Bélgica confirma favoritismo e vence estreante Panamá por 3×0 na estreia da Copa da Rússia

/ Esporte

A Bélgica lidera o grupo com 3 pontos. Foto: Divulgação/FIFA

O resultado pode até não ter sido satisfatório, mas o Panamá não pode negar que a estreia na Copa do Mundo por si só já é uma grande vitória. A equipe fez a sua estreia nesta segunda (18) contra a Bélgica e antes mesmo do início da partida emocionou os torcedores com a garra e a representatividade. Durante a execução do hino nacional, os jogadores e torcedores do Panamá não esconderam a emoção do momento histórico que o país vive. Em um primeiro tempo de 0x0, com pressão da Bélgica, favorita na partida, a seleção do Panamá conseguiu segurar bem o empate antes de levar 3 gols dos diabos vermelhos. A equipe conseguiu vencer a partida com gols de Mertens e dois de Lukaku, que empata com Diego Costa (ESP) e Cheryshev (RUS) na briga pela artilharia do Mundial, encabeçada por CR7. Mesmo sem vencer a partida, com uma única chance grande de marcar aos 8 do segundo tempo, com o fim do confronto os jogadores mais uma vez voltaram a emocionar o público ao se reunirem no gramado para fazer uma oração, enquanto a torcida exibia orgulhosamente a bandeira do país. A Bélgica lidera o grupo com 3 pontos. Na próxima rodada, os belgas enfrentam a Tunísia e o Panamá joga contra a Inglaterra.

Brasil vacila, empata com a Suíça na estreia na Copa da Rússia e fica na bronca com a arbitragem

/ Esporte

Gabriel Jesus divide bola contra a Suíça. Foto: Eduardo Nicolau

A esperada estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia ficou abaixo do esperado. O empate em 1 a 1 com a Suíça, em Rostov, foi resultado do primeiro tempo de bom futebol, toque de bola, demonstrações de talento, com uma etapa final errante, de falhas na defesa e falta de criatividade. Desde 1978 a seleção não começava um Mundial sem vitória. O placar igual em Rostov deixa lições para o próximo compromisso na Copa, contra a Costa Rica, sexta, em São Petersburgo. Neymar e Gabrel Jesus sofreram com a marcação adversária e pouco produziram. A defesa cometeu uma rara falha. A outra reflexão é que talvez um outro árbitro possa ser mais enérgico e coibir os lances violentos. O bom futebol do Brasil demonstrado durante grande para das Eliminatórias levou alguns minutos para aparecer na Copa. Os primeiros instantes foram de domínio suíço, com uma finalização perigosa de Dzemaili. A seleção pareceu no começo mesclar a ansiedade com um estudo do adversário, até começar a dominar o jogo depois de dez minutos. A paciência para tocar a bola, a aproximação dos jogadores e as triangulações pela esquerda iniciar a ditar o ritmo.

O lado do campo com Marcelo, Neymar e a aproximação de Philippe Coutinho passou a trocar passes, ter paciência e buscar uma brecha para o gol. Na primeira investida, Paulinho quase fez. Foi uma amostra de que ali era o caminho. Então, era preciso insistir. Aos 20, nova jogada pela esquerda e na sobra da zaga, Coutinho chutou de fora da área, com curva, para colocar a bola no canto de Sommer e fazer 1 a 0. A vantagem deixou a seleção ainda mais confiante a ponto de Alisson arriscar passes ousados com os pés e a defesa sair para o jogo com classe. O Brasil prosseguiu o domínio, porém sentia mais falta da participação de Neymar. Caçado pelos suíços, sofreu faltas duras e em uma delas, fez o adversário levar amarelo. Em outros lances, porém exagerou da individualidade. A equipe diminuiu o ritmo antes do intervalo e viu a Suíça passar a ter mais posse de bola. Ainda assim, sem finalizações de perigo. A torcida brasileira, presente em maior número, terminou o primeiro tempo cantando “o campeão voltou” para logo se calar quando começou a etapa final. No começo, logo aos cinco minutos, escanteio para a Suíça, Zuber se desmarca de Miranda e na pequena área, cabeceia para empatar.

O lance gerou muita reclamações dos brasileiros, principalmente sobre um empurrão do suíço no defensor antes da chegada da bola. O fato é que o empate mostrou o quanto a seleção desperdiçou no primeiro tempo um bom momento e a chance de ter ampliado, ao se acomodar. O segundo tempo era de erros de passes e perda no vigor na marcação no meio. Tite sentiu isso e para tentar conter o crescente domínio adversário, colocou Fernandinho e Renato Augusto para refoçar o setor. O Brasil melhorou, voltou a comandar a partida, mas se viu de frente a um obstáculo cruel. A arbitragem insegura do mexicano Cesar Ramos, de 34 anos, havia irritado os jogadores no momento do gol suíço, tinha deixado de marcar faltas em Neymar e não assinalou pênalti em um lance de Akanji em Gabriel Jesus. Nos minutos finais a seleção se arriscou em busca do segundo gol e a Suíça se fechou na defesa. O goleiro Sommer passou a trabalhar em cabeçadas perigosa de Neymar e Firmino. Miranda quase fez em um chute. A bola, definitivamente, não quis entrar, para a frustração do Brasil.

Não passa nada! México bota pressão e vence a poderosa Alemanha por 1×0 na Copa do Mundo

/ Esporte

Único gol foi marcado pelo meio campista Lozano. Foto: FIFA

Para quem tava colocando fé na atual campeã Mundial se surpreendeu com o jogo apertado que Alemanha fez com o México pelo grupo F da Copa do Mundo 2018, sendo derrotada por 1×0, com gol marcado pelo meio campista Lozano. Durante os 93 minutos de jogos, a Alemanha conseguiu acertar apenas 1/3 dos chutes. Das 21 tentativas e apenas 7 em direção ao gol mexicano, nenhuma foi motivo de preocupação para o goleiro Ochoa, destaque da partida por não deixar passar nem fio de cabelo no arco mexicano. Quem deixou a torcida mexicana de cabelo em pé foi o atacante Chicharito, que logo no primeiro tempo perdeu a oportunidade de marcar para o México ao disparar em um contra-ataque e ao ficar próximo do gol driblar, ao invés de mandar para a rede. Apesar do único gol do México, a seleção mostrou um contra-ataque lento, perdendo a oportunidade de aumentar a diferença no placar. Em campo pode-se perceber uma Alemanha preocupada e bastante estressada com a derrota, resultado do cartão amarelo do zagueiro Hummels e do meio campista Muller, uma das estrelas do fatídico 7×1. O que preocupa os brasileiros é um possível encontro com a Alemanha já nas oitavas de finais caso a seleção se classifique em primeiro no seu grupo e a atual campeã passe em segundo no grupo F, dado a atuação da Alemanha no primeiro jogo do Mundial.

Mega-Sena acumula e pagará R$ 35 milhões na quarta-feira; veja as dezenas sorteadas

/ Esporte

O Concurso 2.050 da Mega-Sena, com prêmio previsto de R$ 30 milhões, foi sorteado na noite desse sábado (17) em Pelotas (RS). Nenhum apostador acertou as dezenas 08 31 32 33 38 50. Trinta e quatro apostas acertaram a quina e cada uma levará prêmio de R$ 75.709,93. Mais de 3,5 mil bilhetes acertaram quatro dezenas e levam prêmio de R$ 1.038,79 cada. O próximo concurso, que será sorteado na quarta-feira (20), tem prêmio acumulado em R$ 35 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas lojas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país.

Sérvia vence Costa Rica com gol de Kolarov, na partida que abriu o Grupo E da Copa do Mundo

/ Esporte

A rede balançou após cobrança de falta do capitão. Foto: FIFA

Um lindo gol de falta do capitão sérvio, Aleksandar Kolarov, assegurou uma vitória de 1 x 0 da Sérvia sobre a Costa Rica, neste domingo (17), na partida que abriu o Grupo E da Copa do Mundo, que tem o Brasil como cabeça de chave. O lateral-esquerdo bateu a falta por cima da barreira, colocando a bola no ângulo direito, sem chances de defesa para o goleiro Keylor Navas, aos 11 minutos do segundo tempo de partida na Arena Samara. A Costa Rica, que no Mundial de 2014 no Brasil fez boa campanha e chegou até as quartas de final, pressionou em busca do empate, mas a Sérvia se posicionou bem na defesa e chegou perto de ampliar diversas vezes em jogadas de contra-ataque. Costa Rica e Sérvia serão os próximos adversários do Brasil no Grupo E do Mundial após a estreia da equipe brasileira mais tarde neste domingo contra a Suíça. Com o Brasil como franco favorito para terminar em primeiro do grupo, a vitória deu aos sérvios três pontos possivelmente fundamentais para buscar a classificação em segundo lugar, enquanto a Costa Rica ficou em uma situação complicada.

Após demissão de Guto Ferreira, Enderson Moreira é confirmado como novo treinador do Bahia

/ Esporte

Enderson Moreira vai comandar o Bahia. Foto: Reprodução

O Esporte Clube Bahia demorou, mas finalmente acertou com o seu novo treinador. Trata-se de Enderson Moreira, que pediu demissão do América Mineiro após quase três anos à frente do time. A notícia foi dada em primeira mão pelo repórter Nilson Luiz, no programa 100% Bahia da rádio Itapoan FM. O Coelho anunciou oficialmente o desligamento do treinador através do twitter do clube. Enderson Moreira comandou o América Mineiro em 110 partidas, sendo 3 em 2009, 24 em 2016, 56 em 2017 e 27 neste ano, sendo que nesta temporada foram 11 vitórias, 6 empates e 10 derrotas, com 31 gols feitos e 31 gols sofridos.

Em estreia, Croácia vence Nigéria por 2 a 0 pela 1ª rodada do grupo D da Copa do Mundo

/ Esporte

Croácia assumiu a liderança do grupo D. Foto: Divulgação/FIFA

Com gols de Etebo (contra) e Modric, de pênalti, a Croácia venceu a Nigéria neste sábado (16), por 2 a 0, pela 1ª rodada do grupo D da Copa do Mundo. Com o empate em 1 a 1 entre Argentina e Islândia, a Croácia assumiu a liderança do grupo, com 3 pontos. A Nigéria, por sua vez, é a última.

Com direito a pênalti perdido por Messi, Argentina estreia com empate contra a Islândia

/ Esporte

Messi perde pênalti contra Islândia e seleções. Foto: Divulgação/FIFA

O segundo jogo desse super-sábado de Copa do Mundo envolveu mais uma seleção que sempre chega como uma das favoritas ao título, a Argentina, contra a grande novidade deste Mundial, a Islândia, que atua pela primeira vez na competição. E apesar do grande favoritismo dos ”hermanos” sul-americanos, a partida terminou empatada pelo placar de 1 a 1. Como já era esperado, desde o início do duelo os argentinos tomaram as principais iniciativas para buscar o gol. Porém, os islandeses se fechavam muito bem em duas linhas defensivas bem compactadas e dificultavam o serviço do adversário. Até que aos 19 minutos, o atacante Aguero recebeu a bola dentro da área, girou e bateu forte para abrir o placar. Mas a alegria azul e branca durou pouco tempo. Aos 23 minutos, numa jogada onde a bola ficou viva dentro da área da Argentina, Alfred Finnbogason chutou da entrada da pequena área para fazer o primeiro gol da história da Islândia em uma Copa do Mundo, e para empatar o marcador. Na segunda etapa, assim como na primeira, os argentinos seguiram pressionando o adversário em busca do gol, mas esbarravam numa defesa bem postada e num goleiro inspirado. Aos 19 minutos veio a grande chance, um pênalti para um dos melhores goleiros do mundo, Messi, bater. Porém, o inspirado arqueiro islandês mais uma vez impediu o tento. Com isso, a Argentina seguiu pressionando até o final do jogo, mas a defesa adversária e os seus próprios erros fizeram os comandados de Sampaoli saírem sem os três pontos. Agora na próxima rodada os argentinos vão enfrentar a seleção da Croácia, em partida que acontece às 15h da próxima quinta-feira (21). Já a Islândia volta a campo na sexta-feira (22), às 12h, para enfrentar a Nigéria.

Copa 2018: Em jogo histórico, VAR entra em ação e França derrota a Austrália no sufoco

/ Esporte

A França venceu a Austrália no sufoco. Foto: Getty Images

A França venceu a Austrália na manhã deste sábado (16), na Arena Kazan, por 2 a 1, em um jogo histórico. Foi a primeira vez que o árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) mudou uma decisão do árbitro, culminando em pênalti para a França (marcado por Griezmann). Também foi  a primeira partida em 2018 com um gol assinalado com o sensor ativado pelo chip na bola, que, após chute de Pogba, bateu no travessão e então atrás da linha do gol da Austrália, antes de voltar para o campo (em 2014, o recurso já havia sido utilizado).

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 30 milhões ao apostador no sorteio deste sábado

/ Esporte

A Mega-Sena pode pagar, neste sábado, o prêmio de R$ 30 milhões a quem acertar as seis dezenas do prêmio principal. O sorteio do concurso 2.050 está previsto para as 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte estacionado na Avenida Presidente Goulart, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. De acordo com a Caixa, o prêmio aplicado na poupança renderia aproximadamente R$ 111 mil mensais. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) destre sábado em qualquer lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

Com show de Cristiano Ronaldo, Portugal e Espanha empatam em 3 a 3 na estreia

/ Esporte

CR7 se igualou a Puskás como o 2º maior artilheiro. Foto: FIFA

A previsão se cumpriu. Em um grande jogo, Portugal e Espanha empataram por 3 a 3 nesta sexta-feira (15), pela 1ª rodada do grupo B da Copa do Mundo. Logo aos três minutos, Cristiano Ronaldo converteu pênalti sofrido por ele próprio. O empate da Espanha veio ainda aos 23 da primeira etapa: Diego Costa passa por três marcadores e bateu no canto de Rui Patrício, fazendo um belo gol. Quando a Espanha controlava as ações e parecia mais próxima do segundo gol, CR7 apareceu de novo e, com frango de De Gea, colocou os lusos novamente à frente, aos 43. No segundo tempo, aos 9 minutos, Diego Costa completou jogada área e deixou o placar igual novamente. Aos 12, veio a virada, com bonito chute de Nacho. Aos 42, porém, o craque português deu números finais à partida, em cobrança de falta com muita categoria. Com o desempenho nesta sexta, Cristiano igualou Puskás como o segundo maior artilheiro entre todas as seleções, com 84 gols.

Em sua estreia na Copa da Rússia, o Irã bateu o Marrocos por 1 a 0, com gol no final

/ Esporte

Irã bateu o Marrocos por 1 a 0 com gol contra. Foto: Divulgação/FIFA

Em sua estreia na Copa da Rússia nesta sexta-feira (15), o Irã bateu o Marrocos por 1 a 0, com gol no final, aos 49 do segundo tempo. Para deixar tudo ainda mais sofrido para a seleção africana, Bouhaddouz desviou de cabeça contra as próprias redes. Essa é a segunda vitória da seleção iraniana na história das Copas do Mundo. O time passou por um jejum de 20 anos, a primeira vitória do Irã foi um placar de 2×1 em 98 contra os Estados Unidos.

Uruguai venceu o Egito no segundo jogo da primeira rodada pelo grupo A da Copa da Rússia

/ Esporte

Zagueiro José Giménez marcou de cabeça. Foto: FIFA/Divulgação

O Uruguai venceu o Egito por um a zero no segundo jogo da primeira rodada pelo grupo A da Copa da Rússia. O atacante Luiz Suárez, do Barcelona, passou em branco, perdeu, pelo menos, três chances claras de gol, mas foi zagueiro José Giménez, de cabeça, quem marcou para o time sulamericano. A sensação do Liverpol, o atacante egípcio Salah, que se recupera de lesão, foi poupado na estréia da equipe no mundial e coube ao goleiro El Shenawy ser o destaque do jogo com defesas importantes que pararam o ataque uruguaio. O resultado deixou o Uruguai na segunda posição do grupo, empatado em pontos com a Rússia que venceu a Arábia Saudita por cinco a zero na quinta-feira (14) e leva vantagem no saldo de gols.

Com golaço de Mena, no fim do jogo, Bahia supera o Corinthians na na Arena Fonte Nova

/ Esporte

Mena fez o golaço do Bahia. Foto: Felipe Oliveira/E.C. Bahia

Foi na raça, no fim, mas o que vale são os três pontos. Com um gol salvador do chileno Mena, aos 45 minutos do 2º tempo, o Bahia conseguiu derrotar o Corinthians ontem por 1 a 0, na Arena Fonte Nova. Com o resultado, o Esquadrão chega aos 12 pontos e apesar de permanecer na zona de rebaixamento, na 17ª posição, o Tricolor vai para a parada da Copa do Mundo com a mesma pontuação do rival Vitória, o primeiro time fora do Z-4. Agora, o Tricolor foca suas atenções na Copa do Nordeste, competição na qual pega o Ceará na próxima quinta (21), às 21h45, no estádio do Castelão, pelo jogo de ida das semifinais do torneio regional. A partida de volta será no dia 26, uma terça-feira, também às 21h45, na Arena Fonte Nova. Pelo Brasileiro, o Esquadrão só volta a jogar no dia 19 de julho, na Arena Condá, contra a Chapecoense.