Após despacho de Moro, desembargador reitera pedido de liberdade para Lula ”de imediato”

/ Justiça

Lula permanece preso em Curitiba. Foto: Ricardo Stuckert

Regério Favretto, o desembargador de plantão do Tribunal Regional da 4° Região (TRF4) que ordenou a soltura de Luiz Inácio Lula da Silva, reiterou o pedido de liberdade “de imediato” em um novo despacho. A nova ordem vem após um despacho do juiz Sérgio Moro pedir que as autoridades policiais mantenham Lula preso na sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba até que o relator natural do caso, o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, esclareça a questão. Para Moro, Favretto é um juiz sem competência para o caso.

Os comentários estão fechados.