Caminhoneiro vítima de acidente seguido de incêndio na BR-330 é identificado pela arcada dentária

/ Polícia

Peritos de Jequié identificaram Walk Enio de Oliveira, de 38 anos

A Polícia Técnica de Jequié (DPT) conseguiu identificar, de forma oficial, a segunda vítima do acidente seguido de incêndio ocorrido na última sexta-feira (8), na Rodovia BR-330, no trecho entre Jequié e Maracás. Peritos fizeram a identificação de Walk Enio de Oliveira, 38 anos, que morreu carbonizado, através da arcada dentária da vítima. Ele era motorista de um caminhão-tanque que colidiu com uma motocicleta Honda CG, conduzida por Marcus Oliveira dos Santos, 28, que também foi a óbito no local do acidente. Marcus era morador do povoado de Pé de Serra, em Maracás e Walk era natural do município de Poções, onde ocorreu o sepultamento neste domingo (10). O caminhão dirigido por ele acabou pegando fogo após o impacto da batida com a motocicleta. Walk teria sido vítima de um acidente de moto há 5 anos, perdeu os dentes e foi submetido a um procedimento cirúrgico na boca, o que facilitou a sua identificação pela arcada dentária, conforme informações do Instituto Médico Legal (IML) ao Blog Marcos Frahm. O trabalho foi realizado pelo corpo de Perito Odonto do DPT de Jequié.

 

Os comentários estão fechados.