Agricultura: Tomate sofre queda no preço e preocupa produtores em Jaguaquara

/ Agricultura

Demanda de tomate é grande. Foto: Blog Marcos Frahm
Demanda de tomate é grande na Ceasa. Foto: Blog Marcos Frahm

Os produtores de tomate em Jaguaquara não enfrentam boa fase. Eles estão preocupados com a queda no preço do produto. A produtividade das lavouras é considerada ótima, mas o excesso de oferta no Mercado Produtor Ceasa segue derrubando os preços. Muitos produtores investiram pesado no cultivo do tomate, que é o produto carro chefe na comercialização de hortifrutigranjeiro em Jaguaquara, município que responde por grande parte da produção e todo o Estado. Mas, apesar de a colheita apresentar bons resultados, o preço caiu. A caixa, que já chegou a ser comercializada em torno de R$ 80,00 na Ceasa, hoje não tem comprador a R$ 40,00. Nesta semana, o preço do tomate de primeira chegou a R$ 15,00. A cada feira realizada na Ceasa, novas lamentações dos comerciantes e, aumento, só mesmo do volume de perda do tomate. Tem sido grande o número de tomates jogados fora. A maioria dos frutos produzidos em Jaguaquara vai para Salvador e até para outros estados, mas o curioso é que, atualmente, parte dos frutos comercializados na Ceasa chega de outras regiões, como da Chapada Diamantina.

Os comentários estão fechados.