Internado, cantor Netinho vai passar o Natal e virada do ano no hospital, em São Paulo

/ Bahia

Netinho está internado desde Agosto
Netinho está internado desde Agosto. Foto: Reprodução

Internado há quatro meses no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, Netinho segue em tratamento de reabilitação para curar a tontura que sente desde que teve três acidentes vasculares cerebrais (AVC), em 2013. De acordo com a assessoria do cantor, ele esteve no hospital no início de agosto para realizar um check-up anual e teve que permanecer por lá para começar um novo tratamento. Segundo ela, como o tratamento é feito diariamente, não dava para o cantor ficar indo e vindo para Salvador, onde estava morando. “A previsão é que ele volte para casa logo no início do ano. Ele está super bem. A reabilitação vestibular depois de AVCs não tem prazo determinado para acabar. Depende de organismo pra organismo”, explica Cristiane. Nas redes Sociais no dia 03 de novembro, Netinho explicou aos fãs o motivo de ter se afastado – última atualização foi no dia 30 de agosto – e afirmou que a página do Facebook será o único local onde os seguidores vão encontrar notícias sobre ele. Ainda durante a postagem, o baiano ressaltou que ninguém sabe nada dos dias dele e completou: “nem está autorizado a falar por mim desde o dia 12 de julho desse ano. NINGUÉM“. Informações do Correio

Governo mobiliza ações para mitigar danos causados pela chuva; está inserido decreto na cidade de Laje

/ Bahia

Casa Civil mobilizou órgão para discutir a chuva
Governo mobilizou órgão para discutir a chuva. Foto: Casa Civil

O Governo da Bahia decretou estado de emergência em 16 municípios da região do Baixo Sul. O documento, de número 15.757, foi publicado na edição desta sexta-feira (19) do Diário Oficial do Estado, motivado pelos danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região nos últimos dias, como deslizamentos de terra e rupturas de pontes e estradas. Por iniciativa da Casa Civil do Governo, diversos órgãos foram mobilizados para desenvolver ações emergenciais em benefício da população afetada. Uma reunião foi realizada na tarde de quinta-feira, no Gabinete da Casa Civil, a fim de organizar os próximos passos a serem tomados para mitigar os efeitos da chuva. Participaram do encontro, além do secretário e do chefe de gabinete da Casa Civil, Carlos Mello e Bruno Dauster, representantes do Corpo de Bombeiros, das secretarias estaduais de Segurança Pública, de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) e sua Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), de Infraestrutura (Seinfra), de Relações Institucionais, de Desenvolvimento Urbano e do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba).Para Bruno Dauster, é importante que esta mobilização seja articulada em conjunto. ”Montamos um grupo de trabalho dinâmico para enfrentar esse processo de forma rápida e eficiente. Uma das possibilidades é o repasse direto de recursos para as prefeituras e, assim, garantir a capilaridade das ações”. O superintendente da Sudec e coordenador do grupo de trabalho, Salvador Brito, afirmou que o decreto permite que o estado atue emergencialmente nas cidades afetadas, facilitando a redução dos danos em caráter de urgência. ”Precisamos reestabelecer os serviços essenciais para a população, como o acesso a abrigo, alimentação e medicamentos. O deslocamento de máquinas para a região e a recuperação do acesso das pessoas às rodovias também estão entre primeiras medidas a serem tomadas por parte do Estado”. Segundo o secretário Carlos Mello, a prioridade do Governo é amenizar o sofrimento das famílias. ”O nosso objetivo é agir de forma concreta para, o quanto antes, dar conforto àqueles que foram diretamente atingidos”. Estão inseridos no decreto os municípios de Presidente Tancredo Neves, Laje, Igrapiúna, Ituberá, Ipiaú, Nilo Peçanha, Ubatã, Cairu, Camamu, Valença, Teolândia, Taperoá, Aurelino Leal, Maraú, Ibirapitanga e Barra do Rocha.

Chuva vai causando transtornos em várias cidades

/ Bahia

Morador usa caiaque em Maraú (Foto: Vicente Coutinho)
Morador usa caiaque em Maraú Foto: Vicente Coutinho

A chuva que tem caído na Bahia deixa algumas cidades do interior em estado de alerta. Em Itabuna, no sul baiano, vinte famílias foram retiradas de suas casas e realocadas para o Parque de Exposições da cidade por conta do nível do rio Cachoeira, que está alto. Os moradores foram retirados de maneira preventiva, segundo a prefeitura. Todos são do bairro Maria Matos, na zona oeste da cidade, região que costuma ser afetada quando chove e o as águas ficam acima do leito – no momento, em torno de dois metros, de acordo com a prefeitura. As famílias removidas estão recebendo assistência da prefeitura. A cidade ainda registrou um desabamento de um muro, que atingiu uma casa vazia no Jardim Italamar, e outras situação menores. Não houve casos de maior gravidade. Em Taperoá, a chuva diminuiu, mas continua caindo de maneira constante. O rio transbordou e deixou moradores do povoado de Camuruji ilhados. Ruas da cidade também ficaram alagadas, a ponto de um morador usar uma caiaque para transitar pelo município. Por conta do estado do município, uma igreja está recolhendo doações em Santo Antônio de Jesus para levar até a cidade. As doações podem ser levadas até a Igreja Batista Betânia, no centro da cidade, incluindo roupas e alimentos. Estão desabrigadas cerca de 40 famílias só no Centro da cidade. Carros-pipa de Valença estão levando água potável para a cidade, que ficou com problemas na distribuição. Já em Ituberá, a chuva  que provocou a queda da ponte que liga a cidade à vizinha Nilo Peçanha, na BA-001, está impedindo o início das obras de construção de um atalho no local. Segundo o Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), a criação do desvio só poderá ser iniciada quando a chuva diminuir. Correio

Presidente do TCM diz que imagem que órgão reprova muitas contas é equivocada

/ Bahia

 Francisco de Souza Andrade Netto
Francisco de Souza Andrade Netto. Foto: Reprodução

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Francisco de Souza Andrade Netto, discorda da imagem de que o órgão reprova muitas contas de gestores municipais. Segundo ele, mais de 80% das prefeituras tiveram contas de 2013 aprovadas com ressalvas e, no caso das contas das câmaras, o número sobe para quase 95% dos documentos analisados. ”Vamos separar o discurso dos fatos”, reclama Netto. Para o dirigente da corte, o cumprimento de percentuais de educação, saúde e de pessoal são os principais problemas encontrados nas contas, porém os cidadãos têm escolhido ”administradores mais qualificados e probos”. ”É inquestionável o êxito dos tribunais de contas na luta contra a corrupção e a contribuição na punição dos maus gestores”, completa Netto, que prefere não comentar sobre acusações de envolvimento no atual conselheiro e ex-deputado federal Mário Negromonte na Operação Lava-Jato durante entrevista ao site Bahia Notícias, da capital baiana.

Prefeita mulher de Negromonte tem contas rejeitadas

/ Bahia

Ena Vilma é prefeita da cidade de Glória
Ena Vilma é prefeita da cidade de Glória. Foto: Reprodução

A esposa do conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, Mário Negromonte, a gestora do município de Glória, Ena Vilma Pereira Negromonte teve suas contas do exercício de 2013 rejeitadas pelo TCM em sessão desta terça-feira (16). O Tribunal opinou pela rejeição das contas da Prefeitura de Glória, da responsabilidade de Ena Vilma com imputação de multa no valor de R$ 15 mil à gestora e determinação de ressarcimento aos cofres municipais de R$ 99.249,90, com recursos pessoais, sendo R$ 87.375,00 por pagamentos irregulares de diárias e R$ 11.874,90 pela realização de despesas sem comprovação.O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, considerou as contas irregulares, especialmente, em função da abertura de crédito adicional especial no montante de R$ 203.546,30, através do Decreto nº 41/2013, que foi editado sem prévia autorização legislativa e sem indicação dos recursos que dariam suporte à abertura dos créditos.

Em seu pronunciamento, a procuradora do Ministério Público de Contas, Aline Paim Monteiro do Rego Rio Branco, manifestou entendimento de que “a referida Lei não observou os requisitos previstos na Constituição para abertura de créditos especiais, na medida em que não especificou a fonte de custeio e as dotações que seriam criadas. Observa-se, em verdade, que foi conferida ao Chefe do Executivo uma autorização genérica, abstrata e sem parâmetros para modificar a Lei Orçamentária Anual”. O relatório técnico constatou a existência de gastos elevados com servidores temporários, no total de de R$ 1.147.731,68, sem autorização legislativa e sem apresentação dos processos administrativos que respaldaram essas contratações. Também foram identificados contratos não apresentados à 22ª Inspetoria Regional de Controle Externo para análise mensal no total de R$ 599.608,10, em prejuízo ao exercício do controle externo do TCM, e a realização de procedimentos licitatórios em inobservância às regras da Lei de Licitação, na quantia total de R$ 5.218.000,00. Cabe recurso da decisão.

Ponte que dá acesso a cidade de Ituberá desaba

/ Bahia

Asfalto cedeu e ponte caiu. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Ituberá
Asfalto cedeu. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Ituberá

Uma ponte que dá acesso a cidade de Ituberá, no Sul da Bahia, desabou nesta quarta-feira (17). O incidente aconteceu por volta das 6h, na BA-001, que liga as cidades de Ituberá e Nilo Peçanha. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura da cidade, a ponte rachou e caiu no Rio do Barro por conta da forte chuva que assola da região desde a terça-feira (16). Os primeiros danos na estrutura apareceram ontem, e no início desta manhã, os moradores da região viram que a ponte estava cheia de rachaduras. Por volta das 6h, as pessoas pararam de transitar no local ao ouvirem fortes estalos vindo da ponte.

Ponte que dá acesso à Ituberá cai em rio por conta da chuva
Ponte que dá acesso à Ituberá cai em rio por conta da chuva

Logo em seguida, a estrutura rachou e caiu dentro do rio, que está com o nível de água acima do normal. Como ninguém estava em cima da ponto no momento da queda, não houve registro de feridos. Ainda segundo a prefeitura de Ituberá, por conta do incidente, o acesso de carro a cidade está interditado. Os motoristas estão contornando a região e passando pela BR-101. Assista abaixo ao vídeo que retrata o momento da queda, feito pela moradora Lina Santos. A Defesa Civil (Codesal) foi acionada, e o Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba) está no local, criando acessos provisórios à Ituberá para pedestres e veículos enquanto o problema não é solucionado. A prefeitura ainda pede que a população ajude as famílias prejudicadas pela chuva. As doações deverão ser entregues em Ituberá, na central de recolhimento instalada na Escola Municipal Luiza Maria. Informações do Correio

Macaúbas: Prefeito decreta emergência por estiagem e é questionado após chuvas

/ Bahia

Chuva causou estragos. Foto: Macaúbas On Off
Chuva causou estragos. Foto: Macaúbas On Off

A medida tomada pelo prefeito de Macaúbas, José João Pereira (PSB), conhecido como Zezinho, que decretou estado de emergência no município por estiagem no início de dezembro, é questionado por moradores da região. Segundo relatos dos leitores do Bahia Notícias, tem chovido no município em quantidade acima do que ocorria nos últimos meses, o que gera incompreensão frente à decisão do chefe do Executivo municipal. O superintendente da Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), Salvador Brito, afirma que as chuvas não necessariamente implicam no cancelamento do decreto. Informações do Bahia Notícias

Rui prioriza perfil técnico na escolha de secretários

/ Bahia

''Busquei um misto de pessoas novas'', diz Rui
”Busquei um misto de pessoas novas”, afirma Rui Costa
O governador eleito da Bahia, Rui Costa, anunciou na manhã desta terça- feira (16) os primeiros nomes do seu secretariado. Aliando experiência técnica com capacidade política, ele escolheu os dirigentes que vão comandar 13 secretarias e a Procuradoria Geral do Estado. A divulgação foi realizada durante entrevista coletiva, no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador.

Foram apresentados 11 secretários. Foto: Mateus Pereira
Foram apresentados 11 secretários. Foto: Mateus Pereira
 ”Busquei um misto de pessoas novas, com pessoas que já estavam conduzindo o governo até aqui. Avisei a eles que, primeiro, vamos trabalhar em equipe, não com talentos individuais. Segundo, vamos motivar as pessoas nas secretarias, tirar da zona de conforto e apresentar novos desafios. E para cada um deles, eu vou colocar metas e objetivos específicos”, garantiu Rui. O anúncio dos outros 11 secretários, além de nomes de dirigentes de órgãos do segundo escalão, deve ser feito na próxima quinta feira (18). Rui também informou que irá trocar o comando das Policias Civil e Militar, estes nomes serão anunciados até 31 de dezembro. O vice-governador eleito, João Leão, terá também a missão de cuidar dos recursos e dos investimentos para a Bahia à frente da secretaria de Planejamento. Assumirá a Secretaria da Saúde, o gestor e médico Fábio Vilas-Boas. A comunicação ficará sob comando do jornalista André Curvello. O sociólogo Geraldo Reis assumirá a pasta de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. A pasta de Trabalho e Emprego será comandada pelo atual deputado estadual Álvaro Gomes. Infraestrutura Hídrica terá como secretário Cássio Peixoto. O deputado federal Josias Gomes cuidará das Relações Institucionais. E o próximo Procurador Geral do Estado será o servidor Paulo Moreno. Seis atuais secretários permanecem no comando de suas pastas. São eles: Manoel Vitório, na Fazenda; Maurício Barbosa, na Segurança Pública; Marcus Cavalcante, na Infraestrutura, Eugênio Spengler, no Meio Ambiente; Osvaldo Barreto, na Educação e Nestor Duarte, na Administração Penitenciária.

Novo Triunfo: “Foram com a finalidade de executá-lo”, diz delegado sobre morte de vereador

/ Bahia

Foto: Reprodução/Facebook
Raimundo Macáro. Foto: Reprodução/Facebook

A investigação da morte do vereador de Novo Triunfo Raimundo Macário (PTB), ocorrida na tarde desta segunda-feira (16), aponta para uma execução, segundo o delegado de Novo Triunfo, Altino Florence de Oliveira. “Tem ‘n’ hipóteses, pode ser crime político, pode ser outro motivo”, afirma. De acordo com o titular, o edil tinha ido buscar dois animais no povoado de Lagoa de Barro, às margens da BA-293, acompanhado de outro homem. Os dois suspeitos do crime se aproximaram em um Chevrolet Ágile cinza, quando ele colocava os animais na carroceria do veículo. O homem que estava no banco do carona disparou várias vezes contra o vereador, que morreu no local. “[A pessoa que estava com a vítima] não teve nada. Os elementos foram com a finalidade de executá-lo”, disse o delegado. Um transeunte foi atingido no ombro, mas não foi ferido gravemente. Ainda segundo Oliveira, foram recolhidas no local do crime cápsulas de pistola .40, arma de uso privativo da polícia. A família de Macário ainda não foi ouvida por conta da comoção gerada após o homicídio. O Ágile usado pelos bandidos foi abandonado e incendiado em Jeremoabo. Informações do Bahia Notícias.

Vereador é executado a tiros em Novo Triunfo

/ Bahia

O vereador Raimundo Macário, 68 anos, de Novo Triunfo, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (15) em um povoado da cidade, segundo informações da Polícia Civil. O crime aconteceu por volta das 15h. O vereador foi até o povoado Lagoa do Barro com um amigo para buscar dois cavalos. Quando estava recolhendo os animais em uma caminhonete, um carro prata parou ao lado dele e dois homens começaram imediatamente a atirar de dentro do veículo. O vereador foi baleado mais de dez vezes e uma pessoa que passava pelo local foi atingida de raspão. O carro usado pelos bandidos foi achado queimado em Jeremoabo. O corpo do vereador foi encaminhado ao DPT de Paulo Afonso. Correio

Advogado acusado de participar de quadrilha que assaltava bancos ficará em prisão domiciliar

/ Bahia

advogado Matheus Silveira. Foto: Políticos do Sul da Bahia
advogado Matheus Silveira. Foto: Políticos do Sul da Bahia

A 2ª Turma da Primeira Câmara Criminal, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), concedeu um habeas corpus ao advogado Matheus Silveira Porto, para que seja transferido do Presídio Nilton Gonçalves, em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, para prisão domiciliar. O advogado é acusado de participar de uma quadrilha que explodia caixas eletrônicos no estado. Ele foi preso no dia 1º de outubro, e, segundo a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA), estava sendo mantido em uma cela com instalações precárias. Do Bahia Notícias

Prefeita terá que devolver aos cofres R$ 519 mil

/ Bahia

Jaqueline Mota (PT), é prefeita de Barro Preto, no Sul do Estado
Jaqueline Mota (PT), é prefeita de Barro Preto, no Sul do Estado

Assim como a maioria dos prefeitos Jaqueline Mota (PT), do município de Barro Preto, no Sul do Estado, sofreu rejeição de suas contas referentes ao exercício de 2013. Porém, a prefeita sofreu uma multa significativa (R$ 5 mil) e terá que devolver uma soma volumosa, a título de ressarcimento dos cofres públicos por causa da não comprovação de gastos. Jaqueline, conforme decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), terá que coçar o bolso e devolver exatos R$ 519.353,04. Deste total, R$ 274.515,30 serão devolvidos por falhas no pagamento a servidores municipais, além de R$ mais de R$ 181 mil saídos da conta do Fundeb (Educação Básica) sem comprovação do gasto correspondente. A prefeita pode recorrer da decisão.

Economia: Varejo baiano registra crescimento de 2% no mês de outubro deste ano

/ Bahia

O comércio varejista baiano manteve crescimento nas vendas no mês de outubro deste ano em relação a igual mês de 2013, registrando crescimento de 2%. Na mesma análise, o cenário nacional apresentou expansão (1,8%). Na análise sazonal, o varejo na Bahia manteve-se relativamente estável (0,1%). Os dados foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada em âmbito nacional e analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI),  vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan). Em outubro de 2014, os dados do comércio varejista da Bahia, quando comparados a outubro de 2013, revelam que quatro dos oito ramos que compõem o Indicador do Volume de Vendas apresentaram resultados positivos. Listados pelo grau de magnitude das taxas em ordem decrescente, os segmentos são os seguintes – outros artigos de uso pessoal e doméstico (18,6%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (18,3%); tecidos, vestuário e calçados (2,1%) e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,3%). Registraram comportamento negativo os setores livros, jornais, revistas e papelaria (-16,9%); equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-7,5%); e móveis e eletrodomésticos (-6,1%). O segmento de combustíveis e lubrificantes apresentou vendas estáveis (0,3%). No subgrupo de super e hipermercados também foi observada estabilidade nos negócios. Leia mais.

Prestes a ser privatizada, Ebal gerou prejuízo de R$ 381,8 milhões no governo Wagner

/ Bahia

Cesta de Jaguaquara. Foto: Blog Marcos Frahm
Cesta do Povo de Jaguaquara. Foto: Blog Marcos Frahm

A Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), responsável pela administração das lojas Cesta do Povo, teve um rombo acumulado de pelo menos R$ 381,8 milhões entre 2007 e 2014, período do governo Jaques Wagner (PT) na Bahia. A soma, divulgada pelo jornal A TARDE na edição deste domingo (14), corresponde à soma dos repasses feitos pelo estado para manter a empresa em funcionamento. “O estado vinha aportando recursos a título de aumento de capital, só que a Ebal utilizou para se manter, e não para investir. A Ebal usa esse expediente há 10, 15 anos. Não resta dúvida de que ela não consegue autossuficiência financeira, não sobreviveria sem o aporte“, declarou Gildásio Penedo, conselheiro do TCE e relator das contas de 2013 do Executivo, ao A TARDE. A incapacidade de autossuficiência é um dos argumentos usados pelo futuro governador baiano, Rui Costa, que já anunciou sua intenção de privatizar a Ebal. Segundo Rui, não é mais possível tirar dinheiro “da saúde, educação, estradas e água para colocar em um supermercado”. Entretanto, o novo governador ainda não declarou como acontecerá a privatização da empresa. “Nessa modelagem também serão observadas diretrizes como a manutenção do papel estratégico da empresa em alguns municípios, a continuidade da bandeira Ebal e a preservação do seu papel social, o que inclui a discussão sobre garantias a serem negociadas com relação ao seu quadro funcional“, declarou, por meio de nota oficial, a equipe de transição do governo Rui para A TARDE