Tradicional liderança política de Itabuna, ex-prefeito Fernando Gomes morre aos 83 anos

/ Saúde

O ex-prefeito de Itabuna, cidade do sul da Bahia, Fernando Gomes, morreu na tarde deste domingo (24), aos 83 anos, em Salvador. A informação foi confirmada por um dos filhos do político.

Fernando Gomes estava internado no Hospital Aliança, na capital baiana, desde 14 de julho, após ter uma crise hepática causada por medicamentos usados para amenizar dores na lombar.

Segundo familiares de Fernando Gomes, o ex-prefeito passou por uma desintoxicação após ser intenado. Neste domingo, em nota enviada por volta das 14h, a família havia informado que houve a necessidade de intervenção cirúrgica para conter o avanço de uma bactéria. No entanto, por volta das 16h, o político foi a óbito. Fernando deixa viúva e seis filhos. Ainda não há informações sobre o velório. As informações são do G1

Jerônimo diz que atenderá anseio da população de Jaguaquara com estrada até Apuarema, caso seja eleito

/ Jaguaquara

Jerônimo e a prefeita Edione durante PGP. Foto: Divulgação

A conclusão da obra de asfaltamento ligando Jaguaquara ao município de Apuarema é um dos anseios antigos dos moradores da região. Por décadas, vereadores, prefeitos e deputados lutaram pela sua construção, mas só no governo Jaques Wagner foi iniciada, e parou com apenas 14 km de extensão, ligando a BA-545, sede do município de Jaguaquara ao Distrito Baixão de Ipiúna, restando mais cerca de 46 km para a conclusão, interligando o Município a Apuarema.

Em sua passagem por Jaguaquara, neste sábado (233), durante plenária do Programa de Governo Participativo (PGP), o pré-candidato a governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, prometeu, em discurso, que realizará a obra, caso sela eleito em outubro: ”O Rui disse que a senhora vive no ouvido dele pedindo as coisas, e a senhora vai ter mais dois anos, com outro ouvido para pedir as coisas a esse governador. Vamos concluir a estrada Jaguaquara / Apuarema”, disse Jerônimo ao direcionar o seu discurso para a prefeira Edione Agostinone (PP).

Estado confirma interesse em reassumir o Hospital de Jaguaquara, municipalizado por Paulo Souto

/ Jaguaquara

Rui promete dialogar com Edione sobre estadualização. Foto: Divulgação

O Governo do Estado investiu mais de R$ 6 milhões na requalificação do Hospital Municipal de Jaguaquara- HMJ, que foi reinaugurado em 2020 às vésperas do processo eleitoral pelo então secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, e pelo vice-governador, João Leão (PP), na ocasião aliado do atual Governo e secretário de Desenvolvimento Econômico.

A entrega da unidade num período eleitoral gerou discussões nos meios políticos da Bahia, com opositores do grupo liderado pelo então prefeito Giuliano Martinelli (PP) tendo apontado a obra como eleitoreira, para beneficiar a candidatura de Edione Agostinone (PP), que dois dias depois do ato venceu Raimundo Louzado (PSD) com 58 votos de diferença.

Entretanto, o assunto já foi superado. Agora, o Hospital voltou a ser palco de discussões em período eleitoral. Durante sua passagem por Jaguaquara, neste sábado (23), o governador Rui Costa (PT), ladeado pelo pré-candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT) e pelo senador Otto Alencar (PSD) prometeu em discurso que irá dialogar com a prefeita Edione a possibilidade de o Estado reassumir a unidade e pediu que a gestora compareça a SESAB, a partir desta segunda-feira, para tratar do assunto.

A Prefeitura tem alegado que as despesas são altas para o Município manter o HMJ em funcionamento de forma municipalizada, cerca de R$ 700 mil/mensal. O Hospital, antes pertencente a rede estadual foi municipalizado pelo ex-governador Paulo Souto na gestão do então prefeito Valdemiro Alves, entre 2001 e 2004.

Jaguaquara: Prefeita do PP recebe Rui e Jerônimo e reforça apoio: ”Aqui está uma mulher de palavra”

/ Política

Edione Agostinone colou em Rui Costa. Foto: Assessoria

A prefeita Edione (PP), de Jaguaquara, fez um discurso forte ao receber o governador Rui Costa (PT) e seu pré-candidato ao Governo, Jerônimo Rodrigues (PT), neste sábado (23), na cidade. O PT promoveu a plenária do Programa de Governo Participativo (PGP) no município e grande número de apoiadores.

Em sua fala, Edione destacou sua “fidelidade” ao governador, mesmo sendo filiada a um partido que não faz parte da base de apoio do PT.

”Governador, não consigo mensurar minha gratidão a você por tudo que você tem feito por nossa região. Te dedico a minha fidelidade como gestora e como pessoa diante de tantas conquistas e devoção para conosco. Carrego em meu coração o dever de lutar para que o trabalho continue avançando”, disse a prefeita.

”Continuarei ao seu lado e honrando o compromisso assumido com o senhor porque aqui está uma mulher de palavra”, acrescentou Edione, destacando seu apoio a Jerônimo Rodrigues. “Ele terá a votação mais expressiva de todos os tempos na nossa cidade”, completou a gestora municipal.

Burburinhos políticos

Nos meios políticos da cidade, as informações são de que a prefeita ”foi pra cima”, articulou pesado, mobilizando os aliados para que marcassem presença no ato político e há quem diga que até alguns bolsonaristas que integram a gestão vestiram vermelho e obedeceram a ordem de fazer o ”L”.

Sem diagnóstico fechado, influenciadora digital de Brumado aguarda vaga em UTI avançada

/ Saúde

Aloma Gomes Meira, de 24 anos, está internada. Foto: Rede social

A influenciadora digital Aloma Gomes Meira, de 24 anos de idade, está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto (HMPMN), em Brumado, desde o último dia 12 de julho.

De acordo com site Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias, Aloma ainda está sem diagnóstico fechado, tendo sangramento, provavelmente, partindo do intestino delgado. A brumadense já precisou fazer transfusão de sangue e uma campanha foi mobilizada na última semana.

De acordo Hudson Caíres, esposo de Gomes, o quadro dela é estável, mas uma nova transfusão de sangue será necessária. Ainda de acordo com Hudson, ela havia tido alta da UTI na quarta-feira (21), mas precisou retornar no sábado (23).

A equipe médica já fez a regulação da paciente para ser transferida para uma UTI com suporte avançado. Com a centralização da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em Salvador, a vaga ainda não foi disponibilizada para a transferência de Aloma.

Corpo embrulhado em um saco plástico é encontrado embaixo de ponte no Rio Jequiezinho, em Jequié

/ Jequié

O corpo foi encontrado embaixo de uma ponte, no Rio Jequiezinho

Um corpo presumivelmente do sexo masculino embrulhado em um saco plástico foi encontrado na manhã deste domingo (24), em uma vegetação do leito do Rio Jequiezinho, embaixo da ponte num cruzamento entre a Avenida Cesar Borges e a Rua Franz Gedeon, na área central de Jequié.

O cadáver boiava nas águas do rio quando foi percebido por populares que acionaram órgãos de segurança. Equipes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Técnica e Corpo de Bombeiros estiveram no local para a remoção do corpo e realização de serviços periciais.

Conforme apurou o BMFrahm junto ao Instituto Médico Legal, o corpo ainda não foi identificado e o caso já está sendo apurado pela Delegacia Territorial local.

Secretaria de Segurança encontra nove foragidos da Justiça em 24h através de reconhecimento facial

/ Bahia

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) afirmou, neste sábado (23), ter encontrado nove foragidos da Justiça no período de 24 horas através do Sistema de Reconhecimento Facial da pasta.

O primeiro suspeito, apontado como autor de um assassinato e com mandado expedido pela Vara Criminal de Itapetinga, foi identificado e preso na manhã desta sexta-feira (22), em Itabuna, sul do estado.

Depois, quatro suspeitos de praticar assaltos foram presos no mesmo dia, só que em Salvador. As prisões ocorreram entre 10h e 16h de sexta. Os homens possuíam mandados de prisão expedidos pelas comarcas de Salvador, Lauro de Freitas e Feira de Santana.

Na manhã do sábado, mais três suspeitos foram presos em Salvador: o primeiro às 8h59, o segundo às 9h43 e o terceiro às 11h35.

De acordo com a SSP-BA, os dois primeiros foragidos teriam envolvimento com roubos na capital e na Região Metropolitana de Salvador, enquanto o terceiro é acusado de tráfico de drogas. Eles possuíam mandados expedidos pela Vara Criminal de Salvador.

Por fim, na tarde deste sábado, por volta de 14h46, um suspeito com mandados de prisão expedidos nos anos de 2018 e 2021 pelas 7ª e 13ª Varas Criminais de Salvador, pelo crime de roubo, também foi preso.

Até o momento, a SSP-BA contabiliza a prisão de 327 suspeitos de crimes através do Sistema de Reconhecimento Facial. Ainda assim, o método é muito contestado por entidades ligadas aos direitos humanos, devido à inexatidão do processo de identificação.

Colisão entre ônibus e carro deixa ao menos 17 feridos na BR-116, entre Poções e Planalto

/ Trânsito

O acidente aconteceu na região de Lagoa Grande. Foto: PRF

Dezessete pessoas ficaram feridas após um acidente que envolveu um ônibus de turismo e uma pickup Strada, que colidiram frontalmente neste sábado (23), no quilômetro 766 da BR-116, na região de Lagoa Grande, que fica entre os municípios de Poções e Planalto.

Entre os feridos, quinze tiveram lesões leves e dois tiveram lesões graves. Outras cinco pessoas envolvidas no acidente não tiveram qualquer lesão. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus tombou em um barranco, mas ainda não se sabe se as pessoas com lesões graves estavam no coletivo ou no carro. A rodovia não foi interditada e o fluxo tem fluído no modelo pare e siga, segundo a Via Bahia. Com informações do Jequié Repórter

MPF escuta demandas sobre insegurança e violência nas terras indígenas do sul da Bahia

/ Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) realizou, na última semana, uma série de reuniões em comunidades indígenas da região Sul da Bahia, para debater sobre os direitos dos povos tradicionais e a atual insegurança vivida por eles, após constantes episódios de violência na região.

Entre as principais demandas apontadas, estavam a necessidade de demarcação das terras tradicionalmente ocupadas pelos povos indígenas, bem como a urgência na adoção de medidas de segurança para o extremo Sul. De acordo com as lideranças da região, as aldeias estão sofrendo com a atuação de grupos milicianos nas TIs, o que tem provocado um verdadeiro clima de terror dentro das comunidades.

O procurador José Gladston pontuou que está acompanhando e apurando os conflitos ocorridos e que tem realizado reuniões constantes com os órgãos de segurança estadual e federal. Explicou ainda que já existem procedimentos em tramitação no MPF para apurar esses ilícitos, inclusive possíveis formação de milícia, ameaças e racismo. ”As informações colhidas aqui serão importantes nestes procedimentos. A intenção do MPF é garantir a segurança das comunidades indígenas, compelindo as forças de segurança a atuarem para impedir novos casos de violência na Bahia”, destacou José Gladston.

Com chapa ”puro sangue”, Bolsonaro oficializa candidatura à reeleição em convenção do PL

/ Política

Jair e Michelle durante lançamento de candidatura. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e o general Walter Braga Netto (PL) lançaram candidatura à Presidência da República na manhã deste domingo (24), em uma chapa ‘puro sangue’. O evento reuniu aproximadamente 10.000 pessoas no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

A cerimônia começou com uma oração do deputado federal e pastor Marco Feliciano (PL-SP). Depois, Michelle Bolsonaro passou a discursar. Após uma breve fala de Bolsonaro, citando uma passagem bíblica, a esposa do presidente falou que ”a reeleição não é por um projeto de poder, como muitos pensam, não é por status, porque é muito difícil estar desse lado. A reeleição é por um projeto de libertação”, disse.

Atrás do palco, imagem da bandeira do Brasil e foto do presidente apoiadores e o slogan ”Pelo bem do Brasil”. A frase é da coligação da chapa de Bolsonaro, e tem como mote a tese de ”luta do bem contra o mal”, que o mandatário tenta imprimir à eleição deste ano na disputa contra o petista.

O presidente escolheu o Rio de Janeiro, reduto onde construiu sua carreira política, para lançar candidatura ao Palácio do Planalto. Desta vez, porém, com mais pompa e circunstância. O Centro de Convenções Sul-América, na região central da cidade, deu lugar ao famoso Maracanãzinho, palco de competições esportivas e grandes espetáculos.

Ganharam espaço no palco principal o chefe do Executivo, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o indicado a vice na chapa, os 4 filhos de Bolsonaro e a dupla sertaneja Mateus e Cristiano cantando o jingle ”Capitão do Povo”, feito em homenagem a Bolsonaro.

Entre os aliados que subiram ao palco estavam o presidente da Câmara, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), candidato de Bolsonaro no estado; o ministro Marcelo Queiroga, da Saúde; Ciro Nogueira, da Casa Civil; Fábio Faria, das Comunicações; Anderson Torres, da Justiça e Segurança Pública; e Victor Godoy, da Educação.

Também estiveram por lá o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, que disputará o governo de São Paulo; o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello; a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina; o advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef; e os deputados federais Hélio Lopes, Bia Kicis e Carla Zambelli.

Um dos políticos mais aplaudidos pelos presentes foi o deputado federal Daniel Silveira, condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado, por ataques aos ministros da corte. Um dia depois, no entanto, recebeu um indulto de Bolsonaro.

Todos os convidados foram instruídos a levarem seus cônjuges, suas famílias. A campanha quer dar destaque especial às mulheres no palco.

Aos 66 anos, Bolsonaro sabe que precisará recuperar votos perdidos durante mais de três anos conturbados, com ameaças à democracia, crise econômica e mais de 677 mil mortos pela covid-19. E, para isso, vai apelar mais uma vez ao antipetismo e contar com o apoio do Centrão.

Bell Marques critica possibilidade de mudança do circuito Barra-Ondina: ”Precipitada”

/ Entretenimento

”É uma mudança precipitada”, disse Bell. Foto: Reprodução

Um dos veteranos do Carnaval de Salvador, o cantor Bell Marques utilizou as redes sociais, neste sábado (23), para falar pela primeira vez sobre a possibilidade de mudança do circuito Barra-Ondina, na capital baiana, para a orla da Boca do Rio (veja aqui).

Considerado uma das principais atrações da festa momesca, Bell afirmou que não concorda com essa alteração. ”Pense em um problema…A todo instante, me perguntam qual é a minha opinião sobre esse assunto. Eu não conheço o projeto então é muito difícil eu dar uma opinião. Uma pena porque eu nasci no carnaval, eu tenho grandes blocos no carnaval, a minha vida é o carnaval, e com certeza, por menor que fosse, a minha opinião iria contribuir para o projeto”, iniciou.

”Mudar em 2023, neste próximo carnaval, é uma mudança precipitada. Afinal de contas, é uma mudança muito grande. Estamos vindo de uma pandemia com dois anos sem carnaval. Todos nós estamos esperando aquele carnaval, ali no Farol da Barra”, afirma o baiano.

Para o artista, é necessário um tempo maior para poder avaliar a mudança do circuito, visto que o Carnaval envolve uma série de coisas. ”A população já sabe onde ficar, já sabe onde aplaudir o seu artista preferido, já sabe como chegar e como sair dali.  Ah, mas podem me dizer ‘lá na Boca do Rio vai ter mais espaço, mais conforto, mais banheiro, mais ponto de ônibus e etc’, mas precisamos saber se vamos levar essa mesma energia. O público ir [para a orla da Boca do Rio] é uma coisa, mas levar a energia e ter liga é outra. Então se alguém está pensando que botar um trio elétrico tudo vira carnaval, está com o pensamento equivocado”.

No entanto, apesar de desaprovar a proposta, Bell sugere um evento teste na Boca do Rio. ”Eu acho que pro ano que vem merecia fazer um pré-carnaval pra gente entender se vai funcionar, pra não tirarmos o carnaval de um ponto mágico de Salvador e acabar destruindo tudo”, disse.

SOS CARNAVAL
O movimento SOS Carnaval, associação reúne moradores, empresários e trabalhadores da Barra lançou um abaixo-assinado online para tentar evitar a mudança. O documento possui 2.425 assinaturas (confira aqui).

De acordo com o prefeito Bruno Reis, essa mudança pode acontecer já no Carnaval de 2023 e se a decisão for tomada até ”meados do segundo semestre”, os realizadores do Carnaval têm “plenas condições de realizar, sem comprometer o sucesso da festa” (saiba aqui). Com informações do site Bahia Notícias

Prefeito de Porto Seguro reafirma apoio a João Roma para o governo da Bahia; ”com muito orgulho”

/ Política

O prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal (PL), confirmou nesta sexta-feira (22) que caminhará ao lado das candidaturas de João Roma (PL) ao governo do estado, de Raíssa Soares (PL) ao Senado e de Jair Bolsonaro (PL) à presidência da República.

”Tenho certeza que João Roma e a Raíssa são as opções que a Bahia precisa para ter o melhor desenvolvimento e cuidar melhor da vida das pessoas”, disse Jânio, em entrevista ao site Classe Política.

”Eu hoje sou do PL com muito orgulho e estou apoiando de corpo e alma João Roma, sua vice e a própria Raíssa Soares, que é a nossa senadora”, acrescentou.

Jânio Natal foi aliado do governador Rui Costa (PT) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) até 2020, quando lançou candidatura à prefeitura de Porto Seguro. Na campanha, o então deputado estadual recebeu o apoio do DEM (hoje, UB), rival do governo, e também passou a se declarar bolsonarista. A partir disso, a aliança foi rompida. *Bahia Notícias