Itiruçu: Vereador acusa prefeitura de possíveis irregularidades na compra de combustíveis

/ Itiruçu

Roberto denuncia gestão de Lorena. Foto: Reprodução/ItiruçuOnline

Um vereador do município de Itiruçu, Roberto Silva (PSL), protocolou denúncia no Ministério Público Estadual – MPE, com sede Jaguaquara, solicitando do órgão apuração de possíveis irregularidades na compra de combustíveis por parte da gestão da prefeita Lorena Di Gregório (PRB). Segundo o site local, Itiruçu Online, o edil acusa o secretário municipal de Rransporte de utilizar veículos com placas frias e que não estão mais prestando serviços ao município para contabilizar gastos com combustíveis. Além de recorrer ao MPE, o vereador Roberto também fez uso da tribuna livre da Câmara, na sessão da última segunda-feira para denunciar o caso.

Ele diz que a gestão pública usava um veículo caçamba para justificar abastecimento, mesmo o veículo não prestando serviços ao município e ter sido levado ao desmanche no ano de 2017, sendo fornecidos dados de abastecimentos até fevereiro de 2019, conforme denuncia o parlamentar. Ainda segundo o site, ”o mais agravante na denúncia do vereador é que, o proprietário do veículo informado não era prestador de serviços do município. Outro ponto denunciado foi o abastecimento de uma ambulância que estava parada e sem condições de uso e, mesmo assim, sendo contabilizado o abastecimento pelo município”, diz a reportagem.

De acordo com o vereador, a ambulância rodou em dezembro de 2018 a quilometragem de 839 km. Ele afirma que a Secretaria de Saúde de Itiruçu havia respondido a questionamentos sobre os veículos, advertindo que a referida ambulância não fazia parte da frota utilizada. Após as especulações das denúncias, a ambulância, que estava parada e sem condições de uso foi retirada da área do Hospital Municipal Municipal Pedro Pimentel Ribeiro, conforme o site publicou.

Para outro automóvel, modelo Fiat Pálio de Placa DUG-8513, licenciado de São Paulo, foram lançados abastecimentos nos anos de 2017, 2018 e 2019. De acordo com a denúncia, no ano de 2017 o veículo abasteceu o valor de R$ 44.350, em 2018 a quantia de R$ 16.000,00 e nos meses de janeiro e fevereiro de 2018 a quantia de quase R$ 4.000,00. A prefeita Lorena ainda não se manifestou sobre as acusações do seu opositor.

Itiruçu: Ex-presidiário morre durante ação da Polícia Militar na zona rural do município

/ Itiruçu

Um ex-presidiário foi morto na noite de quarta-feira (20) durante operação de uma guarnição da Polícia Militar através do Peto, na zona rural do município de Itiruçu. A ação ocorreu na localidade de Várzea, onde a polícia objetivava com a operação combater o roubo de motocicletas na área. Em meio à incursão os militares perceberam um indivíduo em atitude, conforme nota da PM, e que o mesmo evadiu ao receber de abordagem adentrando em uma casa desabitada, onde houve confronto, sendo Domício Souza Júnior, de 22 anos, alvejado. Ainda segundo a PM, ao ser encontrado caído ao solo o mesmo foi socorrido ao Hospital Municipal Pedro Pimentel, em Itiruçu, mas não resistiu aos ferimentos. Domício era natural de Santo Amaro/Ba, mas residia em Itiruçu, onde foi alvo de tentativa de homicídio na última semana no bairro Jacutinga. Com ele a PM informou ter apreendido um revólver.

Polícia cumpre mandado de prisão preventiva e prende pastor evangélico no município de Itiruçu

/ Itiruçu

Um pastor evangélico foi preso na manhã desta sexta-feira (4) na cidade de Itiruçu, em cumprimento a um decreto de prisão preventiva exarado pela Comarca de Jaguaquara. O pastor Juvêncio Faustino dos Santos Filho, de 53 anos, líder da Igreja Restaurando Vidas, no bairro Itiruçuzinho foi conduzido a Delegacia pela Polícia Civil, comandada pelo delegado Arão Borges. Segundo a polícia, Juvêncio é suspeito pelo cometimento de crime previsto no Artigo 217 – A do Código Penal Brasileiro, que versa sobre a prática do estupro de vulnerável, bem como acerca da capacidade de autodeterminação do menor. O mesmo está à disposição da Justiça de Jaguaquara.

Reviravolta na Câmara de Itiruçu: Duas eleições e dois presidentes em apenas cinco meses

/ Itiruçu

Nova Mesa é empossada com João presidente. Foto: Instagram

Em um curto período de cinco meses, a Câmara Municipal de Itiruçu foi palco de duas eleições emblemáticas para escolha da nova Mesa-Diretora. No dia (27) de Junho, o então presidente, vereador mais votado da história do Município nas eleições de 2016, Ezequiel Borges (PRB), foi reeleito num processo antecipado de votação que não contou com a presença de parlamentares que faziam oposição a sua chapa: Paulo Ézio (PSB), Roberto Silva (PSL), Jocenil Oliveira (PSD) e João Mota (PCdoB), o que não impediu a reeleição do edil. Com a presença do atual líder do poder Legislativo e de outros quatro edis: Antônio Hélio (PSDB), Agnaldo Vieira (PSDB), Izilio Vieira (PSD) e Ailton Santos (PCdoB) o processo transcorreu com tranquilidade e Ezequiel foi reeleito presidente com 5 votos. Na ocasião, também foram eleitos os vereadores Agnaldo Vieira vice-presidente, Hélio Souza 1º secretário e Izilio na 2ª secretária da casa. Dias depois, a batalha para se manter no poder. Os opositores, que não deram as caras, passaram a questionar a eleição com acusação de que a votação teria sido feita ”às escuras”. Eles ingressaram na Justiça com uma ação que teve as assinaturas de João Mota, Jocenil, Paulo e Roberto. Os dois primeiros chegaram a renunciar da Mesa Diretora da Casa em ato de ruptura política com Ezequiel, João da vice-presidência e Jocenil do cargo de 1° secretário, no primeiro mandato presidencial. No documento, os opositores não revelavam ato de ”corrupção” ou outra atitude mais grave do presidente reeleito, apenas diziam haver irregularidade, que o processo de eleição não teria sido transparente. A Justiça local chegou a conceder liminar a oposição para suspender a eleição, mas Borges recorreu ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que lhe deu direito de permanecer na presidência. Conduto, as articulações de seus opositores foram mais fortes e, novamente, vice-presidente e 1º secretário, Helio e Izilio, eleitos em Junho, renunciam aos respectivos cargos, unindo-se a oposição. As tratativas envolviam vereadores de oposição e membros da base de sustentação da prefeita Lorena Di Gregório (PRB), de quem Borges é amigo pessoal, mas nem os laços estreitos comoveram a gestora, que preferiu assistir a disputa de camarote e não se envolveu na queda de braço. No dia (19) de novembro, já sem fôlego, e sem apoio, Ezequiel não teve outra alternativa senão renunciar ao cargo de presidente, sem ao menos concluir o mandato de líder do Legislativo. Uma nova eleição foi realizada, elegendo João Mota presidente, Jocenil vice-presidente, Izilio 1º secretário e Helinho 2º. Estes dois,  meses atrás eram paz e amor com Ezequiel. Todos os integrantes da nova Mesa-Diretora, são aliados da prefeita Lorena e foram empossados para o Biênio 2019/2020 na última terça-feira (01). Já Ezequiel, ferrenho defensor do Executivo, volta à cadeira de vereador e as informações nos meios políticos são de que as articulações objetivaram desarticular o mais votado da cidade, que desponta como revelação da política local, com o nome cotado para candidatura de prefeito e inclusive goza de boa relação com a primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, que teria o acolhido antes vereança em cargo no Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié. Outra informação obtida pelo BMFrahm revela que, o agora ex-presidente, mesmo sem ter o apoio esperado da prefeita, não descola da mandatária.

Itiruçu: Prefeita Lorena volta a ter recurso negado e terá de convocar aprovados em concurso

/ Itiruçu

Gestora terá que convocar concursados. Foto: Blog Marcos Frahm

A prefeita de Itiruçu, Lorenna Di Gregório, teve negado mais uma vez pela Justiça um recurso que tentava barrar a convocação de aprovados em um concurso público. Conforme decisão da desembargadora Joanice Maria Guimarães, publicada nesta quinta-feira (25) no site Bahia Notícias, a gestora só ficará desobrigada a fazer novo certame no prazo de 180 dias.  A decisão atual se assemelha à que foi decidida no dia 24 de setembro passado. O concurso em questão, de contratação temporária, ocorreu em junho de 2017. Um edital do processo seletivo chegou a ser cancelado após denúncias de irregularidades apontadas por um vereador e pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). Em setembro do mesmo ano, um novo edital foi aberto, mas o resultado final foi alvo de contestação de aprovados que acusaram Lorenna Di Gregório de privilegiar aliados.

Itiruçu: Vereadores comemoram conclusão de praça construída com recursos devolvidos pela Câmara

/ Itiruçu

Helinho, Ito, Ezequiel e Aguinaldinho em Upabuçu. Foto: Divulgação

Firme na presidência da Câmara de Itiruçu, o vereador mais votado da história política do município, Ezequiel Borges (PRB), disse que manterá o foco da correria após as eleições. Nesta semana, Ezequiel, na companhia de outros parlamentares: Aguinaldinho, Helinho e Ito visitou a obra de construção de uma praça executada pela Prefeitura na localidade de Upabuçu, com recursos devolvidos ao município pelo Poder Legislativo em sua gestão. Radiante ao ver a obra em fase conclusiva, Ezequiel não escondeu a ansiedade para a inauguração do bem público, marcada para a próxima sexta-feira (19). ”Muito feliz pela conclusão da obra, que vai beneficiar as crianças de Upabuçu com um parque infantil para promover entretenimento e lazer aos jovens da zona rural, com bancos temáticos em madeira de eucalipto, iluminação de led, rampas de acessibilidade e Wi-Fi gratuito. Isso é fruto da união entre os colegas que pensam como eu e da economia que fizemos na Câmara com a devolução de recursos para serem aplicados em prol da população carente”, comentou o presidente.

Tribunal de Justiça obriga prefeitura de Itiruçu a convocar aprovados em concurso público

/ Itiruçu

Prefeita deverá recorrer da decisão. Foto: Blog Marcos Frahm

Um recurso da prefeitura de Itiruçu, não conseguiu barrar na Justiça a convocação de aprovados em um concurso público para cargos temporários feito no ano passado. A decisão da desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus saiu ontem, segunda-feira (24), no Diário da Justiça Eletrônico.  O certame em questão, lançado em junho de 2017 e de contratação temporária, chegou a ter um edital cancelado após denúncias de irregularidades apontadas por um vereador e pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). Um novo edital foi aberto, em setembro do mesmo ano, mas o resultado final foi alvo de contestação de aprovados que acusaram a prefeita Lorenna di Gregorio de privilegiar pessoas ligadas à administração local. Di Gregorio tinha entrado com recurso requerendo tanto a não convocação de aprovados como a decisão que obrigava novo concurso público. Pela decisão, será desobrigada apenas de fazer novo certame. Com informações do Bahia Notícias

Itiruçu: Polícia cumpre mandado de prisão e captura homem suspeito de matar o próprio irmão

/ Itiruçu

Edmilson Souza, 34 anos, está preso. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem foi preso nesta terça-feira (28) em Itiruçu, suspeito de ter matado o próprio irmão, cujo crime ocorreu no dia (16) de janeiro deste ano, quando o corpo de Edvan Santana Souza, de 35 anos, foi encontrado com golpes de facão. Inicialmente, a hipótese era de suicídio, mas as investigações apontaram crime de homicídio cometido pelo irmão da vítima, Edmilson Souza, 34, detido após cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça de Jaguaquara. O suspeito foi encontrado em sua residência, na Rua Rosalino Primo, Centro de Itiruçu e encaminhado a Delegacia Territorial local.

Motociclista natural de Jaguaquara morre após bater moto contra cerca na zona rural de Itiruçu

/ Itiruçu

Acidente aconteceu na estrada da Várzea. Fotos: Blog Marcos Frahm

Um homem de 54 anos foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (13), numa estrada vicinal de Itiruçu, após sofrer acidente com uma motocicleta que pilotava. José Alves dos Santos retornava pra casa após participar, na sede do município, de um bingo, no domingo (12). Preocupados com a ausência de José, que não chegou em casa a noite, familiares fizeram buscas na manhã de hoje e encontraram o corpo em baixo da moto, que ficou enganchada numa cerca de arame farpado, na margem da estrada de acesso ao povoado da Várzea e acionaram a Polícia Militar.

Motocicleta saiu da estrada vicinal e ficou enganchada em cerca

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Jequié esteve no local e providenciou o encaminhamento do corpo ao Instituto Médico Legal de Jequié. José Alves era natural de Jaguaquara, mas residia em Itiruçu. Ao Blog Marcos Frahm, a polícia informou que causas do acidente estão sendo apuradas, mas acredita que ele tenha perdido o controle da direção ao colidir contra a cerca de afame farpado.

Itiruçu: Ezequiel diz que eleição da Câmara foi legal e rechaça acusação de atentado em casa de ex-prefeito

/ Itiruçu

Ezequiel foi reeleito presidente da Câmara. Foto: Blog Marcos Frahm

O presidente reeleito da Câmara Municipal de Itiruçu, Ezequiel Borges, emitiu nota para esclarecer colocações feitas na imprensa e em redes sócias por adversários políticos, sobre possível ilegalidade no processo de votação da eleição para escolha da nova Mesa Diretora da Casa de Leis, ocorrida na sessão de quarta-feira (27), que resultou na sua recondução ao cardo de presidente para o Biênio 2019/2020. Ezequiel ressalta que a eleição transcorreu dentro da normalidade, obedecendo às normas do Regimento Interno da Casa, inclusive, com a participação da maioria dos pares. ”Talvez, a nossa vitória, consagrada democraticamente nas urnas pelo povo de Itiruçu, e confirmada pela Justiça Eleitoral, em outubro de 2016, ainda não é aceita pelos nossos adversários políticos, ou a nossa boa conduta os incomoda. Fui surpreendido nesta quinta-feira nas redes sociais e em alguns veículos de imprensa, com colocações feitas de forma tendenciosa por um advogado e ex-prefeito de Itiruçu, contestando o processo de votação da escolha da Mesa Diretora da Câmara, que foi realizado com transparência e lisura pela Casa, que está à disposição de todos para esclarecer eventuais dúvidas acerca da votação”. Ezequiel Borges comentou ainda sobre as acusações de que teria influenciado um grupo de pessoas a soltar fogos de artifício lançados na direção da residência do ex-gestor. ”É um absurdo fazer atribuição falsa, de conduta errônea, a quem preza pelo respeito ao valor essencial do ser humano. Exijo dos órgãos competentes apuração severa das circunstâncias que identifiquem o ato e repudio qualquer tentativa de macular a minha imagem, de tentar desqualificar uma luta que começou e vai terminar regida pelo princípio da legalidade. Estarei sempre à disposição da sociedade e das autoridades competentes para prestar os devidos esclarecimentos com máxima transparência sobre qualquer assunto relacionado à minha atuação na vida pública. Saliento que um projeto sério, transparente e arrojado para melhorar a vida das pessoas que mais necessitam do poder público em nossa Itiruçu não será interrompido por acusações levianas. Estarei atentos a manobras que visem atingir a imagem do nosso projeto de transformação. O trabalho e a intransigente defesa dos interesses do povo itiruçuense vão continuar”, concluiu. 

Itiruçu: Ezequiel rebate críticas de Ailton Cezarino e diz que ex-prefeito tem saudade do poder

/ Itiruçu

Ezequiel Borges alfineta Ailton Cezarino. Foto: Blog Marcos Frahm

Depois de reeleito presidente da Câmara de Itiruçu, na noite desta quarta-feira (27), em tom de desabafo, o vereador Ezequiel Borges (PRB) rebateu as críticas que lhes foram direcionadas em rede social pelo ex-prefeito do município, o advogado Ailton Cezarino, que segundo Borges teria utilizado dos novos adventos da internet, por não estar residindo em Itiruçu, para criticar os trabalhos do Legislativo local em seu mandato. Ezequiel teria afirmado, em seu discurso, que um ex-prefeito que sente saudades do poder teria lhe criticado em rede social. Quando indagado em coletiva de imprensa sobre qual seria o ex-mandatário, Borges revelou ser Cezarino, de quem já foi aliado, mas disse não temer suas críticas. Conforme Ezequiel, Ailton, mesmo a distância, estaria tentando articular uma segunda chapa com os outros vereadores que não compareceram à sessão de votação, mas que  tentativa acabou frustrada com a eleição sendo realizada com chapa única. ”O ex-gestor que se manifestou foi Ailton Cezarino. A minha fala foi direcionada a ele, pois as manifestações públicas dele me atingiram. Tenho um histórico em Itiruçu, nasci e me criei aqui, conheço de perto a administração de todos eles. Você está cuspindo no prato que comeu? Não, eu estou tendo amor próprio e defendo o meu trabalho. O que vem dele é só uma opinião”, reagiu. Na web, mesmo após o processo de votação que reelegeu Ezequiel, Cezarino tem feito críticas a condução da votação e disse que a eleição não terá validade por múltiplos erros. Momentos depois da eleição, familiares de Cezarino acionaram a Polícia Militar sob alegação de que a residência do ex-prefeito na cidade teria sido alvo de vandalismo, com vândalos soltando fogos de artifício no interior do imóvel onde estava a ex-vice-prefeita Rita Novaes, esposa de Ailton, mas ninguém ficou ferido. A delegada Maria do Socorro Damásio disse que a Polícia Civil aguarda o boletim da PM para apurar o caso, mas que ainda não dá para afirmar que seja atentado, citando que ”estamos em época junina”.

Itiruçu: Agradecimentos e compromissos marcam discurso do presidente-reeleito Ezequiel

/ Itiruçu

Ezequiel agradece apoio de colegas. Foto: Blog Marcos Frahm

O discurso do presidente reeleito da Câmara Municipal de Itiruçu, vereador Ezequiel Borges (PRB), foi marcado por agradecimentos e promessas aos parlamentares e funcionários da casa. Ao corpo funcional, que torcia pela vitória nos corredores, o presidente disse ter ”orgulho” da equipe e revelou que tem uma pasta de currículos de pessoas desempregadas na cidade, que tentam uma vaga na Câmara e pediu para que os servidores permanecessem com a mesma dedicação e tratamento igualitário aos pares que compõem a atual Legislatura e ao público que se dirige a casa. Ezequiel iniciou sua fala agradecendo a Deus e à família, fazendo afirmação de que será, pelos próximos dois anos, ”o presidente de todos”, que tratará a todos da mesma forma, seja das bancadas ”tanto da situação  quanto da oposição”, mas não deixou de enaltecer os vereadores que participaram, nos últimos dias, das articulações que resultaram na sua vitória, citando nominalmente cada um: Antônio Hélio (PSDB), Agnaldo Vieira (PSDB), Izilio Vieira (PSD) e Ailton Santos (PCdoB). ”Prometo não decepcionar vocês”. Relembrou a devolução de recursos do Duodécimo ao Poder Executivo em dezembro de 2017, fruto de economia da Câmara, obras de reforma do prédio-sede do Poder Legislativo e disse que continuará a promover mudanças na estrutura. ”Unidos, vamos fazer bonito, para o bem do nosso povo. Devolvemos recursos que estão sendo aplicados pela prefeitura em uma praça que será entregue aos moradores de Upabuçu. Pela primeira vez na história de Itiruçu um presidente fez devolução de dinheiro e isso me orgulha, pois a Câmara não tem o poder de construir uma casa para um cidadão, e nem de erguer uma obra, mas ela pode colaborar com a prefeitura para que o município realize e é isso que nós estamos fazendo”.

Itiruçu: Em eleição com chapa única, vereador Ezequiel é reeleito presidente da Câmara

/ Itiruçu

Mesa Diretora: Hélio, Ezequiel e Agnaldo. Foto: Blog Marcos Frahm

O presidente da Câmara de Vereadores de Itiruçu, Ezequiel Borges (PRB) foi reeleito para um novo mandato (2019/2020), durante sessão especial convocada para esta quarta-feira (27). Ezequiel encabeçou chapa única e foi reeleito com 5 dos 9 votos da Casa. A ausência de parlamentares: Paulo Ézio (PSB), Roberto Silva (PSL), Jocenil Oliveira (PSD) e João Mota (PCdoB) não impediu o processo de votação, que dependia apenas da presença da maioria, ou seja, 5 dos 9 vereadores, para a eleição. E foi o que aconteceu. Com a presença do atual líder do poder Legislativo e de outros quatro edis: Antônio Hélio (PSDB), Agnaldo Vieira (PSDB), Izilio Vieira (PSD) e Ailton Santos (PCdoB) o processo transcorreu com tranquilidade e Ezequiel foi reeleito presidente com 5 votos. Na ocasião, também foram eleitos os vereadores Agnaldo Vieira (vice-presidente), Hélio Souza (1º secretário) e Izilio na (2ª secretária) da casa. Ezequiel foi hábil nas articulações e teria emplacado recentemente na Câmara de Itiruçu um Projeto de Emenda a Lei Orgânica, que alterou o Regimento Interno da Casa, permitindo sua candidatura à reeleição. Contudo, não foi fácil a sua recondução. Na sessão do último dia (11), Borges foi surpreendido por uma atitude nada comum no Legislativo. Os vereadores: João Mota e Jocenil, contrários ao projeto de Emenda à Lei Orgânica, apesar de serem membros da mesma base da prefeita Lorena Di Gregório (PRB) na Câmara, da qual Ezequiel faz parte, renunciaram aos respectivos cargos de vice-presidente e 1º secretários na Mesa Diretora, sendo necessária a convocação para escolha de novos integrantes: Agnaldo Vieira e Hélio Souza, que foram mantidos nos cargos com a votação desta quarta.  Ao fim do processo eleitoral, o presidente reeleito fez um discurso de agradecimento aos seus pares. ”O embate pela presidência termina aqui, e a partir de hoje, caminharemos todos juntos, unidos, independente das diferenças partidárias, porque nesta casa, desde quando assumir este cargo quando eleito legitimamente pelo povo desta terra como o vereador mais votado de Itiruçu, sempre busquei prezar pelos fundamentos de valores democráticos como coletividade e transparência”.

Itiruçu: Ao lado de Lorena, vice-prefeito reitera apoio a gestão; ”união pelo bem do povo”

/ Itiruçu

Petrúquio diz que trabalha em união. Foto: Uilian Alexandre/BMF

Presente na inauguração da inauguração da academia ao ar livre, no bairro Noilson Cerqueira, o vice-prefeito de Itiruçu, Júnior Petrúquio, destacou que está ao lado da prefeita Lorena Di Gregório na gestão pública municipal. Em entrevista a Rádio 93 FM, Petrúquio reforçou a união a prefeita e ressaltou que segue junto com a gestora na busca por benefícios para a população, citando obras que estão em andamento para serem entregues a comunidade a partir do próximo mês de Julho. ”Estaremos unidos sempre para trabalhar por Itiruçu. O nosso objetivo é cumprir com as nossas promessas de campanha, de fazer uma gestão de união pelo bem do povo da nossa terra”.