Vale do Jiquiriçá: Promotor diz que eleição foi marcada por ”tranquilidade” na área da 76ª Zona Eleitoral

Promotor de Justiça, Lúcio Meira. Foto: Blog Marcos Frahm

O promotor de Justiça Lúcio Meira Mendes, representante do Ministério Público Eleitoral na área da 76ª Zona Eleitoral, que compreende os municípios de Jaguaquara, Itaquara e Irajuba, no Vale do Jiquiriçá, disse que o processo de eleição transcorreu de forma tranquila, desde as primeiras horas do processo.

Lúcio Meira citou a ausência de ocorrências, como ocorrem nas eleições municipais e disse ter acontecido algumas substituições de urnas, mas que não prejudicaram o andamento do pleito. ”O panorama é o melhor possível. A eleição, desde as primeiras horas, tem transcorrido de forma tranquila. No início foram feitas algumas substituições de urnas, o que normalmente acontece, mas que não prejudicaram o andamento do pleito. Como é uma eleição que temos cinco votos, na parte da manhã, nós tivemos algumas filas. Absolutamente nenhuma  ocorrência  e, como de praxe, a eleição estadual e federal é bem menos acirrada do que a municipal e não tivemos nenhuma prisão relacionada a questão eleitoral”, afirmou o promotor, tendo revelado que o acirramento entre os candidatos à presidência da República não interferiu no interior, como ocorre nos grandes centros do país. ”Nós vimos esse acirramento mais nas redes sociais. Na nossa cidade, com 35 mil eleitores habilitados não há nenhum tipo de animosidade, você não ver essa polarização retratada nos locais de votação”.

Na área de atuação do promotor, na 76ª Zona Eleitoral, com 152 sessões, 113 em Jaguaquara, 20 em Irajuba e 19 em Itaquara, 46.570 eleitores estavam aptos a votar neste domingo. Com informações do Blog do Marcos Frahm

Brasil já registra 339 crimes eleitorais e 130 prisões neste domingo, segundo o Ministério da Justiça

/ Brasil

O número de crimes eleitorais contabilizados neste domingo, pela Operação Eleições 2022, aumentou para 339, segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Até o momento 130 pessoas foram presas e cerca de R$ 1,9 milhão foi apreendido pelas autoridades.

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de registros, foram 28 até agora. Em seguida vem o Amapá, com 27, Acre e Sergipe, com 23 cada.

Entre os crimes registrados, o mais comum foi o de compra de votos/corrupção eleitoral, com um total de 106 registros, sendo 19 no Amapá, 18 em Roraima e nove no Rio de Janeiro.

O Ministério da Justiça flagrou ainda casos de 19 bocas de urna, sete de transporte irregular de eleitores e três ocorrências de violação ou tentativa de violação do sigilo do voto.

Bolsonarista João Roma diz olhar pesquisas eleitorais com desconfiança: ”Informações discrepantes”

/ Política

Candidato João Roma. Foto: Matheus Miranda / bahia.ba

O candidato ao governo da Bahia João Roma votou na tarde deste domingo (2) na Faced (Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia), no bairro do Canela, em Salvador.

O representante do Partido Liberal, defendeu a candidatura que recebeu apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL) e disse desconfiar das pesquisas eleitorais que apontam os adversários em um possível segundo turno.

‘Quem fala é o resultado das urnas, é a confiança de cada cidadão que vai ali dentro e digita. Se fosse olhando para pesquisa, Bolsonaro hoje não seria o presidente da República. Então eu estou olhando com muita desconfiança todas essas pesquisas (…) Têm informações muito discrepantes de forma muito nebulosa nessa reta final.”, disse Roma.

O candidato ainda alfinetou ACM Neto (União) e Jerônimo Rodrigues (PT), afirmando que não vê diferença entre os postulantes. ”Precisam explicar qual é a diferença de ACM Neto para o PT porque o que a gente tem visto é que tem defendido as mesmas bandeiras”. Com informações do site Bahia Notícias

ACM Neto vota no Vale do Canela, em Salvador e diz que acredita na sua vitória no primeiro turno

/ Entrevista

Candidato a governador, ACM Neto. Foto: Jorge Oliveira/bahia.ba

O candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União) chegou à Faculdade de Administração da UFBA, no Vale do Canela, em Salvador, para votar, no final da manhã deste domingo (2), acompanhado pelo seu pai, pelas suas filhas, pelo candidato ao Senado, Cacá Leão (PP), pela candidata a vice, Ana Coelho (Republicanos), e pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis (União). O ex-prefeito da capital baiana disse que acredita na sua vitória no primeiro turno, mas que está preparado para qualquer resultado, pois nasceu na política e deu o melhor de si durante as visitas pelo interior do Estado.

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, disse que é notório que os baianos desejam uma mudança no comando da Bahia e que acreditam no projeto de Neto. ”O sentimento de mudança  foi crescendo ao longo da campanha e começou aqui na capital baiana e tomou o interior. Hoje, nitidamente, a gente vê nas pessoas o desejo de mudar, de tirar essa turma que já está aí há 16 anos, que perdeu a capacidade de resolver os problemas que a Bahia enfrenta na segurança, educação, geração de emprego e renda e saúde. A gente percebe isso quando as pessoas falam que o nosso candidato é muito mais preparado. Nós estamos confiantes na vitória já no primeiro turno. A gente percebe que todo mundo quer tirar eles que estão aí. Chegou a hora de dar oportunidade para outro projeto e a Bahia seguir um outro caminho. Aí hoje todo mundo está votando em ACM Neto para promover uma mudança de verdade, confiando que a Bahia pode muito mais”, pontuou.

Depois de votar, o postulante ao Palácio de Ondina vai acompanhar a votação dos candidatos a vice, Ana Coelho (Colégio Estadual Evaristo da Veiga, na avenida Anita Garibaldi), Cacá Leão (Senado, Colégio Vilas, rua do Rouxinol, 71, Imbuí) e do prefeito Bruno Reis (Colégio Sartre, Itaigara). Com informações do site Bahia Notícias

Sob chuva fina, eleitores enfrentam filas em Jequié; casos de boca de urna em Jitaúna e Brejões

/ Jequié

Imagens do Colégio Estadual Firmo Nunes, Jequié. Foto: Rildo Jr.

Sob uma chuva fina, os eleitores do maior colégio eleitoral do Médio Rio de Contas, Jequié, com 114.760 aptos a votar nas eleições 2022, se aglomeram em longas filas nos locais de votação na manhã deste domingo (02).

Segundo o Comandante da Polícia Militar, o Tem/Cel Reinaldo Souza dos Santos, até às 09h dois casos de boca de urna foram registrados, um na cidade de Jitaúna, vizinha a Jequié, e outro no Município de Brejões, no Vale do Jiquiriçá, área de cobertura do 19º Batalhão de Polícia Militar. Os envolvidos foram detidos pela polícia. As informações são do Blog do Marcos Frahm

Dez urnas eletrônicas já foram substituídas na Bahia, informou o Tribunal Regional Eleitoral

/ Bahia

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informou, na manhã deste domingo (2), a substituição de 10 urnas eletrônicas no estado.

As trocas foram realizadas em três seções eleitorais da capital e dos municípios: Presidente Tancredo Neves (2), Parapiranga, América Dourada, Wenceslau Guimarães, João Dourado e Medeiros Neto.

Em todo o estado funcionam 34.424 seções para atender a mais de 11 mil eleitores. Os dados são das 10h.  Na capital, três trocas de urna foram realizadas em locais de votação das 17ª e 9ª zonas eleitoras. Na 9ª zona eleitoral, foram duas substituições. Em Presidente Tancredo Neves, município pertencente a 197ª Zona Eleitoral, foram necessárias duas substituições.

 

Em Salvador, Jerônimo Rodrigues vota no Colégio Luiz Viana ao lado de Rui, Wagner e Geraldinho

/ Política

Jerônimo é candidato do PT. Foto: Alexandre Dias/bahia.ba

O postulante ao Palácio de Ondina pelo PT, Jerônimo Rodrigues, foi o primeiro candidato ao governo da Bahia a votar neste dia 2 de outubro, nas Eleições Gerais 2022. O ex-secretário de Educação da Bahia chegou ao Colégio Luiz Viana, em Brotas, com o governador Rui Costa (PT), o senador Jaques Wagner (PT) e o candidato a vice-governador Geraldo Júnior (MDB).

Para Jerônimo, a receptividade dos baianos nas ruas mostra a verdadeira pesquisa eleitoral. ”Essa energia revela o quanto a Bahia quer que organizemos o Brasil e que a Bahia continue cuidando de gente. A expectativa é muito boa. O que a gente viu nas ruas, nas praças, nas redes sociais é uma demonstração de que a Bahia precisa ser bem tratada com gente que gosta de gente. Rui, Wagner, Geraldinho estão me acompanhando e vamos juntos para os locais de votações deles também, para no final do dia a gente celebrar com a Bahia e com o Brasil a nossa vitória. Acredito em uma vitória no primeiro turno. E que depois os institutos de pesquisas possam pedir desculpas. O que estamos vendo nas ruas é um cenário completamente diferente do que as pesquisas mostraram, mas o importante é o respeito, pois estamos na democracia”, pontuou o candidato.

Acompanhando Jerônimo, o governador da Bahia garantiu que no fim do dia a comemoração será em dose dupla, sem margem para pensamento de segundo turno. ”A votação corre em absoluta tranquilidade em todo o Estado, sem nenhuma ocorrência relevante, até o momento. E como cidadão, vejo expectativa de vitória no primeiro turno como foi na minha eleição em 2014 e de vitória do Lula. Eu tenho certeza que a Bahia estará em festa à noite, comemorando a vitória do Brasil e da Bahia. O plano para o dia seguinte é só comemorar, porque a expectativa é Lula vencer no primeiro turno. Aqui na Bahia, a gente faz uma divisão justa, eles ganham as pesquisas e a gente as eleições”, disse Rui.

Geraldo Jr, que é o vice na chapa petista, também acompanhou o candidato no maior colégio eleitoral da capital baiana. Ele garantiu que a Bahia vai continuar transformando a vida das pessoas. ”Hoje está sendo reverberado o que a gente acompanhou em toda a campanha eleitoral: a vontade das pessoas nas ruas da capital e no interior da Bahia de consagrar a vitória no primeiro turno, respeitando todos os adversários. Tenha certeza, o Brasil tem jeito. Vamos trazer o Luiz Inácio Lula da Silva. E a Bahia vai continuar transformando a vida das pessoas. E eu e Jerônimo vamos governar a Bahia a partir de primeiro de janeiro de 2023, com ajuda do nosso senador, Otto Alencar”, assegurou.Com informações do site Bahia Notícias

Marido de Raquel Lyra, candidata ao governo de PE, morre de infarto no dia da eleição

/ Nordeste

Fernando Lucena tinha 44 anos, infartou. Foto: Reprodução

No dia da eleição a candidata ao governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), sofreu uma grande perda. Seu marido, o empresário Fernando Lucena morreu neste domingo (2), em Caruaru, no Agreste pernambucano. A informação foi confirmada ao G1 pelo prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro.

Fernando Lucena tinha 44 anos quando passou mal em casa. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado e realizou os primeiros atendimentos. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Eleições 2022: Para votar neste domingo, basta apresentar um documento oficial com foto

/ Política

O eleitor poderá exercer seu direito de voto, neste domingo (2), com apenas um documento oficial com foto. Pode ser carteira de identidade, carteira de motorista, passaporte, certificado de reservista, identidade funcional emitida por órgão de classe e até carteira de trabalho.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esses documentos poderão ser usados ainda que a data de validade esteja vencida. As certidões de nascimento ou de casamento, por outro lado, não valem como prova de identidade na hora de votar. Não há, portanto, obrigatoriedade de levar o título de eleitor, que muitas vezes a pessoa nem consegue localizar em casa no dia da eleição, por ser um documento pouco usado no cotidiano.

No entanto, é fundamental saber o local de votação, como zona e seção eleitoral. Por isso, ter o título em mãos pode ser útil, mas essa informação pode ser facilmente consultada na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet.

O eleitor também tem a opção de votar apresentando o e-Título, aplicativo da Justiça Eleitoral em que é possível consultar e baixar o próprio título de eleitor, em versão digital, e acessar serviços como emissão de certidões de quitação eleitoral, consulta de local de votação e até fazer a justificativa para a ausência, caso não possa votar. O aplicativo pode ser baixado nas lojas de aplicativo do celular ou tablet.

Se a pessoa já tiver feito o cadastramento biométrico (com as impressões digitais) na Justiça Eleitoral, o perfil no e-Título virá acompanhado de uma foto. Nesse caso, não é preciso nem apresentar um documento oficial com foto, pois o mesário poderá atestar a identificação no momento do voto. A imagem do eleitor só aparecerá no e-Título se ele tiver feito o cadastro biométrico. Caso a fotografia não apareça, será necessário levar também um documento oficial com foto na hora de votar.

”Datapovo vai surpreender muita gente”, diz João Roma, em último dia de campanha eleitoral

/ Política

O candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), marcou presença neste sábado (1) em uma caminhada em Cruz das Almas que reuniu apoiadores, principalmente pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) na Bahia. ”O Datapovo está demonstrando que o resultado das eleições vai surpreender muita gente”, salientou Roma, que percorreu as ruas de Cruz das Almas ao lado do prefeito Ednaldo Ribeiro.

O ex-ministro da Cidadania reiterou que é hora de consolidar o ”vira-votos” a um dia das eleições. ”Estamos na reta final da campanha, agora é a hora do ‘Vira Vira’, é agora que a gente vai mostrar que o 22 vai botar para torar nas urnas. É agora que a gente vai ver que a Bahia não vai mais ficar para trás”, salientou.

O deputado federal também pontuou que quer a Bahia de mãos dadas com o Brasil, para que o estado seja grandioso, com a continuação da chegada de infraestrutura que já aparece na realidade dos baianos com o governo Bolsonaro. ”Queremos essa Bahia grandiosa, com infraestrutura, com emprego para nossa população, uma Bahia que baixa os impostos e que vai criar o Auxílio Bahia”, disse Roma, que vai criar um programa de transferência de renda no estado para beneficiar os mais de 2,5 milhões de baianos que já recebem o Auxílio Brasil de R$ 600, idealizado por ele.