Estado entregará máscaras para municípios; Jaguaquara, Santa Inês outras cidade estão na lista

/ Bahia

Governo contempla municípios com distribuição de máscaras

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte (Setre), entrega nesta semana mais 201,7 mil máscaras de proteção para reforçar o combate ao novo coronavírus na Bahia.

Amanhã (23), no Centro Público de Economia Solidária de Irecê, serão distribuídas 60 mil máscaras para os municípios de América Dourada, Barro Alto, Boa Vista do Tupim, Cafarnaum, Canarana, Central, Ibipeba, Ipupiara, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Lapão, Piritiba, Presidente Dutra e Tapiramutá.

Também na terça-feira, às 10h, Araci, Biritinga, Candeal, Cansanção, Conceição do Coité, Itiúba, Monte Santo, Nordestina, Queimadas, Quijingue, Retirolândia, Santaluz, São Domingos, Serrinha, Teofilândia, Tucano e Valente recebem 50 mil unidades do equipamento de proteção individual. A entrega acontece na sede do Núcleo de Piscicultura do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), em Itiúba.

Na quinta (25), serão beneficiadas as cidades de Castro Alves, Cruz das Almas, Maragojipe, Muniz Ferreira, Santo Amaro, Sapeaçu e Saubara, com 11,7 mil máscaras distribuídas na Secretaria de Assistência Social de Cruz das Almas. No mesmo dia, 40 mil unidades do item serão entregues no Centro Cultural de Santo Antônio de Jesus, para as localidades de Amargosa, Jaguaquara, Jiquiriçá, Milagres, Planaltino, Santa Inês. Santo Antônio de Jesus e Ubaíra.

Já na sexta-feira (26), a distribuição de 40 mil máscaras acontece no Clube dos Bancários de Feira de Santana, contemplando as cidades de Água Fria, Amélia Rodrigues, Conceição da Feira, Feira de Santana, Santa Bárbara, São Gonçalo dos Campos, Serrinha, Teofilândia, Santa Terezinha, Itaberaba e Conceição do Jacuípe

Geração de renda – As máscaras são fruto do projeto ”Trabalhando em Rede no Combate ao Coronavírus”, que oferece apoio financeiro a 600 profissionais de costura. Com um investimento de R$ 3,6 milhões do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), o projeto prevê a produção de 2 milhões de máscaras, em quatro polos distribuídos no território baiano.

A iniciativa é executada por Organizações da Sociedade Civil (OSC), que são responsáveis pela contratação de profissionais, pagamento da bolsa-produção, aquisição de insumos e acompanhamento de todas as etapas da atividade.

Os beneficiados são egressos dos cursos de Corte e Costura do Programa Qualifica Bahia e de projetos do Funtrad, profissionais da área têxtil inseridos no Programa Contrate.Ba e pessoas em situação de maior vulnerabilidade social, como mulheres chefas de família monoparental.

Avião monomotor cai em zona rural em município do Oeste da Bahia e piloto morre

/ Bahia

Um avião monomotor caiu na zona rural do distrito de Roda Velha, que fica na cidade de São Desidério, oeste da Bahia. O piloto morreu. Segundo informações preliminares, ele estava sozinho.

O acidente aconteceu no sábado (20), mas as informações foram confirmadas pela Polícia Civil da cidade neste domingo (21).

O avião era do tipo agrícola e estava a serviço de um proprietário de terras da região, que fica no Km-438, na BR-020. O Departamento de Polícia Técnica de Barreiras foi acionado para levar o corpo do piloto e periciar o local.

Não há detalhes sobre as circunstâncias do acidente. Segundo informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), não havia irregularidades com a aeronave. Com informações do G1

Pela primeira vez, Bahia tem mais curados do que casos ativos de coronavírus

/ Bahia

Bahia tem 22.588 curados de coronavírus. Foto: Paula Fróes

Pela primeira vez desde o início da pandemia, em março deste ano, a Bahia registrou mais curados de coronavírus do que casos ativos da doença.

Conforme último boletim do governo do Estado, divulgado na tarde de hoje (21), a Bahia tem 22.588 curados e 22.300 casos ativos – uma diferença de 288 pessoas.

No Brasil o número de curados passou o número de ativos na última quarta-feira (17). Na época, o Ministério da Saúde registrou 463.474 pessoas curadas, enquanto outros 445.393 pacientes seguiam em acompanhamento médico.

Boletim epidemiológico: Bahia registra 1.382 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.382 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,1%), 45 óbitos (+3,4%) e 1.102 curados (+5,4%). Dos 45.304 casos confirmados desde o início da pandemia, 21.691 já são considerados curados, 22.263 encontram-se ativos e 1.350 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 358 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (51,74%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ipiaú (1.146,64), Itajuípe (1.044,36), Uruçuca (1.042,94), São José da Vitória (1.007,60) e Gandu (851,77).

Na oportunidade, a tabela de casos ativos do boletim epidemiológico de ontem (19) deve ser desconsiderada. Houve um erro de cálculo exclusivamente nesta tabela devido uma instabilidade no sistema e-SUS e a solicitação do Ministério da Saúde para o retorno do cálculo de incidência para 100 mil habitantes ao invés de 1 milhão, revertendo, portando, a orientação do próprio ministério. O problema foi identificado e sanado no boletim de hoje.

O boletim epidemiológico contabiliza neste sábado (20) 45.304 casos confirmados, 92.748 casos descartados e 102.400 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas.

Na Bahia, 6.141 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.158 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.292 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 893 leitos exclusivos para o coronavírus, 667 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 75%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.350 mortes pelo novo coronavírus.

1306º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 28/05, veio a óbito dia 05/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1307º óbito – mulher, 78 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e obesidade. Internada dia 02/06, veio a óbito dia 14/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1308º óbito – homem, 46 anos, residente em Cícero Dantas, sem informação acerca de comorbidades. Também sem informação sobre a data da internação, veio a óbito dia 28/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1309º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasias. Internada dia 03/06, veio a óbito dia 15/06, em hospital da rede particular, em Salvador.

1310º óbito – homem, 76 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades. Também sem informação sobre a data da internação, veio a óbito dia 14/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1311º óbito – homem, 76 anos, residente em Cruz das Almas, portador de doença renal crônica. Internado dia 19/05, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1312º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, doença cardiovascular e obesidade. Internado dia 03/06, veio a óbito dia 18/06, em hospital militar, em Salvador;

1313º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 21/05, veio a óbito em hospital da rede pública, em Salvador;

1314º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado em 18/06, veio a óbito no mesmo dia, em hospital da rede particular, em Salvador;

1315º óbito – mulher, 84 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 10/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1316º óbito – mulher, 81 anos, residente em Sobradinho, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 10/06, em hospital da rede particular, em Remanso;

1317º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e imunodeficiência. Internado dia 01/06, veio a óbito dia 17/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1318º óbito – criança (sexo feminino), oito anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades. Veio a óbito dia 02/06, em seu domicílio, em Itabuna;

1319º óbito – mulher, 40 anos, residente em Itabuna, portadora de doença renal crônica. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 15/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1320º óbito – homem, 48 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 15/06, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1321º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, doença cardiovascular e obesidade. Internado em 22/05, veio a óbito 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1322º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internada dia 14/05, veio a óbito dia 15/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1323º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus, doença do sistema nervoso e doença hepática. Internado dia 04/06, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1324º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 01/06, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1325º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informação sobre a data da internação, veio a óbito dia 12/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1326º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 11/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1327º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internada dia 02/06, veio a óbito dia 12/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1328º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 19/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1329º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 17/06, veio a óbito dia 19/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1330º óbito – mulher, 68 anos, residente em Ilhéus, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 06/06 e veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1331º óbito – homem, 84 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 09/06 e veio a óbito dia 18/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1332º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 05/06 e veio a óbito na mesma data (05/06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1333º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 09/05 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1334º óbito – homem, 78 anos, residente em Lauto de Freitas, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1335º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular, doença renal crônica e obesidade, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1336º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1337º óbito – homem, 64 anos, residente em Santo Antônio de Jesus, sem comorbidades, foi internado dia 14/06 e veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Santo Antônio de Jesus;

1338º óbito – homem, 47 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, foi internado dia 24/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1339º óbito – homem, 58 anos, residente em Conceição da Feira, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 18/06 e veio a óbito na mesma data (18/06), em unidade da rede pública, em Conceição da Feira;

1340º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi interado dia 14/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1341º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 08/06 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1342º óbito – homem, 79 anos, residente em Vitória da Conquista, portador de doença do sistema nervoso, foi internado dia 02/06 e veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede filantrópica, em Vitória da Conquista;

1343º óbito – homem, 43 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 03/06 e veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1344º óbito – mulher, 55 anos, residente em Miguel Calmon, portadora de doença cardiovascular e neoplasias, foi internada dia 05/05 e veio a óbito dia 15/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1345º óbito – mulher, 56 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede filantrópica, em Valença;

1346º óbito – homem, 87 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 23/05 e veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1347º óbito – mulher, 66 anos, residente em Vitória da Conquista, portadora de diabetes e doença do sistema nervoso, data de admissão não informada, veio a óbito dia 18/06, em unidade da rede filantrópica, em Vitória da Conquista;

1348º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1349º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 26/04 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1350º óbito – homem, 50 anos, residente em Vitória da Conquista, sem comorbidades, foi internado dia 15/06 e veio a óbito dia 18/06, em unidade da rede filantrópica, em Vitória da Conquista.

MP recomenda que Prefeitura de Gandu reavalie abertura do comércio, com 342 casos e 08 óbitos

/ Bahia

Decreto em Gandu autorizou reabertura do comércio. Foto: Facebook

Na última sexta-feira (19), a prefeitura de Gandu recebeu uma orientação do Ministério Público para reavaliar o decreto de reabertura do comércio no município. O documento ressalta o número considerável de casos de coronavírus na cidade e pele que apenas os serviços essenciais sejam autorizados a funcionar.

Assinado pela promotora de Justiça Maria Anita Corrêa, o pedido reforça que estabelecimentos que não estejam enquadrados como necessários apresentem uma justificativa técnica e fundamentada para permanecerem abertos, além da apresentação de evidências e análises da vigilância sobre estratégias de segurança de saúde frente ao cenário local.

A promotora solicita ainda que as estruturas dos serviços de saúde para atender a população diagnosticada com Covid-19 sejam apresentadas como finalizadas, comprovando que a cidade tem capacidade de atender um período de pico de contaminação. Com isso, ela pede a apresentação do suprimento de leitos, EPIs, respiradores, insumos médicos e testes laboratoriais e quantitativos da equipe de profissionais de saúde no município.

Por fim, a recomendação pede ainda que a prefeitura da cidade seja transparente quanto aos numerários de diagnósticos e óbitos relacionados ao vírus.

O comércio da cidade de Gandu foi fechado em maio e totalmente reaberto neste mês de junho. Atualmente, a cidade apresenta 342 casos confirmados para Covid-19, com o registro de 08 óbitos. Com informações do Bahia Notícias

Bahia registra mais de 2,3 mil casos de coronavírus nas últimas 24h e supera 1,3 mil mortos

/ Bahia

A Bahia registrou 2.345 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), esse número representa uma taxa de crescimento de 12,2% em relação ao dia anterior.

A secretaria ressolta que o boletim epidemiológico desta sexta-feira (19) apresenta dados acumulados devido à instabilidade ocorrida no sistema que afetou o levantamento e catalogação dos casos ambulatoriais de Covid-19 em todo o Brasil.

No total, em toda a Bahia foram 43.922 pessoas que testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia no estado. O número de mortes chegou a 1.303, um aumento de 42 confirmações nas últimas 24 horas.

O boletim informou também que desse total de casos, 20.589 pessoas já são consideradas recuperadas do vírus e 22.028 seguem sendo monitoradas pela secretaria.

As confirmações dos casos compreendem, pelo menos, 357 municípios em todo a Bahia, sendo a maior proporção ainda registrada em Salvador. Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por cem mil habitantes foram Ipiaú (1.113,95), Itajuípe (1.005,32), Uruçuca (1.003,95), São José da Vitória (901,54) e Salvador (771,32).

Sobre a taxa de ocupação dos leitos, a Sesab informa que dos 2.120 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.314 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 872 leitos exclusivos para o coronavírus, 668 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 77%.

Detran-BA lembra 12 anos da Lei Seca e mantém fiscalização durante a pandemia

/ Bahia

Em 19 de junho de 2008, foi promulgada no Brasil a Lei Seca, que estabeleceu punições mais rigorosas para quem dirige sob o efeito de bebidas alcoólicas. Doze anos depois, as regras estão mais duras. Atualmente, a legislação prevê para o condutor alcoolizado multa de quase R$ 3 mil, suspensão da carteira de habilitação, remoção do veículo e até oito anos de prisão, caso ele tenha provocado acidente com morte.

Na Bahia, a Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) foi mantida durante a pandemia da Covid-19. A ação segue regras sanitárias e conta com o apoio da Polícia Militar. ”Além da utilização de máscaras e luvas e da higienização dos equipamentos, o uso do bafômetro foi reduzido. O teste só está sendo feito em motoristas com sinais de embriaguez”, explicou o coordenador de fiscalização do Detran-BA, Márcio Santos.

Em 2019, o Detran-BA realizou quase 50 mil testes de alcoolemia, com mais de quatro mil condutores enquadrados na Lei Seca. ”Infelizmente, muitos motoristas ainda insistem na prática perigosa de beber e dirigir. Mudar esse quadro é um desafio que precisa do envolvimento de toda a sociedade. O aniversário da lei deve servir para essa reflexão”, declarou o diretor-geral do Detran-BA, Rodrigo Pimentel.

Bolsonarista, Capitão Alden invade Hospital Riverside armado e provoca confusão na unidade

/ Bahia

Deputado invade hospital de campanha. Foto: Reprodução

O deputado estadual Capitão Alden (PSL) invadiu o Hospital Riverside na manhã desta quarta-feira (17) e provocou confusão nas imediações da unidade, inclusive com a presença de unidades policiais. Segundo o relato da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), o parlamentar acompanhado por seguranças armados encontra-se no pátio que dá acesso a todos os quartos sem, no entanto, ter tido contato com pacientes internados na unidade de saúde, voltada para atendimentos para vítimas da Covid-19.

A assessoria de Alden nega que tenha havido a invasão. Em contato com o site Bahia Notícias, um dos assessores do deputado aponta que ele foi até o Hospital Riverside buscar informações sobre o contrato de gestão da unidade, após ”supostas irregularidades”. ”Ele está cumprindo o papel dele como deputado estadual, de fiscalizar os atos do governo”, informa o parlamentar.

De acordo com a Sesab, o pátio em que o deputado aguarda a resolução do imbróglio fica dentro da unidade de saúde, uma espécie de antessala para o acesso aos quartos – o hospital foi transformado recentemente para receber pacientes, após funcionar como um hotel e ser integrado ao patrimônio do estado.

Após a invasão do espaço, representantes da unidade hospital, da Sesab e, por determinação do comandante-geral da Polícia Militar, Anselmo Brandão, equipes da PM encontram-se no Hospital Riversidade para tentar evitar o acesso a outras dependências da unidade.

O parlamentar é aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que sugeriu que apoiadores ”fiscalizassem” hospitais de campanha ou voltados para o suporte ao coronavírus para verificar a ocupação dos leitos. Na Bahia, não havia registro de ações similares de simpatizantes do presidente.

Valença, Gandu e Teixeira são as cidades com maior avanço do coronavírus nos últimos cinco dias

/ Bahia

Rui pede cuidado em Gandu e Valença. Foto: Elói Corrêa

A Bahia reafirmou com os dados desta segunda-feira a média geral de crescimento da curva de contágio do novo coronavírus em 4% por dia. Em número de óbitos, a alta foi um pouco menor (3,5%), mas este número tem variado em torno de 4% desde o último dia 6. Os números foram apresentados pelo governador Rui Costa no começo da noite, em transmissão pelo Instagram e Facebook.

Para o gestor, a disciplina no cumprimento das medidas tem refletido na estabilização dos números na Bahia, mas o volume ainda alto de casos e indicadores em alguns municípios representam um risco.

Valença, Gandu, e Teixeira de Freitas tiveram avanços em totais de contaminados de 45%, 39% e 32%, respectivamente, em um intervalo de cinco dias. ”Em Gandu e Valença, é preciso ter cuidado. São 9% e 8% em média diária de crescimento”, destacou Rui. Na semana passada, Teixeira de Freitas atingiu 90% de expansão em cinco dias.

O governador abordou ainda os investimentos em saúde que vem sendo realizados. Na próxima semana, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) vai entregar duas Unidades Básicas de Saúde em Salvador, nos bairros de Pirajá e IAPI. Até o final do mês, o novo Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, vai abrir as portas. São 40 leitos de UTI e 12 salas cirúrgicas que, no primeiro momento, atenderá preferencialmente a pacientes de Covid-19.

Rui também fez um apelo para a população evitar locais fechados. ”Os locais fechados e com ar-condicionado são os de maior contaminação. No meu gabinete, tem dois meses que eu não uso ar-condicionado. As janelas ficam todas abertas, as portas abertas, para ventilar o tempo todo”, relatou.

Para conter coronavírus, prefeito de Camaçari prorroga toque de recolher até 22 de junho

/ Bahia

 

Elinaldo Araújo prorrogou o toque de recolher. Foto: Divulgação

A prefeitura de Camaçari prorrogou até 22 de junho o toque de recolher no município. A medida está em vigor desde 30 de maio, para reduzir a curva de contágio do novo coronavírus no município. Essa é a segunda prorrogação.

”Com o toque de recolher, aliado às demais medidas que adotamos, estamos conseguindo reduzir essa curva de contaminação. Decidimos prorrogar para diminuir ainda mais essa curva e, assim, proteger as pessoas. Inclusive, estamos observando maior conscientização da população, o que tem nos ajudado a reduzir o contágio”, destacou o prefeito Elinaldo Araújo.

O decreto de toque de recolher restringe a locomoção noturna, de segunda a sexta-feira, das 20h às 5h da manhã. Aos sábados e domingos, a restrição começa às 16h e segue até as 5h.

A determinação extingue o deslocamento de prestadores de serviços na modalidade delivery, que podem circular até as 23h59, com tolerância de uma hora para que os colaboradores voltem pra casa.

Nos últimos sete dias, o município de Camaçari registrou aumento de 26% nos casos do novo coronavírus. Em 8 de junho, a cidade tinha 449 diagnósticos da Covid-19; na última segunda-feira (15), o total passou para 569 casos.

Boletim epidemiológico: Bahia tem 1.219 casos registrados de Covid-19 nas últimas 24 horas

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.219 casos novos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,3%), 40 óbitos (+3,6%) e 364 curados (+2,4%). Dos 37.620 casos confirmados desde o início da pandemia, 15.850 já são considerados curados, 20.625 encontram-se ativos e 1.145 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 356 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,20%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.662,78), Uruçuca (9.454,65), Ipiaú (8.872,32), São José da Vitória (8.485,06) e Salvador (7.145,72).

O boletim epidemiológico contabiliza 37.620 casos confirmados, 73.005 casos descartados e 81.369 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira (15).

Na Bahia, 5.341 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2102 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1265 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 866 leitos exclusivos para o coronavírus, 642 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 74%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.145 mortes pelo novo coronavírus.

1106º óbito – mulher, 75 anos, residente em Juazeiro, sem informações acerca de comorbidades. Foi internada dia05/06, veio a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Juazeiro;

1107º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, hipertensão arterial e obesidade. Foi internado dia 30/05, veio a óbito dia 03/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1108º óbito – homem, 54 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Foi internado dia 08/06, veio a óbito dia 14/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1109º óbito – homem, 50 anos, residente em Itatim, sem informações acerca de comorbidades. Foi internado dia 20/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1110º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 05/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1111º óbito – criança, do sexo feminino, 9 anos, residente em Almadina, portadora de doença cardiovascular. Sem informação acerca da data de internação. Veio a óbito dia 13/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1112º óbito – mulher, 89 anos, residente em Feira de Santana, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 27/05, veio a óbito dia 02/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1113º óbito – homem, 84 anos, residente em Gandu, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Sem informação acerca da data de internação. Veio a óbito dia 10/06, em hospital da rede pública, em Gandu;

1114º óbito – mulher, 38 anos, residente em Itapetinga, sem informações acerca de comorbidades. Sem informações sobre a data da internação, veio a óbito dia 09/06, em hospital da rede particular, em Vitória da Conquista;

1115º óbito – homem, 33 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial e obesidade. Sem informação acerca da data da internação. Veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1116º óbito – mulher, 65 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidades de rede pública, em Feira de Santana;

1117º óbito – homem, 70 anos, residente em Nova Viçosa, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 14/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1118º óbito – homem, 76 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1119º óbito – mulher, 56 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

1120º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 29/04 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1121º óbito – mulher, 36 anos, residente em Feira de Santana, portadora de neoplasias e doença renal crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1122º óbito – mulher, 82 anos, residente em Itamaraju, sem comorbidades, foi internada dia 10/06 e veio a óbito na mesma data (10/06), em unidade da rede pública, em Itamaraju;

1123º óbito – mulher, 83 anos, residente em Itabuna, portadora de hipertensão arterial, veio a óbito dia 31/05, em domicílio;

1124º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e neoplasias, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

1125º óbito – mulher, 45 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1126º óbito – homem, 77 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, foi internado dia 11/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1127º óbito – homem, 66 anos, residente em Jequié, portador de doença renal crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Jequié;

1128º óbito – homem, 80 anos, residente em Iaçu, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Iaçu;

1129º óbito – homem, 63 anos, residente em Feira de Santana, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 12/06 e veio a óbito na mesma data (12/06), em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1130º óbito – mulher, 74 anos, residente em Barreiras, portadora de doença cardiovascular e obesidade, foi internada dia 09/06 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Barreiras;

1131º óbito – homem, 54 anos, residente em Itanhém, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Floriano;

1132º óbito – homem, 78 anos, residente em Uruçuca, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 23/05 e veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1133º óbito – homem, 75 anos, residente em Itabuna, sem comorbidades, foi internado dia 03/06 e veio a óbito na mesma data (03/06), em unidade da rede pública, em Itabuna;

1134º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 13/05 e veio óbito dia 10/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1135º óbito – mulher, 71 anos, residente em Barreiras, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 11/06 e veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Barreiras;

1136º óbito – mulher, 84 anos, residente em Itabuna, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, veio a óbito dia 31/05, em domicílio, em Itabuna;

1137º óbito – mulher, 68 anos, residente em Candeias, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 20/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1138º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1139º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória crônica e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1140º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1141º óbito – mulher, 62 anos, residente em Itapetinga, comorbidade pós-operatório e outros, data de admissão não informada, veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1142º óbito – homem, 40 anos, residente em Serrinha, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1143º óbito – homem, 89 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 06/06 e veio a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1144º óbito – mulher, 44 anos, residente em São Francisco do Conde, portadora de neoplasias, foi internada dia 06/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1145º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença cardiovascular, doença respiratória crônica, obesidade e doença renal crônica, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador.

”Só quem fica intimidado é quem tem rabo preso”, dispara governador Rui Costa sobre respiradores

/ Bahia

Governador Rui Costa diz não temer investigação. Foto: Camila Souza

O governador Rui Costa (PT) concedeu entrevista à rádio Feliz FM, de Salvador, na manhã desta segunda-feira, e abordou diversos assuntos. O mais polêmico, entretanto, coube ao caso da compra de 300 respiradores junto à Biogeoenergy e Hempcare, no valor de R$ 48 milhões, para o Consórcio Nordeste, grupo formado pelos nove estados da região. Os equipamentos não foram entregues, assim como o recurso não foi devolvido. O objetivo era abastecer os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no combate à Covid-19 (novo coronavírus) no estado, que estão à beira de um colapso. Deste total, R$ 10 milhões foram da Bahia.

”Por causa da situação da pandemia, você se submete a pagar antecipado. Quando você paga à vista o risco é muito maior. O estado sofreu uma fraude”, exaltou-se Rui Costa. De acordo com ele, foram abertos procedimentos internos para a apuração da responsabilidade, processo cível e investigação criminal.

”Aqueles que acham que vão me constranger e me emparedar com este tipo de comportamento estão muito enganados. Só quem fica intimidado é quem tem rabo preso”, disparou, referindo-se à decisão do Ministério Público Federal (MPF), que instaurou inquérito civil para investigar possíveis atos de improbidade administrativa no contrato firmado pelo Consórcio, presidido pelo governador baiano.

No último dia 8, o processo referente à Operação Ragnarok, da Polícia Civil, que prendeu três empresários responsáveis pelo negócio, e tramitava na Justiça baiana, foi encaminhado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), responsável por processar e julgar governadores.

Queda na arrecadação

Quando questionado sobre uma possível recessão no estado, Rui Costa disse que já estamos vivenciando uma recessão. ”A queda de arrecadação do estado é muito significativa. No mês passado, chegou a 40%, e neste mês 30%. É muito alto considerando o orçamento, que é muito apertado. Segundo o governador, a perspectiva é de prejuízo ‘gigantesco”. ”Temos feito reuniões diárias, reorganizando as despesas e planejando a retomada da economia”.

Preocupação

De acordo com o gestor estadual, houve uma redução da taxa de crescimento dos casos de coronavírus no estado, o que não significa que chegou ao platô, quando há estagnação no número de novos casos da doença. ”Estamos com uma taxa de crescimento de 4% de crescimento na Bahia e em torno de 2%, na procura de leitos hospitalares. Isso quer dizer que a doença perdeu força, mas ainda não chegou ao fim”, afirmou.

Segundo Rui, a região do extremo sul da Bahia é a que mais preocupa. Em Teixeira de Freitas, por exemplo, a taxa de crescimento é de 70% nos últimos cinco dias. Em Gandu, o índice também é um alerta: está em 62% no mesmo período.  Outras cidades que estão com ritmo acelerado de contágio da Covid-19 são Valença (56%), Simões Filho (41%) e Candeias (30%).

Feira de Santana: Prefeito flexibiliza abertura de shoppings, mas reduz o horário da Ceasa

/ Bahia

Colbert Martins flexibiliza o comércio. Foto: Prefeitura de Feira

Em decreto extra publicado nesta segunda-feira (15), o prefeito de Feira de Santana Colbert Martins Filho prorrogou as medidas de restrição do comércio devido à pandemia do novo coronavírus. Conforme a determinação, bares e restaurantes devem permanecer fechados até o dia 22 de junho. Pelo decreto, estabelecimentos com até 200 metros quadrados de área podem funcionar das 9h às 16h. No caso dos shoppings, eles poderão abrir até o dia 22 de junho, no horário das 12h às 19h. A exceção nesses locais são as praças de alimentação que devem ficar fechadas.

Já a Ceasa e o Centro de Abastecimento terão o horário de funcionamento reduzido. Podem funcionar das 4h às 14h. Em relação ao Mercado de Artes, além de galerias e afins, a prefeitura condicionou a abertura das 9h às 16h, sendo vedados bares e restaurantes.

Apenas serviços considerados essenciais têm a abertura permitida. Casos de mercados, supermercados, açougues, frigoríficos, postos de combustíveis, farmácias, agências bancárias, clínicas, entre outros. As informações são do site Bahia Notícias

Prefeito ACM Neto prorroga decretos de quarentena até dia 30 de junho em Salvador

/ Bahia

Prefeito prorroga medidas na capital. Foto: Matheus Morais/bahia.ba

O prefeito ACM Neto (DEM) anunciou que prorrogará, até o dia 30 de junho, as medidas restritivas adotadas para reduzir o avanço do novo coronavírus em Salvador.

Os respectivos decretos, que venceriam nesta segunda-feira (15) ), manterão fechados shoppings, academias, parques infantis, casas de espetáculos, escolas municipais e da rede privada.

O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa por videoconferência.

Na entrevista, o prefeito apresentou um balanço com os últimos dados da pandemia na cidade, que atualmente registra 18.860 pessoas infectadas, com 42 mortes. A capital tem hoje 36% casos de Covid-19 notificados em toda a Bahia.

Dentre os números informados, ACM Neto demonstrou especial preocupação com a taxa de 84% de ocupação nas UTIs da rede pública soteropolitana —dos 558 leitos, 468 assistiam pacientes diagnosticados com a doença até a noite de domingo (14).

”É um percentual bem alto”, disse o prefeito.

Questionado se sua gestão tem estipula algum prazo para a retomada de atividades econômicas, como vem ocorrendo em outras capitais, respondeu: ”Para uma retomada das atividades, é necessário reduzir essa taxa de ocupação de internamentos hospitalares. Em algum momento vai dar pra liberar algumas coisas, mas não com 84% da taxa de ocupação”. As informações são do bahia.ba