Bahia goleia o Doce Mel/Jequié por 4 a 0 e conquista o Campeonato Baiano Feminino 2022

/ Esporte

As Mulheres de Aço conquistaram o troféu. Foto: Bahia/Divulgação

O Bahia é tricampeão baiano feminino. Na tarde deste sábado (5), as Mulheres de Aço foram superiores em campo e bateram o Doce Mel por 4 a 0 em um estádio de Pituaçu coberto pela chuva. Miúda (duas vezes) e Gabi Itacaré (duas vezes) fizeram os gols tricolores.

Igor Morena escalou a seguinte equipe: Camila; Mila Santos (Ariely), Thayná, Débora e Dymenor; Lane, Jumaria (Fabi Ramos) e Taiana; Ellen (Juliana Pereira), Miúda (Juliana Ramos) e Gabi Itacaré (Nayra).

As Mulheres de Aço encerram um 2022 de maneira impecável, conquistando a competição de forma invicta após ter conseguido o acesso à Série A-1 do Campeonato Brasileiro.

Confira a campanha do Bahia no Baianão Feminino:

PRIMEIRA FASE

Bahia 6×0 Jacuipense

Astro 2×5 Bahia

Bahia 2×0 Juventude

Doce Mel 1×1 Bahia

Bahia 12×0 Leônico

Vitória 1×2 Bahia

Bahia 8×0 Lusaca

SEMIFINAL

Bahia 5×2 Vitória

FINAL

Doce Mel 0x0 Bahia

Bahia 4×0 Doce Mel

Com linha do neo – PT, Rui Costa seria favorito para Ministério da Fazenda, diz professor da FGV à Folha

/ Política

Rui é cotado para assumir Ministério de Lula. Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT) seria um dos favoritos para assumir o ministério da Economia no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A possiblidade foi confirmada por Lucas de Aragão, mestra em ciência política, professor de risco político da FGV e sócio da consultoria de análise política Arko Advice, durante entrevista à Folha de São Paulo.

O cientista apontou que Rui seria um nome político que representa uma linha do ”neo-PT” deve ser o escolhido. Outros nomes cotados seriam de Camilo Santana e o ex-ministro Alexandre Padilha. Henrique Meirelles, no entanto, para ele tem chance de 30%.

O especialista dá ainda 10% de probabilidade para um nome político mais ligado ao “PT raiz”, como Aloizio Mercadante, Guido Mantega ou Nelson Barbosa.

 

Fã de Marília Mendonça, baiana é considerada revelação do arrocha; conheça Beatriz Andrade

/ Entretenimento

Beatriz Andrade é fã de Marília Mendonça

Com o advento do TikTok e sua popularização em meio à pandemia da Covid-19, diversos artistas, que não podiam investir na carreira profissional, conseguiram através da plataforma alcançar milhões de pessoas e mudar de vida. Esse é o caso de Beatriz Andrade, uma jovem de 17 anos de idade, natural de Barro Alto, a 505 Km de Salvador.

Em novembro de 2021, um vídeo da baiana viralizou na rede social e lhe rendeu milhares de seguidores. Nele, Beatriz aparece emocionada cantando a música “Estrelinha”, da dupla Di Paullo & Paulino com participação especial de Marília Mendonça. Naquela mesma semana, a “Rainha da Sofrência” e mais quatro pessoas morreram após a queda de um avião (relembre aqui).

”Eu sempre digo que eu canto desde que eu me entendo por gente. Eu comecei a ser chamada para cantar nas igrejas e a galera começou a elogiar muito a minha voz. Meu amigo resolveu gravar um vídeo meu cantando, foi então que o primeiro vídeo viralizou. Nesse vídeo, eu estou chorando com a morte de Marília (Mendonça), e cantando uma música dela. Eu sou muito fã dela, ela foi e vai continuar sendo uma inspiração pra mim. Esse vídeo bateu uns 4 milhões de visualizações e depois foi crescendo”, relembra Beatriz, que hoje acumula mais de 565 mil seguidores no TikTok.

A pedido dos internautas, a cantora começou a publicar mais vídeos cantando na rede social. Com isso, sua voz grave e potente chamou a atenção também de empresários da música. Poucos tempo depois, ela veio morar na capital baiana, onde começou a investir na carreira profissional e gravou o seu primeiro álbum “Tente não sofrer”, que já tem mais de 50 mil reproduções.

“Eu vim para cá com o meu músico, que sempre foi meu amigo de infância. A gente veio tentar a vida aqui e meus pais ficaram lá (em Barro Alto)”. Ao lado de Erick Matheus, seu parceiro de palco e responsável por publicar seu primeiro vídeo na internet, Beatriz tem uma rotina intensa de gravações, ao contrário do que vivia na cidade de pouco mais de 14 mil habitantes.

”Minha rotina lá em Barro Alto era acordar cedo, trabalhar e ir para a escola à tarde. À noite, eu ia para a academia e fazia meus vídeos para a internet. Agora (em Salvador) está sendo muito diferente. Graças a Deus eu não estou tendo muito tempo para lazer. Estou indo muito para entrevistas, TV, me preocupando bastante com o meu CD novo. Então minha rotina mudou bastante”, afirma a adolescente.

Em entrevista para o Bahia Notícias, Beatriz revelou que o novo projeto musical vai contar com a participação do cantor Escandurras. ”Se Deus quiser vai ser lançado ainda este ano, porque já entramos no estúdio para gravar. Eu acho que vai ser no final do ano, porque eu quero fazer uma coisa com mais calma e quero que fique um negócio legal”.

Como dito anteriormente, a jovem cantora é dona de uma voz potente que já foi, inclusive, comparada com a de Marília Mendonça. ”Eu fico muito grata com isso. Só que eu acho que não chego nem aos pés dela. Mas minha voz é muito grave, a dela também, e por isso a galera acha bem parecida”, reage a cantora.

O talento da jovem já foi reconhecido por diversos artistas da indústria. Kevi Jonny, Tarcísio Acordeon, Tayrone e João Gomes são alguns nomes. ”É gratificante demais. Às vezes eu fico até sem entender, porque eles me ajudam demais. João Gomes me chamou para ir na casa dele em Petrolina (PE) para me dar conselhos. Eu admiro ele há muito tempo, conheço desde a época que ele fazia os vídeos no TikTok, depois eu vi o crescimento dele”, diz.

Apesar da pouca idade e diversas possibilidades, ela já sabe o que quer e não pretende seguir outro gênero musical. ”Eu quero inovar e levar ele para o Brasil inteiro. Melhorar, juntar com a galera e fazer o arrocha crescer mais. De certa forma o arrocha ainda é discriminado por ser da Bahia”, lamenta.

Longe da terra natal, Beatriz se divide entre as obrigações profissionais na capital baiana, e os estudos em Barro Alto. ”Eu estudo no meu interior. Os meus empresários conversaram com a coordenadora e a diretora da escola para elas entenderem o meu lado. Eu vou apenas para fazer minhas provas e as atividades que faço online”, explica.

Além da carreira de cantora, Beatriz Andrade também é blogueira. No Instagram, ela possui mais de 147 mil seguidores e um pouco mais de meio milhão de fãs no TikTok. Com isso, a jovem já provou um pouco a sensação de ser famosa.

Quando chega em Barro Alto para realizar suas obrigações estudantis, a adolescente é assediada pelos seus admiradores. ”Eu sempre acho bem estranho para falar a verdade, porque a galera assedia muito. Tipo, eu estou na sala fazendo a minha prova de boa e vem um monte de gente tirando foto minha do nada. Eu estranho ainda porque é tudo muito novo pra mim. É uma cidade muito pequena, todo mundo se conhece”, diz aos risos.

A adolescente também usa o período em que está no interior para matar a saudade da família. Filha de agricultores, dona Ivanice e Sr. Edilson não cogitam a possibilidade de deixar a pequena cidade: ”Minha família não sai do meu interior por nada nessa vida, eu não sei se consigo trazer eles. Mas sempre que der eu vou para lá, vou continuar fazendo minhas provas, indo ver eles”.

O aperto no peito causado pela saudade é aquecido pela esperança de um futuro melhor. ”Eu quero ganhar o mundo e dar o melhor para eles. Mudar a realidade de todo mundo que eu amo”, garante a artista de 17 anos de idade.

No São João deste ano, Beatriz realizou diversos shows na Bahia. Em Lauro de Freitas, por exemplo, a jovem cantou para mais de 30 mil pessoas, e lotou todas as apresentações na região onde morava. ”Foi incrível. Sai do anonimato para uma pessoas super conhecida na minha cidade”, comemora. Leia mais no Bahia Notícias