Agência de Vigilância Sanitária autoriza serviço de bordo e mantém uso de máscaras em voos

/ Saúde

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (12) a flexibilização das medidas sanitárias em aeroportos e aeronaves. De acordo com o órgão, as atualizações foram feitas após a decretação do fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da covid-19.

De acordo com as novas normas, está permitida a volta do serviço de bordo, a retirada da máscara para alimentação e o retorno da capacidade máxima de passageiros no transporte para embarque e desembarque pela área remota.

A obrigatoriedade do uso de máscaras dentro do avião e nas áreas restritas dos aeroportos continua mantida, além do desembarque realizado por fileiras e os procedimentos de limpeza e desinfecção de ambientes e superfícies. O distanciamento físico continua recomendado sempre que possível.

Europa

Ontem (11), a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (Easa) e o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças informaram que, a partir da próxima segunda-feira (16), deixam de recomendar máscaras obrigatórias em aeroportos e voos.

Em comunicado conjunto, a Easa e o ECDC afirmaram que vão ”retirar a recomendação de uso obrigatório de máscaras médicas nos aeroportos e a bordo de voos”. Lembram, no entanto, que ”a máscara facial continua a ser uma das melhores proteções contra a transmissão” do SARS-CoV-2, especialmente para pessoas mais vulneráveis. Da Agência Brasil

Justiça mantém prisão de Shirley Figueredo, viúva do dono da pousada Paraíso Perdido

/ Justiça

Shirley, viúva do empresário Leandro Troesch. Foto: Rede social

Shirley da Silva Figueredo, viúva do empresário Leandro Troesch, dono da pousada Paraíso Perdido, teve a prisão temporária mantida pela Justiça nesta quinta-feira (12). As informações são da TV Bahia.

A mulher foi detida na segunda (9), na zona rural de Iaçu, por descumprir as medidas de prisão domiciliar. Ela é considerada suspeita de envolvimento na morte de Leandro, ocorrida em fevereiro desse ano.

“A prisão dela vai ajudar a esclarecer as circunstâncias da morte do empresário. Ela também participará da reconstituição que ocorrerá na pousada”, explicou o coordenador da 4ª Coorpjn, delegado Joaquim Souza.

Ela foi detida por policiais da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus) e transferida para a sede do Departamento de Polícia do Interior (Depin) em Salvador.

Procurada pelo CORREIO, a Polícia Civil Informou que Shirley foi transferida para o sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

No dia 19 de abril, o delegado Rafael Magalhães concluiu a investigação com base nos laudos, emitidos nos dias 5 e 11 de março, juntamente com outros exames periciais e depoimentos de testemunhas, e indiciou Shirley como autora do crime e a amiga dela, a ex-detenta Maqueila Bastos, como cúmplice. Maqueila chegou a ser presa em Aracaju (SE) e foi trazida à Bahia, onde posteriormente deixou o Presídio Feminino, após a Justiça não converter a prisão temporária em preventiva.

Entenda o caso
A pousada começou a alimentar os noticiários policiais com as prisões de seus donos, Leandro Silva Troesch e Shirley da Silva Figueredo, em fevereiro de 2021, após serem condenados por roubo e extorsão mediante sequestro contra uma mulher em Salvador. Um ano depois, Leandro foi encontrado morto dentro de um dos quartos – ele e Shirley estavam respondendo pelos crimes em liberdade.

Desde então, mais fatos foram surgindo, assim como novos envolvidos. Após o sumiço de Shirley, a polícia chegou até o nome de uma amiga dela, Maqueila Bastos. Elas se conheceram no presídio feminino. Os investigadores descobriram ainda que Maqueila havia sido demitida da pousada dez dias antes da morte de Leandro, que não aprovava a amizade entre a esposa e ex-presidiária.

Sem Shirley e Maqueila, a polícia contava com o depoimento de Marcel Silva, o Billy, amigo de infância de Leandro que o reencontrou no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. Marcel era uma pessoa de confiança de Leandro e por isso era considerado ”peça-chave” no inquérito que apura a morte do patrão, mas foi assassinado um dia antes de prestar depoimento.

Diante das novas informações, a polícia considerou importante o interrogatório de Shirley e Maqueila e, por isso, as prisões delas foram decretadas pela Justiça. Somente Maqueila foi localizada. Ela estava em Aracaju e foi trazida para Salvador, onde ficou custodiada na Delegacia Especial de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derrca). A Justiça, no entanto, não converteu a prisão temporária em preventiva, e ela foi liberada.

A pousada Paraíso Perdido, situada na Praia dos Garcez, continua funcionando, segundo informações do Correio da Bahia.

Brasil registra 136 mortes por covid; média móvel fica acima de 100 pelo 2º dia, diz consórcio de imprensa

/ Brasil

O Brasil registrou 136 novas mortes pela Covid-19 nesta quinta-feira (12). A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 105, menos que a véspera, mas acima de 100 pelo segundo dia.

O número de novas infecções notificadas foi de 22.107, enquanto a média de testes positivos na última semana é de 16.555. No total, o Brasil tem 664.700 mortos e 30.636.172 casos da doença.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 29,7 milhões de pessoas se recuperaram da doença desde o início da pandemia no País.

São Paulo registrou 67 novas vítimas da covid nas últimas 24 horas, o maior total do País. Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe não notificaram óbitos no período. Acre e Amapá não informaram os dados atualizados desta quinta.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Segundo o Ministério da Saúde, foram registrados 21.344 novos casos e mais 125 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas. No total, a pasta afirma que o País teve 30.639.130 pessoas infectadas e 664.641 óbitos desde o início da pandemia. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Estadão Conteúdo

Aliado de Leur e Cocá e filiado ao PP, prefeito de Lajedo declara apoio a Jerônimo para governador

/ Política

Jerônimo recebe apoio de Marquinhos Senna. Foto: Rede social

Mais um prefeito do PP decidiu não seguir o vice-governador, João Leão e, pelo menos em rede social, deixa transparecer que vai permanecer na base do governo, apoiando a pré-candidatura do petista Jerônimo Rodrigues ao governo da Bahia. Trata-se de Marquinhos Senna, chefe do Executivo da cidade de Lajedo do Tabocal.

Em sua rede social, Marquinhos publicou fotos com Jerônimo durante encontro com o pré-candidato na capital baiana. ”Hoje quero agradecer a ele que tem coragem, é baiano de Aiquara e futuro governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, pela forma carinhosa a qual nos recebeu”, escreveu o prefeito no Instagram. ”Aproveitamos a oportunidade para reafirmar o nosso apoio e compromisso com a chapa de Jerônimo”, concluiu. Marquinhos, inclusive, é aliado do deputado federal Leur Jr., do União Brasil e do prefeito de Jequié, Zé Cocá, uma das expressivas figuras do Progressistas.

PM, Prefeitura e Conselho de Segurança inauguram sistema de vídeo monitoramento em Maracás

/ Polícia

Sistema de Vídeo Monitoramento é entregue. Foto: Alan Lago

Foi inaugurada nesta quinta-feira (12), na cidade de Maracás, na sede da 93ª Companhia Independente de Polícia Militar o Serviço de Vídeo Monitoramento Municipal, fruto de uma parceria entre Prefeitura de Maracás, CIPM e Conselho Comunitário de Segurança Pública de Maracás – CONSEG.  Presente no ato inaugural, o prefeito Soya Novaes comemorou a entrega do equipamento e disse que o sistema implantado vai aumentar a sensação de segurança na cidade.

”Essa é uma luta iniciada entre a nossa administração e a instituição Polícia Militar ainda gestão do Major Heroney Silva, concretizada agora, sob o Comando do Major Alécio Marques, que  tem dispensado atenção especial à Segurança, com ações estratégicas que visam, além da proteção uma maior aproximação da PM à sociedade maracaense.  O sistema de vídeo monitoramento vai aumentar a sensação de segurança das pessoas nas ruas da nossa cidade e também colaborar, não apenas com a Polícia Militar, mas com a Guarda Municipal e Polícia Civil a prevenir e elucidar crimes de diversos tipos, como furtos, roubos e outros delitos, que a partir de agora serão alertados às forças de segurança por um sistema inteligente, que contará com imagens geradas por câmeras de alta tecnologia instaladas pela Prefeitura em vários pontos de Maracás”, ressaltou.

Durante a inauguração, também ocorreu a posse do novo presidente do Conselho de Segurança, Djalma Fernandes, que substitui Juracy Silva. Prestigiaram o ato, que contou com a presença do Major Alécio Marques e do Capitão Renner Leal, além do prefeito, o vice-prefeito Samuel Nascimento, vereadores, secretários municipais, o gerente da Caixa Econômica Federal, Renato Leal e profissionais da imprensa.

Justiça: Vara do Trabalho de Jequié é a melhor em ranking de produtividade do Brasil

/ Justiça

Equipe da Vara do Trabalho de Jequié comemora. Foto: Divulgação

A Vara do Trabalho de Jequié, no sudoeste da Bahia, alcançou o primeiro lugar do Brasil no quesito produtividade no âmbito da Justiça trabalhista. Os dados foram apresentados no relatório do Índice Nacional de Gestão de Desempenho da Justiça do Trabalho (Igest), apurado no período de abril de 2021 a março de 2022.

O relatório ainda sinaliza melhora no ranking de 41 das 88 Varas do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA). A ferramenta analisa as 1.570 Varas do Trabalho do país com base em cinco grupos de indicadores: acervo, celeridade, produtividade, taxa de congestionamento e força de trabalho. A 3ª Vara de Ilhéus, no sul do estado, também se destacou ao subir 314 posições, passando da posição 741º para 427º na colocação nacional, e alcançou o primeiro lugar no ranking do Igest na Bahia.

A corregedora regional do TRT-BA, desembargadora Luíza Lomba, avaliou que os avanços são fruto de uma gestão judiciária eficiente: “Podemos dizer que a Semana da Autoinspeção, realizada entre os dias 28 de março e 1º de abril de 2022, já provocou uma melhora na avaliação do Igest, que é publicado trimestralmente e analisa os últimos 12 meses. Embora ainda não tenhamos nenhuma vara entre as 25% melhores do país, é certo que houve uma melhora significativa com a inclusão de 4 unidades – 3ª Vara de Ilhéus, 1ª Vara de Salvador, Jequié e Santo Antônio de Jesus – entre as 50% melhores do país. Vale ressaltar que no Igest de 2021 todas as nossas unidades se encontravam entre as 25% piores do país”. Ela destacou que o Tribunal tem muito a evoluir e por isso a Corregedoria está realizando um mapeamento minucioso em todo o acervo processual.

Na visão da desembargadora, a adequação da movimentação processual na autoinspeção ajudou a garantir a produtividade na prestação dos serviços. ”Também foram depurados os dados lançados nos relatórios estatísticos que afetam negativamente a taxa de produtividade e os prazos médios, saneando erros nos índices de congestionamento na fase de conhecimento e, principalmente, na fase de execução”, pontuou. Ela frisou que a análise dos dados em ferramentas estatísticas deve sempre nortear a gestão judiciária.

O Igest, desenvolvido pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, permite uma visão dos resultados obtidos em cada região e unidade, o conhecimento das boas práticas que estão sendo aplicadas e o direcionamento da atenção a situações mais delicadas.

A criação de um grupo de trabalho para elaborar o Manual de Procedimentos de Secretaria, através da Portaria CR 9/2022, foi outra iniciativa da Corregedoria na atual gestão visando o aprimoramento das unidades jurídicas da Bahia. Ainda, a Corregedoria instituiu um webinário mensal com a participação de todos diretores de varas, setor de estatística e núcleo de correição, com o objetivo principal de uniformizar as atividades processuais, discutir dúvidas relacionadas à utilização dos sistemas e compartilhar boas práticas.

A vara de Jequié tem adotado como boas práticas, entre outras, a supressão de despachos excessivos; inclusão dos processos em pauta na fase de instrução de forma organizada, com saneamento; criação de portaria de atos ordinatórios aprovada pela Corregedoria e diligenciamento e viabilização de perícia médica. Além disso, os processos são incluídos em pauta diariamente, sendo observada a complexidade, agrupando-os de acordo com a possibilidade de conciliação ou matéria. Também há pauta separada presencial e para os processos do tipo ”100% Digital”.

Ainda, os processos com antecipação de tutela ficam conclusos em triagem inicial; foi criado um despacho único em execução, colocando a ordem dos procedimentos a serem adotados; as execuções contra o mesmo reclamado foram reunidas, com um processo piloto e, após o pagamento da última parcela de acordo e custas, o processo é arquivado imediatamente. *Bahia Notícia

Baianos enfrentam dificuldade com avanço nos preços dos combustíveis, que tem sido recorrente

/ Economia

Que o poder de compra diminuiu, não é novidade, mas o que tem ultrapassado o limite de valores, impactando diretamente a vida dos baianos é a alta dos preços dos combustíveis, que tem sido recorrente nos últimos meses. O reflexo dos reajustes para cima, principalmente do diesel, que na Bahia está mais caro que a gasolina, é o encarecimento de diversos produtos.

Segundo a economista e Supervisora Técnica Regional do DIEESE, Ana Georgina Dias, o aumento repercute no frete e no valor final dos produtos.

”A partir do momento que, por exemplo, aumenta o diesel, impacta no frete, então as mercadorias transportadas também aumentam. No geral, o avanço no preço dos combustíveis, significa espalhar a elevação para outros itens e outros serviços da economia, gerando um crescimento inflacionário, como já estamos vendo nos últimos meses”, explicou em conversa com o site bahia.ba.

Para Georgina, esse avanço tem um impacto gigantesco, sobretudo para as famílias baianas de menor renda. ”O gás de cozinha, o GLP,  tem um impacto também gigantesco sobre as famílias de menor renda. Em média, um botijão de gás de 13kg custa mais de 10% do salário mínimo, nem todas as famílias conseguem arcar com esse custo. Além disso,  o aumento dos combustíveis também acaba elevando o preço do transporte público e os transporte por aplicativo, tendo um impacto grande”, disse.

De acordo com a economista, o setor mais afetado é o de transporte, tanto público, quanto privado. ”O setor de transporte, de modo geral, é muito afetado por essa alta. Nesse momento, o diesel custa mais caro que a gasolina e ao longo do período de início da operação da Acelen, com a privatização da Landulpho Alves (RLAM) em 1 de dezembro do ano passado até agora início de maio, já temos uma elevação do custo das refinarias para as distribuidoras de mais de 58%”, afirmou.

A supervisora ratificou que a prefeitura de Salvador ainda tem segurado o custo das tarifas de ônibus, mas que em junho, caso não haja qualquer subsídio, o soteropolitano vai passar a pagar R$ 4,99 na passagem. ”Um impacto muito grande”.

”Muitas transportadoras também têm feito relatos do peso do combustível na sua planilha de custos, muitas até preferindo abastecer em outros estados como Pernambuco e Sergipe, que tem outras refinarias com preços menores”, declarou.

Ainda segundo Ana, os próprios postos de combustíveis têm se queixado que com o aumento, eles têm vendido muito menos. ”Ainda que o preço seja maior, como eles estão vendendo uma quantidade menor, não é tão positivo para eles”.

Polícia Militar recupera produtos furtados de uma unidade de saúde na zona rural de Itiruçu

/ Polícia

Uma TV marca Philips e um DVD foram recuperados. Foto: CIPM

A Polícia Militar recuperou, no Município de Itiruçu, produtos que teriam sido furtados de uma unidade de Saúde instalada na área rural.

De acordo com a PM, por volta das 14h30 desta quinta-feira (12) a guarnição teria sido informada sobre o furto ocorrido na Unidade de Saúde da Família Anísio Pires, na localidade de Upabuçu.  ”A guarnição esteve no local e realizou diligências para tentar recuperar o material subtraído e identificar o(s) autor(es), sendo feita varredura em todo o povoado. Percebendo ação policial, a mãe de um adolescente de 14 anos relatou que um jovem, já conhecido pela prática de diversos delitos na localidade, tinha entregado uma tv e um dvd para seu filho guardar. A  guarnição deslocou-se até a casa do adolescente e constatou que os  referidos produtos eram de fato os que haviam sido furtados. Foi realizada ronda em busca do suspeito, mas não foi encontrado. O material recuperado foi apresentado na delegacia”, diz a nota da CIPM, que recuperou uma TV marca Philips Full HD e um DVD marca Amvox