Presidente de tribunal militar diz que Forças Armadas não têm que se envolver em eleições

/ Política

Em seu último dia como presidente do STM (Superior Tribunal Militar), o general de Exército Luis Carlos Gomes Mattos afirmou nesta quarta-feira (27) que a condução das eleições é de responsabilidade da Justiça Eleitoral, e não das Forças Armadas.

”A Justiça Eleitoral é responsável pelo funcionamento real daquilo [eleições]. Nossa missão é diferente. Não temos que nos envolver em nada. Nós temos que garantir que o processo seja legítimo, essa é a missão das Forças Armadas”, afirmou a jornalistas após a sua cerimônia de despedida, na sede do STM.

”Nós vamos atuar dentro daquilo que está previsto para garantir que o processo seja legítimo e ao final tenha o respaldo popular”, afirmou. Mattos deixa o tribunal devido à sua aposentadoria compulsória ao completar 75 anos, idade máxima para ocupar o cargo. Ele também deixa o serviço ativo do Exército.

Em seu lugar, o general de Exército Lúcio Mário de Barros Góes assumirá a presidência do STM. Na cerimônia de despedida estavam presentes o ex-ministro-chefe da Casa Civil Walter Braga Netto, que será o candidato a vice na chapa do presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição, e também o ministro Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Ambos são generais da reserva.

O general Mattos ingressou no STM em outubro de 2011 e se tornou presidente da corte março de 2021. Desde o começo do ano, militares e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) entraram em uma crise, atiçada por manifestações golpistas de Bolsonaro, que, sem provas, pôs em dúvida a segurança das urnas eletrônicas.

Em maio, a corte eleitoral rejeitou sugestões dos militares para alterar o processo eleitoral deste ano. Na negativa, os técnicos do TSE disseram que os militares confundiram conceitos e erraram cálculos ao apontar risco de inconformidade em testes de integridade das urnas.

Na crise com o TSE no começo do ano, o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, demorou um mês para responder ao órgão. Em ofício, ele disse que os militares se sentiam desprestigiados pela corte na discussão sobre transparência do sistema eleitoral.

”Até o momento, reitero, as Forças Armadas não se sentem devidamente prestigiadas por atenderem ao honroso convite do TSE para integrar a CTE [Comissão de Transparência das Eleições]”, escreveu.

José Marques/Folhapress

Cientistas acreditam ter achado a causa misteriosa do surto de hepatite entre crianças pequenas

/ Saúde

Cientistas do Reino Unido acreditam ter descoberto a causa para os casos da hepatite misteriosa entre crianças pequenas. Os quadros de inflamações no fígado começaram a aparecer em abril e foram registrados em diversos países do mundo, inclusive no Brasil.

Os pesquisadores da Universidade College London e do Hospital Great Ormond Street afirmam que dois vírus estariam provocando as inflamações: o adenovírus, que costuma causar dores de estômago e resfriados, e o vírus adeno-associado 2 (AAV2), que não apresenta sintomas, mas utiliza outro vírus para conseguir se multiplicar.

Os dois vírus teriam voltado a circular com o fim das restrições impostas para interromper a transmissão da Covid-19. Para os autores, a coinfecção deles ocasionou os casos raros e graves de hepatite em crianças pequenas.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), foram registrados 1.010 casos prováveis da doença no mundo. Destes, 46 precisaram de transplantes e 22 acabaram morrendo.

Os especialistas destacaram que a hepatite grave não tinha nenhuma ligação com as infecções pelo coronavírus ou com as vacinas contra a doença, essas hipóteses chegaram a ser cogitadas no início do surto.

”Durante o período de lockdown, quando as crianças não estavam se misturando, elas não estavam transmitindo vírus umas às outras e nem estavam desenvolvendo imunidade às infecções que normalmente encontrariam”, pontuou Judith Breuer, especialista em virologia, líder do estudo que aponta a coinfecção como razão para a hepatite grave em crianças. As informações são do portal Metrópoles.

Brasil completa um mês com média de mortes por Covid acima de 200, diz Consórcio de Imprensa

/ Saúde

O Brasil completou, nesta quarta-feira (27), um mês com médias móveis de mortes acima de 200 óbitos por dia. Nos últimos 30 dias, a menor média óbitos registrada foi de 209, em 28 de junho. Nesta quarta, a média foi de 227, situação de estabilidade, ou seja, sem variações superiores a 15% em relação aos dados de duas semanas atrás.

Já a média móvel de casos agora é de 36.419, queda de 33% em relação ao dado de duas semanas atrás. Nesta quarta o Brasil registrou 308 mortes por Covid e 46.461 casos da doença. Com isso, o país chega a 677.871 vidas perdidas e a 33.707.069 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Ao todo, 179.771.967 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 168.889.517 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 83,68% da população com a 1ª dose e 78,62% dos brasileiros com as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen. Até o momento, 100.445.861 pessoas já tomaram a terceira dose e 21.595.544 a quarta.

O consórcio reúne também o registro das doses de vacinas aplicadas em crianças. A população de 5 a 11 anos parcialmente imunizada (com somente a primeira dose de vacina recebida) é de 64,82%, totalizando 13.289.115. Na mesma faixa etária, 41,17% (8.440.902) recebeu a segunda dose ou a dose única (o número de crianças imunizadas com as duas doses caiu em relação ao dado de terça).

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

*Folhapress

Polícia prende indivíduo que transportava drogas, munições e armas em automóvel no Oeste da Bahia

/ Polícia

Dois fuzis russos modelo AK-47 foram apreendidos, na tarde desta terça-feira (26), pela Rondesp Oeste da Polícia Militar. O flagrante, na cidade de Barreiras, aconteceu durante a Operação Poder Marrom.

Uma denúncia sobre um carro modelo Grand Siena, branco, com placa clonada, levou as equipes até o bairro de Mimoso. O automóvel foi localizado e interceptado pelos militares, conforme informou o Blog do Braga, parceiro do Bahia Notícias.

Diante do nervosismo apresentado pelo condutor, os PMs realizaram uma busca no veículo e encontraram, no porta-malas, dois fuzis de fabricação russa, modelo AK-47, calibre 7,62, nove carregadores para fuzis e pistolas, pouco mais de 400 munições para fuzil, espingarda e pistola, 735 gramas de cocaína e 900 gramas de crack.

O motorista, o veículo, as armas e as drogas foram apresentados na Delegacia Territorial (DT) de Barreiras. O condutor do veículo, que possui passagens pela polícia, é suspeito de liderar uma organização criminosa que atua na região Oeste da Bahia.

Suspeito de atropelar e matar dentista em Ilhéus, no sul da Bahia, se apresenta em Presídio e é preso

/ Polícia

Dentista morreu após sofrer atropelamento. Foto: Redes sociais

O empresário Tharcísio Aguiar, de 38 anos, suspeito de atropelar e matar a dentista Ranitla Bonella, de 23 anos, no trecho urbano da BA-001, se apresentou no Presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus, no sul da Bahia. A informação foi divulgada pelo advogado de defesa do empresário.

Tharcísio Aguiar chegou ao presídio acompanhado do advogado criminalista Jacson Cupertino. De acordo com a defesa do suspeito, o empresário, que era considerado foragido, ainda não tinha se apresentado porque desenvolveu um quadro de instabilidade emocional.

Em nota, a Polícia Civil informou que Tharcísio será novamente interrogado pelo Núcleo de Homicídio da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), para a conclusão do inquérito policial e encaminhamento para a Justiça.

A prisão preventiva do empresário foi decretada no dia 23 de junho. No dia 12 de julho, a Polícia Civil cumpriu três mandados de busca e apreensão, na casa do empresário, mas ele não foi encontrado. No dia 20, fizeram outra tentativa, mas Tharcísio também não foi visto.

O caso aconteceu no dia 11 de junho e dois dias depois, ele se apresentou na delegacia de Ilhéus, mas foi ouvido pela polícia e liberado. Além da prisão preventiva de Tharcísio Aguiar, a Justiça suspendeu a habilitação do investigado.

A vítima era recém-formada e estava na cidade para fazer uma especialização em ortodontia. Ela foi atingida pelo veículo no momento em que atravessava a rodovia, em uma faixa de segurança. A jovem foi arremessada e chegou a bater em um guard rail.

Em nota divulgada nas redes sociais, Tharcísio Aguiar disse que lamentava o ocorrido, e que chegou a parar no local, mas alegou que não ficou para prestar socorro porque foi ameaçado.

O corpo de Ranitla foi velado no dia 12 de junho e enterrado no início da tarde no Cemitério Campo Santo, em Eunápolis. No dia 28 do mesmo mês, a Justiça negou o pedido de liberdade para o empresário. Com informações do G1

Em três anos e meio, Rui é o governador que mais cumpriu promessas no Brasil, diz balanço do G1

/ Bahia

Rui Costa mantém a liderança como governador. Foto: Divulgação

Rui Costa mantém a liderança como governador que mais cumpriu promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018. De acordo com balanço nacional divulgado pelo G1, nesta quarta-feira (27), Rui realizou 54 compromissos em três anos e meio de mandato.

Entre as promessas cumpridas estão a construção da ponte entre Barra e Xique-Xique, a implantação de 1,6 mil quilômetros de rede de abastecimento de água, os projetos artísticos e esportivos nas escolas estaduais e o sistema de videomonitoramento em locais com grande concentração de pessoas.

”Nós trabalhamos em toda a Bahia para que os investimentos estejam sempre perto de nossa gente. Essa liderança é motivo de orgulho. Mesmo com a pandemia do coronavírus e com um país mergulhado em forte crise política e econômica, nós conseguimos ampliar a oferta de serviços para os baianos. Com muita cautela e responsabilidade, seguiremos avançando”, afirma Rui.

O gestor baiano aparece à frente dos governadores de São Paulo (30 promessas cumpridas), Paraíba (28), Amazonas (24) e Pará (22).

O levantamento do G1 é baseado no programa de governo registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e em entrevistas e debates. No primeiro mandato, de 2015 a 2018, Rui também foi o governador que mais cumpriu promessas de campanha no Brasil.

Varíola dos macacos: com 813 casos, Brasil tem situação ”preocupante”, diz Organização de Saúde

/ Saúde

O Brasil tem 813 casos confirmados da varíola dos macacos (monkeypox), segundo dados do Ministério da Saúde. Hoje (26), a líder técnica da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a doença, Rosamund Lewis, disse que a situação no país ”é muito preocupante” e que os casos podem estar subnotificados por não haver testes suficientes à disposição.

”É importante que as autoridades também tomem conhecimento da emergência de saúde pública e de interesse internacional, das recomendações e tomem as medidas adequadas”, declarou. Ela também disse que o surto pode ser interrompido com “estratégias certas nos grupos certos”. ”Mas o tempo está passando e todos precisamos nos unir para que isso aconteça”, acrescentou.

No sábado (23), o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou que a varíola dos macacos configura emergência de saúde pública de interesse internacional. ”Temos um surto que se espalhou rapidamente pelo mundo, através de novas formas de transmissão, sobre as quais entendemos muito pouco, e que se encaixa nos critérios do Regulamento Sanitário Internacional”, declarou.

O Ministério da Saúde destacou, por meio de nota, que a doença é prioridade para a pasta, que faz constante monitoramento e analisa a todo momento a situação epidemiológica para definir orientações e ações de vigilância e resposta à doença no país. ”Todas as medidas hoje anunciadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) já são realizadas pelo Brasil desde o início de julho de forma a realizar uma vigilância oportuna da doença”, diz o texto.

O órgão ressaltou também que, antes mesmo da confirmação de casos no Brasil, foi instalada ”uma sala de situação para elaborar um plano de ação com o objetivo de estabelecer estados e municípios sobre a melhor forma de atender a população”. Ainda segundo o ministério, ”testes para diagnóstico estão disponíveis para toda a população que se enquadre na definição de casos suspeitos para varíola dos macacos”.

No sábado (23), a pasta informou que articula com a OMS a aquisição da vacina contra a doença. Em nota, o Ministério da Saúde disse que as negociações estão sendo feitas de forma global com o fabricante para ampliar o acesso ao imunizante para os países com casos confirmados.

Números

No Brasil, o maior número de casos está em São Paulo, com 595 infecções confirmadas. No Rio de Janeiro, são 109 pessoas com a doença, em seguida estão: Minas Gerais (42), Distrito Federal (13), Paraná (19), Goiás (16), Bahia (3), Ceará (2), Rio Grande do Sul (3), Rio Grande do Norte (2), Espírito Santo (2), Pernambuco (3), Mato Grosso do Sul (1) e Santa Catarina (3).

O vírus

A varíola causada pelo vírus hMPXV (Human Monkeypox Virus, na sigla em inglês) provoca uma doença mais branda do que a varíola smallpox, que foi erradicada na década de 1980.

Trata-se de uma doença viral rara transmitida pelo contato próximo com uma pessoa infectada e com lesões de pele. O contato pode ser por abraço, beijo, massagens ou relações sexuais. A doença também é transmitida por secreções respiratórias e pelo contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies utilizadas pelo doente.

Não há tratamento específico, mas os quadros clínicos costumam ser leves, sendo necessários o cuidado e a observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/AIDS, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

Sintomas

Os primeiros sintomas podem ser febre, dor de cabeça, dores musculares e nas costas, linfonodos inchados, calafrios ou cansaço. De um a três dias após o início dos sintomas, as pessoas desenvolvem lesões de pele, geralmente na boca, pés, peito, rosto e ou regiões genitais.

Para a prevenção, deve-se evitar o contato próximo com a pessoa doente até que todas as feridas tenham cicatrizado, assim como com qualquer material que tenha sido usado pelo infectado. Também é importante a higienização das mãos, lavando-as com água e sabão ou utilizando álcool gel.

Prefeitura de Jequié dá início às obras de construção do shopping popular municipal, na Praça da Bandeira

/ Jequié

Threeng Manutenção foi a ganhadora da licitação. Foto: PMJ

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Infraestrutura e Secretaria de Serviços Públicos, deu início, nesta terça-feira (26), à construção do shopping popular municipal, na área lateral do Mercado Municipal da Praça da Bandeira. Os condutores deverão utilizar a via da esquerda, ao contornar o prédio do Mercadão, uma vez que o local onde será erguido o novo equipamento está sendo delimitado por tapumes.

A expectativa da Secretaria de Infraestrutura é que a Threeng Manutenção e Serviços LTDA., empresa ganhadora da licitação pública, conclua a obra dentro do prazo, que é de oito meses. De acordo com o projeto, serão construídos cerca de 100 boxes em alvenaria, padronizados, com fechamento em porta de rolo, oferecendo uma maior comodidade e segurança aos permissionários e clientes, com telhado em metálico e claraboia, cada um com 4.15m² de área. O complexo, que terá 1.038.30m² de área construída, em dois pavimentos, contará com banheiros, acessibilidade, e os serviços estão orçados em R$ 1.586.130,68 (um milhão, quinhentos e oitenta e seis mil, cento e trinta reais e sessenta e oito centavos), com recursos próprios do município.

A obra, uma iniciativa do prefeito de Jequié, Zé Cocá, que firmou compromisso em oferecer uma melhoria das condições de trabalho para os vendedores ambulantes, trabalhadores do comércio informal e pequenos comerciantes, que foram realocados para a Praça da Bandeira e que ocupam, também, as vias nas imediações do Mercadão e ruas do Centro.

”A nossa alegria é poder atender aos anseios da nossa população. Foi dessa forma que, percebendo a existência de um grande comércio informal, que há muitos anos ocupa as vias públicas da cidade, que pensamos na criação de uma estrutura apropriada para esses ambulantes e pequenos comerciantes de roupas, artigos esportivos, acessórios, entre outros itens e que ficam ali, no meio da rua, em praça pública, ao sabor da chuva e do sol. Muitos utilizam barracas que são montadas no início da manhã e desmontadas no fim da tarde, de segunda a sábado. Pensando na reestruturação social e econômica dessas pessoas é que estamos iniciando as obras do nosso primeiro shopping popular municipal e, com as bençãos de Deus, teremos em breve, um equipamento importante e que será, não tenho dúvidas, responsável pela transformação da vida de muita gente.”, destacou o prefeito de Jequié, Zé Cocá.

Médio Rio de Contas: Condutor embriagado causa acidente e deixa mulher ferida na BR-330

/ Trânsito

Gol que trafegava na contramão, diz site. Foto: Ubatã Notícias

Uma colisão entre um ônix e um gol deixou uma pessoa ferida na noite desta terça-feira (26), num grave acidente na altura do KM 60, na BR-330, na entrada do município de Barra do Rocha. O condutor do Gol, identificado apenas pelo prenome de Nego, foi detido pela Polícia Militar em flagrante estado de embriaguez.

Conforme informações da PM, o veículo ônix, ocupado por 05 pessoas, saiu de Jequié e chegava à Barra do Rocha quando foi surpreendido por um Gol que trafegava na contramão. A condutora do ônix ainda tentou desviar, mas não conseguiu evitar a colisão. Apesar da gravidade do acidente, apenas uma mulher ficou ferida. Ela reclamava de dores clavícula e foi socorrida pelo SAMU para o Hospital Geral de Ipiaú.

Automóvel Ônis foi atingido pelo veículo na Rodovia BR-330

O condutor do veículo ainda tentou fugir, mas foi alcançado pelos polícias militares. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e o condutor deve passa pelo teste do bafômetro e em seguida será conduzido à Delegacia. *As informações são do Ubatã Notícias

Liberdade

/ Artigos

”Queira-te eu tanto, e de tal modo em suma, que não exista força humana alguma que esta paixão embriagadora dome. E que eu por ti, se torturado for, possa feliz, indiferente à dor, morrer sorrindo a murmurar teu nome.”

Confesso, caros leitores, que a primeira vez que li essa estrofe do poema ”Liberdade”, escrito por Carlos Marighella em 1939, quando ele se encontrava encarcerado no Presídio Especial de São Paulo, sob as torturas da polícia de Filinto Müller, na forma que assim aprendi com Frei Betto, in “Batismo de Sangue – Os dominicanos e a morte de Carlos Marighella”, pensei que fosse uma ode à amada.

Como amo a educação e hoje mais bem informado, recentemente, declamei esse poema quando, na condição de diretor da Escola de Contas Conselheiro José Borba Pedreira Lapa (ECPL), do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE), dei as boas-vindas a 32 alunos do curso técnico de Administração de Empresas do Colégio Estadual Carlos Marighella, localizado no bairro do Stiep, em Salvador, que participaram de mais uma edição do Programa Casa Aberta.

O Programa Casa Aberta foi iniciado em 2016, tendo por público-alvo a comunidade estudantil do Ensino Fundamental II (do 7º ao 9º ano), do Ensino Médio e graduandos de instituições de educação superior da Bahia. Seu objetivo é estimular o controle social e despertar a consciência sobre a importância de se exercer plenamente a cidadania, por meio de novas perspectivas de atuação na sociedade e do conhecimento das ações desenvolvidas pelo TCE/BA. No seu primeiro ano de realização, foram contemplados 483 estudantes de dez instituições de educação superior.

Em 2019, o Programa foi ampliado, com a inauguração do Casa Aberta Inclusivo, tendo por público-alvo alunos de escolas especiais. Nessa modalidade do Programa, participaram 131 estudantes das seguintes instituições: Fundação da Criança e do Adolescente (FUNDAC), Instituto de Cegos da Bahia, Centro de Educação Especial da Bahia (CEEBA), e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Em 2020 e 2021, devido à pandemia da covid-19, o Programa Casa Aberta foi suspenso, retornando a sua execução em 2022. Até o início do mês de junho de 2022, foram atendidos, pelo Programa, 249 estudantes de sete escolas do ensino médio, entre elas o Colégio Estadual Carlos Marighella, e 20 de uma instituição de ensino superior.

Desde o seu início até o dia 2 de junho de 2022, o Programa atendeu 2.659 estudantes, sendo 1.813 de ensino médio e 846 de ensino superior.

Sempre que posso, procuro participar da abertura desses encontros para mostrar aos jovens cidadãos que nos visitam a importância do controle social para o aprimoramento das políticas públicas. Entendo que esse tipo de controle somente se materializa com a informação adequada sobre o papel e a importância das instituições públicas.

Como creio no ensino pelo exemplo, apresento um pouco da nossa trajetória de vida e incentivo os estudantes a questionarem e a crerem que é possível abrir as portas com a chave da educação.

Sempre me emociono nesses encontros, pois, ao ver nossos alunos da escola pública, rememoro o que fui e o quanto os anos que ali passei foram importantes para me tornar o que hoje sou. Entretanto o encontro com os meninos e meninas do Colégio Estadual Carlos Marighella foi ainda mais especial, pois me fez recordar que, quando fiz a minha educação básica e superior, eu não tinha o devido conhecimento sobre o regime de exceção pelo qual passava o nosso país. Para mim, o poema ”Liberdade” era tão somente versos de amor. De fato, eu só tomei pé da situação, já fora da universidade, pela leitura, pelos filmes e pelos relatos dos que viveram e sentiram na pele os reflexos dos tempos de chumbo, que, loas, não hão de voltar.

Quando nós, servidores do TCE/BA, abrimos a nossa Casa para estudantes, estamos cientes da nossa responsabilidade no processo de transformação social, principalmente quando ouvimos depoimentos tais como o da jovem Rafaela Souza, 20 anos, aluna do Colégio Carlos Marighella: ”A experiência de hoje vai influenciar meu comportamento como cidadã. Estarei mais vigilante ao que acontece na minha escola e no meu bairro. Vou transmitir para o máximo de pessoas as informações e os canais de comunicação da Ouvidoria”.

Hoje, cada vez mais, assim creio, tornam-se imperiosos a leitura e o estudar, pois a vida nos oferece várias portas. Compete a cada um abrir a sua e traçar a sua jornada, sem se esquecer, pois, de que a educação é o melhor caminho para alcançar nossos objetivos e, sorrindo, nos libertar.

E não nos esqueçamos de que não valorizamos a liberdade quando a temos. Nós somente sabemos o que é a liberdade quando a perdemos.

Alguns acreditam que a liberdade se conquista pelas armas e partem para a luta, como tentou inutilmente fazer Marighella. Outros defendem que é preciso armar – pasmem – a população para o povo libertar. Eu prefiro sonhar que, com as penas e com os livros, é possível alcançar a tão sonhada liberdade. Liberdade que, como bem o disse Cecília Meireles, no Romanceiro da Inconfidência, é “essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda”.

*Inaldo da Paixão Santos Araújo é mestre em Contabilidade. Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, professor da Universidade do Estado da Bahia, escritor. [email protected]