Bolsonaro deve entregar faixa presidencial a Lula e provocá-lo, defende o atual vice, Mourão

/ Brasília

Atual vice-presidente Hamilton Mourão. Foto: Agência Câmara

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) revelar a pessoas próximas o motivo para não comparecer à cerimônia da entrega da faixa presidencial, marcada para o próximo dia 1º de janeiro, quando passaria simbolicamente o cargo para o presidente eleito Lula (PT), o atual vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) defendeu que o mandatário brasileiro marque presença no ato.

”Sou um fã do Winston Churchill, ele disse que na vitória nós temos que ser magnânimos e na derrota temos que ser altivos e desafiadores. Então, o presidente em um gesto altivo e desafiador entregue a faixa ao novo presidente, ao Lula e diga no ouvidinho dele: ‘fica atento que eu vou tá olhando tudo aquilo que você tá fazendo”, disse Mourão, em entrevista à CNN, nesta quarta-feira (7).

Os comentários estão fechados.