Apoiada pelo prefeito Martinelli, Edione Agostinone é oficializada candidato do PP em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Giuliano Martinelli e Edione Agostinone em convenção. Foto: Rede social

A ex-secretária de Desenvolvimento Social de Jaguaquara, Edione Agostinone, teve sua candidatura à prefeitura oficializada em convenção realizada na noite desta quarta-feira (16), na quadra de esportes da Escola Municipal Vicenzo Gasbarre, no bairro São Jorge.

Prefeiturável pelo PP, em aliança com o PL e PDT, Agostinone terá como candidato a vice-prefeito da chapa governista o vereador Nei Cabeludo (PDT), e a confirmação da chapa reafirma o que á vinha sendo ventilado nos meios políticos.

Edione e Nei contam com o apoio do prefeito Giuliano Martinelli (PP), que esteve presente no evento partidário, que contou ainda com a presença do deputado estadual e candidato a prefeito de Jequié pela mesma legenda partidária, Zé Cocà. No ato, foram oficializados também os candidatos a vereador da coligação.

Em convenção com Antônio Brito, PSD oficializa candidatura de Raimundo em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Convenção do PSD ocorreu na Câmara Municipal. Foto: Divulgação

O PSD oficializou, nesta quarta (16), o presidente da Câmara de Jaguaquara, Raimundo Louzado,  como candidato à prefeitura do município. A convenção do partido ocorreu no plenário da Câmara, e contou com a presença do líder do partido na região, o deputado federal Antônio Brito, que esteve acompanhado do médico Fernando Vieira, que disputará as eleições em Jequié pela mesma legenda partidária.

Raimundo disputará a Prefeitura da maior cidade do Vale do Jiquiriçá pela segunda vez, já que exerceu o cargo de vice-prefeito após ser eleito em 2012 na condição de vice do atual prefeito, Giuliano Martinelli (PP), de quem hoje é adversário.

Raimundo terá como companheira de chapa a vereadora Sara Helem (Republicanos) e a dupla conta com o apoio do ex-prefeito Ademir Moreira, líder local do PSD. No evento, também foram oficializados os postulantes a vagas no Legislativo Municipal da coligação PSD, DEM, Republicanos e PCdoB.

Polícia Militar em Jaguaquara detém suspeitos com mais R$ 8 mil em espécie, entorpecente e munição

/ Jaguaquara

Dinheiro, droga e munição apreendidos no Jatobá. Foto: Divulgação

A Polícia Militar em Jaguaquara tem intensificado as ações de combate ao tráfico de entorpecente no município. Nesta sexta-feira (11), no Loteamento Jatobá, dois indivíduos foram presos em flagrante por policiais militares, portando munição e droga, conforme informações divulgadas pela 3ª Cia/PM.

Ainda de acordo com a instituição militar, os mesmos foram detidos por cometimento de crimes previstos no Código Penal Brasileiro.

Com eles, a polícia apreendeu a quantia de R$ 8.314, 00, em espécie, 19 petecas de substância análoga à cocaína; 01 embalagem média contendo a mesma substância; 01 cartucho de calibre. 50, 01 de .40, 01 de .38 e uma munição intacta de calibre 7,62; 02 aparelhos celulares; e documentos diversos e chaves de veículos. Os suspeitos e o material apreendido foram apresentados na Delegacia Territorial de Jaguaquara.

Após exame positivo, comerciante em Jaguaquara testa negativo para covid e dispara contra comitê

/ Jaguaquara

Teste sorológico em laboratório deu negativo para coronavírus

Uma comerciante de Jaguaquara procurou o Blog Marcos Frahm para informar, nesta quinta-feira (10), que teve teste positivo para o novo coronavírus, mas não está com a Covid-19.

É que a comerciante Neyla Andrade, que atua no comércio local com um estabelecimento na área central da cidade teria sido submetida a teste rápido depois de acionar o comitê de combate à Covid-19, montado pela Prefeitura para acompanhar pacientes com sintomas da doença, após ela apresentar sintomas gripais por ter contato com o filho de 06 anos, que apresentava inflamação na garganta.

A mulher diz que acionou a equipe do comitê, que testou inicialmente positivo, tendo sido denunciada ter ido a sua loja e que sofreu ameaça de fechamento do estabelecimento. ”Terça-feira eu acionei o comitê, pois meu filho inflamou a garganta, só moram eu e ele na casa e eu disse que queria fazer o teste, temendo que estivéssemos com o coronavírus. Aí, depois de muito apelar, fizemos o teste com o comitê e deu positivo, para nós dois. Hoje, quinta-feira, eu fui em um laboratório em Jequié e pagamos exames sorológicos, com resultados negativos para covid. Não estou infectada, meu filho também não contraiu e eu sofri ameaça de fechamento do meu comércio, porque eles diziam que eu estava infectada. Isso é um absurdo, inadmissível todo esse constrangimento”, desabafou Neyla.

Ela relatou ainda o preconceito que têm sofrido por ventilar a informação de que estaria contaminada: ”Isso nos prejudica, porque as pessoas podem querer se afastar do meu comércio achando que estou infectada e eu não estou. É revoltante”, disparou a mulher, que também utilizou a sua página pessoal no Facebook para desabafar e publicar o resultado de exames em laboratório.

O Comitê do Coronavírus em Jaguaquara, até agora, não se manifestou sobre o assunto. Em todo o município, já são mais de 2 mil casos confirmados, com 1.386 recuperados e o registro de 15 óbitos provocados pelo vírus, conforme informações divulgadas pela Secretaria de Saúde.

Em Jaguaquara, PCdoB fecha aliança com o PSD em apoio a Raimundo na disputa pela prefeitura

/ Jaguaquara

Raimundo e Sara com o líder do PCdoB, Curinga. Foto: Divulgação

O PCdoB de Jaguaquara fechou, em convenção partidária, a coligação na majoritária com o PSD, que representa na cidade a pré-candidatura do presidente da Câmara, Raimundo Louzado, na disputa pela prefeitura nas eleições 2020, também com o Democratas e Republicanos.

 O ex-vereador Walter Curinga, líder do PCdoB local anunciou o apoio do grupo comunista a Raimundo, que terá como companheira de chapa, na condição de vice, a vereadora Sara Helem (Republicanos).

As executivas dos partidos se reuniram em convenção no plenário da Câmara Municipal, onde discutiram a aliança formada. ”Construímos uma união que busca ampliar a democracia em Jaguaquara e reduzir as desigualdades. O PCdoB é um partido que tem história e por isso quer contribuir com o desenvolvimento do município, acreditando no projeto de Raimundo, um pessoas simples, de boa relação com o trabalhador”, ressaltou o presidente Curinga.

Na oportunidade, foram apresentados os 20 candidatos que irão disputar vagas no Legislativo, sendo 13 homens e 07 candidaturas representadas por mulheres.

Convenção do PSL define chapa encabeçada por Pedrinho o prefeito de Jaguaquara e pastor vice

/ Jaguaquara

PSL formou aliança com o Patriota em Jaguaquara: Foto: Edson Marques

Aliado da deputada federal Dayane Pimentel, que preside o PSL na Bahia, o ex-vereador Pedro Bernardino foi confirmado candidato a prefeito do partido em Jaguaquara, durante convenção partidária realizada nesta quarta-feira (09), no plenário da Câmara Municipal.

A chapa ”puro sangue”, com apoio do Patriota, é encabeçada por Pedrinho e terá como candidato a vice o pastor evangélico Nadson Aragão.

A aliança entre PSL e Patriota garante 37 candidaturas ao Legislativo Municipal. ”O desafio para nós foi chegar até aqui. Estamos aqui hoje como resposta as críticas, as palavras negativas, mas temos o espírito de Deus, que nos dar a força para vencer. Vamos crescer, trazer mais pessoas e entrar nesse embate político. A motivação agora é ter cada um de vocês como o instrumento que Deus colou para levar a mensagem da renovação”, disse Pedro ao discursar para os postulantes ao cargo de vereador em Jaguaquara.

Pedrinho foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Jair Bolsonaro em 2018 no município, e apoiador da então candidata a deputada Pimentel.

Jaguaquara: Vavá da padaria desiste de pré-candidatura pelo PV e declara apoio a Flavinho

/ Jaguaquara

Flavinho, Vavá e o vice Zé de Lita reunidos em live. Foto: Rede social

O comerciante Vavá da Padaria, que até então se apresentava como pré-candidato a prefeito de Jaguaquara pelo Partido Verde, desistiu da disputa sucessória 2020, nesta quarta-feira (09), ao anunciar apoio ao pré-candidato pelo Podemos ao Executivo municipal, Flavinho Souza.

Vavá retirou sua pré-candidatura para formar aliança com Flavinho, tendo indicado para a vaga de vice da chapa o também comerciante e colega de partido, Zé de Lita, morador do distrito Stela Dubois e que representará a localidade nas eleições municipais.

Nas redes sociais, Flavinho tem adotado o discurso de ”nova política”, com críticas ao adversários, que para ele representam a velha política. Nos próximos dias, o Podemos realizará convenção partidária para homologação das candidaturas a prefeito, vice e vereadores, em Jaguaquara, maior colégio eleitoral do Vale do Jiquiriçá.

Via na entrada de Jaguaquara passa a ser mão única com construção de praça pública

/ Jaguaquara

Rua Rui Barbosa passa a ser mão única. Foto: Blog Marcos Frahm

A principal via de acesso a cidade de Jaguaquara, a Rua Rui Barbosa, passou a ser mão única, a partir desta semana, em razão de uma intervenção feita no trecho por equipes da Prefeitura.

Foi realizada a extração de árvores antigas no local, para a construção, às vésperas das eleições municipais, de uma praça pública.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm no Diário Oficial, foi publicado o resultado de processo licitatório para contratação de empresa especializada em serviços de engenharia para execução da construção de uma praça, cuja empresa vencedora foi a Brito Souza, com valor global de R$ 234.296,98.

Os motoristas que trafegam pela Rua Rui Barbosa precisam redobrar a atenção, inclusive os que chegam a Jaguaquara via BR-420.

A terça-feira começou com operações policiais entre PM e Cipe Central no município de Jaguaquara

/ Jaguaquara

Operações ocorreram em Jaguaquara e distrito Stela Dubois. Foto: PM

A terça-feira começou com operações policiais em Jaguaquara, desenvolvidas entre a Polícia Militar e Cipe Central.

Conforme informações divulgadas pela 3ª Cia, na primeira ação, os militares efetuaram a prisão, em flagrante delito, de três indivíduos pelo cometimento do crime de tráfico de drogas, sendo apreendidas porções médias de substância análoga à maconha, assim como porções fracionadas, prontas para a venda, além de certa quantidade de substância análoga ao Crack. Os detidos, assim como todo material apreendido, foram conduzidos para apresentação à Autoridade Competente.

Já no Entroncamento de Jaguaquara, a guarnição de serviço recuperou um veículo roubado, na cidade de Milagres e efetuou a prisão, em flagrante, do indivíduo, que foi detido após ser montada uma barreira no distrito. O suspeito, assim como todo material apreendido, foram conduzidos para apresentação à Autoridade Competente.

Apreensão: 01 veículo Fiat Uno, PP JKX-1180, 01 simulacro de pistola, 01 aparelho celular, R$ 44,00, em espécie e documentos diversos.

Prefeitura de Jaguaquara corta árvores antigas na entrada da cidade para construir praça

/ Jaguaquara

Árvores foram retiradas da Rua Rui Barbosa. Foto: Blog Marcos Frahm

Comerciantes e moradores da Rua Rui Barbosa, no Centro de Jaguaquara, foram surpreendidos, nesta semana, com o corte de árvores antigas na entrada da cidade.

A retirada delas foi realizada por equipes da Prefeitura e gerou polêmica nas redes sociais, com questionamentos e críticas dos munícipes que lamentaram a extração das árvores. O Executivo alegou que o corte ocorreu porque será realizada uma obra pública no local.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm no Diário Oficial, foi publicado o resultado de processo licitatório para contratação de empresa especializada em serviços de engenharia para execução da construção de uma praça, cuja empresa vencedora foi a Brito Souza, com valor global de R$ 234.296,98.

Restam quatro meses para findar o mandato do prefeito Giuliano Martinelli (PP) e a gestão quer concluir os serviços através da empreiteira contratada ainda em 2020.

Jaguaquara teve leve crescimento em número de habitantes de 2019 para 2020, chegando a 54.673

/ Jaguaquara

Jaguaquara tem 54.673 habitantes no município. Foto: Marcos Frahm

As novas estimativas de população do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicadas na quinta-feira (27), trouxeram indicativos de leve crescimento populacional no município de Jaguaquara, o maior do Vale do Jiquiriçá. Em 2019, o número de habitantes era de 54.423, e agora, em 2020, de acordo com dados do IBGE, são 54.673 habitantes no municípios.

Veja a lista com outras cidades do Vale

Maracás: 20.393; Itaquara: 8.347; Irajuba: 7.279; Planaltino: 9.370; Itiruçu: 12.528; Lafaiete Coutinho: 3.693; Nova Itarana: 8.279; Lagedo do Tabocal: 8.577; Ubaíra: 19.877; Amargosa: 37.441; Cravolândia: 5.351; Santa Inês: 10.606; Iramaia: 8.197.

Após ataque ao governador, prefeito de Jaguaquara tenta minimizar desgaste com Rui Costa

/ Jaguaquara

Relação de Martinelli com Rui Costa está inflamada. Foto: Rede social

Após mal-estar com o governador Rui Costa (PT), o prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli (PP), tenta reduzir o desgaste e evitar que as recentes polêmicas atrapalhem o final da sua gestão, já que o mandatário da maior cidade do Vale do Jiquiriçá exerce o segundo mandato consecutivo.

Dizendo-se indignado com o posicionamento do Governo do Estado para com Jaguaquara, o prefeito partiu para o ataque, acusando Rui de dispensar tratamento diferenciado ao Município em comparação a outras cidades. As criticas do aliado foram por meio de um vídeo publicado em rede social, na página oficial da Prefeitura, no último dia (17) de agosto. O estopim, nas palavras do prefeito, é o fato de o Governo não ter assumido a Unidade de Pronto Atendimento – UPA – do distrito Stela Câmera Dubois (Entroncamento de Jaguaquara), construída em convênio com o Governo Federal na gestão Dilma Rousseff (PT).

Nesta semana, o governador afirmou, em live na quarta-feira (26), que o prefeito de Jaguaquara recusou a abertura UPA, quando foi consultado no início da pandemia, para transformar a unidade em um centro de atendimento a pessoas com Covid-19 na região do Vale do Jiquiriçá. Segundo Rui, que foi questionado na live sobre o assunto por um jovem da cidade, à época, o município não tinha registrado casos do coronavírus. Agora, já são mais de 1.700 casos e 15 óbitos pela doença. Contudo, a Prefeitura já autorizou o funcionamento normal do comércio, inclusive permitindo a reabertura de bares.

”Lá no início da pandemia, na primeira semana, eu disse que abriria todas as UPAs que estão fechadas, em todas as cidades, para atender Covid-19. Qual foi a primeira prefeitura que eu liguei para sugerir? A de Jaguaquara. Qual foi a resposta do prefeito na época? ‘Governador, muito obrigado, eu não quero abrir para Covid, porque aqui não tem nenhum caso. Agradeço sua atenção, mas não poderei atender”, contou o governador.

Nas redes sociais, o time de Martinelli, composto por membros da sua gestão entrou em campo para contra-atacar, publicando em todas as plataformas digitais um vídeo em que Giuliano aparece em conversa com Rui no início da fase pandêmica, mas sem a fala do gestor recusando abertura da UPA que, em meio a polêmicas, será colocada em funcionamento a partir do dia (1) de setembro. A administração local, que antes alegava não ter condição financeira para arcar com as despesas da unidade, justifica o anúncio com a informação de que o órgão vai funcionar através de emenda parlamentar do deputado federal Cacá Leão (PP), correligionário-político de Martinelli e filho do vice-governador e cacique do PP baiano, João Leão, que adotou a lei do silêncio diante do embate entre seu afilhado e Rui Costa.

Em novo vídeo que circula, Giuliano aparece dentro da UPA, dizendo existir equívocos por parte do chefe do Executivo baiano. ”Eu tenho que explicar ao governador que existem alguns equívocos, principalmente no entendimento que nós tivemos em uma conversa no dia 10 abril. O governador jogou para nós a responsabilidade de abrir a UPA e assistir todos os outros municípios do Vale do Jiquiriçá. Eu falei que não teria como. Além de ter que aportar R$ 150 mil para assumir uma responsabilidade de todos os municípios do Vale. Mas no dia 23 de abril, participei de uma live com o secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas e com o governador, onde ele me perguntou: se nós abríssemos a UPA como foi feito em Ipiaú, você aceita? Eu disse aceito. No dia seguinte, veio a notícia da Sesab de que não poderia se fazer na mesma modalidade e que Jaguaquara teria que aportar esse recurso e que a obrigatoriedade era de Jaguaquara”, explico. 

O prefeito disse não ter motivos para criar desgaste com o governador, mesmo depois de ter chutado o pau da barra e disparar contra Rui na mídia. Ele garantiu não ter rixa com Costa e que cada um está defendendo os seus direitos e fez apelo a Rui para liberação das últimas parcelas de recursos para conclusão da obra de requalificação do Hospital Municipal, que terá um investimento de mais de R$ 5 milhões da máquina estadual: ”O hospital está em reforma e obra está em condição de solicitar mais duas parcelas. O que eu peço o entendimento,  para a não paralisação da obra. O que eu quero é dizer para todos que pensam que existe uma rixa do prefeito com o governador, não. Cada um está defendendo a sua parte”, minimizou.

Nos meios políticos, os rumores são de que a reação inflamada teve origem nas críticas a Rui do grupo liderado por Giuliano nas eleições de 2012, quando o atual alcaide, lançado na ocasião como candidato a sucessor do prefeito da época, Ademir Moreira (PSD), enfrentou e derrotou, por poucos votos, numa eleição emblemática, o empresário e amigo pessoa de Rui [ quando era secretário da Casa Civil], Ricardo Leal, do PT, que em 2016 aparou arestas com Giuliano em reunião coordenada pelo próprio governador para fortalecer a candidatura à reeleição de Martinelli, que foi reeleito ao vencer o médico Osvaldo Cruz, do PSB.

Em 2018, ao desembarcar em Jaguaquara, no dia (25) de setembro de 2018 na condição de candidato ao segundo mandato, o governador esperou por um longo período pela chegada do prefeito na entrada da cidade, que horas depois apareceu carregando Cacá Leão nas costas. Em palanque, Martinelli teria dito que a base do seu governo era Cacá, fazendo elogios ao deputado e ainda citou que ”Jaguaquara é 11”, relembrando a disputa de 2012. Naquela noite, Rui participaria de um jantar a convite de Giuliano, mas desistiu e foi parar na residência do empresário Lealdade. Integrando a comitiva, João Leão (PP), Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronal (PSD) aceitaram jantar com o gestor local. No dia seguinte, a comitiva seguiu em campanha pelo Vale do Jiquiriçá. *Por Marcos Frahm

 

Sara retira pré-candidatura e declara apoio a Raimundo nas eleições em Jaguaquara

/ Jaguaquara

Sara Helem declara apoio a Raimundo Louzado. Foto: Divulgação

A disputa pela Prefeitura de Jaguaquara ganhou um novo ingrediente. A vereadora Sara Helen (Republicanos) abriu mão de concorrer ao cargo de prefeita e anunciou apoio ao colega vereador e presidente da Câmara, Raimundo Louzado, pré-candidato a prefeito pelo PSD. Dias antes, o ex-prefeito Ademir Moreira (PSD) já havia assegurado adesão às pretensões de Louzado.

A decisão da vereadora Sara aponta para a construção de uma ampla união das forças políticas adversárias ao atual prefeito Giuliano Martinelli (PP) que, por sua vez, apresenta a ex-secretária de Desenvolvimento Social na sua gestão, Edione Agostinone, como postulante à sua sucessão.

Comenta-se que o prefeiturável Raimundo Louzado é nome natural das oposições para as eleições deste ano de 2020 e a expectativa do meio político local é que a proposta que vem sendo costurada no âmbito das oposições deve ser ampliada nos próximos dias.

Prefeito de Jaguaquara negou UPA para atendimento da Covid-19, dispara Rui Costa

/ Jaguaquara

Rui Costa reagiu ás críticas de Martinelli. Foto: Fernando Vivas

O governador Rui Costa (PT) afirmou, no Papo Correria desta quarta-feira (26), que o prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli (PP), recusou a abertura de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município, localizado no Vale do Jiquiriçá, para o atendimento de pessoas com Covid-19.

”Lá no início da pandemia, na primeira semana, eu disse que abriria todas as UPAs que estão fechadas, em todas as cidades, para atender Covid-19. Qual foi a primeira prefeitura que eu liguei para sugerir? A de Jaguaquara. Qual foi a resposta do prefeito na época? ‘Governador, muito obrigado, eu não quero abrir para Covid, porque aqui não tem nenhum caso. Agradeço sua atenção, mas não poderei atender”, contou o governador

”Naquele momento, eu disse: prefeito, você está na beira da estrada. Mais cedo ou mais tarde, vai aparecer caso em Jaguaquara e vai precisar de atendimento. ‘Não, governador, muito obrigado, não quero não’. E nós contratamos outras UPAs, abrimos a de Ipiaú, contratei um hospital privado em Jequié, montamos a rede no entorno de Jaguaquara, porque o município naquele momento não quis. Depois, mudou de opinião. Nós conversamos com o consórcio da região, que já fez a licitação e está tudo encaminhado”afirmou Rui.

O prefeito Giuliano Martinelli tem reclamado, nas redes sociais, da falta de apoio do governo do estado para que Jaguaquara abra uma UPA. Em vídeo publicado no Facebook, o gestor municipal disse que desistiu de esperar por uma ajuda do governador e atuou, junto ao deputado federal Cacá Leão (PP), para conseguir a inauguração da unidade.

”Não quero entrar em polêmica. Estou em um período de paz e amor. O que eu tenho muito é amor, cuidado, carinho e afeto para oferecer a todo mundo. Quem quiser, terá da minha parte. Conflito e debate não é comigo. Foi a primeira prefeitura que liguei e, na época, me deu a resposta que abria mão porque a expectativa era de que não teria o Covid-19”, finalizou Rui. Com informações do site Bahia Notícias