Secretário Fábio Vilas-Boas apela para que população fiscalize cuidados contra coronavírus

/ Bahia

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, apelou para que a população mantenha os cuidados contra os avanços do novo coronavírus e fiscalize aqueles que saem de casa sem máscara, ”agindo de forma irresponsável, pois elas deveriam ser banidas do convívio social”. Em um vídeo divulgado neste sábado (06), o secretário avaliou um ano desde que o primeiro caso da doença foi registrado na Bahia.

”Ninguém esperava que a pandemia durasse até agora. Hoje completamos 1 ano do primeiro caso confirmado de Covid-19 na Bahia, e o cuidado não pode parar. Apenas juntos conseguiremos vencer essa batalha. Com o trabalho do governador Rui Costa temos uma das menores taxas de mortalidade do país e uma das melhores taxas de vacinação. Ainda assim, sem o apoio da população, isso não é suficiente. Meu apelo hoje é para que todos sejamos fiscais da saúde pública e corresponsáveis por essa vitória”, escreveu no Twitter.

Já na gravação, Vilas-Boas alertou para o fortalecimento do vírus que, está mais agressivo e transmissível depois da descoberta das novas variantes. ‘Falta pouco para termos vacina em quantidade suficiente para toda a população”, afirmou.

Bahia registra 4.525 casos e 95 mortes por Covid-19 em 24h, diz boletim epidemiológico da Sesab

/ Bahia

A Bahia registrou nas últimas 24 horas 4.525 casos de coronavírus e 95 mortes em decorrência da Covid-19, segundo boletim divulgado hoje (6) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Ao todo, a Bahia tem 710.900 casos confirmados e 12.448 óbitos desde o início da pandemia.

Dentre os óbitos, 56,31% ocorreram no sexo masculino e 43,69% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,89% corresponderam a parda, seguidos por branca com 20,80%, preta com 14,88%, amarela com 0,55%, indígena com 0,15% e não há informação em 8,73% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,14%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,23%).

Ao todo, 676.536 pessoas já estão curadas da doença. Na Bahia, 43.603 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

No estado, dos 2.355 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.732 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 85%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia.

Em recuperação da Covid-19, prefeito de Conquista retorna para a UTI do Hospital Sírio Libanês

/ Saúde

Herzem Gusmão volta para a UTI

Em processo de recuperação da Covid-19, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, retornou neste sábado (6) para a UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde está internado desde o fim de dezembro de 2020.

Em postagem nas redes sociais, Herzem Gusmão, que tem 72 anos, disse que a equipe médica indicou o retorno para a a UTI, porque ele precisa de mais oxigênio. ”Tive esse imprevisto, mas continuo firme, crendo na minha recuperação e que muito em breve estarei na nossa cidade. Conto com as orações de todos!”, escreveu.

Na mesma postagem, mensagem em áudio dele foi compartilhada, detalhando que, na UTI, ele usará o cateter de alto fluxo.

Assunção, capital do Paraguai, registra violência após resposta à pandemia gerar protestos

/ Mundo

Manifestantes e polícia entraram em conflito na capital do Paraguai, Assunção, na noite desta sexta-feira (5), depois que a maneira como o governo vem lidando com a pandemia gerou protestos e causou a renúncia da principal autoridade sanitária do país.

Forças de segurança atiraram balas de borracha e gás lacrimogêneo contra a multidão de centenas de pessoas reunidas em torno do prédio do Congresso, enquanto manifestantes furaram barreiras, queimaram barricadas nas ruas e atiraram pedras na polícia.

Os protestos, que transformaram o centro histórico da capital em um campo de batalha com fogo, fumaça e tiros, eclodiram em meio à crescente revolta da população por conta das taxas de infecção recordes por coronavírus, além de hospitais à beira do colapso.

Na sexta-feira, o ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni, renunciou, um dia depois que parlamentares do país pediram sua saída.

*Com informações da agência Reuters.

Prefeito de Salvador justifica ampliação de medidas restritivas: ”Números não cederam”

/ Saúde

Prefeito de Salvador, Bruno Reis. Foto: Reprodução/PMS

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, justificou a ampliação em uma semana das medidas restritivas na capital. De acordo com Reis, ”os números não cederam”. ”Começamos a iniciar queda de casos ativos, mas ainda incipientes. Temos 47 pacientes aguardando regulação e realizamos esforço grande, ampliando leito, mas mesmo assim os números não cederam”, afirmou.

Ainda de acordo com Bruno, critérios foram estabelecidos para a retomada. ”Vamos debater com o setor produtivo quando poderemos retornar com segurança. Queremos garantir a todos o acesso à saúde”. As medidas restritivas vão até o dia 15 também nos municípios da Região Metropolitana de Salvador.

Restrição de atividades não essenciais em Salvador e região são prorrogadas até dia 15

/ Bahia

Devido à situação da Covid-19, com ocupação da taxa de leitos de UTI ainda acima de 80%, a medida que restringe as atividades consideradas não essenciais em Salvador e Região Metropolitana prossegue até o próximo dia 15.

A decisão conjunta foi tomada pelo prefeito Bruno Reis, pelo governador Rui Costa e demais gestores da RMS, em reunião virtual realizada neste sábado (6), que também foi acompanhada pelo presidente da Câmara de Vereadores da capital baiana, Geraldo Júnior.

Os gestores chegaram à conclusão após avaliação dos números do novo coronavírus na cidade. Mesmo com a abertura de novos leitos no Hospital Salvador, na tenda da Arena Fonte Nova, do novo gripário em São Cristóvão e na segunda unidade de suporte ventilatório nos Barris, a taxa de ocupação de leitos em Salvador é de 85% e, na Bahia, é de 87%. Para evitar o colapso no sistema de saúde, a saída foi, mais uma vez, prorrogar a medida de restrição do comércio por mais uma semana e, assim, garantir o isolamento social e diminuir a taxa de transmissão.

“Após sete dias de suspensão das atividades não essenciais em nossa cidade, já começamos a observar uma pequena queda no número de casos ativos, mas ainda muito incipiente diante da gravidade que estamos vivendo neste momento. As UPAs ainda estão cheias: neste momento, 47 pacientes estão aguardando regulação para hospitais de campanha.”, declarou Bruno Reis.

Protocolos – No encontro, os gestores também trataram dos protocolos para o retorno das atividades econômicas de forma escalonada, assim que for possível. Os detalhes serão discutidos em um próximo encontro, previsto para acontecer na próxima terça-feira (9).

Paulo Afonso: Transporte coletivo intermunicipal será suspenso com decreto estadual a partir de segunda

/ Bahia

De acordo com decreto publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (06), estão suspensas a circulação e a saída, a partir da primeira hora de segunda-feira (08), de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, no município de Paulo Afonso. A chegada desses transportes na cidade estará suspensa a partir das 9h da segunda-feira. A medida vale até o dia 15 de março.

Neste período, será permitida a circulação de transportes rodoviários e hidroviários para deslocamento de trabalhadores, desde que conduzidos para o exercício de atividade profissional.

A medida tem como objetivo conter a disseminação do novo coronavírus no município baiano.

Fecomércio pede à prefeitura de Salvador que atividades sejam retomadas na segunda

/ Bahia

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) pediu ao prefeito de Salvador, Bruno Reis, que o plano de retomada do comércio seja acionado já na segunda-feira (5), quando as autoridades devem se reunir para deliberar sobre as proibições que têm como intuito combater a disseminação do coronavírus.

”Não podemos suportar mais tempo de portas fechadas, portanto precisamos de alternativas para destravar a economia. O plano da Prefeitura mostra que é possível manter a totalidade das atividades em funcionamento parcial e, ao mesmo tempo, frear o contágio, ao minimizar os impactos no horário de pico no sistema de transporte”, disse Carlos Andrade, presidente da instituição. A cobrança ocorreu durante reunião em que foi apresentado o “Plano de Retomada das Atividades Econômicas”.

O planejamento é baseado no escalonamento dos horários de funcionamento de cada setor, entre comércio, serviços, turismo, alimentação, escritórios, construção civil etc. Para Andrade, com isso, todas as atividades econômicas estarão ativas na capital, enquanto o fluxo no transporte público poderá ser controlado, reduzindo o contágio pelo coronavírus.

Rock in Rio é adiado para 2022 no Brasil e em Portugal devido à pandemia

/ Eventos

O Rock in Rio, que aconteceria neste ano entre os meses de setembro e outubro, foi oficialmente adiado para setembro de 2022.

A organização do evento anunciou na última quinta-feira (4), a mudança da data devido à pandemia do coronavírus. O festival agora está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, no Parque Olímpico.

Por meio de nota, os organizadores afirmaram que a esta altura, as montagens das estruturas do festival, tanto no Brasil, quanto em Portugal, já teriam sido iniciadas, mas por conta da pandemia e do aumento dos casos, não é possível iniciar a tarefa.

“Toda esta mudança tem como único objetivo preservar a saúde dos milhares de visitantes que habitam as Cidades do Rock durante os dias de festival”, diz a nota oficial.

Além da edição brasileira, a versão da festa que acontece em Portugal, também foi adiada para o próximo ano, nos dias 18, 19, 25 e 26 de junho. Quem já adquiriu os ingressos para a edição portuguesa, pode pedir reembolso ou reaproveitar o ingresso para a nova data.

Brasil registra 1.786 mortes por Covid em 24 h; média móvel de óbitos bate recorde pelo 6º dia

/ Brasil

O Brasil registrou 1.786 mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (4). Pelo 6º dia consecutivo, o Brasil bateu o recorde de média móvel de óbitos, 1.361.

Nesta quinta, o país completa 43 dias com média móvel de mortes acima de 1.000. O recorde anterior da média é de 1.332. O número de mortes registrado nesta quinta é o segundo mais elevado, atrás somente dos óbitos da última quarta (3), 1.840.

O alto número de mortes é acompanhado por alta contaminação. Foram registrados 74.285, terceiro maior número de toda a pandemia, atrás apenas das 74.376 infecções registradas na última quarta e ao recorde do dia 8 de janeiro, com 84.977 infecções, no qual ocorreu uma revisão de dados do Paraná que elevou artificialmente o dado geral de casos do país.

Dessa forma, o total de mortes chegou a 261.188 e o de casos a 10.796.506, desde o início da pandemia. O Brasil enfrenta o pior momento da pandemia, com situações críticas em todas as regiões do país e até mesmo colapsos em algumas áreas. Os níveis de ocupação de UTIs estão acima de 90% em diversas capitais.

Em nota técnica nesta semana, a Fiocruz alertou sobre o grave e inédito momento do país na pandemia. “Pela primeira vez desde o início da pandemia, verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Srag [Síndrome Respiratória Aguda Grave], a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais”.

Segundo o boletim, ”os dados são muito preocupantes, mas cabe sublinhar que são somente a ‘ponta do iceberg”.

O consórcio de imprensa também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 26 estados e o Distrito Federal. O processo de imunização no país avança lentamente ao mesmo tempo em que a pandemia piora.

Foram aplicadas no total 10.135.419 doses de vacina (7.671.525 da primeira dose e 2.463.894 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan e da farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca. A vacina da Pfizer tem o registro definitivo, mas ainda não está disponível no país.

O consórcio de veículos de imprensa foi criado em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes.

*Folhapress

Deputado evangélico da Bahia diz que sonhou com Lula morrendo de Covid e é rebatido por colegas

/ Política

Abílio Santana teria se manifestado em rede social. Foto: Facebook

Uma postagem do deputado federal Abílio Santana (PL) no grupo de zap da bancada baiana dizendo que sonhou com o ex-presidente Lula (PT) morrendo de Covid 19 irritou os colegas, que cobraram compostura do parlamentar.

”Dep SOLLA! tive um sonho com o senhor, estávamos em um enterro. era do Luladrão! morria de COVID”, escreveu Abílio, supostamente em resposta a uma postagem agressiva de Jorge Solla (PT) contra o presidente da República.

Solla, entretanto, nem chegou a rebater o parlamentar evangélico porque colegas como Jonguinha Bacelar (PL) e Cláudio Cajado (PP) repreenderam imediatamente o parlamentar evangélico.

”Abílio, não se se foi sonhou ou não, mas não concordo com isso não. No privado, é com vcs, mas aqui, sério mesmo, não dá”, reagiu Cajado.

Jonguinha também não deixou barato: ”Isso é uma bancada de respeito acima de tudo”. O deputado Alex Santana (PDT) ainda tentou defender Abílio, mas ficou isolado, e o próprio deputado acabou recuando.

Alex argumentou que não era apenas Abílio que fazia provocação no grupo, mas havia “farpas para os dois lados” e que não se devia cobrar só do colega compostura.

A partir daí, o evangélico resolveu se defender dizendo que não sonhara com Lula, mas fizera apenas uma brincadeira. Ainda assim, foi mais uma vez censurado por Cajado, que sugeriu que apagasse a mensagem.

”Abílio, mesmo na brincadeira falar de morte num momento desses não é bom não. Respeito sua posição, sua amizade e atenção com todos, mas até para brincar tem momentos e lugar”, observou.

Ainda completou: ”apenas chamei atenção para o excesso. Só isso. Eu apagaria a mensagem”. Evangélico e do baixo clero, Abílio é chegado a atitudes e postagens polêmicas.

No ano passado, distribuiu um cartão de Natal para eleitores em que dizia: ”Papai Noel da Era Bolsonaro; sem vermelho e sem veados”. A iniciativa foi considerada por colegas o cúmulo da homofobia e da adulação a Bolsonaro. As informações são do site Política Livre

Médico do Samu de Salvador diz que pacientes estão morrendo em ambulâncias

/ Saúde

Médico que atua no SAMU, Pedro Julião. Foto: reprodução/Instagram

O médico que atua no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador Pedro Julião desabafou em um vídeo divulgado nas redes sociais na quarta-feira (03) em meio à explosão de casos do novo coronavírus. Na publicação, ele alertou para a falta de vagas em hospitais para pacientes infectados pela doença e afirmou que pessoas estão morrendo dentro de ambulâncias.

”Estamos desde três horas da tarde com um paciente dentro da ambulância com desconforto respiratório, fazendo uso de oxigênio suplementar e máscara não reinalante. Salvador não tem vagas para a gente levar os pacientes. O que eu estou querendo dizer com isso? Por favor, entendam que a situação é gravíssima. Nós chegamos no limite da ocupação dos leitos”, afirmou.

‘Sabemos que hoje a necessidade do isolamento social é muito importante. (…) Eu entendo que os comerciantes, as pessoas que precisam do trabalho informal, precisam levar comida pra casa, mas a gente tem que pensar que a vida humana é muito mais importante do que isso”, completou.

Ainda no vídeo, o profissional falou sobre as medidas de segurança contra a doença tomadas pelo governo do Estado e pela prefeitura. Ele pediu que a população entenda que decretos que impõem lockdown e toque de recolher são de extrema importância para manter o isolamento social, uma das principais formas de evitar o contágio da doença.

”Faça sua parte. A situação é real e precária. Não duvide que hoje não temos vagas para as pessoas nos hospitais, e muitas delas estão falecendo dentro das ambulâncias e na porta das UPAs”, completou.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta pela Secretaria estadual de Saúde (Sesab), a Bahia possui 21.486 casos ativos de coronavírus. Desde o início da pandemia, 700.768 pessoas contraíram a doença e 12.251 morreram.

Ainda de acordo com a Sesab, 84% dos leitos de UTI já estão ocupados em todo estado. Nesta quinta, 337 pessoas aguardavam uma vaga por um leito na Bahia, deste número, 117 pacientes estão em Salvador. A média de espera para uma vaga na capital baiana saiu de até oito horas para 36 a 48 horas. *Bahia.ba

Lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) está disponível para consulta

/ Educação

A lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) do 1º semestre de 2021 está disponível na página do programa. Prevista para sair na sexta-feira (5) a divulgação da lista foi antecipada para o final da tarde de hoje (4), segundo o Ministério da Educação (MEC).

O prazo para os pré-selecionados comprovarem as informações da inscrição continua o mesmo: de 8 a 12 de março. Os documentos para comprovação devem ser entregues na instituição para a qual o estudante foi pré-selecionado. A instituição precisa entregar ao estudante o protocolo de recebimento da documentação.

“O candidato deve ficar atento quanto à exigência de entrega de documentos adicionais, caso seja julgada necessária pelo coordenador do Prouni na instituição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará na reprovação do candidato”, diz nota do MEC.

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior que oferece bolsas de estudo integrais, ou parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade, para estudantes de baixa renda.

O programa deste semestre utilizou as notas da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 por causa da alteração na data do exame de 2020 em decorrência da pandemia de covid-19. A seleção do Prouni para o 2º semestre de 2021 utilizará a nota do Enem de 2020.

O Prouni recebeu 599.223 inscrições no 1º semestre deste ano, sendo que cada candidato pode escolher até duas opções de curso. Foram ofertadas bolsas para 13.117 cursos de graduação em 1.031 instituições privadas de ensino superior no país. A oferta foi de mais de 162 mil bolsas de estudo.

*com informações do MEC

Jequié confirma mais 1 óbito por Covid, de homem de 46 anos e registra mais 95 novos casos

/ Jequié

Ocupação de UTI/adulto é de 90%. Foto: Blog Marcos Frahm

O boletim do coronavírus em Jequié, divulgado nesta quinta-feira (4), informou o registro de mais um óbito, um homem, de 46 anos, residente no Joaquim Romão, com histórico de doença renal crônica, ocorrido na terça-feira (2), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas atualizado hoje pela Secretaria Municipal de Saúde, elevando para 239 o número de mortes, desde o início da pandemia.

Foram registrados também, 95 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 11.775 pessoas confirmadas com a doença, até agora. 10.454 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 90%. Destes, 13 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 13 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento 7.667  pessoas foram vacinadas em Jequié.