Acordo garante vacina a 20% da população brasileira, mais de 40 milhões de pessoas

/ NOTÍCIAS

Governo confirmou à OMS que participará da aliança. Foto: Estadão

O governo brasileiro confirmou à Organização Mundial da Saúde (OMS) que participará da aliança mundial de vacinas contra a Covid-19. Mas irá manter flexibilidade para ajustar seu engajamento com os acordos bilaterais que já fechou com multinacionais do setor farmacêutico.

De acordo com o portal UOL, Brasília se compromete a fazer parte do consórcio internacional da agência, solicitando produtos para imunizar 20% da população do país, mais de 40 milhões de pessoas. A OMS havia permitido que governos solicitassem doses para cobrir até 50% de sua população.

Para atingir a proporção solicitada pelo país, o investimento terá de ser de mais de R$ 4 bilhões. Tal percentual cobriria profissionais de saúde, idosos e doentes crônicos.

Por enquanto, o acordo não é vinculante e, se nas próximas semanas não houver um acordo sobre o pagamento e condições, o governo ainda pode desistir do projeto.

Os comentários estão fechados.