Operação Criança Segura: polícia apreende brinquedos falsificados em depósito clandestino na capital

/ Polícia

Operação ocorreu em Salvador. Fotos: divulgação / Ascom-PC.

Equipes do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), em uma ação interagência com a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) deflagrou, nesta quarta-feira (5), no centro de Salvador, a Operação Criança Segura, que investiga a comercialização ilegal de brinquedos.

A operação aconteceu depois de denúncias sobre prática ilegal. Na ação foi apreendido o total de 2.859 brinquedos falsificados, dentro de um depósito clandestino. O delegado Thiago Almeida, destacou os danos que podem ser causados pela utilização dos produtos. “Os itens apreendidos não atendem as normas básicas de segurança e colocam em risco a saúde das crianças, além de configurarem crime contra a propriedade intelectual”, detalhou.

Todo o material e o respectivo proprietário foram apresentados na sede da Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon), para a adoção das medidas de polícia judiciária cabíveis e a respectiva autuação fiscal.

 

Carreta transportando 51 toneladas de arroz colide com trem na BR-030 em trecho de Brumado

/ Trânsito

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Foto: Achei Sudoeste

Uma carreta foi atingida por um trem em um trecho da BR-030 de Brumado, no Sertão Produtivo, Sudoeste baiano. Segundo o Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias, a carreta levava em torno de 51 toneladas de arroz, parte delas ficou espalhada no local.

Ao site, um representante da empresa VLI – que administra o trecho da Ferrovia Centro-Atlântica – disse que o motorista do veículo de carga tentou frear, mas o veículo apresentou uma espécie de pane. Por conta de um risco maior, o condutor teria acelerado apenas o suficiente para atravessar a parte da cabine na linha férrea, o que fez o trem atingiu o meio da carreta.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. O motorista do caminhão, identificado como Sandro, cobrou melhoria na sinalização da pista como forma de evitar esse tipo de acidente. A carga de arroz era transportada de Santa Catarina para Brumado e região.

Uesb emite nota diante de ameaças de ataque nas redes sociais e registra queixa na Polícia Civil

/ Polícia

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) em Vitória da Conquista declarou ter registrado uma queixa na Polícia Civil, após uma ameaça de ataque. Em nota de repúdio emitida na noite de terça-feira (4), a instituição se manifestou após a divulgação de um áudio em que uma pessoa ameaçava “jogar uma bomba” na universidade. Entre as falas havia um trecho que dizia: ”botar uma bomba” nesta ”UESBzinha da por***”.

Relata a nota da Uesb: ”Trata-se de mais um, dentre vários outros, exemplo contundente da baixeza, da indecorosidade e das pretensões intimidatórias com que, nos últimos tempos, temas de relevância para toda a sociedade têm sido tratados, por determinadas pessoas e grupos, nos debates envolvendo políticas públicas e o papel do Estado na promoção do desenvolvimento social.

Frente a difusão de tais ataques e ameaças, a Reitoria da Uesb informa que está providenciando, junto às autoridades policiais de Vitória da Conquista, o devido registro de ameaça à sua integridade e à das pessoas que compõem sua comunidade, de forma a se resguardar e a alertar as autoridades competentes, no caso de tais afrontas se multiplicarem ou se expressarem de forma ainda mais agressiva do que o registrado até o momento.

De toda forma, aproveitamos para registrar que a Uesb é uma instituição promotora, em alto nível de qualidade e relevância, da ciência, da tecnologia, da formação profissional, da formação ética, do desenvolvimento social e econômico, da promoção social e da transformação de vidas. E procuramos cumprir esta missão com muito orgulho, muita dedicação e muita responsabilidade.

E esta missão é cumprida diariamente, sob a forma de aulas, pesquisas e experimentos, ações de extensão, produção de artigos e estudos científicos, participação e organização de eventos, elaboração de novos projetos de ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão, dentre várias formas de trabalho que são inerentes a um ambiente universitário”.

Homem sofre ataque de pitbull no meio de rua na cidade de Gandu; dono do cachorro é levado à delegacia

/ Bahia

Homem atacado por cachorro da raça pitbull. Foto: Reprodução

Um homem, de 36 anos, ficou ferido após sofrer um ataque de um cachorro da raça pitbull em Gandu, no Baixo Sul, na tarde desta terça-feira (4). Segundo a TV Bahia, a vítima, identificada como Ivan Jesus de Almeida Santos, caiu no chão e teve o corpo mordido pelo animal. Até o momento não se sabe como o cão ficou solto e atacou o homem.

O responsável pelo cachorro foi localizado e levado para a delegacia da cidade. Um vídeo mostra o momento do ataque. Moradores usaram paus e até uma cadeira para afastar o animal da vítima caída no chão. O cachorro sai depois da ação das pessoas.

Logo após, a vítima foi socorrida e levada para o Hospital Municipal João Batista Assis. No entanto, a prefeitura da cidade disse que ele não aceitou o tratamento médico e saiu da unidade de saúde. Com informações do site Bahia Notícias

 

Jair Bolsonaro diz que esquerda faz estardalhaço sobre maçonaria e que só foi 1 vez a loja

/ Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira (5) que a esquerda faz um “estardalhaço” com as imagens da sua visita a uma loja maçom em 2017 e disse que foi apenas uma vez ao local.

O mandatário afirmou que era pré-candidato a presidente na época e foi convidado por um “colega” a ir na maçonaria e aceitou o convite. ”Quero apoio de todos aqui no Brasil”, disse.

Bolsonaro disse que foi ”muito bem recebido” no local e que ”se tiver alguma coisa errada a gente vê como proceder”. ”Pessoal me criticando porque fui em loja maçom em 2017. Fui sim, fui em loja maçom, acho que única vez”, afirmou. E prosseguiu: ”Fui de novo? Não fui. Agora, sou presidente de todos. Isso agora a esquerda faz estardalhaço. O que tenho contra maçom? Tenho nada.”

O vídeo de Bolsonaro em um templo com símbolos da maçonaria foi amplamente compartilhado por opositores do presidente como tentativa de afastá-lo dos públicos evangélico e católico, uma vez que as religiões são críticas dos maçons.

Nas redes sociais e em aplicativos de mensagem, apoiadores do presidente criticaram o vídeo. ”Bom dia, amigos, eu vi uma notícia que nosso presidente é maçom, estou muito desapontado”. Esse foi um dos comentários que exemplificam parte da decepção de alguns bolsonaristas em grupos de Telegram.

”O Bolsonaro é maçom?”, ”A maçonaria criou o comunismo”, ”Não acredito que fiz campanha por quatro anos para um maçom”, ”Em perfil de maçom, eu passo longe. Lixo satanista!” e ”Pessoal, o vídeo é verdadeiro, não adianta negarmos. A pergunta que fica agora é: por que o nosso presidente está participando de cerimônias maçom?”

Essas são amostras dos comentários de frustração em grupos pró-governo. Vídeos de um canal do YouTube com títulos ”Maçonaria Inimiga da Igreja” também foram disseminados nos grupos, acompanhados de comentários que a associam ao comunismo.

Pastores bolsonaristas, porém, agiram rápido para tentar conter eventuais danos com o vídeo. A Folha de S.Paulo conversou com quatro pastores bolsonaristas. Dois afirmam que o impacto será nulo na campanha à reeleição. Outros dois admitiram que alguns eleitores crentes podem se abalar com as imagens. Com informações do Bahia Notícias

Jaguaquara: Vereador Bolsonarista diz que votou em Neto no, mas vai com Jerônimo no 2º turno

/ Jaguaquara

Antipetista, vereador Caneço declara voto em Jerônimo Rodrigues

A sessão da Câmara de Jaguaquara na noite desta quarta-feira (05) foi marcada pelo posicionamento político de um dos 15 parlamentares. O vereador Edenilso Luiz Brustolin, o Caneço, do PP, que exercer o terceiro mandato consecutivo, surpreendeu os próprios colegas ao declarar apoio ao candidato do PT ao Governo do Estado, Jerônimo Rodrigues, que saiu vencedor das urnas no 1º turno das eleições no município, obtendo 15.081 (62,51%) dos votos válidos, contra 6.517 (27,01%) de ACM (UB) e 2.480 de João Roma (PL).

Adepto do bolsonarismo e crítico ferrenho do governador Rui Costa (PT), Caneço declarou, na tribuna livre da Câmara, o seu apoio ao petista, mas não abre mão do voto ao presidente Jair Messias Bolsonaro (PL). ”Nesta noite, como representante do povo, tomei uma decisão. No primeiro turno, votei em ACM Neto, votei em Bolsonaro e todo mundo sabe, não é segredo. Conversando com o presidente, me deu vários conselhos. Tenho orgulho de ter votado em você como presidente dessa casa de leis, pelo seu conhecimento. Ontem, conversei com a prefeita por telefone, ela está em Salvador, buscando melhorias para o nosso município e atendi ao pedido, tanto do presidente quanto da prefeita e entendendo também a importância do Governo do Estado da Bahia, Rui Costa, que muito fez. Foram mais de cem milhões que o governo mandou para o município. Então, eu tomei a decisão de no segundo turno continuar apoiando Bolsonaro, mas para o governo da Bahia vou apoiar Jerônimo”, disse o vereador, que é antipetista e integrante da base da prefeita apoiadora do Jerônimo, Edione Agostinone (PP). *por Marcos Frahm

Da prefeitura de Jitaúna para à Assembleia: Patrick eleito deputado após renunciar ao cargo de prefeito

Patrick durante renúncia ao cargo de prefeito. Foto: BMFrahm

Eleições sempre reservam surpresas. Neste ano, entre tantas, no Médio Rio de Contas, uma ficou por conta de um nome: Patrick Lopes. Aos 40 anos, Patrick foi eleito deputado estadual após topar um desafio, que foi o de renunciar ao cargo de prefeito reeleito de sua terra natal, Jitaúna, cidade vizinha à Jequié, passando o bastão para o vice-prefeito eleito em 2020, Marcelo Pecorelli (PP).

Além disso, ele contrariou o líder do seu partido, João Leão, do Progressista, que teria declarado ruptura com o governador Rui Costa (PT) para apoiar o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, candidato a governador pela União Brasil.

Patrick ingressou no Avante, com anuência de Rui, numa investida contra o prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), este que era o padrinho – político do então prefeito de Jitaúna, mas optou pelo apoio ao ex-secretário de Governo de Jequié, Hassan Iosseff (PP), que foi lançado candidato a estadual com o seu apoio e inclusive eleito no último domingo com mais de 60 mil votos, conquistando 26 mil em Jequié.

Do ponto de vista partidário, a candidatura de Patrick era vista como duvidosa pelos adversários, por ter trocado o PP de Leão pelo Avante de Isidório, sob forte influência de Rui Costa e da primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, que costuraram apoio de prefeitos e outras lideranças para sustentação ao projeto do novo afilhado depois da ruptura com Zé Cocá. Mas foi lá, no Avante, que Lopes avançou e conquistou uma das 63 vagas da Assembleia Legislativa da Bahia, com 35.607 votos conquistados, destes, 5.605 em sua terra natal, Jitaúna, e 4.976 em Jequié, sendo o único eleito da legenda no Estado. *por Marcos Frahm

 

 

A Tarde: Ministério Público arquiva investigação contra denúncias de fraudes em Maracás

/ Justiça

Após publicação deste veículo no último dia 16 de setembro, onde apontava-se que o prefeito de Maracás, centro-sul da Bahia, Uilson Novaes, conhecido como Soya (PDT), teria se tornado réu após o Tribunal de Justiça reconhecer denúncia apresentada no ano de 2020, esclarecemos que após apurações realizadas pelo Ministério Público e pelo Núcleo de Investigação dos Crimes Atribuídos a Prefeitos, foi concluído que, no que tange aos referidos contratos celebrados, não se restou comprovada nenhuma forma de favorecimento político e, portanto, as investigações foram arquivadas, o que caracteriza os elementos citados na publicação anterior como inverídicos nos esclarecimentos fáticos/jurídicos.

A denúncia encaminhada ao Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) pedia a instauração de procedimento investigatório para apurar crimes de formação de quadrilha, fraude à licitação, enriquecimento ilícito e improbidade administrativa, que teriam sido praticados pelo prefeito com a participação do secretário de finanças do município, Reginaldo Amorim Novaes, o qual teria direcionado licitações e contratações públicas para beneficiar empresas controladas pelo empresário Rewelton de Novaes, doador da campanha de Soya, a prefeito do município, em 2016, por intermédio das empresas Avante Construtora e Serviços LTDA.

De acordo com a denúncia a empresa Avante Construtora e Serviços LTDA já teria recebido mais de R$5.000.000,00, (cinco milhões de reais) de prefeitura através de processos licitatórios.

A denúncia ainda apontava que a Avante Construtora e Serviços LTDA, criada em 13 de julho de 2017, não possuía atestados técnicos, porém teria vencido praticamente todas licitações de obras, inclusive vencendo a primeira licitação em 17 de novembro de 2017, mesmo ano da criação, o que também de acordo com a denúncia, teria “nascido” para justamente vencer as licitações de forma “fraudulenta”.

Sendo assim, após a denúncia anônima, o Ministério Público iniciou as investigações e, não encontrando nenhuma irregularidade ou favorecimento político, declarou o arquivamento, como supracitado. *Nota original do Jornal A Tarde

Jaguaquara: Prefeita saiu fortalecida das urnas após transferir votação expressiva aos seus candidatos

/ Jaguaquara

Hegemonia petista é mantida em Jaguaquara. Foto: Rede social

Num cenário diferente de 2020, quando foi eleita com apenas 58 votos de diferença para o segundo colocado no pleito, a prefeita Edione Agostinone (PP) saiu mais fortalecida do que se imaginava, das eleições 2022.

Apoiadora de lideranças de correntes diferentes, a mandatária transferiu votação expressiva aos seus candidatos. Edione manteve a tradição da máquina pública, transferindo mais de 08 mil votos aos seus respectivos deputados: João Leão (PP) – federal – 8.674, Hassan (PP) – estadual – 8.698, além de conseguir cooptar votos para Cacá Leão (PP), senador de uma chapa contrária ao PT, apoiado pela prefeita e pelos ex-prefeitos Giuliano Martinelli (PP) e Ademir Moreira (UB), e que apesar de derrotado na Bahia foi o mais votado em Jaguaquara, conquistando 11.489 sufrágios (53,20%), contra 6.517 do eleito Otto Alencar (PSD), apoiado pelo ex-vereador e ex-candidato a prefeito Raimundo do Caldo (PSD). A bolsonarista Raissa (PL) obteve 3.049 votos.

As eleições gerais, para governador e presidente da República, manteve a hegemonia petista no maior colégio eleitoral do Vale do Jiquiriçá, com Jerônimo e Lula liderando. O ex-presidente Lula obteve 17.054 votos (67,62 %); Bolsonaro (PL) 7.142 (28,32 %). Na disputa pelo Palácio de Ondina, Jerônimo Rodrigues (PT), este apoiado pelo grupo da prefeita e pela maioria dos vereadores também foi vencedor, obtendo nas urnas jaguaquarenses 15.081 (62,51%); ACM Neto (UB) 6.517 (27,01 %); João Roma (PL) 2.480. *por Marcos Frahm

 

Eleito deputado, Hassan fala sobre planejamento do mandato para o Médio de Contas e Vale do Jiquiriçá

/ Jequié

Hassan Iossef e Zé Cocá durante entrevista. Foto: Divulgação

Hassan Iossef, o deputado estadual mais votado em Jequié, com mais de 26 mil votos neste pleito, manteve votação expressiva, também, nos municípios do Médio rio das Contas e Vale do Jiquiriçá, fato que o colocou entre os mais votados do seu partido, o Progressista (PP), concedeu entrevistas às emissoras 95 FM e Jequié FM. Acompanhado pelo seu líder político, Zé Cocá, prefeito da cidade, Hassan agradeceu ao público pelos 60.714 votos recebidos e adiantou algumas pautas que estão na prioridade de seu mandato.

Dando continuidade a uma das lutas encampadas por Cocá, quando este esteve na Assembleia, Hassan disse que buscará a discussão de políticas públicas que contemplem a região, como a implementação do aeroporto regional, equipamento de fundamental importância para o incentivo ao crescimento dessas localidades. Falou, ainda, sobre a implantação do terminal intermodal da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), que, de acordo com o político, será de relevante impacto socioeconômico para a Bahia. Tratou, também, sobre as pautas de Jaguaquara e demais municípios do Vale e Médio Rio das Contas.

Para Zé Cocá, que foi o responsável pela articulação do projeto que levou a vitória de Hassan, nas demandas regionais.

“Quando escolhemos Hassan como nosso candidato, foi porque sentíamos nele o perfil de um homem público, sério, de boa vontade e sem vaidade. Hassan chega com força para representar a nossa cidade e a nossa região e vai focar seu trabalho em ações técnicas e com o olhar no fortalecimento do municipalismo.”, afirmou Zé Cocá.

”O nosso projeto é de fortalecimento regional, como sempre a gente defendeu. Graças a Deus, as pessoas acreditaram, apostaram nisso e nos deram esse voto de confiança e hoje temos essa grande responsabilidade que é chegar na Assembleia Legislativa, em Salvador, e fazer a nossa parte, defender e buscar os investimentos na nossa região, trazendo aquilo que a nossa população mais espera, que são os benefícios.”, declarou Hassan, nas visitas feitas às emissoras de rádio, locais.

Jequié: Presidente do Sind ACS-ACE ocupa tribuna a Câmara e faz explanação sobre situação da categoria

/ Jequié

Agentes Comunitários de Saúde visitam Câmara. Foto: Ascom/CMJ

O presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate às Endemias de Jequié, Erlon Oliveira, utilizou o espaço denominado de ”Tribuna Livre” da Câmara Municipal na sessão de 05 de outubro, para fazer um relato da situação da categoria no que diz respeito a Campanha Salarial 2022, segundo o qual, a administração local não vêm atendendo às demandas dos trabalhadores e defendeu que a relação venha ser melhorada em busca do bom termo junto ao Executivo.

Para Erlon, a luta do servidores visa buscar o respeito a carreira dos agentes e cobrou o funcionamento da mesa de conversações e que a mesma seja capaz de construir um projeto de valorização salarial da categoria.

Pela explanação do representante sindical, existe margem por parte do Município para atender o piso e pediu ao prefeito sentar-se à mesa para negociar sobre o respeito do plano de cargos, carreira e remuneração dos agentes.