Bahia registra 100 óbitos por H3N2; Jequié aparece na lista das cidades com duas mortes

/ Jequié

Em dois meses e meio – de 1º de novembro de 2021 até 18 de janeiro deste ano de 2022, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou 2.184 casos de Influenza A, do tipo H3N2, distribuídos em 193 municípios. Vale ressaltar que se trata de uma amostragem de casos de Síndrome Gripal, pois nem todas as amostras coletadas são testadas para Influenza.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, dos 2.184 casos, 454 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e necessitaram de internação, com 100 pacientes evoluindo para óbito, sendo dois casos em Jequié.

Segundo a Sesab os óbitos foram registrados nos municípios de Salvador (58), Feira de Santana (6), Teixeira de Freitas (6), Canavieiras (2), Ilhéus (2), Mulungu do Morro (2), Jequié (2), São Sebastião do Passé (2), Simões Filho (2), Valença (02) e 01 óbito para cada um dos seguintes municípios: Mairi, Cabaceiras do Paraguaçu, Camaçari, Candeias, Catu, Guanambi, Itagimirim, Ituberá, Laje, Maragogipe, Nazaré, Pojuca, Ribeira do Pombal, Sapeaçu, Tanquinho, Urandi e Jequiriçá.

Medidas de prevenção
Enquanto a vacina Influenza da campanha de 2022 está em fase de produção, a população pode e deve adotar as seguintes medidas de precaução: utilizar máscara e álcool em gel; lavar as mãos várias vezes ao dia, principalmente antes de consumir alimentos; evitar tocar a face e mucosas de olhos, nariz e boca; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; manter os ambientes bem ventilados; evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripe; evitar aglomerações e ambientes fechados; e adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos. Fonte: Ascom/Sesab

Sete pessoas ficam feridas após van capotar entre Vitória da Conquista e Barra do Choça

/ Trânsito

O veículo levava passageiros capotou na BA-265 – Foto: CBMBA

No final da tarde da última terça-feira (18), sete pessoas ficaram feridas após o acidente com uma van na BA-265, rodovia que liga Vitória da Conquista a Barra do Choça, no Sudoeste da Bahia. O veículo que fazia o transporte de passageiros capotou após ser atingido por um caminhão.

O 7°GBM do Corpo de Bombeiros atendeu a ocorrência e resgatou as vítimas do acidente. Os bombeiros levaram duas pessoas para unidades de saúde, enquanto os outros cinco resgatados foram conduzidos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O estado de saúde das vítimas é desconhecido.

De acordo com a Companhia Independente de Polícia Rodoviária, a van foi atingida no fundo por um caminhão. O condutor e passageiros foram socorridos ao Hospital Geral de Vitória da Conquista. Com informações do A Tarde

AGU indica que mais de 20 mil crianças foram vacinadas contra Covid irregularmente em 2021

/ Saúde

Até dezembro de 2021, antes da aprovação da vacina infantil, cerca de 20 mil crianças haviam sido imunizadas contra a Covid-19 de forma irregular. A informação foi repassada pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A vacinação para crianças de 5 a 11 anos só começou no Brasil nesta semana, com o imunizante da Pfizer produzido exclusivamente para essa faixa etária.

De acordo com o Ministério da Saúde, milhares de doses fora dos padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) podem ter sido aplicadas em crianças e adolescentes.

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 2.400 crianças de 0 a 4 anos receberam doses protetoras, além de mais de 18 mil crianças de 5 a 11 anos. As informações estão disponíveis na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

O imunizante autorizado pela Anvisa para a vacinação de menores de 18 anos é o produzido pela Comirnaty/Pfizer. No entanto, milhares de doses de outros imunobiológicos foram aplicados em adolescentes e crianças em diversos estados brasileiros.

A AGU pede a suspensão de qualquer campanha de vacinação de crianças e adolescentes em desacordo com as diretrizes prescritas no PNO e nas recomendações da Anvisa.

PV, Solidariedade e MDB, entram na estimativa de apoio a Wagner em campanha ao Governo

/ Política

Wagner deve ganhar novos apoios na disputa. Foto: Rede social

Pelos cálculos da articulação governista, MDB, PV e Solidariedade estão no papo. Isto é, devem compor com a campanha ao governo do senador Jaques Wagner (PT), desgarrando-se de vez de qualquer compromisso eleitoral com o adversário do DEM, ACM Neto.

Em alguns círculos governistas, aliás, já se comenta que o partido dos Vieira Lima ocuparia a pasta da Saúde, na interinidade desde a saída de Fábio Villas Boas, que, por sinal, avalia ingresso na legenda para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados.

Dos três, o MDB é o único que continua argumentando que não se definiu ainda e que permanece conversando com aqueles que considera três candidatos ao governo – Neto, Wagner e o ministro João Roma (Cidadania), segundo informações do site Política Livre.

Jogador Robinho é condenado a 9 anos de prisão por estupro coletivo na Itália

/ Justiça

Robinho teve recurso negado pela Corte. Foto: Reprodução

O jogador de futebol Robinho teve recurso negado pela Corte de Cassação de Roma e foi condenado à pena de nove anos de prisão por ter participado de um estupro coletivo em 2013, contra uma jovem de 22 anos em uma boate de Milão, na Itália. De acordo com informações do Estadão, o atleta foi condenado na última instância e não há mais possibilidade de entrar com recurso.

Ainda segundo a publicação, a Constituição proíbe a extradição de brasileiros, mas a Justiça italiana pode pedir o cumprimento da pena em uma prisão no Brasil. A advogada criminalista Jacqueline do Prado Valles, no entanto, avalia que é difícil que o jogador cumpra pena no país, por conta do Código Penal brasileiro, que só prevê aplicação de sentença de país estrangeiros por reparação de danos e por homologação para efeitos de tratados.

”Não há conhecimento de um tratado entre o Brasil e a Itália para o cumprimento de pena aqui no Brasil, diferentemente dos crimes de drogas e entorpecentes, em que há um acordo entre os países. Na prática, o que pode acontecer é o jogador perder o direito de entrar na Europa, mas no Brasil ele fica livre”, avalia.

Cúpula da Universal avalia que Bolsonaro se preocupa mais com os filhos do que com povo

/ Brasília

Relação entre Jair e Universal estremecida. Foto: Alan Santos/PR

Estremeceu a relação entre a Igreja Universal e o presidente Jair Bolsonaro. De acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, no portal Metrópoles, um integrante da cúpula da igreja afirmou que Edir Macedo e outros líderes avaliam que o mandatário é ”mais preocupado com os filhos do que o povo”.

Na visão da Universal, Bolsonaro é um líder frágil, que ignora o sofrimento da população e está focado em defender seus filhos. Segundo a cúpula da igreja, a insensibilidade dele com as mortes pela Covid, além da explosão do desemprego e o crescimento da miséria e da fome contrastam com o empenho do presidente em blindar os quatro filhos, Flávio, Eduardo, Carlos e Jair Renan Bolsonaro, que são alvos de investigações.

A Igreja Universal tem apoiado o presidente nos templos e na programação da TV Record, de propriedade do bispo Edir Macedo.

Sistema de Seleção Unificada e Prouni abrem inscrições em fevereiro; Fies, em março

/ Educação

O Ministério da Educação (MEC) divulgou ontem (18) o calendário de inscrições para os processos seletivos de ingresso ao ensino superior. Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem se organizar para concorrer às vagas. A previsão é que os editais dos três processos seletivos sejam publicados no Diário Oficial da União ainda nesta semana.

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderão ser feitas do dia 15 ao dia 18 de fevereiro. Já o prazo de inscrição para o Programa Universidade para Todos (Prouni) será de 22 a 25 de fevereiro. E, no início de março, do dia 8 ao dia 11, poderão se inscrever os candidatos ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que este ano oferta 110.925 vagas.
O número de vagas disponíveis no Sisu e no Prouni será divulgado em breve, assim como os três editais contendo os cronogramas completos e todos os critérios dos processos seletivos de 2022.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, pela internet. A classificação é feita com base na nota obtida na edição mais recente do Enem. Pode concorrer às vagas do Fies quem fez qualquer uma das edições do Enem a partir de 2010.

Programas

O Prouni oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser até 3 salários mínimos por pessoa.

Podem se inscrever no Prouni apenas estudantes brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

O Fies tem objetivo de conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. O programa é dividido em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Já o Sisu é o sistema informatizado do MEC, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para estudantes participantes do Enem. Os candidatos com melhor classificação são selecionados. Da Agência Brasil

Bahia atinge 10.980 casos ativos de Covid-19; 23 óbitos são registrados, diz boletim da Sesab

/ Bahia

A Bahia registrou nesta terça-feira (18) 10.980 casos ativos de Covid-19. A última vez que o estado teve um número de ativos maior ao de ontem foi em 13/07/2021, quando foram registrados 11.055 ocorrências. O boletim epidemiológico aponta ainda que, nas últimas 24 horas, foram computados 3.918 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,30%), 2.394 recuperados (+0,19%) e 23 óbitos. Dos 1.294.269 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.255.594 já são considerados recuperados e 27.695 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.715.590 casos descartados e 281.830 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta terça. Na Bahia, 53.861 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 10.900.691 pessoas vacinadas com a primeira dose, 262.974 com a dose única, 9.040.834 com a segunda dose e 1.811.592 com a dose de reforço.

Prefeitura de Maracás e Largo se reúnem para alinhar novas ações conjuntas de combate à Covid

/ Saúde

Reunião na Prefeitura discute parceria. Foto: Divulgação

A Covid-19 ligou o sinal de alerta em Maracás, que voltou a registrar casos da doença. O Município adotará novas medidas para conter o vírus, que durante o período de pico da pandemia, chegando a fazer 77 vítimas fatais, conforme registros da Secretaria Municipal de Saúde. Nesta terça-feira (18), uma reunião entre o prefeito Soya Novaes, a secretária de Saúde, Darlene Rosa, o procuradora-geral Hyone Ribeiro e representantes da mineradora Largo Brasil, que explora o Vanádio no Município, discutiu o alinhamento de novas parcerias para ações de combate ao Coronavírus.

Segundo o prefeito, a mineradora, representada no encontro por Valéria Rocha, Ronaldo Souza e Tiago Mauriz já adotou medidas de prevenção com o acompanhamento diário da saúde dos cerca de um mil colaboradores da empresa. ”Infelizmente, a doença volta a assustar o mundo e a Covid-19 é mais uma vez motivo de preocupação para todos nós, que precisamos nos unir e de forma preventiva evitar uma avalanche de casos graves, apesar de que os números de ativos aumentam em Maracás, ligando um sinal de alerta para todos nós”, disse.

Soya relembrou as ações exitosas, realizadas conjuntamente entre Prefeitura e Vanádio no início da pandemia e chamou a atenção para a questão da vacinação, fazendo apelo aos munícipes que ainda não recorreram ao imunizante nas unidades de Saúde. ”Todos vocês devem se recordar dos esforços que foram empreendidos conjuntamente há dois anos, no pico da pandemia, pela Prefeitura em parceria com a Mineradora. Perdemos amigos, não queremos que essa fase se repita e, por isso, vamos seguir os protocolos, os decretos do Estado e respeitar a ciência. Quem não se vacinou, se atentar para a vacinação e assim venceremos mais um desafio”, ressaltou. No último boletim epidemiológico, o número de casos ativos é de 33, além de 17 casos de Influenza A, e 01 de Influenza A / Covid.

No encontro, também foram discutidas possibilidade de doação de testes de antígeno e parcerias de apoio às operações de recuperação de estradas rurais, afetadas pelas fortes chuvas nos últimos meses, inclusive no trecho entre Maracás / Porto Alegre, área de acesso às instalações da Largo.

Vale do Jiquiriçá; Jovem morre após moto bater com caminhão parado na BA -540, em Amargosa

Vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Amargosa News

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida após um acidente entre uma motocicleta e um caminhão Ford F.4000, ocorrido na noite desta terça-feira (18), na Rodovia BA-540, no trecho do município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá.

De acordo com publicação do site Amargosa News, a moto bateu na traseira do caminhão que estava estacionado às margens da pista de rolamento.

As vítimas chegaram a ser socorridas por uma equipe do SAMU, mas uma delas não resistiu e foi identificada pelo pré-nome de Danilo, que atuava como porteiro de uma escola em Amargosa.

Municípios baianos atingidos pelas chuvas recebem nova remessa de doações do Sistema Fieb

/ Bahia

Mais de 5 mil colchões e 4 mil kits com travesseiros, lençóis e fronhas serão distribuídos nas regiões sul, extremo sul e sudoeste da Bahia, que foram atingidas pelas chuvas no final do ano passado. Essa é a segunda remessa de doações resultado da mobilização realizada pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) para arrecadar recursos e comprar itens de primeira necessidade para as famílias desabrigadas ou desalojadas.

O prefeito de Ilhéus e diretor da União dos Municípios da Bahia (UPB), Mario Alexandre, participou de uma das cerimônias de entrega dos donativos, que aconteceu nesta segunda-feira (17), na Unidade Integrada da Fieb Robson Braga de Andrade, localizada rodovia 415 (km 13), na região sul do Estado.

Os itens desta nova remessa foram adquiridos com recursos doados pelo Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI) e pelo SESI Bahia. ”A união de esforços foi fundamental para apoiar as famílias atingidas pelas enchentes neste momento difícil”, pontuou o superintendente do SESI, Armando Neto, na cerimônia de entrega das doações.

A outra entrega oficial também foi realizada no município de Itapetinga, na região sudoeste. O ministro da Cidadania, João Roma, esteve presente nas duas cerimônias.

A mobilização realizada pela FIEB terá, ainda, uma terceira etapa, com a entrega de mais 12 mil cestas básicas para as vítimas dos estragos provocados pela chuva. Esta nova entrega será possível graças à adesão de novas empresas à mobilização. No total, 53 empresas e instituições doaram recursos para compra de itens de primeira necessidade. Este material será entregue ao Governo do Estado através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), em ação conjunta com o secretário Nelson Leal.

Na primeira fase da mobilização, em dezembro, a FIEB entregou 4.853 cestas básicas ao Governo do Estado. Além disso, em Ilhéus, a Escola SESI Adonias Filho acolheu cerca de 150 pessoas da comunidade ribeirinha de Vila Cachoeira, bastante atingida pela cheia do rio. A unidade do SESI na região adquiriu e doou mais de 3,2 mil unidades de água mineral de 1,5 l, 318 cestas básicas e outros itens como cobertores, toalhas de banho, lençóis e fraldas descartáveis. O material foi distribuído para os municípios de Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Coaraci, Ubaíra e Itape.

Já na região sudoeste do estado o SESI doou mais de 5,9 mil unidades de água mineral de 1,5 l, 212 cestas básicas, 545 cobertores, além de itens como kit higiene (creme dental, escova de dente, sabonete e desodorante) e toalhas de banho. O material foi distribuído nas cidades de Vitória da Conquista, Jequié, Itapetinga, Itambé e Itororó.

Roma rebate críticas de Rui por atuação federal em chuvas na Bahia; ”querendo fazer factoides”

/ Política

Roma rebate críticas de Rui Costa. Foto: Isac Nóbrega/PR

As enchentes que aconteceram na Bahia no final de 2021 seguem com espaço no debate político. Nesta terça-feira (18), o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos) rebateu as críticas do governador da Bahia, Rui Costa (PT), em relação a atuação do governo federal. Ele apontou que as falas do petista são ”eleitoreiras”.

”Claramente um viés eleitoreiro, fazendo propaganda do PT, querendo fazer factoides, coisas muito aquém do que nos cabe em uma calamidade como essa. Então, estou com a mente serena e coração tranquilo do que foi feito pelo governo federal”, disse Roma ao UOL Entrevista.

Rui Costa tem cobrado mais recursos ao governo federal para a reconstrução de rodovias federais e estaduais. Além disso, diversas cidades precisam de ajuda para a reconstrução da infraestrutura. O governo estadual tem trabalhado diretamente para ajudar as famílias e comerciantes que tiveram prejuízo com as fortes chuvas.

”Ainda não recebemos um repasse substantivo de recursos do Governo Federal. Eu tenho tido contato com representantes do governo, há interesse, mas a burocracia é muito grande e acaba não sendo acessível o recurso. Há cidades devastadas e não dá para esperar os repasses chegarem”, disse Rui no Twitter.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu liberar crédito extraordinário de R$ 200 milhões ao Estado, porém, a portaria publicada no Diário Oficial da União distribuía o valor pelo Norte, Nordeste e Sudeste. Desse total, R$ 80 milhões seriam destinados aos nordestinos.

”R$ 80 milhões não dá para recuperar a Bahia, estado que tem vários rompimentos. Então eu faço um apelo no sentido de um aporte direcionado ao estado da Bahia”, reclamou Rui Costa. O governo então prometeu liberar mais recursos.

As fortes chuvas que atingiram a Bahia deixou ao menos 28.224 desabrigados na Bahia, 73.032 desalojados. De acordo com a Sudec (Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia), o total de atingidos chega a 815.597 pessoas.

Além disso, 26 pessoas acabaram morrendo em decorrência das chuvas. Outras 520 ficaram feridas. As localidades com vítimas fatais são: Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (4), Jucuruçu (3), Macarani (1), Prado (2), Ruy Barbosa (1), Itapetinga (1), Ilhéus (3), Aurelino Leal (1), Itabuna (2), São Félix do Coribe (2), Ubaitaba (1) e Belo Campo (1). Com informações do A Tarde

Jaguaquara: Vereador critica prefeita, alfineta ex-prefeito e diz ”sensação é de cidade sem comando”

/ Jaguaquara

Rodrigo cobra ação da prefeita Edione Agostinone. Foto: Rede social

Ao conceder entrevista à Rádio Povo AM/FM, nesta terça-feira (18), o vereador Rodrigo (PSD) disse que, a sensação que a maioria da população tem no momento é de que não há comando na cidade, que segundo o jovem parlamentar enfrenta má – administração pública.

Rodrigo relembrou as fortes chuvas registradas no início de novembro e fez comparação com outros municípios mais afetados pelas tempestades, afirmando que, em outras cidades do Vale do Jiquiriçá, a situação da infraestrutura já começou a ser resolvida, mas que Jaguaquara sofre sem ação e se tornou dependente do Estado e do prefeito de Jequié. ”Zé Cocá é prefeito de Jequié e não é mais deputado. Jaguaquara precisa ser uma cidade independente”.

Infraestrutura – Ele citou como exemplos interdições nas ladeiras da Palmeira e da Bela Vista, no bairro Casca, criticando o longo período de interdição sem intervenções da gestão municipal que estaria transferindo a responsabilidade para o Estado e para o Consórcio do Vale do Jiquiriçá: ”É inadmissível  que a ladeira da Bela Vista ainda não tenha sido recuperada 100% pela empresa e o que é que a prefeitura tem feito? Com relação à ladeira da Palmeira, infelizmente aconteceu incidente com máquina do consórcio, mas graças a Deus, não teve fatalidade. A população não tem confiança na gestão e isso nos entristece muito’’, disparou o edil, tendo afirmado que entende como irresponsabilidade a Prefeitura ter permitido que um servidor operasse a máquina do CONVALE no primeiro incidente.

Fogo  – amigo – Na ocasião, Rodrigo alfinetou ex-gestor, sem citar nomes, ao se referir a um vídeo divulgado nas redes sociais pelos correligionários da prefeita Edione Agostinone (Progressistas) na segunda-feira (17), tendo a mandatária afirmado que alguém que já passou pelo Poder Executivo estaria torcendo pelo insucesso do seu governo. ”Nós sabemos que um ex-gestor aí que faz o fogo amigo, que quer voltar ao poder e que a prefeita fale quem é o ex-gestor que está torcendo contra a administração. Ela sabe quem é que está fazendo de tudo para que o governo dela não dê certo”, alfinetou.

Educação – E completou se solidarizando co profissionais da Educação, que desde o início do mês se manifestam cobrando o pagamento do rateio do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) aos profissionais da área. ”O FNDE já se manifestou a favor da classe e nós esperamos que ela tenha sensibilidade’.

Bahia já tem vacinados 74% da população geral e 87% do público-alvo, diz secretaria de Saúde

/ Saúde

Em um ano da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Bahia atingiu a marca de 10,9 milhões de imunizados. O número corresponde a 74% da população geral e 87% do público-alvo. O levantamento é da Secretaria da Saúde da Bahia.

”A despeito de muitas coisas, como politizar a vacina, avançamos, lentamente mais avançamos. Conquistar a vacina é algo preciso. Teremos vacina produzida no Brasil. Isso também é muito importante”, afirmou a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim.

A gestora afirma que, com a inclusão de crianças entre 5 a 11 anos, o estado alcance mais de 80% da população imunizada. ”A gente espera ainda que mais de 1 milhão de pessoas procurem defintivamente os postos de saúde”, acrescentou. ”Está provado que isto (a vacina) diminui a letalidade”.

A secretária advertiu que uma vacinação maior diminui a sobrecarga na rede de saúde, identificada por filas e pelo cansaço dos profissionais. ”Eles estão plenamente expostos e cansados de toda esta trajetória. Nós jamais iríamos imaginar em 2020 que tudo isso estaria ainda acontecendo em 2022.”