Afastado do trabalho servidor do TRE suspeito de crime

/ NOTÍCIAS

O servidor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) filmado negociando a liberação de contas eleitorais, conforme denúncia divulgada na quinta-feira (24), foi afastado do trabalho por dois meses e dispensado da função de chefe da seção de contas partidárias. Nesta sexta-feira (25), a presidência do Tribunal Eleitoral informou também que abriu processo administrativo para apurar o caso. A denúncia foi feita pelo Partido Social Democrático (PSD) ao Ministério Público Federal (MPF) na Bahia. A negociação seria para liberar as contas das eleições de 2012. Segundo o deputado estadual Angelo Coronel, tesoureiro do partido, ele foi procurado por um funcionário do TRE, que teria pedido R$ 30 mil para facilitar a aprovação de contas da legenda. G1

Os comentários estão fechados.