Jovem de 20 anos é morto com facada no tórax em Jaguaquara, durante a madrugada deste sábado

/ Jaguaquara

Davi de Jesus Farias foi golpeado e morto. Foto: Reprodução/Polícia

Um jovem de 20 anos foi morto com um golpe de arma branca – faca no tórax depois de se envolver numa confusão na madrugada deste sábado (21), no bairro São Jorge.

As informações preliminares são de que a confusão entre a vítima e autor ou autores teria iniciado num bar, nas proximidades da Unidade de Saúda da Família José Joaquim Tosta Lima, no bairro São Jorge, e que de lá saíram em discussão, tendo Davi de Jesus Farias, tentado se livrar, mas foi alcançado e agredido.

A Polícia Militar e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram acionados, mas Davi, golpeado, não resistiu e tombou numa via pública. O caso será apurado pela Delegacia Territorial. A motivação e autoria são investigadas. O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié.

No aniversário de 101 anos de Jaguaquara, prefeita natural de Irajuba recebe Título de Cidadã

/ Jaguaquara

Nildo Pirôpo entrega honraria a Edione. Foto: Rede social

Numa sessão solene em alusão ao aniversário de 101 anos de emancipação político- administrativa de Jaguaquara, completados nesta quarta-feira (18), a Câmara Municipal homenageou, na noite desta terça-feira (17), com a outorga do Títulos de Cidadãos Jaguaquarenses, a prefeita Edione Agostinone (PP), natural de Irajuba, mas radicada na cidade, além de outras quatro quatro figuras públicas: a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaguaquara, Nilzete Dantas, a presidente da APLB, Vilma Martins, a secretária de Desenvolvimento Social e ex-primeira-dama, Geisa Martinelli, e o advogado Renato Reis, oriundo de Salvador, que presta serviços à Prefeitura.

A sessão presidida pelo vereador – presidente Nildo Pirôpo (PP) foi prestigiada pela juíza de Direito da Comarca local, Andrea Padilha Sodré Leal Palmerella, pelo promotor de Justiça Lúcio Meira Mendes, além do prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas, servidores da Casa e convidados.

A prefeita homenageada fez discurso de agradecimento aos parlamentares pela honraria, tendo afirmado que Jaguaquara passou a fazer parte da sua vida de forma intensa; ”estou tendo a honra de receber o título de cidadã jaguaquarense, mais um capítulo que escrevo em minha trajetória, tão cheia de altos e baixos, mas sempre com a proteção de Deus. Gostaria de agradecer aos nobres vereadores, por esta tão rica oportunidade. Estou feliz, lisonjeada e honrarei todos os dias o título a mim conferido, dando o meu melhor para o progresso dessa terra”.

Operação Paz no Vale da Polícia Militar intensifica ações e realiza apreensões em Jaguaquara e região

/ Jaguaquara

Operação Vale em Paz em Jaguaquara, Itaquara e Santa Inês. Foto: PM

A Polícia Militar através da 3ª Cia do 19º BPM intensifica ações de combate ao crime em Jaguaquara e região. A Operação Vale em Paz, desencadeada para conter delitos resultou em apreensões nos últimos dias em Jaguaqara, Santa Inês e Itaquara.

Em Jaguaquara, um indivíduo ao perceber a presença da guarnição na quinta-feira (12) apresentou nervosismo e acabou sendo abordado pelos militares, que encontraram com o mesmo trouxas de substância análoga à maconha. Indagado sobre a existência de mais drogas, o suspeito, conforme informações policiais levou os soldados ao local indicado, quando foram apreendidos 01 simulacro de pistola, 01 espingarda de fabricação artesanal, 04 munições intactas de calibre .38, 01 balança de precisão e uma quantia de R$ 193,00, em espécie. Ele foi conduzido à Delegacia Territorial com o material ilícito, ficando a disposição da Justiça. No bairro Casca, ainda na quinta-feira, outro suspeito caiu nas garras da patrulha com R$ 22,00 em espécie, 01 aparelho celular, 18 trouxas de substância análoga à maconha, 01 tablete médio de substância análoga à maconha.

Em Santa Inês, em rondas de rotina na rua Francisco Alexandre II, os policiais militares avistaram dois indivíduos que, ao perceberem a presença da viatura, arremessaram um objeto, que posteriormente foi identificado como sendo um pincel para quadro branco. Em ato contínuo, os policiais notaram um comportamento diferente dos dois indivíduos e iniciaram uma busca minuciosa nos suspeitos  e nos seus pertences, momento em que ao checar o objeto arremessado,  material ilícito foi localizado no seu interior. Eram porções de substância análoga ao crack e com eles foram também apreendidos três aparelhos celulares.

Já na cidade de Itaquara, três pessoas foram presas, entre elas uma mulher, na quarta-feira (11), com R$ 236,00, em espécie, 03 aparelhos celulares, 15 trouxas de substância análoga à maconha, 03 pedaços médios de substâncias análoga à maconha, 01 balança de precisão e 01 fita crepe e vários sacolés. A ação ocorreu por volta das 14h30 e os suspeitos foram levados a unidade da Polícia Civil, segundo informações da 3ª Cia.

Edione nega atrito com Martinelli e prega independência; ”Não não vou ficar dependendo”

/ Jaguaquara

Edione Agostinone fala de relação com Martinelli. Foto: Rede social

A prefeita de Jaguaquara, Edione Agostinone (PP), ex-secretária de Desenvolvimento Social do Município e lançada a candidata em 2020 pelo então prefeito e irmão do seu genro, Giuliano Martinelli (PP), negou, em entrevista nesta terça-feira (10) que esteja em atrito com o agora ex-mandatário, diante das informações de que estaria enfrentando ”fogo amigo”.

Questionada pelo radialista Dilson Pirôpo sobre sua relação com o padrinho, ou ex padrinho, ela minimizou os burburinhos e disse que está honrando a confiança.

No entanto, Agostinone disse que não quer ficar dependente de Martinelli para governar. ”Todo mundo sabe que Giuliano sempre foi um homem muito trabalhador e Edione está honrando a confiança de ele ter entregado o grupo a ela. Eu não não tenho nada contra Giuliano, mas chegou um momento de dar conta do recado e eu não vou poder ficar dependendo dele. Foi um gestor que trabalhou e isso ninguém vai apagar. Chega um momento em que a gente é cobrado e eu não vou poder ficar a vida inteira dependendo, vou caminhar. Estou apoiando o candidato de Zé Cocá, Hassan e, se ele [Giuliano], fosse o candidato eu estaria apoiando ele, mas ele não quis e por gratidão a Zé Cocá estou com Hassan. Independente do disse-me-disse Giuliano é da minha família, política passa, tudo passa, só não o amor de Deus”, afirmou, tendo explicitado que marchará com Cocá, Leão e Cacá, os novos integrantes da chapada da oposição liderada pelo pré-candidato a governador da Bahia pelo União Brasil, ACM Neto, mas que não abrirá mão de apoiar a pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues do PT, indicado pelo governador Rui Costa: ”Estaremos com Cocá, com Hassan, com Cacá, com João Leão, que é uma pessoa maravilhosa, mas o nosso candidato a governador é Jerônimo”, garantiu.

Entre as especulações que predominaram em torno dos motivos que estariam azedando a relação da prefeita com o ex-prefeito de Jaguaquara, está a de que Edione teria se tornado aliadíssima do prefeito de Jequié e ex-aliado de Martinelli (PP), Zé Cocá (PP), este que teria escolhido o ex-secretário de Governo da Cidade Sol, Hassan Iossef (PP) para representar o grupo regional do Progressistas como candidato a deputado estadual e escanteado Giuliano.

Não é segredo que a relação da gestora com o ex-mandatário não é mais a mesma depois da emblemática disputa eleitoral de 2020, que terminou com a vitória da ”Mãe’, como é classificada pelos simpatizantes por uma diferença de 58 votos para o segundo colocado no pleito, Raimundo do Caldo, do PSD.

Prefeita de Jaguaquara diz ter apoio de Rui Costa para complementar grade do São João com novas atrações

/ Jaguaquara

Edione comemora apoio do Estado para festa. Foto: Rede social

A grade de artistas do São João de Jaguaquara, antes anunciada pela Prefeitura e muito contestada pela população, sobretudo pela juventude, ganhou  novas atrações, conforme informações divulgadas em programa de rádio pela prefeita Edione Agostinone (PP).

A gestora parece gozar de amplo respaldo no Governo do Estado. Em entrevista a Rádio Povo FM, a prefeita fez efusivos elogios ao governador Rui Costa, pela liberação de importantes obras para o município e revelou ter conquistado o apoio do chefe do Palácio de Ondina para complementar a grade dos festejos juninos: ”Todos os dias eu agradeço a Deus por ter colocado o governador Rui Costa em minha vida. Eu fiz uma live e lancei uma grade que, como prefeita, eu poderia assumir com o dinheiro da prefeitura. A repercussão não foi boa e eu entendi que são dois anos de pandemia e chegou o momento de a gente ter outro olhar para o São João. Fui procurar o governador, falei da situação, queria que ele me ajudasse e foi o que aconteceu. Jaguaquara nunca conseguiu o valor que conseguir pela Bahiatursa. O governador liberou R$ 450 mil”, disse Edione, que ainda enumerou obras como construção de Delegacia, Complexo Esportivo, reforma de Estádio, pavimentação, reforma de escolas, da unidade da Polícia Militar, instalação do Corpo de Bombeiros e outros benefícios destinados pelo Estado.

Novas atrações

Em relação ao São João a Prefeitura, alegando dificuldades financeiras teria anunciado Flávio José, Lara Amélia, Solange Almeida, Toque Dez e Priscila Senna como atrações principais. Agora, Tarcísio do Acordeon, Jonas Esticado, Chambinho, Cacau com Leite, Pisadinha de Luxo e outros completam a lista dos que irão se apresentar em praça pública, de 23 a 26 de junho.

Contas de 2020 de seis prefeituras são aprovadas pelo Tribunal, inclusive do município de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Na sessão realizada nesta terça-feira (10/05), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia emitiram parecer prévio recomendando a aprovação com ressalvas, pelas câmaras de vereadores, das contas de mais seis prefeituras baianas, referentes ao exercício de 2020. Esses pareceres englobam as contas de governo e as de gestão.

Foram analisadas e aprovadas as contas das prefeituras de Alcobaça, Antônio Gonçalves, Barra do Rocha, Caravelas, Jaguaquara e Sítio do Mato, da respectiva responsabilidade de Leonardo Coelho Brito, Roberto Carlos Dantas Lima, Luís Sergio Alves de Souza, Sílvio Ramalho da Silva, Giuliano de Andrade Martinelli e Sofia Márcia Nunes Gonçalves.

Os conselheiros relatores, ao final de cada voto, também apresentaram Deliberação de Imputação de Débito – DID, com propostas de multas aos gestores nos valores de R$1,5 mil (Antônio Gonçalves e Caravelas), R$2 mil (Barra do Rocha e Sítio do Mato) e de R$5 mil (Alcobaça e Jaguaquara), em razão das ressalvas indicadas nos relatórios técnicos.

Cabe recurso das decisões.

Durante evento privado em Jaguaquara, Tarcísio do Acordeon revela contrato para tocar no São João

/ Jaguaquara

Tarcísio do Acordeon estará de volta à Jaguaquara. Foto: Rede social

O discurso de escassez de recursos para a realização do São João de Jaguaquara começa a mudar, com a contratação de um dos artistas de maior sucesso na atualidade no forró eletrônico, Tarcísio do Acordeon, que ao se apresentar neste domingo (8) num evento privado na cidade revelou, durante o show, que teve uma conversa com a prefeita Edione Agostinone, tendo fechado contrato com a Prefeitura para apresentação em praça pública no dia (25) de junho.

Tarcísio, a nova atração da grade do São João, que inclusive já estaria fechada e anunciada em live pela gestão municipal irá complementar a lista que inclui Flávio José, Lara Amélia, Solange Almeida, Priscila Sena, Toque 10 e outras. O novo artista contratado é também uma das atrações do badalado São João da cidade vizinha, Jequié.

Homens de Jaguaquara dizem que passam fome em Minas e e vídeo viraliza nas redes sociais

/ Jaguaquara

Homens dizem ser de Jaguaquara. Foto: Reprodução/Rede social

Vídeo circula veementemente nas redes sociais com homens que dizem ser de Jaguaquara/BA e que aparecem a pé, numa estrada vicinal, no interior do Município de Ipanema/MG.

O vídeo já foi publicado em veículos de comunicação e continua a circular na internet, com a fala de um dos homens pedindo para que o vídeo fosse propagado na Bahia. ”Todo mundo aqui veio de Jaguaquara para trabalhar. Nós estamos aqui passando fome. Passa esse vídeo para todo mundo aí, é pra divulgar esse vídeo. Nós estamos morrendo de fome, trabalhando como escravos”, desabafou.

Construtora G3 lança neste sábado e domingo, em Jaguaquara, 1º condomínio fechado da cidade

/ Jaguaquara

Construtora G3 é responsável pelo empreendimento. Foto: Yan Pedro

Será lançado neste sábado (7) e domingo (8), em Jaguaquara, o 1º condomínio fechado da cidade, na Rua Pedro Tavares Cafezeiro, no bairro Palmeira.

O condomínio será estruturado pela G3 Construtora, uma das mais conceituadas do seguimento no interior baiano, com atuação em Feira de Santana, empresa representada pelos empresários Cristiano Figueiredo e Joelson Júnior.

De acordo com os responsáveis, o empreendimento contará com portaria 24h, área de lazer com 1722, m², piscina adulto e infantil, varanda gourmet, espaço gourmet, playground, salão de festa, academia, brinquedoteca, salão de jogos e quadra poliesportiva.

Na porta da Prefeitura, produtores protestam por melhorias na conservação de estradas de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Manifestantes em frente à Prefeitura de Jaguaquara. Foto: BMFrahm

Um protesto organizado por produtores rurais de Jaguaquara, no fim da manhã desta sexta-feira (6), chamou a atenção para as más condições das estradas vicinais de um Município, que se destaca no interior baiano com alta produção agrícola, considerado o maior exportador de  hortifrutigranjeiros do Estado.

Utilizando um carro de som, os manifestantes chegaram da zona rural, percorreram ruas da área central da cidade e seguiram até a Praça JJ – Seabra, aglomerando-se em frente ao prédio da Prefeitura, tentando chamar a atenção do poder público para as suas reivindicações.

Conforme explicaram os organizadores do ato, Nelcivaldo Barbosa e Eliandra, a Secretaria Municipal de Infraestrutura deveria estar fazendo a manutenção de trechos importantes para o escoamento da produção, mas não tem executado a conserva com frequência e, segundo os manifestantes, existem localidades em que os serviços da Prefeitura são considerados precários ou não chegam aos ”ramais”, vias que interligam as localidades de produção a estrada principal de acesso a BA-545, que liga a área rural ao Mercado Produtor – Ceasa, localizado na sede, onde os produtos são comercializados.

Eles alegam dificuldades para a trafegabilidade de veículos em localidades como: Socorro, onde alunos foram obrigados a descer de um ônibus escolar na semana passada em razão das condições que inviabilizavam o tráfego, além de outras regiões citadas: São Bento, Jurubeba, Cedro, Lagoa Santa, Malhada, Piabanha, Duas Pontes. ”Nós não aguentamos mais a humilhação. A administração que está aí é responsável por isso e essa luta não termina aqui. Há muito tempo que estamos pedindo estrada, tive contato com a prefeita, ela me prometeu que a máquina iria a zona rural e, realmente foi, mas colocou em um dia e tirou no outro”, disparou o produtor Nelcivaldo, tendo afirmado que o protesto não tem cunho político e que as máquinas não circulam nos ramais, situação que impede a retirada dos produtos das propriedades.

Manifestação foi o centro da atenção na área central da cidade

Horas antes do protesto, a Prefeitura divulgou em rede social um vídeo informado que a equipe não parou o trabalho de recuperação de estradas nos últimos meses, apesar das chuvas intensas e que continua atuando para facilitar o acesso as comunidades rurais, ”alcançando índices até cinco vezes maiores do que em anos anteriores”.

Outro manifestante, Gilson Carlos, rebateu a informação afirmando que não se pode alegar que apenas as chuvas impediram os serviços, pois segundo ele, mesmo em período de sol os produtores sofrem com a falta de manutenção: ”São homens e mulheres que labutam no campo para colocar a comida na mesa e só querem estrada e respeito”. A prefeita Edione Agostinone (PP) ainda não se pronunciou sobre o ate de protesto.

Em novembro de 2021, Jaguaquara enfrentou fortes chuvas, inclusive figurando entre os municípios da Bahia mais afetados pelas tempestades aquela ocasião.

Jaguaquara: Construtora apresenta na Câmara projeto de construção do 1º condomínio fechado da cidade

/ Jaguaquara

Vereadores recepcionam representantes da G3. Foto: Divulgação

A sessão ordinária da Câmara de Jaguaquara, desta quarta-feira (4), foi marcada pelo anúncio da instalação de um novo empreendimento imobiliário, o primeiro condomínio fechado da cidade, ”Palmeira Imperial”, que está prestes a ser lançado no bairro Palmeira.

O condomínio será estruturado pela G3 Construtora, uma das mais conceituadas do seguimento no interior baiano, com atuação em Feira de Santana, empresa representada pelos empresários Cristiano Figueiredo e Joelson Júnior, que detalharem o projeto do “Palmeira Imperial” e explicaram no plenário da Casa que a vinda da G3 se deu em razão de estudo sobre o potencial econômico da região, que coloca Jaguaquara com maior potencial de desenvolvimento no Vale do Jiquiriçá: ”Jaguaquara é um lugar em pleno desenvolvimento, terra de gente batalhadora que faz do município um pólo agrícola, gerando emprego, renda e nós decidimos apostar na cidade, trazendo um conceito inovador em moradia, com um projeto incorporado aos sistemas mais modernos, que vai garantir aos moradores qualidade de vida e segurança, na parte alta da cidade, com vista privilegiada”, destacou Cristiano Figueiredo.

De acordo com os responsáveis, o empreendimento contará com portaria 24h, área de lazer com 1722, m², piscina adulto e infantil, varanda gourmet, espaço gourmet, playground, salão de festa, academia, brinquedoteca, salão de jogos e quadra poliesportiva.

Na apresentação do projeto, a construtora destacou também a implementação de melhorias urbanas para a região onde a obra será construída, com futuras parcerias que serão essenciais para facilitar o acesso ao condomínio, na Rua Pedro Tavares Cafezeiro. ’’Chegamos para sermos parceiros do município e ficamos felizes pela receptividade das pessoas, que estão na expectativa da realização desse sonho, o primeiro condomínio fechado da história de Jaguaquara. Agradecemos ao presidente da Câmara, Nildo Pirôpo e aos demais vereadores, por terem cedido este espaço para nós e convidamos a população para o nosso lançamento, neste sábado e domingo, dias 07 e 08 de maio. Queremos estar presentes, participando desse momento de desenvolvimento da cidade”, pontuou Cristiano.

Jaguaquara: Caçamba derrubou árvore, que esmagou Fusca estacionado e caso foi parar na polícia

/ Jaguaquara

O Fusca vermelho foi esmagado pela árvore. Foto: Leitor/BMFrahm

Um carro Fusca foi esmagado por uma árvore na Avenida Dois de Julho, no bairro Muritiba, em Jaguaquara, no final da tarde de sábado (30).

De acordo com informações a árvore foi arrancada com o impacto da uma batida provocada por uma caçamba de cor azul e posteriormente atingiu o Fusca vermelho, de propriedade de um comerciante e que estava estacionado na via pública.

Ainda segundo informações o condutor da caçamba seguiu em direção a cidade de Itaquara após a colisão e foi alcançado por uma guarnição da Polícia Militar que teria sido acionada e, as partes envolvidas, encaminhadas à polícia judiciária para resolver a situação. A Delegacia Territorial apura o caso.

Produtores rurais gritam por ”socorro” em Jaguaquara; acesso à zona rural está difícil

/ Jaguaquara

Moradores empurram caminhonete na zona rural. Foto: Rede social

É crítica a situação de estradas vicinais em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá. No Município em que a Agricultura é considerada carro-chefe da economia os produtores rurais tem enfrentado sérias dificuldades para o escoamento da produção agrícola e gritam por socorro, recorrendo a todos os meios de comunicação, do rádio à internet, tentando chamar a atenção da administração municipal.

Um vídeo que circula mostra e precariedade das estradas nas localidades de São Bento e Riacho Branco, com moradores empurrando uma caminhonete carregada de verduras em meio ao lamaçal. Nas redes sociais, produtores que apelam ao poder público ironizam e muitos denominam Jaguaquara de ”Cidade dos Buracos”, em razão da situação complicada também na área urbana, com ruas e avenidas deterioradas desde as chuvas de novembro de 2021. ”Isso é triste para todos nós, que ouvimos todos os dias os visitantes que chegam para comprar os produtos dizendo que moramos na cidade dos buracos. Uma sensação de abandono”, desabafa  o produtor José Machado, que enviou imagens da estradas.

Jaguaquara: Homem morto por atropelamento na BR-116 ainda não foi identificado, diz IML

/ Jaguaquara

IML ainda não identificou o corpo da vítima. Foto: BMFrahm

O Instituto Médico Legal de Jequié ainda não identificou o corpo do homem morto por atropelamento na noite de segunda-feira (25) na BR-116, trecho que compreende o Município de Jaguaquara.

O cadáver teria sido encontrado no início da noite na altura do KM 640, entre a Serra do Mutum e o distrito Stela Dubois, depois que a vítima foi atingida por um veículo não identificado, que segundo a Polícia Rodoviária Federal não prestou socorro e evadiu do local.

Conforme informações da Polícia Técnica, que removeu o corpo ao IML, o homem, de cor morena, que trajava bermuda e camisa branca aparentava ter menos de 40 anos e não portava documentos. O órgão técnico aguarda familiares em Jequié para o reconhecimento da vítima.