Jaguaquara: Operação policial termina com um suspeito morto na Comunidade Quilombolas

/ Jaguaquara

Polícia encaminhou suspeito ao hospital. Fotos: Blog Marcos Frahm

Perseguição, tiroteio e morte marcaram a tarde deste sábado (24), na Comunidade Quilombolas, no bairro Casca, em Jaguaquara. Um homem de 38 anos morreu, por volta das 17h, em confronto com equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado e da 3ª Cia da Polícia Militar. Uma operação de combate ao tráfico de drogas foi desencadeada pelas polícias e, na referida localidade, Evanildo Barbosa dos Santos foi alvejado na ação e socorrido por policiais numa viatura ao Hospital Municipal, mas deu entrada na unidade hospitalar sem sinais vitais, segundo informações do HMJ.

Guarnição da Cipe segue em operação policial em Jaguaquara

A polícia informou ao Blog Marcos Frahm que a operação ainda está em curso e que posteriormente divulgará uma nota informando o ocorrido. Disse ainda que Evanildo, apelidado de Peba, possuía envolvimento na comercialização de entorpecentes e que seu comparsa conseguiu fugir por um matagal. Moradores da Comunidade Quilombolas disseram ter ouvido estampidos de disparos de arma de fogo durante a ação. O suspeito era morador na Rua Sinésio Gomes de Oliveira, no bairro Nova Jaguaquara. O cadáver será encaminhado ao Instituto Medico Legal de Jequié.

Irmão do doente mental que morreu em ação da polícia foi morto em fevereiro em confronto

/ Jaguaquara

Ação policial repercute na cidade. Foto: Blog Marcos Frahm

O drama de uma mãe, a dona de casa Tereza Barbosa dos Santos, que perdeu dois filhos em dez meses.  O irmão do doente mental, Ednildo Gonzaga dos Santos, 36, que morreu após ação policial nesta quarta-feira (14) também havia sido morto em ação da polícia, cujo fato ocorreu em (24), [relembre] na Comunidade Quilombolas, Evanildo Barbosa dos Santos, o Peba, foi alvejado e socorrido ao Hospital Municipal de Jaguaquara – HMJ, mas não resistiu. Na ocasião, a polícia teria informado que Evanildo entrou em confronto com policiais militares e da Cipe Central durante operação de combate ao tráfico de drogas e que o mesmo era envolvido com a comercialização de entorpecentes. Ontem, Ednildo morreu, também no HMJ, depois de baleado por PMs que acompanhavam uma equipe do CPAS, que foi acionada por Dona Tereza para tentar controlar e medicar o filho, que sofreu surto psicótico e, de posse de um facão, ameaçava familiares, vizinhos e chegou a ferir um policial, conforme nota da PM/3ª Cia.

Jaguaquara: Em ação contra o tráfico, Polícia Militar apreende maconha na Comunidade Quilombolas

/ Jaguaquara

Tripa é detido com droga na Comunidade Quilombolas. Foto: PM

Um jovem de 24 anos foi preso nesta quarta-feira (25), na Comunidade Quilombolas, no bairro Casca em Jaguaquara sob suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas na localidade. De acordo com nota da Polícia Militar enviada à imprensa, Leonardo Santos dos Anjos, vulgo Tripa, estava na companhia de outro suspeito, que não teve o nome divulgado e os militares teriam chegado ao local através de denúncia anônima de que nos arredores da comunidade estava ocorrendo uma intensa movimentação em razão da comercialização de drogas. Ainda conforme a polícia, Tripa e o segundo suspeito tentaram evadir com a chegada da guarnição, mas foram alcançados e com os mesmos foi encontrada uma grande quantidade de substância análoga a maconha. Os suspeitos e o entorpecente, além da quantia em dinheiro de R$ 109, 50 e um aparelho celular foram apresentados na Delegacia Territorial de Jaguaquara. No dia (24) de fevereiro último, um homem de 38 anos, que era suspeito de liderar o tráfico na Comunidade Quilombolas morreu durante ação policial [relembre aqui] da PM e Cipe Central.