secretaria de Infraestrutura de que não permitisse a continuidade da obra sem que antes fosse construído o canal pluvial. A Secretaria de Infraestrutura, diante da recomendação do Ministério Público e do claro descumprimento do acordo firmado com a empresa responsável pela construção, determinou, então, o embargo temporário de toda a obra enquanto não se chegasse a uma solução para o impasse. A empresa André Guimarães Construções e Montagens comprometeu-se em entregar um projeto específico do canal pluvial à Secretaria de Infraestrutura ainda hoje, 16 de outubro. Assim que o projeto for recebido e devidamente apreciado pelos órgãos responsáveis da Prefeitura de Jequié, o embargo será suspenso e a obra deverá ser retomada dentro de sua normalidade”.

Jequié: Condenado a 12 anos de reclusão, réu aguardará em liberdade julgamento de recurso pelo TJ-BA

/ Jequié

Jequié julga mais um processo de Itagi. Foto: Jequié Repórter
Jequié julga mais um processo de Itagi. Foto: Jequié Repórter

A Vara do Júri da Comarca de Jequié, sob a presidência da Juíza Substituta, Letícia Fernandes da Silva Freitas, realizou mais uma sessão de julgamento nesta quinta-feira (16/10), de processo originário da extinta Comarca de Itagí, relativo a inquérito policial do Ministério Público, relativo a crime cometido em 10 de setembro de 2005, por Evaldo da Cruz Andrade, “Bal”, 54 anos, que assassinou Ricardo Barbosa Brito, na época com 22 anos, com três golpes de faca, um deles fatal, atingindo o pescoço da vítima, perfurando a traqueia. No final do julgamento, a Juíza de Direito, anunciou a sentença com base na votação dos jurados, condenando o réu a pena de reclusão de 12 anos, a ser aguardada em liberdade, até o trânsito em julgado da sentença, ao recurso da sua defesa. Enquanto estiver aguardando a decisão, por medida cautelar, o acusado comparecerá bimestralmente na Vara Crime de Jequié, para assinar no livro dos réus. A acusação por parte do Ministério Público teve a representação da Promotora de Justiça, Gilmara Espírito Santo Carvalho Barreto, atuando como assistente da acusação, o advogado José Alves de Oliveira Netto, e na defesa do réu, o advogado, José Carlos Brito de Lacerda. Foram arroladas como testemunhas pela acusação, Ulimar Moraes dos Santos e Valmir Rocha Amaral, que acompanhavam a vítima na noite em que ocorreu o crime, praticado em frente ao prédio da antiga prefeitura de Itagí, na Praça São José.

O crime – De acordo com o inquérito, o desentendimento entre Evaldo Andrade e Ricardo Brito, foi motivado pela não devolução de um cordão de ouro que teria sido empenhado  pelo autor do crime à vítima, supostamente para garantia de um débito decorrente da compra de drogas. Após um entendimento inicial, Evaldo aguardou a passagem de Ricardo quando o mesmo se dirigia, em companhia de amigos para a inauguração de uma boate e, após abordagem entraram em luta corporal sendo desferido o primeiro golpe com a faca na garganta da vítima que ainda conseguiu correr sangrando recebendo mais dois cortes pelas costas, em menor proporção de gravidade. O jovem cambaleando adentrou em uma sorveteria sendo conduzido para o hospital, onde faleceu. Evaldo fugiu do flagrante sendo posteriormente localizado permanecendo preso por quatro meses. Mesmo com o reconhecimento de se tratar de réu primário sem antecedentes criminais, o autor do crime foi condenado pela autoria de homicídio qualificado por motivo fútil. Informações do Jequié Repórter

Prefeitura de Jequié abre vagas para novos cursos‏

/ Jequié

A Prefeitura Municipal de Jequié, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, informa que a partir desta sexta-feira (17), estará abrindo vagas para inscrições de 11 cursos. São 15 vagas para cada curso, como auxiliar administrativo, garçom básico, colorimetria, atendimento ao público, corte escova e penteado, alisamento e permanente, curso de pedreiro, curso de pintor e de eletricista residencial. Os candidatos deverão se apresentar na Prefeitura de Jequié, munidos de documentos pessoais.

Em Jequié, Sebrae realiza Encontro de Oportunidades e Negócios para Micro e Pequenas Empresas

/ Jequié

A prefeita Tânia destaca  investimentos
Ao discursar, a prefeita Tânia destaca investimentos em Jequié

Jequié sedia até hoje, quarta-feira (15) o Encontro Municipal de Oportunidades em Compras Governamentais 2014, evento é promovido pelo SEBRAE, em parceria com a Secretaria de Administração do Governo do Estado da Bahia, Prefeitura Municipal de Jequié, Associação Comercial e Industrial de Jequié – ACIJ e Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, visando capacitar micro e pequenos empreendedores e gestores públicos. O evento foi aberto na segunda-feira (13) e cerca de 200 empresários, gestores públicos e agricultores familiares participam durante esses dias de palestras e oficinas com temas relacionados às compras governamentais, como processos de licitação e modalidades, segundo informou o Jequié Reporter. Participando da abertura do encontro, a prefeita Tânia Britto (PP), destacou os investimentos do setor. De acordo com a gestora em sete meses, através do CredBahia foi realizado um volume de empréstimo de 256 mil reais. Destes 70% são para mulheres e 30% para homens. “Encontros como este inova e fortalece cada vez mais a economia local”, comemorou. De acordo com Claudio Machado, Gestor de Projetos do Sebrae Jequié, o encontro visa fomentar o Encontro Municipal de Oportunidades em Compras Governamentais 2014, evento é promovido pelo SEBRAE, em parceria com a Secretaria de Administração do Governo do Estado da Bahia, Prefeitura Municipal de Jequié, Associação Comercial e Industrial de Jequié – ACIJ e Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, visando capacitar micro e pequenos empreendedores e gestores públicos. Cerca de 200 empresários, gestores públicos e agricultores familiares participam durante dois dias de palestras e oficinas com temas relacionados às compras governamentais, como processos de licitação e modalidades. Participando da abertura do encontro, a prefeita Tânia Britto, destacou os investimentos do setor. De acordo com a gestora em sete meses, através do CredBahia foi realizado um volume de empréstimo de 256 mil reais. Destes 70% são para mulheres e 30% para homens. “Encontros como este inova e fortalece cada vez mais a economia local”, comemorou. De acordo com Claudio Machado, Gestor de Projetos do Sebrae Jequié, o encontro visa fomentar o acesso à micro e pequenas empresas as compras públicas.

Semáforo com defeito causa acidente em Jequié

/ Jequié

Motociclista fica ferido em batida. Foto: Sérgio Monteiro
Motociclista fica ferido em batida. Foto: Sérgio Monteiro

Um conjunto semafórico com problemas na Avenida Landufo Caribé, na área central de Jequié, vem confundindo motoristas motociclistas e transeuntes que trafegam pela via pública e até causando acidentes. Na manhã desta quarta-feira (15), um homem conduzindo uma moto Cinquentinha bateu com um carro modelo Gol, de cor vermelha com placa JQR-7011 e o motociclista ficou ferido, sendo socorrido por uma equipe do Samu ao Hospital Geral Prado Valadares.

Jequié: Aprovado na Câmara, com 13 votos favoráveis, o polêmico Projeto da suplementação

/ Jequié

Presidente Zé Simões ladeado por secretários
Presidente ladeado por 1º e 2º secretários. Foto: Wilson Novaes

O Projeto de Lei 29/2014, originário da Prefeitura de Jequié solicitando do legislativo autorização para crédito suplementar adicional no orçamento 2014, foi finalmente aprovado,  de acordo com o texto original, no percentual de 22%, em sessão extraordinária  realizada nesta terça-feira (14/10). O parecer favorável à aprovação foi relatado pelos vereadores José Wanderley (PT), da Comissão de Justiça e Josué Menezes (PTC), da Comissão de Finanças, com subscrição de  apoio dos vereadores Manoel Gomes (PDT), Ivan do Leite (PSB) e João Cunha (PTdoB). Além dos votos favoráveis desses vereadores que subscreveram o parecer, também se manifestaram favoráveis nos dois turnos de votações anunciados pelo presidente da Casa, vereador José  Simões de Carvalho (PP), os vereadores Soldado Gilvan (PTdoB), Chico de Alfredo (PDT), Eliezer Pereira Fiim (PDT), Colorido (PRP), Neto da Água Já (PRP), Dorival Júnior (PRB), Beto de Lalá (PSB) e Meire Lopes (PDT).

Servidores lotam plenário e acompanham votação
Servidores lotam plenário e acompanham votação

Os vereadores Tinho (PV) e Pé Roxo (PT) se abstiveram de votar. Os dois vereadores revelaram ao Jequié Repórter que tomaram a decisão de não votarem a favor ou contra o projeto, por reconhecerem a necessidade de solucionar o problema do pagamento dos salários dos servidores, ao mesmo tempo em que não concordavam com outras dotações, “que não se encontram bem explícitas no texto original do projeto encaminhado pela prefeita”. Os vereadores Ednael Almeida (PSD), Joaquim Caires (PMDB) e Deyvison Batista (PT), não estiveram presentes na sessão. A sessão extraordinária realizada nesta terça, contava com uma liminar concedida pelo Juiz da 2ª Vara Cível, Tibério Coelho Magalhães, ao acatar Mandado de Segurança impetrado pela prefeita do município, para que a reunião concluísse o processo com a apreciação e votação do projeto de lei. Após encerrada a sessão, os sindicatos que representam os servidores – Sinserv, APLB e Sind ACS/ACE – deram conhecimento de decisão aprovada em assembleia, no sentido dos trabalhadores somente retornarem aos seus postos de trabalho, quando a prefeitura creditar em suas contas os salários de setembro. Na quarta-feira (15) no plenário da Câmara, às 9h, os servidores voltarão a se reunir em assembleia unificada das três entidades sindicais para deliberarem sobre o assunto. Com informações do Jequié Repórter

Jequié: Sindicato diz que Prefeitura agiu com ”truculência” ao acionar polícia para impedir protesto

/ Jequié

Advogada diretora do Sinserv
Advogada diretora do Sinserv brada contra Prefeitura

A presença da polícia nos centros de saúde de Jequié durante manifestação dos servidores públicos municipais na manhã desta terça-feira (14), aumentou a indignação dos funcionários da prefeitura que estão com os bolsos vazios, já que ainda não receberam seus salários de setembro, informou o site Jequié e Região. De acordo com o JR, o Sindicato dos Servidores Públicos de Jequié, publicou nota revelando indignação da entidade com a presença da PM nas unidades de saúde. Segundo o Sinserv, a Polícia Militar teria sido acionada pela Prefeitura de Jequié para impedir o ato público. ”Não Vamos recuar”, bradou o Sinserv, em nota em rede social. ”Ficamos indignados com os fatos de truculência que aconteceram no curso do movimento, principalmente com a presença da polícia que tentou minar a situação, certamente a pedido de pessoas que estão ligadas à Secretaria de Saúde”, condenou. Ainda de acordo com a nota, as instituições (sindicatos) repudiaram esta atitude por entender que os atos do servidor são legítimos e pacíficos e disparou: ”Polícia é pra quem precisa de polícia, o servidor é um trabalhador que cumpre seu papel e por isso exige que os poderes públicos nos respeite”.

Servidores seguem e manifestando. Foto: Antônio Argolo
Servidores seguem e manifestando. Foto: Antônio Argolo

Em outra nota, o Sinserv revelou que “tolerância tem limite”. A população acordou nesta terça-feira, com a paralisação dos serviços públicos da Prefeitura de Jequié. O fato aconteceu devido ao impasse entre Executivo e Legislativo que gerou o não pagamento dos funcionários. Por isso, a categoria decidiu parar suas atividades e intensificar sua manifestação. ”Essa nota da paralisação tem sido divulgada pela imprensa e pela comunicação sindical desde o início do movimento”, informou. A situação é gravíssima, avalia o Sinserv, ”pois nossas contas estão atrasadas e não podemos mais nos acomodar diante dos graves erros e impasses cometidos entre os poderes públicos”,concluiu.

Jequié: Polícia Militar é acionada para controlar manifestação de servidores públicos

/ Jequié

PM teria sido acionada pela PMJ. Foto: Sérgio Monteiro
PM teria sido acionada pela PMJ. Foto: Antônio Argolo

Manifestando-se em unidades públicas de saúde, servidores da Prefeitura de Jequié, paralisados por conta do atraso de salário, foram surpreendido com a presença da Polícia Militar, na manhã desta terça-feira (14), que teria sido acionada, segundo informações, pela própria Prefeitura para impedir a mobilização do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais no Centro de Saúde de Jequié, no bairro Campo do América. Os manifestantes tentavam mobilizar outros servidores a paralisarem suas atividades, quando foram chamados para diálogo com policiais militares, que pediam para evitar o ato público em frente à unidade de saúde.

Servidores também protestaram no Sebastião Azevedo
Servidores também protestaram no Sebastião Azevedo

Servidores de várias áreas, além de aposentados e pensionistas do IPREJ estão sem receber seus salários e, de bolsos vazios, se indignam a cada dia que passa com o Governo Tânia Britto. O poder público municipal alega falta de recursos para efetuar o pagamento do funcionalismo.

Jequié vai sediar o IV Fórum de Negócios, no dia 22

/ Jequié

Fórum será apresentado por Ricardo Sayon
Fórum será apresentado por Ricardo Sayon

Jequié vai sediar, no próximo dia 22, o IV Fórum de Negócios, que acontece a partir das 19h, no Teatro Municipal. O evento é promovido pela TV Sudoeste e as inscrições podem ser feitas nos pontos de atendimento do SEBRAE. A proposta do Fórum de Negócios é contribuir com o crescimento dos empresários, mostrando que para se destacar em um mercado em constantes transformações e diversidades é necessário conhecimento e planejamento estratégico. O Fórum será apresentado pelo palestrante Ricardo Sayon, médico pediatra, empresário fundador da Ri Happy, maior rede de brinquedos do Brasil, com mais de 100 lojas, 2.000 colaboradores e faturamento anual de quase R$ 1 bilhão.