Educação: Comissão do Enem identificará questões com ”teor ofensivo a tradições”

/ Educação

Nota técnica que explica a criação de uma comissão de três pessoas para analisar as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) diz que o objetivo é “identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais”. A nota é assinada pelo responsável pela Diretoria de Avaliação da Educação Básica do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais do MEC (Inep), Paulo Cesar Teixeira. Esse é o único parágrafo que menciona critérios que serão usados pela comissão. Em outro momento do texto, é explicado que “avaliadores externos” devem atuar para que “a análise não perpasse aspectos formais e pedagógicos, mas temáticas que não se coadunam com os objetivos do exame”. O trabalho da comissão é chamado pela nota de “leitura transversal”. A criação do grupo foi noticiada hoje com exclusividade pelo Estado. O grupo inclui um ex-aluno do ministro Ricardo Vélez Rodríguez e terá acesso ao ambiente de segurança máxima onde ficam as perguntas da prova para “verificar sua pertinência com a realidade social, de modo a assegurar um perfil consensual do exame”, segundo o ministério. A comissão tem dez dias para dar um parecer e dizer quais questões ficam e quais serão retiradas do maior vestibular do País. O MEC nega que se trate de censura. São milhares de itens, como são chamadas as questões, no banco do Inep. E todas elas serão analisadas pelo grupo. Esses itens já passam por diversas etapas antes de serem validados. São análises feitas por especialistas e técnicos em avaliação. Os membros da comissão são Marco Antônio Barroso Faria, ex-aluno de Vélez, que é assessor no MEC, Antônio Maurício Castanheira das Neves, diretor no Inep e Gilberto Callado de Oliveira, procurador de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, também indicado por Vélez. Callado de Oliveira, em entrevista dada a uma revista da Igreja Católica, afirmou que há uma ação ideológica na comunidade do pensamento jurídico brasileiro. “Os motivos são vários, mas destaco a contaminação ideológica nas universidades, que vêm formando juristas e políticos com mentalidade cada vez mais liberal e esquerdizante”, afirmou.

Indicada a nº 2 do Ministério da Educação já apoiou currículo escolar a partir de escrituras

/ Educação

Anunciada como secretária executiva do Ministério da Educação, segundo cargo mais importante da pasta, a educadora Iolene Lima defendeu em entrevista que o ensino deveria ser baseado “na palavra de Deus”. Em um vídeo de 2013, durante entrevista ao canal de TV evangélico Feliz Cidade, Iolene diz que o “primeiro matemático e geógrafo foi Deus” e que “as crianças começam a ter contato com essas matérias no primeiro livro da Bíblia Sagrada, o Gênesis”. Ela também defendeu organizar o currículo escolar “a partir das escrituras”. “Uma educação baseada em princípios, é uma educação baseada na palavra de Deus. […] O aluno vai aprender que o autor da História é Deus, o realizador da Geografia é Deus. Deus fez as planícies, o relevo, o clima. O primeiro matemático foi Deus”, disse. A nomeação para a secretaria executiva da pasta, no entanto, ainda não foi oficializada. Seu nome foi anunciado pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues, pelo Twitter, na quinta-feira passada, dia 14, mas desde então o governo não a nomeou oficialmente. A pasta tem passado por uma crise interna nos últimos dias. Vélez enfrenta uma disputa entre grupos rivais dentro do MEC. Segundo o BR18, a Casa Civil nem sequer aprovou a nomeação de Iolene, diretora de uma escola evangélica em São José dos Campos, para o cargo. Em uma semana, sete pessoas foram demitidas do MEC. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, informou no sábado (16), integrantes do governo disseram que o presidente Jair Bolsonaro ficou furioso com o fato da indicação da educadora ter sido atribuída a primeira-dama Michelle. As duas frequentam a Igreja Batista. Em sua conta no Twitter, Iolene chegou a agradecer o fato de ter sido indicada para o cargo por Vélez. “Dediquei minha vida para a área da educação e me sinto honrada”, escreveu. As referências a religião por integrantes do governo não é uma exclusividade de Iolanda. Em seu discurso de posse, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que iria governar “com princípios cristãos”. “O Estado é laico, mas esta ministra é terrivelmente cristã. Acredito nos desígnios e propósitos de Deus”, disse na ocasião.

Com guerra aberta no Ministério da Educação, Mendonça Filho pode reassumir a pasta

/ Educação

Mendonça é cotado para substituir Ricardo Vélez. Foto: Reprodução

O nome do ex- ministro Mendonça Filho (DEM) voltou a ser cotado para reassumir o comando do Ministério do Educação. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a especulação acontece por causa da crise entre o escritor Olavo de Carvalho e o titular da pasta, Ricardo Vélez. O número 2 do ministério chegou a ser demitido para tentar acalmar o conflito.

Cravolândia: Professores suspendem greve após prefeita marcar para ouvir a categoria

/ Educação

Professores fizeram manifestações públicas. Foto: Blog Marcos Frahm

Os professores da rede municipal de Cravolândia, no Vale do Jiquiriçá, decidiram suspender a greve iniciada na última quarta-feira (13). A decisão veio durante manifestação dos educadores realizada ontem na Câmara Municipal, quando foram informados pela secretária de Educação do município, Louristeia Braga, de que a prefeita de Cravolândia, Ivete Soares (PSD), marcou para receber a categoria na próxima terça-feira (19), para ouvir as demandas da classe educacional. A informação foi transmitida pelos manifestantes ao Blog Marcos Frahm. O retorno as aulas ocorreu nesta sexta-feira.

Contudo, os professores prometem novas manifestações e paralisação geral, caso a gestora não cumpra a promessa de diálogo e não atenda as reivindicações. Os educadores evelaram que cobram o pagamento do terço de férias, a mudança de nível dos professores, e que reivindicam a promoção desde o início do ano de 2017, quando reuniram-se com a prefeita, além dos 50% do retroativo do piso salarial de janeiro de 2018. Segundo a APLB, quanto ao retroativo, a gestão só efetuou o pagamento de uma das parcelas.

Educação: Escolas têm prazo até hoje para inscrever alunos em concurso de cartas

/ Educação

Termina nesta sexta-feira (15) o prazo para escolas públicas e privadas de todo o país inscreverem seus alunos no 48° Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU) e realizado no Brasil pelos Correios. O tema desta edição do concurso é Escreva uma Carta sobre o Seu Herói”, e podem participar estudantes com até 15 anos. Cada escola deverá realizar um processo interno e selecionar, entre as redações dos alunos, até duas que a representarão no certame. As redações devem ser em formato de carta, escritas à mão, usando caneta esferográfica preta ou azul e conter no máximo 900 palavras. As redações devem ser postadas pelos Correios, como carta registrada ou Sedex, ambos com aviso de recebimento. Dia 15 é o limite para a postagem. Os endereços estão disponíveis na página dos Correios. O concurso tem quatro etapas, escolar, estadual, nacional e internacional, a última, sob responsabilidade da UPU. Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro, que vão de R$ 700 a R$ 2,5 mil. O vencedor da fase nacional, além de receber um troféu e R$ 5 mil, representará o Brasil na etapa internacional. A escola vencedora dessa etapa receberá R$ 10 mil. No ano passado, a estudante Clarice Rilyane Oliveira da Silva, de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, venceu a etapa nacional. Rilyane recebeu menção honrosa da UPU por sua carta. O tema da última edição foi Imagine que Você É uma Carta que Viaja no Tempo. Que Mensagem Você Quer Deixar para Seus Leitores?”.

Educação: Participantes da lista de espera do ProUni devem comprovar informações

/ Educação

Os participantes da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até hoje (13) para apresentar a documentação necessária às instituições de ensino superior nas quais pretendem estudar. As próprias instituições de ensino vão convocar os estudantes para preencher as bolsas de estudo remanescentes.Todos os estudantes que optaram por participar da lista devem apresentar os documentos que comprovam as informações prestadas na hora da inscrição, independentemente de serem selecionados. No sitedo ProUni está disponível a documentação necessária.

ProUni

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o MEC. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446. Nesta edição são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades. O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa. Os estudantes selecionados podem pleitear Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos, e usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa. Da Agência Brasil

Educação: Governo do Estado anuncia convocação de universitários pelo Partiu Estágio

/ Educação

O governador Rui Costa anunciou na noite desta terça-feira (12), durante o #PapoCorreria, que 2.225 universitários do Partiu Estágio serão convocados a ocuparem vagas ofertadas pelo primeiro edital do programa em 2019. A convocação será realizada nesta quarta (13). Recorde de participação do programa, o edital recebeu mais de 24 mil inscrições no período de 30 de janeiro a 24 de fevereiro, por meio do site. A relação dos selecionados poderá ser consultada no site da Secretaria da Administração do Estado. Os convocados devem se apresentar no órgão ou entidade em que irão estagiar no prazo de dez dias úteis, que se encerra no dia 26 de março. Os estudantes selecionados serão informados da convocação por meio do e-mail cadastrado no momento da inscrição no programa. A comunicação trará a lista de documentos a ser entregues pelo universitário e o nome do órgão ou entidade para o qual foi indicado. Quem não entregar toda a documentação exigida em edital, ou não se apresentar dentro do prazo estipulado, perderá a vaga de estágio. O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde o lançamento do programa, em abril de 2017, já foram contratados pouco mais de 6,5 mil universitários para atuar no serviço público baiano.

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá nova diagramação para economizar papel

/ Educação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá uma nova diagramação na edição deste ano. O exame não terá mais folha de rascunho. Agora, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os cadernos de questões do Enem terão um espaço em branco para apoio na elaboração de cálculos e da redação.  A medida gerará ”uma significativa economia com papel e impressão”, de acordo com o Inep. Além da mudança na diagramação, os dados biométricos dos estudantes passarão a ser coletados com uma pequena esponja que permite a coleta da digital e pode ser utilizada mais de três mil vezes. Até o ano passado, a coleta da digital era feita com uma lâmina de grafite, individual. A capacitação dos colaboradores envolvidos na aplicação do Enem será feita principalmente a distância, reduzindo a capacitação presencial. Ao todo, cerca de 500 mil pessoas trabalham na aplicação das provas. Segundo o Inep, essa medida eliminará gastos com passagem aérea e terrestre, hospedagem, aluguel de salas e auditórios em diversas partes do país. Neste ano, o Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As inscrições estarão abertas de 6 a 17 de maio. Entre 1º e 10 de abril os estudantes poderão pedir isenção da taxa de inscrição. Nesse mesmo período, o Inep vai receber as justificativas dos que faltaram às provas em 2018.

Economia

As medidas que serão adotadas no Enem fazem parte do Programa de Redução de Custos e Otimização dos Recursos Logísticos, um dos seis pilares do Programa de Modernização do Inep. O Programa recorre a um modelo de tutoria, no qual consultores externos atuam em conjunto com as equipes internas. Ao todo, o Inep estima uma economia de R$ 42 milhões nos exames e avaliações de 2019 que estão a cargo da autarquia. Economia que, ao longo do ano, pode ser ainda maior do que a esperada. “Com a contribuição de consultores contratados, pretendemos diminuir ainda mais os custos a partir da redução de despesas adicionais. Todas as medidas de economia estão sendo adotadas de forma a manter a qualidade na impressão, distribuição, monitoramento, segurança e aplicação dos exames do Inep”, diz o presidente da autarquia, Marcus Vinicius Rodrigues, em nota divulgada pelo Inep.  Além do Enem, o Inep é responsável por avaliações como a Prova Brasil, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Da Agência Brasil

Em Lajedinho, governador Rui Costa entrega novo colégio e obras de abastecimento de água

/ Educação

Inauguração do Colégio Estadual Professora Delzair. Foto: Secom

Com capacidade para 720 alunos, a nova sede do Colégio Estadual Professora Delzair do Nascimento Galvão, no município de Lajedinho, foi inaugurada pelo governador Rui Costa, na manhã desta sexta-feira (8). A unidade, que havia sido destruída por uma enchente em 2013, foi reedificada com um investimento de R$ 3 milhões e agora conta com seis salas de aula, cozinha, biblioteca, auditório, refeitório, banheiros, laboratórios de ciência e de informática e uma quadra poliesportiva coberta. ”Mais uma escola nova que entregamos na Bahia dentro do padrão que queremos, com equipamentos de esporte, quadra coberta, biblioteca, laboratórios, enfim, com toda a infraestrutura adequada para os alunos. Aproveito a ocasião para renovar o pedido às famílias, para que se envolvam na educação desses jovens. Juntos, iremos melhorar os nossos indicadores e o processo de aprendizagem dos nossos estudantes”, destacou o governador. De acordo com o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, na nova unidade serão desenvolvidos projetos de arte, cultura, esporte, tecnologia, inovação e empreendedorismo, para fortalecer o processo de ensino e aprendizagem. ”Este é um importante reforço para a população de Lajedinho, que agora conta com um ambiente com toda a estrutura para oferecer educação em várias frentes para o completo desenvolvimento dos estudantes”, afirmou o secretário. Infraestrutura e abastecimento Ainda para o município de Lajedinho, o governador entregou melhoria na urbanização, pavimentação, ciclovia e drenagem profunda nas bordas da BA-311, no bairro São José. As obras contaram com um investimento de mais de R$ 549 mil, totalizando uma área de dois mil metros quadrados de pavimentação em paralelepípedo e dois mil metros quadrados de passeio em concreto. Também foram entregues a rede de distribuição de água com ligações domiciliares, na localidade de Santa Rosa, e o Sistema Simplificado de Abastecimento de Água para a localidade de Vila Santana, beneficiando os moradores dos locais mais afastados da sede municipal, com a oferta de água tratada de qualidade. Rui Costa inaugurou ainda a nova sede do 2° pelotão da 5ª Companhia de Lajedinho, que pertence ao 11° batalhão, localizado em Itaberaba, responsável pela segurança de 13 municípios da região.

Bahia Produtiva 
Para fortalecer as cadeias produtivas, Rui autorizou convênios do programa Bahia Produtiva com 50 famílias, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), totalizando um investimento de mais de R$ 379 mil, que contempla o Edital Qualificação de Agroindústrias para o município.

Feira de Santana: Professores da rede municipal decretam ”greve” por tempo indeterminado

/ Educação

Professores da rede municipal de Feira de Santana entram em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (11). Os docentes decidiram pela paralisação em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (7). Segundo a presidente do sindicato dos docentes local [APLB-Feira], Marlede Oliveira, desde novembro não há diálogo com o prefeito Colbert Martins Filho sobre as reivindicações. ”Primeiro, enviamos um ofício. Depois, tivemos com o prefeito no dia 27 de novembro. Ele pediu 15 dias para responder. Só que a gente vai lá na prefeitura e não tem resposta. Por isso não tivemos outra alternativa senão decretar a greve para buscar essa audiência com ele”, disse ao Bahia Notícias. Na pauta, os professores cobram reformulação do plano de carreiras. “Para se ter ideia, esse plano ainda em vigor é de 1992 quando o pai do atual prefeito [Colbert Martins] era quem estava na prefeitura”, acrescenta Oliveira. Além da atualização do Plano de Carreira Unificado, o sindicato cobra aumento de 4,17% do piso salarial de 2019, reajuste da Função Gratificada [atualmente, os diretores recebem R$ 146 pela função] e reabertura das negociações sobre precatórios, autorização para pagamento de dívidas judiciais, do Fundef [fundo de educação que vigorou até 2006 e virou Fundeb]. Os docentes também pedem o restabelecimento do convênio com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) para a formação profissional, o Profuncionário. Como parte das atividades, os professores da rede municipal fazem na manhã desta sexta-feira (8) uma passeata em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. A concentração ocorre a partir das 8h na Praça do Nordestino. Com informações do Bahia Notícias

Educação: Estudantes têm até nesta sexta para participar da lista de espera do ProUni

/ Educação

Hoje (8) é o último dia para participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). Aqueles que se inscreveram no programa, mas ainda não garantiram uma bolsa de estudo nas instituições particulares de ensino, podem  manifestar interesse, na página do programa. A lista de espera vale apenas para os cursos indicados na hora da inscrição. Cada participante pôde escolher até duas opções. Podem participar da lista de espera, apenas para a primeira indicação de curso, aqueles estudantes que não foram selecionados nem na primeira, nem na segunda chamada regular do programa. Aqueles que foram selecionados na segunda opção, mas cuja turma não foi formada, podem também se inscrever apenas para a primeira opção.  Para a segunda indicação de curso podem participar da lista de espera apenas aqueles cuja turma da primeira opção não foi formada, independentemente de terem sido selecionados nas chamadas regulares.

Próximos passos

No dia 11 de março, a relação dos candidatos participantes da lista de espera será disponibilizada para consulta pelas instituições de ensino superior. Todos os candidatos da lista terão de comparecer às instituições nas quais estão pleiteando uma vaga, para apresentar a documentação que comprove as informações prestadas na inscrição. O prazo para que isso seja feito é de 12 a 13 de março.

ProUni

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o Ministério da Educação. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446. Nesta edição são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades. O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa. Os estudantes selecionados podem pleitear ainda Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos, e usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Rui se reúne com gestores pedagógicos da Chapada Diamantina para discutir a educação

/ Educação

Rui se reúne com professores em Lençóis. Foto: Mateus Pereira

Com a finalidade de discutir demandas da rede estadual de Educação, o governador Rui Costa se reuniu com diretores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos em Lençóis, na região da Chapada Diamantina, nesta quarta-feira (27). ”O objetivo desses encontros é aproximar ainda mais a Secretaria da Educação de cada unidade escolar, conhecendo as boas referências, boas práticas e os excelentes resultados, como uma das escolas aqui que está entre os três melhores Idebs [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica] da Bahia. Também ouvimos as necessidades e carências das escolas, além das medidas de curto e médio prazo que precisam ser adotadas para fortalecer a educação no estado”, explicou o governador. Os profissionais são ligados a 39 unidades escolares que pertencem ao Núcleo Territorial de Educação de Seabra (NTE 3). O encontro promovido pela Secretaria de Educação do Estado contou com a presença do titular da pasta, Jerônimo Rodrigues, do sub-secretário Danilo Melo, além da equipe técnica da Secretaria. ”Com todos unidos, conseguimos resolver os problemas operacionais, de infraestrutura e também de formação, para que a escola esteja pronta para seguir com o processo de aprendizagem dos nossos alunos”, afirmou o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues. Este foi o terceiro encontro realizado do total de 27 que já estão programados para acontecer em várias partes do estado. A ação faz parte da estratégia que busca a melhoria dos índices educacionais na Bahia.

Visita

Após a reunião com professores, o governador ainda visitou a escola estadual no município, o Centro Educacional Renato Pereira Viana. Na ocasião, foram discutidas possibilidades de melhorias na infraestrutura da unidade de ensino.

Ministro da Educação admite ter errado ao pedir que escolas filmem crianças cantando hino

/ Educação

Ministro Ricardo Vélez reconhece o seu erro. Fotos: Luís Fortes

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, reconheceu nesta terça-feira (26) ter cometido um erro ao pedir que escolas filmassem crianças cantando o hino nacional, sem autorização dos pais, em uma mensagem que termina com o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro, ”Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”. ”Percebi o erro. Tirei esta frase, tirei a parte correspondente a filmar crianças sem autorização dos pais. Se alguma coisa for publicada, será dentro da lei, com autorização dos pais”, disse Vélez após sair de uma visita de cortesia ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Indagado sobre quando comunicou o recuo às escolas, disse apenas que ”saiu de circulação” e, cercado por seguranças e assessores, não respondeu a nenhuma das perguntas feitas por jornalistas que o acompanharam durante o trajeto de alguns metros entre a presidência do Senado e o plenário da comissão de Educação, onde ele prestará esclarecimentos a senadores ainda nesta terça. Nesta segunda-feira (25), o Ministério da Educação enviou a escolas do país uma carta em que pede para que alunos, professores e funcionários sejam colocados em fila para cantar o hino nacional em frente à bandeira do Brasil. O documento também pede que o momento seja filmado e enviado ao novo governo. A mensagem é assinada pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, para quem a medida visa saudar ”o Brasil dos novos tempos”. ”Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”, afirma a mensagem. No e-mail, Vélez Rodríguez pede que a mensagem seja lida antes da execução do hino –o que faria com que diretores citassem também o slogan de campanha de Bolsonaro.

Educação: Fies divulga resultado; estudantes pré-selecionados devem complementar informações

/ Educação

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que é um financiamento para cobrir os custos de mensalidades de faculdades particulares, divulgou na última segunda-feira (25) os estudantes pré-selecionados para a modalidade juro zero do programa. Estes estudantes agora deverão ir até a página do Fies e complementar as informações pedidas pelo programa. Essas informações são necessárias para a contratação do financiamento, o prazo vai até dia 7 de março. As seleções no Fies ainda não acabaram, neste primeiro momento foi divulgado os pré-selecionados para a modalidade juro zero, aqueles que ainda não foram selecionados serão incluídos na lista de espera. Este ano serão ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na P-Fies.