Candeias: Prefeito diz que bandidos iriam lhe matar

/ NOTÍCIAS

A polícia ouviu neste domingo o depoimento do segurança Gil Mendes Calixto sobre o atentado contra o prefeito de Candeias, Sargento Francisco, na noite sexta-feira. De acordo com o delegado titular da 20ª Delegacia de Polícia Civil, William Achan, o relato do segurança ajudou a diminuir as chances de ter sido uma tentativa de assalto, já que antes dos disparos, conforme sua versão, os criminosos não pediram as chaves do veículo. Em entrevista ao Crreio, no sábado, o prefeito Sargento Francisco cravou que a intenção dos criminosos era tirar sua vida. O delegado, entretanto, disse não trabalhar com essa hipótese. “O atentado está totalmente descartado. Se quisessem matar o prefeito, tinham atirado na presença dele. Em momento algum ele estava no local”, ponderou. Segundo Achan, depoimentos colhidos por sua equipe de investigação o direcionam para a possibilidade de o alvo dos criminosos ser um dos dois seguranças. “Pode ser algo pessoal contra um dos dois? Pode ser. Uma represália, talvez”, disse. Outra versão para o crime está sendo mantida sob sigilo, para não atrapalhar a apuração, afirmou o delegado. Leia mais no Correio.

Os comentários estão fechados.