Rui reage a questionamento de promotora: ”ganha acima do teto e recebe auxílio-moradia”

/ Entrevista

Rui rebate a promotora Rita Tourinho. Foto: Blog Marcos Frahm

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), rebateu nesta quarta-feira (4) as declarações da promotora de Justiça Rita Tourinho de que diretores do consórcio Fonte Nova Participações (OAS/Odebrecht) recebem salários de R$ 64 mil mensais no contrato de Parceria Público Privada (PPP) para gerir a arena. ”Eu não sei. Esses detalhes eu não sei. Eu não sei quanto os promotores de Justiça ganham. Eu vejo pela imprensa que eles ganham auxílio-moradia mesmo tendo apartamento próprio. Isso é correto? É correto a pessoa que tem apartamento próprio, tem casa própria em Salvador e trabalha em Salvador receber auxílio-moradia? É moral? É ético? É legal?”, indagou Rui em entrevista ao site Bocão News, durante o lançamento do projeto e-Nova Educação, no Instituto Anísio Teixeira, em Salvador. Autora de uma ação civil pública ajuizada contra o consórcio e o governo do Estado, Tourinho diz que, entre as irregularidades apuradas pelo Ministério Público no contrato, estão as remunerações de R$ 32 mil de cinco diretores da Fonte Nova Participações, que, segundo ela, sobe para R$ 64 mil considerando-se os custos empregatícios de cada profissional. ”Eu não sei quanto o responsável pela Fonte Nova ganha. Não sei se é muito, se é pouco, não sei. Agora, o que eu sei é que promotores públicos, como Rita, recebem auxílio-moradia. É ético? É moral isso? Quantas pessoas no Brasil ganham R$ 4.500 de auxílio-moradia? Noventa e cinco por cento do povo brasileiro, noventa e cinco do povo baiano não ganham isso. Então, quem paga esse auxílio-moradia do promotor? É o povo que está na favela, é o povo que está morrendo de fome, é o povo que não tem onde trabalhar”, criticou o governador. ”Sé é para politizar, vamos politizar. Porque eu não sei quanto alguém da iniciativa privada, um engenheiro ou um gerente de uma empresa estão ganhando. Agora, eu sei quanto o promotor ganha. Todos eles ganham acima do teto e ganham auxílio-moradia. Eu não acho isso legal, não acho isso moral”, respondeu o petista.

Otto para José Carlos Araújo: ”Busque quem garanta sua reeleição, como eu garanti quatro vezes”

/ Entrevista

Otto Alencar alfineta José Carlo Araújo. Foto: Blog Marcos Frahm

No dilema entre ficar na base do governador Rui Costa (PT) ou migrar para o grupo do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), o deputado federal José Carlos Araújo (PR) foi aconselhado, na tarde desta quinta-feira (29), pelo senador Otto Alencar (PSD), a escolher quem garanta a reeleição do republicano. ”Ele [Araújo] quer se reeleger. Acho que ele deve buscar, entre Neto ou Rui, quem garanta a ele a reeleição [dele], como eu garanti quatro vezes. Ele está certo. Não acho ingrato. Só que meus amigos, a minha família, não vão votar mais nele”, afirmou, em entrevista ao site bahia.ba. Otto negou que esteja invadindo as bases eleitorais de Araújo. Ressaltou, ainda, que transferiu cerca de 30 mil votos para o deputado federal na eleição de 2014, do total de 72 mil sufrágios obtidos. ”Há quatro eleições seguidas, eu fui decisivo [na vitória dele]. Se ele está me criticando, é porque a memória dele é do presente e do futuro. Não é do passado”, pontuou. O congressista fez questão de frisar que brigou com ex-senador ACM para defender Araújo, em 2002. Segundo ele, Antônio Carlos queria derrotar o presidente do PR, depois que o deputado tentou tirar votos de ACM Neto em Candeias. Disse, também, que, em 2014, abriu mão da candidatura do seu filho, Otto Filho, para apoiar Araújo.

Maracás: Prefeito Soya alimenta esperança de reatar aliança política com seu vice Tião

/ Entrevista

Soya não poupa elogios ao vice Tião. Foto: Blog Marcos Frahm

O prefeito de Maracás, Wilson Novaes, o Soya (PV), ainda alimenta a esperança de retomar a aliança política com o seu vice, Sebastião de Souza Silveira, o Tião da Banda Me Leva (PV), que anunciou sua ruptura do governo no início deste mês. ”Ainda não conversei com ele, vamos esperar mais um pouco e na hora certa vamos buscar o melhor entendimento”, disse o prefeito em entrevista ao Blog Marcos Frahm. O gestor adota o discurso da boa vizinhança, inclusive não poupa elogios ao seu companheiro de chapa nas duas últimas eleições municipais. Comenta-se que o grande entrave não é um nem outro e sim membros do primeiro escalão da atual administração, que estariam criando, desde o início do governo, dificuldades para abertura de espaço para o vice-prefeito. Embora distantes, ambos se declaram amigos, mas as querelas políticas tem afastado um do outro. Conforme informou o BMF, Tião revelou que o prefeito não cumpriu promessas de campanha acordadas com ele, de que a gestão seria participativa e alega falta de espaço. [Relembre]

Deputado Antônio Brito diz que aceita desafio de compor a chapa do governador Rui Costa

/ Entrevista

”Irei seguir o partido”, diz Antônio Brito. Foto: Blog Marcos Frahm

O deputado federal Antônio Brito (PSD) voltou a dizer que está à disposição do partido e revelou que aceitará o desafio, caso o seu nome seja confirmado para compor a chapa do governador Rui Costa (PT) nas eleições de outubro. Apesar de afirmar que quer continuar deputado, Brito não esconde o desejo de participar da majoritária quando perguntado pelo Blog Marcos Frahm. ”Irei seguir o partido com muito orgulho se o partido decidir ir para a chapa de um grande governador que é Rui Costa. Atualmente eu sou pré-candidato a deputado federal e seguirei assim, mas ser for à decisão do meu partido, do governador e dos partidos aliados aceitarei”, disse. Para o deputado, o cenário não muda se o prefeito de Salvador, ACM Neto, principal nome da oposição decidir pela candidatura ao Palácio de Ondina num enfrentamento com Rui. ”Para nós não muda. Nós trabalhamos e quem tem trabalho não tem medo de nada”, completou.  O nome de Brito passa a disputar com Ângelo Coronel, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, na corrida por uma vaga na majoritária. Coronel vinha pleiteando uma cadeira no Senado, mas o partido passou a considerar a possibilidade de lançar Brito a depender de qual posto o atual vice-governador João Leão (PP) vai ocupar. Se Leão for confirmado para o Senado, o nome de Brito o escolhido para vice.

Em Jequié, Otto provoca ACM Neto: Porque que o Democratas é a favor da reforma da Previdência?

/ Entrevista

Otto critica o DEM por ser aliado de Temer. Foto: Blog Marcos Frahm

O senador Otto Alencar foi enfático ao afirmar em Jequié, após encontro do PSD, na sexta-feira (23) que o Democratas, partido liderado pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, que deverá enfrentar o governador Rui Costa (PT) nas eleições de outubro é apoiador do Governo Temer, classificado pelo psedista de ilegítimo. ”Não temos adversário ainda, pois não sabemos quem vamos enfrentar. Eu espero até que seja o ACM Neto para uma disputa de debates. Nós ganhamos em 2010, eu e Wagner, com dois milhões de votos de frente e em 2014 com um milhão e meio e vamos ganhar em 2018 com um milhão e meio também, na minha opinião, seja o candidato que vier. Nós vamos debater temas que não são pessoais, são temas de projeto. Por exemplo, eu tenho que perguntar ao Democratas, porque que ele é a favor da reforma da Previdência? Perguntar ao Democratas se é a favor do Água Para Todos e se é a favor ou contra o Luz Para Todos. Vou perguntar também se ele vai acabar com o Bolsa Família e o Rui tem que perguntar ao Democratas se ele achou ruim Lula colocar cinco universidades federais na Bahia, que só tinha uma e perguntar se ele achou ruim Lula tirar trinta milhões de brasileiros da pobreza”, provocou, o senador, ao ser indagado pelo Blog Marcos Frahm sobre uma disputa com ACM, que ainda não decidiu se será ou não candidato ao Palácio de Ondina. Otto afirmou ainda que o nome do seu partido para compor a chapa do governador Rui Costa será escolhido na hora certa e revelou que o nome do deputado federal Antônio Brito está na lista do psedistas cotados. ”Nós vamos decidir isso lá no mês de junho, mas nós temos bons nomes. Antônio Brito é nome, Ângelo Coronel é nome, mas isso vai depender muito da chapa que iremos enfrentar”. Perguntado sobre a indecisão do deputado federal Ronaldo Carletto, cotado para integrar a chapa da oposição, mas que ainda não decidiu se trocará o PP pelo PR Alencar saiu na defesa do pepista. ”Ele nunca falou que iria sair do PP. Eu estive com ele e ele me disse que iria continuar no PP. O que acontece é que as vezes um aceno se torna notícia. Por exemplo, há três semanas atrás eu estava no senado e chegou o prefeito de Salvador’ que é meu adversário e falou comigo, mas se alguém tirasse uma foto iria dizer que o Otto estava com ele”, defendeu. O Encontro Regional do PSD, realizado em Jequié, reuniu 21 prefeitos e representantes políticos de mais de 30 municípios.

Psicólogo diz que brasileiro reclama, mas não se move para tentar solucionar problemas

/ Entrevista

Psicólogo Fábio Iglesias. Foto: Divulgação/ Rede Globo

O psicólogo Fábio Iglesias comentou o comportamento dos brasileiros em entrevista à Rádio Metrópole de Salvador na manhã de hoje. Para o professor, o brasileiro reclama muito do outro em rodas de conversas, mas pouco se movimenta para tentar solucionar problemas. ”As vezes você está na fila do banco, do hospital, você vê as pessoas reclamando, mas dificilmente você vê alguém se organizando para reverter a situação. Como pesquisador de comportamento humano, acabei me dedicando a estudar esses fenômenos” ressaltou, conforme publicação do Metro1. ”A princípio, esperava-se que, com o advento dos recursos online – é fácil fazer vídeo, reclamações, em poucos segundos, uma série de canais –, houvesse uma melhoria, mas não é isso que a gente encontra. Embora os episódios acabem tendo repercussão, você não tem o encaminhamento para solucionar, senão hoje teríamos um mundo melhor, com um grau de qualidade no Brasil, e isso não é verdade”, analisou.

”Se não provar um real na minha conta, eu terei que ser considerado preso político”, diz Lula

/ Entrevista

Lula concede entrevista à Metrópole. Foto: Tácio Moreira/ Metropress

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a pedir que provem as denúncias contra ele. Em entrevista à Rádio Metrópole de Salvador, na manhã de hoje, ele disse que ”o pior já aconteceu”. ”Acho que eles podem mandar prender, pode mandar fazer tudo. Depois da votação do TRF4, se dependesse dali, eu não teria como acreditar na Justiça. Aquilo foi uma encenação absurda. Aposto que nenhum juiz leu os autos do processo. Espero que, nas instâncias superiores, isso seja revisado”, afirmou. ”Se não provar um real na minha conta, eu terei que ser considerado um preso político e eles vão ter que arcar com a responsabilidade de ter o melhor presidente do Brasil, líder das pesquisas, vão ter que arcar com o preso de decretar minha prisão. Tem gente que acha que eu deveria ir para outro país, não vou. Vou para minha casa, tenho certeza do que fiz pelo país, eles sabem que nesse momento eu talvez seja uma das poucas pessoas que podem consertar o país. Eu estou candidato. Não sou candidato ainda porque não teve a convenção. Mas estou candidato”, completou.

Advogados de Wagner criticam decisão judicial: ”processo deveria ocorrer na Justiça Estadual”

/ Entrevista

Advogados Thiago Campos e Pablo Domingues. Foto: Rodrigo Aguiar

Os advogados do ex-governador e atual secretário estadual, Jaques Wagner, Thiago Campos e Pablo Domingues, explicaram qual será a linha da defesa do petista, que foi alvo de mandados de busca e apreensão da Polícia Federal nesta segunda-feira (26). Em coletiva de imprensa, Thiago criticou o fato da decisão judicial não ter sido apresentada na íntegra no cumprimento dos mandados na residência de Wagner e no escritório do secretário. ”Os mandados que vieram para cumprimento não estavam acompanhados da íntegra da decisão judicial. A autoridade policial ao chegar na residência e local do trabalho [do ex-governador] estava de posse do mandado, sem especificação clara dos limites daquela ordem que era cumprida. Nós não temos ciência da integralidade do processo”, criticou o advogado. A defesa ressaltou também que Jaques Wagner sempre colaborou com as investigações e por isso “não havia necessidade de uma medida de força” como a que houve hoje, de busca e apreensão, ou o pedido de prisão temporária, negado pela Justiça. ”O pedido de prisão temporária foi negado justamente sob o argumento de que ele sempre se colocou à disposição da Justiça. A própria decisão faz referencia que ele sempre contribuiu, sempre depôs, sempre entregou o que foi pedido. Inclusive o que foi apreendido no escritório dele são documentos públicos, bastava ir a um cartório e buscar”, pontuou. Eles explicaram ainda que o processo deveria ocorrer na Justiça Estadual, e não na Federal, como aconteceu. ”O Supremo Tribunal de Justiça tem súmula dizendo que nesses casos a competência é estadual e não federal. ‘Os fatos que são delatados por réus confessos vão ser avaliados à luz da competência do órgão jurisdicional’. Eles não são, por ter sido feita a delação no âmbito da operação que trata de desvios da Petrobras, mas se lá os fatos relatados não forem atinentes ao interesse da União, são submetidos ao órgão jurisdicional competente, que é a Justiça Estadual”, argumentou. Com informações do Bahia.ba

”No mínimo a gente estranha”, diz Jaques Wagner sobre possível uso político de investigação

/ Entrevista

Wagner comenta sobre investigação. Foto: Rodrigo Aguiar

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, comentou sobre o eventual uso político da investigação que apura o pagamento de propina no valor de R$ 82 milhões para ele. Em entrevista à imprensa na tarde desta segunda-feira (26), em Salvador, ele disse estranhar o contexto pelo fato dele já ser considerado como um ”plano B” para o PT caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impedido de disputar a eleição deste ano. ”No mínimo a gente estranha, porque tem cinco anos de investigação”, comentou Wagner. ”E quando a gente chega no ano eleitoral, efetivamente eu sou citado como plano B. O [Fernando] Haddad é citado como plano B e também foi contra ele aberto um inquérito. Prefiro que as coisas se esclareçam para a gente se defender”, disse o secretário. O titular da SDE foi alvo de mandados de busca e apreensão como parte da Operação Cartão Vermelho. Uma equipe da Polícia Federal cumpriu um deles na residência de Wagner, localizado no Corredor da Vitória. Wagner também ironizou a participação na investigação de delatores que já estariam ”na Suíça passeando de ski, então falam o que quiser”.  Ele lembrou ainda que Odebrecht e OAS, empresas vencedoras da PPP da Fonte Nova, não ganharam outras concorrências promovidas pelo governo do estado que renderiam um montante ainda maior. ”Se o que o delator fala serve para me acusar, eu também tenho o direto de pedir a ela que pergunte: por que eles saíram da questão do metrô? Quem ganhou foi outra empresa. Quando eles não ganham, não serve como prova de inocência. Quando eles ganham, serve como prova para me incriminar”, disse. À imprensa, Wagner também garantiu não ter recebido propina como parte da PPP da Fonte Nova. Com informações do Bahia Notícias

Coringa de Otto para a chapa de Rui, Cavalcanti se diz surpresa com repercussão de filiação

/ Entrevista

Marcus Cavalcanti comenta filiação ao PSD. Foto: Blog Marcos Frahm

Recém filiado ao PSD e tido como uma das cartas na manga do senador Otto Alencar (PSD) para indicação da composição da chapa encabeçada pelo governador Rui Costa (PT), o secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti, afirmou em entrevista ao programa Se Liga Bocão da Rádio Itapoan FM de Salvador que foi pego de surpresa com tamanha a repercussão do seu ingresso a um partido político. ”Quando fui convidado para ser secretário eu não estava filiado a nenhum partido. No fim do ano o senador Otto perguntou se eu estava filiado e eu disse que não. Daí depois nesse período do Carnaval ele marcou o encontro e assinei minha filiação. Para minha surpresa teve uma repercussão grande até”, disse. Indagado se houve uma articulação premeditada para sua filiação com o foco nas urnas de 2018, o neo pessedista negou. ”Para quem não me conhece eu vim de uma família de políticos. Então nesse período todo eu tive oportunidade, mas não exerci vontade de ser candidato. Nunca existiu esse planejamento de minha parte e muito menos do senador Otto Alencar. Fico alegre com a repercussão. Isso dá um sinal que o trabalho que temos feito, principalmente na Seinfra, está bem”.Em dado momento da entrevista foi provocado se estaria preparado para assumir a candidatura a vice. Escorregadio, não disse nem que sim e nem que não. Lembrou que a decisão de escolher as vagas ainda estão com o vice-governador João Leão (PP) e só depois disso o PSD poderá indicar um nome e indicou nomes como Angelo Coronel (PSD) e Antônio Brito (PSD), apesar de nenhum momento se retirar da possibilidade. ”O PSD tem nomes com mais densidades que os meus”, esquivou-se.

Governador Rui Costa diz que João Leão terá ”prioridade” na chapa à sua reeleição

/ Entrevista

Rui não esconde que será candidato. Foto: Leandro Fonseca/BMF

Depois da especulação de que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), articula para o PP apoiar a eventual candidatura de ACM Neto (DEM) ao governo da Bahia, o governador Rui Costa (PT) fez questão de dizer, ontem, que o presidente do PP no estado e vice-governador, João Leão, terá ”prioridade” na sua chapa à reeleição. O petista baiano deixou Leão à vontade para escolher se quer continuar no mesmo posto ou se deseja concorrer ao Senado no pleito deste ano. ”Me reuni com o PP antes do carnaval e estava tudo tranquilo. [Anteontem] Estive com Leão e já disse que ele terá prioridade para escolher o lugar da chapa, se ele prefere continuar como vice ou ser senador. Essa deferência ele merece. Vamos avaliar com calma. Nem eu tenho pressa e nem quero apressá-lo, daqui para junho definimos isso”, afirmou, em entrevista à imprensa, durante a tradicional feijoada da Polícia Militar após o carnaval. Anteontem, em Salvador, o presidente Rodrigo Maia se esquivou, quando indagado se articula apoio do Partido Progressista para Neto. ”Esse negócio do PP, eu não sei”, afirmou, depois do correligionário sussurrar-lhe algo ao ouvido. O governador evitou, também, comentar a especulação de seu oponente, ACM Neto, pode não entrar na disputa eleitoral. ”Esse ano tem Copa do Mundo e eu vou torcer como todos os brasileiros para o Brasil ser campeão. E eu não gosto do treinador ou do time que fica olhando para a tabela e fica torcendo pra um ou outro time empatar, se preocupando com quem vai ser seu adversário ao longo da tabela. Quem se preocupa demais com isso, esquece do próprio time. Quero focar no trabalho, independente de quem seja o aniversário. Vamos trabalhar duro para vencer a eleição”, pontuou. Nos bastidores, o comentário é que o prefeito de Salvador pode não entrar na corrida eleitoral deste ano por três motivos. O primeiro porque ele teria que renunciar o posto de prefeito em abril para concorrer, enquanto seu principal adversário, o governador Rui Costa, deve tentar a reeleição no cargo. O segundo seria o fato de que, se perder, terá que ficar sem mandato até 2022, já que a legislação eleitoral o impede de tentar voltar à prefeitura em 2020, pois, seria considerado um terceiro mandato consecutivo. O último motivo é que, se Rui conseguir a reeleição, o PT vai para 16 anos de poder consecutivo e Neto aposta que sofrerá o desgaste natural do tempo, enquanto ele tem grandes chances de terminar o mandato bem avaliado.

ACM Neto diz que não comentará polêmica com TVE no Carnaval de Salvador: ”Nada a ver com política”

/ Entrevista

Neto não comenta decisão da Justiça de liberar TV. Foto: Bocão News

O prefeito ACM Neto explicou que não comentará sobre a decisão da Justiça de liberar a permanência da grua da TVE na Barra, em Salvador, apesar de órgãos da prefeitura garantirem não ser seguro para os foliões. No Camarote Salvador, o gestor disse que a questão será respondida apenas pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e pela Procuradoria-Geral do Município. ”Eu deixei esse assunto inteiramente a cargo da Sedur e da Procuradoria do Município. Porque se eu entrar nesse assunto, vão dizer que eu estou politizando, e não tem nada a ver com política”, disse, em entrevista ao site Bahia Notícias. O governador Rui Costa já havia dito que não comentaria sobre o caso. A prefeitura da capital chegou a emitir uma nota nesta noite, afirmando que a emissora ”insiste em colocar em risco segurança dos foliões”. Rui se recusou a comentar o que acha da decisão da prefeitura, e se limitou a desejar ”que a imprensa possa trabalhar livre”. ”O trabalho de todas as TVs é importante, para divulgar a Bahia, trazer turistas, gerar emprego para o nosso povo. E é preciso estimular que o mundo inteiro conheça a Bahia, conheça nosso Carnaval. Só ontem a TVE alcançou 3 milhões de pessoas acompanhando, não só pela TV mas também pela internet. E eu espero que a imprensa possa cobrir e divulgar ainda mais o nosso povo, a nossa cultura, para que ano que vem tenhamos mais turistas, mais emprego para a população”, avaliou.

Rui Costa sugere trios sem cordas no Salvador de Salvador e ACM Neto diz não ser contra a ideia

/ Entrevista

”Não tenho nada contra”, diz ACM Neto. Foto: Gilberto Júnior

O governador Rui Costa defendeu nesta quinta-feira (8), primeiro dia oficial do Carnaval de Salvador 2018, a importância dos trios sem cordas para a folia de Momo. Segundo ele, não é necessário acabar com os camarotes e blocos, mas é importante investir mais nas ”pipocas”. ”Eu acho que há espaço pra tudo, mas há uma tendência do retorno do Carnaval sem cordas. E é preciso discutir como manter e como financiar esse Carnaval. Quando eu era adolescente a gente saída na rua, tinha um trio que se transformava em uma garrafa, tinha uma garrafa da Coca-Cola. Então cada marca, cada produto saía carregando multidões. E é preciso repensar isso. Talvez voltar no tempo ressuscite aquela força do Carnaval da Bahia. E é preciso liberar recursos para que esses agentes possam financiar essas grandes atrações em um número maior do que o poder público pode financiar, para voltar o Carnaval com toda força”, reforçou em entrevista ao site Bahia Notícias. Para o governador, essa alternativa inclusive é mais “tranquila” para os foliões. ”O Carnaval pipoca demonstra que é mais tranquilo, em paz, não tem aquele aperto das cordas, e esse ano eu acho que a pipoca vai mostrar mais uma vez a sua força”, concluiu. Rui explicou que o governo do Estado investiu mais de R$ 70 milhões no Carnaval deste ano: cerca de R$ 45 milhões em segurança, incluindo Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil; e o restante em apoio a entidades e trios independentes. Já o prefeito da capital baiana, ACM Neto, foi econômico ao comentar a sugestão do governador de que empresas privadas também financiem o Carnaval Pipoca de Salvador Questionado sobre a ideia do adversário político, Neto apenas resumiu: ”Não tenho nada contra”.

Relator entrega novo texto de reforma da Previdência e confirma mudanças; ”pode haver modificações”

/ Entrevista

Arthur Oliveira acredita em aprovação. Foto: Blog Marcos Frahm

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), entregou nesta quarta-feira o novo texto da proposta e confirmou as mudanças já esperadas sobre trabalhadores rurais, Benefício de Prestação Continuada (BPC), redução de tempo de contribuição e aposentadoria para cônjuges de policiais mortos em combate. Segundo Arthur Maia, o novo texto representa aquilo que é consenso na base do governo para se iniciar a discussão da matéria na Câmara em 19 de fevereiro, dentro do cronograma previsto. O relator entregou o novo texto da proposta de reforma da Previdência após apresentá-lo na noite passada a líderes da base. De acordo com Maia, ainda existem vários outros pontos que são objeto de reivindicações de parlamentares e que não estão impedidos de constar no texto. ”Pode haver modificações no plenário”, disse o relator a repórteres após a entrega do texto, acrescentando, no entanto, que a orientação é fazer apenas modificações que impliquem em votos a favor da proposta.