Bombeiros localizam últimos dois corpos de pessoas que sumiram após embarcação virar no Rio Paraguaçu

/ Bahia

Corpo de Bombeiros finaliza buscas no Rio Paraguaçu. Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros localizou na manhã deste domingo (5) os últimos dois corpos que estavam desaparecidos após embarcação em que viajavam virar no Rio Paraguaçu, na altura de Cabaceiras do Paraguaçu, no recôncavo da Bahia. O acidente ocorreu na última quarta-feira (1º) e outros três corpos haviam sido encontrados no sábado (4).

Segundo o Corpo de Bombeiros, pessoas da comunidade identificaram os corpos encontrados neste domingo como sendo de Cauã, que tinha 11 anos, e Roque, que tinha 50.

Com a localização dos últimos dois corpos, a operação, iniciada na quinta-feira (2), chegou ao fim. As vítimas foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O acidente envolveu quatro crianças e dois adultos. Em entrevista à TV Bahia, Priscila Leôncio, tia das crianças, disse que elas foram visitar a bisavó por alguns dias e quiseram voltar para casa, na quarta, de barco.

As quatro crianças, o tio e um amigo dele seguiram na canoa. A embarcação virou no meio do rio e apenas o tio das crianças, Paulo Roberto, conseguiu chegar às margens para pedir ajuda. As crianças não sabiam nadar.

Paulo é pai de uma das crianças, Natália, de 14 anos. Ele conduzia a canoa quando o acidente aconteceu. Paulo contou que a embarcação tombou e rapidamente entrou água, o que fez a canoa afundar.

Familiares e amigos começaram as buscas ainda no mesmo dia. O Corpo de Bombeiros chegou na cidade na tarde da quinta-feira para iniciar a procura. Na sexta-feira (3), Bombeiros e Marinha ampliaram área de buscas. Com informações do G1

Bahia registra 1.563 casos novos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.563 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,8%), 57 óbitos (+2,8%) e 1.489 curados (+2,6%). Dos 87.048 casos confirmados desde o início da pandemia, 58.649 já são considerados curados, 26.292 encontram-se ativos e 2.107 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 392 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,59%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.154,12), Itajuípe (2.132,64), Ipiaú (1.754,84), Uruçuca (1.501,05) e Itabuna (1.422,45).

O boletim epidemiológico contabiliza 87.048 casos confirmados, 181.455 casos descartados e 87.346 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (5).

Na Bahia, 9.839 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.283 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.467 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 913 leitos exclusivos para o coronavírus, 725 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 2.107 mortes pelo novo coronavírus.

2051º óbito – homem, 32 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca da existência de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 04/07, em hospital filantrópico, em Itabuna;

2052º óbito – homem, 74 anos, residente em Paripiranga, portador de hipertensão arterial. Internado dia 05/06, foi a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Aracaju (Sergipe);

2053º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença do sistema nervoso. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 04/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2054º óbito – mulher, 66 anos, residente em Simões Filho, portadora de doença respiratória crônica. Internada dia 15/06, foi a óbito dia 18/06, em unidade da rede pública, em Simões Filho;

2055º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 26/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2056º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2057º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 01/06, foi a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2058º óbito – homem, 64 anos, residente em São Sebastião do Passé, portador de hipertensão arterial. Internado dia 21/05, foi a óbito no mesmo dia (21/05), em hospital da rede particular, em Candeias;

2059º óbito – homem, 39 anos, residente em Candeias, portador de doença renal crônica. Internado dia 21/05, foi a óbito dia 25/05, em hospital da rede pública, em Candeias;

2060º óbito – mulher, 58 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2061º óbito – mulher, 42 anos, residente em Irará, portadora de doença autoimune. Internada dia 15/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

2062º óbito – mulher, 49 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2063º óbito – mulher, 67 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 10/06, foi a óbito dia 14/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2064º óbito – homem, 75 anos, residente em Queimadas, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Internado dia 24/05, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2065º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 28/06, foi a óbito dia 02/07, em hospital filantrópico, em Salvador;

2066º óbito – homem, 87 anos, residente em Gandu, portador de hipertensão arterial. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede particular, em Gandu;

2067º óbito – homem, 79 anos, residente em Itanhém, portador de diabetes mellitus. Internado dia 27/06, foi a óbito no mesmo dia (27/06), em hospital da rede particular, em Itanhém;

2068º óbito – homem, 65 anos, residente em Canavieiras, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus, doença cardiovascular e doença do sistema nervoso. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2069º óbito – homem, 82 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, e, Salvador;

2070º óbito – homem, 53 anos, residente em Cabaceiras do Paraguaçu, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 30/06, foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede pública, em Salvador;

2071º óbito – mulher, 73 anos, residente em Ubaitaba, sem comorbidades. Internada dia 18/06, foi a óbito no mesmo dia (18/06), em hospital da rede pública, em Itabuna;

2072º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 17/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2073º óbito – mulher, 83 anos, residente em Sento Sé, portadora de neoplasias. Internada dia 24/06, foi a óbito no mesmo dia (24/06), em hospital da rede pública, em Juazeiro;

2074º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 23/06, foi a óbito dia 26/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

2075º óbito – homem, 64 anos, residente em Acajutiba, sem comorbidades. Internado dia 30/05, foi a óbito dia 27/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2076º óbito – homem, 75 anos, residente em Candeias, sem comorbidades. Internado dia 26/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2077º óbito – mulher, 58 anos, residente em Serrinha, sem comorbidades. Internada dia 25/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2078º óbito –homem, 47 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 09/06, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2079º óbito – mulher, 54 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 15/06, foi a óbito no mesmo dia (15/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

2080º óbito – mulher, 59 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 29/06, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2081º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 11/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2082º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica. Internado dia 30/05, foi a óbito dia 05/06, em hospital da rede pública federal, em Salvador;

2083º óbito – homem, 73 anos, residente em Inhambupe, portador de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 04/07, em hospital da rede pública, em Alagoinhas;

2084º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

2085º óbito – mulher, 26 anos, residente em Vitória da Conquista, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 18/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2086º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 10/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2087º óbito – homem, 87 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede particular, em Salvador;

2088º óbito – homem, 68 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 13/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2089º óbito – mulher, 78 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e obesidade. Internada dia 23/06, foi a óbito dia 04/07, em hospital filantrópico, em Salvador;

2090º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede particular, em Salvador;

2091º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 24/06, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

2092º – óbito, mulher, 66 anos, residente em Santo Amaro, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2093º óbito – mulher, 62 anos, residente em Itapetinga, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Foi a óbito dia 05/06, em seu domicílio, em Itapetinga;

2094º óbito – mulher, 69 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 04/07, em hospital filantrópico, em Itabuna;

2095º óbito – mulher, 67 anos, residente em Ibicaraí, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 28/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, em Salvador;

2096º óbito – mulher, 95 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades. Internada dia 09/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

2097º óbito – mulher, 84 anos, residente em Itatim, portadora de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 15/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2098º óbito – mulher, 72 anos, residente em Alagoinhas, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 11/06, em hospital da rede particular, em Feira de Santana;

2099º – homem, 57 anos, residente em Catu, portador de doença cardiovascular. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2100º óbito – mulher, 81 anos, residente em Feira de Santana, portadora de obesidade. Internada dia 23/06, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2101º óbito – mulher, 64 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 08/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2102º óbito – homem, 66 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial. Internado dia 24/05, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2103º óbito – homem, 60 anos, residente em Camaçari, portador de obesidade. Internado dia 26/05, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

2104º óbito – homem, 66 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 04/07, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2105º óbito – homem, 74 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2106º óbito -mulher, 42 anos, residente em salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internada dia 13/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

2107º óbito – homem, 63 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial. Internado dia 10/06, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública, em Salvador.

Transporte intermunicipal é suspenso em mais cinco municípios baianos; total chega a 356

/ Bahia

Aratuípe, Barro Alto, Cordeiros, Correntina e Sebastião Laranjeiras terão o transporte intermunicipal suspenso a partir deste domingo (5). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (4). 

Ficam proibidas a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. 

O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano. 

No total, a Bahia possui 356 cidades com transporte suspenso.

VEJA LISTA COMPLETA:

Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

A restrição também inclui Governador Mangabeira, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituberá, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macururé, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Ibiá e Nova Itarana. 

Estão com restrição no transporte ainda Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedrão, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Felipe, São Félix, São Félix do Coribe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

Bahia registra 2.965 casos novos de Covid-19 e 54 óbitos em 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.965 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,7%), 54 óbitos (+2,8%) e 1.653 curados (+3,1%). Dos 82.314 casos confirmados desde o início da pandemia, 54.987 já são considerados curados, 25.326 encontram-se ativos e 2.001 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 390 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (2.025,28), Gandu (1.956,61), Ipiaú (1.584,81), Uruçuca (1.471,81) e Itabuna (1.310,37).

O boletim epidemiológico contabiliza 82.314 casos confirmados, 175.806 casos descartados e 82.978 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (2).

Na Bahia, 9.449 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. O boletim completo está disponível no site da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Bahia registra 2.864 casos novos de Covid-19 e 45 óbitos em 24 horas, diz boletim da Sesa

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.864 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,7% ), 45 óbitos (+2,4%) e 2.410 curados (+4,7). Dos 79.349 casos confirmados desde o início da pandemia, 53.334 já são considerados curados, 24.068 encontram-se ativos e 1.947 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.986,24), Gandu (1.897,97), Ipiaú (1.569,55), Uruçuca (1.447,44) e Itabuna (1.291,61).

O boletim epidemiológico contabiliza 79.349 casos confirmados, 171.924 casos descartados e 80.085 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (2).

Na Bahia, 9.236 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação
Na Bahia, dos 2.254 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.476 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 906 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.
Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.947 mortes pelo novo coronavírus.

1903º óbito – homem, 83 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30\06, em unidade da rede filantrópica, em Valença;

1904º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, e doença do sistema nervoso, foi internada dia 23\06 e foi a óbito dia 25\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1905º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica, foi internada dia 28\06 e foi a óbito na mesma data (28\06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1906º óbito – homem, 86 anos, residente em Sobradinho, portador de diabetes, foi internado dia 04\06 e foi a óbito dia 05\06, em unidade da rede pública, em Sobradinho;

1907º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença do sistema nervoso, foi internada dia 17\06 e foi a óbito dia 26\06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1908º óbito – homem, 37 anos, residente em Salvador, portador de doença hepática, foi internado dia 14\06 e foi a óbito dia 28\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1909º óbito – homem, 73 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 18\05 e foi a óbito dia 25\05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1910º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 23\06 e foi a óbito dia 27\06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1911º óbito – mulher, 62 anos, residente em Vera Cruz, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 20\05 e foi a óbito dia 04\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1912º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 23\05 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede pública, em Salvador;

1913º óbito – homem, 46 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30\05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1914º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internada dia 22\05 e foi a óbito dia 10\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1915º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 19\06 e foi a óbito dia 27\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1916º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença respiratória crônica e obesidade, foi internado dia 10\06 e foi a óbito dia 29\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1917º óbito – homem, 19 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 29\06 e foi a óbito dia 30\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1918º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internada dia 06\06 e foi a óbito dia 20\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1919º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 24\06 e foi a óbito dia 29\06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1920º óbito – homem, 43 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 17\05 e foi a óbito dia 20\06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1921º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública;

1922º óbito – mulher, 85 anos, residente em Camaçari, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 08/06, foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1923º óbito – homem, 55 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1924º óbito – mulher, 81 anos, residente em Gandu, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública em Gandu;

1925º óbito – homem, 87 anos, residente em Gandu, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informação sobre a data de internação, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Gandu;

1926º óbito – mulher, 84 anos, residente em Gandu, sem informações acerca da existência de comorbidades, foi a óbito dia 26/06, em seu domicílio, em Gandu;

1927º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 24/05, foi a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1928º óbito -mulher, 73 anos, residente em Itabuna, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 18/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1929º óbito – mulher, 56 anos, residente em Juazeiro, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 07/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Juazeiro;

1930º óbito – homem, 76 anos, residente em Valença, sem comorbidades. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 27/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1931º óbito – homem, 74 anos, residente em Itamaraju, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 17/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1932º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Internado dia 11/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1933 óbito – mulher, 71 anos, residente em Juazeiro, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 10/06, em hospital da rede particular, em Remanso;

1934º óbito, homem, 65 anos, residente em Vitória da Conquista, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 31/05, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Vitória da Conquista;

1935º óbito – homem, 69 anos, residente me Valença, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 28/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1936º óbito – mulher, 71 anos, residente em Valença, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 23/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1937º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de demência e Alzheimer. Internada dia 10/06, foi a óbito dia 27/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1938º óbito – mulher, 38 anos, residente em Itaberaba, sem informações acerca de comorbidades e, também, sem data de internação, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Itaberaba;

1939º óbito – homem, 60 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de doença renal crônica. Internado dia 15/04, foi a óbito dia 09/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1940º óbito – mulher, 54 anos, residente em Jordânia (Minas Gerais), portadora de diabetes e doença cardiovascular. Internada dia 19/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital filantrópico, em Vitória da Conquista;

1941º óbito – homem, 51 anos, residente em Vitória da Conquista, sem informações acerca da existência de comorbidades. Internado dia 07/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Vitória da Conquista;

1942º óbito – homem, 80 anos, residente em Camaçari, portador de diabetes mellitus. Internado dia 28/05, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede particular, em Camaçari;

1943º óbito – homem, 74 anos, residente em Dário Meira, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 25/05, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1944º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 22/06, foi a óbito no mesmo dia da internação (22/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1945º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 06/05, foi a óbito dia 22/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1946º óbito – homem, 79 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de doença cardiovascular. Internado dia 21/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1947º óbito – mulher, 84 anos, residente em Itamaraju, portadora de diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas.

MPs da Bahia e DF deflagram operação contra ilegalidades em testes de Covid-19

/ Bahia

Os Ministérios Públicos do Estado da Bahia e do Distrito Federal deflagraram manhã desta quinta-feira (2), a ”Operação Falso Negativo”, que cumpre mandados de busca e apreensão na Bahia, no Distrito Federal e em seis outros estados (São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás, Santa Catarina e Paraná). As medidas foram determinadas pela Justiça de Brasília e decorrem de uma investigação que apura ilegalidades praticadas em contratações envolvendo testes para detecção da Covid-19.

São cumpridos 81 mandados de busca e apreensão em todo o país. Ao todo, participam da ação mais de 500 agentes do Estado, entre promotores de Justiça, servidores do Ministério Público e policiais.

Na Bahia, a operação cumprirá cinco mandados nos municípios de São Gabriel e Irecê, com o apoio da Companhia Independente de Policiamento Especializado – CIPE Semiárido.

No resto do país, as diligências ocorrem também nas cidades de Brasília, DF; Formosa e Goiânia, em Goiás; Curitiba, Maringá, São José dos Pinhais e Pinhas, no Paraná; São Paulo, Santana do Parnaíba, Cotia, Itapevi e Barueri, em São Paulo; Joinville, Balneário Camboriú, Ilhota e Navegantes, em Santa Catarina; Serra, Cariacica e Vitória, no Espírito Santo; além de Rio de Janeiro e Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

Prefeito de Itabuna pede desculpas por ter dito que reabriria comércio ”morra quem morrer”

/ Bahia

Declaração infeliz de Fernando Gomes repercutiu. Foto: Divulgação

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (PTC), pediu desculpas, em nota divulgada à imprensa nesta quinta-feira (2), após ter tido que reabriria o comércio no município ”morra quem morrer”.

”Quero pedir desculpas pela minha frase dita durante uma entrevista coletiva. Deixo claro, no entanto, que ressaltei com ênfase: Primeiro, lutar pela vida, a vida é uma só. Não tem fortuna, não tem pobreza, não tem falência, não tem nada”, diz um trecho do posicionamento, segundo publicação do BNews.

”Primeiro, lutar pela vida, a vida é uma só. [Depois que] morrer, acabou [a vida]. Não tem fortuna, não tem pobreza, não tem falência, não tem nada. Mas não posso abrir uma coisa que não tenho cobertura. Com a dúvida, com os nossos morrendo por causa de um leito em Itabuna, vou transferir essa abertura. No dia 8, mandei fazer o decreto, que no dia 9 abre, morra quem morrer, que aí já vamos ter mais 10 leitos para atendimento”, disse o prefeito, em um vídeo que circula nas redes sociais.

Inicialmente, a assessoria do prefeito divulgou que se tratava de sensacionalismo da imprensa. ”Alguns veículos de comunicação deram ênfase a última frase dita pelo prefeito, interpretando de modo errado e sensacionalista o que foi dito na entrevista”, dizia um trecho da primeira nota.

Confira abaixo a nota do prefeito pedindo desculpas:

Quero pedir desculpas pela minha frase dita durante uma entrevista coletiva. Deixo claro, no entanto, que ressaltei com ênfase:

Primeiro, lutar pela vida, a vida é uma só. Não tem fortuna, não tem pobreza, não tem falência, não tem nada. 

Tenho cinco mandatos como prefeito e Itabuna conhece minha luta e meu trabalho. 

Tenho tratado a pandemia com máximo rigor lutando sempre para salvar vidas. E assim continuarei atento sempre à ocupação de leitos de UTI.

O trabalho vai continuar!

TCU identifica 1.358 mortos como beneficiários do auxílio emergencial na Bahia

/ Bahia

Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no pagamento dos benefícios de auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal identificou que 17 mil mortos ”sacaram” os valores. A ajuda financeira é destinada a trabalhadores informais, como forma de amenizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. No documento, a Bahia aparece como quarto estado com maior número de pessoas falecidas (1.358) beneficiárias do auxílio, gerando prejuízo de R$ 888 mil aos cofres públicos.

Em primeiro lugar na lista vem São Paulo (2.674), em seguida Minas Gerais (1.761), Ceará (1.512), Pernambuco (1.308) e Maranhão (1.299). Os seis estados concentram 58% dos pagamentos a falecidos no país, o equivalente a R$ 6,4 milhões.

As inconsistências foram detectadas após extenso processo de cruzamento da base de dados do governo, por exemplo, os cadastros do Caged – Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, Receita Federal, agentes políticos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Outras irregularidades são apontadas pelo relatório. Além mortos beneficiados, outro dado chama a atenção: 2.091 pessoas com CPF nulo, suspenso ou cancelado receberam o auxílio emergencial.

No total, o TCU identificou que 39.636 pessoas na Bahia recebem o auxílio indevidamente. Entre as irregularidades estão: beneficiários do INSS; servidores e pensionistas municipais, estaduais e federais; pessoas que estão recebendo seguro desemprego; pessoas que estão recebendo auxílio reclusão; CPFs com falha na identificação; pessoas que recebem múltiplos auxílios emergenciais; pessoas com renda além do limite, além dos falecidos e CPFs cancelados.

Ao todo, os benefícios concedidos irregularmente geraram prejuízo de quase R$ 26,4 milhões.

Prefeito de Itabuna, Fernando Gomes anuncia que vai reabrir o comércio: ”Morra quem morrer”

/ Bahia

Prefeito Fernando Gomes vai abrir o comércio. Foto: Reprodução

O comércio da cidade de Itabuna deverá reabrir no próximo dia 9 de julho. A informação foi divulgada em vídeo pelo prefeito local, Fernando Gomes. Segundo ele, já mandou preparar o decreto e ”abre dia 9. Morra quem morrer”.

No trecho da gravação que circula nas redes sociais, Gomes afirma ainda que o município dispõe de mais 10 leitos disponíveis para o tratamento de pessoas que apresentem manifestação graves da Covid-19. No entanto, diz esperar que ”daqui para lá diminua essa situação nesses oito dias”.

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) nesta quarta-feira (1), a cidade de Itabuna registra 2.748 casos confirmados da Covid-19. Destes, 111 ainda aguarda validação do município. Desde o início da pandemia a cidade já registrou 58 mortes por consequência da doença. Com informações do Bahia Notícias

Bahia registra 3.178 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.178 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,3%), 49 óbitos (+2,6%) e 3.165 curados (+6,6%). Dos 76.485 casos confirmados desde o início da pandemia, 50.924 já são considerados curados, 23.659 encontram-se ativos e 1.902 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,53%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.932,56), Gandu (1.737,49), Ipiaú (1.536,85), Uruçuca (1.369,46) e Itabuna (1.236,73).

O boletim epidemiológico contabiliza 76.485 casos confirmados, 166.313 casos descartados e 78.797 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (1).

Na Bahia, 9.005 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.284 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.427 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 916 leitos exclusivos para o coronavírus, 720 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.902 mortes pelo novo coronavírus.

1854º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 18/05 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1855º óbito – mulher, 87 anos, residente em Inhambupe, portadora de doença renal crônica, foi internada dia 29/05 e foi a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

1856º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1857º óbito – homem, 86 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1858º óbito – homem, 74 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem comorbidades, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1859º óbito – homem, 69 anos, residente em Juazeiro, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1860º óbito – homem, 58 anos, residente em Itabuna, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1861º óbito – homem, 54 anos, residente em Dias D’Ávila, portador de diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;

1862º óbito – homem, 77 anos, residente em Juazeiro, sem comorbidades, foi internado dia 22/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede privada, em Juazeiro;

1863º óbito – mulher, 55 anos, residente em Alagoinhas, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1864º óbito – mulher, 60 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1865º óbito – homem, 95 anos, residente em Itapebí, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Itapebí.

1866º óbito – homem, 39 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de diabetes, foi internado dia 12/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1867º óbito – homem, 35 anos, residente em Aporá, portador de tabagismo, data de admissão não informada, foi a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Aporá;

1868º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internado dia 22/06 e foi a óbito na mesma data (22/06), em unidade da rede privada, em Salvador;

1869º óbito – homem, 77 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Vitória da Conquista;

1870º óbito – homem, 61 anos, residente em Brumado, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede particular, em Vitória da Conquista;

1871º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, neoplasia, doença do sistema nervoso e doença genética, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede particular, em Salvador;

1872º óbito – menino, 9 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades, foi internado dia 25/06 e foi a óbito na mesma data (25/06), em unidade da rede pública, em Itabuna;

1873º óbito – mulher, 80 anos, residente em Ilhéus, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1874º óbito – homem, 51 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença renal crônica. Internado dia 24/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1875º óbito – homem, 79 anos, residente em Vitória da Conquista, portador de doença cardiovascular e fumante. Internado dia 18/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede particular, em Vitória da Conquista;

1876º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 27/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1877º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1878º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 17/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1879º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 08/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1880º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 29/06, foi a óbito no mesmo dia (29/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1881º óbito – mulher, 42 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e obesidade. Internada dia 24/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1882º óbito – homem, 62 anos, residente em Itabuna, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Internado dia 16/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;

1883º óbito – mulher, 95 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 16/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1884º – óbito – homem, 66 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial e obesidade. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1885º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica. Internada dia 12/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1886º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença renal crônica. Internada dia 22/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1887º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e obesidade. Internado dia 13/06, foi a óbito dia 27/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1888º óbito – homem, 86 anos, residente em Monte Santo, sem informações acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data de internação, foi a óbito dia 13/06, em hospital da rede pública, em Monte Santo;

1889º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 13/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1890º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 12/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1891º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Internado dia 21/05, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1892º óbito – homem, 82 anos, residente em Dias D´Ávila, portador de doença cardiovascular. Internado dia 26/05, foi a óbito dia 15/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1893º óbito – homem, 53 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial. Internado dia 21/06, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

1894º óbito – mulher, 82 anos, residente em Camaçari, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 22/05, foi a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1895º óbito – mulher, 39 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de doença cardiovascular. Internada dia 01/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1896º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônica. Internada dia 07/06, foi a óbito dia 21/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1897º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 03/06, foi a óbito dia 29/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1898º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 20/05, foi a óbito dia 29/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1899º óbito – homem, 20 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 30/05, foi a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1900º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e neoplasias. Internado dia 19/06, foi a óbito dia 30/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1901º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 05/06, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1902º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 07/06, veio a óbito dia 18/06, em Hospital da rede particular, em Salvador.

Ex-prefeito de Wenceslau Guimarães sofre representação do Tribunal ao MPE e MPF

/ Bahia

Na sessão desta quarta-feira (01/07), realizada por meio eletrônico, o Tribunal de Contas dos Municípios julgou procedente termo de ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Wenceslau Guimarães, Nestor Vicente dos Santos, em razão de irregularidades em convênio celebrado entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal, no exercício de 2014. O acordo firmado pelo gestor reconheceu a existência de dívida decorrente da ausência de repasses à instituição financeira de parcelas de empréstimos consignados em folhas de pagamento de servidores públicos, sem expressa autorização no texto da Lei Orçamentária, como exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O relator do processo, conselheiro substituto Cláudio Ventin, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Federal e também ao Ministério Público Estadual para a apuração do crime de apropriação indébita e de ato de improbidade administrativa pelo ex-prefeito. O gestor foi multo em R$6 mil.

De acordo com o processo, a prefeitura celebrou dois acordos para regularização de repasse de valores decorrentes de convênio de consignação, sendo o primeiro no valor de R$413.135,63, referente aos valores retidos no período de 10/03/2014 a 10/06/2014, e o segundo no valor de R$541.730.56, referente aos valores retidos no período de 10/08/2014 a 10/12/2014.

O ex-prefeito, em sua defesa, reconheceu a retenção de valores nos pagamentos aos servidores municipais e a ausência do consequente repasse para a instituição financeira competente. Para a relatoria, o fato é incontroverso e apto a configurar “ilícito penal”, independentemente da suposta crise financeira que estaria sendo enfrentada pelo município.

Segundo o conselheiro substituto Cláudio Ventin, mesmo após reconhecer a ausência de repasse dos valores retidos no contracheque dos servidores municipais, no período de 10/03/2014 a 10/06/2014, o ex-prefeito incorreu em nova ilegalidade ao celebrar um segundo acordo e manter, ainda assim, a retenção e ausência de repasse de valores no período de 10/08/2014 a 10/12/2014. Cabe recurso da decisão.

Mesmo com pandemia, sob aplausos, Rui entrega a primeira ponte estaiada da Bahia, em Ilhéus

/ Bahia

Rui entrega primeira ponte estaida da Bahia. Foto: Mateus Pereira

Conhecida pelas belas praias e pela tradição na produção de chocolates, Ilhéus agora pode ser reconhecida também como detentora da primeira ponte estaida da Bahia. Na manhã desta quarta-feira (1º), o governador Rui Costa foi ao município e fez uma última vistoria antes da abertura oficial da Ponte Ilhéus-Pontal, que recebeu cerca de R$100 milhões em investimentos e possui 533 metros de extensão. O trânsito no local será liberado ainda hoje.

”Gostaria de registrar o reconhecimento pela dedicação dos trabalhadores nesta obra e também o trabalho realizado pelo então governador Jaques Wagner, que foi o responsável pelo início do projeto. Hoje, temos a satisfação de entregar a ponte concluída, um importante vetor de crescimento e que já figura como o novo cartão postal de Ihéus. A obra tem uma função muito importante não só para os moradores da cidade mas também para turistas que precisam ir para o litoral sul”, destacou o governador, revelando ainda que o nome oficial da estrutura, que será decidido pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), poderá ser Ponte Jorge Amado, em homenagem ao escritor baiano que nasceu na região.

Ponte Ilhéus-Pontal

Além dos 533 metros de extensão, a ponte conta com 25 metros de largura e abrange um sistema viário com 2,7 quilômetros e acessos ao Centro e ao Litoral Sul, dotado de quatro pistas de rolamento para veículos, uma ciclofaixa e ainda faixa para pedestres. O pintor Marcos Coutinho disse que Ilhéus precisava da obra. ”O pessoal e a cidade estavam necessitados dessa obra. Além de se tornar um incrível ponto turístico, ainda facilita a chegada ao Centro e, no sentido oposto, ao Pontal. O governo estadual está de parabéns”, garantiu.

Sobre o Rio Cachoeira, o equipamento vai fomentar o turismo na região sul e também melhorar a mobilidade de aproximadamente 511 mil pessoas que moram nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca. A abertura da ponte ainda vai viabilizar que a produção da região possa ser escoada para diferentes modais, a exemplo do Porto de Malhada e o futuro Porto Sul.

A região contava com uma ponte antiga, construída nos anos 60, que será substituída por um equipamento arquitetônico que incorpora elementos de iluminação cênica e urbanismo, de acordo com a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), que foi o órgão responsável pela execução da obra.  Além das áreas verdes, a urbanização da antiga ponte inclui quadras esportivas e parques infantis.

Para o titular da Seinfra, Marcus Cavalcanti, ”trata-se de uma obra digna de uma cidade tida como uma das mais belas do Brasil, que precisava de uma ligação entre as partes Norte e Sul. É uma ponte belíssima, que ainda foi dotada de urbanização”.

Duplicação da BA-001

A construção da primeira ponte estaiada da Bahia levou à necessidade de restaurar e duplicar um trecho da BA-001, em Ilhéus, até o entroncamento da BR-251. O objetivo da intervenção foi dar mais fluidez ao fluxo de motoristas na rodovia. Os serviços seguem em andamento na Orla Sul da cidade e contam com recursos da ordem de R$ 11 milhões.

 

Com 100% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados, prefeitura de Itabuna adia reabertura do comércio

/ Bahia

Itabuna não vai flexibilizar abertura do comércio. Foto: Prefeitura

A prefeitura de Itabuna decidiu voltar atrás e não flexibilizar a abertura do comércio. Em entrevista coletiva concedida na tarde da última terça-feira (30), o prefeito Fernando Gomes, afirmou que a elevada taxa de ocupação dos leitos de UTI para pacientes com coronavírus motivou a mudança de postura da gestão municipal.

”Infelizmente, nas últimas 24 horas, aumentou a ocupação dos leitos de UTI na Santa Casa e no Hospital de Base e isso impossibilitou a retomada do nosso comércio”, declarou Fernando Gomes, ao afirmar que 100% dos leitos para Covid-19 do município estão ocupados. ”Se houver necessidade, vamos fazer transferências para outra cidade com leitos disponíveis”, completou.

O prefeito afirmou que o Hospital de Base deve ser reforçado com dez novos leitos de UTI para coronavírus nos próximos dias. Na semana passada, a previsão do prefeito era de colocar em prática a flexibilização das atividades comerciais já nesta quarta-feira (1º). Com a prorrogação, os estabelecimentos não essenciais devem ser autorizados a abrir as portas somente a partir do próximo dia 9, com um protocolo já estabelecido para evitar a propagação da Covid-19.

”No dia 8, nós concluiremos a instalação de novos leitos de UTI e, no dia seguinte, com todos os protocolos definidos iremos reabrir o comércio de Itabuna. Já vamos deixar decretado”, concluiu.

No início de junho, a prefeitura de Itabuna chegou a anunciar a flexibilização das atividades comerciais, mas desistiu após uma recomendação do Ministério Público estadual (MP-BA).

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab), Itabuna possui 2.580 casos confirmados de coronavírus, com 56 mortes em decorrência da doença.

Bahia registra 3.840 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim epidemiológico

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.840 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +5,5%), 53 óbitos (+2,9%) e 3.813 curados (+8,7%). Dos 73.307 casos confirmados desde o início da pandemia, 47.759 já são considerados curados, 23.695 encontram-se ativos e 1.853 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 385 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (47,05%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.898,39), Gandu (1.539,98), Ipiaú (1.510,69), Uruçuca (1.271,99) e Itabuna (1.210,00).

O boletim epidemiológico contabiliza 73.307 casos confirmados, 162.200 casos descartados e 75.726 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 18 horas desta terça-feira (30).

Na Bahia, 8.724 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.284 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.422 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 916 leitos exclusivos para o coronavírus, 718 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 78%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.853 mortes pelo novo coronavírus.

1801º óbito – mulher, 100 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, doença cardiovascular e doença do sistema nervoso, foi internada dia 04/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1802º óbito – homem, 59 anos, residente em Jequié, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Jequié;

1803º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 31/05 e foi a óbito dia 23/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1804º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 28/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1805º óbito – mulher, 96 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 13/06 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1806º óbito – homem, 84 anos, residente em Salvador, portador de doenças genéticas, foi internado dia 27/05 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1807º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença cardiovascular e neoplasias, foi internado dia 07/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1808º óbito – homem, 45 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias, foi internado dia 10/06 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1809º óbito – homem, 64 anos, residente em Maragogipe, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede filantrópica, em São Félix;

1810º óbito – mulher, 56 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 04/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1811º óbito – homem, 61 anos, residente em Eunápolis, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 18/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Porto Seguro;

1812º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, neoplasias e doenças hematológicas, foi internado dia 21/05 e foi a óbito dia 23/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1813º óbito – homem, 90 anos, residente em Paulo Afonso, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1814º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 23/05 e foi a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1815º óbito – mulher, 99 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 23/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1816º óbito – homem, 94 anos, residente em Paulo Afonso, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1817º óbito – mulher, 73 anos, residente em Glória, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 13/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1818º óbito – homem, 50 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1819º óbito – homem, 59 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 09/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade militar, em Salvador;

1820º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 29/05 e foi a óbito dia 28/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1821º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica, foi internado dia 10/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1822º óbito – mulher, 82 anos, residente em Ilhéus, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 14/06 e foi a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1823º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, foi internado dia 14/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1824º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 25/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1825º óbito – mulher, 77 anos, residente em Paulo Afonso, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 14/06 e foi a óbito na mesma data (14/06), em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1826º óbito – homem, 37 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 17/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1827º óbito – mulher, 36 anos, residente em Paulo Afonso, portadora de doença do sistema nervoso, data de admissão não informada, foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1828º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1829º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença renal crônica, foi internado dia 23/05 e foi a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1830º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 08/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1831º óbito – homem, 46 anos, residente em Alagoinhas, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 28/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1832º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 03/06 e foi a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1833º óbito – mulher, 77 anos, residente em Cândido Sales, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 25/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Cândido Sales;

1834º óbito – mulher, 84 anos, residente em Santo Antônio de Jesus, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 24/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1835º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença renal crônica, foi internada dia 30/04 e foi a óbito dia 19/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1836º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias e doença do sistema nervoso, foi internado dia 29/05 e foi a óbito dia 03/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1837º óbito – mulher, 45 anos, residente em Candeias, portadora de neoplasias, foi internada dia 17/05 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1838º óbito – homem, 79 anos, residente em Paulo Afonso, portador de diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;

1839º óbito – mulher, 50 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, obesidade e doenças hematológicas, foi internada dia 11/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1840º óbito – homem, 78 anos, residente em Ilhéus, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 02/06 e foi a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1841º óbito – mulher, 63 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, foi internada dia 29/06 e foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1842º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 02/05 e foi a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1843º óbito – mulher, 92 anos, residente em Salvador, portadora de demências, incluindo Alzheimer, foi internada dia 05/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1844º óbito – homem, 90 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e demências, incluindo Alzheimer, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1845º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 18/06 e foi a óbito na mesma data (18/06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1846º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 05/06 e foi a óbito dia 15/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1847º óbito – mulher, 68 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 06/06 e foi a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1848º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, doença renal crônica e doença hepática, foi internado dia 10/06 e foi a óbito dia 17/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1849º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de doenças do sistema nervoso, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1850º óbito – homem, 64 anos, residente em Fortaleza, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 03/05 e foi a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1851º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica, data de admissão não informada, foi a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1852º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1853º óbito – mulher, 43 anos, residente em Alagoinhas, sem informação de comorbidades, foi internada dia 03/06 e foi a óbito na mesma data (03/06), em unidade da rede pública, em Alagoinhas.