Local de prova do Enem 2017 sairá no dia 20; veja como resgatar a senha para acessar o site

/ Educação

O local de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 será divulgado na sexta-feira (20). O endereço onde cada participante vai realizar a prova será informado nos “Cartões de Confirmação de Inscrição”, que precisarão ser consultados na Página do Participante (http://enem.inep.gov.br/participante/#!/inicial) O Inep lembra que para acessar o Cartão é necessário fornecer o número de CPF e a senha cadastrada na inscrição. Para os participantes que não se lembram da senha cadastrada, o Inep preparou um passo a passo para recuperação de senhaAcesse a Página do Participante do Enem 2017 (http://enem.inep.gov.br/participante/#!/inicial) Forneça seu CPF, responda ao desafio das figuras e clique no link “Esqueci minha senha. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do e-mail cadastrado na inscrição para sua conferência. Responda novamente ao desafio das figuras e clique em “Enviar nova senha por e-mail”. Uma nova senha será enviada para o e-mail cadastrado.

Educação: Inep afirma que Enem terá detectores de metal em todos os banheiros

/ Educação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 vai utilizar 67 mil detectores de metal, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) . Segundo o instituto, o número garante que será feita a vistoria dos participantes na entrada e na saída de todos os banheiros dos locais de prova. O Inep afirma que o número é proporcionalmente maior ao da edição passada, quando os detectores passaram a ser usados em todos os banheiros e não mais de forma aleatória, como ocorreu em 2014 e 2015. “Com a ampliação dos detectores de metal e a estreia de duas novas tecnologias – os detectores de ponto eletrônico e a prova personalizada – o Enem 2017 terá a estrutura de segurança aprimorada em relação a 2016, fortalecendo a isonomia entre os participantes”, afirmou o Inep em nota. Na conta do governo, o Enem 2017 terá um detector de metal para cada 100 participantes. Em 2016, a relação era de 110 participantes por detector. O Enem 2017 teve 6.731.256 inscrições confirmadas, 22% a menos que em 2016, quando foram 8.627.371 inscrições confirmadas e 78 mil detectores adotados. O Inep chegou a entrar na Justiça afirmando que era o dono dos detectores de metal usados pelo antigo consórcio contratato para aplicar a prova. Entretanto, em nota nesta terça-feira (10) o instituto anunciou ter fechado um acordo para alugar 35 mil detectores junto ao Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). ”O consórcio aplicador de 2017, formado pela Fundação Cesgranrio, Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) e Fundação Getúlio Vargas (FGV) fornecerá 32 mil detectores. O grupo tinha 29 mil aparelhos disponíveis e adquiriu mais três mil recentemente”, informou o Inep.

Educação: Professores da Uneb aprovam indicativo de greve e paralisação para 28 de novembro

/ Educação

Professores aprovam indicativo de greve. Foto: Divulgação

Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) aprovaram nesta segunda-feira (9) indicativo de greve da categoria, em assembleia realizada no Campus I da instituição, em Salvador. Segundo informações da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), também foi aprovada uma paralisação de 28 de novembro em todos as unidades, com portões fechados. Com a decisão, as quatros universidades estaduais (Uneb, Uefs, Uesc e Uesb) estão com indicativo de greve. A pauta de reivindicações, que foi protocolada no dia 19 de dezembro do ano passado, incluiu reajuste de 30,5%, considerando as perdas causadas pela inflação de 2015 e 2016, com um acréscimo destinado à recomposição salarial e ampliação e desvinculação de vaga/classe do quadro de cargos de provimento permanente do Magistério Público às Universidades Estaduais da Bahia.

Ministério da Educação libera R$ 6,1 milhões para cursos de formação profissional de trabalhadores

/ Educação

O Ministério da Educação liberou R$ 6,1 milhões para cursos de formação profissional de trabalhadores no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os recursos serão destinados para a conclusão dos cursos já em andamento em cinco estados: Amazonas, Tocantins, Paraíba, Rio de Janeiro e Goiás. Segundo o MEC, o público é formado por desempregados que ainda estão recebendo o seguro-desemprego e jovens aprendizes. Serão contempladas 4.480 pessoas em 52 cidades, totalizando 72 formações. Todos os cursos são de formação inicial e continuada, ou seja, de qualificação profissional, e oferecidos na modalidade presencial, entre eles, os de assistente administrativo, eletricista industrial, encanador, maquiador, padeiro e recepcionista.

Educação: MEC libera R$ 1,2 bi para universidades e institutos federais em todo o país

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) autorizou nesta quinta(5) a liberação de R$ 1,2 bilhão para universidades e institutos federais em todo o país, com aumento de 5 pontos percentuais no limite de empenho do Orçamento para custeio e de 10 pontos percentuais para investimento. Dessa forma, o limite para empenho liberado de custeio aumenta de 80% para 85% e de investimento passa de 50% para 60% As universidades federais receberão R$ 925,12 milhões, dos quais R$ 413,32 milhões são de recursos financeiros discricionários e R$ 511,8 milhões, referentes a um orçamento extra, sendo R$ 397,6 milhões para custeio e R$ 114,2 milhões para investimento. Já os institutos federais serão contemplados com R$ 366,3 milhões, dos quais R$ 164,2 milhões de recursos financeiros discricionários e R$ 202,1 milhões a mais de limite para empenho. Para a assistência estudantil, o MEC liberou R$ 275,1 milhões de limite para empenho – R$ 190,2 milhões para as universidades e R$ 84,9 mi para os institutos. O valor corresponde à liberação de 100% do limite para empenho e assistência estudantil. Desde o início do ano, o MEC repassou R$ 5,8 bilhões em recursos financeiros e R$ 7,8 bilhões de limite para empenho, ambos discricionários, para as instituições federais vinculadas à pasta. O MEC também já liberou para as universidades e institutos federais R$ 43,51 bilhões para o custeio da folha de pagamento de pessoal.

Programa Primeiro Emprego reconvoca egressos da rede estadual de educação profissional

/ Educação

O Programa Primeiro Emprego está convocando novamente os beneficiários da primeira, segunda e terceira etapas do programa para comparecimento aos postos do Sinebahia mais próximos de suas residências. A iniciativa oferece até dois anos de experiência profissional para quem já fez o curso técnico na rede estadual de educação profissional. Aqueles candidatos que participaram da seleção devem conferir se seus nomes estão nas listas de reconvocação para que possam ir ao Sinebahia e, em seguida, assumir sua vaga de emprego. É necessário levar RG, Carteira de Trabalho e Comprovante de Residência. Os egressos também devem deixar seus contatos atualizados na escola onde estudou para facilitar a sua localização pela coordenação do programa. Caso o beneficiário já tenha comparecido ao Sinebahia e já esteja habilitado, ele deve aguardar o chamado da entidade contratante. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail primeiroemprego@governadoria.ba.gov.br.

Educação: Na reta final para o Enem, foco deve ser em simulados e na leitura de notícias

/ Educação

Faltando apenas um mês para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes que vão participar da seleção devem aproveitar os últimos dias para revisar o conteúdo e fazer provas anteriores e simulados, sem esquecer de ficar ligado nos noticiários para saber o que está acontecendo no país e no mundo. Além de solidificar os conceitos, a resolução de simulados e de provas anteriores deve ser a principal estratégia de estudo nesses últimos dias, aconselha o professor de matemática Bruno Vianna,. Segundo ele, essa prática faz com que o aluno se acostume com o tempo que terá para analisar e responder a todas as questões no dia do Enem. ”No Enem, o aluno tem que estar preparado para fazer uma prova nos moldes em que ele não está acostumado, pois é muito diferente das avaliações internas que as escolas costumam fazer. Os alunos não têm o costume de resolver 45 questões em um espaço grande de tempo”. Na área de matemática, Vianna diz que os assuntos que vêm aparecendo com mais frequência no Enem são os do ensino fundamental, como geometria plana e proporcionalidade. ”Seria bom focar nesses assuntos principalmente”. O coordenador de biologia do Colégio Sigma, de Brasília, Alessandro Reis, diz que é importante a leitura de temas da atualidade, que são abordados com frequência no Enem. Ele chama a atenção para assuntos ligados à ecologia, como o aquecimento global e os acordos internacionais sobre o clima, que envolvem também as relações internacionais. Outros assuntos da atualidade que podem ser abordados na prova, segundo o professor, são as ocorrências ligadas ao mosquito Aedes aegypti. Reis também recomenda ao candidato a realização de provas anteriores, para aprender a gerenciar o tempo e identificar dificuldades. ”Quando ele pega as provas anteriores para fazer, parte de exames reais e, com isso, ele consegue quantificar o tempo e ver onde encontrou mais dificuldades”. Para a redação, a sugestão dos professores é analisar provas passadas e trabalhar a compreensão dos temas que já foram propostos. A coordenadora de redação do Colégio Sigma, Carolina Darolt, sugere que os alunos analisem as cinco últimas provas, montando uma estrutura de argumentação, ou seja, analisando qual seria a tese apresentada diante do tema e quais seriam os argumentos. Ela também destaca a importância de o aluno estar atualizado com os noticiários. Outra dica para os últimos dias é fazer o percurso de casa até o local de prova, para garantir que o candidato saberá chegar ao endereço no dia do Enem, além de ter uma noção do tempo gasto até lá. O cartão de confirmação do Enem estará disponível na página eletrônica do exame a partir do dia 20 de outubro. O cartão informa o local onde cada estudante fará as provas, além do número de inscrição e dos horários. Neste ano, o Enem será realizado em dois domingos, nos dias 5 e 12 de novembro. A abertura dos portões será às 12h e o fechamento às 13h. O início dos testes será às 13h30, sempre tendo como referência o horário de Brasília. No primeiro domingo, os estudantes farão testes de ciências humanas, linguagens e redação e terão cinco horas e meia para fazer o exame. No segundo domingo, as provas serão de matemática e ciências da natureza, com prazo de quatro horas e meia. Leia na íntegra

Governador Rui Costa anuncia publicação de segundo edital do programa Mais Futuro

/ Educação

O governador Rui Costa anunciou, durante conversa ao vivo com internautas em sua página no Facebook nesta terça-feira (3), que o edital da segunda etapa do programa Mais Futuro será publicado no Diário Oficial de quarta-feira (4). As inscrições seguirão abertas até o dia 3 de novembro, através do site maisfuturo.educacao.ba.gov.br. A iniciativa oferece auxílio financeiro para os estudantes das universidades Estadual de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e para a Universidade do Estado da Bahia, (Uneb), que estejam em condições de vulnerabilidade socioeconômica, participantes do CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público. Os interessados em participar desta segunda etapa devem estar atentos para ter o registro atualizado no cadastro centralizado de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para fazer essa atualização é preciso ir até o setor responsável pelo CadÚnico ou pelo Bolsa Família na cidade em que mora. Caso não saiba onde fica o local de cadastramento, o interessado pode buscar essa orientação no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo de sua casa. Em muitas localidades, o próprio Cras realiza o cadastramento das famílias. Candidatos ao programa Mais Futuro também não devem possuir vínculo empregatício e não ter concluído qualquer outro curso de nível superior. O incentivo garante a permanência desses estudantes nas salas de aula e a conclusão dos cursos de graduação.”Essa iniciativa do Governo do Estado é de fundamental importância para assegurar que os estudantes permaneçam no curso sem sofrer descontinuidade. Sabemos o quanto o auxílio financeiro é importante para os jovens continuarem seus estudos na universidade, por isso estamos atentos às necessidades deste segmento e continuaremos a investir na formação dos nossos jovens”, afirmou o governador Rui Costa. O valor da bolsa é de R$ 300 para quem estuda a até cem quilômetros de onde mora, ou de R$ 600 para os que vivem a uma distância maior, pois para estes há a necessidade de moradia temporária na cidade onde estuda. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso. No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado. Até o fim de 2018, cerca de R$ 50 milhões serão investidos pelo governo de estado no programa. O pagamento das bolsas é feito diretamente ao próprio estudante, através de cartão, em conta bancária criada exclusivamente com essa finalidade. Mais de 4 mil jovens foram selecionados na primeira etapa. Entre eles, 3.600 já recebem o auxílio financeiro, chamado auxílio permanência, e os 400 estudantes restantes ganharam a oportunidade de estagiar em órgãos do governo baiano.

Educação: MEC autoriza criação de 127 cursos superiores em instituições privadas

/ Educação

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, do Ministério da Educação, autorizou o funcionamento de mais 127 cursos superiores em instituição privadas. As portarias que autorizaram os cursos estão publicadas na edição de hoje (28) do Diário Oficial da União. Foram criados cursos na área de saúde, como farmácia, fisioterapia, radiologia e odontologia. Foram autorizados também cursos de ciências contábeis, engenharia mecânica, veterinária, engenharia química, gestão ambiental, agronomia, pedagogia, redes de computadores e outros. As instituições autorizadas a implantarem os novos cursos estão nos estados da Bahia, Paraíba, do Rio Grande do Norte, Pará, Paraná, Maranhão, Espírito Santo, Piauí, Amazonas, Ceará, de São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Goiás, Santa Catarina e Tocantins. A lista completa com os cursos autorizados, o número de vagas e as instituições pode ser conferida no Diário Oficial da União.

Educação: Programas de pós-graduação da Uesb elevam conceitos na avaliação Capes

/ Educação

Quatro programas de pós graduação da Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb) aumentaram seus conceitos na avaliação realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, referente ao período 2013 a 2016. Destaque para o de Zootecnia, que passou do conceito 4 para 5, alcançando a Excelência Nacional. Também aumentaram o desempenho de 3 para 4, três programas com curso de mestrado – Linguística; Letras: Cultura, Educação e Linguagem, ambos em Vitória da Conquista; e Educação Científica e Formação de Professores, no campus de Jequié. Outro dado positivo foi a permanência do programa de pós-graduação em Memória: Linguagem e Sociedade, com cursos de mestrado e de doutorado (campus de Conquista), no conceito 5. Outros três programas da universidade, níveis de mestrado e doutorado, também mantiveram o seu bom desempenho (nota 4) – o de Engenharia e Ciência de Alimentos, (Itapetinga); Enfermagem e Saúde (Jequié) e Agronomia (Conquista). A cada quatro anos a Capes faz a avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu em funcionamento no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). Desta vez, no total, foram avaliados 16 programas da universidade. Educação; Geografia; Ensino; e Ciências Florestais (Conquista); Ciências Ambientais (Itapetinga); Relações Étnicas e Contemporaneidade; Genética, Biodiversidade e Conservação; e Química (Jequié), que mantiveram o conceito 3. Para a Uesb, a avaliação Capes reflete o crescimento e o fortalecimento da pós-graduação das Instituições de Ensino Superior (IES). Segundo a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Alexilda Oliveira, esse resultado é motivo de alegria e revela superação. ”Os nossos programas conseguiram superar as dificuldades do contigenciamento financeiro das agências de fomento e outras situações adversas. Não tivemos nenhuma queda de conceito 4, alguns programas foram contemplados com a elevação das suas notas. É um momento de celebração e planejamento estratégico para a próxima quadrienal, com vistas à elevação de conceito dos programas que mantiveram a nota 3”.

Educação: Professores Uesb anunciam paralisação para quarta-feira e realizarão ato público

/ Educação

Na quarta-feira (27),  professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) paralisarão suas atividades e realizarão ato público em Salvador ”em protesto contra o ajuste fiscal e o arrocho salarial do governo Rui Costa”, justifica nota oficial da Associação de Docentes (Adusb), alegando que as perdas salariais são de quase 20% e mais de R$ 50 milhões deixaram de ser repassados para a Universidade nos últimos anos. A categoria aprovou indicativo de greve no mês de julho.  De acordo com informações do final de julho da Assessoria de Gestão de Pessoas da Uesb, estão travados 17 processos de mudança de regime de trabalho e 61 promoções, sendo 15 na fila para pleno, 36 para titular e 10 para adjunto. Além das promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho, outros direitos trabalhistas não são respeitados, como a reposição inflacionária. Nos últimos dois anos, o governo do estado não realizou o pagamento do reajuste linear e as perdas inflacionárias acumuladas são de quase 20% ao longo do período. Por exemplo, um Auxiliar A 20h, cujo salário bruto (sem os descontos legais) mínimo é de R$ 2.172,05, deixa de receber R$ 279,98 (19,3%) por mês. A situação gera uma perda acumulada (considerando janeiro de 2015 a junho de 2017) de R$ 4.842,11. ”O governo do Estado tem reduzido verbas de manutenção, investimento e custeio das Universidades Estaduais da Bahia. Tomando como base 2013, mais de R$ 50 milhões deixaram de ser repassados para as verbas de manutenção, investimento e custeio da Uesb. A situação afeta diretamente o funcionamento da Instituição faltam recursos também para o pagamento de bolsas, de fornecedores, materiais para laboratórios, aulas de campo e outras atividades essenciais”, acrescenta  a Adusb em sua página oficial.

Universidade Federal abre inscrições para cursos gratuitos de especialização

/ Educação

O Polo da Universidade aberta de Brasil de Juazeiro está com inscrições abertas para Cursos de Especialização (Lato Sensu) da Universidade Federal do Vale do São Francisco até 28 de setembro de 2017. Confira aqui o edital. Por meio da Secretaria de Educação à Distância (SEaD), serão disponibilizados para a região do Vale do São Francisco os cursos de Gestão Pública Municipal, Desenvolvimento Infantil, Ensino de Química e Biologia e Libras, todos na modalidade à distância. Todos os cursos terão vagas destinadas à demanda pública (servidores públicos e professores da rede pública de educação básica) e ampla concorrência (público em geral). A inscrição é realizada unicamente pela internet, através do Sistema de Processos Seletivos da Sead (Sipss), na opção Seleções (http://www.sead.univasf.edu.br/processoseletivo). Os cursos são voltados aos portadores de diploma, em qualquer área do conhecimento nas modalidades de licenciatura, bacharelado ou de graduação tecnológica, desde que emitidos por instituições oficiais e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). O processo de seleção será composto por duas etapas: análise da Carta de Intenções, de caráter classificatório e eliminatório, e análise curricular de caráter classificatório. A análise será realizada por uma Banca Examinadora, composta por três membros. No edital é possível entender como a Carta de Intenções deverá ser redigida bem como conhecer os critérios de avaliação que serão usados pela Banca.

Curso de Enfermagem da Uesb campus de Jequié está entre os melhores do Brasil, com nota máxima

/ Educação

Enfermagem da Uesb recebe nota máxima. Foto: Divulgação

Foi divulgado pelo Ministério da Educação, o resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2016. Na avaliação, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia está no rol das Instituições de Ensino Superior que são referências no país. O curso de Enfermagem, no campus de Jequié, recebeu o conceito 5. Nota máxima. O desempenho da graduação a coloca entre os 7% das instituições brasileiras que alcançaram a melhor nota na avaliação, do universo de 732 cursos analisados pelo Ministério da Educação. Os cursos de Fisioterapia e Farmácia, também no campus de Jequié, foram classificados com nota 4 e figuram na lista dos cursos bem avaliados da região nordestina – Fisioterapia ocupa a 11ª colocação, entre os 109 cursos analisados, e Farmácia está em 8ª dos 64 avaliados. O curso de Medicina, do campus de Vitória da Conquista, com conceito 4, aparece entre os 16 melhores cursos do Brasil, sendo o 4º melhor do Nordeste.

Oportunidade: Estado oferece mais de 3,1 mil vagas de estágio; bolsa chega a R$ 1.424

/ Educação

Quem está em busca de estágio deve ficar ligado. Termina no próximo domingo (17) as inscrições para o processo seletivo do Programa de Estágio, da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb). As oportunidades são estagiar nos orgãos do Governo do Estado, além de empresas públicas. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet. Ao todo, serão preenchidas 3,105 vagas para estudantes de ensino superior matriculados em um dos 100 cursos listados no edital. A carga horária de atividade é de 4 horas diárias e 20 horas semanais. O valor da bolsa estágio será de R$ 455. Exceto para as vagas da Desembahia que oferece R$ 1.424. Os estudantes também receberão auxílio transporte e terão direito a recesso remunerado proporcional.

Inscrição: Além de Salvador, o programara contempla municípios do interior e Região Metropolitana. Por conta disso, os universitários devem se candidatar à vaga estágio na sua área de formação e que sua atuação seja na cidade onde morem ou estudem. No momento da inscrição, os universitários poderão escolher até três órgãos nos quais têm interesse de estagiar, de acordo com as vagas ofertadas – são 60 órgãos da administração pública estadual na capital e outros 42 em municípios do interior. O comprovante de inscrição será enviado por e-mail e quaisquer dados informados de forma inverídica ou incorreta levarão à imediata eliminação do candidato.

Confira lista dos Órgãos/Entidades com vagas no Programa Partiu Estágio

Pré-requisitos
Podem participar do programa universitários que estejam regularmente matriculados na modalidade presencial em diversas áreas. É necessário, ainda, que o jovem tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido pelo menos 50% do seu curso de formação. Segundo a Saeb, as serão preenchidas seguindo os mesmos critérios do primeiro edital do Partiu Estágio: a convocação dará prioridade aos universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico, seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Caso existam vagas remanescentes, as mesmas serão preenchidas pelos demais universitários, como aqueles não inscritos no CadÚnico e que tenham estudado o ensino médio em escola particular sem bolsa integral.

Estágio
O contrato dos jovens selecionados tem duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação. Os universitários que forem selecionados para estagiar no Estado serão convocados prioritariamente por e-mail, no qual será informado em qual órgão irá atuar. Após a convocação, o estudante tem, no máximo, dez dias úteis para se apresentar portando documentação indicada no edital. Quem não comparecer ao local indicado após o prazo ou com documentos faltando perderá a vaga. As atividades que serão desenvolvidas durante o estágio estarão previstas no Plano de Estágio, documento que será assinado pelo estudante, pela instituição de ensino superior e pelo órgão contratante no ato da contratação, juntamente com o Termo de Compromisso de Estágio.