Chuva, seca e crise econômica ameaçam São João em cidades do interior

/ Bahia

Tradição no interior, São João terá menos investimentos este ano
Tradição no interior, São João terá menos investimentos este ano

A chuva — ou a falta dela — e a crise econômica estão afetando até o São João este ano.  A menos de dois meses do início dos festejos juninos, várias prefeituras já anunciaram que o arrasta-pé está comprometido. Os casos mais drásticos são os dos municípios de Santo Amaro, no Recôncavo, Candeias, na Região Metropolitana, e Sento Sé, no Vale do São Francisco, onde as festas foram definitivamente canceladas. Com sérios danos causados pela chuva do último dia 13 de abril, Santo Amaro ainda faz as contas do prejuízo. Mais de mil pessoas ficaram desabrigadas e a cidade vive em situação de emergência desde o dia 18. Na semana passada, o prefeito Ricardo Machado (PT) tomou uma decisão: “Diante disso tudo, o caminho é não fazer a festa. Provavelmente, em algumas comunidades e bairros, a população vai fazer alguma coisa,  ‘vaquinhas’. Mas a prefeitura não vai fazer nenhum gasto”, assegurou o prefeito. Segundo ele,  R$ 1,5 milhão já estava destinado à festa deste ano, mesmo orçamento do São João de 2014, que teve atrações como a banda Calcinha Preta, além dos cantores Del Feliz, Beto Barbosa, Cicinho de Assis e Virgílio. “Agora, o dinheiro vai para as ações emergenciais”, disse Machado. A cidade de Candeias também decidiu destinar a verba junina para minimizar os estragos da chuva, que atingiu a cidade no mesmo período. “Só com as bandas, seriam R$ 400 mil, mas o nosso São João gira em torno de R$ 600 mil”, disse o prefeito Sargento Francisco, do PSD. O município decretou situação de emergência e aguarda ajuda dos governos estadual e federal. Leia mais no Correio

Serrinha: MP aplica TAC em organizadores de Vaquejada para proteger animais

/ Bahia

TAC exige proteção aos animais. Foto: Reprodução
TAC exige proteção aos animais. Foto: Reprodução

O Parque de Vaquejada Alto Sereno, localizado na zona rural de Serrinha, no nordeste do estado, firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público da Bahia (MP-BA), para observar os procedimentos que previnam danos aos animais participantes de vaquejadas. O objetivo do documento é implantar posturas preventivas de proteção aos animais e diminuir os danos ambientais. O TAC foi assinado pelo responsável pelo parque, Givaldo Lopes, e pela promotora de Justiça Letícia Campos Baird, comprometendo-se a observar procedimentos que previnam danos aos animais participantes de vaquejadas. O termo proíbe o uso de “esporas comuns” e a utilização inadequada de “arreios de cara” e “cortadeiras” e a obrigatoriedade da presença de veterinário responsável durante todo o evento e pronto-atendimento aos animais lesados. Também é previsto no termo que cada animal inscrito pode participar de apenas uma prova e proibida a participação de animais feridos no evento. Uma das cláusulas mais polêmicas do TAC e que, de acordo com Letícia Baird, traduz um avanço para a defesa do meio ambiente, é a da desclassificação automática do vaqueiro que praticar condutas lesivas ao animal, como, por exemplo, a quebra da “cauda” do boi e a “punição dos animais” participantes da prova. O organizador do evento assumiu ainda a responsabilidade de prover transporte, manejo e abrigo dos animais em local adequado, providenciar fiscais nas porteiras de acesso à vaquejada, preparo da arena de provas com material acolchoado e não utilizar cercas, arames farpados ou assemelhados. Os animais deverão ter água e local de descanso na sombra antes das provas. Adolescentes com 16 anos completos somente poderão participar das provas se autorizados e acompanhados pelos pais ou responsáveis. Além disso, a realização de shows e outras apresentações devem respeitar as normas ambientais atinentes aos limites para emissão de ruídos. O TAC também previu medida compensatória de caráter pecuniário, que deve ser revertida em benefício do meio ambiente. De acordo com a promotora, após a realização das investigações e efetivas fiscalizações pelo MP, a bancada ruralista da Assembleia Legislativa da Bahia criou uma comissão para tratar do tema, inclusive com a aprovação de lei em novembro de 2014. Há, ainda, em trâmite na AL vários outros projetos de lei sobre a matéria. Informações do Bahia Notícias

MPE discute procedimentos para elaboração do plano de saneamento básico em Barra do Choça

/ Bahia

O plano municipal de saneamento básico de Barra do Choça foi tema de reunião realizada agora em abril, na Promotoria de Justiça Regional de Meio Ambiente de Vitória da Conquista. De acordo com a promotora de Justiça Karina Cherubini, ficou decidido que a Embasa irá elaborar o diagnóstico e apresentará, no prazo de oito meses, os estudos técnicos necessários à elaboração do plano de saneamento básico para os próximos 20 anos. Os estudos de base conterão um diagnóstico da situação e de seus impactos nas condições de vida, utilizando sistema de indicadores sanitários, epidemiológicos, ambientais e socioeconômicos, apontando as causas das deficiências detectadas; além de programas, projetos e ações necessárias para atingir os objetivos e as metas, de modo compatível com os respectivos planos plurianuais e com outros planos governamentais correlatos, dentre outras informações. O encontro contou com a presença de representantes do Ministério Público estadual, da Prefeitura Municipal, Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, Secretaria da Casa Civil do Estado da Bahia e Embasa. Assim que o plano estiver pronto, o MP juntamente com a Prefeitura Municipal, organizará uma sessão especial na Câmara de Vereadores, para a apresentação pública das diretrizes do documento. Com informações Cecom/MP.

Entidade ligada a Argolo captou R$ 2,1 milhões para festas juninas no interior baiano

/ Bahia

Luiz Argolo. Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados
Luiz Argolo. Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Uma organização ligada ao ex-deputado Luiz Argolo (SD-BA), preso no último dia 10 pela Operação Lava Jato, captou, via Lei Rouanet, R$ 2,1 milhões de estatais e empresas privadas para a realização de festas juninas no interior da Bahia. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o projeto, denominado Transbaião, era organizado pela Associação dos Criadores da Região de Entre Rios, que é sediada na Fazenda Rancho Alegre, de propriedade da família do ex-parlamentar. O Transbaião foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2012 e 2013 e consistia em viagens em um “trem cultural” para 54 convidados de Argolo, animados por bandas de forró. Pelas cidades na qual passou, o projeto promoveu também cirurgias e consultas médicas, além de shows com distribuição gratuita de ingressos. Segundo Folha, a maioria dos eventos ocorreu em redutos eleitorais do ex-deputado, inclusive em sua terra natal, Entre Rios. A prestação de contas do Transbaião referente a 2012 foi reprovada pelo Minc. As contas de 2013 ainda estão sob análise. Entre as patrocinadoras do projeto, por meio da captação de recursos, está a Arbor Assessoria Contábil, empresa da ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Poza – ela, no entanto, negou à Folha que tenha financiado o projeto, e acusa Youssef de ter usado dados de sua empresa de forma indevida. Também patrocinaram o projeto a Chesf, Caixa Econômica Federal, Petrobras, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Governo da Bahia. Entre as empresas privadas, repassaram recursos a M.Dias Branco, Grupo Petropólis e Vale. Fizeram shows pela Transbaião Zezé di Camargo e Luciano e Banda Calypso. Bahia Notícias

A cinco dias do fim do prazo, baianos ainda têm dúvidas sobre declaração do Imposto de Renda

/ Bahia

O prazo final para a entrega da declaração do Imposto de Renda termina na quinta-feira (30/4) e os contribuintes têm uma série de dúvidas que geram erros na hora de fazer a declaração, principalmente quando feita na reta final do prazo. Segundo último levantamento da Receita Federal, foram recebidas 626 mil declarações de contribuintes baianos até as 17 horas de quinta (22). E o Fisco ainda espera receber, só na Bahia 1,14 milhão até o dia 30 de abril. Levantamento feito pela delegacia regional da Receita Federal, na Bahia, a pedido do CORREIO, indica que as principais dúvidas recaem sobre a declaração de dependentes como netos e sobrinhos, despesas médicas, rendimentos tributáveis, pensão alimentícia, rendimentos acumulados (como aposentadoria e pensão). Engrossam ainda a lista de insegurança as deduções feitas por doações a entidades beneficentes e a declaração de imposto retido na fonte correspondente aos rendimentos de prêmios de loteria e de planos de capitalização.  De acordo com a chefe da Divisão de Tributação da 5ª Região Fiscal, Milena Montalvão, independente do contribuinte fazer a declaração sozinho ou com o suporte de um contador, é fundamental verificar se os dados estão em conformidade com a realidade. ”O técnico pode conhecer as leis e normas, mas é o contribuinte quem sabe o que é realidade em sua vida”. Outra orientação é que, em caso de dúvidas, o contribuinte busque as informações para situações que gerem confusão. “Depois da declaração feita, é fundamental acompanhar o processo e, em caso de erro, fazer os acertos antes de ser intimado a prestar esclarecimentos por cair na malha fina”, argumenta. Leia mais.

Chikungunya pode se alastrar pela Bahia, adverte Vigilância Epidemiológica

/ Bahia

Os casos da febre Chikungunya na Bahia podem crescer ainda mais no estado. A doença que foi inicialmente diagnosticada em Feira de Santana, no Portal do Sertão, já se alastrou por outros 126 municípios, com 3.397 casos notificados em 2015 (5.953 no total desde 2014). Os dados são da última atualização da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) divulgados nesta sexta-feira (24). Além de Feira (com 2.268 notificações), tiveram casos confirmados: Riachão do Jacuípe (1.727 notificações), Baixa Grande, Ribeira do Pombal, Amélia Rodrigues, Valente, Camaçari, Salvador e Simões Filho. A chikungunya é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, o Aedes Aegypti, e causa febre, dor intensa nas articulações, acompanhada ou não de inchaços. Todas as faixas etárias estão sujeitas a contrair a enfermidade, com prevalência maior em adultos de 30 a 59 anos. Idosos e menores de dois anos sofrem mais devido à fragilidade do organismo. Para Jesuína Castro, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Estado, a previsão não é animadora em relação à propagação da enfermidade. Segundo ela, 90% do estado está sujeito a pegar a febre. ”A questão é que a chikungunya é uma doença nova aqui, e nós estamos em uma época de alta reprodução do vetor”, afirma. Para conter o avanço, a coordenadora afirma que é preciso ações conjuntas do estado, das prefeituras e da população. ”Não tem como o estado e as prefeituras assumirem sozinhos. As pessoas precisam combater os focos de mosquitos em casa, no trabalho, na escola, na faculdade, ou seja, em todo lugar”, diz. No estado, foram detectados casos importados (com vínculo epidemiológico em Feira e Riachão) de chikungunya em Alagoinhas, Brejões, Cachoeira, Conceição do Coité, Nova Fátima, Irecê, Pé de Serra e Santa Bárbara. Outros municípios com casos confirmados e que permanecem em investigação quanto ao local provável de infecção são: Capela do Alto Alegre, Ipirá, Lauro de Freitas, Pé de Serra, Pintadas, Serrinha e Una. Os casos da febre, que tem origem africana, já são testados na Bahia desde março, o que ajuda na atualização mais rápida dos dados da doença. Bahia Notícias

Guanambi: MP requer inconstitucionalidade de lei que criou 459 cargos comissionados

/ Bahia

Artigos da Lei nº 710/2013, que criou 459 cargos comissionados no município de Guanambi, podem ser declarados inconstitucionais pela Justiça. Isso é o que requer o Ministério Público do Estado da Bahia na Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) apresentada ao Poder Judiciário. No documento, de autoria do procurador-geral de Justiça Márcio Fahel e do assessor especial e promotor de Justiça Paulo Modesto, consta que cargos comissionados foram criados de forma irregular pelo Município, sem especificar atribuições de chefia, direção e assessoramento ou com funções típicas de cargos efetivos e de carreira, o que desvirtua o comando Constitucional. Por isso, o MP requer concessão de medida cautelar que determine a suspensão dos efeitos da lei e do anexo que lista os cargos e a vedação de qualquer interpretação que possibilite a nomeação de pessoa que não seja servidor público efetivo do Município de Guanambi para os cargos listados. Ao final do julgamento, que seja declarada a inconstitucionalidade dos artigos e de parte do anexo.

Segundo informações da Adin, nos últimos anos, houve um acréscimo de 300% no percentual de cargos em comissão no município de Guanambi. Quase metade dos cargos da estrutura administrativa é composta por servidores comissionados, “sem preenchimento de requisitos mínimos de caracterização de atribuições especiais”, registra a ação, acrescentando que a Lei nº 710/2013 criou “desproporcionalmente um número excessivo de cargos em comissão em detrimento dos cargos efetivos”. Entretanto, a Constituição Federal e a Estadual exigem para a investidura de qualquer servidor no serviço público a prévia aprovação em concurso público de provas ou de provas e títulos. A investidura temporária de determinados agentes para as chamadas funções de confiança é prevista de forma excepcional, sendo que os cargos em comissão devem ter as suas atribuições plenamente pré-definidas em lei, cuja interpretação deve ser restritiva. “O legislador municipal não poderia promover a criação de cargos comissionados para o desempenho de atividades cujo exercício a Carta Estadual impõe a investidura de agentes públicos efetivos e de carreira, preenchidos por concurso”, afirmam o PGJ e o promotor de Justiça.

Para os membros do MP, resta patente a violação de princípios Constitucionais, uma vez que alguns órgãos do Município são estruturados quase que exclusivamente através de cargos em comissão, ainda que para atividades próprias de servidores efetivos. Eles destacam na Adin que, apesar da inconstitucionalidade, os efeitos da decisão não devem ser retroativos, somente devem ser a partir da decisão judicial sobre o mérito da causa, a fim de resguardar os valores pecuniários auferidos pelas pessoas admitidas no serviço público com base na lei municipal, desde quando iniciaram as suas atividade até a exoneração. Com informações Cecom/MP.

Estação do metrô em Bom Juá beneficia 70 mil soteropolitanos na capital

/ Bahia

Os moradores da região de Bom Juá, em Salvador, já podem utilizar, a partir desta quinta-feira (23), a estação do metrô, inaugurada pelo governador Rui Costa, com a presença do ministro das cidades, Gilberto Kassab. O deslocamento dos usuários, entre Bom Juá e a Lapa, será feito em aproximadamente 15 minutos. Com a entrega da sexta estação do equipamento público, a Linha 1 do metrô passa a ter nove quilômetros de extensão, ampliando também seu potencial de embarque. A nova estação, que possui 5.150 metros quadrados de área construída, beneficia cerca de 70 mil moradores dos bairros da Fazenda Grande do Retiro, São Caetano, Calabetão, Mata Escura, Arraial do Retiro, Barreiras e São Gonçalo. Segundo Rui Costa, as obras do metrô prosseguem com investimentos feitos a partir de empréstimos tomados pela CCR Metrô Bahia, empresa da iniciativa privada que administra o equipamento em Salvador. ”Em junho ou julho, será entregue a estação de Pirajá e, até 2017, teremos 41quilômetros de metrô em Salvador”.

Metrô
Metrô da estação Bom Juá já começou a atender logo o público

A estação Bom Juá começou a atender o público logo após a cerimônia de inauguração, realizada com a presença do prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto, e de outras autoridades. Kassab disse que os investimentos em Salvador, como os aplicados na mobilidade, vão continuar e têm sido prioridade para o governo federal. “Já foi investido um volume grande, cerca de R$ 2,3 bilhões nos últimos anos, possibilitando que as obras continuem sendo executadas”.

Telhado de escola pública desaba e deixa seis alunos feridos na zona rural de Itarantim

/ Bahia

Teto ficou destruído. Foto: Arquivo Pessoal/ Paloma Ferraz
Teto ficou destruído. Foto: Arquivo Pessoal/ Paloma Ferraz

O telhado de uma sala de uma escola municipal de Itarantim, no Sudoeste, desabou na manhã de quarta-feira (18). O acidente aconteceu por volta das 9h, na Escola Municipal Vasco Neto, localizada no distrito de Ribeirão do Salto. Alunos que estavam em uma das salas, onde funciona o projeto “Mais Educação”, tiveram escoriações leves. Ainda não há informações exatas sobre a quantidade de feridos, nem para onde eles foram encaminhados. Em entrevista ao Correio24horas, a estudante Paloma Ferraz, que estava em uma casa vizinha à escola no momento do acidente, afirmou que tomou um susto. “Quatro pessoas foram levadas para o hospital, três pularam a janela e as outras só tiveram arranhões. Foi muita agonia não deu pra ver quantas pessoas estavam na sala ao todo”, contou. Ainda de acordo com ela, estudantes relataram que minutos antes de o telhado desabar, os alunos sentiram terra caindo em suas cabeças. Uma equipe técnica foi enviada ao local para avaliar a situação e prestar assistência aos feridos. O Correio24horas tentou apurar a situação com a Secretaria de Educação de Itarantim, mas não obteve êxito. Informações do Correio

Governador Rui Costa visita projeto Voluntários do Sertão, no município de Condeúba

/ Bahia

Rui assinou ordens de serviço em Condeúba. Foto: Manu Dias/Secom
Rui assinou ordens de serviço em Condeúba. Foto: Manu Dias

Moradores do semiárido baiano têm acesso a atendimentos de saúde de diversas especialidades durante a 15ª edição do projeto Voluntários do Sertão, realizada no município de Condeúba, distante 110 km de Vitória da Conquista, e que recebeu a visita do governador Rui Costa nesta quarta-feira (22). Trabalhadores voluntários, como médicos, psicólogos, farmacêuticos, enfermeiros, dentistas, motoristas, cozinheiros e auxiliares administrativos participam da iniciativa.Em parceria com o Governo do Estado, vão ser realizadas 700 cirurgias de catarata, entre outros procedimentos. A ideia do grupo é promover o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida dos baianos por meio da assistência social, nutricional e de saúde, além de incentivar o voluntariado como importante ferramenta de transformação social. Nesta edição do projeto, os atendimentos continuam até sexta (24) – a pedido dos profissionais, alguns serviços foram estendidos até sábado (25). Na visita à cidade, o governador também assinou ordens de serviço para a implantação de sistema de abastecimento de água, que beneficiará a população da região.

Trabalhadores voluntários recepcionam o governador
Trabalhadores voluntários recepcionam o governador Rui Costa

Além das cirurgias, os moradores de Condeúba e região têm acesso a atendimentos dermatológicos, odontológicos, exames – a exemplo de mamografia -, medicamentos, óculos de grau, e ainda podem assistir palestras educativas e receber kits de saúde e higiene pessoal. Criado em 2000, o projeto foi idealizado pelo empresário Doreedson Pereira e começou distribuindo brinquedos e cestas básicas no distrito de Alegre, em Condeúba, no sudoeste do estado. Hoje são cerca de 350 profissionais, distribuídos em 12 frentes de atendimento, organizados para prestar o serviço de qualidade a  maior número de pessoas. ”As parcerias são super importantes e envolvem desde os trabalhadores, como faxineiros dos consultórios, até prefeituras, governos estadual e federal. Isso tudo porque essa estrutura que foi montada aqui e em outros lugares representa custo, mas nosso maior patrimônio aqui é a nossa mão de obra”, explicou o idealizador do projeto, conhecido pelos pacientes e profissionais como Dorinho.

Homem morre após ser atacado pelo próprio cão, Pit Bull, em Lauro de Freitas

/ Bahia

Animal foi capturado pela polícia. Foto; Reprodução/Bocão News
Animal foi capturado pela polícia. Foto; Reprodução/Bocão News
Um homem morreu, na manhã desta quarta-feira (22), após ser atacado pelo próprio cão, em Itinga, cidade de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador. Segundo a polícia, a vítima ainda não foi identificada. Não há informações sobre o que motivou o ataque do cão, que mordeu o dono em diversas partes do corpo, dentro de casa. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Policiais da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) já capturaram o animal e investigam o caso. As informações são do Bocão News

Lista do Reda da Assembleia Legislativa da Bahia continua criando problemas para Marcelo Nilo

/ Bahia

Nilo tem dor de cabeça com contratações na ALBA
Nilo tem dor de cabeça com Reda da ALBA. Foto: Divulgação

Quando surge uma divergência que envolve o deputado Marcelo Nilo (PDT) sempre o adversário joga na discussão a divulgação da lista dos nomeados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Contratos estes que viraram peça de ameaça à tranquilidade do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia e são apontados pelo Ministério Público Estadual (MPE) como um problema que precisa ser resolvido o quanto antes com a convocação dos concursados. Até o momento, algumas contratações permanecem irregulares e uma Ação Civil Pública já classificou como imoral manter os Redas, após a realização do concurso do ano passado. Há cobrança de vários lados, mas, na Casa quase nenhum deputado fala abertamente sobre o assunto. O líder do governo no Parlamento, deputado Zé Neto (PT), está entre aqueles que desconversam quando questionado sobre as decisões administrativas. Em conversa com a Tribuna, Neto disse que esse assunto nunca foi tratado com ele diretamente. “É uma questão que não me envolvo. Isso é muito mais referente à relação do presidente da Assembleia e dos deputados membros da Mesa Diretora”, afirmou. Da mesma forma reagiu a maioria daqueles procurados pela reportagem. Nos bastidores, rumores dão conta que cerca de 80% são de servidores vinculados aos meios de comunicação e ao serviço de Saúde da Casa que não são concursados, mas muitos dos nomes ainda não são divulgados. O certo é que, volta e meia, o assunto entra em cena novamente. A exigência da lista do Reda da Assembleia, que ainda não apareceu completa, já gerou contendas históricas. Uma das mais conhecidas foi entre o radialista Mário Kértesz e Nilo. O grupo Metrópole fez uma campanha pesada pedindo ao pedetista a lista das funções, inclusive com ingresso de pedido formal. Leia mais na Tribuna da Bahia.

Mesmo em situação de emergência, Poções terá festa orçada em R$ 500 mil, anuncia prefeito

/ Bahia

Prefeito de Poções, Otto Wagner Magalhães (PCdoB)
Prefeito de Poções, Otto Wagner Magalhães. Foto: Divulgação

Mesmo com o decreto de situação de emergência, o município de Poções, na região de Vitória da Conquista, vai manter a famosa Festa do Divino Espírito Santo, orçada em R$ 500 mil pela prefeitura. A situação de emergência decretada pelo governador do estado, Rui Costa, e divulgada no Diário Oficial do Estado da Bahia do dia 11 deste mês com validade de 90 dias, foi homologada devido às estiagens que atinge a zona rural do município e afeta a vida de mais de 10 mil pessoas. Segundo o prefeito de Poções, Otto Wagner Magalhães (PCdoB), houve corte nos gastos do evento, que será entre os dias 19 a 24 de maio, em relação ao ano passado. ”Na festa do ano passado, gastamos o valor de R$ 800 mil, mas neste ano, com a situação de emergência, reduzimos os gastos para R$ 500 mil”, explica. De acordo com ele os cortes de verbas farão com que os shows, que contavam com quatro atrações por noite, terão apenas um artista por dia nesta edição. A festa, que é a única que ocorre durante todo o ano em Poções, é, para o prefeito, essencial para a população. ”Se você chegar aqui na cidade e falar que não vai ter uma festa dessas, vai ser apedrejado. É a única festa daqui do município, é cultural”, opina. De cunho religioso e cultural, Festa do Divino Espírito Santo vem sendo realizada no município há mais de 200 anos, e reúne, durante as seis noites, cerca de 30 a 40 mil pessoas. De acordo com o prefeito, o evento conta com diversos patrocínios de empresas privadas e traz verbas para a cidade. ”É a maior festa popular do interior da Bahia”, comenta. Com o decreto de situação de emergência, a cidade passa a receber apoio do governo estadual para arcar com as despesas causadas pelos prejuízos. Atualmente, 18 municípios baianos estão em situação de emergência devido à estiagem no estado, de acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil. Bahia Notícias

LUTO: Comentarista esportivo Antônio Vieira, da Rádio Sociedade da Bahia, morre aos 68 anos

/ Bahia

Radialista faleceu nesta manhã (Foto: Rádio Sociedade/Divulgação)
Radialista faleceu nesta manhã Foto: Rádio Sociedade/Divulgação

O radialista Antônio Vieira, comentarista esportivo da Rádio Sociedade da Bahia, morreu nesta segunda-feira (20). Antônio Vieira morreu de parada cardíaca em casa, no Centro de Salvador. Aos 68 anos, ele deixa dois filhos. De acordo com as primeiras informações, Vieira trabalhou ontem na cobertura do jogo entre Bahia e Juazeirense e faleceu durante o sono. Segundo a Sociedade, a data e local do sepultamento ainda serão divulgados pela família. Vieira trabalhou na rádio por mais de 20 anos. Em nota, a a Rádio Sociedade da Bahia se solidariza com a família do radialista e agradece a ele pelos serviços prestados à emissora e, principalmente pela contribuição para manter bem informados os ouvintes; além de contribuir com o crescimento do futebol brasileiro. Antônio Vieira do Nascimento nasceu na cidade de Lagarto, interior de Sergipe, no dia 23 de agosto de 1946. Filho de Maria José da Conceição e Agripino Vieira do Nascimento, Antônio Vieira, como ficou conhecido no mundo rádio esportivo, era comentarista. Passou por outras emissoras, mas foi na Rádio Sociedade da Bahia que deixou a sua marca. Atuou em várias Copas do Mundo e foi um dos fundadores da Associação Bahiana dos Cronistas Desportivos. O último trabalho de Antônio Vieira foi neste domingo, na partida entre Bahia e Juazeirense, pela Rádio Sociedade. Correio da Bahia