Jornalismo esportivo da Bahia de luto: morre em Salvador o radialista José Oswaldo

/ Imprensa

Zé Oswaldo faleceu aos 84 anos neste sábado. Foto: Reprodução

Morreu na manhã deste sábado (17) o radialista José Oswaldo Alves, mais conhecido como Zé Oswaldo, pai do apresentador de televisão e também radialista José Eduardo, do empresário do Grupo A4, Guto Alves, e da advogada Cristiana Figueiredo. O comunicador estava internado há alguns dias.

José Oswaldo tem 84 anos. Atualmente era proprietário do site de esporte olímpico Zé Oswaldo. Ao longo da carreira, o jornalista e radialista foi repórter no Diário de Notícias e trabalhou no departamento de publicidade da Tribuna da Bahia.

Como radialista, José Oswaldo também atuou nas principais rádios como Bandeirantes, Cultura, Bahia e Sociedade. Na carreira pública foi aprovado no concurso público do Departamento de habitação e Urbanização do Estado da Bahia (URBIS), onde foi funcionário por 34 anos.

O jornalista esportivo, que já foi homenageado pelo governo do Estado e pela Câmara Municipal de Salvador, além dos três filho, deixa sua esposa Dona Terezinha Alves. As informações são do BNews

Em queda de audiência, Globo faz mudanças na programação da TV Bahia e troca horário do GE

/ Imprensa

Mariana Aragão, apresentadora do Globoesporte. Foto: TV Globo

A queda de audiência da TV Bahia na faixa do horário de almoço fez com que a Globo tomasse uma medida drástica. A partir de segunda-feira (5), a emissora irá exibir o ‘Globo Esporte’ a partir das 11h45, logo após o ‘Encontro com Fátima Bernardes’.

A mudança também será feita em Goiânia pelo mesmo motivo, e caso funcione, isso quer dizer, recupere a audiência, ela será aplicada em todo o Brasil.

De acordo com o site ‘UOL’, a escolha das capitais foi feita pelo fato de ambas serem vice-líderes de audiência com a atração.

A medida vem como uma tentativa de bater de frente com a Record, que é a maior causadora de dor de cabeça para a emissora.

O novo horário da atração esportiva da Globo pode prejudicar a Band, que neste horário está exibindo o ‘Jogo Aberto’ comandado por Renata Fan, que até o momento não competia com nenhuma atração do segmento.

RedeTV! é condenada a indenizar funkeiro por tocar música sem autorização em série

/ Imprensa

A RedeTV! foi condenada a pagar R$ 1 milhão por danos materiais ao funkeiro Amilcar Rosa Filho, mais conhecido como MC Amilcka.

A emissora perdeu um processo movido pelo artista em 2013, que cobrava os direitos autorais de sua musica ‘Som de Preto’, tocada na série Dexter (2006-2013) sem autorização do cantor. A musica aparece no sexto episódio da quinta temporada da serie protagonizada por Michael C. Hall.

De acordo com o site Noticias da TV, além do R$ 1 milhão, a emissora terá que pagar mais R$ 250 mil por danos morais. Os valores vão passar por correção monetária, e terá o acréscimo de 1% de juros ao mês, a contar da data de sentença. A RedeTV! terá ainda que arcar com os custos do processo e os honorários dos advogados.

Rádio Jequié FM 89.7 estende horário de programa apresentado pelo jornalista Souza Andrade

/ Imprensa

Souza Andrade é um dos principais nomes do rádio em Jequié

A Rádio Jequié FM 89.7 apresentou mudança em sua programação jornalística nesta semana. O programa matinal da emissora, antes denominado Bom Dia Jequié, agora ganha novo nome, Horário Estendido, porque também ganhou mais Meira hora no ar, das 06h30 às 08 horas.

O programa continua com o mesmo formato, gozando da audiência do experiente e prudente jornalista Souza Andrade, um dos principais nomes do radiojornalismo em Jequié, com passagens por outras emissoras e pelo conceituado Jornal A Tarde, onde atuou por muitos anos como correspondente. Atualmente, Andrade é editor-chefe do Blog Jequié e Região.

Com a participação dos repórteres Nancy Dias e Dell Santos, o Horário Estendido que tem Souza como âncora passou a ter mais tempo para flashes das ruas e entrevistas. Há 10 anos no ar, sob a direção da empresária Wilma Stock, a 89.7 tem conquistado o seu público em um município que se notabiliza pela disputa entre as emissoras de rádio.

Diabético, cinegrafista da TV Bahia morre após ser diagnosticado com o novo coronavírus

/ Imprensa

José Raimundo Alves morre vítima do coronavírus. Foto: Rede social

O cinegrafista José Raimundo Alves, da TV Bahia, morreu após ser diagnosticado com o novo coronavírus nesta quarta-feira (5). O experiente profissional era hipertenso e diabético.

Integrante da equipe de cinegrafistas da TV por uma década, entre os anos de 1999 e 2009, José Raimundo realizou diversos trabalhos reconhecidos para a emissora de televisão, a exemplo do Jornal Nacional, Fantástico, Jornal Hoje, assim como o Jornal da Globo e Domingão do Faustão. O cinegrafista, que morreu em um Hospital de Campanha de Salvador, deixou esposa e filhos.

”Me senti traída”, desabafa diretora da rádio Jequié FM ao comentar a saída de Osvaldo Batista

/ Imprensa

Wilma Stock diz ter sido traída pelo radialista. Foto: Rede social

O radialista/apresentador Osvaldo Batista voltou a utilizar o mesmo método adotado quando deixou a 95 FM (2005) e a 93 FM (2014), para encerrar nesta sexta-feira (31), o seu ciclo na 89,7 (Jequié FM), para reiniciar uma nova passagem pela 95 FM, onde comandará programa matinal com duração de 2h. com enfoque na sua maneira de comentar as notícias da crônica policial.

Com a direção da emissora ele deixou, como das vezes anteriores, para comunicar no momento final da saída, por mensagem através do celular. A diretora geral da emissora, Wilma Stock, em participação de casa no programa do comunicador Leo Santana, na manhã de hoje, comentou o assunto, repassando as informações para ouvintes e patrocinadores do horário.

Disse que se sentia surpresa e traída por ter sido a última a saber da mudança. ”A saída de Osvaldo Batista foi uma surpresa pra mim também. Eu simplesmente, na terça-feira, recebi um áudio dele dizendo que só trabalhava até sexta. Então, imagine, meu coordenador doente em casa, eu na quarentena e recebi essa bomba no colo. Eu só peço desculpas a vocês, ouvintes, cientes. Eu simplesmente me senti traída, porque fui a última a saber, você preza alguém como amigo e é traído dessa forma. Desejo a Osvaldo boa sorte”, disparou Wilma. As informações são do site Jequié Repórter. O áudio da diretora desabafando no ar circula nas redes sociais.

Leur não se manifesta

Curioso é que, em meio à polêmica com a mudança no meio radiofônico de Jequié, o deputado federal Leur Lomanto Jr. (DEM), não se manifestou sobre a saída de Batista, considerado o campeão de audiência d rádio jequieense.

Radialista Osvaldo Batista se despede da 89,7 /Jequié FM e anuncia retorno a Rádio Cidade Sol

/ Imprensa

O imprevisível Osvaldo Batista muda de emissora. Foto: Rede social

Mudanças no meio radiofônico de Jequié. Um dos nomes consolidados do rádio jequieense, o apresentador de programa policial, Osvaldo Batista, retornará a emissora da qual fez parte há 15 anos. O radialista em mensagem enviada por rede social à redação do Blog Marcos Frahm informou que cumprirá sua missão na Rádio 89,7 – Jequié FM até esta sexta-feira (31), quando apresentará o último programa.

Com passagens por outras emissoras, Osvaldo tem perfil imprevisível no que concerne a sua permanência ou não nas empresas, sendo classificado como ”o surpreende” quando decide mudar de rádio. Ele informou que estará de volta a Cidade Sol, 95 FM, hoje coordenada pelo seu ex-colega de trabalho em sua passagem pela 93 FM, Adilson Alves, a quem são atribuídos os comentários nos bastidores de que seria o responsável pela investida em Batista para reforçar a programação da 95, inclusive em horário nobre.

Osvaldo irá apresentar programa com o mesmo formato, com duas horas diárias matinais, de segunda a sexta-feira. Com o seu ingresso na Cidade Sol, a direção deverá promover mudanças em sua grade para encaixar Osvaldo, já que no mesmo horário em que ele atuava na coirmã o radialista Júnior Mascote apresenta programa semelhante na 95. A verdade é que ninguém é insubstituível, mas a saída de Osvaldo deixará uma lacuna no ar para os ouvintes da 89,7.

Luto na TV brasileira: Apresentador Rodrigo Rodrigues tem morte encefálica por trombose no cérebro

/ Imprensa

Rodrigo Rodrigues teria contraído o coronavírus. Foto: Reprodução

Morreu hoje (28), aos 45 anos, o jornalista, músico e escritor Rodrigo Rodrigues. Ele teve diagnóstico de Covid-19 e estava internado desde o último sábado no Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro.

Um dos principais apresentadores do SporTV e eventual substituto de Felipe Andreoli no ”Globo Esporte”, da TV Globo, ele recebeu diagnóstico de Covid-19 na primeira quinzena de julho. Após sentir-se mal no último sábado (25), RR, como era chamado, teve complicações devido a uma cirurgia para controlar uma trombose venosa cerebral (TVC) e não resistiu. A confirmação da morte foi anunciada no programa SportTV News, da SporTV, na tarde de hoje.

Rodrigo Rodrigues nasceu no Rio e fez carreira em diversos canais de televisão, como TV Cultura, SBT, ESPN Brasil, Band, Gazeta e Esporte Interativo. No SporTV, ele comandou programas como ”Troca de passes”, ”Redação SporTV”, ”SporTV News”, ”Tá na Área” e ”Seleção SporTV”, além de ancorar o ”Globo Esporte” em esquema de plantão aos sábados na TV aberta. Na ESPN Brasil, ele foi o primeiro apresentador do ”Resenha ESPN”, um dos mais conceituados programas do gênero.

Além do esporte, o jornalista também trabalhou na área cultural, em programas como ”Vitrine”, da TV Cultura, ”5 Discos”, da Gazeta, e ”Cor de Rosa”, do SBT. Ainda lançou livros: ”As Aventuras da Blitz”, sobre a trajetória do grupo musical comandado por Evandro Mesquita, e ”London London”, um guia para conhecer Londres de metrô.

O apresentador de TV também se notabilizou na música. Ele era guitarrista da banda ”The Soundtrackers”, que toca apenas trilhas sonoras do cinema, e chegou a se apresentar no quadro ”Ding Dong”, do ”omingão do Faustão”. Ele também trabalhou como locutor e apresentador da Rádio Globo em São Paulo.

 

 

Globo contrata a Renata Mendonça para ser comentarista de futebol; ”é um desafio”

/ Imprensa

Renata foi contratada pela TV Globo. Foto: Reprodução/SporTV

A jornalista Renata Mendonça foi contratada pela TV Globo para se juntar ao time de comentaristas de futebol. Renata é co-fundadora do ”Dibradoras”, iniciativa que desde 2015 busca dar mais visibilidade e voz às mulheres no esporte.

A jornalista costuma realizar participações no programa Redação SpoTV, que faz parte do grupo Globosat, e agora também estará presente nos demais programas da casa, assim como nas transmissões dos jogos.

”É um desafio enorme e, vai soar esquisito isso, mas infelizmente eu não posso dizer que sonhei em ser comentarista. Esse não era um sonho ”permitido” para mulheres na minha infância. Quando a gente só via homens fazendo isso, passa aquele recado: você não pode chegar lá. E desde que a Ana Thais estreou, ela abriu essa possibilidade para nós. Fico muito feliz de poder ser mais uma ocupando esse espaço. Essa conquista é de todas as mulheres”, disse ela ao Globoesporte.com.

”O objetivo é que, no futuro, não tenha mais essa diferenciação. Que as mulheres sejam tantas quanto os homens nessa função. E aí a gente vai falar só ‘comentarista’, sem o mulher em seguida”, completou.

 

Morre vítima de coronavírus José Paulo de Andrade, decano do radiojornalismo de SP

/ Imprensa

Zé Paulo, como era chamado, atuava na Bandeirantes. Foto: Secom

Morreu na manhã desta sexta-feira (17), em São Paulo, o jornalista e radialista José Paulo de Andrade, aos 78 anos. Ele tinha estava internado no Hospital Albert Einstein desde o dia 7 de julho após ser diagnosticado com coronavírus.

Segundo informações do G1, Andrade trabalhou por 57 anos na Rádio Bandeirantes e ficou conhecido por apresentar o programa ”O Pulo do Gato” desde que estreou em 1973. Ele começou a trabalhar na rádio como narrador esportivo em 1963.

Zé Paulo, como era chamado pelos amigos, também era bacharel de Direito formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, da Universidade de São Paulo (USP). Ele começou a carreira profissional em 1960 como radioescuta do plantão esportivo da Rádio América de São Paulo.

O jornalista também participou de debates políticos na televisão e foi âncora de telejornais como Titulares da Notícia, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva. Ainda na TV Bandeirantes, interpretou Don Diego/Zorro em As Aventuras do Zorro, em 1969.

Em nota, o Grupo Bandeirantes lamentou a morte do apresentador. ”Com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar. Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades”, externou. Andrade deixa mulher e dois filhos.

Emissoras de TV afastam equipes que se aproximaram de Bolsonaro para anúncio de teste

/ Imprensa

Bolsonaro foi diagnosticado com o vírus. Fotos: Isac Nóbrega

As equipes das três emissoras de TV que tiveram contato com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (7) para o anúncio de que ele testou positivo para o novo coronavírus serão afastadas de suas atividades por medida de segurança. No Palácio da Alvorada, diante de profissionais da TV pública EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e de outros dois canais privados, CNN Brasil e Record, Bolsonaro anunciou que está doente.

Durante a maior parte do tempo, o presidente estava próximo aos repórteres, mas usava máscara. No fim da entrevista, ele se afastou um pouco e retirou o equipamento de proteção para seguir falando. ”Espera um pouco que vou afastar aqui para vocês verem minha cara. Estou bem, tranquilo, graças a deus”, disse o presidente após tirar a máscara do rosto para seguir a entrevista. Mesmo com o uso de máscara, especialistas recomendam um afastamento de pelo menos 1,5 metro.

Em nota, a EBC informou que todos os profissionais que participaram da transmissão foram afastados tão logo terminaram a cobertura. Eles ficarão em isolamento durante os próximos quatro dias, segundo informou a empresa. Depois deste período, farão exame para detectar o vírus causador da Covid-19. ”O retorno desses profissionais às atividades será definido oportunamente, de acordo com os resultados. Todos os exames serão custeados pela EBC”, informou a TV no comunicado.

A assessoria de imprensa da CNN Brasil informou por mensagem que o repórter Leandro Magalhães e o cinegrafista Carlos Alberto de Souza ficarão isolados por sete dias e só retornarão ao trabalho depois que apresentaram resultado negativo para seus exames de Covid-19.

A Record foi procurada, mas não respondeu à reportagem até o início da noite. Ao portal UOL, a emissora informou que o repórter Thiago Nolasco e os demais profissionais que tiveram contato com pessoas contaminadas serão afastados também por sete dias e, assim como no caso da CNN Brasil, só voltarão ao trabalho depois que testarem negativo para o novo coronavírus.

Pessoas infectadas, como o presidente da República, expelem o novo coronavírus enquanto falam, espirram ou tossem. Gotículas maiores de saliva e aerossóis, partículas líquidas menores que podem ficar suspensas no ar e ser inaladas por pessoas nas proximidades, podem carregar o vírus ativo, segundo estudos publicados recentemente.

Testes têm demonstrado que máscaras caseiras feitas de diversos tipos de tecido podem funcionar como uma barreira para conter a disseminação das partículas, mas nenhuma delas é capaz de fornecer proteção completa, principalmente com relação às partículas menores que podem passar pelo tecido com maior facilidade.

Repórter da Globo feita de refém, Mariana fala sobre momento de terror: ”Tive fé”

/ Imprensa

Marina Araújo foi feita de refém na TV Globo. Foto: Reprodução

A repórter Marina Araújo, feita de refém na TV Globo por um homem que invadiu o prédio da emissora a procura da apresentadora Renata Vasconcellos, falou sobre os momentos de tensão que viveu em um depoimento nas redes sociais.

Na postagem, Marina agradeceu ao coronel que esteve no local para auxiliar na missão e a Renata, além dos colegas que a tranquilizaram até o momento dela ir para casa.

”Agradeço imensamente pelas mensagens de solidariedade e carinho, depois do episódio. Me vi em uma situação limite, incontrolável, mas tentei manter a calma. Tive fé. Falei o que podia pra acalmar os ânimos. Contei histórias e deu certo. Agradeço ao coronel Heitor e à Renata…E todos que ficaram do meu lado até eu vir pra casa”.

O rapaz invadiu a sede da TV Globo, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, portando uma faca e exigiu encontrar a âncora do Jornal Nacional.

A segurança agiu rápido e isolou o local, logo em seguida o comandante do 23° batalhão da corporação, coronel Heitor Henrique Pereira, compareceu à emissora e conduziu a negociação, que durou minutos. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, a emissora tranquilizou o público e falou sobre o estado da equipe.

”Marina e todos os funcionários que estavam no local não se feriram e passam bem. A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos. Seguindo instruções do comandante Heitor, Renata compareceu ao local onde estava Marina e o invasor. Tão logo ele a viu, largou a faca e libertou Marina. Foi preso imediatamente”.

Em nota, Globo nega motivação política em ataque com refém na sede de emissora

/ Imprensa

A TV Globo, por meio de nota, afirmou ontem (10) que o homem que invadiu a sede da emissora no Rio de Janeiro com uma faca e fez uma repórter de refém não teve motivação política.

”A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos”, diz trecho da nota.

Ainda segundo a nota, nenhum funcionário que estavam no local se feriram e passam bem. O homem foi preso imediatamente.

Confira a nota oficial na íntegra:
”Na tarde desta quarta-feira, um homem invadiu a sede da TV Globo, no Jardim Botânico, portando uma faca. Ele fez a repórter Marina Araújo refém. A segurança da Globo rapidamente agiu, isolou o local e chamou a PM. O comandante do 23° batalhão da corporação, coronel Heitor Henrique Pereira, compareceu à emissora e conduziu a negociação. O homem, que ameaçava a jornalista, liberou a repórter após alguns minutos. Marina e todos os funcionários que estavam no local não se feriram e passam bem. A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos. Seguindo instruções do comandante Heitor, Renata compareceu ao local onde estava Marina e o invasor. Tão logo ele a viu, largou a faca e libertou Marina. Foi preso imediatamente. A TV Globo agradece à PM, ao coronel Heitor e a todos os policiais, cuja condução foi exemplar. Marina se comportou com coragem, serenidade e firmeza, sendo fundamental para o desfecho da situação. Renata foi corajosa, desprendida, solidária e absolutamente imprescindível para que tudo acabasse bem. As duas profissionais estão bem. E foram recebidas pelos colegas com carinho e emoção.”

Repórter da Globo é mantida refém após homem invadir emissora com faca nas mãos

/ Imprensa

Um homem invadiu a sede da Rede Globo na tarde desta quarta-feira (10) e mantém uma repórter refém. A polícia foi acionada e tenta negociar com o suspeito. As informações são do site Metrópoles.

De acordo com o site, o homem teria entrado na sede da emissora, no Rio de Janeiro, gritando ”Globo lixo”. Um cinegrafista que estava no local informou que todos os funcionários estavam isolados.

Segundo informações repassadas por uma fonte ao Metrópoles, o suspeito queria ver a jornalista Renata Vasconcellos. ”A Renata apareceu e o cara soltou a faca, como combinado. Foi preso. Largou a faca e levantou a blusa”, afirmou.