Jaguaquara: Exclusão de turma em colégio sobra até para vereadores, que são alvo de protesto

/ Jaguaquara

Manifestantes bradam em frente à Câmara. Foto: Blog Marcos Frahm

A decisão da Secretaria Estadual da Educação, de exclusão de matrículas para o 6º ano do Ensino Fundamental no Colégio Luzia Silva, unidade escolar católica que funciona em convênios com Prefeitura e Estado sobrou até para os vereadores de Jaguaquara. Num ato de protesto contra o Governo, realizado na noite desta quarta-feira (28), alunos, pais de alunos e populares que decidiram participar da manifestação caminharam até o prédio-sede da Câmara Municipal, na Rua Ilmar Galvão, concentrando-se em frente à Casa Legislativa com críticas aos parlamentares. Alguns cobravam apoio dos vereadores, para interferência junto ao Estado, e outros bradavam contra os edis, seguindo o discurso de um locutor de carro de som, que aplicava duras críticas as lideranças políticas locais e ao governador Rui Costa.

Jaguaquara: Alunos saem as ruas em protesto contra o Governo por exclusão do 6º ano em colégio

/ Jaguaquara

Manifestantes percorreram vias centrais. Foto: Blog Marcos Frahm

Com apoio dos pais, alunos do Colégio Luzia Silva, em Jaguaquara, saíram às ruas da cidade nesta quarta-feira (28), após as aulas do período vespertino, em forma de protesto contra a decisão da Secretaria Estadual da Educação de exclusão das matrículas para alunos do 6º ano do Ensino Fundamental. Considerada a melhor escola pública do Fundamental no município, o Luzia Silva pertence à instituição católica Irmãs Ursulinas e foi fundado em Jaguaquara há 70 anos, numa área da antiga Fazenda Toca da Onça, que deu origem a emancipação do município. Segundo informações direção ao Blog Marcos Frahm, o colégio integra a lista de unidades que passarão pelo plano de reestruturação da rede pública de ensino, conforme comunicado enviado à unidade escolar pelo Núcleo Territorial de Educação (NTE 09), com sede em Amargosa, que representa a Secretaria da Educação, informando o fechamento do 6º ano. Os manifestantes percorreram as principais vias centrais. O ato de protesto teve como ponto de partida a Praça JJ – Seabra, onde localiza-se o colégio. Com críticas ao governador Rui Costa, ao prefeito e vereadores da cidade os participantes da manifestação pública chamavam a atenção das autoridades sobre a importância da unidade para o ensino público no município e cobravam apoio das lideranças políticas locais.

Ato de protesto chamou a atenção nesta quarta, em Jaguaquara

A justificativa do Estado é de que a ”Secretaria garante o atendimento a todos os estudantes do Ensino Médio nas escolas estaduais da Bahia e, conforme determina o artigo n° 10 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) n° 9.394/1996, assegura o Ensino Fundamental a partir da colaboração com os municípios”. No entanto, a direção do colégio, que oferta o Ensino Fundamental I e II, em convênios com a Prefeitura e Estado emitiu nota afirmando que a decisão do Governo traz angústia para os profissionais da educação e pais de alunos, que se posicionam contrários a suspensão do 6º ano da cota do Governo. A direção informou ainda que, o prefeito, Giuliano Martinelli, se predispôs a ir a capital baiana nesta sexta-feira (30), com uma comissão formada, para discutir o assunto na SEC.

Jaguaquara: Para não contrariar prefeito, vereadores esfriam disputa pela presidência da Câmara

/ Jaguaquara

Câmara terá novo presidente em 2019. Foto: Blog Marcos Frahm

Embora falte pouco tempo para a eleição de presidente da Câmara Municipal de Jaguaquara, os vereadores não sabem dizer quem comandará o Poder Legislativo no período 2019/2020. Não porque a disputa está acirrada e sim porque a escolha será feita pelo prefeito, que guarda segredo sobre o seu preferido, devendo anunciá-lo somente em cima da hora. A bancada da base de sustentação se mostra conformada com a situação. Tirando os vereadores que fazem parte da bancada da minoria, apenas três, é comum ouvir, inclusive os presidenciáveis, que de fato caberá a Giuliano Martinelli (PP) apontar seu protegido para a bancada governista sacramentar a vitória do sistema dominante. Como os vereadores da base, 12 dos 15 edis, não demonstram interesse de contrariar as vontades do chefe do Executivo, muito menos criar atritos, a disputa encontra-se fria, quase gelada, com raros comentários sobre o assunto. Nesse caso, não resta alternativa aos comandados senão aguardar as ordens ditadas pelo prefeito da cidade, tanto para a escolha do próximo presidente como também dos outros membros da mesa diretora. Enquanto isso, a população aguarda, de camarote, a eleição que definirá o novo presidente, com a esperança de que a Casa Legislativa se torne produtiva, já que as sessões relâmpagos e poucas discussões sobre os problemas de interesse da sociedade tem marcado esse segundo semestre na Câmara de Jaguaquara. A escolha está marcada para as 10h do dia (20) de dezembro.

Jaguaquara: Alunos se manifestam contra decisão do Estado de fechar o 6° Ano no Colégio Luzia Silva

/ Jaguaquara

Alunos protestam contra decisão da SEC. Foto Blog Marcos Frahm

Alunos e professores do Colégio Luzia Silva, em Jaguaquara, unidade pertencente à instituição católica Irmãs Ursulinas, protestam na cidade contra a decisão da Secretaria Estadual da Educação de exclusão das matrículas para 160 vagas para alunos do 6º ano do Ensino Fundamental. O Colégio Luzia Silva, com 70 anos de fundado, localiza-se na Praça JJ- Seabra, numa área da antiga Fazenda Toca da Onça, que deu origem a emancipação do município e, segundo a direção, conforme comunicado enviado pelo Núcleo Territorial de Educação (NTE 09), com sede em Amargosa, representando a Secretaria da Educação, integra a lista de unidades que passarão pelo plano de reestruturação da rede pública de ensino.  As manifestações ocorrem em outras regiões, com a justificativa do Estado de que a ”Secretaria garante o atendimento a todos os estudantes do Ensino Médio nas escolas estaduais da Bahia e, conforme determina o artigo n° 10 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) n° 9.394/1996, assegura o Ensino Fundamental a partir da colaboração com os municípios”. No entanto, a direção do colégio, que oferta o Ensino Fundamental I e II, em convênios com a Prefeitura e Estado emitiu nota afirmando que a decisão do Governo traz angústia para os profissionais da educação e pais de alunos, que se posicionam contrários a suspensão do 6º ano da cota do Governo. Leia abaixo a nota do Luzia Silva

O Colégio Luzia Silva é uma instituição respeitada e reconhecida no nosso território pelo trabalho de excelência prestado à população e à região, pois atende também a alunos de cidades circunvizinhas. São 70 anos de uma história marcada pela ação de SERVIR à comunidade, um sonho possibilitado pelo português Guilherme do Eirado Silva, ao confiar às irmãs Franciscanas Imaculatinas a responsabilidade de gerir a instituição que, em homenagem a sua esposa, recebeu o nome de LUZIA SILVA. Naquele momento, um importante projeto surgiu na Toca da Onça, projeto esse que perdura e se desenvolve com total apoio e reconhecimento da sociedade, pois a escola se propõe a ofertar uma educação baseada em preceitos católicos tradicionais, tendo como maior missão a de servir e contribuir para a formação integral dos estudantes, que por meio de seus responsáveis são matriculados, demonstrando apoio e credibilidade ao trabalho há décadas desenvolvido no chão jaguaquarense. Contudo, a continuidade dessa história pode ser interrompida, o que representa um duro golpe à comunidade jaguaquarense, porque a matrícula para alunos de 6º ano foi bloqueada no sistema da Secretaria Estadual de Educação, impossibilitando que ofertemos cerca de 160 vagas para 2019.

Estamos convocando toda a população e região para nos posicionarmos diante desse fato, pois a intenção do governo estadual é de, gradativamente, ir bloqueando as matrículas, assim, até 2022, o Colégio Luzia Silva deixará de atender a população com turmas de 6º ao 9º ano.  Tal decisão do governo do estado traz angústia para profissionais da rede e principalmente para os pais que sempre se esforçaram e trabalharam para apoiar e possibilitar a continuidade do reconhecido projeto chamado Luzia Silva, sonhando e trabalhando para que a escola pudesse ser ampliada e que seus filhos pudessem concluir a educação básica na própria instituição, com turmas de Ensino Médio. Que pena, um duro golpe na comunidade jaguaquarense, que sequer foi chamada para dialogar sobre o caso, recebendo apenas essa infeliz notícia.

Jaguaquara: Motociclista perde controle de moto em curva, cai do veículo e morre na BR-420

/ Jaguaquara

Motociclista era morador de Jequié. Foto: Blog Marcos Frahm

Um motociclista foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (26), às margens da Rodovia BR-420, no trecho do município de Jaguaquara. Geraldo Alves Pires era morador de Jequié e retornava pra casa no início da noite de domingo, quando perdeu o controle da direção da moto Honda Bros, na chamada Curva de Alberto Trípode, caindo com o veículo. Populares que passavam pela estrada na manhã de hoje perceberam o corpo de Geraldo e acionaram a polícia. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica esteve no local e providenciou o encaminhamento do corpo ao Instituto Médico Legal. Geraldo era irmão do comerciante Deraldo Pires, proprietário de uma funerária em Jequié.

Jaguaquara: Garoto de 13 anos morre afogado em barragem após cerimônia de batismo evangélico

/ Jaguaquara

Caso aconteceu no Alto da Serra. Fotos: Blog Marcos Frahm

Um garoto de 13 anos morreu afogado em uma barragem na área rural do município de Jaguaquara, na manhã deste domingo (25). O caso foi registrado pela Polícia Militar na localidade de Alto da Serra, após Kauê Lorran Santos Moura ter participado de uma cerimônia de batismo realizada por uma igreja evangélica, na presença dos familiares.

Corpo do garoto Kauê Lorran foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros

Após o ato religioso, evangélicos teriam se reunido em baixo de uma árvore, às margens da barragem, e Kauê passou a brincar na água e desapareceu. Ainda conforme informações policiais ao Blog Marcos Frahm, único veículo de imprensa no local, quando os evangélicos deram por fé, Kauê já havia se afogado. Em total desespero, familiares e amigos acionaram a Polícia Militar, que comunicou o fato ao 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jequié, que enviou mergulhadores ao local para o resgate do corpo, já por volta das 15h.

Equipe do Departamento de Polícia Técnica removeu corpo do garoto

No fim da tarde, uma equipe do Departamento de Polícia Técnica esteve no Alto da Serra para remoção e encaminhamento do cadáver ao Instituto Médico Legal de Jequié. O corpo de Kauê, que era morador no bairro Casca, foi sepultado nesta segunda-feira (26), em clima de forte comoção. O garoto era estudante da Escola Municipal Emanuel de Oliveira Brito, que suspendeu as aulas hoje.

Jaguaquara: Homem é encontrado desacordado às margens da BA-545, após acidente com moto

/ Jaguaquara

Homem foi encontrado por populares na BA-545. Foto: Rede social

Um homem foi encontrado desacordado às margens da Rodovia BA-545, estrada que liga a sede do município de Jaguaquara ao distrito de Baixão de Ipiúna, área rural. A vítima, de identidade não revelada, teria sofrido acidente com moto na tarde deste domingo (25), sendo vista por populares que transitavam pela estrada e providenciaram o socorro ao homem até o Hospital Municipal de Jaguaquara.

Atenção Jaguaquara e toda a região, vem aí o Projeto ”Champion Cursos”, com cursos profissionalizantes

/ Jaguaquara

Você está desempregado e quer trabalhar❓
Está em busca de seu 1° emprego❓
Quer ser promovido(a) no trabalho❓
*Saiba que as empresas estão em busca dos Melhores Profissionais, os Mais Qualificados!

Tenha um diferencial em seu currículo participando do Projeto Champion Cursos com AULAS SOMENTE AOS SÁBADOS!

O PROJETO OFERECE UMA OPORTUNIDADE ÚNICA: CURSOS PROFISSIONALIZANTES ONDE O ALUNO NÃO PAGA MENSALIDADE, SOMEMTE TAXA PARA CERTIFICADO RECONHECIDO EM TODO BRASIL! VÁLIDO EM CONCURSOS PÚBLICOS E SERVE COMO CARGA HORÁRIA COMPLEMENTAR P/ CURSO SUPERIOR.

♻ ALUNOS ACIMA DE 13 ANOS PODEM PARTICIPAR DOS CURSOS DE:

✅ ATENDENTE DE FARMÁCIA
✅ ASS. COMERCIAL/ VENDAS
✅ MAQUIAGEM (Turma Exclusiva)

✅ INSCRIÇÕES SOMENTE: 28, 29 E 30/11 NA AUTO ESCOLA POSITRAN – JAGUAQUARA
Das 9 às 12h / 14 às 17h
LEVAR:
– 1KG DE ALIMENTO P/CURSO
– DOCUMENTOS ORIGINAIS

✅ AULA INICIAL: 01 DE DEZEMBRO 2018

⚠ (VAGAS LIMITADAS, NÃO PERCA TEMPO)

📞 Info.: WhatsApp Tim

(73) 9. 9165-4268

⚜ CHAMPION CURSOS – VOCÊ EM 1° LUGAR🏆

Prefeito prevê geração de 200 empregos em Jaguaquara com obra de construção do IFBA

/ Jaguaquara

Giuliano com representantes do IFBA e de construtora. Foto: Divulgação

Prefeito Giuliano Martinelli (PP) prevê 200 vagas de empregos em Jaguaquara com a construção do Campus do Instituto Federal da Bahia. A obra, que terá início em breve está orçada em 15 milhões, pelo Ministério da Educação, com duração de dois anos e geração de 200 empregos diretos. Nesta terça-feira (20), o prefeito esteve reunido na capital baiana com a equipe administrativa do IFBA, representada por Renato Anunciação, reitor do Instituto e com José Luis, responsável pela Empresa CSG Engenharia, vencedora da licitação e que executará a obra. Em nota, Giuliano comentou sobre o encontro e destacou a intervenção do deputado federal Cacá Leão (PP) junto ao Governo Federal. ”O IFBA representa hoje para a população de Jaguaquara a esperança de um futuro próspero e inovador. Estamos resgatando o titulo de Cidade Escola e impulsionando o processo educativo de nosso município. Esse anseio, que também era meu, de oportunizarmos educação de qualidade em cursos técnicos, graduações, pós graduações e afins, se torna uma realidade com o apoio incondicional de nosso deputado federal Cacá Leão. Hoje fiz questão de me reunir com esta equipe maravilhosa representada por nosso amigo Renato, para apresentarmos à empresa CGS  Engenharia o nosso interesse em poder ofertar a Jaguaquara aproximadamente 200 vagas de emprego para a realização da construção de nosso campus. Fiz questão de deixar nossa solicitação com a empresa para que a mão de obra seja contratada no nosso município. Isso gera pra nós um conforto e uma satisfação imensa. O recurso já está na conta, a licitação já tem uma empresa vencedora, e agora aguardamos, portanto, a data para o lançamento da pedra fundamental, com o ministro da Educação, para que possamos executar mais uma obra que transformará a vida de nosso povo”, disse o gestor. O município já está com o ensino técnico implantado em sede provisória, funcionando na Escola Menandro Minahim e ofertando 100 vagas de cursos voltados para a área de tecnologia da Informação. ”Jaguaquara já colhe os frutos de uma administração seria e compromissada com a melhoria da qualidade de vida de seu povo”, concluiu a nota pública do prefeito distribuída à imprensa através da sua Assessoria de Comunicação.

Jaguaquara: Criminosos sequestram motorista na BR-116 e levam 18 rodas de carreta

/ Jaguaquara

Carreta foi levada para estrada vicinal. Fotos: Repórter Ed Santos

Criminosos voltaram a agir na região do Distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara, localidade que fica nas margens da Rodovia Santos Dumot-BR-116 e roubaram as rodas de uma carreta na madrugada desta sexta-feira (16). O condutor do veículo de placa PLD-8769, licença de Simões Filho/BA, que transportava uma carga de brinquedos de SP para Pernambuco teria sido surpreendido após parar para pernoitar no estacionamento de um posto de combustível no Entroncamento de Lafaiete Coutinho, quando por volta da 01h30 acordou com criminosos quebrando o pára-brisa e lhe algemando no banco da carreta em seguida.

Criminosos subtraíram pelo menos 18 pneus da carreta e fugiram

Os bandidos, com armas em punho, depois de terem imobilizado o motorista Florisvaldo Dantas seguiram com o caminhão e ameaçando a vítima pela BR-116, em direção do distrito Stela, onde desviaram para a Rodovia BA-250, estrada de acesso a Itiruçu e, no povoado de Lagoa Nova, adentraram em uma estrada vicinal e estacionaram a carreta para subtrair 18 pneus da parte traseira. Os marginais fugiram em um carro de passeio, levando os pneus e deixando a vítima no local, que conseguiu pular a janela e caminhar pela BA-250, tendo recebido apoio de um homem que fazia caminhada às 04h30 e lhe ajudou a se desvencilhar da algema. Florisvaldo acionou a Polícia Militar que lhe encaminhou à Delegacia de Jaguaquara para o registro da ocorrência.

Jaguaquara: Prefeito faz mistério sobre nome para presidência da Câmara e eleição se aproxima

/ Jaguaquara

Edis aguardam o prefeito bater na mesa. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito de Jaguaquara ainda faz mistério sobre sua preferência em relação ao nome para presidir à Câmara Municipal, a partir de janeiro de 2019. No meio político da cidade, o que se comenta é a estranheza causada pelo silêncio de Giuliano Martinelli (PP) em relação à sucessão da mesa-diretora da Câmara, cuja eleição deve ocorrer entre os dias 20 e 22 de dezembro. Enquanto virtuais candidatos se movimentam tentando articular suas chapas, Martinelli tem optado por ficar em cima do muro entre os postulantes declarados, Raimundo Louzado (PR) e Nildo Pirôpo (PSB), ambos integrantes da base aliada do chefe do Executivo na Casa. O silêncio do prefeito é considerado por muitos um equívoco, pela importância do Poder Legislativo – situação que tem gerado especulações sobre uma terceira candidatura governista, que seria representada pelo vereador e presidente do PSD local, Edmilson Barbosa, o Dema, que tem refutado a informação, quando indagado sobre o assunto, mas nos bastidores alimenta a expectativa de também disputar à presidência. Há quem diga que a terceira candidatura teria a anuência de Martinelli e do atual presidente Élio Boa Sorte (PP), que encerra seu segundo mandato neste ano e não aceitaria uma eventual vitória de Raimundo Louzado, que também já presidiu a Casa e é considerado um nome leve entre os parlamentares. A avaliação é de que, mesmo em silêncio, Giuliano sinaliza apoio a candidatura de Pirôpo, mas como o movimento não ganha força entre os seus aliados, Dema surgiria como válvula de escape para afagar Élio Boa Sorte, que se posiciona contra Louzado e tem mantido uma estreita relação com o prefeito, inclusive com devolução de Duodécimo até fora de épocas para ajudar a Prefeitura a tocar obras. A bancada de Martinelli na Câmara é composta por 12 dos 15 parlamentares. Os edis aguardam a decisão de Giuliano para definição de um único nome, já que estão atrelados a gestão e obedeceriam as regras do alcaide. Não havendo interferência do prefeito no processo, Raimundo passaria a ganhar musculatura no grupo, por ter, inclusive, a simpatia da oposição, que poderá anunciar adesão à sua candidatura.

Jaguaquara: Suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas e homicídio são presos em operação

/ Jaguaquara

Suspeitos foram presos no bairro Malvina II. Foto: Divulgação/Polícia

Três mulheres e um homem foram presos em Jaguaquara, durante operação conjunta das polícias Civil e Militar em combate ao tráfico de entorpecente na cidade. Valdinei Figueiredo Santos, Juciara Costa da Silva, Fernanda Costa da Silva e Andréia Costa da Silva foram presos no bairro Malvina II. Segundo informações policiais, a ação teve início a partir de denúncia de que um indivíduo guardava em sua residência uma arma de fogo, a qual teria sido utilizada em um homicídio e uma tentativa de homicídio em Jaguaquara. Buscas foram realizadas na casa do primeiro suspeito, Valdinei, na Rua Teotônio Vilela, onde os policiais encontraram um revólver Táuros calibre38, municiado com 6 cartuchos intactos, tendo o suspeito informado que, a arma, era guardada a mando de um presidiário custodiado no Conjunto Penal de Jequié, o Mirtão, e que quem lhe entregou o revólver foi Fernanda Costa, encontrada posteriormente em outra residência do bairro, com uma pistola de 2 canos, além de maconha e balança de precisão. Ainda segundo a polícia, Fernanda alegou que os cartuchos da arma repassada para Valdinei haviam sido repassados por Andréia e que a mesma teria envolvido a sua irmã, Juciara, que confirmou participação e guardava em casa os cartuchos. Em depoimento, Fernanda relatou que uma das armas foi utilizada para um crime de homicídio ocorrido em julho deste ano, no bairro São Jorge, contra o adolescente Flávio Silva dos Santos, de 17 anos, e também usada num homicídio tentado contra Mateus do Espírito Santo. Os suspeitos afirmaram na Delegacia que a pistola de  canos e a droga encontradas pertenciam ao presidiário Mirtão e que a arma seria usada, juntamente com uma motocicleta roubada e recuperada pela polícia para matar em Jaguaquara um desafeto de Mirtão. O delegado Chardison Castro de Oliveira, que investiga o caso, informou que o quarteto segue preso à disposição da Justiça.

Irmão do doente mental que morreu em ação da polícia foi morto em fevereiro em confronto

/ Jaguaquara

Ação policial repercute na cidade. Foto: Blog Marcos Frahm

O drama de uma mãe, a dona de casa Tereza Barbosa dos Santos, que perdeu dois filhos em dez meses.  O irmão do doente mental, Ednildo Gonzaga dos Santos, 36, que morreu após ação policial nesta quarta-feira (14) também havia sido morto em ação da polícia, cujo fato ocorreu em (24), [relembre] na Comunidade Quilombolas, Evanildo Barbosa dos Santos, o Peba, foi alvejado e socorrido ao Hospital Municipal de Jaguaquara – HMJ, mas não resistiu. Na ocasião, a polícia teria informado que Evanildo entrou em confronto com policiais militares e da Cipe Central durante operação de combate ao tráfico de drogas e que o mesmo era envolvido com a comercialização de entorpecentes. Ontem, Ednildo morreu, também no HMJ, depois de baleado por PMs que acompanhavam uma equipe do CPAS, que foi acionada por Dona Tereza para tentar controlar e medicar o filho, que sofreu surto psicótico e, de posse de um facão, ameaçava familiares, vizinhos e chegou a ferir um policial, conforme nota da PM/3ª Cia.

Jaguaquara: Doente mental surta é morto após reagir a abordagem da PM durante apoio ao CAPS

/ Jaguaquara

Ednildo chegou a ser levado ao hospital. Foto: Blog Marcos Frahm

Um rapaz foi morto após sofrer disparo de arma de fogo por policiais militares durante uma ação de apoio a equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) em Jaguaquara. Ednildo Gonzaga dos Santos, 36 anos, era morador da Rua Genésio Gomes, bairro Nova Jaguaquara, onde foi atingido em sua casa e socorrido ao Hospital Municipal, por volta das 12h desta quarta-feira (14), falecendo após dar entrada na unidade hospitalar, conforme informações policiais.

O CASO

Em nota, a Polícia Militar, através da 3ª Cia, informou ao Blog Marcos Frahm que a guarnição da Gavião 8.1922 teria sido acionada por uma equipe do CAPS, composta por uma enfermeira, um guarda municipal e o motorista do veículo que presta serviços ao órgão para apoio em uma ação de tentar conter o rapaz, que era paciente da unidade e havia sofrido surto psicótico. Ainda segundo a nota, ao chegar ao local os policiais obtiveram autorização da mãe de Ednildo para adentrar no imóvel acompanhando a equipe, mas que o mesmo se apossou de um facão, que estava sobre a pia da cozinha, passando a desferir golpes contra os militares e os servidores do CAPS, sendo um policial ferido no antebraço, momento em que, dois cães, ao perceber que o seu dono estava sendo ameaçado resolveu atacar o policial ferido e que, o PM, com a finalidade de se defender e preservar a integridade física de todos acabou efetuando disparos para conter a agressão, atingindo o paciente e um animal [cachorro], que teve a pata amputada. A PM informou também que Ednildo entrou em luta corporal com os militares mesmo depois de atingido, sendo imobilizado e conduzido ao hospital, onde foi a óbito. Horas depois, familiares em frente ao Instituto Médico Legal de Jequié contestavam o caso e diziam que o rapaz era portador de distúrbio mental. A redação conseguiu manter contato com o CAPS de Jaguaquara, na manhã desta quinta-feira (15), tendo a diretora e enfermeira Camilla Alkmm confirmado que Ednildo era doente mental e no curso da doença o paciente e seus familiares vivenciaram momentos de angustia diante do comportamento apresentado pelo mesmo, que segundo Camilla vinha fazendo ameaças a família e aos vizinhos, motivo pelo qual a equipe havia sido solicitada pela sua genitora. Ela diz que Ednildo também era usuário de substância química e que o objetivo da visita, além de tentar contê-lo a base de medicamento era viabilizar o encaminhamento do paciente para internamento no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié.  ”Nós fomos no intuito de ajudar a família, que não aguentava mais a situação e ele precisava ser internado porque estava em surto, de posse de um facão, recusando comprimidos e a orientação do médico era de que pudéssemos conte-lo para aplicação de medicação injetável, mas infelizmente ele estava muito agitado  e ocorreu isso, agressão dele ao guarda e aos polícias e veio a reação. Nós já teríamos providenciado a regulação após solicitação e liberação de vaga para o internamento. Lamentamos profundamente o ocorrido, e reafirmamos que a intenção nossa e da polícia era ajudar a família e acolher o paciente. Toda a equipe do CAPS está entristecida”, explicou a diretora. O Instituto Médico Legal de Jequié concluiu que a causa da morte de Ednildo foi tiro.