Testes positivos do novo ”Coronavírus” da doença em farmácias saltam 326% em maio

/ Saúde

Os testes positivos para Covid-19 detectados em farmácias do país saltaram 326% durante o mês de maio, a primeira alta desde janeiro. No total, foram registrados 136.117 mil novos casos, um número mais de quatro vezes maior que os 31.981 do mês de abril.

Os dados são do levantamento realizado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), obtidos com exclusividade pelo jornal O Globo.

Os registros são os maiores desde fevereiro, quando foram 349.287 diagnósticos com o resultado positivo para a doença nas drogarias brasileiras. O número acende o alerta por demonstrar novamente uma tendência de alta, embora continue distante dos quase um milhão identificados em janeiro.

O novo levantamento da Abrafarma aponta ainda que a procura pelos testes de Covid-19 nas farmácias voltou a subir. Desde janeiro até o fim de abril, a associação havia constatado uma queda consistente que chegou a 89,4% na realização dos diagnósticos. Porém, em maio, esse índice aumentou 109% em relação ao mês anterior – de 262.737 para 549.225 testes.

Varíola de macaco: Brasil investiga seis casos suspeitos a doença, diz o ministro da Saúde

/ Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou neste sábado (4) que ainda não há casos confirmados de varíola de macaco no país. A informação foi divulgada por meio de seu perfil na rede social Twitter.

Segundo ele, o Ministério da Saúde continua monitorando possíveis casos da doença. Queiroga explicou que, além dos quatro casos já em investigação, outros dois casos suspeitos foram notificados no estado de Rondônia.

O ministro afirmou que todos seguem isolados e em monitoramento. Da Agência Brasil

Teolândia: Juiz suspende liminar e libera “Festa da Banana”; prefeitura justifica recursos

/ Bahia

Gusttavo Lima será uma das atrações | Foto: Divulgação

O juiz substituto Alberto Raimundo dos Santos, durante plantão judiciário do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) neste sábado (4), derrubou a liminar que suspendia a XVI Festa da Banana, em Teolândia, no sul do estado, após recurso apresentado pela prefeitura do município.

O evento havia sido suspenso nesta sexta-feira (3), a pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que apontou o alto custo da festa para os cofres públicos, ultrapassando R$ 2 milhões em investimento por parte da prefeitura. Os contratos previam o pagamento de um cachê de R$ 704 mil ao cantor sertanejo Gusttavo Lima.

A prefeitura de Teolândia recorreu da decisão, argumentando que o evento cultural está no seu 16ª ano e recebe até 140 mil pessoas por edição, movimentando a economia local. De acordo com a gestão municipal, o cancelamento da festa poderia provocar grandes prejuízos aos cofres públicos.

“Além de todos os prejuízos locais e regionais já narrados acima, cumpre também consignar que o erário municipal corre graves riscos de prejuízos, uma vez que a não realização dos festejos ocasionará o rompimento contratual dos prestadores de serviços contratados e já pagos”, afirmou a prefeitura.

“Já houve adiantamento financeiro de diversos artistas contratados, bem como, houve investimento do Município em divulgação, estrutura, contratação de palcos, cenário e ornamentação, iluminação e prestadores de serviços em geral”, complementou.

O magistrado Alberto dos Santos reconheceu a importância econômica do evento e decidiu acatar o pedido da prefeitura, de liberação da XVI Festa da Banana, prevista para começar neste sábado.

“Não se mostra razoável, portanto, que após despendida verbas com toda publicidade sobre a, organização, contratação, não só dos artistas, mas, também, da mão-de-obra local, se determine a suspensão total do evento, provocando o cancelamento de diversos contratos, sobre o que incidirão multas, gerando mais despesas ao Erário”, afirmou Alberto dos Santos.

O juiz, entretanto, ressaltou que os gastos com o evento deverão ser todos comprovados, sob pena da prefeitura incorrer em crime de improbidade administrativa.

“Atento às denúncias do Ministério Público, as quais continuarão em debate nos autos de origem, com a devida análise dos argumentos do Agravante, quanto aos repasses das verbas do Governo Estadual, dos convênios e da participação da iniciativa privada, que deverão ser devidamente comprovadas, independente da realização ou não do evento, visto que o mesmo já se encontra, devidamente, organizado para início na data de hoje 04.06.2022 e, em sendo comprovada a ingerência do Gestor na utilização das verbas públicas, este deverá responder pelo crime de improbidade administrativa, além de ter de proceder ao devido ressarcimento de todo os valores indevidamente utilizados”, concluiu, antes de conceder o efeito suspensivo da liminar.

O advogado da prefeitura de Teolândia, Diego Andrade, comemorou a decisão e afirmou que ela atende não apenas à gestão municipal, mas à toda a população do município.

“Estamos certos de que essa decisão restabelece a justiça, não apenas para o município de Teolândia como ente público, mas também, e principalmente, para todos os cidadãos os teolandenses, que esperam pela tradicional Festa da Banana há mais de dois anos”, disse Andrade ao Bahia Notícias.

A XVI Festa da Banana começa neste sábado (4) e está prevista para terminar apenas no próximo dia 13 de junho. Além de Gusttavo Lima, o evento deve ter a participação de outros artistas amplamente conhecidos no estado, como Adelmário Coelho, Marcynho Sensação, Kevy Jonny, além da banda Unha Pintada. *Bahia Notícias