Carro e caminhão se envolvem em acidente na BR-116; veículos bateram de frente, diz PRF

/ Trânsito

Carro ficou destruído após colisão frontal. Foto: Rede social

Um carro e um caminhão se envolveram em um acidente na BR-116, no interior da Bahia, na tarde desta segunda-feira (17). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda não há informações sobre feridos, nem sobre o trecho exato onde a batida aconteceu.

Pessoas que passavam pelo local registraram imagens do acidente, onde é possível ver que os veículos bateram de frente. Por causa do impacto, o carro ficou completamente destruído e o caminhão teve o para-brisa quebrado.

O acidente foi atendido por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Pernambuco. Ainda não há informações sobre a causa do acidente, nem sobre quantas pessoas estavam nos dois veículos. As informações são do G1

Psirico pede desculpas por confusão generalizada no Samba da Feira: ”Cena injustificável”

/ Entretenimento

A Banda Psirico emitiu um comunicado, na noite desta segunda-feira (17), pedindo desculpas pela confusão generalizada que ocorreu na noite deste domingo (16) no evento Samba da Feira, em Salvador. Nas imagens que circula em todo o país, a equipe do cantor Márcio Victor e integrantes do grupo Samba Trator aparecem trocando socos em cima do palco que aconteceria o tradicional evento (veja vídeo aqui).

Na publicação, a Banda Psirico ressaltou que os vocalistas dos dois grupos musicais não tiveram participação na confusão. ”A banda já havia finalizado a apresentação e se retirado do palco, inclusive com os dois vocalistas dos grupos – que são amigos e criados no mesmo bairro – já confraternizando no backstage. De repente, ambos se surpreenderam com uma cena injustificável, no qual parte das equipes técnicas se envolveram numa situação lamentável”, inicia documento.

”Somos contra qualquer tipo de violência e repudiamos qualquer ato que venha a ferir as pessoas e relações. Já houve uma conversa entre as partes e tudo está sendo esclarecido, em busca de entendimento, paz e priorizando o respeito à música e ao público (…). Pedimos desculpas a todos que presenciaram e foram afetados com o ocorrido, já que a banda Psirico em todos esses anos de carreira jamais se envolveu em episódios desse tipo, sempre agindo com profissionalismo e muito respeito pelos nossos colegas de trabalho, contratantes, imprensa e o público em geral”, completa comunicado.Com informações do site Bahia Notícias

Confira a nota na íntegra:

A Banda Psirico lamenta profundamente o ocorrido na noite deste domingo (16), durante um evento em Salvador (BA). A banda já havia finalizado a apresentação e se retirado do palco, inclusive com os dois vocalistas dos grupos – que são amigos e criados no mesmo bairro – já confraternizando no backstage. De repente, ambos se surpreenderam com uma cena injustificável, no qual parte das equipes técnicas se envolveram numa situação lamentável.

Somos contra qualquer tipo de violência e repudiamos qualquer ato que venha a ferir as pessoas e relações. Já houve uma conversa entre as partes e tudo está sendo esclarecido, em busca de entendimento, paz e priorizando o respeito à música e ao público.

Vale ressaltar que Juraci, vocalista da banda Samba Trator é um amigo pessoal e um querido que já participou de aniversários, shows e carnavais com o Psi, e assim continuará sendo.
Pedimos desculpas a todos que presenciaram e foram afetados com o ocorrido, já que a banda Psirico em todos esses anos de carreira jamais se envolveu em episódios desse tipo, sempre agindo com profissionalismo e muito respeito pelos nossos colegas de trabalho, contratantes, imprensa e o público em geral.

Caixa Econômica Federal e Sebrae lançam linha de crédito de R$ 1 bilhão para mulheres MEIs

/ Economia

A Caixa Econômica Federal firmou uma parceria com o Sebrae nesta segunda-feira (17) voltada ao empreendedorismo feminino. Na ação divulgada nesta segunda, o banco informou que vai disponibilizar R$ 1 bilhão em linha de crédito para mulheres empreendedoras que estão em fase inicial no empreendedorismo, sem formalização.

O ticket médio de cada linha será de R$ 1.000, de acordo com a Caixa. Para receber o recurso, a mulher terá de se formalizar como microempreendedora individual (MEI), realizar um curso e então receber a linha de crédito. O recurso será disponibilizado às mulheres até o dia 19 de novembro.

Além das linhas de crédito, Caixa e Sebrae vão promover ações de atendimento ao empreendedorismo feminino em todo o país, com cursos de capacitação e orientações para o desenvolvimento de negócios.

 

Mais um prefeito do Progressistas troca Neto por Jerônimo no 2⁰ turno; Willian é de Dário Meira

/ Política

Willian muda de lado. Foto: Assessoria de imprensa/Jerônimo Rodrigues

O prefeito de Dário Meira, Willian de Alemão (Progressistas), anunciou, nesta segunda-feira (17), apoio ao candidato a governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), neste segundo turno da eleição estadual. Na primeira etapa, o pepista apoiou o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil).

Conforme o gestor dariomeirense, a decisão foi unânime e comum acordo. ”A decisão foi tomada em comum acordo com todo o grupo político. A gente quando se elege, se elege para governar para o povo. Dário Meira foi fortemente atingida pelas chuvas e o apoio do governador Rui Costa foi muito importante. Temos a certeza que Jerônimo irá dar continuidade a esse trabalho brilhante realizado por toda a Bahia e em Dário Meira”, afirmou.

Além do prefeito Willian de Alemão, Jerônimo conta com o apoio da vice-prefeita Marivane Dias, o presidente da Câmara, Selisvaldo da Silva, e todos os outros oito vereadores.

Pesquisa Ipec: Com 50%, Lula segue líder do 2º turno presidencial; Bolsonaro tem 43%

/ Política

Lula segue liderando o segundo turno da corrida. Foto: Rede social

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando o segundo turno da corrida presidencial, de acordo com o novo levantamento do Ipec, publicado na noite desta segunda-feira (17).

Lula, que tinha 51% das intenções de votos totais na pesquisa anterior, oscilou negativamente para 50% nesta semana. O atual presidente Jair Bolsonaro (PL), por outro lado, saiu de 42% para 43% da preferência.

As intenções de votos brancos e nulos somam 5%, enquanto 2% dos entrevistados ainda se disseram indecisos quanto ao quadro eleitoral para a presidência.

Considerando apenas os votos válidos, quando não se contabiliza brancos, nulos e indecisos, Lula aparece com 54%, contra 46% de Bolsonaro.

O Ipec entrevistou 3.008 eleitores presencialmente em 184 municípios brasileiros, entre os dias 15 e 17 de outubro. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BR-02707/2022. Com informações do site Bahia Notícias

Hospital Prado Valadares fica sem energia por 07 horas, mas mantém atendimentos com gerador

/ Saúde

Nova ala do HGPV deve ser entregue nos próximos dias. Foto: HGPV

O Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, unidade da rede estadual instalada em Jequié há mais de 70 anos, atendendo 26 municípios do Médio Rio de Contas e do Vale do Jiquiriçá enfrentou transtornos através de sua equipe nesta segunda-feira (17), em razão da interrupção do fornecimento de energia elétrica no prédio, gerada por uma manobra técnica na nova ala, que deverá ser entregue nos próximos dias.

De acordo com a assessoria do HGPV, a falta de energia foi registrada entre as 09 e 16h. Ainda segundo informou o Hospital, durante o período, os setores de urgência e emergência mantiveram o funcionamento normal através de um gerador e não teria provocado nenhum dano aos pacientes internados na unidade.

Secretários estaduais de Saúde consideram piso da enfermagem ”insuportável para as finanças”

/ Saúde

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) levou novo alerta ao STF (Supremo Tribunal Federal) para manifestar a preocupação de que o piso nacional da enfermagem venha a causar uma avalanche nos gastos públicos e afetar o SUS, com a demissão em massa de funcionários. Segundo a entidade, o impacto dos aumentos salariais é financeiramente insuportável pelos estados. Com base em dados de dezembro de 2021, o custo total projetado com os quase 800 mil funcionários da categoria nos estados e municípios é de R$ 54 bilhões.

O conselho afirma que a situação de caixa tem ficado ”sistematicamente mais agravada” com o impacto provocado pela alteração de tributações em ramos como energia elétrica e combustíveis, que reduz a arrecadação dos estados. O impacto pode chegar a R$ 30 bilhões por ano, para saúde e educação, diz o Conass. Os hospitais terão de escolher entre remunerar seus funcionários ou promover melhorias tecnológicas e de instalação para atender a população, ainda segundo o conselho.

O Conass diz que também enviou comunicado aos ministérios da Economia e da Saúde solicitando informações sobre o lastro orçamentário para o pagamento dos salários, mas não obteve resposta. O piso salarial da enfermagem foi aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente Bolsonaro em agosto. A regra foi suspensa no STF enquanto se discutem as fontes de custeio.

Pesquisa CNT/MDA: Lula lidera 2º turno da disputa presidencial com 48,1%; Bolsonaro tem 41,8%

/ Política

CNT/MDA diz que Lula lidera corrida. Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o líder do segundo turno da corrida presidencial de 2022. Segundo os números da nova pesquisa CNT/MDA, publicada na manhã desta segunda-feira (17), o petista tem 48,1% das intenções de voto, contra 41,8% do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Ainda de acordo com o levantamento CNT/MDA, intenções de votos brancos ou nulos somam 6%, enquanto 4,1% ainda se dizem indecisos frente à disputa presidencial entre Lula e Bolsonaro.

No cenário espontâneo, quando os entrevistadores não apresentam os nomes dos candidatos, Lula aparece com 46,4% da preferência dos brasileiros, contra 40,6% de Bolsonaro. Brancos e nulos são 6,3%; enquanto 6,7% não souberam ou não responderam.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO
Os pesquisadores também perguntaram como os eleitores avaliam o governo Bolsonaro. Consideram a gestão federal ruim ou péssima, 39,6% dos entrevistados; ótimo ou bom somaram 34,9% das avaliações; enquanto 24,5% definiu a administração bolsonarista como regular. Não soube ou não respondeu, 1% dos entrevistados.

Na avaliação pessoal de Bolsonaro, 54,7% dos entrevistados disseram desaprovar o presidente da República. Outros 41% opinaram pela aprovação do governante. Não souberam ou não responderam, 4,3% dos entrevistados.

O instituto MDA, contratado pela Confederação Nacional de Transporte (CNT), entrevistou 2.002 eleitores entre os dias 14 e 16 de outubro. A margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BR-05514/2022. Com informações do site Bahia Notícias

Instituto Veritá diz que Jair Bolsonaro tem 51,2% dos votos válidos contra 48,8% de Lula

/ Política

Jair Bolsonaro lidera em pesquisa do Varitá. Foto: Reprodução

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), lidera em intenções de voto para o segundo turno, de acordo com a pesquisa do Instituto Veritá divulgada no domingo (16). Segundo o levantamento, Bolsonaro tem 51,2% dos votos válidos contra 48,8% de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Já na pesquisa estimulada, Bolsonaro também está à frente. O atual presidente aparece com 48,7% dos votos, enquanto Lula tem 46,4%. Nesse cenário, 2,6% dos entrevistados disseram que vão votar em branco ou anular o voto. Já 2,3% não responderam.

A pesquisa ouviu 5.528 eleitores em 219 municípios brasileiros das 27 unidades da Federação, entre 11 e 15 de outubro. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o n.º BR-04850/2022. O levantamento foi feito por iniciativa do próprio instituto de pesquisas. Com informações do Bahia Notícias

Supremo Tribunal Federal decide início da contagem da licença maternidade: alta da mãe ou da criança?

/ Justiça

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar a ação que discute o início do prazo da licença-maternidade: se é a partir da alta hospitalar da criança ou da mãe. O julgamento acontece no plenário virtual e já tem dois votos: do ministro Edson Fachin e da ministra Cármen Lúcia.

Para os dois ministros, o prazo de licença de 120 dias começa a contar a partir da última alta, independente se é da mãe ou da criança. Os ministros terão que decidir se convertem a liminar referendada em 2020 em julgamento definitivo de mérito.

Em abril de 2020, o plenário do STF confirmou a liminar deferida pelo ministro Edson Fachin que a data da alta da mãe ou do recém-nascido é o marco inicial da licença-maternidade. A decisão se deu na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6.327 e se restringia aos casos mais graves, como internações que excederem o período de duas semanas.

Conforme o relator, não há previsão em lei de extensão da licença em razão da necessidade de internações mais longas, especialmente nos casos de crianças nascidas prematuramente (antes de 37 semanas de gestação), e a medida é uma forma de suprir essa omissão legislativa.

O ministro Fachin assinalou que a omissão resulta em proteção deficiente às mães e às crianças prematuras, que, embora demandem mais atenção ao terem alta, têm o tempo de permanência no hospital descontado do período da licença.

O ministro lembrou que, no período de internação, as famílias são atendidas por uma equipe multidisciplinar, e é na ida para casa que os bebês efetivamente demandam o cuidado e a atenção integral de seus pais, especialmente da mãe. Pontuou que não se trata de direito da mãe, mas sim do recém-nascido. O julgamento deve ser finalizado na sexta-feira (21). Com informações do site Bahia Notícias

eleições 2022: Lula chama Bolsonaro de ”pequeno ditadorzinho” durante debate na Band

/ Política

Lula e Bolsonaro durante debate na Band. Foto: Estadão

Nas considerações finais do primeiro debate presidencial deste segundo turno, neste domingo (16), Lula chamou Jair Bolsonaro de ”ditadorzinho”, pelo discurso adotado por ele e por seus aliados de, caso reeleito, interferir na composição do Supremo Tribunal Federal (STF).

”Quem defende a democracia e a liberdade sou eu, muito mais que ele que é um pequeno ditadorzinho, que quer ocupar a Suprema Corte e que quer colocar os dele na Suprema Corte”, afirmou o ex-presidente.

O petista ainda disse que cita constantemente a promessa de que “brasileiro terá picanha” na mesa como estratégia de campanha. ”Ele [Bolsonaro] fica doido, porque ele pensa que só ele pode. Nós podemos e queremos comer o churrasquinho”, ele concluiu.

Bolsonaro volta a questionar urnas e diz que equipamentos são ultrapassados e antigos

/ Política

Jair contesta confiabilidade do sistema de urna. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a questionar nesta segunda-feira (17) a confiabilidade do sistema de urnas eletrônicas, argumentando que os equipamentos são ultrapassados e antigos, ”geração do final dos anos 1990”.

Bolsonaro também repetiu que deixou a análise da lisura do primeiro turno das eleições presidenciais a cargo das Forças Armadas, que integram a comissão de transparência do Tribunal Superior Eleitoral. E acrescentou que ”todos são unânimes” ao afirmar que não existe sistema eletrônico impenetrável.

”Olha, diz a Polícia Federal que as urnas são inauditáveis. Não existe sistema eletrônico que seja perfeitamente blindado. Se nunca teve, vai chegar a hora. O que a gente sempre busca é dar mais uma camada de transparência. É isso que nós lutamos no passado”, afirmou o presidente.

”No momento, como as Forças Armadas foram convidadas a integrar uma comissão de transparência eleitoral, esse trabalho cabe às Forças Armadas. Eu não dou palpite. As Forças Armadas têm uma equipe enorme lá no comando de defesa cibernética, que trabalham nessa questão. E todos são unânimes em dizer que não existe sistema impenetrável, sistema inviolável”, completou.

A urna eletrônica foi lançada em 1996, mas, ao contrário do que afirmou o presidente, a tecnologia foi atualizada desde então. Nas eleições deste ano, há mais de 577 mil urnas em uso, das quais 39% são do modelo 2020. Além dessa versão, Justiça Eleitoral também usa os modelos de 2015, 2013, 2011, 2010 e 2009, o mais antigo deles, que corresponde a 13% do total de equipamentos em uso.

Todas as versões utilizam os mesmos programas, desenvolvidos pela Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE e aprimorados. As declarações foram dadas por Jair Bolsonaro durante entrevista para a Rádio Tupi, do Rio de Janeiro. O presidente não foi indagado duramente sobre temas polêmicos e teve liberdade para dar as suas respostas. Em determinado momento, foi questionado sobre a atuação do ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes. Ao contrário de outros momentos, quando chamou o ministro de ”patife” e ”moleque”, Bolsonaro evitou ataques mais ferozes.

No domingo (16), Moraes determinou a remoção, por parte da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de vídeos em que a fala do presidente de que ”pintou um clima” entre ele e adolescentes venezuelanas é associada à pedofilia.

”O que eu vejo no TSE: as medidas que o PT entra contra mim quase todas são aceitas. A recíproca não é verdadeira. O que eu critico na postura do Alexandre de Moraes? Ele reage e não aceita sugestões, não feitas por mim mas pela comissão de transparência eleitoral. Então esse retardo a gente fica sempre um pouco preocupado. Mas repito: essa questão está certa, da minha parte, às Forças Armadas, que foram convidadas a participar daquela tal comissão de transparência eleitoral”, afirmou o presidente na entrevista.

Na sequência, no entanto, Bolsonaro voltou por livre e espontânea vontade ao assunto das urnas eletrônicas. Aos entrevistadores do Rio de Janeiro, relembrou o caso Proconsult, uma tentativa de fraude para impedir a vitória nas eleições do governador Leonel Brizola, para acrescentar que as urnas eletrônicas estão ultrapassadas.

”Vocês lembram no passado o caso Proconsult, do Brizola, que tinha uma fraude em andamento e ninguém achava que aquilo poderia acontecer. E aconteceu. Agora estou ouvindo, tenho conversado com pessoas que entendem de informática. Ninguém fala ‘olha esse sistema aqui nunca será invadido”, afirmou.

”Você vê os bancos gastam uma fortuna por ano na defesa dos seus dados, em um trabalho para evitar que alguém entre na conta dos seus clientes e façam movimentações. É um gasto constante. O TSE está com uma urna bastante ultrapassada, antiga, geração do final dos anos 1990”, completou o presidente.

Bolsonaro segue atrás de Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno, segundo as pesquisas de intenção de voto. Levantamento do Datafolha, divulgado na sexta-feira (14), mostrou que o petista segue líder com 49% das intenções de voto totais, contra 44% do chefe do Executivo. No primeiro turno, em 2 de outubro, o petista teve 48,4% dos votos válidos e Bolsonaro, 43,2%.

*Renato Machado e Géssica Brandino/Folhapress

”Prévia” do Produto Interno Bruto cai 1,13% em agosto; no ano, alta é de 2,76%, diz BC

/ Economia

O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central), considerado uma prévia informal do PIB (Produto Interno Bruto), caiu 1,13% em agosto na comparação com julho. É a maior queda mensal do nível de atividade desde março de 2021, quando foi registrada uma retração de 1,59%.

Na comparação com agosto de 2021, o IBC-Br registrou avanço de 4,86%, Em 12 meses, o indicador subiu 2,08% e, no acumulado do ano (de janeiro a agosto), cresceu 2,76%.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (17) pelo BC (Banco Central) e representam uma queda maior do que a prevista por especialistas. A expectativa em pesquisa da Reuters era de um recuo de 0,5% em agosto.

Em julho, o IBC-Br surpreendeu após alta de 1,17%. Alguns economistas, porém, alertaram para o risco de desaceleração da atividade à frente.

ENTENDA O IBC-BR

O indicador do BC é visto pelo mercado como uma antecipação do resultado do PIB. Ele é divulgado mensalmente pelo Banco Central, enquanto o PIB é divulgado a cada três meses pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O IBC-Br serve de base para investidores e empresas adotarem medidas de curto prazo. Porém, não necessariamente reflete o resultado anual do PIB e, em algumas vezes, distancia-se bastante.

O indicador do BC leva em conta a trajetória das variáveis consideradas como bons indicadores para o desempenho dos setores da economia (agropecuária, indústria e serviços).

A estimativa incorpora a produção estimada para os três setores, acrescida dos impostos sobre produtos. O PIB calculado pelo IBGE é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país durante certo período.

*por UOL/Folhapress