Caso Geddel: Desembargador diz que habeas corpus para Gustavo Ferraz ”não é prioridade”

/ Justiça

Geddel Vieira e Gustavo Ferraz estão presos. Foto: Reprodução

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região, encaminhou à juíza Rogéria Debelli o habeas corpus proposto pela defesa de Gustavo Ferraz, preso junto com Geddel Vieira Lima, nesta quarta-feira (11). O pedido foi feito na semana passada. Segundo o desembargador, o caso “não é prioridade”, já que o pedido de liberdade já foi negado. Ney Bello é o mesmo que mandou Geddel para casa mesmo sem tornozeleira, ainda na primeira prisão em julho deste ano.

Os comentários estão fechados.