Luiz Inácio Lula da Silva tem 19 pontos sobre Jair Bolsonaro no 1º turno, aponta Datafolha

/ Brasil

Luiz Inácio Lula da Silva enfrenta Bolsonaro. Foto: Reprodução

Nova pesquisa do Datafolha mostra um cenário estável na corrida pela sucessão de Jair Bolsonaro (PL) na eleição de outubro. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 19 pontos de vantagem sobre o presidente, marcando 47% das intenções de voto no primeiro turno.

Bolsonaro tem 28%, seguido à distância por Ciro Gomes (PDT), com 8%. Dez outros candidatos se embolam, empatados tecnicamente, no pelotão dos que têm de 2% para baixo. A contagem regressiva de 100 dias para o pleito começa nesta sexta (24).

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 cidades nos dias 22 e 23 de junho. A margem de erro da pesquisa, contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 09088/2022, é de dois pontos para mais ou menos.

O cenário registrado é semelhante ao da pesquisa passada, realizada em 25 e 26 de maio, apesar da agudização da crise econômica e política envolvendo o governo federal. Os pesquisadores do Datafolha foram a campo no mesmo dia em que emergiu a notícia de que no ex-ministro da Educação Milton Ribeiro havia sido preso, na quarta (22).

Aliado por quem Bolsonaro disse colocar ”a cara no fogo”, ele protagoniza a apuração de um escândalo de corrupção, cujo combate é um dos pontos do discurso presidencial. O elemento se somou ao embate entre o Planalto e a Petrobras acerca do reajuste dos preços de combustíveis, que impacta na inflação numa campanha eleitoral marcada pelo debate econômico.

Além disso, o presidente enfrenta desgastes variados, do assassinato de um indigenista e de um repórter na Amazônia aos problemas de sua gestão, que acumula problemas.

Nesse sentido, a oscilação positiva de um ponto percentual da rodada anterior para cá pode ser até comemorada por aliados mais otimistas de Bolsonaro. Lula fez o caminho inverso, embora só tenha se notabilizado no período pela divulgação de um criticado plano de governo e por ter adicionado tropeços junto ao eleitorado conservador.

Ciro, por sua vez, segue isolado num patamar abaixo do que havia conseguido em suas três tentativas anteriores de chegar à Presidência. Também oscilou, de 7% para 8%. Ele é seguido pelo grupo liderado numericamente pelo deputado André Janones (Avante-MG), com 2%.

Pior notícia colhe a chamada terceira via, que depois das desistências de Sergio Moro (União Brasil) e João Doria (PSDB), organizou-se em torno do nome da senadora Simone Tebet (MDB). Mesmo com apoio de tucanos e com sua rodada de inserções publicitárias, ela viu suas intenções de voto desde o fim de maio oscilarem negativamente de 2% para 1%.

Empatam numericamente com a senadora Vera Lúcia (PSTU) e Pablo Marçal (Pros). Não pontuaram Sofia Manzano (PCB), Felipe D’Ávila (Novo), General Santos Cruz (Podemos), Luciano Bivar (UB), Eymael (DC) e Leonardo Péricles (UP).

Com isso, o cenário de polarização entre Lula e Bolsonaro se consolida ainda mais, fazendo crescer a percepção de que o eleitorado olha para a corrida como um segundo turno adiantado a esta altura da disputa. Isso é notável também na pesquisa espontânea, quando os entrevistados falam em quem vão votar sem serem estimulados por uma lista.

Nela, Lula marcou 37%, ante 38% há menos de um mês. Já Bolsonaro oscilou de 22% para 25%, enquanto quem não sabe ainda em quem votará ficaram estáveis também (29% para 27%). Ciro marca 3%. Do ponto de vista de perfil do eleitorado, as tendências se mantiveram. Lula segue soberano no Nordeste, segunda região mais populosa com 27% de quem vai às urnas, onde derrota Bolsonaro por 58% a 19%.

Tem grande vantagem entre os mais jovens (54% a 24%), menos escolarizados (56% a 22%) e, principalmente, entre os mais pobres. Nesse grupo, de quem ganha até 2 salários mínimos e que compõe 52% da amostra populacional do Datafolha, Lula também vence o presidente por 56% a 22%, evidenciando a falta de alcance eleitoral até aqui de medidas do governo como o Auxílio Brasil.

No segmento evangélico (26% da população), Bolsonaro ampliou um pouco a vantagem e deixou o empate técnico, no limite, com Lula. Não se sabe qual será o impacto no grupo do escândalo envolvendo Ribeiro, que é pastor, e outros religiosos em falcatruas no MEC. O presidente tem entre eles 40% (eram 39% em maio), ante 35% de Lula (eram 36%)

Bolsonaro vai melhor entre os homens (36%, ante 44% de Lula) e entre aqueles que ganham mais: tem 44% no grupo com renda mensal de 5 a 10 mínimos e 47%, entre os que ganham mais de 10 mínimos. Esses dois segmentos, contudo, somam 11% da população.

O presidente também mantém uma fortaleza no Centro-Oeste, região com 7% da população onde tem 40% de intenções de voto. No populoso Sudeste, lar de 42% dos brasileiros, Lula tem 43% e Bolsonaro, 29%,

Refletindo a crise, o petista tem grande liderança entre os desempregados (9% da amostra): 62%. Empresários, 4% dos ouvidos, dão uma intenção ao presidente de 43%.

Igor Gielow/Folhapress

Agente de Luva de Pedreiro afirma que influenciador baiano tem R$ 2 milhões a receber

/ Entretenimento

Luva de Pedreiro faz sucesso nas redes sociais — Foto: Instagram

O empresário Allan de Jesus, que agencia a carreira do influenciador digital Iran Ferreira, conhecido como “Luva de Pedreiro”, disse, na tarde desta quinta-feira (23), que o cliente tem R$ 2 milhões a receber por causa de contratos de publicidade. No entanto, afirmou que o pagamento será feito a partir de julho de 2022.

”Todos os nossos contratos de publicidade somam mais de R$ 2 milhões e nenhum pagamento ainda foi feito. Todos serão feitos a partir de julho de 2022, até o presente momento os contratos de publicidade ainda não foram pagos”, disse Allan Jesus.

O agente de Luva de Pedreiro afirmou que Iran tem duas contas em pessoa física. Porém, as transações financeiras da sua carreira são geridas por uma conta em pessoa jurídica que foi criada este ano.

”Todos os nossos contratos de publicidade estão com essa conta para recebimento. Para que a transparência seja possível para que todos os sócios tenham acesso a entradas e saídas”, explicou. Segundo Allan Jesus, antes da empresa dele, a ASJ Consultoria, ser aberta e ter uma conta jurídica, Iran Ferreira tinha feito um acordo informal com uma agência onde gravaria alguns vídeos no TikTok.

”Naquele momento, o valor foi de R$ 20 mil. Como ainda não existia essa conta jurídica, o valor foi depositado na conta da ASJ Consultoria”, contou. Na noite de quarta-feira (22), o empresário se manifestou após rumores de um novo agenciamento do baiano. Em nota divulgada nas redes sociais, Allan Jesus informou que recebeu as notícias através da imprensa e que tem contrato com Luva de Pedreiro até 2026.

”Se alguma das partes desejar efetivamente rescindir o contrato vigente, além de respeitar a forma acordada para tanto, deverá comunicar a outra oficialmente de sua decisão”, disse o empresário. No domingo (19), Luva de Pedreiro anunciou uma pausa na gravação dos vídeos. Ele se mostrou irritado com as cobranças que tem sofrido.

”Estou pelos meus seguidores. O que meus seguidores falarem comigo aí… Tá ligado? Eu não bebo não, parceiro. Estou são. Tá ligado? Mas eu quero desabafar nessa p****. Estou de saco cheio, já”, comentou ele, exaltado.

Allan Jesus informou ainda que a empresa dele, ASJ Consultoria, não tinha recebido qualquer comunicado de Luva de Pedreiro sobre uma tentativa de rescisão. As informações são do G1

Bahia registra 1.903 casos de Covid-19 e mais 1 óbito, diz boletim epidemiológico da SESAB

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.903 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,12%), 978 recuperados (+0,06%) e um óbito. Dos 1.564.900 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.528.718 já são considerados recuperados, 6.172 encontram-se ativos e 30.010 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico desta quinta-feira (23) contabiliza ainda 1.904.771 casos descartados e 340.806 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta quinta-feira. Na Bahia, 64.215 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.618.697 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.679.759 com a segunda dose ou dose única, 6.234.554 com a dose de reforço e 591.891 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 965.900 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 545.807 já tomaram também a segunda dose.

Estudantes da rede municipal resgatam tradição das quadrilhas juninas nos festejos de Maracás

/ Cultura

Casal de jovens participa do casamento matuto. Foto: Divulgação

As escolas da rede municipal de Maracás estão vivenciando o festivo clima junino, depois de dois anos sem atividades do gênero, por conta da pandemia do Coronavírus. Ornamentada com elementos do São João, a Praça Rui Barbosa, onde foi montada a Vila Junina Moá do Fole propicia aos estudantes e visitante um ambiente de celebração das genuínas manifestações populares do Nordeste e promovem atividades ligadas à época, como quadrilhas e casamento matuto.

As apresentações tiveram início no último dia (17) e a programação diversificada e reúne, além de estudantes, de escolas da sede e da zona rural, jovens e músicos, que expressaram o talento.

As quadrilhas representaram as instituições de ensino: Escola Otávio Mangabeira [Quadrilha Interação, Inclusão e Diversão], Instituto de Educação de Maracás [Fulô do Mamulengo], Escola Cel. Marcionílio Souza [Flores de Maracás], CEVLAM [Paixão Cangaceiro], Colégio Normal [Viagem ao Nordeste], Escola Luiz Braga [Quadrilha Renascer], Escola Renato Vaz Sampaio [Quadrilha do RVS].  A Vila foi organizada pela Secretaria de Educação, por meio da Diretoria de Cultura.

O prefeito Soya Novaes reforçou que o projeto foi criado democratizar os festejos. ”A ideia foi para criar interação entre os alunos, que os nossos alunos, além de resgatarem as questões ligadas aos festejos juninos, também mostrem a força da nossa Cultura”.

O São João de Maracás começa oficialmente nesta quinta-feira (23), na mesma Praça Rui Barbosa, com shows de atrações como: Diego e Victor Hugo, Rasta Chinela, Beste Nascimento, Chambinho do Acordeon, Forró do Muído, Forró do Tico, Fulô de Mandacaru, além de bandas locais e regionais. Para a realização do evento, a Prefeitura firmou parceria com o Governo do Estado, por meio da BahiaTursa.

Com expectativa de receber 15 mil pessoas, segundo PM, São João de Jaguaquara começa nesta quinta

/ Jaguaquara

Jaguaquara volta a realizar o São João. Foto: Blog Marcos Frahm

Jaguaquara tem expectativa de receber até 15 mil pessoas na primeira noite de São João, que terá início nesta quinta-feira (23), a partir das 20h. A estimativa de público é da Polícia Militar, que estará envolvida na segurança pública do evento, com efetivo reforçado, conforme entrevista recente do Capitão/PM Hianderson Ribeiro ao Blog do Marcos Frahm [relembre].

Nesta primeira noite, irão se apresentar atrações como: Forró Wadio, Jonas Esticado, Portal da Bahia, Priscila Senna e Rom Cigano. Ainda constam da programação da festa o cantor Tarcísio do Acordeon, Solange Almeida, Cacau com Leite, Chambinho do Acordeon, Flávio José, Toque Dez, Lara Amélia, bandas locais e regionais, cujas contratações envolveram recursos do Município e do Governo do Estado, por meio da BahiaTursa, que segundo declarações recentes da prefeita Edione Agostinone (PP) em programa de rádio liberou R$ 450 mil para o Município celebrar o São João.

Vale ressaltar que as atrações são divididas entre a sede e o distrito Stela Dubois, Entroncamento, onde a festa também acontece. Jaguaquara registra garoa e clima frio.

Vale do Jiquiriçá: Justiça derruba decreto da Prefeitura de Laje que proibia queima de fogueiras

A Justiça acatou, na quarta-feira (22), uma ação promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA), e suspendeu um decreto da Prefeitura de Laje que proibia fogueiras durante o São João na cidade.

O decreto assinado pelo prefeito Binho de Mota (PSD), no último dia 10, proibia a queima com a justificativa de que realizou uma pavimentação de 4 km de ruas da cidade e que as fogueiras poderiam causar dano ao asfalto. Além disso, o gestor também destacou a incidência maior de problemas respiratórios por conta das fogueiras.

Na decisão, a juíza Cynthia de Araújo Lima Lopes argumentou que os ”festejos juninos se figuram como uma das manifestações culturais de maior relevância no Nordeste do Brasil, sendo a fogueira um dos seus mais importantes símbolos e forma de celebração”.

A magistrada ainda acrescenta que ‘não existe embasamento técnico que ampare as alegações da prefeitura sobre o suposto dano ao logradouro público recém asfaltado ou de riscos à segurança e à saúde pública”. Com a decisão da magistrada, a medida deve ser cumprida em 24 horas. Com informações do site Bahia Notícias

Após ação do MP, prefeita garante que São Pedro não afeta saúde financeira de Eunápolis

/ Justiça

Prefeita Cornélia Torres, da cidade de Eunápolis. Foto: Rede social

Em nota enviada ao Portal Radar 64, a Prefeitura de Eunápolis garantiu que o município tem orçamento justificável para a realização do Pedrão. Declaração ocorre após o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) ajuizar, na última terça-feira (21), uma ação civil pública pedindo a Justiça que suspenda o festejo junino.

Segundo o portal bahia.ba, a ação assinada pelo promotor de Justiça Rodrigo Rubiale, o MP alega que o município de Eunápolis decidiu realizar a festa ”sem o devido planejamento e programação de recursos orçamentários e financeiros para tal fim”.

Na nota, a prefeitura, capitaneada pela prefeita Cordélia Torres (DEM), afirma que, na área da educação, 80% das escolas estão reformadas, com infraestrutura e merenda adequadas, e o transporte escolar funciona bem. Além disso, os salários dos servidores estão em dia, várias ruas estão sendo asfaltadas, e outros indicadores do município estão em dia.

Segundo o MP, a dotação prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) de Eunápolis para a realização de eventos culturais e artísticos em 2022 é de R$ 3.664.000,00, com suplementos de verbas nos valores de R$ 162.000,00 e de R$ 351.775,00.

Deste modo, insuficiente para custear as despesas relativas aos festejos juninos deste ano em Eunápolis, que, segundo o MP, já atingem R$ 7.234.133,02.

Justiça Federal concede habeas corpus e libera Milton Ribeiro e pastores evangélicos da prisão

/ Justiça

Ex-ministro Milton foi preso nesta quarta-feira. Foto: Luis Fortes/MEC

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Ney Bello, concedeu nesta quinta-feira (23) uma liminar que colocou em liberdade o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, e os pastores evangélicos presos pela Operação Acesso Pago. Eles são acusados de beneficiar prefeituras aliadas na concessão de verbas do FNDE (veja aqui, aqui e aqui).

A decisão cassou a prisão preventiva do ex-titular (confira aqui), assim como de Gilmar Santos, Arilton Moura, Helder Diego da Silva Bartolomeu e Luciano de Freitas Musse.

A concessão da liberdade aos réus aconteceu antes da realização da audiência de custódia (saiba mais aqui). O magistrado atendeu a um habeas corpus impetrado pela defesa de Milton Ribeiro.

Uma decisão anterior, do desembargador plantonista Morais da Rocha, havia rejeitado a mesma solicitação. Ele alegou que os advogados não apresentaram documentos que evidenciassem um constrangimento ilegal na prisão. *Bahia Notícias

Governo federal deve desistir de compensação a estados para elevar Auxílio Brasil a R$ 600

/ Economia

O governo federal deve desistir de pagar uma compensação aos estados em troca de eles zerarem a alíquota do ICMS sobre diesel e gás. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a gestão Bolsonaro pretende aumentar o valor mínimo do Auxílio Brasil para R$ 600.

A proposta de repasse chegou a ser anunciada no dia 6 de junho pelo próprio presidente. No entanto, parlamentares consideram que, como a medida dependeria da adesão dos estados, o impacto poderia demorar ou nem chegar aos consumidores.

A substituição das medidas deve ser levada à discussão na reunião de líderes no Senado nesta quinta-feira (23).

A nova proposta é pagar um adicional de R$ 200 até o fim deste ano aos beneficiários do Auxílio Brasil – cerca de 18,2 milhões de famílias.

Chuva e emoção no show de Luan Estilizado, que marca a abertura do São João de Planaltino

Luan fez show emocionante em Planaltino. Foto: Euro Amâncio

O São João na cidade de Planaltino, no Vale do Jiquiriçá, começou de forma antecipada, nesta quarta-feira (22) e a abertura foi marcada pela chuva, que não impediu a participação do público que compareceu em grande número para prestigiar a grande atração da primeira noite de festa, o cantor Luan Estilizado.

Os festejos juninos em Planaltino vão até o dia (25), reunindo ainda atrações como: Bete Nascimento [ex-Mastruz com Leite], Catuaba com Amendoin, Claudio Ney e Juliana, além e bandas locais e regionais. O evento é promovido pela Prefeitura em parceria da BahiaTursa, que garantiu apoio financeiro. *Blog Marcos Frahm

Bahia tem o litro da gasolina mais caro entre os estados, aponta levantamento feito pela ANP

/ Economia

Um levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) entre os dias 12 e 18 de junho, apontou que a Bahia é o estado com o litro mais caro da gasolina comum, considerando o preço médio de R$ 8,037.

O maior preço cobrado para o litro da gasolina nos postos, no entanto, está na capital do Rio de Janeiro, onde cariocas chegavam a pagar R$ 8,990 no período em que foi realizado o levantamento.

O Amapá, por sua vez, é o estado onde o litro da gasolina está mais barato, com um preço médio de R$ 6,443.

De acordo com o Estadão, o valor mínimo pago no Brasil no período foi de R$ 6,170, na cidade de Assis, no interior de São Paulo.

Confira os preços médios do litro de gasolina de acordo com o levantamento:

– Acre: R$ 7,602
– Alagoas: R$ 7,278
– Amapá: R$ 6,443
– Amazonas: R$ 7,307
– Bahia: R$ 8,037
– Ceará: R$ 7,404
– DF: R$ 7,523
– Espírito Santo: R$ 7,297
– Goiás: R$ 7,409
– Maranhão: R$ 7,052
– Mato Grosso: R$ 6,99
– Mato Grosso do Sul: R$ 7,009
– Minas Gerais: R$ 7,46
– Pará: R$ 7,257
– Paraíba: R$ 7,038
– Paraná: R$ 7,247
– Pernambuco: R$ 7,453
– Piauí: R$ 7,89
– Rio de Janeiro: R$ 7,77
– Rio Grande do Norte: R$ 7,368
– Rio Grande do Sul: R$ 6,88
– Rondônia: R$ 7,214
– Roraima: R$ 7,034
– Santa Catarina: R$ 7,055
– São Paulo: R$ 6,829
– Sergipe: R$ 7,27
– Tocantins: R$ 7,469

 

Advogado que agrediu procuradora é preso em São Paulo após a Justiça determinar a detenção

/ Justiça

Demétrius Oliveira agrediu colega de trabalho. Foto: Rede social

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo após a Justiça determinar a detenção dele nesta quarta (22). Ele foi flagrado espancando Gabriela Samadello Monteiro de Barros durante o expediente na prefeitura de Registro (leia mais aqui). A vítima das agressões tem 39 anos e também é procuradora.

A polícia de Registro esteve na casa de Demétrius no mesmo dia em que foi decretada a prisão mas ele não havia sido encontrado. Na manhã desta quinta (23), policiais do 1º DP do município estavam em busca do procurador, que foi detido na capital paulista.

Responsável pelo caso, o delegado Daniel Vaz Rocha apontou que o acusado ”vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública”.

Segundo a Polícia Civil, a investigação instaurada para apurar o caso reuniu fotos e vídeos da agressão, além do depoimento da procuradora-geral para fundamentar o pedido de prisão preventiva. Com informações do site Bahia Notícias

Jequié: Prefeito antecipa de salário dos servidores e injeta mais de R$ 15 milhões na economia local

/ Jequié

Zé Cocá antecipa salário dos servidores. Foto: BMFrahm

Mais uma vez, o prefeito de Jequié, Zé Cocá, autorizou o pagamento dos salários dos servidores antecipadamente. Nesta quinta-feira (22), os vencimentos relativos ao mês de junho de todos os servidores municipais, que estavam com data programada para serem efetuados no dia 30, foram antecipados em 8 dias, sendo esta a terceira folha de vencimentos dos funcionários paga, em apenas 25 dias, entre elas, o décimo terceiro salário que, também, foi quitado antecipadamente.

Com essa iniciativa, a administração municipal vai colocar em circulação um total de R$ 15.311.335,62 (quinze milhões, trezentos e onze mil, trezentos e trinta e cinco reais e sessenta e dois centavos). Segundo a secretária de Administração, Alexsandra Souza Silva, os valores estarão na conta dos servidores nesta quinta-feira, 23, e deverão aquecer ainda mais o comércio local, neste período de São João. Com o pagamento antecipado, o prefeito Zé Cocá mantém a política de valorização dos servidores públicos, que vem sendo colocada em execução pela gestão, com a antecipação dos pagamentos referentes aos salários, sem interrupção, ao mesmo tempo em que coloca em circulação um montante significativo de recursos que acaba movimentando o comércio de bens e serviços da cidade.

”O nosso compromisso é pagar os nossos servidores, os nossos fornecedores e manter a credibilidade e a confiança do município! E temos conseguido fazer valer todo o esforço, graças a Deus. O pagamento do salário em dia tem sido um compromisso que temos honrado com os trabalhadores da Prefeitura de Jequié, desde quando assumimos a gestão. Além disso, a administração tem mantido o pagamento dos salários dentro do mês trabalhado, o que possibilita uma melhor programação orçamentária para os servidores e fizemos o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário, de forma antecipada e, agora, mais uma vez, autorizamos a antecipação do salário. Desejamos que esses recursos ajudem a aquecer ainda mais o nosso comércio e esperamos que seja responsável por um São João mais alegre, mais animado e abençoado para os nossos colaboradores!”, destacou o prefeito.

Jaguaquara: Às vésperas do São João, Câmara encerra período Legislativo e aprova contas do ex-prefeito

/ Jaguaquara

Casa seguiu parecer do Tribunal de Contas. Foto: Rede social/CMJ

Na sessão que encerrou o primeiro semestre de 2022 na Câmara Municipal de Jaguaquara, a Mesa-Diretora da Casa decidiu colocar em pauta as contas da Prefeitura referentes à administração do ex-prefeito Giuliano Martinelli (PP), do exercício financeiro de 2020, seguindo a decisão do Tribunal de Contas dos Municípios, que teria opinado pela aprovação, com ressalvas, ao analisar o último parecer da gestão de Martinelli.

Apenas um edil contrariou o parecer. Foi o parlamentar integrante da bancada da minoria, Rodrigo Dias (PSD), este declarado opositor do ex-prefeito e do atual grupo governista. O vereador Élio Boa Sorte (PP) foi o único que não compareceu a sessão, sob a justificativa de que se recupera de procedimento cirúrgico.

Confira a lista da aprovação

Os outros parlamentares: Nildo Pirôpo (PP), Bode da Saúde (PP), Julival do Breguesso (PCdoB), Nei Filho (PP), Gilmar Fonseca (PCdoB), Dermeval Gama (Republicano), Alex Moraes (PL), Tia Nalva (PP), Cristiane Pinheiro (PP), Júnior da Kombi (PSD), Caneço (PP), Uelson (PP), Antonio Barbosa (PP).

3 aprovações e 5 reprovações no TCM

Das oito contas julgadas, relativas aos dois mandatos consecutivos exercidos por Giuliano Martinelli em Jaguaquara o Tribunal reprovou 5: 2014, 2015, 2016, 2018, 2019. Entretanto, o ex-mandatário contou com a bênção do Legislativo, que contrariou o TCM e aprovou o que foi reprovado.

A corte aprovou 3: 2013, 2017, 2020. Entre os pareces do Tribunal, um deles teve representação ao Ministério Público/BA, pelo pagamento indevido de R$84.814,55 em juros e multas, decorrentes do atraso no cumprimento de obrigações previdenciárias no exercício de 2019. Com todas as contas aprovadas, Martinelli segue elegível, até então.