Apesar da sugestão do governador, prefeitos do Vale decidem manter comércio fechado

Presidente do Consórcio do Vale, Zeca Braga. Foto: Blog Marcos Frahm

Os prefeitos de municípios do território de Identidade Vale do Jiquiriçá, que integram o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá – CONVALE, entidade que representa mais de 20 cidades da região fizeram reunião virtual, nesta quinta-feira (26), tendo os gestores discutido novas medidas a serem adotadas por parte das respectivas prefeituras para o combate ao Covid-19.

A reunião por meio de videoconferência ocorreu após bate-papo virtual do governador Rui Costa com os mandatários e, no Vale, os prefeitos dizem respeitar a sugestão do chefe do Executivo baiano, de que cidades sem casos confirmados de coronavírus  mantenham o comércio e feira livre na ativa, mas que manterão as decisões tomadas nos municípios em decretos municipais.

Segundo o presidente do Consórcio e prefeito de Planaltino, Zeca Braga, a maioria dos prefeitos reforçam o entendimento pela necessidade de manutenção do isolamento social, como principal estratégia de combate à disseminação do novo coronavírus. ”Nós prefeitos dialogamos e todos decidiram pela manutenção de medidas restritivas, como o fechamento do comércio até a próxima segunda-feira. Quanto à feira livre, algumas cidades, independente de decreto, realizam as feiras, com a proibição de pessoas de outros lugares. Respeitamos o posicionamento do governador, só que entendemos que devemos manter o que já vínhamos fazendo, pois a questão econômica é importante, mas a prioridade é a vida das pessoas. No domingo, nós teremos outra reunião, mas até lá ficarão mantidos os decretos em consonância com os demais gestores”, disse Braga.

”A coisa caminha para não ter”, diz prefeita de Itiruçu sobre o São Pedro, que deve ser cancelado

/ Itiruçu

Lorena fala em cancelamento de festa. Foto: Blog Marcos Frahm

Efeito coronavírus: a tradicional festa de São Pedro do município de Itiruçu, no Vale do Jiquiriçá, que ocorre anualmente atraindo a cidade visitantes de várias regiões do Estado tem 99 % de chance de não ser realizado neste ano.

A informação é da prefeita Lorena Di Gregório, ao ser questionada na noite desta quinta-feira (26), pelo Blog Marcos Frahm, sobre a possibilidade de o evento público ser realizado ou não, diante das informações sobre a pandemia que tem gerado medidas impopulares por parte de gestores de diversos municípios.

Médica, Lorena é conhecedora das ciências da medicina diz acreditar que o país terá pico de casos de coronavírus no período da festa e que será inviável receber visitantes, que formariam aglomerações na cidade, indo na contramão das recomendações do Ministério da Saúde.

Apesar da justificativa, a prefeita diz não haver registro de casos do Covid-19 em Itiruçu e também alega dificuldades financeiras enfrentadas pela Prefeitura. ”Pela situação atual, independente de casos ou não, tem a questão financeira do país e do município. A coisa caminha para não ter. O vírus ainda não chegou a nosso município, mas vai chegar e não é um isolamento de quinze dias que vai resolver. O impedimento de grandes aglomerações tem que perdurar. Além disso, Itiruçu não tem recurso para festa. Estamos acompanhando os recursos chegando com queda. Neste mês de março, por exemplo, a prefeitura recebeu 13% a menos e o São Pedro tem 99% de não acontecer”, concluiu.

Câmara dos Deputados aprova ”auxílio” de R$ 600 por mês para trabalhador informal

/ Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (26) auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600,00, destinados aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. A matéria segue para análise do Senado.

Pelo texto do relator, deputado Marcelo Aro (PP-MG), o auxílio pode chegar a R$ 1.200 por família. O valor final, superior aos R$ 200 anunciados pelo Executivo no início da crise em virtude da pandemia, foi possível após articulação de parlamentares com membros do governo federal. O projeto prevê ainda que a mãe provedora de família “uniparental” receba duas cotas.

Os trabalhadores deverão cumprir alguns critérios, em conjunto, para ter direito ao auxílio:
– ser maior de 18 anos de idade;
– não ter emprego formal;
– não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
– renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
– não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

Pelo texto, o beneficiário deverá ainda cumprir uma dessas condições:

– exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
– ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); ou
– ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Pelas regras, o trabalhador não pode ter vínculo formal, ou seja, não poderão receber o benefício trabalhadores formalizados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e servidores públicos.

Pela proposta, também será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: um do auxílio emergencial e um do Bolsa Família. Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa poderá fazer a opção pelo auxílio. O pagamento será realizado por meio de bancos públicos federais via conta do tipo poupança social digital. Essa conta pode ser a mesma já usada para pagar recursos de programas sociais governamentais, como PIS/Pasep e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas não pode permitir a emissão de cartão físico ou cheques. Da Agência Brasil

Cooperativa de Catadores Recicla Jequié enfrenta dificuldades para receber parcelas da Prefeitura

/ Jequié

Cooperativa tem 35 pessoas, inclusive idosas. Foto: Souza Andrade

A presidente da Cooperativa de Catadores Recicla Jequié – COOPERJE -, Zenaide Almeida de Oliveira, se diz bastante preocupada com a situação dos cooperados. São 35 pessoas, muitas das quais idosas, que estão com suas atividades suspensas por precaução à pandemia do novo coronavírus. ”São pessoas carentes que precisam de muita atenção, especialmente nesse momento” alegou em entrevista concedida ao jornalista Souza Andrade.

Ela aproveitou a ocasião para solicitar da Prefeitura de Jequié a regularização dos repasses do contrato firmado entre o poder público municipal e a cooperativa, já que estão impossibilitados de manter contato direto com a estrutura administrativa da Prefeitura. ”Antes, a COOPERJE recebia verba oriunda de subvenções, mas, com a atual gestão do prefeito Sérgio da Gameleira, conseguimos uma grande conquista que foi a assinatura de um contrato que tem importância vital, porém tem parcelas em atraso, com isso encontramos dificuldades de manter nossas atividades”, disse.

Afirma ainda que espera contar com a sensibilidade da gestão para a situação que considera delicada ainda mais agora com a suspensão de suas atividades.

Uefs divulga lista de candidatos convocados na 4ª chamada do Sisu 2020; confira

/ Educação

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) divulgou, nesta quinta-feira (26), a lista dos candidatos aprovados na 4ª chamada nos cursos de graduação da instituição, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para ingresso em 2020.

A relação dos candidatos pode ser conferida no site da universidade. Os candidatos deverão encaminhar a documentação para DAA, por e-mail ([email protected]).

Posteriormente será informado o prazo para a apresentação dos originais e a data da homologação. A lista de documentos necessários e outras informações podem ser conferidas no edital divulgado pela instituição.

O Sisu utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para disponibilizar vagas em instituições públicas de ensino

IML de Jequié libera dois dos três corpos de vítimas de acidente com caminhões na BR-116

/ Trânsito

Acidente aconteceu no trecho de Brejões. Foto: Leitor/BMFrahm

O Instituto Médico Legal (IML) de Jequié liberou, nesta quinta-feira (26), dois dos três corpos encaminhados na quarta-feira (25) ao órgão após acidente entre dois caminhões e uma carreta na BR-116. O desastre ocorreu no trecho do município de Brejões, região do Vale do Jiquiriçá.

Os condutores dos veículos, identificados como: Arthur Almeida Araújo, Kleber Braga Silva e Willian Oliveira Costa morreram no local, na altura do KM 571 da Rodovia Santos Dumont.

Foram liberados hoje os corpo de Arthur e Kleber, transladados para a cidade de Taiobeira, em Minas Gerais e o cadáver de Willian Oliveira, que também é oriundo de Minas segue no IML de Jequié aguardando familiares para o reconhecimento.  Após a colisão, a BR-116 ficou interditada por um longo período na quarta-feira. *Nota original do Blog Marcos Frahm

Jequié: PRF encontra revólver escondido em compartimento de motor e recupera veículo

/ Trânsito

O automóvel foi abordado na BR 116, em Jequié. Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na manhã desta quinta-feira (26), um revólver cal. 38, munições e recuperou um carro não devolvido a locadora, durante abordagem no Km 677 da BR 116, trecho do município de Jequié. Quatro homens foram detidos.

Em fiscalização de combate a criminalidade na unidade policial de Jequié, policiais abordaram um CHEVROLET/Prisma Joy, placas de Minas Gerais, com quatro ocupantes. Após consultas aos sistemas de segurança e órgão de trânsito, policiais constataram que o carro pertencia a uma empresa de aluguel de veículos, com previsão de devolução para o dia 26/02/2020, porém o responsável pela locação não efetuou a entrega.

Diante das informações desencontradas em relação ao motivo da viagem, os PRFs decidiram aprofundar a vistoria no Prisma, quando foi encontrado um revólver calibre .38 e mais seis munições, que estavam escondidos no compartimento do motor do carro.

Questionado, o condutor disse que pegou o veículo emprestado e que estava viajando a passeio com seus amigos até a cidade de Vitória da Conquista (BA).

Dando continuidade às diligências e com auxílio de forças policiais da região, descobriu-se que um dos ocupantes é suspeito de cometimento de assalto, ocorrido no início deste mês, no município de Ilhéus, sul da Bahia.

Os quatro suspeitos com idades entre 27 e 43 anos, o veículo apreendido, arma e munições foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil local, para os procedimentos cabíveis. O carro após registro da recuperação, será devolvido ao seu legítimo proprietário.

Em 2020, já foram recuperados mais de 200 veículos furtados, roubados ou adulterados nas rodovias federais do estado.

Bahia registra 108 casos confirmados de Covid-19, com 16 pacientes curados, diz SESAB

/ Bahia

A Bahia registra 108 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), 1.082 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até as 17h desta quinta-feira (26). A boa notícia é que, do total de casos, 16 estão curados, sendo dois nesta quinta (26); entre eles, uma mulher de 95 anos, que estava hospitalizada.

Os municípios com casos positivos são: Alagoinhas (1); Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Canarana (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (9); Ilhéus (1); Itabuna (2); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (5); Porto Seguro (10); Prado (2); Salvador (63 casos, sendo 60 residentes na capital, 1 residente em Mossoró RN, 1 São Paulo e 1 Miami); São Domingos (1); Teixeira de Freitas (1) e 4 estão em investigação sobre o local de residência e infecção. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Além dos 16 casos curados, a Bahia possui 51 pacientes em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato, sete pacientes encontram-se hospitalizados, sendo todos em Salvador, e 34 estão em investigação epidemiológica junto aos municípios.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) ressalta que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações estão disponíveis no site da Sesab.

Embasa suspende corte do fornecimento de água nos casos de falta de pagamento

/ Bahia

Medida da Embasa é em parceria com Estado. Foto: Divulgação

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) suspendeu o corte do fornecimento de água nos casos de falta de pagamento dos clientes enquadrados na Tarifa Social por causa dos impactos do avanço da epidemia do coronavírus.

De acordo com a Embasa, a empresa, em parceria com o Governo do Estado, continuará acompanhando a evolução da pandemia e avaliará a necessidade da adoção de medidas adicionais

Prefeitura de Ilhéus confirma segundo caso do novo coronavírus; paciente se encontra em isolamento

/ Saúde

A prefeitura de Ilhéus confirmou, no início da noite desta quinta-feira (26), o segundo caso da Covid-19 no município. O paciente, do sexo masculino, foi infectado em outro estado, com transmissão comunitária comprovada, onde foi participar de uma atividade profissional. Ele se encontra em isolamento domiciliar.

A confirmação acontece após o último boletim do governo estadual, que anunciou 108 casos confirmados do novo coronavírus na Bahia. Com mais essa contaminação registrada em Ilhéus, o estado chega a pelo menos 109 pessoas contaminadas.

Ilhéus ainda espera os resultados dos exames de 41 casos suspeitos da Covid-19. Por outro lado, 36 já foram descartados. As informações são do Bahia Notícias

Brasil tem 77 mortes confirmadas e 2.915 pessoas diagnosticadas com covid-19

/ Saúde

Ministério da Saúde revela número de casos. Foto: Marcos Corrêa

O número de mortes pela covid-19 chegou a 77 nesta quinta-feira (26), corrigiu o Ministério da Saúde, depois de ter anunciado 78 óbitos. Em relação a ontem, houve um aumento de 20 casos, quando o registrado foi 57 óbitos. O Ministério da Saúde informou que são 2.915 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, o número representa 482 novas confirmações em relação à última atualização dos dados da pandemia no País. O índice de letalidade está em 2,7%.

Os estados com maior número de infectados são São Paulo (1052), Rio de Janeiro (421), Ceará (235) e o Distrito Federal (200). A maior parte dos óbitos pela doença também ocorreram em São Paulo (58). O Rio registra nove mortes, Pernambuco e Ceará três cada, enquanto Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amazonas e Goiás registraram um óbito cada.

Se observada as idades das pessoas contaminadas em estado grave, o maior grupo de risco até o momento está concentrado entre 60 e 79 anos. De um total de 391 casos graves avaliados, cerca de 80 pessoas tinham entre 60 e 69 anos e outras 70 pessoas, entre 70 e 79 anos. Há alto registro, porém, de pessoas contaminadas com idade entre 30 e 49 anos, que somam cerca de 110 casos.

No quadro de vítimas fatais, porém, o perfil dos óbitos mostra uma concentração entre idosos. Entre os 59 casos avaliados até o dia 26 de março, quase 40 são de pessoas com idade entre 70 e 89 anos.

”Os dados mostram que as maiores vítimas são os idosos, mas também qualquer pessoa que tenha cardiopatia ou diabetes”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

Os números mostram o avanço da Covid-19 no Brasil desde que o primeiro caso da doença foi confirmado aqui, há um mês. O primeiro resultado positivo para o novo coronavírus no país saiu no dia 25 de fevereiro, quando um homem de 61 anos com histórico de viagem para a Itália testou positivo para a doença.

Desde então, Estados já decretaram emergência em saúde e calamidade pública, e em reunião virtual com o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) na quarta-feira, governadores reiteraram os procedimentos de isolamento adotados para conter a pandemia do novo coronavírus. A manutenção das medidas é recomendada por epidemiologistas e infectologistas.

Em entrevista coletiva ontem, o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou que ”temos que melhorar esse negócio de quarentena, não ficou bom. Foi precipitado, foi desarrumado”. Aliados no DEM interpretaram a fala como um recuo estratégico após pronunciamento de Jair Bolsonaro em rede nacional na terça-feira, 24, quando o presidente voltou a falar em ”histeria” em torno da pandemia do novo coronavírus e criticou o fechamento de escolas, entre outras medidas adotadas por governos e municípios.

Sob pressão, Mandetta, que muitos achavam que até poderia deixar o cargo por causa da pressão de Bolsonaro, suavizou o tom e negou a intenção de deixar a equipe. Ele procurou dizer, durante a entrevista de quarta-feira, que sua preocupação é com a saúde e a vida das pessoas, e que as quarentenas impostas pelos Estados têm prejudicado, inclusive, o trabalho médico.

A voz dissonante foi do vice-presidente Hamilton Mourão, que continuou defendendo o isolamento social. ”A posição do nosso governo, por enquanto, é uma só: isolamento e distanciamento social. Isso está sendo discutido e ontem (terça-feira, 24) o presidente buscou colocar. Pode ser que ele tenha se expressado de uma forma, digamos assim, que não foi a melhor”, afirmou.

Naomi Munakata, uma das principais regentes do Brasil, morre vítima de coronavírus

/ Brasil

Naomi Munakata morreu as 64 anos. Foto: Greg Salibian/Folhapress

Uma das mais importantes regentes brasileiras, Naomi Munakata morreu nesta quinta-feira (26), aos 64 anos. Ela estava internada desde o dia 16 de março no hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo. No último dia 19, seu teste para a Covid-19 deu positivo.

Mesmo tendo apresentado uma melhora no quadro clínico nos últimos dias, Munakata teve uma piora abrupta durante a noite, que evoluiu para um choque séptico. A maestrina morreu por volta do meio-dia.

Nascida em Hiroshima, no Japão, em 31 de maio de 1955, Naomi Munakata se mudou para o Brasil com a família aos dois anos de idade. Aos sete, passou a cantar no coral dirigido por seu pai, Motoi Munakata.

Formada em composição e regência na Faculdade de Música do Instituto Musical de São Paulo, ela continuou os estudos na Universidade de Tóquio.

Munakata foi diretora da Escola Municipal de Música de São Paulo e do Coral Jovem do Estado. Sua atuação mais notável, no entanto, foi como regente titular do Coro da Osesp, que dirigiu por duas décadas, de 1995 a 2015 –período que a lançou ao reconhecimento internacional.

Ela era atualmente regente titular do Coral Paulistano Mário de Andrade, do Theatro Municipal de São Paulo.

Idosa de 95 anos é curada do coronavírus na Bahia; secretaria registra 108 casos

/ Bahia

Uma idosa de 95 anos, que estava hospitalizada em uma unidade médica na Bahia, é uma das 16 pessoas curadas do novo coronavírus no estado.

Segundo informações da Secretaria de Saúde (Sesab), a Bahia registrou, até o momento, 108 casos confirmados da doença, 1.082 descartados e nenhum óbito.

De acordo com a pasta, este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 17 horas desta quinta-feira (26).

Segurança do presidente Jair Bolsonaro está internado em estado grave com Covid-19

/ Brasília

Segurança de Jair teria contraído coronavírus. Foto: Marcos Corrêa

Um dos seguranças do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Ari Celso Rocha de Lima Barros foi internado, nesta quarta-feira (25), no Hospital de Base do Distrito Federal (DF). Segundo o Metrópoles, ele está com coronavírus, e encontra-se em estado grave.

O segurança do presidente é capitão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), e foi diagnosticado com a doença no dia 18 de março. Desde então, mantinha-se em confinamento, mas o quadro piorou, de acordo com a família. ”Estava em casa, sob controle. Ontem, se sentiu mal e foi internado”, relatou a mãe do segurança, dona Julmar Rocha do Lima Barros, ao Metrópoles.

A mãe ainda revelou que Ari sofre com problema de pressão. ”Nós estamos passando por um momento muito difícil. Agora mesmo estávamos em oração, pedindo a Deus. Sò ele para curar e proteger, e os médicos também”, afirmou.

Ari, que era integrante provisório da segurança de Bolsonaro e do vice, Hamilton Mourão, mora com a esposa e dois filhos em Taguatinga.