Bolsonaro diz ser contra realização do Carnaval por tentativas de culpá-lo por mortes na pandemia

/ Brasília

Bolsonaro se posiciona sobre Carnaval. Foto: Galuber Cleber

Em meio à polêmica sobre a realização ou não do Carnaval na Bahia em 2022, o presidente Jair Bolsonaro se posicionou contrário à realização da festa, mas destacou que não cabe a ele essa definição. O mandatário lembrou que a partir de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), prefeitos e governadores têm autonomia para decisões deste tipo. A declaração foi dada durante entrevista a Rádio Sociedade da Bahia, na manhã desta quinta-feira (25).

”Por mim não teria Carnaval, mas quem decide não sou eu”, disse na ocasião.

Ele atribuiu a chegada do coronavírus no Brasil à realização da folia momesca em 2020. Segundo o presidente, após a festa ”consequências vieram” e houve tentativas de culpá-lo pelas mortes causadas pela doença pandêmica.

”Não estou me esquivando, nem apontado outras pessoas”, disse ao destacar mais uma vez que todo o trabalho de combate à pandemia coube e cabe a governadores e prefeitos, e que ele, enquanto presidente da República, ficou com a responsabilidade de distribuir recursos para que medidas fossem adotadas.Com informações do site Bahia Notícias

Deixar uma Resposta