Jequié: Desde o início das ações de enfrentamento do COVID-19, 12 casos foram notificados

/ Jequié

Prefeitura desenvolve ações de prevenção. Foto: Divulgação

Jequié segue sem casos confirmados de coronavírus. Desde o início das ações de enfrentamento da doença, 12 casos foram notificados. Desses, dois foram descartados.

A Prefeitura de Jequié informou que, através da Secretaria de Saúde, juntamente com os outros órgãos, vêm mantendo ativos o atendimento público de saúde, com o máximo de atenção e com vistas à orientação e informação ao cidadão, por meio do Disque Covid-19 (73 98866 2779 e 73 98866 2164), atendendo a milhares de ligações, desde que o serviço passou a ser disponibilizado para a população.

A Secretaria Municipal de Saúde solicita que todas as pessoas fiquem em suas casas, para que, assim, evitem a disseminação do coronavírus.

”Ajudem os profissionais que estão trabalhando, cuidando da nossa saúde e da segurança de todos os jequieenses, respeitando as orientações do Ministério da Saúde, evitando aglomerações, mantendo os cuidados de higienização, evitando tocar os olhos, nariz e boca”, diz a nota da Prefeitura.

Consórcio de Saúde e Estado decidem pela suspensão do atendimento na Policlínica de Jequié

/ Jequié

Policlínica de Jequié atende 28 municípios. Foto: Blog Marcos Frahm

O funcionamento da Policlínica Regional de Saúde em Jequié, que atende 28 municípios dos territórios Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá será suspenso a partir de segunda-feira (23).

A informação foi transmitida ao Blog Marcos Frahm pelo presidente do Consórcio de Saúde, entidade responsável pela Policlínica que funciona em convênio com o Governo do Estado, o prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes.

Segundo ele, a decisão foi tomada com anuência do governador Rui Costa. ”Decidimos pela suspensão dos serviços para conter a propagação do coronavírus. Entramos em contato com o governador e ele sinalizou também pelo fechamento temporário da policlínica”, disse Patrick. Em Jequié, ainda não há caso do COVID-19 confirmado, mas são vários os casos suspeitos no município e região.

Prefeitura de Jequié realiza operação com a Vigilância Sanitária na Rodoviária da cidade

/ Jequié

Agentes da Vigilância Sanitária realizam fiscalização. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, com apoio operacional da Guarda Municipal, realizou, na tarde deste sábado (21), uma operação de conscientização e fiscalização no Terminal Rodoviário de Jequié, no bairro Joaquim Romão, ponto de grande fluxo de chegada de viajantes. A ação teve o objetivo de alertar os usuários do transporte intermunicipal e interestadual, comerciantes e frequentadores que circulam pelo local sobre as medidas de prevenção e enfrentamento do coronavírus. Estiveram presentes o coordenador da Vigilância Sanitária, Alberto Pinto, representando o secretário de Saúde, Vítor Lavinsky; agentes da Guarda Municipal; e fiscais da Vigilância Sanitária.

A operação, iniciada pela Secretaria de Saúde, na noite da sexta-feira 21, com o fechamento de estabelecimentos comerciais que driblaram o que está exposto no Decreto Municipal Nº 20.352, de 20 de março de 2020, busca, também, levar às pessoas, principalmente aos viajantes oriundos de outras cidades, a necessidade de procurar o distanciamento social e o isolamento domiciliar, em caso do surgimento de sintomas do coronavírus, como dores de garganta, tosse seca, febre e grave dificuldade de respiração.

Centenas de pessoas passam pelo Terminal Rodoviário, todos os dias, e a Prefeitura de Jequié, como uma das medidas de enfrentamento ao coronavírus, tem buscado sensibilizar a população, atentando para a urgente necessidade de mudanças de hábitos, como lavar as mãos com água e sabão, não levar as mãos na boca ao tossir ou espirrar e, principalmente, evitar aglomerações.

As atividades de fiscalização e orientação vão continuar. O não cumprimento do Decreto Municipal Nº 20.352 pode incidir na suspensão do Alvará de Localização e Funcionamento dos estabelecimentos comerciais e demais estabelecimentos descritos.

Secretários saíram às ruas para fiscalização em Jequié e cerca de 45 bares foram fechados

/ Jequié

Bares foram fechados nos bairros Mandacaru e Jequizeinho

Na noite desta sexta-feira (2), a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, contando com apoio de agentes da Polícia Militar, Polícia Civil e da Guarda Municipal  estiveram realizando uma blitz educativa, no Centro, bairros Mandacaru e Jequiezinho, nos estabelecimentos comerciais com aglomerações, como bares, restaurantes, entre outros, que estavam abertos, normalmente, e contrariando os termos do Decreto Municipal N.º 20.352, que regulamenta novas restrições de funcionamento dos setores públicos e privados ante a pandemia do COVID-19.

Estiveram presentes o secretário de o secretário de Saúde, Vítor Lavinsky; o assessor jurídico da Secretaria de Saúde, o advogado Luís Calheiros; secretário Relações Institucionais, Vinícius Oliveira; o procurador geral do município, Thiago Del Sarto; coordenador da Vigilância Sanitária, Alberto Pinto; o comandante da Guarda Municipal Frankney da Silva Souza; o subcomandante, Valdinelio Santos Barros; além dos fiscais do departamento de Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde.

Os proprietários e funcionários foram informados da normativa do Decreto n° 20.352, de 20 de março de 2020, que estabelece o fechamento de bares e restaurantes, além de proibir a aglomerações de pessoas, em função da disseminação do coronavírus.

Após esta primeira orientação, caso permaneçam funcionando, o estabelecimento será multado. Durante a blitz, as padarias, farmácias, lanchonetes e demais estabelecimentos visitados foram orientados a respeito de como deve ser feito o atendimento ao público, respeitando as normas sanitárias e de higiene.

Jequié: Polícia Civil e Vigilância Sanitária atuam para fazer cumprir decreto da COVID-19

/ Jequié

Agentes da Polícia Civil acompanha fiscais da Vigilância Sanitária

Uma ação conjunta da Vigilância Sanitária de Jequié e Polícia Civil para fiscalizar estabelecimentos está sendo realizada em pontos diferentes da cidade.

Os agentes da Vigilância e Polícia estão exigindo que os comerciantes, sobretudo proprietários de bares e restaurantes cumpram as determinações impostas pela Prefeitura através do Decreto Municipal de Nº 20.349/2020 que estabelece o fechamento de estabelecimentos comerciais, como medida preventiva frente à pandemia da COVID-19. Segundo informações obtidas pelo Blog Marcos Frahm, o trabalho de fiscalização será contínuo nos próximos dias.

O Decreto do prefeito Sérgio da Gameleira estabelece, pelo período de 15 dias, podendo ser prorrogado, a suspensão do funcionamento de casas de shows e espetáculos de qualquer natureza; casas de festas e eventos; feiras, exposições, congressos e seminários; cinemas, teatros e museus; clubes de serviço e de lazer; academias, centros de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico; clínicas de estética e salões de beleza; bares, restaurantes, quiosques e lanchonetes; igrejas e locais destinados a cultos religiosos e espirituais e locais destinados a quaisquer práticas esportivas; quaisquer eventos congêneres com potencial de aglomeração; entre outras ações.

O não cumprimento do que está exposto no Decreto 20.349 pode incidir na suspensão do Alvará de Localização e Funcionamento das empresas, comércios, órgãos e demais estabelecimentos descritos no Decreto.

Em nota, Partido Verde informa que apoia Zé Cocá como pré-candidato à Prefeitura de Jequié

/ Jequié

Representantes do PV se reúnem com Zé Cocá. Foto: Divulgação

Em nota encaminhada à imprensa, o PV de Jequié revelou que apoiará, nas eleições, o projeto político do pré-candidato a prefeito Zé Cocá (PP), que exerce o mandato de deputado estadual. O encontro que selou a aliança do Verde com Cocá ocorreu nesta sexta-feira, na Câmara de Vereadores.

Leia abaixo a nota do PV

O Diretório vai apresentar 43 propostas ao pré candidato, após várias reuniões com o pré candidato a prefeito de Jequié, deputado Zé Coca, onde foram discutidos problemas e soluções para a gestão local, dirigentes do Partido Verde em Jequié decidiram apoiar sua pré candidatura para a Prefeitura de Jequíé, uma vez que houve uma convergência programática entre as ideias dos Verdes e de Zé Cocá.

O anúncio do apoio ao pré-candidato Zé Cocá foi feito no final da tarde desta sexta-feira, dia 20, com a presença do deputado, alguns dirigentes Verdes e do representante do Partido Verde na Câmara de Vereadores, vereador Emanuel Campos (Tinho), presidente do legislativo local, além do vice prefeito Hassan, em razão dos riscos do novo coronavírus não foi convocada a militância Verde para evitar aglomeração.

O Partido Verde de Jequié está elaborando 43 propostas com compromissos que serão entregues ao pré candidato Zé Cocá como contribuição para o nosso programa de governo.

Ascom do Partido Verde.

Mulher jequieense que viajou para o Peru faz apelo ao governo para retornar ao Brasil

/ Jequié

A jequieense Laís Geambastiani está em Cusco. Foto: Reprodução

A jequieense Laís Geambastiani fez um apelo as autoridades brasileiras através da sua rede social. Ela, que viajou recentemente para a cidade de Cusco, no Peru, encontra-se em uma situação complicada junto a mais de 150 brasileiros.

O governo peruano decretou quarentena na cidade. Ela, junto aos brasileiros, estão impossibilitados de retornarem ao Brasil porque as fronteiras e viagens internacionais foram suspensas nos dois países, e as companharias áreas não estão vendendo as passagens.

O Peru liberou para que os governos operassem missões de resgate dos brasileiros no país, porém isso ainda não foi feito na cidade de Cusco.

A jequieense narra que esta passando dificuldades porque as casas de câmbio não estão mais trocando o real brasileiro pela moeda peruana, o que está trazendo problemas financeiros para a permanência no país. Confira o vídeo publicado por Laís Geambastiani narrando a história. *Por Wilson Novais

Funcionamento do comércio de Jequié, em tempo de coronavírus, é tratado em reunião

/ Jequié

Encontro ocorreu na Associação Comercial. Foto: Site Jequié e Região

O funcionamento do comércio, em tempo de coronavírus, foi tratado em reunião, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Jequié, nesta quinta-feira (19), da qual participaram o presidente da ACIJ, Matheus Azevedo, o prefeito Sérgio da Gameleira e vários empresários.

Medidas visando restringir a circulação de pessoas devem ser adotadas a qualquer momento. Não está descartada a suspensão, ainda que parcial, do funcionamento do comércio lojista. Em Feira de Santana, decreto municipal estabelece o fechamento de 100% das lojas. As informações são do site Jequié e Região

Jequié: Ramarim dispensa idosos, grávidas, pessoas do grupo de risco e diz que vai parar

/ Jequié

Um acordo firmado entre a empresa de Calçados Ramarim e o Sindicato os Trabalhadores nas Indústrias e Empresas de Fabricação, Produção, Montagem e Acabamento de Calçados na cidade de Jequié estipulou medidas para o enfrentamento ao COVID-19.

Em comunicado emitido, o Sindicato informou que, a Ramarim, uma das empresas com maior número de funcionários em Jequié dispensou das atividades: idosos, gestantes e servidores com alguma insuficiência com quadro de risco por conta do coronavírus. Ainda segundo informações, a partir do dia 26 a Ramarim irá suspender temporariamente as atividades, pelo período de 18 dias.

Prefeitura de Jequié amplia decreto do Plano Municipal de Contingência contra coronavírus

/ Jequié

Prefeito concede coletiva de imprensa. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jequié publicou, no Diário Oficial do município, na tarde desta quinta-feira (19), o Decreto Municipal N.º 20.349, que amplia os efeitos do decreto anterior, de N.º 20.347/20, publicado em 16 de março de 2020, e reforça as ações de saúde a serem implementadas com o plano municipal de contingência contra o coronavírus e inclui novas medidas para contenção de contágio.

Entre elas, além da suspensão das aulas no sistema municipal de ensino, já em execução desde a terça-feira (17), mas, também ficam suspensos por 15 dias, podendo ser prorrogados, o funcionamento de casas de shows e espetáculos de qualquer natureza; casas de festas e eventos; feiras, exposições, congressos e seminários; cinemas, teatros e museus; clubes de serviço e de lazer; academias, centros de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico; clínicas de estética e salões de beleza; bares, restaurantes, quiosques e lanchonetes; igrejas e locais destinados a cultos religiosos e espirituais e locais destinados a quaisquer práticas esportivas; quaisquer eventos congêneres com potencial de
aglomeração; entre outras ações; o não cumprimento do que está exposto no decreto municipal N.º 20.349 pode incidir na suspensão do Alvará de Localização e Funcionamento das empresas, comércios, órgãos e demais estabelecimentos descritos no Decreto.

Em coletiva de imprensa na área externa da Prefeitura, na noite desta quinta, o prefeito Sérgio da Gameleira, acompanhado dos secretários de Saúde, Vitor Lavinsky, de Relações Institucionais, Vinícius Oliveira, e do advogado Luís Calheiros, assessor jurídico da Secretaria Municipal de Saúde foi questionado por comunicadores sobre novas medidas adotadas.

Gameleira afirmou que o momento é de preocupação e que tem mantido contato constante com o governador Rui Costa, citando a união de forças dos órgãos de saúde instalados na cidade, das redes municipal e estadual. ”Estamos nos organizando para enfrentar essa problemática, pesando como prioridade minimizar a situação que efetivamente virá”, disse Sérgio, sem descartar a possibilidade de registro de casos em Jequié, que até esta quinta não tinha confirmação. ”Nós estamos nos preparando para enfrentar o pior. O prefeito foi extremamente feliz em ouvir o seu corpo técnico e adotar medidas duras, porém necessárias, pensando no bem maior, que é a vida”, esclareceu o secretário de Saúde. Já o chefe do Executivo foi taxativo ao dizer que os estabelecimentos que não obedecerem às orientações da Prefeitura no decreto sobre o combate do coronavírus na cidade poderão ser penalizados.

Jequié: Tinho reivindica recuperação da estrada de Santa Clara, Santa Rita, Jiboinha e Canoão

/ Jequié

Presidente da Câmara de Jequié, Tinho. Foto: Emanuel Jr.

O presidente da Câmara de Jequié, vereador Tinho, solicitou, através de Requerimento subscrito pelo vereador Fiim, a imediata recuperação das estradas vicinais da região que abrange Santa Clara, Santa Rita, Jiboinha e Canoão, na zona da Caatinga. ”Durante muito tempo pouco foi feito por parte da Prefeitura de Jequié nas estradas que dão acesso a essas localidades. Na verdade, o que foi feito nos últimos anos praticamente se resume a manutenção da empresa Galvão que atua na construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL)”, justifica.

Para o vereador Tinho, a situação de momento é muito complicada, pois a estrada que liga Santa Clara à Jiboinha não tem condições nenhuma de acesso, como também os acessos a Santa Rita e Canoão está cada vez mais difícil. ”Esperamos que Prefeitura faça o que é de sua obrigação e responsabilidade para não dificultar ainda mais a vida do cidadão tão prejudicado tanto para transportar o que produz como para chegar à cidade”, dispara.

Os estudantes e as pessoas que vêm a sede de Jequié para fazer seus negócios ou em busca de atendimento médico.

Após notícias sobre coronavírus, comércio de Jequié registra falta de máscaras e álcool gel

/ Jequié

Cresceu a buscar por máscaras e álcool gel. Foto: Blog Marcos Frahm

Em Jequié, a preocupação da população diante das informações na mídia sobre o novo coronavírus gera reflexos nas farmácias e supermercados. Em muitos estabelecimentos da Cidade Sol já há falta de máscaras de pano e álcool em gel.

Em algumas farmácias do Centro, as máscaras acabaram desde a última semana, devido ao aumento de número de pessoas que procuram pelo produto.

Em relação ao álcool em gel, ainda é encontrado com mais facilidade do que as máscaras, mas o estoque está acabando em muitos estabelecimentos.

Em um mercado do bairro Jequiezinho, por exemplo, os consumidores fizeram fila para comprar o álcool ontem, quarta-feira, gerando tumulto no local. Há quem reclama do preço abusivo que é cobrado em determinados lugares.

Jequié: Núcleo Cidade Sol do NEOJIBA suspende temporariamente atendimento ao público

/ Jequié

Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia

Os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA), que em Jequié é mantido por meio de uma parceria com a Prefeitura de Jequié, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, seguindo as orientações do Governo do Estado da Bahia e buscando preservar a saúde de funcionários, integrantes e do público, vem tomando medidas preventivas para ajudar a conter a disseminação do coronavírus (COVID-19).

Desde a última terça-feira,  o NEOJIBA adotará um novo sistema de ensino-aprendizado para todos os Núcleos que terão atividades presenciais suspensas. Todas as aulas e ensaios desses Núcleos passarão a acontecer, exclusivamente, através de plataformas de ensino à distância, até que a situação se normalize. As apresentações públicas, previstas para o mês de março, foram canceladas.

As equipes pedagógica e de desenvolvimento social do NEOJIBA receberão um treinamento específico para a utilização das plataformas de ensino à distância, garantindo um melhor acompanhamento dos integrantes e suas famílias.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, e a Prefeitura de Jequié, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, lamenta qualquer inconveniente que essa decisão possa ter causado ao público e espera voltar à programação normal o mais rápido possível. A todos é pedido a compreensão para o fato de estar sendo seguido as resoluções tomadas pelos órgãos oficiais de saúde.

MP quer participação popular na revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Jequié

/ Jequié

Promotor de Justiça, Maurício Cavalcanti. Foto: Site Jequié e Região

O Ministério Público estadual quer a participação popular no processo de revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Jequié. O promotor de Justiça, Maurício Cavalcanti, entende que as atuais propostas da Comissão Revisora, ”uma vez aprovadas, causarão relevante impacto em termos de verticalização da cidade, ampliação do perímetro urbano sobre biomas, suprimento de água, geração de resíduos sólidos, trafegabilidade, alteração na ventilação, insolação e de temperatura da área urbana, havendo premente necessidade de ampliar a análise técnica sobre as mesmas”.

Defende também uma ampla divulgação em massa de todas as etapas do processo de revisão, comunicando o cronograma, locais de reunião, estudos e propostas do Plano com antecedência mínima de 15 dias. Essa é a recomendação expedida no último dia 13 pelo Ministério Público estadual ao município de Jequié.

Maurício Cavalcanti recomendou ainda que as audiências públicas para debate sobre as propostas sejam realizadas considerando os diversos segmentos sociais, temas e divisão territorial, em locais e horários acessíveis à maioria da população.

Além disso, foi recomendado que, antes de ser encaminhada para a Câmara Municipal, a proposta de alteração do Plano seja aprovada em conferência ou evento similar, com representantes dos diversos segmentos sociais previamente escolhidos em plenárias e com a divulgação da proposta da alteração aos delegados eleitos feita pelo menos 15 dias antes da votação.

Maurício Foltz lembra que a revisão, atualização e repactuação do PDDU é uma necessidade prevista no Estatuto da Cidade, de 2001, cujo processo deve ser realizado com prévia e ampla participação da sociedade, conforme a lei. A recomendação foi publicada nesta terça-feira (17). *Por Souza Andrade