Brasil não recebe vacinas da Índia contra Covid porque negou pedido de suspensão de patente

/ Saúde

Um dos motivos do Brasil não ser uma prioridade da Índia para o envio de vacinas da Oxford contra o coronavírus foi a recusa do pedido do país asiático de suspensão temporária de patentes sobre insumos de enfrentamento ao coronavírus, como os próprios imunizantes. As informações são do blog de Ana Flor, do portal G1.

Em outubro, a Índia solicitou à Organização Mundial do Comércio (OMC) a licença compulsória temporária de produtos relacionados ao combate da pandemia. O governo do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu acompanhar a decisão dos Estados Unidos, da União Europeia e do Japão e negou o pedido.

Desde então, segundo fontes da diplomacia brasileira, a relação entre o Brasil e a Índia está instável. A nação indiana iniciou a exportação de vacinas e seis países as receberão até o final desta semana. Os brasileiros, porém, ainda não têm nem uma previsão de tê-las.

Os comentários estão fechados.