Ordem dos Advogados do Brasil e Abraji repudiam atos de Bolsonaro contra a imprensa e jornalistas

/ Imprensa

Jair Bolsonaro ataca à imprensa. Foto: Marcos Corrêa

Diante de um novo ataque à imprensa feito pelo presidente Jair Bolsonaro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) emitiram uma nota conjunta contra a tentativa de intimidar a imprensa e jornalistas. ”Isso mostra não apenas descompromisso com a veracidade dos fatos, o que em si já seria grave, mas também o uso de sua posição de poder para tentar intimidar veículos de mídia e jornalistas, uma atitude incompatível com seu discurso de defesa da liberdade de expressão”, diz as instituições. Para a OAB e a Abraji, ”quando um governante mobiliza parte significativa da população para agredir jornalistas e veículos, abala um dos pilares da democracia, a existência de uma imprensa livre e crítica”. Os ataques aconteceram diante da publicação de uma reportagem do jornal Estadão, feita pela repórter Constança Rezende, dizendo que a imprensa mente quando se refere as movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro. ”Como é comum nesse tipo de ataque, a família de Constança também virou alvo. O grave nesse episódio é que o próprio presidente instigou esse comportamento, ao citar como indício de suposta conspiração que Constança é filha de um jornalista de O Globo”, lembra o comunicado. As duas instituições repudiam qualquer tentativa de intimidação de jornalistas e declarou apoio aos profissionais atacados por fazer seu trabalho.

Ex-TV Sudoeste, jornalista jaguaquarense Renata Menezes pede desligamento da TV Bahia

/ Imprensa

A jaguaquarense Renata pediu demissão da emissora. Foto: TV Bahia

Após quase dois anos no comando do programa ”Conexão Bahia”, da TV Bahia, a jornalista Renata Menezes pediu desligamento da empresa, nesta semana. A informação foi dada pelo perfil no Twitter Olhar na Tela. Segundo o site Bahia Notícias, que entrou em contato com Lilia Gramacho, gerente de conteúdo e entretenimento da afiliada,  a informação foi confirmada e Lilia disse que Renata saiu ”para tocar projetos pessoais”.  Inicialmente, Camila Marinho foi apontada como a substituta de Renata, fato negado por Gramacho. Ainda em contato com o site, Gramacho disse que estão ”trabalhando com algumas ideias e possibilidades, mas não será substituída por Camila”.  O “Conexão Bahia” estreou em 16 de setembro de 2017. Natural de Jaguaquara, Renata passou pela TV Sudoeste, onde integrou a equipe de jornalismo atuando como repórter e na TV Bahia comandava a atração ao lado do ator e dramaturgo Aldri Anunciação. Antes disso, ela integrou por anos o ”Mosaico Baiano”.

Maju Coutinho estreia na bancada do JN e se torna primeira mulher negra a apresentar o telejornal

/ Imprensa

Maju Coutinho e Rodrigo Bocardi na bancada do JN. Foto: Reprodução

A jornalista Maria Júlia Coutinho, 40 anos, fez sua estreia na bancada do Jornal Nacional na noite deste sábado (16) e se tornou a primeira mulher negra a apresentar o programa da Globo. Ao lado de Rodrigo Bocardi, ela comandou a edição histórica do telejornal e se divertiu na hora da previsão do tempo. ”Agora eu vou passar por uma situação superinusitada”, brincou quando foi chamar Tiago Scheuer para falar sobre as temperaturas deste domingo (17). “Tem mais chuva prevista?”, Maju, que é quem normalmente faz a previsão no telejornal, perguntou. Scheuer aproveitou a ocasião para desejar sorte à colega. ”Bem-vinda, boa sorte e ainda mais sucesso para você”, disse. Em quase 50 anos de história do Jornal Nacional, Heraldo Pereira foi o único negro na bancada do programa. A estreia foi em 2001, mas sua presença tem sido cada vez menor desde que virou apresentador na GloboNews.​ Entre as mulheres, jornalistas negras como Glória Maria e Zileide Silva já fizeram parte do Fantástico e do Jornal Hoje, respectivamente, mas nenhuma chegou a assumir a mesa do Jornal Nacional. Em entrevista ao F5, Maju disse que sua estreia no programa seria simbólica e representativa. ”Fico honrada e feliz por fazer parte de uma bancada com tan ta credibilidade como a do JN”, completou. Conhecida do público por falar sobre a previsão do tempo na segunda edição do SPTV e, desde 2015, no próprio Jornal Nacional, Maju agora entra para o time de profissionais que se revezam na atração aos sábados e feriados, quando William Bonner e Renata Vasconcellos estão de folga.

​Rodrigo Bocardi, Dony de Nuccio, César Tralli, Sandra Annenberg, Ana Luiza Guimarães, Flávio Fachel, Monalisa  Perrone e Ana ​Paula Araújo completam a escala. ​Antes de entrar no ar, Maju foi tietada por colegas de trabalho, que celebraram sua estreia com publicações nas redes sociais. O casal de repórteres Pedro Figueiredo e Erick Rianelli postou fotos ao lado da jornalista e não poupou elogios a ela. ”O JN de hoje é imperdível. A apresentadora é essa colega talentosa, linda e muito carismática. Orgulho de trabalhar no mesmo lugar”, escreveu o último. A também repórter Ana Paula Santos disse que estava alegre e desejou boa sorte à amiga. ”Arrebenta, Maju! O boa noite desta vez será representativo.” Já o companheiro de bancada de Maju, Bocardi, publicou uma foto da dupla sentada nas escadarias do estúdio. “Feliz em estar contigo nesse degrau”, disse. No começo da semana, o próprio William Bonner deu boas-vindas à jornalista. ”Enfim, uma notícia para alegrar todo mundo. História de talento, de dedicação, de conquista. História. A equipe e a bancada do JN dão as boas-vindas”, escreveu. ​

Morte de do jornalista Ricardo Boechat foi provocada por politraumatismo, aponta laudo

/ Imprensa

Ricardo Boechat deixou a esposa e seis filhos. Foto: Reprodução

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo aponta que o jornalista Ricardo Boechat morreu em decorrência de um politraumatismo, provocado pela queda do helicóptero somada à colisão com um caminhão. O acidente, que matou o âncora do Jornal da Band e o piloto Ronaldo Quattrucci, ocorreu na tarde de segunda-feira (11). De acordo com os documento, obtido pela GloboNews nesta sexta (15), os peritos não encontraram sinais de fuligem na traqueia nem nos pulmões de Boechat. Já a dosagem de monóxido de carbono detectou uma concentração abaixo de 10% de carboxihemoglobina no sangue, o que indica que a vítima já havia morrido antes de ser exposta ao gás. Na momento do acidente, Boechat voltava para a capital paulista após participar de uma palestra. Morto aos 66 anos, o jornalista venceu o Prêmio Esso, um dos maiores do jornalismo brasileiro, por três vezes. Ele deixou a esposa e seis filhos

Viúva de Ricardo Boechat, Veruska Seibel encontra aliança do jornalista: ”Melhor presente”

/ Imprensa

A notícia foi compartilhada por Veruska. Foto: Reprodução/Veja

Veruska Seibel encontrou um pouco de conforto em meio a perda do marido, o jornalista Ricardo Boeachat, morto na última segunda-feira (11) após um acidente de helicóptero. Em suas redes sociais a também jornalista compartilhou com seus seguidores ter achado a aliança do esposo. ”E no meio de tanta dor, recebi o melhor presente que eu poderia receber, já sem esperanças de conseguir. Meu coração é só amor. Te amo pra sempre, Boechat”, escreveu.

No Instagram, Esposa de Ricardo Boechat lamenta morte do jornalista: ”Pior dia da minha vida”

/ Imprensa

Veruska e Boechat eram casados desde 2005. Foto: Reprodução

A esposa do jornalista Ricardo Boechat, Veruska Seibel Boechat, usou as redes sociais para lamentar a trágica morte do marido nesta segunda-feira (11) após a queda de um helicóptero em São Paulo. Com uma mensagem simples e uma foto em preto e branco abraçada ao companheiro, a também jornalista escreveu: ”Pior dia da minha vida”.

Band demorou a noticiar morte de Boechat por respeito à esposa que não sabia de acidente

/ Imprensa

Ricardo Boechat deixa 2 filhas com Veruska. Foto: Divulgação

A Rede Bandeirantes demorou para noticiar a morte de seu apresentador Ricardo Boechat por respeito a mulher dele, Veruska, que ainda não sabia que o marido estava a bordo do helicóptero que caiu nesta segunda-feira (11) em São Paulo. De acordo com o UOL, o diretor de Jornalismo da Band, Fernando Mitre, foi o responsável por contar a Veruska sobre a morte do marido. A informação de que Boechat estava no helicóptero circulou nas redes sociais após a queda da aeronave. Johnny Saad, presidente do grupo Bandeirantes, ordenou que a emissora não confirmasse a notícia até a família do apresentador ser informada. A esposa de Boechat era conhecida como ”Doce Veruska” pelos ouvintes da rádio. Na televisão, o amigo de Boechat e também apresentador José Luiz Datena foi o responsável por informar a morte ao vivo na Band. Ele foi um dos primeiros a saber do acontecido e, abalado, teria dito nos bastidores que tinha que dar a notícia. Boechat havia participado de um evento de um laboratório farmacêutico em Campinas e retornava para o heliponto da Band na hora da queda. A previsão era para o helicóptero pousar 12h15. O jornalista iria se preparar para a edição do ”Jornal da Band”.

Jornalista Ricardo Boechat morre aos 66 anos após queda de helicóptero em São Paulo

/ Imprensa

Boechat morreu na queda de um helicóptero. Foto: Reprodução

O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero no início da tarde de hoje (11) em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista, ao interior. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto da aeronave também morreu carbonizado. Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ. O motorista de um caminhão atingido no acidente foi resgatado pelo serviço da concessionária que administra a via. O fogo no local já foi extinto.

Jaguaquara: Radialista Dilson Piropo deixa Rádio Povo e ingressa na Cidade Sol FM, em Jequié

/ Imprensa

Piropo pediu desligamento do Sistema Pazzi. Foto: Facebook

O radialista Dilson Piropo deixou a Rádio Povo AM/FM de Jaguaquara, emissora do Sistema Pazzi de Comunicação, com matriz em Feira de Santana. O comunicador se desligou da Povo no último dia (19) de janeiro, após 10 anos de atuação como apresentador de programas musicais e de notícias, ingressando na Rádio Cidade Sol 94,9, em Jequié, onde fez sua estreia nesta semana dividindo a bancada do programa Conexão, que vai ao ar da 06h30 às 09h, de segunda a sexta-feira, com o radialista Elton Bispo. Piropo tornou-se uma das referências na área de comunicação na região do Vale do Jiquiriçá, com talento reconhecido tanto pelos colegas radialistas, como também pelos ouvintes, que admiram seu trabalho. Ao Blog Marcos Frahm, ele revelou que a proposta profissional oferecida pela Cidade Sol foi superior a da Povo, o que lhe fez ser mais um a deixar a empresa do empresário Roberto Pazzi. Outra novidade relacionada ao médio radiofônico em Jaguaquara é que o município deve ganhar uma nova emissora neste ano de 2019. Trata-se de uma rádio comunitária, com outorga autorizada pelo Ministério das Comunicações.

Jornalista Alexandre Garcia se despede oficialmente da Globo após 30 anos de serviço

/ Imprensa

O veterano recebeu uma homenagem da equipe. Foto: Divulgação

Após 30 anos de emissora, o jornalista Alexandre Garcia se despede da Globo oficialmente. A saída do profissional que revezava na bancada do Jornal Nacional aos fins de semana e participava do ”Bom Dia Brasil” como comentarista, foi confirmada pelo diretor de jornalismo da TV carioca, Ali Kamel, em entrevista ao site ”Uol” e partiu do próprio jornalista. ”Em nossa conversa, Alexandre me disse que deixa a Globo, mas não o Jornalismo. Ele continuará a ter seus comentários políticos transmitidos por duzentas e oitenta rádios Brasil afora. Do mesmo jeito, continuará a escrever artigos para um sem número de jornais por todo o país”, revelou. O veterano ainda recebeu uma homenagem da equipe por todo trabalho feito na casa. ”Em nome da Globo, eu agradeço tudo de grande que Alexandre fez para o jornalismo da emissora, um legado que deve inspirar a todos nós que aqui trabalhamos: profissionalismo, brilho, correção e competência. E eu agradeço tudo o que fez por mim, seu jeito gentil, sua generosidade. Muito obrigado Alexandre, um grande abraço, que você seja muito feliz, porque você fez por merecer”, agradeceu Kamel.

Mais uma vez, cantores Jorge e Mateus ignoram imprensa local no Festival de Verão Salvador

/ Imprensa

Jorge e Mateus são chamados de inacessíveis. Foto: Divulgação

Ao que tudo indica, o carinho e atenção de Jorge e Mateus ficam restritos apenas aos fãs. Mais uma vez marcando presença no Festival de Verão Salvador, a dupla ignorou a imprensa local e saiu da Arena Fonte Nova sem dar entrevistas. A fama de ”inacessíveis”, inclusive, sempre toma conta dos bastidores dos eventos em que participam aqui na Bahia. Após os sertanejos, quem comandou a festa da 20ª edição foi o DJ Alok. As informações são do Bahia Notícias

Secretário de comunicação nega do Estado parcelamento de salário dos servidores

/ Imprensa

Secretário André Curvello, chefe da Comunicação. Foto: Camila Souza

”Não haverá parcelamento de salário, como alguns sites noticiaram e como algumas pessoas irresponsáveis e oportunistas estão espalhando em grupos de Whatsapp”, afirmou o secretário estadual de Comunicação, André Curvello, nesta terça-feira (20). ”Parece que as pessoas não desceram do palanque, não perceberam que o período eleitoral já acabou e continuam com a prática corrosiva das notícias falsas, que tomaram conta do nosso Brasil e também aqui da Bahia”, acrescentou. Curvello destacou que o Governo continua trabalhando com seriedade, de forma responsável, com consciência da gravidade da situação econômica pela qual o país passa. ”Espalharam a falsa informação de que existe a possibilidade de parcelamento de salário dos servidores públicos. É preciso esclarecer que isso é uma mentira, isso é uma coisa nefasta, que beira o sórdido. Estamos atentos, vamos combater estas notícias e tomar as devidas providências legais para que os responsáveis por isso sejam identificados e devidamente tratados pela justiça”, disse. Uma equipe técnica foi designada pelo Governador Rui Costa para estudar ”medidas para fortalecer e manter a Bahia no equilíbrio, no lugar de destaque que ela se encontra”, concluiu.

Após admitir traição na TV, Wesley Safadão pede desculpas a ex-esposa, Mileide Mihaile

/ Imprensa

Safadão concede entrevista a Roerto Carini. Foto: Reprodução

O cantor Wesley Safadão divulgou vídeos nesta quarta-feira (18) para pedir desculpas a Mileide Mihaile, sua ex-esposa, após admitir em um programa de TV que traiu ela. Safadão, que tem um filho com a morena, o Yudhy, também aproveitou para dizer que não deseja o mal de Mileide e pediu aos seus fãs que parem os ataques a sua ex-mulher. ”Quero pedir perdão a Mileide pelo erro que cometi. A gente precisa se resolver, até porque existe o Yudhy no meio de tudo. Eu sem ligar e sem falar, foi publicado que eu mando mensagem pra Mileide e ligo pra ela. Então as pessoas que gostam da Mileide não pensem que eu quero o mal dela. Eu quero que ela seja feliz, que as coisas deem certo. Quero pedir mais uma vez às pessoas que gostam de mim não vai me ajudar em nada ficar atacando”, disse.

Demitida da Globo, jornalista Izabella Camargo se diz ”punida” por ter ”ficado doente”

/ Imprensa

Izabella Camargo se afastou por licença-médica. Foto: Divulgação

A jornalista Izabella Camargo foi demitida da Rede Globo após seis anos de trabalho na emissora. Em entrevista ao site Notícias da TV, ela afirmou que a sua saída foi uma forma de punição por “ter ficado doente”, já que a demissão aconteceu logo após ela voltar da licença médica. ”Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida”, diz a apresentadora. Ela revelou sofrer da Síndrome de Bournet, uma disfunção psíquica de caráter depressivo e que pode gerar sintomas semelhantes à Síndrome do Pânico. Izabella já sofria há um tempo, mas a situação se agravou em uma transmissão ao vivo pela GloboNews. ”Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava ‘no Paraná, no Paraná, no Paraná’, até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado”, diz a paranaense de Apucarana. ”Percebi que o que estava acontecendo comigo era muito grave. Você não saber quem é, pra onde vai, isso é muito incapacitante”, completou.