Acusada por injúria racial e racismo, mulher é presa após discussão no trânsito em Vitória da Conquista

/ Polícia

Jovem foi xingado de
Jovem foi xingado de preto e moleque. Foto: Blog do Anderson

Em pleno século XXI ainda existem casos de crime de injúria racial e o de racismo. Esse tipo de fato acontece com frequência, mas nesta segunda-feira (9) uma vítima levou assunto ao público. O jovem Tainã Carvalho disse ao Blog do Anderson que após uma discussão no trânsito uma senhora acabou lhe fazendo ataques. “Só podia ser preto mesmo esses moleques ousados”, revelou Carvalho o jovem.

Mulher após ato racista pagou fiança
Mulher após praticar ato racista pagou fiança e foi liberada

A mulher identificada como Vera Lúcia foi detida em flagrante, levada ao Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP) pela Polícia Militar, sendo liberada após o pagamento de fiança de R$ 1,5 mil. A pena para esse tipo de delito é de um a três anos de prisão. De acordo com a 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior, as investigações foram concluídas e encaminhadas e o inquérito será encaminhado ao Ministério Público. A Ordem dos Advogados do Brasil acompanha o caso que foi testemunhado por diversas pessoas. “Todo preconceito é abominável, é insuportável e o preconceito racial mais ainda. É algo de absurdo que não pode ser tolerado de maneira alguma pela sociedade”, disparou o jornalista Judson Almeida, apresentador do programa Bahia Meio Dia, da TV Sudoeste ao comentar o assunto.

Os comentários estão fechados.