Câmara de Jaguaquara reinicia atividade legislativa nesta sexta, com nova Mesa-Diretora

/ Jaguaquara

Governistas e oposicionistas definiram a Mesa. Foto: Blog Marcos Frahm

Com nova Mesa – Diretora, a Câmara Municipal de Jaguaquara inicia, nesta sexta-feira (15), o primeiro período Legislativo de sessões ordinárias em 2019, a partir de sessão solene marcada para reabertura dos trabalhos às 20h, oportunidade em que o novo líder do poder Legislativo, Raimundo Louzado (PR), assumirá a presidência da Casa. Raimundo foi eleito presidente em disputa acirrada, no dia (20) de dezembro de 2018. A vitória diante da vereadora Cristiane Pinheiro (PP), prima do prefeito Giuliano Martinelli (PP), foi por um voto de diferença: 8×7. Louzado chegou à presidência com apoio de parlamentares da base governista e da oposição. Os dois vereadores oposicionistas: Sara Helem (DEM) e Valdi da F 4000 (PHS) foram decisivos para a chapa vencedora. Na ocasião, em entrevista a imprensa após o processo de votação, Raimundo agradeceu aos pares, com ênfase ao apoio obtido da oposição, que segundo ele, terá mais espaço na Câmara. Louzado, que já presidiu a Casa, volta  para suceder o ex-presidente Élio Boa Sorte (PP). Ambos têm trajetórias e estilos distintos na política. Raimundo já foi presidente por duas vezes consecutivas, vice-prefeito do município, retornou a Câmara em 2017 após ser eleito o vereador mais votado em 2016 e é considerado de fácil diálogo. Já Élio, também conduziu o Legislativo por dois períodos, tentou emplacar projeto de Emenda a Lei Orgânica que permitisse sua reeleição na presidência, mas não obteve êxito. Ele deixou o posto como gestor rígido, de uma linha mais dura, porém, sua gestão foi marcada pela organização, sobretudo em relação ao equilíbrio financeiro da Casa. Élio fez, inclusive, devolução de duodécimo ao Executivo para investimentos em obras no município, afagando o ego do prefeito, de quem se tornou um forte aliado. Como Louzado não teve o apoio de Martinelli e nem de Boa Sorte para vencer a disputa pela Mesa – Diretora, comenta-se, nos bastidores da política, sobre um possível distanciamento entre os poderes, mas o atual presidente fala em harmonia e garante que não fará gestão de perseguição ao Governo. Contudo, quando eleito em dezembro, falou em uma ”Câmara mais independente”.

*Por Marcos Frahm

Da série ficou para depois! Obra de requalificação na entrada de Jaguaquara se arrasta

/ Jaguaquara

Via pública dá acesso a Jaguaquara. Foto: Blog Marcos Frahm

O ano de 2018 terminou e o que era para ser solucionado ficou para depois. Uma obra de revitalização da uma avenida que liga o bairro Muritiba em Jaguaquara a BR-420, na entrada da cidade, se arrasta aos trancos e barrancos desde outubro de ano passado. Os serviços anunciados pela Prefeitura com prazo de conclusão para dezembro ficaram para depois. A via é um dos principais acessos a Jaguaquara e encontra-se esburacada, dificultando a trafegabilidade de veículos no local. A obra de responsabilidade da Prefeitura tem o apoio financeiro da Câmara Municipal e é também um anseio do vereador Élio Boa Sorte (PP), que na condição de presidente do Legislativo à época teria feito a devolução de cerca de R$ 120 mil ao Executivo para que os recursos fossem aplicados na requalificação. A justificativa da Prefeitura para a morosidade é de que a empresa contratada para a execução teve o contrato rescindido em razão de denúncias de envolvimento em possíveis irregularidades em outros municípios. Já no segundo mês de 2019, motoristas que utilizam o trecho observam o tempo passar sem que o problema seja resolvido.

Jaguaquara: Mesmo após defensas metálicas, BR-420 oferece risco à população das Malvinas

/ Jaguaquara

Pedestres transitam em meio aos veículos. Foto: Blog Marcos Frahm

Os pedestres que transitam pelo perímetro urbano da Rodovia BR-420 em Jaguaquara, em especial no trecho de acesso aos bairros Malvinas I e II, continuam correndo sério risco de acidente, mesmo após o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ter instalado defensas metálicas às margens da rodovia. No local, existe grande movimentação de pedestres e, a falta de defensas metálicas, equipamentos conhecidos como guard-rails, era questionada pela reportagem do Blog Marcos Frahm e pelos próprios moradores. Contudo, os equipamentos foram instalados depois de uma lenta obra de recuperação do trecho após uma erosão ocorrida no ano passado, provocando a interdição parcial da BR-420. Os usuários cobravam as defensas para trazer segurança aos pedestres e até para os condutores de veículos. Pessoas já foram atropeladas, automóveis já precipitaram em ribanceiras próximas em decorrência da falta de proteção. O que era pra melhorar piorou. A instalação dos guard-rails estreitou ainda mais o espaço destinado aos pedestres, que continuam circulando em meio aos veículos. Aliás, a empresa contratada pelo DNIT não pensou em desenvolver uma ciclovia para os moradores de dois dos bairros mais populares da cidade ter acesso ao Centro.  A Rodovia é federal e está sob a responsabilidade do DNIT, que autorizou a obra, mas faltou o acompanhamento da Prefeitura para interceder pelos pedestres. Já não basta o risco enfrentado pelos transeuntes em vias da cidade, como por exemplo na bagunçada Rua da Ceasa, na área central de Jaguaquara, onde os pedestres não tem vez e as calçadas são tomadas por mercadorias de comerciantes de produtos hortifrutigranjeiros.

Homem de 67 anos morre após casa pegar fogo em Jaguaquara; incêndio destruiu bens da família

/ Jaguaquara

Corpo de Bombeiros de Jequié foi acionado. Foto: Blog Marcos Frahm

Um incêndio destruiu a área interna de uma casa na Rua Guilherme Silva Filho, no bairro Muritiba, em Jaguaquara, e provocou a morte de um homem de 67 anos na manhã deste domingo (10). Três pessoas moravam na residência, mas no momento do incêndio, por volta das 07h, apenas o idoso Antônio Oliveira estava no imóvel. Vizinhos perceberam a fumaça e acionaram uma equipe do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jequié, além de um carro-pipa da cidade, mas quando os socorristas chegaram ao local para debelar as chamas o homem já estava sem sinais vitais. Ainda segundo informações colhidas pela redação do Blog Marcos Frahm, as chamas destruíram móveis e eletrodomésticos, causando a perda total dos bens dos moradores.

Carro-pipa também foi usado para tentar combater o incêndio na casa

Antônio residia com um irmão e uma cunhada, que já foram informados sobre o ocorrido. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica esteve no local e providenciou o encaminhamento do corpo para o Instituto Médico Legal. De acordo com a polícia, a vítima inalou muita fumaça produzida pelo fogo e pode ter falecido por asfixia, mas o laudo pericial sobre as causas da morte e do incêndio ainda não foi concluído.

Velha prática: Criminosos rendem caminhoneiro e roubam pneus no Entroncamento de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Veículo foi abandonado com o motorista em uma estrada vicinal

Uma ação criminosa que se tornou comum na região voltou a se repetir. Criminosos armados renderam mais um caminhoneiro na BR-116, no trecho do Entroncamento de Jaguaquara. De acordo com a polícia, o crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (8), quando o motorista de uma carreta, identificado como Francisco das Chagas, de 60 anos, foi surpreendido por seis criminosos enquanto pernoitava no estacionamento de um posto de combustíveis às margens da rodovia. O homem foi obrigado a conduzir o veículo até uma estrada vicinal, que liga a BR-116 ao município de Itaquara, onde foi deixado amarrado junto ao veículo, que foi depenado e teve as rodas subtraídas pelos assaltantes. A Polícia Militar que atua no Entroncamento de Jaguaquara foi acionada. Quando os militares chegaram ao local, o motorista já tinha conseguido se soltar.  O homem foi orientado a prestar queixa na Delegacia da Polícia Civil do município. Ainda segundo a polícia, a quadrilha, que não foi encontrada é especializada em roubo a caminhoneiro e não muda a estratégia de ataque. Sempre utiliza a mesma estrada vicinal para depenar os veículos e deixar as vítimas.

Jaguaquara: Homem procurado pela Justiça de Goiás é detido ao tentar tirar documento no SAC

/ Jaguaquara

Eunizio de Souza teria cometido estelionato. Foto: Divulgação/PM

Um homem de 59 anos acusado de crime de estelionato em Goiás foi preso nesta sexta-feira (1º), em Jaguaquara, por uma guarnição da Polícia Militar, enquanto tentava tirar documento no SAC. A prisão ocorreu por volta das 09h, após a PM ter sido acionada pela equipe do SAC, que teria feito consulta e constatado que havia contra Eunizio de Souza Santos um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela Justiça do Estado de Goiás, onde o mesmo teria cometido estelionato. Ainda segundo informações da PM, os militares avistaram Eunizio em atitude suspeita em frente ao órgão mesmo antes do homem buscar o atendimento. Ele não resistiu a prisão e foi encaminhado a Delegacia Territorial para adoção das medidas cabíveis.

Jaguaquara: Polícia Militar detém suspeitos de tráfico e um acusado de cometer homicídio

/ Jaguaquara

Deivesson, ao meio, acusado de homicídio. Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar de Jaguaquara conduziu a Delegacia Territorial local três homens, um deles suspeito de cometer crime de homicídio e de ter envolvimento com o tráfico de drogas. Nas imediações da Rua Abílio Procópio, entre os bairros São Jorge e Casca foram presos Josemildo da Rocha Ferreira, 33, e Deivesson Oliveira Santos, 22, este com mandado de prisão preventiva em aberto sob acusação de crime de homicídio. Segundo a PM, com a dupla os militares apreenderam substâncias análogas a cocaína e ao crack, além de dinheiro supostamente proveniente do tráfico. Em local diferente, a guarnição deteve Max Santos Alves, 30 anos, e com ele foi encontrada substância análoga ao crack. Todos foram apresentados, ficando a disposição das autoridades competentes.

Jaguaquara: Mais um motociclista fica ferido após sofrer acidente com moto no Trevo da Onça

/ Jaguaquara

Vítima foi levada ao Hospital Municipal. Foto: Blog Marcos Frahm

Mais um motociclista ficou ferido após sofrer acidente no chamado Trevo da Onça, entrada da cidade de Jaguaquara, trecho urbano da BR-420, rodovia que corta o Vale do Jiquiriçá. O acidente aconteceu por  volta das 19h desta terça-feira (29), quando o condutor de uma moto, morador no bairro Malvina perdeu o controle da direção e passou direto numa curva, caindo da moto e socorrido posteriormente por populares que acionaram uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O rapaz foi levado ao Hospital Municipal de Jaguaquara, mas não corre risco. No mesmo local, vários acidentes com motos já foram registrados, inclusive com vítimas fatais.

Jaguaquara: Acidente provocado por animal solto em rodovia deixa mulher ferida na BA-545

/ Jaguaquara

Veículo Kombi bateu com um boi na estrada. Fotos: Leitor do BMF

Um acidente provocado por um animal solto na Rodovia BA-545 deixou uma mulher ferida na noite desta sexta-feira (25), em Jaguaquara. Um veículo VW/Kombi que faz transporte escolar para a rede municipal de ensino atropelou um boi que perambulava na estrada, por volta das 19h30. Segundo informações colhidas pela redação do Blog Marcos Frahm, o acidente aconteceu nas proximidades do Parque de Vaquejada Miguel da Hora, quando a Kombi seguia da sede do município para o povoado de Itiúba, mas no momento não transportava estudantes. A esposa do condutor sofreu fratura exposta, sendo socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O motorista, Wellington Lopes, sofreu apenas leves escoriações. O animal ficou ferido. Não é o primeiro acidente causado por animais no trecho. A presença dos bichos de grande porte nas rodovias da região do Vale do Jiquiriçá é frequente. Motoristas pedem punição para os donos de sítios e fazendas que não reforçam suas propriedades, facilitando a saída dos animais.

População de Jaguaquara padece por não ter um trânsito minimamente organizado na cidade

/ Jaguaquara

Trânsito é bagunçado em vários pontos. Foto: Blog Marcos Frahm

Tem se tornado cada vez mais estressante a situação de quem frequenta o centro comercial de Jaguaquara, sobretudo nos dias de maior fluxo de veículos e pedestres, sexta e sábado, em razão dos problemas no âmbito do trânsito. A desorganização complica a trafegabilidade. Sem espaço para estacionamento, motoristas param para conversar até no meio da rua, para aumentar o caos. A Prefeitura tem designado agentes em alguns pontos, para tentar organizar a travessia de pedestres na Rua Avelar, Praça JJ – Seabra, em frente ao Luzia Silva e na Rua Gomes Pita. Embora o poder público esteja tentando a organização, ainda falta investimentos para resolver a problemática. Quem sai do centro em direção aos bairros Cruzeiro, São Jorge ou área rural via BA-545, por exemplo, enfrenta o trânsito lento, bagunçado e os constantes engarrafamentos que dificultam a vida de quem mora ou trafega pela Rua Rodolfo Santo. A situação é mais complicada na Rua Barão do Rio Branco, nas proximidades da Ceasa. Mercadorias expostas em calçadas, caminhões atravessados na via e os pedestres sem vez. Moradores do bairro Casca sofrem quando tentam transitar pela referida rua.  Não é de hoje que a população jaguaquarense sofre com o pouco caso das administrações públicas quanto à tomada de decisões capazes de oferecer um trânsito minimamente organizado na área.

Jaguaquara: Vigilância Sanitária apreende 95 kg de carne suína imprópria para o consumo

/ Jaguaquara

Operação ocorreu no distrito Stela Dubois. Foto: Divulgação/Vigilância

A Vigilância Sanitária de Jaguaquara apreendeu, na manhã desta quinta-feira (17), cerca de 95 kg de carne suína imprópria para o consumo. Segundo o inspetor sanitário Jeferson José Araújo, os agentes da Vigilância desenvolviam ação educativa na feira livre do distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara, às margens da BR-116, quando se depararam com uma picape Fiat Strada transportando até o comércio local o produto sem condições higinênico-sanitárias. ”Nós estávamos realizando um trabalho educativo, justamente sobre as normas exigidas para o transporte e comercialização de carnes quando nos deparamos com a irregularidade. A carne estava exposta a temperatura ambiente”, disse, ao Blog Marcos Frahm. Os inspetores, após abordagem ao veículo e apreensão da carne encaminharam o produto para incineração no Aterro Sanitário de Jaguaquara.

Colisão entre moto e caminhão deixa um morto e outro ferido na BR-116, trecho de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Acidente ocorreu no KM 635 da BR-116. Fotos: Blog Marcos Frahm

Um homem morreu e outro ficou ferido na noite desta quarta-feira (16), após uma colisão entre a motocicleta e um caminhão na BR-116. De acordo com informações colhidas pela reportagem do Blog Marcos Frahm – único veículo de imprensa no local – junto a Polícia Rodoviária Federal o acidente aconteceu por volta das 20h, na altura do KM 635, no trecho do Entroncamento de Jaguaquara.

Condutor da moto Honda Tornado foi a óbito no local do acidente

A moto Honda Tornado de placa JOO – 9264, conduzida por Adriel de Jesus, 29 anos, bateu frontalmente com um caminhão Scania Jacaré, de cor vermelha, que trafegava no sentido Jaguaquara / Jequié, nas proximidades do Posto Paraná. Com o impacto da colisão, os veículos precipitaram-se as margens da rodovia. O corpo da vítima foi projetado para um matagal, onde Adriel foi a óbito. O carona da moto foi socorrido com ferimentos ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Jequié esteve no local realizando os serviços periciais e providenciando o encaminhamento do corpo ao Instituto Médico Legal, já por volta das 22h45.

Caminhão Scania trafegava no sentido Jaguaquara / Jequié

O motorista do caminhão, João de Souza Fontes, 60 anos, morador de Jequié, não ficou ferido e se ausentou do local. Ainda não há informações sobre as causas do acidente, mas a polícia acredita em ultrapassagem proibida. Adriel era morador do distrito Stela Dubois em Jaguaquara e bastante conhecido na localidade. Ele era desportista, jogador do América, time de futebol amador.

 

Clínica Multiprofissional Endoson conta com nova sede, bons profissionais e aparelhos de ponta

/ Jaguaquara

Clínica funciona sob a direção do médico Dr. Jakson. Foto: Divulgação

A Clínica Multiprofissional Endoson, agora em novas instalações, localizada na Av. Marechal Deodoro, bairro Muritiba, em Jaguaquara, dispõe de excelentes profissionais, aparelhos de ponta e oferece inúmeros serviços com diversos especialistas à disposição da população regional. Em um único lugar, você encontra serviços de laboratório, clínica geral, ultrassonografia, cardiologia, eletrocardiograma (eco), teste ergométrico, mapa, holter, avaliação pré-cirúrgica, nutricionista, psicologia, psicoterapia infantil, adolescente e adulto, orientação profissional e de carreira (teste vocacional), endocrinologia. A nova sede conta com 12 salas, incluindo auditório, tudo em um ambiente sofisticado projetado pelo arquiteto Fernando Guerreiro. A Endoson nasceu com o objetivo de oferecer serviços de saúde de qualidade, atendimento multiprofissional, em um ambiente acolhedor que oferece conforto, segurança e comodidade a todos. Também assumiu o compromisso de oferecer serviços em outras especialidades, em breve. A Endoson funciona sob a direção do conceituado médico Jakson de Cerqueira e da psicóloga Vera Mota de Cerqueira.

Jaguaquara: Prefeito recorre a SSP/BA e diz que gasta R$ 645 mil de ajuda de custo com segurança pública

/ Jaguaquara

Giuliano pede apoio da SSP-BA para Jaguaquara. Foto: Divulgação

A segurança pública do município de Jaguaquara foi pauta de uma reunião realizada nesta quarta-feira (9), na sede da Secretaria de Segurança do Estado, em Salvador, entre o secretário Maurício Teles Barbosa, o deputado estadual eleito Zé Cocá e o prefeito Giuliano Martinelli. No encontro, o gestor elencou os problemas enfrentados pelo município na área, inclusive, enfatizando a precariedade do prédio-sede da Delegacia Territorial de Jaguaquara, que deixou de sediar o Plantão Central da Polícia Civil aos finais de semana, após decisão da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior/Coorpin, transferindo os serviços para a Delegacia de Itiruçu, município vizinho, em face aos as péssimas condições da unidade, questionadas por delegados, para se alojar durante o cumprimento do expediente.  O prefeito comenta que, embora a segurança pública seja dever do Estado, que a administração municipal não se isenta de contribuir para que os serviços possam acontecer. Segundo Martinelli, o apoio do município a título de ajuda de custo chega a R$ 645 mil por ano, recursos QUE são aplicados com a contratação de pessoal, alimentação de detentos, combustível, alimentação da equipe entre outros gastos. “Investimos anualmente cerca de 645 mil reais para manter os serviços de segurança pública no município embora sejam eles dever do estado. Mantemos essa parceria porque entendemos que se faz necessário esse investimento para que nosso povo tenha a segurança que merece. Esse recurso custeia gastos com combustível, alimentação de detentos, contratação de pessoal, alimentação do efetivo dentre outros. Continuaremos mantendo essa parceria, porque Jaguaquara merece o melhor de nós”, garantiu. Uma nova viatura para a Polícia Militar atuar no distrito Stela Dubois, o maior do município, com mais de 10 mil habitantes, as margens da BR-116, também foi solicitada por Giuliano. O secretário informou que as reivindicações do alcaide serão analisadas detalhadamente, tendo prometido atenção para viabilizar uma nova Delegacia ou reestruturação da atual. Maurício Barbosa afirmou que após serem analisadas e, conforme as possibilidades do Estado, as reivindicações de Martinelli e Cocá serão atendidas. O prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas, também participou do encontro e relatou sobre a interdição da delegacia do seu município, no Vale do Jiquiriçá.

Plantão Central

A escala que ocorria em Jaguaquara cumpria orientação do Departamento de Polícia do Interior-Dirpin e, se estendendo aos finais de semana, sexta, sábado e domingo, das 18 horas de um dia até as 6h da manhã do dia seguinte. Para o cumprimento da escala, coordenada pelo delegado regional delegado Fabiano Aurich, são utilizadas através de revezamento equipes de quatro profissionais, formadas por um delegado, um escrivão e dois investigadores da Polícia Civil. Durante o período de plantão, a equipe tem como incumbências registro de termos de flagrante, levantamentos cadavéricos e demandas procedentes de Jaguaquara (base), Brejões, Cravolândia, Irajuba, Itaquara, Itiruçu, Lagedo do Tabocal, Maracás, Nova Itarana, Planaltino e Santa Inês, para evitar o deslocamento de viaturas até a sede da 9ª Coorpin, em Jequié. Ainda segundo Aurich, o plantão estará retornando a Jaguaquara, assim que forem realizados reparos na unidade prisional custeados pela Prefeitura. Em 2009, a Delegacia de Jaguaquara foi alvo de uma ”rebelião a fogo”, feita por presos reclamando de cancelamento de visitas e das condições precárias do setor de carceragem. Na ocasião, os cerca de 15 detentos custodiados atearam fogo em colchões dentro da carceragem e, por pouco, não morreram asfixiados nas celas. Por sorte, o tempo estava chuvoso à época e a água da chuva amenizou o incêndio, que ganhou o teto da Delegacia. Após o ocorrido, a estrutura física do prédio ficou parcialmente destruída, arruinando ainda mais o ambiente. O incêndio foi destaque no Programa Fantástico, da Rede Globo.