Mais cinco pessoas testaram positivo e sobe para 09 número de casos da Covid-19 em Jequié

/ Jequié

Prefeitura de Jequié desinfeta ruas contra Covid. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, informou, nesta sexta-feira (17) a ocorrência de mais cinco casos positivos de Covid-19 no município. Na manhã desta sexta, cinco pessoas receberam o resultado positivo para a doença. Desses, quatro pacientes tiveram contato com uma profissional de saúde que já havia testado positivo, na terça-feira. A outra pessoa, que também deu positivo, veio de Salvador, onde, possivelmente, contraiu o vírus. Dos cinco novos casos, três são mulheres (de 30 anos; 30 anos; e 55 anos) e os outros dois são homens (de 27 anos e 39 anos).

Como todos apresentaram sintomas leves da doença, não foram encaminhadas para a internação hospitalar, permanecendo em isolamento domiciliar desde a quarta-feira, seguindo os protocolos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde. A Secretaria informou que continua monitorando todos os casos suspeitos e os que estão em isolamento domiciliar, assim como vem mapeando os casos confirmados, para que qualquer indivíduo que teve contato com pessoa contaminada seja acompanhada pelas equipes da Vigilância Epidemiológica e da Assistência à Saúde.

A pessoa que tiver dúvida sobre a doença ou apresentar os sintomas do coronavírus em Jequié devem acionar o Disque Covid Jequié, através dos telefones (73) 98866 2779 3 (73) 98866 2164.

Aiquara e mais quatro cidades tem transporte intermunicipal suspenso pelo Governo

Transporte de ônibus está suspenso em Aiquara. Foto: Divulgação

As cidades de Aiquara, Amélia Rodrigues, Buerarema, Conceição do Jacuípe e Curaçá terão o transporte intermunicipal proibido a partir de sábado (18). Com isso, o número de municípios baianos afetados pela medida chega a 79. A suspensão das atividades de transporte rodoviário e hidroviário foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feria (17) e vale até 3 de maio.

O decreto diz que “ficam suspensas, a partir da primeira hora do dia 18 de abril de 2020, a circulação e a saída, e, a partir da nona hora do dia 18 de abril de 2020, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans”,

A suspensão do transporte rodoviário é uma das medidas adotadas por governo do estado para retardar a propagação do coronavírus pela Bahia. As cidades com casos confirmados da doença têm as rodoviárias fechadas.

Em algumas cidades sem casos de coronavírus, o sistema de transporte intermunicipal foi suspenso porque está integrado ao de municípios com registros da doença.

Inicialmente, a medida, estava programada até 5 de abril, mas foi estendida por mais 10 dias por determinação do governador Rui Costa. Na quarta-feira (15), o governador estendeu a suspensão até o dia 3 de maio.

Até a manhã desta sexta-feira (17), a Bahia havia registrado mais de 960 casos confirmados de coronavírus, com 35 mortes em decorrência da doença.

Educação: Pedido de isenção de taxa de inscrição do Enem termina nesta sexta-feira

/ Educação

Os interessados em fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 têm até as 23h59 desta sexta-feira (17), para pedir a isenção de pagamento da taxa de inscrição. A solicitação é feita, exclusivamente, por meio da plataforma virtual Página do Participante, dentro do site do Enem. O procedimento não garante a participação no exame. As inscrições devem ser realizadas de 11 a 22 de maio.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, o participante habilitado para a isenção em 2019 que não compareceu aos dois dias de exame deve comprovar o motivo da ausência para pedir nova gratuidade neste ano. O processo também deve ser realizado pela Página do Participante.

Tem direito à isenção da taxa quem cursar a última série do ensino médio em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; tiver cursado todo o ensino médio em escolas públicas ou como bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

A pessoa precisa também declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Cadastro

Para justificar a ausência em 2019 e/ou solicitar a isenção em 2020, os participantes deverão ter o login único do governo federal, pelo portal gov.br. O acesso poderá ser realizado por meio da Página do Participante do Enem. A senha deverá ser memorizada ou anotada em local seguro, pois será necessária para acompanhar todas as etapas do exame, desde a solicitação de isenção da taxa de inscrição até a consulta dos resultados, em 2021.

Enem Digital

O exame digital será oferecido a partir deste ano, com implantação gradual e aplicação-piloto para 100 mil pessoas de todo o país. A estrutura das provas é a mesma do modelo impresso.  A modalidade tem edital próprio, mas as regras para pedidos de isenção e justificativas de ausência são as mesmas. As provas da versão digital estão previstas para 11 e 18 de outubro e as do Enem impresso, para 1º e 8 de novembro.

Projeto de lei de deputado propõe transferência das festas juninas para dezembro na Bahia

/ Política

Projeto é de autoria de Marcell Moraes (PSDB). Foto: Reprodução

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), diversas cidades baianas anunciaram o cancelamento das festas de São João, no entanto, o evento que tradicionalmente ocorre no mês de junho pode ser transferido para dezembro. Pelo menos é o que sugere um projeto de Lei que tramita na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A proposta estabelece que deverá ser feriado no dia 12 de dezembro (sábado) e pontos facultativos nos dias 10 e 11, quinta e sexta-feira respectivamente.

O deputado estadual Marcell Moraes (PSDB), autor da proposição, afirma que a Bahia perde um importante momento para aquecer a economia. ”As cidades de pequeno e médio porte do interior são beneficiadas de forma direta ou indireta, por que há mais pessoas circulando pelas estradas, procurando casas para alugar ou hotéis, além da alimentação e outros. São muitos setores envolvidos e com lucro. Por prudência por causa da pandemia, infelizmente, toda essa dinâmica será prejudicada”, disse, conforme publicação do site BNews.

No último dia 9, prefeitos de 15 cidades da região da Chapada Diamantina firmaram um acordo para cancelar os festejos. O documento assinado pelos gestores diz que a decisão foi tomada seguindo a ”recomendação administrativa do Ministério Público de Contas do Estado da Bahia, que recomenda aos municípios baianos a não realizar festejos juninos ou evento de qualquer natureza utilizando recursos públicos durante o período de combate à COVID-19”.

A mesma decisão foi tomada por prefeitos das cidades onde ocorrem as maiores festas juninas da Bahia: Senhor do Bonfim, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Irecê, Seabra, Miguel Calmon, Itaberaba, Piritiba e Ibicuí.

Neste caso, os gestores municipais destacaram que as ”análises científicas sinalizam que o pico da infecção no Brasil poderá ocorrer entre os meses de maio e junho” e ressalta ”a necessidade de destinar todos os recursos disponíveis e necessários para combater o novo coronavírus e salvar vidas”.

Segundo a Federação do Comércio da Bahia (Fecomércio), a medida, além de afetar o turismo, deve provocar uma retração nas vendas de 23% nestas cidades, especificamente nos setores mais afetados pela data, como vestuário e supermercado.

Estado da Bahia ultrapassa mil casos confirmados de Covid-19​, diz Secretaria da Saúde

/ Bahia

Secretário estadual da Saúde, Villas-Boas. Foto: Carol Garcia

A Bahia tem 1059 casos confirmados de Covid-19. Deste total, 36 foram a óbito, registrados nos municípios de Salvador (18); Lauro de Freitas (4), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1), Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (2), Ilhéus (2), Belmonte (1), Vitória da Conquista (1) e Itapé (1), Juazeiro (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 12 horas desta sexta-feira (17).​

Dos casos confirmados, 154 são de profissionais de saúde. Ao todo, 268 pessoas estão recuperadas e, do total de casos confirmados, 116 encontram-se internados, sendo 48 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.​

Um novo boletim com a descrição detalhada do local de ocorrência dos casos será publicado a partir das 17h de hoje.

Após Bolsonaro atacar Maia, Alcolumbre dá ao PT relatoria de projeto do Governo Bolsonaro

/ Política

Davi reage a ataques de Jair. Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Depois de retirar Luiz Henrique Mandetta do cargo e partir para cima de Rodrigo Maia (DEM-RJ), Jair Bolsonaro já sofre os primeiros revezes no Congresso Nacional.

Davi Alcolumbre (DEM-AP) entregou ao líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), a relatoria da medida provisória 905, do contrato de trabalho verde-amarelo, cujo conteúdo é fortemente criticado por petistas e sindicalistas. O argumento é que se trata uma precarização nas relações de trabalho.

Na Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) colocou na pauta do próximo dia 22 a votação da urgência do projeto de lei patrocinado pelo Centrão que obriga as empresas com patrimônio acima de R$ 1 bilhão a emprestar parte do seu lucro ao governo, para o combate ao coronavírus. O texto enfrenta forte resistência do setor privado, principalmente dos bancos, principal alvo da medida, que pressionam o governo para frear a iniciativa.

As duas decisões ocorreram na noite desta quinta (16). A retirada de Mandetta desagradou o meio político e principalmente o DEM, partido do agora ex-ministro. Contribuiu para o caldo de insatisfação a entrevista de Bolsonaro à CNN, com ataques a Maia. As informações são da Folha de SP

Capa da Veja diz que demissão de Mandetta deve estimular Governo Federal a relaxar quarentena

/ Brasília

Jair Bolsonaro deve mudar estratégia. Foto: Carolina Antunes

A capa da Revista Veja publicada nesta sexta-feira (17) já admite a intenção do Governo Federal de relaxar as medidas de distanciamento social, após ser oficializada a demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Com a chegada de Nelson Teich à pasta, o presidente Jair Bolsonaro terá uma ajuda importante para tomar tais decisões.

A foto da capa trouxe o presidente segurando uma caneta e a frase ”Quem manda sou eu”, em alusão às ameaças de Jair Bolsonaro de que usaria a caneta para promover mudanças em sua equipe, caso fosse necessário, e assim reafirmando o seu poder no Palácio do Planalto.

De acordo com a publicação, mesmo com o ”alto risco” e a indo contra a ”ciência” em um momento de aumento do número de mortes, o governo deve aproveitar a troca no ministério para promover o relaxamento da quarentena.

Depois do Estado, ACM torna obrigatório o uso de máscaras em estabelecimentos e ônibus

/ Bahia

ACM exige uso de máscara. Foto: Matheus Morais/bahia.ba

O uso máscaras como medida de proteção ao contra o novo coronavírus (Covid-19)havia sido determinado pelo governador Rui Costa (PT), no início desta semana, exigindo a obrigatoriedade do uso em locais de trabalho. A medida passará a ser obrigatória também em Salvador, conforme anunciou nesta sexta-feira (17) o prefeito ACM Neto (DEM).

A decisão, de acordo com o gestor, ocorre porque a Prefeitura tem ”percebido um relaxamento absoluto em relação as medidas já adotadas” para conter a proliferação do vírus.

”A gente não pode, nesse momento baixar a guarda, senão perde o controle da curva de casos e corre o risco de que aqui em Salvador aconteça o que está acontecendo em outros lugares. Em Fortaleza e em Recife, vocês estão vendo, está havendo quase que um colapso no sistema de saúde. Médicos estão tendo que escolher quem vai viver e quem vai morrer. Não queremos que isso aconteça em Salvador”, afirmou.

Desse modo, a partir de um decreto que será publicado em edição extra do Diário Oficial oficial desta sexta, deverão usar máscaras todas as pessoas que estiverem presentes em ambientes laborais. Ou seja, onde houver prática de atividade profissional, seja do comércio ou de serviços.

”E não é apenas pelo prestador do serviço, não é apenas o vendedor da loja ou o advogado que trabalha no escritório de advocacia. Isso vai valer para qualquer pessoa que esteja dentro do ambiente. Do servente autônomo, passando pelo cliente. O ambiente que for detectado sem uso da máscaras nós vamos interditar”, garantiu ACM Neto.

A mesma medida vale para os ambulantes que atuam no comércio. Para isso, a Prefeitura vai disponibilizar 200 mil máscaras, duas para cada trabalhador. ”De largada, vamos atender a 100 mil ambulantes”, explicou Neto. Quem for visto seu utilizar o equipamento terá sua mercadoria aprendida.

O uso do utensílio também será obrigatório para usuários do transporte público da cidade. Blitze serão realizadas pela Transalvador e, quem for flagrado no veículo sem o equipamento, de acordo com o prefeito, será multado administrativamente.

”Os passageiros, para usarem os ônibus, só poderão usar com máscara. Eu vou mandar um projeto de lei, segunda-feira, que será aprovado pela Câmara, espero, em regime de urgência, instituindo essa multa”, disse.

Governos do Norte e Nordeste também querem driblar Planalto para conseguir respiradores

/ Saúde

Os governos de Ceará, Piauí, Amapá e Amazonas querem seguir a estratégia do governador Flávio Dino (PCdoB), que conseguiu burlar as fiscalizações dos EUA e do Brasil para conseguir adquirir respiradores da China para ajudar no socorro das pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19).

Por meio de um plano elaborado, o governador mandou 107 equipamentos para Etiópia, escapando dos radares dos EUA e da Europa, e conseguiu também evitar a alfândega em São Paulo para que não fossem confiscados pelo governo federal.

A estratégia espertou o interesse de chefes de outros estados, que procuraram a gestão Flávio Dino desde a quinta-feira (16). O Pará aguarda a chegada de 400 respiradores até o final da próxima da semana, também com parada na África.

”Temendo qualquer intercorrência que pudesse colocar em risco a chegada dos equipamentos comprados pelo governo do estado, também adotamos procedimentos cautelares. Contratamos frete aéreo exclusivo para nossos equipamentos, que chegarão diretamente a Belém”, diz Alberto Beltrame, secretário estadual de Saúde do Pará. As informações são da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Município de Vitória da Conquista tem 471 notificações de casos suspeitos de Covid-19

/ Bahia

Vitória da Conquista possui 471 casos notificados com suspeita clínica e epidemiológica de infecção pelo Novo Coronavírus. Os números foram registrados até o fim da tarde desta quinta-feira (16), foram confirmados 20 casos, sendo que 17 evoluíram para cura e 1 evoluiu para óbito.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, 329 casos já foram descartados e outros 122 estão em investigação, sendo que 61 estão aguardando resultado laboratorial e 61 aguardam coleta de amostra para serem enviadas ao Lacen Estadual, em Salvador.

A análise das amostras coletadas dos casos suspeitos notificados no município, bem como a divulgação dos resultados dos exames, são feitos pelo Lacen que transmite as informações à Vigilância do município por meio do sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL).

Os bairros Centro, Brasil, Recreio, Alto Maron, Urbis VI, Candeias, Primavera e Lagoa das Flores, foram as localidades que registraram casos confirmados de pacientes com Covid-19 no município.

Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, desde o dia 20 de março a transmissão do novo coronavírus passou a ser considerada comunitária em todo o território nacional, e, por esse motivo, definições operacionais foram discutidas com o objetivo de orientar o serviço de Vigilância na identificação e notificação dos casos de Covid-19. Essas definições são orientadas por meio do Guia de Vigilância Epidemiológica Emergência de Saúde Pública de importância Nacional pela doença da Covid-19 e na Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020, da Secretaria de Saúde do Estado.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância de que, neste momento, a população siga as orientações de distanciamento físico e isolamento social, mantendo os cuidados de higiene, evitando aglomerações e, caso apresente sintomas da doença, entre em contato imediatamente com uma Unidade de Saúde ou com o Call Center.

Call Center –A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que estiveram em viagem para as áreas de transmissão ou em contato com pessoas desse perfil, apresentando febre ou, pelo menos, um sintoma respiratório.

Programa de lives da Globo, Em Casa estreia com Ivete Sangalo no dia 25 de abril

/ Entretenimento

Cantora fará show de sua casa, em Salvador. Foto: Divulgação

A Globo lança, no próximo dia 25 de abril, o projeto multiplataforma Em Casa. Em série de lives, Ivete Sangalo faz a estreia com apresentação de sua casa, em Salvador, e será transmitida pela emissora simultaneamente no Globoplay e Multishow, além de plataformas digitais e redes sociais.

O evento será exibido após a novela Fina Estampa, remake que substitui Amor de Mãe – que teve as gravações interrompidas em função da pandemia do novo coronavírus.

Em nota enviada à imprensa, Ivete diz que vai estar muito feliz de poder cantar. ”Eu estava louca para poder levar música aos meus fãs. E poder cantar nesse projeto incrível, que vem nesse momento em que temos que estar em distanciamento social, é uma alegria”. A cantora vai cantar à vontade, em quanto cozinha, circula pela casa, e mostra a casa aos fãs.

Funkeiro MC Dumel morre aos 28 anos vítima do novo coronavírus, no Couto Maia, em Salvador

/ Entretenimento

Esposa do funkeiro, Andreza também está infectada. Foto: Reprodução

O funkeiro MC Dumel, 28 nos, faleceu na noite desta quinta-feira (16), vítima do novo coronavírus. Ele estava internado no Couto Maia, em Salvador, desde o último domingo (12). A informação foi confirmada pela assessoria do artista.

Inicialmente, ele foi internado no Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, na região Metropolitana de Salvador. Após o teste positivo para a Covid-19, ele foi levado para o Couto Maia.

Na última terça-feira (14), o cantor apresentou melhora no quadro. Segundo a T-Music Brasil Produções, o cantor está estava sendo tratado com uma combinação de cloroquina e outras substâncias. Com os pulmões frágeis, o funkeiro ainda esteve entubado e sedado na UTI.

Na última quarta, a esposa do cantor, Andreza Bacellar, 22, também testou positivo para o novo coronavírus. Ela está internada no mesmo hospital e o quadro é estável. As informações são do site Bahia Notícias

Câmara dos Deputados aprova regras para evitar bloqueio de auxílio por falta de CPF

/ Brasília

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quinta-feira (16), dois destaques ao Projeto de Lei 873/20, cujo texto-base foi aprovado nesta quinta-feira. Os dois destaques têm o objetivo de assegurar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a quem não tenha o CPF regularizado.

De autoria do PSB, um dos destaques proíbe a recusa do auxílio a quem declarar não ter CPF e apresentar outro documento de identificação. O segundo destaque aprovado foi apresentado pelo PSOL e prevê a regularização automática dos CPFs, proibindo a cobrança de quaisquer taxas bancárias a quem receber o auxílio.

Os destaques tiveram apoio de parlamentares de diversos partidos. O deputado André Janones (Avante-MG), disse que a exigência do CPF para garantir o benefício emergencial de R$ 600 é uma “burocracia desnecessária” para aqueles que têm fome.

O líder do Patriota, deputado Fred Costa (Patriota-MG), também defendeu a mudança para facilitar o acesso de todos ao benefício. Com informações da Agência Brasil

Em Jaguaquara, população acata toque de recolher e ruas ficam desertas no período noturno

/ Jaguaquara

PM faz cumprir toque de recolher. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jaguaquara impôs um toque de recolher na cidade, estendendo as medidas adotadas pelo poder público para combater a propagação do novo coronavírus, que já infectou duas pessoas no município.

Em novo decreto, a Prefeitura informa que a circulação de pessoas nas vias está restrita das 21h às 06h. Nesta quinta-feira (16), Jaguaquara chegou ao quarto dia de toque de recolher.

Durante o período noturno, um carro de som, contratado pela gestão municipal, circula pelas ruas acompanhado de uma viatura da Polícia Militar exibindo o comunicado que apela para que os munícipes recorram as suas casas, sob pena de responsabilização em caso de descumprimento.

Segundo a PM, a população tem acatado a ideia, reforçando o isolamento social, deixando as vias desertas mesmo antes das 21h.

A determinação trás algumas exceções, inclusive para trabalhadores de serviços essenciais. O decreto é válido até o dia (20) de abril, quando o prefeito da cidade, Giuliano Martinelli, se reunirá com gestores de outros municípios do Vale do Jiquiriçá e autoridades judiciais para discussão sobre prorrogação ou revogação de decreto.