Jequié: Após ser flagrado roubando barraca na feirinha do Joaquim Romão homem é morto a paulada

/ Jequié

Crime ocorreu na Feirinha do Joaquim Romão. Foto: Zenilton Meira

Na noite de quarta-feira (3), por volta das 23h, o proprietário de uma barraca instalada na Feirinha do Joaquim Romão, em Jequié, flagrou um indivíduo furtando suas mercadorias.

O mesmo se apoderou de um pedaço de madeira e agrediu o homem fisicamente, ficando o mesmo desacordado. Uma unidade do SAMU foi acionada ao local e, ao chegar, constatou que o homem não apresentava os sinais vitais.

A Polícia Militar deteve o suspeito e o apresentou na Delegacia Territorial de Polícia, enquanto a equipe do DPT de Jequié, removeu o corpo da vítima para necropsia. As identidades do acusado e da vítima não foram reveladas pela polícia. As informações são do Jequié Repórter

Senado Federal aprova, em primeiro turno, por 62 votos a 16, a chamada PEC Emergencial

/ Brasília

O Senado aprovou na noite de ontem (3), em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/2019, a chamada PEC Emergencial. Depois de dias de discussão em plenário e negociações nos bastidores, o relator da matéria, Márcio Bittar (MDB-AC), chegou a um texto que, se não obteve unanimidade, conseguiu apoio da maioria. A votação do segundo turno da PEC foi convocada para amanhã (4) às 11h.

O texto-base da PEC foi aprovado por 62 senadores e teve 16 votos contrários no primeiro turno.  Após a aprovação em segundo turno, a PEC segue para análise da Câmara dos Deputados.

O texto cria mecanismos de ajuste fiscal, caso as operações de crédito da União excedam as despesas. Ele também possibilita o pagamento do auxílio emergencial com créditos extraordinários sem ferir o teto de gastos públicos. O gasto com o auxílio também não será afetado pela chamada ”regra de ouro”, um mecanismo que proíbe o governo de fazer dívidas para pagar despesas correntes. O governo estuda retornar com o auxílio emergencial em forma de quatro parcelas de R$ 250 ainda este mês.

Evitar gasto excessivo

Bittar acrescentou nesta quarta-feira ao relatório mais uma ”trava” para evitar um gasto excessivo com o auxílio. O relator limitou a R$ 44 bilhões o valor disponível para pagamento do auxílio emergencial. ”Na redação anterior não constava tal limite, o que poderia trazer incertezas quanto à trajetória fiscal, com prejuízos ao ambiente econômico”, disse o senador em seu relatório.

O relator também fixou o prazo de vigência das medidas de ajuste fiscal previstas na PEC para enquanto durar a situação de calamidade pública. ”Considero pertinentes as sugestões de que a persistência das vedações fiscais do Artigo 167-G seja mantida apenas durante a situação de calamidade pública de âmbito nacional e não estendida além do seu término”.

As medidas de ajuste fiscal mantidas no texto incluem gatilhos de contenção de gastos para a União, os estados e os municípios. Na esfera federal, todas as vezes em que a relação entre as despesas obrigatórias sujeitas ao teto de gastos e as despesas totais supere 95%, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e o Ministério Público proibirão aumentos de salário para o funcionalismo, realização de concursos públicos, criação de despesas obrigatórias e lançamento de linhas de financiamento ou renegociação de dívidas.

Auxílio emergencial separado

Durante a sessão, os senadores votaram um requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que separava o auxílio emergencial das medidas de ajuste fiscal, fatiando a PEC em duas propostas diferentes. Vieira via no auxílio emergencial uma urgência necessária na votação; urgência que não considerava ser a mesma nos trechos referentes ao ajuste fiscal.

Álvaro Dias (Podemos-PR), Leila Barros (PSB-DF), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Zenaide Maia (Pros-RN) e Rogério Carvalho (PT-SE), dentre outros, apoiaram o requerimento de Vieira. Para eles, as matérias referentes ao ajuste fiscal devem ser discutidas com mais tempo e a urgência do auxílio emergencial não deveria ser usado para apressar a aprovação de tais matérias. O requerimento, no entanto, não obteve votos suficientes e foi rejeitado.

* Com informações da Agência Senado

Unirb bate Bahia por 1×0 em Pituaçu e vence pela primeira vez no Campeonato Baiano

/ Esporte

Tricolor até pressionou no 2º tempo. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

No primeiro jogo oficial entre Bahia e Unirb, o time de Alagoinhas fez história. Na noite desta quarta-feira (3), a equipe do interior bateu o Bahia por 1×0, no estádio de Pituaçu, e venceu pela primeira vez na elite do Campeonato Baiano.

O gol do triunfo foi marcado pelo atacante Vinícius, de cabeça, ainda no primeiro tempo. Enquanto isso, o time de transição do tricolor amargou a segunda derrota em três rodadas no estadual.

Com a vitória, o Unirb ocupa agora a vice-liderança do Baianão, com cinco pontos, atrás da Juazeirense, que tem seis e uma partida a menos. Já o Bahia caiu duas casas e está no quinto lugar, com três pontos. Com informações do Correio

Capital baiana: Carro pega fogo após capotar na Avenida Tancredo Neves, sentido Rodoviária

/ Bahia

Veículo capotou e pegou fogo. Arrison Marinho/Correio

Um carro pegou fogo, na noite desta quarta (3), após capotar na Avenida Tancredo Neves, na altura da estação de metrô Pernambués, sentido Rodoviária, em Salvador.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e o incêndio foi controlado rapidamente. Ainda de acordo com os bombeiros, o motorista do veículo não se feriu.

O repórter fotográfico do Correio, Arisson Marinho registrou a ação dos bombeiros momentos após o acidente. O incêndio do veículo aconteceu bem embaixo da passarela da estação de metrô Pernambués.

No local há uma divisão da pista, para acesso à Via Expressa, que fica ao lado da estação. A Transalvador não soube precisar se o veículo teria se chocado com as estruturas de concreto que dividem a via.

O trânsito foi parcialmente interrompido durante a ação dos bombeiros. A Transalvador deslocou três guarnições para a região para facilitar o fluxo de veículos. Após o controle do fogo e a retirada do veículo, um caminhão da Limpurb foi acionado para fazer a lavagem da pista. Com informações do Correio

Jequié confirma mais 1 óbito por, ocorrido no dia 26 de fevereiro; ocupação de UTI é de 97%

/ Jequié

O boletim do coronavírus em Jequié, atualizado na noite desta quarta-feira (3), pela Secretaria Municipal de Saúde, informou que houve o registro de mais 1 óbito, sendo uma mulher, de 81 anos, residente no bairro Espírito Santo, com histórico de Doença Cardiovascular Crônica e Diabetes Mellitus, ocorrido em 26/02, no Hospital Samur, em Vitória da Conquista.

Foram registrados 140 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 11.680 pessoas confirmadas com a doença, até agora.

10.321 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 97%. Destes, 12 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 16 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 7.246 pessoas foram vacinadas em Jequié.

Consórcio para compra de vacinas já tem 25 municípios baianos interessados; veja a lista

/ Saúde

Até a manhã desta quarta-feira (3), 25 prefeituras baianas, incluindo a de Salvador, manifestaram interesse em aderir ao consórcio público que visa adquirir vacinas contra a Covid-19. A iniciativa é organizada desde a última segunda-feira (1º) pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), que planeja dar suporte aos municípios caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional.

Além de Salvador, também manifestaram interesse no consórcio os municípios de Feira de Santana, Itabuna, Porto Seguro, Candeias, Irecê, Mata de São João, Entre Rios, Governador Mangabeira, Coribe, Camamu, Presidente Dutra, Itagimirim, Vitória da Conquista, Lauro de Freitas, Simões Filho, Eunápolis, Lapão, Tapiramutá, Luís Eduardo Magalhães, Juazeiro, Barra, Conceição do Coité, Cachoeira e Barrocas.

No total, 649 prefeituras, distribuídas pelos 26 estados brasileiros, integram a lista. A quantidade de municípios supera o número de associados da FNP, que engloba apenas as 412 cidades com mais de 80 mil habitantes no Brasil. Para ver a lista na íntegra, clique.

Até o momento, 132.916 baianos já completaram sua imunização, recebendo as duas doses da vacina contra a Covid-19. O número representa menos de 1% da população do estado. Com informações do Bahia Notícias

Prefeito Júlio de Amargosa sofre representação ao MP por pagamento indevido de multas

Júlio recebe multa no valor de R$3,5 mil. Foto: Rede social

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinou nesta quarta-feira (03) a formulação de representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito da cidade de Amargosa, Júlio Pinheiro dos Santos Júnior, pelo pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias junto ao INSS, no exercício de 2019. Cabe sobre a decisão.

De acordo com o TCM, o relator do processo, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, também determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$172.735,40, com recursos pessoais, que foram utilizados indevidamente no pagamento desses juros e multas. O gestor ainda foi penalizado com uma multa no valor de R$3,5 mil.

Os conselheiros do TCM ressaltaram que o pagamento de multa e juros só ocorre devido à omissão dos gestores, que não cumpriram adequadamente a obrigação legal de repassar/recolher as contribuições previdenciárias no prazo e montante exigidos na legislação.

Ministério da Saúde prevê chegada de mais 400 mil doses da Sputnik V ainda em março

/ Saúde

O Ministério da Saúde anunciou hoje (3) que prevê a chegada de 400 mil doses da vacina contra a Covid-19 Sputnik V, desenvolvida pela Rússia, ainda em março. Até maio, a pasta espera receber 10 milhões de vacina ao todo.

A pasta está ”em processo das tratativas finais” do contrato de R$ 639,6 milhões para a compra da vacina. O imunizante, no entanto, ainda não foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No cronograma anterior, as doses estavam previstas para abril, com entrega final até junho. Segundo o ministério, entretanto, a nova data ainda pode sofrer mudanças.

Jequié: Zé Cocá nomeia ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Gameleira

/ Jequié

Celso Galvão volta para o cargo de secretário. Foto: Jequié Repórter

Quem estará de volta ao cargo de secretário municipal em Jequié é Celso Galvão, que ocupará o posto de titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por onde passou na gestão anterior.

A nomeação de Galvão foi publicada no Diário Oficial da Prefeitura, na edição desta quarta-feira (3).

Apesar de ter sido considerado um bom quadro no gestão anterior, representada pelo então prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), o seu ingresso no Governo Zé Cocá (PP) causou surpresa nos meios políticos de Jequié, em face do gestor atual ser adversário político do ex-mandatário, cuja administração foi considerada ruim pela maioria da população.

Celso teria exercido o mesmo cargo de secretário, de 2017 a 2020, tendo deixado a pasta em novembro último.

Para Euclides, aumento no preço dos combustíveis vai gerar impacto negativo na inflação

/ Política

O deputado Euclides Fernandes (PDT) manifestou preocupação com o sexto reajuste no preço da gasolina somente em 2021, aumento que foi anunciado nesta segunda-feira (1º) pela Petrobras. Em moção apresentada na Assembleia Legislativa, o pedetista ressalta que o percentual acumulado de aumento já chega a 41,5%. No mesmo caminho, está o diesel, que teve um total de 34,1% de reajuste desde o início do ano.

O parlamentar alerta que o aumento no preço dos combustíveis pode ter consequências na precificação de outros produtos que são transportados por veículos movidos a diesel ou gasolina. ”Em face de mais um reajuste no preço dos combustíveis, a inflação também será impactada negativamente. Consequentemente, o preço de incontáveis produtos e serviços irão se elevar e, lamentavelmente, quem sofrerá as consequências disto tudo são os brasileiros, inclusive os baianos”, disse.

Euclides Fernandes ainda chama a atenção para o fato de que os combustíveis são cruciais para manutenção e progresso das sociedades contemporâneas. ”Isto porque, direta ou indiretamente, o combustível é necessário para a realização das atividades humanas. Assim, exemplificando, menciona-se que todos os baianos usam os combustíveis para se locomover nas suas atividades cotidianas, seja com seus veículos próprios, com a utilização dos transportes públicos ou, indiretamente, aproveitam serviços diversos que utilizam dos combustíveis para se concretizar” afirmou.

Rui Costa diz que Bahia chegou ao limite de abertura de leitos: ”Não teríamos nem equipe”

/ Bahia

Rui Costa fala sobre abertura de leitos. Foto: Mateus Pereira

O governador Rui Costa (PT) voltou a alertar para o crescimento dos casos de coronavírus na Bahia e a possibilidade da saúde no estado entrar em colapso. De acordo com ele, a situação mais crítica da pandemia acontece atualmente na Região Metropolitana de Salvador e está alinhando com prefeitos baianos estratégias de combate à doença, tentando encontrar um meio termo para não adotar medidas muito rígidas e nem que não tragam resultados.

Nesta quarta-feira (03) durante a reabertura de novos leitos para tratamento de pacientes infectados pela doença no hospital de campanha da Arena Fonte Nova, em Salvador, o petista afirmou que novos leitos não serão capazes de conter os avanços da Covid-19. A medida, de acordo com ele, ”é uma tentativa de evitar um colapso total” no sistema de saúde, contudo o estado já chegou ao limite de reabertura e também não há equipe de profissionais suficiente para suprir a demanda, caso ela cresça ainda mais.

”A abertura de novos leitos é uma tentativa de evitar um colapso total no nosso sistema de saúde. É importante esclarecer para a população que, ao abrir os 100 leitos de UTI da Arena Fonte Nova e mais 100 de UTI que serão abertos no Hospital Metropolitano, o Estado da Bahia chega ao limite de abertura de novos leitos. É preciso que todos tomem consciência ou, daqui a duas semanas, iremos precisar de mais mil leitos. É uma situação impossível porque nós não teríamos nem equipes de profissionais suficientes para uma demanda tão grande”, afirmou, segundo o site bahia.ba.

Para o governador, o sistema de saúde de todo o Brasil já está próximo de entrar em colapso e é necessário que a população entenda a gravidade da Covid-19, que é uma doença coletiva.

”Ou você evita que as pessoas fiquem próximas, passando um para o outro, ou a gente não vai conseguir conter essa doença. Por isso que é importante que todos compreendam. Eu sei da necessidade dos comerciantes, sei da angústia de quem é autônomo, sei que nós vivemos uma crise econômica que se agravou com a pandemia, agora nós estamos buscando um ponto de equilíbrio entre evitar mortes de Covid e evitar mortes pela fome”, pontuou.

Vacina

Ainda em coletiva, Rui Costa afirmou que a Bahia já finaliza os termos jurídicos para a compra de imunizantes contra o novo coronavírus. Ele também voltou a criticar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que continua travando a liberação de vacinas de forma emergencial por falta de análise, apesar dos imunizantes já terem obtido aprovação de órgãos sanitários internacionais.

”Nós estamos finalizando os termos jurídicos com a Sputnik. Com a Pfizer ela deu até o dia 19. A Bahia vai comprar vacina. Eu entrei na Justiça e eu quero crer que nós teremos uma liminar favorável para comprar e aplicar vacina. Nós temos disposição, vou pedir autorização legislativa para fazer remanejamento orçamentário e para comprar as vacinas para o povo baiano. Nós precisamos vacinar, pelo menos, o perfil de público que ocupa as UTIs, que são pessoas acima de 60 anos. (…) Não contém a doença, mas pelo menos diminui a pressão dos hospitais”, completou

Governo federal decide comprar vacinas Pfizer e Johnson; quantidade de doses será definida

/ Brasil

O governo federal, através do Ministério da Saúde, decidiu na tarde de hoje (3), assinar contratos para compra das vacinas produzidas pelos laboratórios Pfizer e Johnson. A elaboração dos contratos estão em curso e as assinaturas devem acontecer até o ínicio da próxima semana. A quantidade de doses a ser comprada de cada laboratório ainda será definida.

Segundo fontes ligadas à pasta da saúde, com a Pfizer estão sendo negociadas 100 milhões de doses a serem entregues em lotes até o final do ano. Não há informações das quantidades negociadas com a Johnson.

A vacina da Pfizer é a única que tem registro definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Já a da Janssen recebeu aprovação apenas de autoridades sanitárias de outros países. O governo vinha resistindo à compra de vacinas da Pfizer em razão de cláusulas contratuais impostas pelo labortatório em que a Pfizer não se responsabiliza por eventuais efeitos colaterais da vacina.

Jovem de 19 anos é morto a tiros no bairro Casca, em Jaguaquara; polícia diz que autor foi identificado

/ Jaguaquara

Crime ocorreu na Rua Prefeito João Andrade. Foto: Rede social

Um jovem de 19 anos foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (3) em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá. De acordo com informações do registro policial da Delegacia Territorial local, o crime ocorreu na Rua Prefeito João Andrade, no bairro Basca e teve como vítima Maicon Costa Oliveira, de 19 anos, que tombou morto na via pública.

O corpo permaneceu no local durante horas, até a chegada da Polícia Técnica de Jequié, que realizou serviços periciais, levantamento cadavérico e providenciou o encaminhamento do corpo ao IML.

Policiais militares e civis estiveram fazendo diligências no bairro, mas não conseguiram encontrar o autor do homicídio, que segundo o registro da DT já foi identificado, mas ainda não capturado. O caso está sendo apurado.

Pela primeira vez desde o início da pandemia, país inteiro apresenta piora nos indicadores da Covid

/ Saúde

De acordo com um boletim especial publicado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) ontem (2), pela primeira vez desde o início da pandemia, o país inteiro apresenta uma piora dos indicadores da Covid-19. Os parâmetros analisados são o número de casos e óbitos pela doença; os níveis de incidência de síndrome aguda respiratória grave (SRAG); os diagnósticos realizados por meio de testes; a sobrecarga dos hospitais. Até este momento, os estados brasileiros apresentavam estágios diferentes.

Ainda de acordo com a instituição, este cenário é apenas ”a ponta do iceberg de um patamar de intensa transmissão no país”. Atualmente, 19 estados apresentam taxas de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) acima de 80%.

Para enfrentar esta situação, a Fiocruz defende, entre outras, a manutenção de medidas preventivas, como o distanciamento social, o uso de máscaras e o higiene das mãos até o fim da pandemia; a adoção de decretos mais rigorosos de restrição da circulação de pessoas e atividades não essenciais; e campanhas de conscientização para reforçar a importância da população respeitar as medidas e se vacinar.