Prefeito da cidade de Coronel João Sá rebate Inema: ”A barragem transbordou e rompeu”

/ Entrevista

Prefeito Carlos Sobral, de Coronel João Sá. Foto: TV Bahia

O prefeito Carlos Sobral, de Coronel João Sá, cidade atingida pela falha da barragem Riacho Lagoa Grande, rebateu o Inema, afirmando que a construção rompeu.

”A barragem rompeu, sim. Primeiro transbordou água e depois rompeu. Agora, a água já baixou, mas estamos com 150 famílias desabrigadas e muito prejuízo com a perda de casas e com os comércios”, disse o gestor, na manhã desta sexta-feira (12), segundo informações do site bahia.ba

O que disse o Inema?

O diretor do órgão ambiental, Eduardo Topazio, declarou que a barragem havia apenas transbordado. Para ele, a construção inundou por causa da água da chuva.

Segundo Topazio, a presença da Riacho Lagoa Grande foi benéfica para a cidade, já que a barragem reteve o aguaceiro.

”A barragem contribuiu para a inundação não ser maior. A cidade ficou inundada por causa da chuva. Existe um certo alarmismo por causa da mineração, mas não existiu rompimento ali. O que aconteceu foi que choveu e aquela região é bem quente, isso é um fenômeno da natureza”, afirmou o diretor do Inema.

Rui rebate Arthur Maia: ”Não troco a defesa do povo da Bahia por emenda de 20 milhões”

/ Entrevista

Rui Costa comenta a reforma. Foto: Matheus Morais/Bahia.ba

O governador Rui Costa (PT) rebateu a declaração do deputado federal Arthur Maia (DEM), que acusou o petista de ”jogar para plateia” quando o assunto é a reforma da Previdência, pois no fundo sabe a necessidade da aprovação para o equilíbrio das contas do Estado.

Mais uma vez, Rui afirmou que não irá trocar ”a defesa do povo da Bahia” por qualquer ”emenda de 20, 30, 40 milhões de reais”: ”Essa é a opinião dele. Os meus valores são os meus, e os deles são os deles”, afirmou o governador. “Cada um se guia pelos seus valores”, acrescentou, segundo o site bahia.ba.

Às vésperas da votação da reforma no plenário da Câmara, o governo federal concedeu a liberação de verbas em busca de votos para a aprovação. Ao todo, segundo informações de O Globo, só nos cinco primeiros dias de julho foram garantidos R$ 2,5 bilhões – valor superior ao observado durante todo o ano, até o mês de junho.

”Optou por não ter uma base”, afirma Neto ACM sobre relação Planalto e Congresso

/ Entrevista

ACM diz que Bolsonaro não tem base. Foto: : Vagner Souza/ BNews

Na avaliação do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, é difícil fazer uma perspectiva sobre a relação entre Planalto e Congresso, já que, segundo o chefe do executivo municipal, Bolsonaro escolheu ”não ter uma base”.

”Acho que vai acontecer de acordo com cada tema. E quando o interesse do país estiver em jogo, espero que o Congresso faça como tá fazendo agora, com a reforma da Previdência”, disse, durante coletiva realizada nesta segunda-feira (8), para anunciar novos voos diretos entre Santiago do Chile e Salvador.

Para Neto, a reforma da Previdência será aprovada, e por um esforço maior do Congresso, em relação ao Governo. ”Quem assumiu a liderança do processo foi o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)”, afirmou. Com informações do BNews

Prefeito de Jequié responsabiliza concessionária Via Bahia por ”crateras” na entrada da cidade

/ Entrevista

Sérgio endurece críticas a Via Bahia. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira (PSB), respondeu aos questionamentos da população e da imprensa, sobre as crateras que se formam na no Trevo do Poliduto, no perímetro urbano da BR-116, na entrada da cidade e que tem complicado a trafegabilidade de veículos no local.

Em entrevista ao Blog Marcos Frahm, o chefe do Executivo de Jequié responsabilizou a concessionária Via Bahia pelo desleixo e disse ter audiência marcada com representantes da empresa que administra a rodovia para tratar do assunto. ”Tem um ano e meio que, através da prefeitura, temos provocado constantemente a Via Bahia, com reuniões em Jequié e lá na sede da empresa, em Salvador. Temos um convênio para ser assinado e que vai tornar mais barato o custo da iluminação da BR-116 por parte da Via Bahia no trecho de Jequié e nós não assinamos, pois ela está pendente com o município e já ultrapassou os limites da irresponsabilidade no que se refere à iluminação e manutenção de péssima qualidade da rodovia no perímetro do nosso município”.

O prefeito garante que a problemática do Trevo do Poliduto, onde está instalada a base da Petrobras, trecho que registra diariamente grande fluxo de veículos, será o principal assunto em pauta de uma audiência marcada para o próximo dia (08/07), na sede da Prefeitura e endurece críticas a concessionária. ”O trevo é de competência da concessionária e a relação tranquila entre município e Via Bahia já está passada. Nós vamos nos reunir com eles e lutar para que os direitos do município no que concerne aos serviços prestados sejam prevalecidos. A população está correndo sérios riscos de acidentes e assaltos e queremos providências urgentes”, concluiu.

Motoristas que passam pelo local relatam que a situação se agravou com as chuvas que caíram na região nos últimos dias. O trecho te se tornado perigoso e os usuários que utilizam a via a noite temem ações criminosas.

Secretário Vilas-Boas apresentará projeto ”próprio” do Programa Mais Médicos para a Bahia

/ Entrevista

Secretário de Saúde, Vilas-Boas. Foto: Blog Marcos Frahm

Desde a saída dos Mais Médicos, em novembro de 2018, a Bahia ainda é o estado do Brasil com maior déficit de profissionais. De acordo com o Ministério da Saúde, no mês de maio, 132 vagas ainda precisavam ser preenchidas em cidades baianas. Para tentar atender as demandas nos municípios que estão com vagas abertas, a Secretaria de Saúde do Estado de Saúde (Sesab) apresentará, nos próximos dias, um programa similar ao Mais Médicos, mas com profissionais brasileiros.

Segundo o titular da pasta, Fábio Vilas-Boas, a Sesab fez um levantamento há dois meses para realizar o projeto. Neste programa, os médicos contratados seriam brasileiros formados dentro ou fora do país. Uma outra modelagem do programa é criar uma residência em família e comunidade para os estudantes de medicina. ”Essas três modelagens seriam aplicadas para o Mais Médicos na Bahia ou no Nordeste. Já concluímos esse projeto e vamos apresentar ao governador”, afirmou Vilas-Boas, na quinta-feira (27).

O titular da Sesab disse que não tem informações sobre o contato que os gestores do Nordeste fizeram com a Opas, organização pan-americana responsável pela exportação de profissionais de saúde, para retomar o contato com os médicos estrangeiros. ”Não conversei sobre isso com o governador. A única coisa que sei é que o governador do Piauí fez um contato com a organização do Mais Médicos”, declara o secretário.

Menandro vai virar maternidade

Para Fábio, a chegada no Hospital Metropolitano deverá movimentar a economia das cidades que ficam na Região Metropolitana de Salvador. O secretário diz que, se o hospital for inaugurado em dezembro, dois mil empregos devem ser gerados na região. ”O hospital vai ter um forte impacto nas cidades dali. Vamos ter uma organização para contratar esses profissionais”, diz titular da Sesab.

Com 78% das obras concluídas, o hospital vai substituir o Hospital Geral Menandro de Farias, que fica na Estrada do Coco, em Lauro de Freitas. Com o Metropolitano, o HGMS será uma hospital materno-infantil. ”O Metropolitano vai atender todas as especialidades, mas  única coisa que o hospital não irá atender é a parte de obstetrícia e pediatria, que ficará com o Menandro”, informa Vilas-Boas.

E a fila da regulação?

Um dos projetos da atual gestão da Sesab é acabar com a fila da regulação. De acordo com o secretário, ainda não há prazo específico para a pasta zerar o número de pacientes. ”Eu não tenho esse prazo. Nó estamos avançando, mas a gente ampliou a capacidade do sistema e o volume de pedidos dobrou. Nós já tivemos uma grande melhora, porque houve uma redução de mais de 77% de pacientes”, conta.

Prefeito de cidade de Candeias defende candidatura de Cacá Leão à prefeitura de Salvador

/ Entrevista

Dr. Pitágoras defende nome de Cacá. Foto: Paulo M. Azevedo/BNews

Durante a festa junina, no município de Candeias, neste sábado (22), o prefeito Dr. Pitágoras (PP) fez elogios à gestão de ACM Neto (DEM) e defendeu a candidatura de Cacá Leão (PP) para assumir a prefeitura de Salvador. ”Neto fez uma boa gestão e não existe nenhum político que reúna todas as características para poder assumir a prefeitura de Salvador e fazer um trabalho tanto quanto Neto fez como Cacá Leão”, disse ao site BNews.

No entanto, quando questionado sobre a candidatura do presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior (SD), o edil declarou que também seria uma boa opção para a capital baiana. ”Um ótimo candidato, ele é o presidente da Câmara de Salvador, tenho certeza que vai realmente agregar muito ao nosso partido”.

Além disso, o prefeito de Candeias fez uma análise da sua gestão e confirmou a reeleição. Segundo ele, é necessário mais de quatro anos para realizar as transformações que a cidade precisa. ”Esses dois anos e meio de mandato tem sido um desafio muito grande, a gente encontrou uma prefeitura com uma terra arrasada e a gente entende hoje que somente quatro anos é muito pouco para fazer toda a transformação que Candeias realmente precisa. A reeleição é certeza”.

 

”Sou completamente contra”, diz ACM Neto sobre projeto de Bolsonaro para leis de trânsito

/ Entrevista

”Sou inteiramente contra”, disse. Foto: Reprodução/Bahia.ba

O prefeito de Salvador, ACM Neto, é contra o projeto que o  presidente Jair Bolsonaro encaminhou para o Congresso Nacional,alterando trechos no Código de Trânsito Brasileiro. Em coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (5), o presidente do DEM disse que votaria contra a proposta, caso fosse deputado.

”Sou contra o projeto que presidente encaminhou. Não sou a favor que se flexibilize e acho que a gente precisa dar mais segurança no trânsito. Sou inteiramente contra. Se fosse deputado, votaria contra”, reiterou Neto.

Para o democrata, a proposta polêmica, que foi enviada pelo presidente na terça-feira (4), não tira o foco da reforma da Previdência. ”Não vou ser sensor da iniciativa do presidente […] Não posso censurar ele. O congresso tem condições de avaliar muitas coisas ao mesmo tempo”, afirmou o presidente do DEM.

Na coletiva, o prefeito ainda afirmou que não foi pressionado pela bancada evangélica para vetar parte do Estatuto da Igualdade Racial. ”Isso é inteiramente falso. Não há nenhuma pressão e ninguém me procurou para falar disso. Todos sabem da minha posição, afinal, quem encaminhou esse projeto para a Câmara? Fui eu! Quem assinou o projeto? Fui eu”, declarou Neto.

Presidente do TRE-BA pede apoio a classe política para eleitores que ainda não fizeram biometria

/ Entrevista

Desembargador Jatahy Júnior, do TRE. Foto: Leandro Fonseca/BMF

Facilitar o acesso do eleitor ao serviço do recadastramento é umas das prioridades do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) nessa nova fase da biometria na Bahia. O assunto foi abordado pela redação do Blog Marcos Frahm, durante entrevista com o presidente da Corte, o desembargador Jatahy Júnior, na noite desta quinta-feira (23), quando visitou o município de Jequié para prestigiar a solenidade de outorga de Comenda ao desembargador do TJ-BA, o jequieense Raimundo Sérgio Cafezeiro , na Câmara Municipal.

De acordo com o presidente do TRE,  a preocupação da Justiça Eleitoral baiana é alcançar o eleitor. ”Esse é o nosso desafio. Para isso, vamos colocar posto onde está precisando, principalmente nos distritos mais distantes da sede. Podemos fazer convênio com qualquer órgão, entidade ou com a ajuda de quem tiver a boa vontade, contanto que a Justiça Eleitoral chegue mais perto do eleitor”.

A nova fase da biometria no estado tem como prioridade o atendimento por hora marcada. O agendamento pode ser feito na internet, na página agendamento.tre-ba.jus.br ou pela central telefônica. Na ocasião, o presidente anunciou o número gratuito para agendar o serviço (0800 071 6505), que estará disponível na próxima segunda-feira (27/5).

Apoio da classe política

O presidente chamou a atenção para as implicações geradas ao eleitor, que não fizer o recadastramento biométrico. ”As revisões levarão, imperiosamente, ao cancelamento do título. Por isso, ressalto a importância do apoio das gestões públicas. A ajuda da classe política é permitida e bem-vinda”, afirmou Jatahy.

30% do eleitorado baiano precisa realizar biometria

”Quando assumi, solicitei da equipe que fizesse um levantamento sobre a biometria e foi constatado que 70% dos eleitores da Bahia já estavam biometrizados. A parte mais fácil já foi feita e, agora, temos a parte mais distante, que é a do eleitorado que mora distante e tem dificuldade de chegar até a Zona Eleitoral. Eu determinei que não quero mais quele sacrifício do eleitor, enfrentando filas quilométricas para fazer a biometria. Nós adotamos o agendamento eletrônico. Pedimos o apoio das prefeituras, que orientem as pessoas do campo, por exemplo, que tem dificuldade de acessar a internet, dando auxílio  no agendamento antes do eleitor ir ao cartório. Peço aos políticos,  representantes da sociedade que ajudem o eleitor, pois o que é proibido na eleição, como transporte ao eleitor, agora é permitido para o cadastramento biometrítico. É muito importante esse apoio para evitar o cancelamento do título”.

Coletiva de imprensa anuncia atrações do São João de Amargosa e Forró do Piu Piu 2019

/ Entrevista

Lançamento ocorreu na Fazenda Colibri. Fotos: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Amargosa e a direção do Forró do Piu-Piu, evento privado que acontece na cidade há mais de 20 anos reuniram os principais veículos de imprensa da região do Vale do Jiquiriçá para apresentação dos detalhes dos festejos juninos 2019. O São João de Amargosa já tem sua grade de atrações confirmada, e terá início no dia 19 e vai até 24 de junho, na Praça do Bosque.

Constam também na programação a Vila Junina, no período que antecede a folia oficial, com apresentações culturais. Considerada como uma das mais completas e diversificadas, a festa em Amargosa contará com grandes nomes da música brasileira. Presente no encontro com a imprensa escrita e falada o prefeito Júlio Pinheiro anunciou a cantora sertaneja Marília Mendonça, como uma das principais atrações, além de: Xand Avião, Dorgival Dantas, Geraldo Azevedo, Estakazero, Colher de Pau, Forró do Tico, Seu Maxixe, Chambinho do Acordeon, Lara Amélia, Maciel Melo, Del Feliz, Flor Serena, Júlio César, Targino Gondim, entre outras atrações.

Cantores do Forró do Tico e Colher de Pau deram uma ”canja”

O lançamento da grade para a imprensa ocorreu com uma canja de Colher de Pau  e Forró do Tico, no Hotel e Fazenda Colibri, que fica há 2 KM da cidade, local que é sede de um dos mais tradicionais forros alternativos do São João da Bahia, o Forró do Piu Piu. E quem estava esperando já pode se programar.

O produtor Diego Lomanto anunciou os nomes que irão agitar o Piu Piu, no dia 23 de junho. A programação da 23ª edição contará com apresentações de Wesley Safadão, que mais uma vez subirá ao palco da festa, a dupla sertaneja de maior sucesso na atualidade, Zé Neto & Cristiano, Léo Santana, Forró do Tico e Lambasaia. Os ingressos para o evento já estão sendo vendidos em toda a região.

”Ainda não tenho a cura total”, diz vocalista da banda Sorriso Maroto sobre miocardite

/ Entrevista

Bruno Cardoso descobriu miocardite

Os resquícios da miocardite que afastou Bruno Cardoso, vocalista do Sorriso Maroto, dos palcos, pode preocupar os fãs do artista. Em entrevista ao Blog do Leo Dias o cantor revelou não estar 100% curado da doença que deu um verdadeiro susto nele e na família em 2018.

”Ainda não tenho a cura total, mas já tenho uma condição que me permite conduzir o show da forma como eu fazia antes de ficar doente. Estou muito feliz e confiante. Não tenho uma previsão de cura, porém, estou em evolução constante”, disse o artista.

Bruno não descarta uma nova pausa na carreira para ter que tratar da doença, mas afirmou estar mais seguro do que antes.

”A confiança dos médicos me deixa seguro. A equipe da época da internação continua comigo até hoje, faço exames periódicos e tenho me cuidado. Isso traz uma segurança e autoestima para seguir com a minha vida como sempre foi. Infelizmente, não há previsão de cura, posso fazer um exame amanhã e estar curado, como o resultado pode dizer que não”, contou.

Para o pagodeiro a energia dada pelos fãs foi essencial para a sua recuperação. ”Estou feliz e confiante, o contato com o público traz uma energia boa e foi muito legal ver como as pessoas passaram a enxergar a minha vida. O olhar das pessoas comigo ficou totalmente diferente e é interessante que acabou ressaltando um lado mais humano”.

Racismo é ”coisa rara” no Brasil, diz o presidente Bolsonaro em entrevista à RedeTV!

/ Entrevista

Jair foi entrevistado por Luciana Gimenez. Foto: Isac Nóbrega

Afim de promover a reforma da Previdência, o presidente da República Jair Bolsonaro foi o entrevistado de Luciana Gimenez, no programa ”Luciana By Night”, exibido na noite desta terça-feira (7) na RedeTV!. Contudo, outros assuntos espinhosos podem ter chamado mais atenção do que o próprio lobby para tentar emplacar a reforma, como por exemplo, as acusações de racismo contra ele.

O capitão alegou que, no Brasil, o racismo é uma ”coisa rara”, e que já ”encheu o saco” a discussão sobre o tema: ”No Brasil, é uma coisa rara o racismo. O tempo todo tentam jogar o negro contra o branco, homo contra hétero ou pai contra filho. Desculpe o linguajar, mas isso já ‘encheu o saco”.

Ao relembrar histórias do período em que serviu o exército, o presidente usou um caso para ”provar” que não é racista. Segundo ele, em determinada ocasião, conseguiu resgatar um colega das Forças Armadas que estava prestes a se afogar em um rio. O raciocínio de Bolsonaro é de que, caso ele fosse ”racista”, não teria ajudado: ”Ia cruzar os braços”. ”Se eu fosse racista: o negão caiu dentro da água e eu ia fazer o que? Eu ia cruzar os braços. Entrei lá. Na segunda vez que mergulhei, consegui trazer o negão do fundo da lagoa”, justificou.

Arthur Maia diz que trâmite de nova reforma da Previdência é ”irracional perda de tempo”

/ Entrevista

Maia foi relator da reforma no Governo Temer. Foto: Divulgação

Enquanto o governo federal se prepara para iniciar uma nova campanha pela aprovação da reforma da Previdência tendo como alvo deputados, senadores e servidores de Brasília, o deputado federal pela Bahia Arthur Maia (DEM) não parece estar muito otimista com o trâmite da proposta. Em entrevista ao Estado de S.Paulo, Maia lamentou que a reforma do presidente Jair Bolsonaro tenha que percorrer o mesmo percurso da proposta pelo ex-presidente Michel Temer.

”Lamento percorrer o mesmo caminho, para chegar ao mesmo lugar, numa irracional perda de tempo em desfavor do Brasil”, disse Arthur Maia sobre novo texto para Previdência. O deputado, que foi relator da proposta de Temer, defenderia o aproveitamento do texto do ex-presidente para acelerar a aprovação da reforma.

De acordo com a reportagem, o marco zero da nova campanha do governo federal pela aprovação da reforma da Previdência terá como alvo deputados, senadores e funcionários públicos de Brasília. A ideia é começar a quebrar a resistência de quem tem algum poder sobre o destino da empreitada, seja com o poder de voto, no Congresso, ou de pressão, via sindicatos e associações classistas, como no caso do Judiciário e do Ministério Público.  A proposta é que prédios da Esplanada dos Ministérios tenham empenas, mídias vistas nas laterais, com a propaganda da reforma. O texto ficará nas próximas semanas em uma comissão especial na Câmara dos Deputados.

Otto Alencar compara Rui a Lula: ”Não fez um governo de esquerda e sim de centro-social”

/ Entrevista

Otto enaltece Rui Costa. Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

Especulado pela imprensa nacional como uma alternativa do PT para disputar o Palácio do Planalto nas próximas eleições presidenciais, o governador Rui Costa ganhou o apoio do senador Otto Alencar (PSD).

Em conversa com jornalistas nesta quinta-feira (02), Otto disse que o nome de Rui já circula “há algum tempo” em Brasília. “A Bahia precisa de um presidente da República”, acrescentou.

O líder do PSD no Senado ainda comparou Rui ao ex-presidente Lula, pontuando que embora pertençam a um partido de esquerda, ambos decidiram fazer um governo de centro-social.

“Faz um governo bom, como Lula fez. Lula é do PT, de esquerda, mas não fez um governo de esquerda e sim um governo de centro-social, com [Henrique] Meirelles [presidente do Banco Central], com pessoas do centro, o vice dele era José Alencar”, falou.

“Rui tem o mesmo perfil do Lula, que fez um governo para o povo e não discriminou absolutamente nenhuma área, nenhum setor da sociedade brasileira. Não vejo no Brasil hoje mais condições de se governar para os extremos”, completou.

Depois, no seu discurso, o senador voltou a tocar no assunto, desta vez na frente de Rui. “Conte com meu apoio. Vou trabalhar por isso”, brincou. “O cafezinho do Palácio do Planalto é bem melhor do que o de Ondina”, completo o senador.

Otto e Rui participaram do ato de assinatura da ordem de serviço para obras de pavimentação em 20 municípios. A solenidade aconteceu na Governadoria.

”Ação de caráter ideológico e persecutório”, diz ACM, aliado de Bolsonaro, sobre corte de verba da Ufba

/ Entrevista

ACM critica decisão do Governo Bolsonaro. Foto: Max Haack

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), criticou nesta quinta-feira (2) o corte de 30% dos recursos que, dentre outras instituições, atingiu a Universidade Federal da Bahia (Ufba), medida anunciada pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) na noite de terça (30).

Em entrevista coletiva pela manhã, ACM Neto afirmou não concordar com nenhum tipo de ação de caráter “ideológico” ou “persecutório” à universidade e disse esperar que a tesourada seja revista pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“Já dialoguei com o reitor [da Ufba], professor João Carlos [Salles], com a minha preocupação, como eu acho que deve ser de todo cidadão baiano. A universidade federal é um patrimônio da Bahia. Não pode haver nenhum tipo de ação que possa trazer caráter ideológico ou persecutório à universidade. Nós não concordamos com isso. Acho que todos nós devemos lutar para que o orçamento da universidade seja preservado, para que suas atividades acadêmicas possam se desenvolver com plena capacidade”, disse o prefeito, que cursou Direito na Ufba entre os anos de 1997 e 2001.

“A gente sabe que um corte de 30% tem capacidade de inviabilizar o trabalho da universidade. É claro que ninguém vai concordar com isso. Nós esperamos que possa haver uma revisão por parte do Ministério da Educação em relação a essas medidas que foram tomadas”, assinalou ACM Neto.

‘Balbúrdia’

Inicialmente, antes de recuar e afirmar que o corte seria estendido a todas as universidades do país, o Ministério da Educação (MEC) havia informado que a decisão afetaria instituições que não apresentaram desempenho acadêmico esperado e, ao mesmo tempo, promoviam “balbúrdia” em seus câmpi.

Indagado sobre tais justificativas, ACM Neto afirmou desconhecer quaisquer argumentos plausíveis. “Eu até vi uma entrevista do reitor, muito equilibrada, na dizendo ele que nem ele próprio sabia o que havia fundamentado a decisão. Nós tínhamos visto, primeiro, o anúncio sobre três universidades; depois, o governo disse que isso seria aplicado a todas as universidades do Brasil. A gente não sabe quais são o argumento e o fundamento pra essa decisão. Então, tem que saber qual é o argumento dessa decisão. Com o corte de 30%, a universidade não tem como sobreviver e que, portanto, ninguém vai concordar com isso”, declarou o prefeito.