Após vaias em Salvador, ministro diz que foi convencido por ACM a participar de evento

/ Política

ACM teria convidado ministro para evento. Foto: Vagner Souza

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles admitiu que foi ”convencido” por ACM Neto a realizar a Semana do Clima em Salvador. Ele havia cancelado o evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), mas teve resistência da prefeitura e o governo federal recuou, decidindo apoiar o evento. Ao ser anunciado, Salles foi vaiado diversas vezes. Em meio aos protestos, ele discursou afirmando que os ”protestos têm eco no Governo”.

”Fomos convencidos pelo prefeito a fazermos o evento o que permite que os senhores, as senhoras estejam aqui manifestando as suas posições, seus pontos de vista. Estou vendo aqui os cartazes e as manifestações de cada um, tem sim eco nas iniciativas que nós temos considerados. Importante dizer que muitas questões que estão em Brasília de proteção ao Meio Ambiente são questões em evolução, apresentação de lei”, disse, na manhã desta quarta-feira (21).

O prefeito de Salvador, ACM Neto, também comentou o caso. ”Temos condições de colocar nas atitudes do dia a dia o nosso coração, esse é o jeito de ser do povo baiano, essa é a forma de viver dos soteropolitanos. Por isso eu proponho que, acima das questões políticas e ideológicas, todos estejamos unidos na luta pela preservação do nosso meio ambiente e na construção do futuro do planeta que hoje viram seus olhos para a primeira capital do Brasil”, afirmou.

A Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima acontece no Salvador Hall (Paralela) até esta sexta-feira (23).

 

Os comentários estão fechados.