Barragem que abastece Lagedo e região registra nível crítico e prefeito quer audiência com o governador

Prefeito e vereadores visitam barragem na zona rural. Foto: Divulgação

A população de alguns municípios do Vale do Jiquiriçá, Maracás, Lagedo do Tabocal, Itiruçu e Planaltino enfrenta uma nova crise hídrica. A falta de água afetou de vez os moradores, que recorrem diariamente aos veículos de comunicação da região para cobrar providência quanto à interrupção no fornecimento de água potável em pontos diversos decorrente da escassez de chuvas que tem levado a um possível colapso a barragem utilizada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento EMBASA.

Com a situação crítica do manancial, Lagedo parece ser a cidade mais afetada com a falta do líquido e o assunto tem gerado notável inquietação na população carente, com reação da classe política local, prefeito e vereadores.  Nesta semana, o chefe do Executivo de Lagedo, Marquinhos Senna (PP) fez visita a barragem e disse ter solicitado do presidente da União dos Municípios da Bahia – UPB, o prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), que viabilize audiência com o governador Rui Costa (PT) para tratar do assunto.

”Estamos preocupados com esta situação. Nos reunimos com Zé Cocá, pedimos o apoio da UPB. Gostaríamos, inclusive, de ter uma audiência com o governador Rui Costa para tratar dessa e de outras demandas do povo de Lajedo. Fizemos, na quarta-feira, uma manifestação pública que contou com o apoio do presidente da Câmara Municipal, o vereador Pedro D’Ângelo, Elmo Santana, Giliadi e outras lideranças, além de representantes da sociedade civil e outras entidades.”, disse o prefeito em nota encaminhada ao BMFrahm pela assessoria de Cocá, que informou ter recebido a solicitação.

Barragem chegou a nível crítica e compromete o abastecimento

 

Presidente da UPB promete viabilizar encontro com governo

”Vamos avaliar o que pode ser feito. É realmente muito preocupante, uma vez que esta época ainda não é a época de estiagem. Vamos dialogar com o CONVALE e, também, buscar o apoio do governador Rui Costa. É importante que todos os organismos sociais e entidades públicas reforcem esta luta, muito mais do que justa, do povo de Lajedo e da região. Mas alguma coisa tem que ser feita já, não podemos demorar”, afirmou o presidente da UPB.

Uma promessa antiga do Estado é a execução de um projeto de transposição das águas do Rio Paraguaçu, sendo esta a solução que, de acordo com o gestor municipal, resolveria de uma vez por todas o problema de desabastecimento de água na região.

Os comentários estão fechados.