Em Jaguaquara, Jerônimo recebe apoio de prefeitos e lideranças municipais do Vale do Jiquiriçá

/ Política

Jerônimo participou de caminhada com Rui e Otto. Foto: Divulgação

Prefeitos, vice-prefeitos e lideranças de 32 municípios, incluindo partidos da oposição, estiveram reunidos com o pré-candidato ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), neste sábado (23), durante a plenária do Programa de Governo Participativo (PGP), em Jaguaquara. ”As pessoas deixaram o Jaguar Clube pequeno para a imensidão de carinho e apoio que recebemos aqui no Vale do Jiquiriçá”, afirmou Jerônimo.

A construção de mais uma Policlínica Regional de Saúde no território e novas estradas para fortalecer a produção rural foram alguns dos compromissos firmados pelo pré-candidato. ”Vou priorizar a estrada Jaguaquara a Apuarema e destinar mais recursos aos Consórcios para fazerem drenagem, pontes e cascalhamentos nas estradas vicinais, que é daí que saem as produções”, prometeu o pré-candidato.

Organização Mundial da Saúde declara varíola dos macacos como emergência de saúde global

/ Saúde

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, classificou, neste sábado (23), a varíola dos macacos como uma emergência de saúde global. O anúncio se deu durante entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

”Decidimos que o surto global da varíola do macaco representa uma emergência de saúde pública de interesse internacional”, afirmou Adhanom, segundo o qual, é possível controlar o surto e parar a transmissão da doença com as atuais ferramentas das autoridades de saúde.

O diretor da OMS explicou ainda que foram considerados alguns fatores para a decisão, o primeiro deles se trata das informações compartilhadas pelos países, mostrando que o vírus monkeypox se espalhou em locais onde não havia sido detectado antes. Tedros afirmou ainda que a medida atende critérios do Regulamento Sanitário Internacional.

No Brasil, o Ministério da Saúde já confirmou mais de 600 casos da varíola dos macacos, sendo três deles em Salvador.

”Tenho o privilégio de conhecer os 417 municípios da Bahia”, diz Edylene Ferreira, cotada para a vice de Neto

/ Política

Edylene Ferreira é vereadora de Serrinha. Foto: Reprodução

Cotada para ser candidata a vice-governadora na Chapa de ACM Neto (União Brasil), a vereadora de Serrinha Edylene Ferreira (Republicanos) disse ter o privilégio de conhecer todos os 417 municípios baianos e voltou a defender a ampliação da participação das mulheres nos espaços de poder. Ela foi anfitriã do Mobiliza Bahia, evento em Serrinha realizado nesta quinta-feira (21) que contou com a participação de Rosário Magalhães e Mariana Magalhães, mãe e esposa de Neto, respectivamente.

”Tenho o privilégio de conhecer os 417 municípios da Bahia, suas Câmaras Municipais, os vereadores e as vereadoras do nosso estado”, destacou ela, que é presidente licenciada da União dos Vereadores do Estado (UVB) e do Fórum Nacional da Mulher Parlamentar. O Mobiliza Bahia tem o objetivo de estruturar propostas capazes de auxiliar no planejamento de um futuro promissor para o estado.

Questionada pela imprensa sobre a possibilidade de integrar a chapa de Neto, Edylene disse estar feliz com seu nome entre os cotados. ”Fico muito feliz com meu nome nesse cenário, acredito que Serrinha e todo território do Sisal, também. O interior da Bahia sendo representado. Isso é fruto de muito trabalho e dedicação. A gente espera que seja feito o melhor para a Bahia, para o projeto que é liderado por ACM Neto. Me sinto preparada para trabalhar por nosso estado”, ressaltou.

Ela pontuou ainda que as mulheres vêm conquistando espaço na política, mas que esse movimento precisa ser fortalecido. ”Há 100 anos, não tínhamos direito de votar, de ser votada. Hoje percebemos que há movimentos firmes em relação às mulheres, para ampliar a participação. E, nada melhor do que você sair do discurso. Então, se queremos que a mulher participe dos espaços de poder, vamos fazer com que aconteça”, afirmou.

 

Clínica é condenada por erro em tratamento odontológico e acusa paciente de usar ”super bonder”

/ Justiça

A Justiça baiana condenou uma clínica odontológica de Camaçari a indenizar uma paciente em R$ 10 mil por danos estéticos. Segundo a autora da ação, ela contratou um serviço para realizar um tratamento no valor de R$ 10 mil.

O procedimento previa a extração, restauração de resina, coroa em porcelana e pinos. A parte mais importante do tratamento era a colocação de duas coroas. Logo depois do procedimento, descobriu que não foi colocado um outro material não contratado, de valor inferior, ao invés da porcelana. Com isso, os dentes ficaram fora do padrão de cor em relação aos demais, além de estarem fixados irregularmente, ocasionando frequente soltura. Com isso, o tratamento não alcançou o resultado esperado e contratado, pois a prótese apresentou má qualidade. Ainda acrescenta ao fato que o tamanho das coroas ficou desproporcional.

A paciente narrou que, após a contratação, a clínica ofereceu uma assistência precária, e que por diversos momentos foi atendida por profissionais diferentes, o que ocasionou modificações no procedimento. A paciente chegou a solicitar o reembolso do valor pago, mas o pedido foi negado sob o argumento que o tratamento havia sido finalizado.

Em sua defesa, a clínica tentou fazer um acordo com a paciente. Alegou que as coroas custaram R$ 800 e que o restante do valor corresponde a fixação de pinos, que não foi objeto de reclamação na ação. Disse que a paciente sabia que o material utilizado não seria a porcelana. Acrescentou ter tido respeito e cuidado com a cliente, dando assistência em todas as vezes que compareceu na clínica, e que as coroas foram aprovadas pela paciente, tanto na cor e tamanho.  A empresa ainda acusou a paciente de ter utilizado super bonder para colar uma das coroas, o que teria provocado um volume maior, devido à formação de camadas.

Um laudo pericial concluiu que não foi observada a presença de super bonder no dente da paciente, conforme apontado pela empresa, e que não foram observados padrões técnicos nos procedimentos. O juízo da causa condenou a empresa a indenizar a paciente em R$ 10 mil por entender que houve ”prestação de serviço insatisfatória, não respeitando os princípios fundamentais da prótese, causando danos na requerente”.

A empresa chegou a recorrer da decisão. Mas o recurso foi negado pelo desembargador Maurício Kertzman, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que manteve o valor da condenação. ”Algumas conclusões são alcançadas com a apresentação de respostas aos quesitos complementares: a) a primeira, é que houve falha na consecução do princípio mecânico da prótese fixa; b) a segunda, é que a saúde periodontal da apelada foi comprometida pelo excesso de material restaurador na região gengival; c) a terceira, é que os trabalhos apresentam acabamento e polimento do material deficiente; d) a quarta, é que não fora constatada na perícia resquício da cola narrada nos autos; e, e) a quinta, é que ainda que se tenha utilizado de tal cola, esta não fora causa suficiente para o insucesso do tratamento proposto, posto que todo o trabalho desrespeitou os três princípios fundamentais da prótese fixa, quais seja, o mecânico, o biológico e o estético”, assinala o desembargador.

O relator, entretanto, elevou os honorários advocatícios de 10% para 20%, com destinação para o Fundo da Defensoria Pública da Bahia, órgão que assistiu a paciente. Para o desembargador, o valor deveria ser aumentado diante da complexidade de causa e pela ”qualidade técnica das peças processuais”, sendo ”justo, razoável”, refletindo a digna remuneração dos defensores atuantes nos autos. Com informações do site Bahia Notícias

 

Governo Federal edita Medida Provisória que abre crédito para pagamento de auxílios

/ Economia

O governo federal editou uma medida provisória (MP) que libera um crédito extraordinário de R$ 27 bilhões para o pagamento dos benefícios sociais previstos na Emenda Constitucional 23/22. Esses recursos, que serão direcionados para o Ministério da Cidadania e para Encargos Financeiros da União, não afetam o teto de gastos e nem o cumprimento da meta de resultado primário, conforme prevê a própria Emenda Constitucional. A MP foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta sexta-feira (22) e foi encaminhado hoje para o Congresso Nacional, que tem 60 dias para analisá-la nas duas Câmara e no Senado para que ela não perca a validade.

Os R$ 27 bilhões devem ser destinados para o pagamento de um acréscimo de R$ 200 para o Programa Auxílio Brasil, que também terá um incremento no número de beneficiários; no aumento do valor do Auxílio Gás e de verbas para o programa de Aquisição e Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar para Promoção da Segurança Alimentar e Nutricional (Programa Alimenta Brasil). No caso do Auxílio Brasil, os recursos também serão utilizados para o pagamento de custos e encargos bancários relativos à extensão do programa.

Do valor de crédito extraordinário, R$ 1,04 bilhão será destinado para o Auxílio Gás e R$ 500 milhões para o Programa Alimenta Brasil. O Programa Auxílio Brasil terá um crédito extraordinário de R$ 25,45 bilhões e R$ 89,92 milhões serão destinados à remuneração a agentes financeiros.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, ”serão apresentados outros créditos, a fim de abarcar todas as modificações realizadas pela Emenda Constitucional”.

A Emenda Constitucional 123/22 foi promulgada no dia 14 de julho pelo Congresso Nacional e prevê um aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil até 31 de dezembro deste ano. O texto também propõe, até o fim do ano, um auxílio de R$ 1 mil para caminhoneiros, auxílio gás de cozinha e reforço ao Programa Alimenta Brasil, além de parcelas de R$ 200 para taxistas, financiamento da gratuidade no transporte coletivo de idosos e compensações para os estados que reduzirem a carga tributária dos biocombustíveis.

Também foi estabelecido um estado de emergência durante este ano  ”decorrente da elevação extraordinária e imprevisível dos preços do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes”.

Matéria alterada às 23h24 para correção de informação. O crédito extraordinário é de R$ 27 bilhões e não de R$27 milhões, como estava escrito anteriormente. Os recursos destinados ao Auxílio Brasil é de R$25,45 bilhões e não R$ 25,45 milhões. Da Agência Brasil

Jequié: Com orientação por telefone, Sargento do 8° GBM ajuda mãe a salvar bebê engasgado

/ Jequié

Sargento BM Carla Reis, lotada no  8°GBM/Jequié. Foto: Arquivo

Uma orientação por telefone salvou a vida de um bebê de seis meses que estava engasgado, com crise convulsiva, nesta sexta-feira (22), em Jequié.

Conforme apurou o BMFrahm, consta no registro de ocorrências do Centro Integrado de Comunicações – CICOM, que uma mulher efetuou uma ligação ao órgão por volta das 10h30, para pedir ajuda e demonstrava nervosismo, relatando que o seu filho teria engasgado.

Por telefone, a sargento BM Carla Reis, lotada no  8°GBM/Jequié conseguiu passar para a mãe do bebê como realizar a manobra de Heimlich e conseguiu salvar a vida do neném, que durante as orientações voltou a respirar e trouxe alívio para a família e equipes do CICOM e GBM.

Essa não é a primeira vez que Carla atua para salvar vidas por telefone. Coincidentemente, em Julho de 2021, ela ajudou a salvar um recém-nascido que estava engasgado com leite materno. Na ocasião, era o pai quem buscava auxílio.

Prefeito de Maracás destaca independência entre poderes durante reinauguração da Câmara Municipal

/ Política

Soya prestigiou sessão de reinauguração da Câmara. Foto: Assessoria

O prefeito de Maracás, após participar de sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos do segundo semestre e de reinauguração do prédio-sede da Câmara Municipal, na noite desta sexta-feira (22), destacou a relação harmônica e a independência entre os poderes Executivo e Legislativo. ”No exercício do cargo de Chefe do Executivo, prezarei sempre pelo princípio da independência e harmonia entre os poderes, pelo bem de Maracás”, disse o gestor ao comentar sua participação no ato em publicação na rede social.

Soya agradeceu aos parlamentares pela receptividade, parabenizou o presidente da Casa, João Menezes, e ressaltou a importância da ampla requalificação realizada no prédio-sede da Câmara.

A sessão também foi marcada por homenagens, com entregas de títulos de cidadão. Entre os homenageados, o deputado estadual Euclides Fernandes, que apesar de não ter marcado presença no ato foi bastante elogiado pelo prefeito e vereadores pelos serviços prestados a Maracás através do seu mandato.

Obras de construção do anexo da ponte do Mandacaru causam alterações temporárias no trânsito de Jequié

/ Jequié

Informações sobre alterações é da SUMTRAN. Foto: Charles Meira

A Prefeitura de Jequié, através da Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN), informa que, em função das obras de construção do anexo da Ponte Teodoro Sampaio, que faz a conexão do bairro Mandacaru com o Centro, serão necessárias alterações, temporárias, no trânsito, que já começam a valer a partir deste sábado (23).

Os veículos que trafegam do Centro, sentido Jequiezinho, não poderão seguir pela Praça dos Caixeiros Viajantes. Este trecho estará, momentaneamente, bloqueado, até a conclusão das obras que vêm sendo executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER). Os condutores deverão seguir até a Ponte Teodoro Sampaio e fazer uso da primeira conversão à esquerda, sentido Jequiezinho.

A SUMTRAN informa, ainda, que o trânsito entre a Avenida Landulfo Caribé, sentido Centro, seguirá sem alterações.

Bahia registra 3.165 casos de Covid-19 e mais 15 óbitos, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.165 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,19%), 3.629 recuperados (+0,23%) e 15 óbitos. Dos 1.646.766 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.604.259 já são considerados recuperados, 12.259 encontram-se ativos e 30.248 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta sexta-feira (22) contabiliza ainda 1.941.090 casos descartados e 356.583 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas sexta-feira. Na Bahia, 67.182 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento a Bahia contabiliza 11.643.243 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.749.799 com a segunda dose ou dose única, 6.645.519 com a dose de reforço e 1.268.665 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 1.006.715 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 599.220 já tomaram também a segunda dose.

Rui revela que ACM Neto recusou construir creches em Salvador mesmo com terreno e verba

/ Política

Rui alfineta ACM em Feira de Santana. Foto: assessoria

O governador Rui Costa disse, durante a Caravana Mais Bahia, em Feira de Santana, na noite desta sexta-feira (22), que o pré-candidato ao governo da Bahia recusou criar creches em Salvador na época em que em ele era prefeito da cidade. Segundo Rui, em 2015 a ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff ofereceu a construção de 14 creches e o governo cedeu o terreno, mas, segundo ele, nada foi feito.

”O Lula e a Dilma criaram um programa para oferecer creches para o brasil inteiro através do programa Brasil Carinhoso. Ofereceu seis mil creches as prefeituras do Brasil. Como em Salvador não tinha quase creche nenhuma, em 2015 eu chamei o prefeito e disse: ‘prefeito, a Dilma está lhe oferecendo 14 creches, mas eu vi que você não construiu nenhuma ainda. Por que você não constrói aí prefeito? Sabe o que ele me respondeu? ‘Governador eu não construo porque não tenho terreno” disse Rui.

Segundo o petista, para resolver a questão, ele teria cedido o terreno, ”mas ainda assim ele não fez”.

”Eu disse: prefeito, eu vou resolver seu problema então. Se a Dilma está lhe dando a construção, eu estou dando o terreno de graça. Escolha qual terreno que você quer que o Estado vai te dar. A gente desapropria e entrega de graça para a prefeitura. E eu pergunto a vocês… quantas escolas do Brasil Carinhoso foram construídas pela prefeitura de Salvador? Nenhuma”, pontuou.

O governador disse ainda que a maioria das crianças em Salvador não tem creche municipal para estudar. “Elas estudam em creches comunitárias ou em creches particulares nos bairros populares”.