Campeão, Felipão diz que impôs ordem ao Pameiras e torce para Bolsonaro fazer o mesmo no país

/ Esporte

Felipão atribui seu sucesso à disciplina. Foto: Globoesporte.com

Logo após a conquista do título em São Januário, o técnico Luiz Felipe Scolari atribuiu o sucesso do seu trabalho no Palmeiras à disciplina imposta aos jogadores. Ele ainda completou a declaração desejando que “o nosso Brasil agora também cumpra a ordem sob a nova presidência”, de Jair Bolsonaro (PSL). Contratado no final do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, ele disse que sua contribuição ao título foi “uma palavra um pouco mais forte no vestiário”. “Dei também uma cobrança um pouco mais incisiva em alguns detalhes. Fui alguém que esse grupo soubesse que estava ali para ser campeão junto com eles. Não precisava de nada de mais e nada de menos. Precisa da vontade deles e da determinação de cumprir ordens”, disse Felipão. “Acho que ao cumprir ordens trilhamos caminhos muito bons e espero que o nosso Brasil agora também cumpra a ordem sob a nova presidência” , acrescentou o treinador, ao encerrar a coletiva. Por uma rede social, Bolsonaro, que é palmeirense, parabenizou a equipe pela conquista. “Parabéns, Sociedade Esportiva Palmeiras pelo título do Campeonato Brasileiro 2018! Mais que merecido!”, escreveu. A entrevista do treinador foi interrompida no meio pelos jogadores que deram um banho de gelo no técnico. Antes, ele respondeu aos seus críticos e disse que não se considera “ultrapassado”. Felipão ainda contou que vai exigir mais dos jogadores na próxima temporada. “Não sou ultrapassado, não sou o melhor [treinador] e não sou o pior. Sou um bom técnico e tenho métodos iguais aos outros”, disse Felipão, que foi questionado se a conquista do título do Campeonato Brasileiro seria uma resposta ao vexame protagonizado pela seleção na Copa de 2014. “As pessoas pensam que aquilo vai ficar marcado para o resto da minha vida. Não vai ficar. Trabalhei muito tempo no futebol e sei discernir entre um momento bom e um momento ruim. Continuo mantendo contato com a maioria dos jogadores”, acrescentou. Felipão disse que a conquista do título do Brasileiro é importante para a sua carreira, mas também para a sequência do trabalho planejado pela diretoria do clube. O título da Libertadores será a prioridade para o próximo ano. “Disse no vestiário para os jogadores se prepararem para maiores cobranças”, afirmou o treinador.

Judocas baianos levam quatro medalhas em penúltimo dia de Jogos Escolares da Juventude

/ Esporte

Judocas baianos se destacam em jogos. Foto: Divulgação / Sudesb

Judocas baianos brilharam nas lutas deste sábado (24), penúltimo dia de competições dos Jogos Escolares da Juventude em Natal (RN). Ana Karolina da Silva conquistou a medalha de ouro, na categoria até 40 kg, para atletas de 15 a 17 anos. Estudante do Colégio Estadual Professor Antônio Balbino, de Madre de Deus (BA), ela derrotou na final a amazonense Samanta Santo. Completa a lista os três medalhistas de bronze: Geferson da Silva, 16 anos, do colégio estadual Edson Carneiro, de Salvador, categoria ligeiro; Yuri Dórea, 17 anos, do Instituto Educar, município de Jequié, categoria leve, e Adrian da Silva, 17 anos, do colégio estadual Luíza Mahin, também de Jequié, categoria meio leve.   “Esta foi a minha terceira medalha nos Jogos Escolares. Ano passado eu fui bronze no individual e prata por equipe. Estou muito feliz por ter chegado ao topo do pódio. O foco agora é treinar para disputar o Circuito Mundial”, comemorou, a medalhista de ouro, Ana Karolina. Duas medalhas de bronze foram conquistadas pela Bahia na modalidade de Luta Olímpica. A primeira veio com Enzo Espínola, do colégio Sartre Monet, de Lauro de Freitas e a segunda com Anna Luísa Monteiro, do colégio estadual Luís Eduardo Magalhães, de Juazeiro. Até o momento, a Bahia já conquistou 15 medalhas: 3 de ouro, 6 de prata e 6 de bronze. Todas elas conquistadas pela ginástica rítmica (seis medalhas, inclusive duas de ouro), natação (quatro), luta olímpica (duas) e judô (quatro). Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Toda a delegação baiana, que em sua totalidade soma pouco mais de 130 pessoas – atletas, técnicos, fisioterapeuta, jornalista e oficiais – viaja com apoio do Governo da Bahia, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.

Jequié tem difícil missão contra São Francisco valendo vaga na semifinal do Baiano Feminino

/ Esporte

Jequié e Conde se enfrentam neste sábado. Foto: Emanuel Jr.

A Federação Bahiana de Futebol (FBF), definiu o jogo da quartas de final do Campeonato Baiano de Futebol Feminino entre Jequié e São Francisco para sábado (24/11) as 14:30. Jequié junto com Vitória tem 100% de aproveitamento e vai encarar a equipe hegemônica do Estado o São Francisco E.C, que é o maior vencedor da história deste campeonato, Série A do Campeonato Brasileiro e ainda se mantém invicta, sem tomar gols no certame. Logo o Estádio Waldomiro Borges será o palco desta grande partida de futebol em o único jogo de ida. Em caso de empate no tempo normal, a partida será decidida nas cobranças pênaltis, os ingressos na bilheteria ao preço de 10 reais. A equipe do ADJ Feminino tem o apoio: MovieUp Academia Integrada, Supermercados Jambo, Prefeitura Municipal de Jequié, Jequié Turismo, Jequié Som, Petyan, Edizio Esporte e Dacasa Financeira.

Bahia bate o Fluminense na Fonte Nova e fica perto de vaga na Copa Sul-Americana

/ Esporte

Zé Rafael e Edigar marcaram os gols. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O que já estava desenhado, agora está matematicamente confirmado: o Bahia vai jogar a Série A em 2019. O tricolor venceu o Fluminense por 2×0, nesta quinta-feira (22), na Fonte Nova, e eliminou qualquer possibilidade de rebaixamento. De quebra, o Esquadrão ficou bem perto de cravar uma vaga na Copa Sul-Americana do próximo ano. Os dois gols do triunfo foram marcados por Zé Rafael e Edigar Junio, ambos no segundo tempo. Antes do início da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ex-jogador Tirson, ídolo tricolor na década de 70, que morreu nesta quinta-feira (22). O Bahia volta aos gramados no próximo domingo (25), quando encara o América Mineiro, às 18h (horário da Bahia), no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio acumulado é R$ 70 milhões

/ Esporte

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do sorteio 2099 da Mega-Sena realizado ontem (21) em Campos Belos (GO), e o prêmio ficou acumulado. Para o próximo sorteio, que acontece sábado (24), a premiação é estimada em R$ 70 milhões. Os números sorteados foram: 05 – 15 – 20 – 27 – 30 – 58. Os 97 apostadores que acertaram a quina vão levar R$ 34,4 mil cada e as 7.549 apostas que acertaram a quadra vão ganhar R$ 633,2 cada. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Aderllan pede desculpas após fazer gol contra na derrota do Vitória para o Cruzeiro: ”O pior dia”

/ Esporte

Goleiro João Gabriel consola Aderllan. Foto: Estadão Conteúdo

Aderllan foi o protagonista negativo da goleada por 3×0 sofrida pelo Vitória nesta quarta-feira (21), no Mineirão, para o Cruzeiro. O zagueiro foi autor do gol contra que abriu o placar na etapa inicial para a Raposa e do pênalti que ampliou a vantagem adversária no início do segundo tempo. Mas, ao deixar o campo, Aderllan teve personalidade. Não fugiu dos microfones dos repórteres e dirigiu-se à torcida rubro-negra: ”Difícil falar. A gente luta, tenta fazer as coisas certas, mas acaba penalizado pelo gol contra, pelo pênalti. Saio daqui com uma tristeza muito grande”, disse à TV Bahia. ”É pedir perdão aos meus companheiros e aos torcedores. Hoje é o pior dia da minha vida no futebol. Todo mundo sabe da minha luta. É pedir perdão, não tem o que falar. É noite para esquecer. Na semana passada foi meu companheiro (Ramon, contra o Atlético-PR, no sábado, 17) e hoje fui eu. Coisa amarga, nunca passei por isso. É tentar ganhar os outros dois jogos para sair dessa situação”, completou o defensor. Com a derrota por 3×0, o Vitória segue na 19ª colocação, com apenas 36 pontos. O Sport, 16º colocado e primeiro fora da zona de rebaixamento, tem 38. Restam dois jogos para o rubro-negro na Série A, contra Grêmio e Palmeiras, e a equipe pode chegar aos 42. Para não afundar no Z4, o Leão tem que secar os adversários diretos nesta quinta-feira (22). O Vasco (15º), que recebe o São Paulo às 19h, e o Ceará (14º), que recebe o Paraná às 20h, precisam perder. Já Sport e Chapecoense, que se enfrentam em Chapecó às 20h, precisam empatar. Todos os horários são da Bahia. Na 37ª rodada o Vitória recebe o Grêmio, no domingo (25), às 16h, no Barradão. Será a despedida do Leão da sua casa em 2018. Na última rodada, o rubro-negro visita o Palmeiras, dia 2 de dezembro.

Contra Z4, Vitória terá pela frente sua pior sequência na Série A do Campeonato Brasileiro

/ Esporte

Leão precisa de 66% de aproveitamento. Foto: Maurícia da Matta

Para torcer por uma reação na Série A e a fuga do rebaixamento, o torcedor do Vitória precisa ter fé e evitar olhar para o passado. É que, nesta reta final de campeonato, o rubro-negro vai encarar a sequência em que teve seu pior desempenho no 1º turno. Restam quatro jogos para o Leão no Brasileiro. O primeiro é neste sábado (17), às 18h (horário da Bahia), no Barradão, contra o Atlético-PR. Na sequência tem o Cruzeiro, na quarta-feira (21), no Mineirão; o Grêmio, no dia 25, em Salvador; e o Palmeiras, no dia 2 de dezembro, em São Paulo. O próximo adversário foi o mesmo time que, no 1º turno, aplicou 4×0 no rubro-negro em partida realizada em Curitiba. Aquele foi o último jogo do técnico Vagner Mancini no clube. Curioso é que, antes de assumir o time para enfrentar o Bahia, no domingo (11), o técnico João Burse só tinha dois jogos no comando interino do Vitória. Foram justamente diante do Cruzeiro e do Grêmio. Contra a Raposa, empate por 1×1 no Barradão. Diante dos gaúchos, goleada por 4×0 em Porto Alegre. Contra o Palmeiras, outra goleada: 3×0. Aquele foi o último jogo do 1º turno e primeiro sob o comando de Carpegiani. A sequência negativa teve, portanto, os três técnicos que ficaram à frente do Vitória na temporada. Somando com a  derrota para o Flamengo, na primeira rodada do 2º turno, o Leão fechou naquele momento cinco jogos sem vencer. Foi uma das duas maiores sequências do rubro-negro sem vitória na Série A. A outra é a atual. O Vitória completou na última quarta-feira (14), no mesmo dia em que empatou por 0x0 com o Sport, exatamente um mês sem vencer no Brasileiro. A última vez foi diante da Chapecoense, por 1×0, fora de casa. Gol de Lucas Fernandes. A diferença do atual jejum de cinco jogos para o anterior é o número de pontos somados. No primeiro, o Leão empatou uma partida e perdeu quatro. Agora, inverteu a lógica: empatou quatro e perdeu apenas uma.

Baita desafio
Na sequência dos quatro jogos finais do 1º turno, com um ponto somado em quatro jogos, o Leão teve 8% de aproveitamento. Agora, na mesma sequência, só que no returno, a estimativa é que o time precisa de 66% de rendimento para evitar a queda. A lógica é a seguinte: a linha de corte projetada pelos matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para evitar o rebaixamento é de 44 pontos. O Vitória tem 36 – ou seja, precisa somar 8 pontos dos últimos 12 disputados. Em resumo, seria um desempenho de campeão brasileiro. Atualmente, só o Palmeiras, líder da Série A, tem aproveitamento igual ou melhor. O do Verdão é de 68%. Na referida sequência final do 1º turno, o Vitória sofreu 12 gols em quatro partidas. Isso equivale a quase 22% dos gols tomados pelo rubro-negro durante todo o campeonato – atualmente a equipe tem a pior defesa da Série A, com 55 tentos sofridos. O técnico João Burse confia na reação, começando pelo duelo com o Atlético-PR: ”A torcida vai nos apoiar. Os jogadores têm correspondido em campo. Eles viram isso durante o jogo contra o Bahia, contra o Sport, (o time) se doando, tentando acertar. Não está faltando entrega”. *Correio da Bahia

Vitória fica no empate com o Sport e segue na zona de degola do Campeonato Brasileiro

/ Esporte

Vitória não conseguiu marcar gol contra Sport. Foto: Divulgação

No confronto direto na luta contra o rebaixamento, Vitória e Sport não saíram do 0x0, na noite desta quarta-feira (14), no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, e continuam em situação delicada no Brasileirão. Com 36 pontos, o rubro-negro baiano segue estacionado na 18ª colocação e pode cair uma casa no complemento da rodada caso o América Mineiro vença o Internacional, na quinta-feira (15), no Beira-Rio, em Porto Alegre. Agora, faltam apenas quatro jogos na missão de manter o time na Série A.

Com gol de letra de Edigar Junior nos acréscimos, Bahia vence o Ceará de virada

/ Esporte

Edigar Junio decidiu para o Bahia. Felipe Oliveira / EC Bahia

A primeira virada do Bahia na Série A não poderia ter mais a cara do clube. Com um gol de Edigar Junio, aos 47 minutos do segundo tempo, o tricolor venceu o Ceará por 2×1 e encaminhou a permanência na Série A do ano que vem. Nas 12 edições do Brasileirão com 20 clubes, no formato de pontos corridos, apenas quatro vezes um clube foi rebaixado com 44 pontos.

Jequié aplica nova goleada em Maracás no Baiano Feminino 2018; time venceu por 18×0

/ Esporte

Jequié construiu um grande resultado. Fotos: Emanuel Júnior

O Jequié aplicou uma das maiores goleadas no Campeonato Baiano Feminino 2018. No sábado (18), em Maracás, o time venceu por 18×0, em uma tarde iluminada, onde atletas como Ju e Itacaré brilharam na artilharia, com 6 gols cada uma. O domínio da equipe foi completo, do primeiro ao último minuto do jogo. O comportamento do Jequié tem sido esse, desde o começo da competição, impondo o seu ritmo de jogo, atuando de maneira ofensiva, encurtando os espaços, dificultando a atuação dos adversários. O Jequié voltará a campo na próxima quinta-feira, dia 15, um feriado, para enfrentar Conquista no Waldomirão. A partida será às 15 horas. O diretor do departamento de futebol feminino e treinador, Tinho, espera contar com a presença maciça do torcedor para incentivar a equipe, que no ano passado, sagrou-se vice-campeão estadual, numa campanha surpreendente. Com informações do site Jequié e Região

Denunciado por vídeo gravado após triunfo sobre o Bota, Zé Rafael é absolvido e pode jogar o BaVi

/ Esporte

Zé Rafael está liberado para o clássico BaVi. Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (05), o meia-atacante Zé Rafael foi julgado e absolvido na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. Ele foi denunciado por conta de um vídeo gravado após o triunfo sobre o Botafogo, pela Série A do Brasileiro, que acabou viralizando nas redes sociais. Na publicação, o atleta tricolor faz algumas provocações no vestiário e acaba xingando o volante Rodrigo Lindoso, do clube carioca. Logo após o episódio, o atleta pediu desculpas pelo ocorrido em sua conta oficial no Instagram . Diante disso, Zé foi acusado de ”Conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” e corria o risco de pegar até seis partidas de suspensão, o que acabou não acontecendo. Com a absolvição, o camisa 10 está liberado e poderá atuar no próximo desafio do Esquadrão, que será o clássico BaVi, às 16h do próximo domingo (11), no Barradão. Com informações do Bocão News

Mega-Sena não tem acertador e prêmio acumula em R$ 10 milhões para o próximo sorteio

/ Esporte

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas Mega-Sena e o prêmio acumulado para o próximo sorteio, segundo estimativa da Caixa, é R$ 10 milhões. O concurso 2.093 foi, realizado na noite desta quarta-feira (31), no Caminhão da Sorte estacionado na cidade de Arapiraca, em Alagoas. Os números sorteados foram: 08 – 14 – 27 – 34 – 52 – 54. A quina teve 46 apostas vencedoras, cada uma vai receber R$ 33.553,03. A quadra, com 3.177 ganhadores, pagará a cada um R$ 694,02. O concurso 2.094 será realizado no próximo sábado (3). As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), do dia do sorteio em qualquer loja lotérica credenciada pela Caixa, no país. A aposta simples, com apenas seis dezenas, custa R$ 3,50.

Nos pênaltis, Bahia perde vaga para as semifinais da Sul-Americana para o Atlético-PR

/ Esporte

Bahia perdeu vaga nos pênalti. Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Mesmo sem um futebol que empolgasse, o Bahia foi heroico nesta quarta-feira (31) em Curitiba ao bater o Atlético-PR por 1×0 e forçar a decisão da vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana para os pênaltis. No jogo de ida, em Salvador, havia perdido por 1×0. O que vinha tão bem nos 90 minutos transformou-se logo num desastre. Vinícius e Zé Rafael erraram as duas primeiras cobranças, facilitando a missão do time da casa, que passou por 4×1. Agora, o Bahia só tem a Série A. No domingo (4), enfrenta a Chapecoense, na Fonte Nova, às 19h, pela 32ª rodada.

Treinador Tite convoca Allan e volta a chamar Paulinho e Douglas Costa à seleção Brasileira

/ Esporte

Tite anuncia convocação da seleção. Foto: Globoesporte.com

O técnico Tite anunciou na manhã desta sexta-feira (26), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, a convocação da seleção brasileira para os amistosos contra Uruguai e Camarões, em novembro. A grande novidade da lista é o volante Allan, 27, do Napoli (ITA), que ganha sua primeira chance com a seleção. Outro convocado pela primeira vez foi o goleiro Gabriel Brazão, 18, do sub-20 do Cruzeiro. Quem retorna à equipe é o volante Paulinho, do Guangzhou Evergrande (CHN), que ainda não havia sido chamado após a Copa do Mundo da Rússia. O atleta foi titular na campanha da equipe que parou nas quartas de final do torneio, para a Bélgica. Destaque nos dois amistosos do Brasil depois do Mundial, o atacante Douglas Costa também volta a ser chamado por Tite. O técnico havia dado um puxão de orelha público no jogador após ato de indisciplina em jogo do Campeonato Italiano. Douglas Costa, da Juventus (ITA), discutiu com Di Francesco, do Sassuolo (ITA), e deu uma cusparada no rosto do adversário. Ele recebeu cartão vermelho e e pegou quatro jogos de suspensão. Só um convocado para enfrentar Uruguai e Camarões atua no futebol brasileiro: o zagueiro Dedé, do Cruzeiro. Segundo Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, a comissão técnica optou por não convocar jogadores envolvidos na reta final do Campeonato Brasileiro. No caso do Cruzeiro, houve acordo com a equipe, campeã da Copa do Brasil e sem maiores pretensões no Nacional. Os mineiros ocupam a 10ª colocação e já estão classificados para a Libertadores de 2019. O Brasil encara o Uruguai e Camarões nos dias 16 e 20 de novembro, respectivamente. Os dois jogos serão realizados em Londres.

Confira a lista de convocados:

Goleiros
Alisson – Liverpool (ING)
Ederson – Manchester City (ING)
Gabriel Brazão – Cruzeiro

Defensores
Danilo  Manchester City (ING)
Dedé –  Cruzeiro
Fabinho – Liverpool (ING)
Filipe Luís – Atlético de Madri (ESP)
Marcelo – Real Madrid (ESP)
Marquinhos – Paris Saint-Germain (FRA)
Miranda – Inter de Milão (ITA)

Meios-campistas
Allan – Napoli (ITA)
Arthur – Barcelona (ESP)
Casemiro – Real Madrid (ESP)
Paulinho –  Guangzhou Evergrande (CHN)
Philippe Coutinho –  Barcelona (ESP)
Walace – Hannover (ALE)

Atacantes
Douglas Costa – Juventus (ITA)
Firmino – Liverpool (ING)
Gabriel Jesus – Manchester City (ING)
Neymar – Paris Saint-Germain (FRA)
Richarlison – Everton (ING)
Willian – Chelsea (ING)