Chesf anuncia programação de vazões da Barragem de Pedra de 150 para 500m³/s em apenas três dias

/ Jequié

Chesf divulga comunicado sobre vazão. Foto: Jequié e Região

A Chesf anunciou para esta segunda-feira (23) o início da programação de vazões da “Barragem de Pedra”, começando ao meio-dia com 150m³/s, passando para 400 no dia seguinte e para 500m³/s na quarta-feira, devendo permanecer neste valor até nova avaliação. Atualmente, a vazão é de 60m³/s.

A medida tem por finalidade a manutenção do volume vazio para o controle de cheia, informa a Companhia. Em Carta Circular divulgada na manhã desta segunda-feira, dia 23, a Chesf salienta que, no momento, o quadro hidrológico vigente no rio, não caracteriza formação de cheias e que continuará a avaliar permanentemente a situação e não descarta novas alterações nos valores liberados.

Quem reside nas proximidades do Rio de Contas a partir de Jequié, deve permanecer vigilantes quanto ao volume de seu leito. *Por Souza Andrade

Motorista sobrevive após carro bater em carreta, atingir parede e ter teto arrancado

/ Trânsito

Veículo teve teto arrancado em acidente. Foto: Teixeira Hoje

O motorista de um carro sobreviveu após o veículo ter o teto arrancado, depois de atingir uma carreta e a parede da sede do Samu, na cidade de Mucuri, sul da Bahia, na tarde de domingo (22).

De acordo co o G1, o motorista fugia da polícia no momento em que causou o acidente, no distrito de Itabatã. Ele apresentava sinais de embriaguez.

De acordo com a Polícia Militar, agentes da 89ª CIPM avistaram o condutor do veículo em atitude suspeita, que percebeu a presença da guarnição e iniciou uma fuga. Na ação, ele atingiu a lateral de um veículo e, quando estava na altura da BR-101, perdeu o controle da direção e atingiu um caminhão que estava estacionado. Na sequência, bateu no prédio do Samu e foi detido pela PM.

Não há informações se havia alguém no local ou se houve vítimas além do motorista. Os policiais prenderam o suspeito e o encaminharam ao Hospital São José, em Ilhéus, onde foi constatado o estado de embriaguez.

Depois de receber alta médica, ele foi levado à 8ª Coordenadoria de Polícia do Interior (8ª Coorpin), em Teixeira de Freitas, onde segue à disposição da Justiça Criminal.

Carreta dos Correios tomba na BR-116 e mata motorista no trecho entre Jaguaquara e Jequié

/ Trânsito

Carreta tombou no KM 656 da BR-116. Foto: Blog Marcos Frahm

O condutor de uma carreta dos Correios morreu após o veículo tombar na altura do KM 656 da Rodovia Santos Dumont – BR-116, no trecho entre Jaguaquara e Jequié.

Josenildo Joaquim da Silva, 50 anos, conduzia a carreta dos Correios quando o veículo tombou na manhã de domingo (22) e ele ficou preso na cabine do veículo, indo a óbito no local.

A vítima era natural de Recife/PE e teve o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié, sendo liberado para os familiares na manhã desta segunda-feira (23) após realização do processo de necropsia. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

Bahia deve vacinar 3,5 milhões de animais contra a febre aftosa até o fim de novembro

/ Agricultura

A segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa na Bahia vai até o dia 30 de novembro. O estado possui um rebanho com mais de dez milhões de cabeças de gado e há 23 anos é considerado zona livre de febre aftosa. A expectativa é de que, após a vacinação do próximo ano, seja avaliada a possibilidade da retirada da vacina por conta da erradicação da doença em território baiano.

Segundo o diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Maurício Bacelar, a previsão é que sejam vacinados 3,5 milhões de animais no estado. ”Iremos vacinar todos os bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses. Mais uma vez, a Adab, a Secretaria da Agricultura e o Governo do Estado contam com a colaboração dos produtores para imunizar o rebanho. É importante destacar que a campanha só se encerra após a declaração de todo o rebanho e esse prazo vai até dia 15 de dezembro. A declaração pode ser feita presencialmente nos escritórios da Adab ou em nosso site”, explica.

A agência possui 384 escritórios espalhados pelos 27 territórios de identidade do estado. Além disso, a vacina de 2 ml pode ser comprada pelos produtores rurais em mais de mil pontos de revendas credenciados pela Adab. A avaliação para retirada da vacina dependerá da realização de auditorias e sorologia dos animais.

Recadastramento

A agência ressalta a necessidade de recadastramento dos produtores, que pode ser feita também no momento da declaração dos animais. O recadastramento consiste na atualização dos dados pessoais do produtor, bem como de informações sobre a propriedade. Esta ação somente pode ser realizada de forma presencial.

O secretário estadual da Agricultura, Lucas Costa, pontua a relevância da ação para o setor agropecuário baiano. ”Essa vacinação é fundamental para manter os mercados totalmente abertos para a Bahia. Agora vamos buscar a retirada da vacina, provavelmente em 2022. A vacinação ajuda demais já que todos os anos a Bahia vem atingindo todas as metas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura. Os produtores têm abraçado a causa e promovendo sanidade alimentar para a população e, com isso, atingindo mercados atrativos para o setor”, afirma.

Multa

A vacinação é voltada para os animais de 0 a 24 meses. De acordo com a Adab, os bezerros mais jovens são os que melhor reagem à vacinação e não apresentam reações significativas. Os produtores que não realizarem a vacinação pagarão multa no valor de R$ 53 por animal. Informações detalhadas sobre a vacinação contra a febre aftosa estão disponíveis no site da Adab.

Zé Cocá, James Meira e Antônio Brito – Como fica o futuro político em Jequié após as eleições 2020?

/ Eleições 2020

Zé Cocá foi eleito prefeito com 30.301 votos. Foto: Rede social

Passada a primeira semana pós-eleição em Jequié, o clima de polaridade, que insuflou debates acalorados nas redes sociais, ficou comprovado com o resultado apertado nas urnas e poderá dar o tom na gestão municipal, e no dia-a-dia na Câmara Municipal.

O deputado federal, Antônio Brito (PSD), que apoiou a candidatura do terceiro colocado, Dr. Fernando (PSD), que teve 18.128 votos, já sinalizou que os quatro vereadores eleitos pelo seu partido irão marchar na oposição ao prefeito eleito, Zé Cocá (PP), que obteve 38,29% dos votos válidos, ou seja, 30.301 votos, e já indicou que pretende dialogar com todos os segmentos partidários da cidade, buscando uma unidade política, para o bem coletivo.

O candidato do partido Patriota, James Meira, cuja ideologia política é aliada à do presidente da República, Jair Bolsonaro, após uma enxurrada de votos, 27.407, não conseguiu eleger nenhum vereador e tem pela frente um desafio: sobreviver, politicamente, após a derrota. Sem nenhum representante no Poder Legislativo, essa sobrevivência vai depender, entre outras coisas, da durabilidade do discurso adotado, após a eleição, e de como será a gestão municipal do futuro prefeito.

Tendo disputado ”pau a pau”, com o primeiro colocado nas intenções de voto, James Meira, em programa de rádio no começo da semana, fez acusações a Zé Cocá e disse, sem apresentar provas, que o pleito eleitoral teve indícios de fraude e que pode pedir a recontagem dos votos. De fato, Cocá é prefeito eleito da importante Cidade Sol. *Blog Marcos Frahm

Educação: Inep disponibiliza cartão de confirmação da inscrição do Revalida 2020

/ Educação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibiliza, hoje (23), o cartão de confirmação da inscrição para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2020. O documento pode ser acessado pela Página do Participante, no Sistema Revalida.

As provas da primeira etapa do Revalida 2020 serão aplicadas no dia 6 de dezembro e, apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que o participante leve o cartão impresso. O documento contém informações como número de inscrição, data, hora e local do exame e registra também se o participante deve contar com atendimento especializado, assim como tratamento pelo nome social, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas.

A aplicação das provas seguirá o horário de Brasília e será aplicada de manhã e à tarde. A abertura dos portões ocorrerá às 7h (manhã) e às 14h30 (tarde). Já o fechamento será às 7h45 (manhã) e às 15h15 (tarde). As provas começam às 8h (manhã) e às 15h30 (tarde). O término será às 13h (manhã) e 19h30 (tarde).

No total, 16.452 médicos se inscreveram para esta edição do exame e 15.498 inscrições foram confirmadas. Em 2020, o Revalida será aplicado em 13 cidades na primeira etapa: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Somente os aprovados na primeira etapa podem participar da segunda. De acordo com o Inep, uma novidade nesta edição é que, se o médico formado no exterior reprovar na segunda etapa, poderá se reinscrever diretamente nessa fase, nas duas edições consecutivas. Anteriormente, era necessário realizar todo o processo desde o início. Cronograma, diretrizes e procedimentos da segunda etapa serão publicados, posteriormente, em edital próprio.

O exame é aplicado pelo Inep desde 2011 e tem o objetivo de verificar os conhecimentos, habilidades e competências requeridos para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde, em nível equivalente ao exigido dos médicos formados no Brasil. A revalidação do diploma é responsabilidade das universidades públicas que aderirem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.

A TARDE/Potencial Pesquisa: Zé Neto lidera disputa do segundo turno em Feira de Santana

/ Eleições 2020

Candidato do PT à Prefeitura de Feira lidera pesquisa. Foto: Divulgação

A uma semana das eleições, o deputado federal e candidato do PT à Prefeitura de Feira de Santana, Zé Neto, aparece com 44% das intenções de voto, conforme levantamento de A TARDE/Potencial Pesquisa, contra 36% do prefeito Colbert Martins (MDB), que tenta reeleição. O resultado coloca os dois candidatos em situação de empate técnico, já que a margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais.

No total, 12% dos eleitores de Feira de Santana consultados disseram que ainda não sabem em quem vão votar, 4% pretendem anular o voto, 2% não quiseram responder e 2% disseram que votarão em branco.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-05963/2020. Foram entrevistados 600 eleitores entre os dias 17 e 20 de novembro. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de quatro pontos percentuais.

“O que a gente vê, apesar da diferença de 44% a 36%, é que existe um empate técnico, porque os resultados podem ser iguais em algum momento visto que a margem amostral é de 4 p.p. O número no limite mínimo de Zé Neto (40%) e no máximo de Colbert (40%) são iguais, mostrando um empate técnico e que a disputa está acirrada e aberta. Porém, com uma tendência de vitória neste momento para Zé Neto”, avalia o diretor do instituto Potencial Pesquisa, o estatístico Zeca Martins.

Dos 44% que confirmaram votar em Zé Neto (PT), 93% pontuaram estarem certos de sua decisão, entretanto 7% ponderam que poderão mudar de ideia até o dia 29 de novembro. Dos 36% que confirmaram o voto em Colbert Martins (MDB), 86% disseram que não vão mudar o seu voto até no segundo turno, 13% avaliaram que poderão mudar de escolha até a hora de votar. Dos 4% de eleitores que prometeram anular o voto, 10% ponderam que podem voltar atrás.

Somando os eleitores que não sabem em quem irão votar, 12%, e os que não quiseram responder, 2%, o valor chega a 14% dos entrevistados, dado que para o estatístico da Potencial Pesquisas chama atenção. “Temos um pouco mais de três quartos que estão decididos em quem irão votar, com um voto mais cristalizado, até porque já estamos no segundo turno, mas quase 15% ainda podem decidir em quem votar ou se irão votar. Isso deixa o cenário sem uma definição clara”.

Dos 600 eleitores ouvidos em diversas localidades do município, inclusive da zona rural, 93% disseram ter interesse em ir às urnas no segundo turno, 4% afirmaram não saber, 2% garantiram que não irão votar e 1% não quiseram responder.

Gênero

No recorte por gênero, a tendência de voto entre os eleitores do sexo masculino nos candidatos a prefeito de Feira aponta um empate técnico dentro da margem de erro, com 44% dos eleitores consultados apontando o deputado federal petista como possível escolha e 39% sinalizando que podem optar pelo emedebista.

Entre as mulheres o cenário é favorável ao candidato do PT, já que 45% disseram ter uma tendência em votar em Zé Neto (PT), e 33% em Colbert Martins (MDB). Entre os 12% de eleitores indecisos, o percentual de homens é de 9%, o de mulheres é de 15%.

”A tendência de vitória de Zé Neto entre as mulheres é mais evidente do que entre os homens. O que significa isso? A diferença de voto de Neto para Martins, entre as mulheres, é de 12 pontos acima da margem amostral, coisa que não acontece no masculino, onde a disputa está apertada. O percentual das eleitoras indecisas é maior do que os eleitores, e se elas decidem votar em Zé Neto, ele encaminha bem sua vitória já que as eleitoras são maioria no município”, explica Zeca Martins.

*Pesquisa ouviu 600 eleitores entre os dias  17 e 20 de novembro

ACM Neto refuta suposto apoio do DEM a líder do centrão em disputa na Câmara

/ Política

”Esse acordo é mentiroso”, afirma ACM Neto. Foto: Reprodução

O presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, refutou nesta segunda-feira (23) a existência de um suposto acordo para que o partido apoie o nome do deputado Arthur Lira (PP) à sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara.

Líder do centrão, o principal bloco de sustentação do governo Bolsonaro na Casa, Lira é apontado como candidato do presidente na disputa.

”Esse acordo é mentiroso. Não aconteceu e não acontecerá. Não existe acordo nenhum para apoiar Arthur Lira à presidência da Câmara. Esse assunto [nem] sequer foi tratado ainda pelo Democratas”, reagiu ACM Neto em conversa com jornalistas pela manhã.

Segundo o chefe do Executivo da capital baiana, a sigla só tratará das sucessão no Legislativo (Câmara e Senado) após o segundo turno do pleito municipal.

”Nós ainda estamos disputando a eleição no Rio de Janeiro mais outras sete cidades no Brasil, com candidatos próprios. Temos várias disputas com candidatos a vice. Então só vamos tratar do Legislativo a partir da próxima semana. E não é verdadeiro, de maneira alguma, qualquer acordo com Arthur Lira”, declarou o prefeito.

Com derrota de Trump e fracasso nas eleições, militares recomendam moderação a Bolsonaro

/ Eleições 2020

Militares recomendam moderação a Jair Foto: Marcos Corrêa

Integrantes do Palácio do Planalto e do núcleo militar do governo avaliam que a derrota de Donald Trump nos Estados Unidos e o resultado das eleições serviram como recados ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e indicam que ele terá de fazer adaptações para triunfar nas urnas em 2022.

O principal aprendizado, avaliam fardados, é que a população passou a rejeitar extremos, e discursos inflamados em relação à pandemia podem levar a queda de popularidade.

A análise de aliados de Bolsonaro é que a postura de Trump durante a crise sanitária foi decisiva para sua derrota. Por isso, Bolsonaro deveria abandonar ou ao menos moderar discursos como o de que o Brasil precisa deixar de ser ”um país de maricas”, sob pena de perder apoios até mesmo dentro das Forças Armadas.

No lugar de fazer acenos à base mais ideológica de seus eleitores, o principal objetivo do presidente deve ser, pregam auxiliares próximos, trabalhar para aprovar medidas no Congresso que movimentem a economia e façam o Brasil reagir à crise causada pela pandemia.

A chave para a reeleição, afirmam assessores presidenciais e políticos experientes no Congresso, estará na economia. Além da derrota de Trump para o democrata Joe Biden, não reconhecida nem pelo presidente nem pelo Itamaraty, a eleição municipal teve como grandes vencedores os partidos de centro e centro-direta.

O MDB foi o líder no ranking de prefeituras obtidas por partido. Já PP e PSD, duas siglas do chamado centrão, e DEM foram as que mais ascenderam em número de municípios governados pelo país. Em outra frente, o pleito mostrou encolhimento do PSDB e do PT pelo país e também aponta o relativo fracasso do PSL, sigla pela qual Bolsonaro se elegeu presidente.

O próprio presidente viu a maioria dos candidatos que apoiou fracassar no pleito. Nas grandes cidades, apenas Marcelo Crivella (Republicanos), no Rio de Janeiro, e Capitão Wagner (Pros), em Fortaleza, foram para o segundo turno.

Essa derrota reforçou no Planalto a avaliação de que o discurso radical está perdendo espaço na população e, por isso, aconselham Bolsonaro a moderar o tom. Em 10 de novembro, na semana da derrota de Trump, Bolsonaro afirmou que o Brasil precisa “deixar de ser um país de maricas” ao enfrentar o coronavírus.

”Tudo agora é pandemia. Tem que acabar com esse negócio. Lamento os mortos, todos nós vamos morrer um dia. Não adianta fugir disso, fugir da realidade, tem que deixar de ser um país de maricas”, disse. Também fez alusão à vitória de Biden. Sem citar o nome do presidente eleito dos Estados Unidos, Bolsonaro citou a necessidade de ter “pólvora” para fazer frente a candidatos que ameacem sanções pelo desmatamento da Amazônia.

”Assistimos há pouco a um grande candidato à chefia de Estado dizer que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, levanta barreiras comerciais contra o Brasil. E como é que podemos fazer frente a tudo isso? Apenas a diplomacia não dá, não é, Ernesto [Araújo, chanceler]? Quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona”, continuou Bolsonaro. Em debate com Trump na campanha presidencial, Biden disse que “a floresta tropical no Brasil está sendo destruída”.

A fala de Bolsonaro incomodou profundamente aliados, que temeram um retorno ao seu estilo mais agressivo. Irritou, principalmente, setores das Forças Armadas. Militares se sentiram ridicularizados por Bolsonaro ter insinuado que o Brasil poderia usar armamentos e iniciar uma guerra contra os EUA. A avaliação dos fardados é que, se o presidente fala para sua base mais radical e a entusiasma, pode perder o eleitor que votou nele em 2018 como uma alternativa ao PT.

Os mais ideológicos são cerca de 30% do eleitorado bolsonarista, calculam aliados. Estão com Bolsonaro mesmo nos momentos mais críticos. São, portanto, considerados fiéis. O restante dos votos é daqueles que Bolsonaro precisa lutar para manter, avaliam.

Além das eleições municipais e de Trump, assessores palacianos dizem que é preciso olhar para os vizinhos do Brasil, que emitem sinais de alerta de que o projeto Bolsonaro pode fracassar se não for bem elaborado. Auxiliares presidenciais citam o caso da Argentina, que no ano passado elegeu o esquerdista Alberto Fernández como presidente, tendo Cristina Kirchner como vice.

O candidato venceu Maurício Macri, apontado por Bolsonaro como um aliado. Além de adaptar o discurso, aliados lembram que Bolsonaro precisa pensar em questões práticas, como a que partido ele se filiará.

Integrantes do Planalto atrelaram a derrota dos candidatos do presidente na eleição municipal, em parte, ao fato de Bolsonaro não ser filiado a partido algum. Teria sido mais fácil, avaliam, lançar candidatos de uma sigla da qual o presidente fizesse parte e associar o número deles ao do presidente, como ocorreu com o número 17 em 2018.

Além disso, Bolsonaro não pode viajar para fazer campanhas pelo risco de ser acusado de desvirtuar viagens da Presidência para outros fins. Presidentes da República podem participar de campanhas políticas, mas essas viagens costumam ser bancadas pelas legendas da qual fazem parte.

Bolsonaro deixou o PSL no ano passado após atritos com a direção. Depois, investiu na criação da Aliança pelo Brasil, sigla que não saiu do papel. Agora, volta à estaca zero e precisa escolher um novo partido. Boa parte dos aliados avalia que ele deve desistir da ideia de criar a Aliança e partir para uma sigla já existente.

Os auxiliares se dividem sobre se o presidente deveria ir para um partido menor ou um mais consolidado, como os do centrão. Progressistas, Republicanos e o próprio PSL são opções. Na frente nanica, o Patriota é uma possibilidade. Bolsonaro quase se filiou à sigla em 2018.

Mesmo que não escolha um partido centrista, aliados afirmam que será importante para Bolsonaro se esforçar para manter as alianças com esses partidos —atualmente boa parte deles faz parte da base do presidente no Congresso. A ideia é ter o apoio das legendas em 2022 e ainda garantir palanques em municípios importantes. dA Folha de S.Paulo

Bahia registra 958 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 958 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) e 1.346 recuperados (+0,4%). Dos 384.903 casos confirmados desde o início da pandemia, 368.575 já são considerados recuperados, 8.226 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.103,97), Itabuna (6.805,55), Madre de Deus (6.774,76), Aiquara (6.747,64), Almadina (6.698,39).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 784.671 casos descartados e 96.418 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (22).

Na Bahia, 30.730 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 21 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.102, representando uma letalidade de 2,10%. Dentre os óbitos, 56,26% ocorreram no sexo masculino e 43,74% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,52% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,18%, preta com 14,87%, amarela com 0,73%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,59% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,70%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,26%).

Conselho Nacional de Justiça alerta para tentativa de golpe por aplicativo de mensagens

/ Justiça

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) emitiu um comunicado em que alerta que não realiza o envio de mensagens a qualquer pessoa por meio de aplicativos de mensagens, com solicitação de atualizações de dados pessoais por ocasião de recadastramento processual.

No final de outubro, a Ouvidoria do CNJ recebeu relato de possível mensagem fraudulenta em nome do órgão solicitando a confirmação de dados pessoais. Segundo o Conselho, a ligação ou o envio de mensagens virtuais da instituição ocorre apenas quando o cidadão entra em contato com a Ouvidoria e fornece e-mail ou telefone para receber a resposta.

O CNJ orienta que caso alguém receba qualquer mensagem em nome do Conselho com pedidos de informações pessoais ou similar, entra em contato com o órgão pelo portal do Conselho ou pelos telefones (61) 2326-4607 / 2326-4608.

Alimentação pesando no bolso: Preço da batata dispara e cesta básica já encosta em R$ 1.000

/ Economia

Os gastos com alimentação estão pesando ainda mais no bolso dos paulistanos. Segundo o Procon-SP, a cesta básica paulistana passou de R$ 930,19, em setembro, para R$ 949,98, em outubro.

A alta, puxada por itens de hortifrúti, fez com que o preço da cesta chegasse a 91% do salário mínimo (R$ 1.045).

De acordo com levantamento feito com o Dieese, a principal alta foi a da batata: 20%. A elevação do tubérculo está sendo sentida também nos supermercados. O aumento do preço do item entre setembro e outubro foi de 22,5%, diz a Apas (Associação Paulista de Supermercados).

A alta, inclusive, foi maior do que a do arroz, o ‘vilão’ do prato do brasileiro nos últimos meses. Mesmo o grão tendo o sétimo aumento consecutivo do ano, segundo o Cepea-USP, a elevação foi menor, neste mês, nas prateleiras: 10,5%.

João Paulo Bernardes Deleo, pesquisador na área de hortifrútis do Cepea, explica que o aumento da batata não é um fenômeno comum para essa época do ano, e é explicado, sobretudo, por fatores climáticos.

“Os preços no segundo semestre sempre são mais baixos do que no primeiro, porque normalmente o clima é mais favorável à produção”, diz. “No entanto, em setembro houve uma onda de calor no país, o que forçou os produtores a colherem mais rápido, fazendo com que, no mês, aumentasse a oferta do produto e, logo, o preço diminuísse.”

Por isso, diz Deleo, outubro e novembro estão sendo marcados por menor quantidade de batata disponível e, logo, por preço maior.

Segundo o Cepea, as cotações subiram pela terceira semana seguida. A tendência é que, agora, com leve aumento da oferta de batata, o valor comece a cair.

Apático, Bahia é goleado pelo Red Bull Bragantino por 4 a 0 no Campeonato Brasileirão

/ Esporte

Facilmente dominado, Bahia é goleado pelo Bragantino. Foto: Estadão

O Bahia não jogou bem e sofreu uma goleada por 4 a 0 do RB Bragantino, ontem (20), pela vigésima segunda rodada do Brasileirão, em São Paulo.

Com o resultado, o Esquadrão estacionou com 28 pontos, com cinco a mais que o primeiro dentro do Z-4 (Vasco). O clube carioca tem 20 jogos contra 22 do time baiano.

Na próxima rodada o time comandado por Mano Menezes enfrenta o São Paulo, no sábado (28), às 19h, na Arena Fonte Nova.

Tribunal Superior Eleitoral encontra R$ 60 milhões em irregularidades nas contas de candidatos

/ Eleições 2020

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encontrou indícios irregularidades no valor de R$ 60 milhões nas prestações de contas de candidatos às eleições municipais deste ano. A informação faz parte de uma investigação realizada pelo núcleo de inteligência da Justiça Eleitoral. 

A maior parte das irregularidades envolve doações feitas por pessoas que não têm emprego formal. Nesse caso, houve 9.068 casos que somaram R$ 33 milhões. Também foram registrados R$ 17 milhões em repasses incompatíveis com a renda e 15 doadores que aparecem como falecidos em um sistema de controle de óbitos.

O TSE também encontrou 1.289 prestadores de serviços que são beneficiários do Bolsa Família, além de 1.227 doadores que recebem outros benefícios sociais do governo. 925 empresários que são parentes de candidatos receberam R$ 1,6 milhão das campanhas.

As irregularidades encontradas pelo grupo inteligência da Justiça Eleitoral serão enviadas para providências dos tribunais regionais eleitorais e do Ministério Público.

O grupo é composto por representantes do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Receita Federal, Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério da Cidadania, entre outros. Da Agência Brasil