Acusado de enriquecimento ilícito, prefeito da cidade de Madre de Deus é afastado do cargo

/ Justiça

Jeferson Andrade (DEM) é afastado pela Justiça. Foto: Candeias Mix

O prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade (DEM), foi afastado do cargo na noite desta quarta-feira (11). Envolvido em polêmicas, o democrata foi alvo de um pedido de afastamento por parte do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), acusado de ”enriquecimento ilícito” ocorrido entre 2010 e 2012. Ele também foi alvo de um processo de afastamento na Câmara Municipal. A decisão é do juiz Glauco Dainese de Campos, atendendo ao pedido do MP. ”Ante o exposto, defiro as liminares vindicadas e determino o afastamento cautelar imediato do Prefeito Municipal de Madre de Deus, Sr. Jeferson Andrade Batista, do vereador Anselmo Duarte Ambrozzi Da Silva e dos servidores Adailton Cosme dos Santos, Tânia Maria Pitangueiras de Jesus, Jibson Coutinho de Jesus, sem prejuízo da remuneração, com fundamento no parágrafo único do art. 20 da Lei n. 8429/1992”, escreveu o magistrado na sentença.

Deixar uma Resposta