Foliões enfrentam longas filas para entrar no Circuito do São João de Jequié e passam por revista policial

/ Jequié

Foliões precisam passar pela revista policial na entrada da festa

Quem decidiu curtir a terceira noite do São João 2022 de Jequié enfrenta longas filas no portais de entrada na área da festa, na Praça da Bandeira.

Não há informações sobre tumulto, mas as pessoas precisam passar pela revista policial e por isso há lentidão no acesso ao circuito do evento. Segundo a Polícia Militar, a revista nos foliões é para tentar identificar armas de fogo ou brancas e objetos perfurocortantes.

Edu e Maraial fazem mistura de sertanejo com sofrência na terceira noite do São João de Jequié

/ Jequié

Edu e Maraial anima o público no São João de Jequié. Foto: BMFrahm

A terceira noite do São João de Jequié começou com praça lotada. O publicou chegou cedo para acompanhar a programação, que foi aberta pela banda Lé Kum Cré e na sequência quem subiu ao palco foi a dupla Edu e Marial, que faz uma mistura de sertanejo universitário com sofrência.

Público volta a lotar a Praça da Bandeira, na terceira noite de festa

Ainda constam na programação da noite o cantor Tarcísio do Acordeon, Jonas Esticado, Mastruz com leite e Mary Brasil.

Apesar do grande número de pessoas na Praça da Bandeira nas noites anteriores, a expectativa da organização do evento público é de que neste sábado o São João de Jequié registre Record de público no circuito, não apenas pela grade, mas em razão de ser o sábado uma data preferencial para os foliões e visitantes saírem de casa para curtir os festejos juninos.

Bahia não registra óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim epidemiológico

/ Bahia

O boletim epidemiológico deste sábado (25) não registra óbito por Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 162 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,01%) e 660 recuperados (+0,04%). Dos 1.566.377 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.530.231 já são considerados recuperados, 6.135 encontram-se ativos e 30.011 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico deste sábado (25) contabiliza ainda 1.905.463 casos descartados e 340.995 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste sábado. Na Bahia, 64.274 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, cliqcotonavue aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.628.907 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.683.878 com a segunda dose ou dose única, 6.241.469 com a dose de reforço e 596.187 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 966.246 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 546.196 já tomaram também a segunda dose.

Cinco prisões em flagrante são computadas em noite de São João da Bahia, segundo polícia

/ Bahia

Forças de segurança monitoram circuitos ds festejos. Foto: Ascom PC

Cinco prisões em flagrante foram computadas no São Joao na Bahia, na noite de sexta-feira (24), para sábado (25), no interior do estado, capital baiana e Região Metropolitana (RMS), durante os festejos juninos também foram apreendidas três armas de fogos dos circuitos dos eventos.

Não houve Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídio, lesão corporal seguida de morte e latrocínio – ligados às festas juninas no estado. Setenta e cinco furtos foram computados, cinco inquéritos policiais foram instaurados e 19 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) foram lavrados.

No município de Itabuna, uma mulher foi presa em flagrante com 16 papelotes de cocaína. Ela já era investigada pelos policiais da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) por participar de diversos crimes dentre eles uma tentativa de homicídio.

Mil e quinhentos policiais entre delegados, escrivães, investigadores e servidores administrativos do Departamento de Polícia do Interior (Depin) e do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) atuam em Delegacias Especiais de Área (DEA), instaladas nos circuitos dos eventos e em unidades territoriais nas cidades onde ocorrem os festejos juninos.

No São João de Jequié, Prefeitura disponibiliza espaço inclusivo para pessoas com deficiência

/ Jequié

Deficientes tem espaço garantido no São João. Foto: Prefeitura

O São João de Jequié é uma festa popular que vem levando milhares de pessoas, entre moradores e visitantes, às praças do evento e deixando a festa ainda mais bonita e, agora, ainda mais democrática. Entre as diversas inovações implementadas para a execução dos festejos juninos, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, como forma de ampliar o acesso das pessoas com deficiência ao circuito festivo, montou uma área inclusiva, destinada à esse público, bem próximo dos artistas, que permite que eles possam assistir aos shows e apresentações sem precisar disputar espaço com as demais pessoas.

A novidade partiu de uma solicitação direta do prefeito de Jequié, Zé Cocá, que identificou as dificuldades que essas pessoas têm, em meio ao grande público das praças do São João, para acompanhar os shows mais de perto.

O local fica em frente ao palco da Cidade do Forró, na Praça da Bandeira, com acesso facilitado, circundado por disciplinadores e totalmente protegido por agentes da empresa privada de segurança que atua no suporte ao São João de Jequié.

”Temos feito diversas ações voltadas ao cuidado para com as pessoas com deficiência, em Jequié. Reativamos o programa de aquisição de próteses e órteses, temos feito a entrega de dezenas de cadeiras de rodas e, recentemente, fizemos a entrega de cadeiras de roda esportivas, para dar mais qualidade de vida para esse público. A criação deste espaço inclusivo, dentro do São João de Jequié, que é, ainda, um local simples, representa o nosso cuidado para com as pessoas com deficiência e que gostam da festa e que gostariam de poder estar mais próximos dos artistas, mais perto do palco. Esperamos poder ajudar a melhorar, dentro do que for possível, a acessibilidade nos eventos públicos que estamos executando.”, afirmou o prefeito de Jequié, Zé Cocá.

Prefeito de Maracás recepciona Euclides Fernandes e Antonio Brito durante festa de São João

/ Política

Antonio Brito, Soya, Euclides e o vice Samuel. Foto: Divulgação

O prefeito de Maracás recepcionou, no palco oficial dos festejos juninos da cidade, na noite de sexta-feira (24) os deputados Euclides Fernandes [estadual] e Antonio Brito [federal]. Os parlamentares foram prestigiar a festa de São João, tendo presenciado o show do forrozeiro Chambinho do Acordeon, principal atração da noite.

O São João Quente na Terra do Frio segue até domingo (26), com shows musicais na Praça Rui Barbosa de vários artistas. ”Após dois anos sem a realização dos festejos, voltamos a fazer nossas visitas as cidades da região e celebrar o São João”, disse o deputado Euclides.

”Vou voltar como governador a partir de 2023”, diz Jerônimo em festa junina de Gandu

/ Política

Prefeito Léo de Neco recebe Jerônimo. Foto: assessoria

Dando continuidade à maratona junina, o pré-candidato ao governo do estado Jerônimo Rodrigues (PT) foi ao município de Gandu, nesta sexta-feira (24). No evento, ele disse que ”faz questão de voltar como governador a partir de 2023”.

”O São João da Bahia é o maior e melhor do Brasil, não dá para ficar apenas em um ou dois municípios, então a maratona continua até terça-feira (28), com pelo menos 15 cidades no roteiro. A festa em Gandu foi muito animada e vou fazer questão de voltar como governador a partir de 2023”, disse Jerônimo, que foi recebido pelo prefeito Léo de Neco.

Gandu é a 4º cidade, em três dias, a receber a visita do indicado de Rui Costa para sucedê-lo com apoio de Lula. Jerônimo percorreu as ruas da cidade do Baixo Sul do estado no Arrastão do Sabiá, uma festa tradicional que volta a acontecer após dois anos de interrupção por conta da pandemia.

ACM Neto promete ”impulsionar geração de emprego e renda com calendário de eventos”

/ Política

Pré-candidato ao Governo. Foto: assessoria/ACM Neto

O pré-candidato a governador do estado pelo União Brasil, ACM Neto, participou de três festas de São João na quinta-feira (23), em Senhor do Bonfim e em Campo Formoso, e comentou sobre ”a alegria dos baianos em ter o calendário junino de volta” e sobre “a importância dele para movimentar a economia do interior do estado.”

”A gente tem que aproveitar a força da nossa cultura, das nossas festas. Esse é um patrimônio nosso, da Bahia e dos baianos. O Carnaval é um exemplo do que um grande evento pode representar para a movimentação da economia, para a geração de empregos. Mais do que isso, movimenta a economia durante o ano todo, porque não é apenas no momento da festa, gera também eventos antes e depois”, disse ACM Neto em entrevista coletiva em Campo Formoso.

Em Senhor do Bonfim, ele se encontrou com o prefeito Laércio Júnior (União Brasil), e em Campo Formoso, se reuniu com o prefeito Elmo Nascimento e o deputado federal Elmar Nascimento (União Brasil).

ACM Neto afirmou que, ”assim como ocorreu” na sua gestão em Salvador, ”quando a cidade ganhou uma rotina de eventos ao longo do ano”, a Bahia pode ter um ”calendário perene”, movimentando vários municípios.

”Carnaval e São João são dois grandes exemplos do que é possível fazer pela cultura da Bahia. No caso do São João, a gente vê a festa espalhada por todo o estado. Então, que isso sirva de motivação para que a gente tenha um ano inteiro de calendário de eventos do nosso estado não só vinculados ao carnaval, mas a toda essa expectativa de festas que o interior da Bahia pode ter”, disse o pré-candidato.

General Walter Braga Netto lidera apostas para vice de Bolsonaro, mas com menos folga

/ Política

O general Walter Braga Netto é cotado para vice. Foto: Reprodução

Se por um lado o presidente Jair Bolsonaro elegeu como seu ”plano A” o general Walter Braga Netto para a vice, por outro o Centrão tenta desde sempre convencer o mandatário de que o ideal é um político na vaga — de preferência, alguém com potencial para reduzir a rejeição do presidente em certos nichos do eleitorado, como as mulheres ou os nordestinos. A informação é da ”Veja”.

De acordo com a publicação, a mais nova aposta é a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina, que pretende concorrer ao Senado por Mato Grosso do Sul. Nos bastidores, coordenadores da campanha à reeleição, como Ciro Nogueira e Valdemar Costa Neto, preferem Tereza a Braga Netto, mas ninguém crava quem será o escolhido.

”Hoje, a cotação da ministra Tereza, que era próxima a zero, digamos que subiu para 30%”, disse um auxiliar do presidente envolvido na campanha eleitoral.

Saúde: Brasil registra primeiros casos de transmissão comunitária da varíola do macaco

/ Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro confirmou nesta quinta-feira (23) dois novos casos de varíola do macaco em pacientes que não têm histórico de viagens para fora do país. Segundo o R7, o caso significa que o Brasil passou a ter a transmissão de forma comunitária da doença, que não é possível rastrear qual a origem da infecção.

”Como eles não têm contato com ninguém que foi viajar também, isso é importante. Quando a origem da doença é desconhecida significa transmissão comunitária. Como são só dois casos, é claro que pode aparecer esse contato que foi viajar ou não. Mas, independentemente disso, já se assume, sim, que é uma transmissão comunitária”, afirma a virologista Camila Malta, pesquisadora do Laboratório de Investigação Médica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e do Instituto de Medicina Tropical. *Bahia Notícias

Desemprego no Brasil chega a 9,4% em abril, diz Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

/ Brasil

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 9,4% em abril deste ano, o menor patamar desde outubro de 2015, de acordo com estudo divulgado nesta sexta-feira (24) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Na comparação com o mesmo mês de 2021, a taxa registrou queda de 4,9 pontos percentuais. Ao todo, o país tinha 11 milhões de desempregados em abril.

Segundo o Ipea, na outra ponta, a população ocupada em abril chegou a 97,8 milhões de trabalhadores, o maior patamar desde 2012. Em relação ao mesmo período do ano passado, a população ocupada aumentou 10,8% e, na comparação com março último, houve alta de 2,1%. De acordo com o Ipea, a análise dos dados mostra que a expansão da ocupação tem ocorrido de forma generalizada, envolvendo todas as regiões, todos os segmentos etários e educacionais e atingindo todos os setores da economia.

O Ipea ressalta a recuperação nos setores que tiveram quedas mais intensas no auge da pandemia, devido às medidas de afastamento social. No primeiro trimestre deste ano, 6 dos 13 setores pesquisados apresentaram crescimento da ocupação superior a 10%, com destaque para os segmentos de alojamento e alimentação, com aumento de 32,5% na taxa de ocupação; serviços pessoais, com alta de 19,5%; e serviços domésticos, com crescimento de 19,4%.

Os dados mostram, no entanto, que ainda há uma série de desafios a serem superados no mercado de trabalho brasileiro. Mesmo diante de uma recuperação mais forte do emprego formal, a maior parte das novas vagas está sendo gerada nos segmentos informais da economia. No último trimestre móvel, encerrado em abril de 2022, enquanto o montante de trabalhadores com carteira assinada avançou 11,6%, na comparação com 2021, o contingente de ocupados sem carteira cresceu 20,8%.

Desalento em queda

O país ainda tem aproximadamente 4,2 milhões de pessoas desalentadas. O desalento refere-se àquelas pessoas que gostariam de trabalhar, mas não procuram emprego por achar que não vão encontrar. O contingente registrado em abril é, no entanto, o menor já apontado desde setembro de 2017. A proporção de desalentados em relação à população fora da força de trabalho recuou de 5,1% para 3,7%, entre abril de 2021 e abril de 2022.

Já os trabalhadores que se declararam subocupados em abril eram 6,4 milhões, ou seja, 6,5% do total da ocupação. Os trabalhadores subocupados são aqueles que trabalham menos do que 40 horas semanais tendo disponibilidade e desejando trabalhar mais. Esses dados representam queda de 1,7 ponto percentual em relação ao mesmo mês de 2021.

O Ipea calculou as taxas com base na série trimestral da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para serem comparados, os dados foram dessazonalizados. Da Agência Brasil

São João de Paripe leva diversão para as famílias e renda extra para os trabalhadores

/ Bahia

São João na capital. Paripe – Pablo – Fotos: Antonio Queirós/GOVBA

Mais de três mil pessoas se divertiram nesta sexta-feira (24), segunda noite do São João de Paripe, na Praça João Martins. O arrocha do cantor Pablo levantou o público com seus maiores sucessos, como BiluBilu, Porque Homem Não Chora e Chora Não Bebê.

Os Barões da Pisadinha levaram o novo ritmo ao Subúrbio Ferroviário de Salvador. Dinho Santos, natural de Paripe, revisitou seu bairro de origem, com um repertório repleto de forró e de música sertaneja. Contando, ainda, com o goiano Pedro Libe, a festa organizada pelo Governo do Estado, através da Bahiatursa, foi uma oportunidade, também, para aquecer a economia do bairro, com bares e restaurantes lotados, além dos vendedores ambulantes.

As amigas Leila Araújo, 34 anos, e Suellen de Andrade, 32, aproveitaram a oportunidade para mostrar o São João para os filhos pequenos. ”Eu moro aqui em Salvador mesmo, em Brotas, e vim porque a Suellen é minha amiga de infância, desde os dez anos, e mora aqui. Nós viemos por ser um local calmo, a gente pode trazer as crianças”. Suellen afirma que todos os anos participa da festa. ”Lá de casa, da varanda, dá para ver os shows. E hoje nós viemos mais cedo para as crianças poderem brincar, soltar os fogos”.

Atraso não afasta público da praça e show de Maiara e Maraísa atrai multidão no São João de Jequié

/ Jequié

Irmãs sertanejas emocionaram o público no São João. Foto: BMFrahm

Uma das atrações mais esperadas do São João de Jequié, a dupla Maiara e Maraísa atrasou por mais de duas horas o show, que estaria agendado para a meia-noite e quando as irmãs subiram ao palco era por volta das 02h27, fazendo a segunda a apresentação delas, depois de um show na cidade de Ibicuí, no Sudoeste baiano.

Entretanto, o atraso não foi motivo para que os fãs da dupla deixassem a Praça da Bandeira, que permaneceu lotada para a última apresentação da segunda noite de festa. O público, oriundo de Jequié e de vários municípios da região foi ao delírio e cantou em coro os principais sucessos das sertanejas, que fazem turnê na Bahia.

Antes do show, no camarim, elas receberam fãs, o prefeito Zé Cocá e profissionais da imprensa. Questionadas pelo Blog do Marcos Farhm sobre o gênero musical sertanejo, que domina o mercado e se estaria também dominando os festejos juninos, Maiara respondeu afirmando que há espaço para todo: ”Eu acho que tem espaço para todo mundo. A gente está no terceiro dia na Bahia. A gente fez barreira, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Ibicuí, agora estamos em Jequié e a Baia tem esse poder de unir todos os ritmos”.

Dupla concedeu entrevista ao repórter Marcos Frahm antes do show

Além de Maiara e Maraísa, teriam subido ao palco na sexta-feira (24) Cacau com Leite, Chambinho do Acordeon e Casa Duzoto. A festa continua até domingo e, neste sábado (25), se apresentam: Tarcísio do Acordeon, Edu e Maraial,Jonas Esticado, Mastruz com Leite e Marly Brasil.

Jequié: Delegado destaca importância do Sistema de Reconhecimento Facial no São João

/ Jequié

Delegado de polícia, Moabe Macedo. Foto: Blog Marcos Frahm

Representando a Delegacia Territorial de Jequié no São João, com posto fixo na Praça da Bandeira, o delegado de polícia Moabe Macedo destacou a importância do Sistema de Reconhecimento Facial instalado pela Secretaria de Segurança Pública no circuito da festa.

O delegado, inclusive, comentou a prisão de um homem de 31 anos, que ocorreu na madrugada desta sexta-feira (24), quando o foragido da Justiça circulava pela área dos festejos, sendo flagrado por câmeras e detido pela Polícia Militar, que o encaminhou a Polícia Civil. ”A partir do momento em que é percebida a presença de um foragido, com um mandado de prisão, a patrulha da Polícia Militar é acionada e encaminha a Polícia Civil, como procedeu o primeiro caso, com o reconhecimento de um foragido que teria praticado homicídio na cidade de Jequié. Importante frisar para a população que o reconhecimento facial não trabalha por si só. Há uma necessidade de uma investigação preliminar, onde a Polícia Civil consegue identificar o suposto autor, a autoridade policial faz a representação, com pedido de prisão preventiva ou temporária, lança no sistema e a partir disso há possibilidade do reconhecimento”, disse o delegado em entrevista ao Blog Marcos Frahm na segunda noite de festa junina na Cidade Sol.