Trânsito na BR-116 foi liberado depois de três horas em Brejões; motorista de carreta ficou ferido

/ Trânsito

Pneus de carreta pegaram fogo. Foto: Amilton Araújo/BMFrahm

O trânsito na BR-116, que havia sido bloqueado por conta de um acidente entre duas carretas e um caminhão – guincho foi liberado por volta das 17h desta quarta-feira (17), por prepostos da Concessionária Via Bahia e agentes da Polícia Rodoviária Federal.

Conforme nota anterior do BMFrahm, era por volta das 14h40 quando uma carreta perdeu os freios após se desprender do cavalo – mecânico na chamada Serra do 100, na altura do KM 583, trafegando no sentido Irajuba, atingindo outra carreta e um caminhão – guincho que transportava um trator, este atingido em cheio pela carreta desgovernada.

Com o impacto da colisão, os veículos pararam atravessados na estrada e os pneus de uma carreta acabaram pegando fogo.  O condutor do caminhão sofreu ferimentos e foi socorrido com a sua companheira ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié.

Carreta perde freios e provoca acidente com outros veículos na Serra do 100, BR-116, em Brejões

/ Trânsito

Veículos pararam no meio da estrada. Foto: Amilton Araújo/BMFrahm

Quem precisou transitar pela Rodovia Santos Dumont BR-116 no trecho que compreende o Município de Brejões encontrou dificuldades na tarde desta quarta-feira (27) em razão de um acidente entre duas carretas e um caminhão.

De acordo com informações colhidas pelo Blog Marcos Frahm, era por volta das 14h40 quando uma carreta perdeu os freios após se desprende do cavalo – mecânico na chamada Serra do 100, na altura do KM 583, trafegando no sentido Irajuba, atingindo outra carreta e um caminhão – guincho que transportava um trator, este atingido em cheio pela carreta desgovernada. Com o impacto da colisão, os veículos pararam atravessados na estrada e provocaram a interrupção do trânsito.

Os usuários da RBR-116 passaram a utilizar desvios. Os pneus de uma carreta apagaram pegando fogo. Quem seguia de Feira de Santana no sentido Sul, por exemplo, passou a usar uma BA de acesso a Nova Itarana e, quem transitava no sentido contrário passou a usar uma BA de acesso a Santa Inês, até chegar a BR-420, no Vale do Jiquiriçá.

Prefeitura de Jequié avança com obras de pavimentação em diversos bairros da cidade

/ Jequié

Obras de pavimentação asfáltica chegam aos bairros. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Infraestrutura, vem mantendo uma intensa programação com as obras de pavimentação asfáltico e em concreto. As equipes têm atuado nos bairros São Judas Tadeu, Caixa D’Água, Joaquim Romão e Jequiezinho, contemplando centenas de moradores com as melhorias na infraestrutura urbana, recuperando a trafegabilidade e a acessibilidade das vias públicas.

Nos últimos dias, as obras de implantação de pavimento asfáltico e de aplicação da concretagem de vias já avançaram até a Rua Félix Batista e vias do Alto da Bela Vista, no Joaquim Romão; na Rua Ceará e Rua Piauí, no Loteamento Bom Sossego, Jequiezinho; na 6ª Travessa Humberto de Campos, 2ª Travessa D’Abruzzi, no bairro Caixa D’Água; além de vias do bairro São Judas Tadeu, onde os moradores sofriam com a poeira e a lama por muitos anos. A Prefeitura tem operacionalizado as intervenções, destinando a pavimentação em concreto para ruas estreitas e com pequenas extensões e as ruas e avenidas têm recebido a pavimentação asfáltica.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Lucindo Menezes, a recuperação da malha viária da cidade busca dar mais segurança, conforto e qualidade de vida à população. ”Temos seguido o planejamento, levando obras e serviços para diversas localidades. A pavimentação representa um grande benefício para os moradores, pois devolve a autoestima das pessoas que residem ali e, ao mesmo tempo, propicia uma maior qualidade de vida. Algumas pessoas passaram por anos, às vezes, décadas, aguardando a tão sonhada pavimentação. E ele, enfim, está acontecendo, graças a Deus e ao empenho do prefeito, Zé Cocá.”, disse o secretário de Infraestrutura, Lucindo Menezes.

Professores da Uefs paralisam atividades e não descartam greve, caso Estado não não negocie

/ Educação

Professores paralisam na Uefs. Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

Os professores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) paralisaram as atividades nesta quarta-feira (27) para cobrar do governo do estado a retomada da pauta de negociações com a categoria. Fazem parte da mobilização também as demais universidades estaduais da Bahia (Uesc, Uneb e Uesb). Juntos, os trabalhadores vão participar de um ato em Salvador, na tarde de hoje, na Avenida Piedade.

Em entrevista ao site Acorda Cidade, o professor Elson Moura, que é diretor da Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Adufs), explicou que o objetivo é pressionar o governo do estado, uma vez que as negociações sobre as perdas salariais e investimentos para a universidade estão paradas.

”O objetivo específico desse momento é a gente conseguir pressionando o governo, para que ele nos receba e dê continuidade à nossa pauta de negociação. Essa pauta é resultado de uma greve, um acordo, e a mesa de negociação foi suspensa de forma unilateral pelo governo. No período mais recente, em dezembro, protocolamos uma pauta atualizada e até hoje não conseguimos uma reunião para discuti-la. Temos muita enrolação nesse processo e o governo não nos recebe”, explicou o representante.

Ele destacou que a questão do orçamento para as universidades é uma pauta histórica do movimento docente, construída junto com o movimento estudantil e com as reitorias, que é o repasse de 7% da receita líquida de impostos para as universidades.

”Temos também a pauta dos direitos, que são garantidos, como promoção, progressão na carreira, e não estão sendo fruídos, por um conjunto de manobras do governo. E o elemento que estamos colocando como central no momento é a reposição das perdas salariais dos últimos tempos. Para se ter uma ideia, hoje, para repor tudo o que foi perdido em todo esse período do governo de Rui Costa, é necessário algo próximo de 42% de reajuste. Então essa é uma questão central para o movimento hoje, a questão salarial. Nós temos uma perda histórica, sem precedentes, e precisamos recuperar isso, que implica no poder de compra dos professores. O governo passou todo esse período sem fazer a reposição inflacionária. Fez nesse último ano, ao que parece, numa tática eleitoreira, uma reposição de 4%, que não dá conta nem da inflação do ano passado que foi de 10%”, informou Elson Moura. O diretor da Adufs avaliou ainda que existe a possibilidade de uma nova greve nas universidades, caso as negociações não avancem este ano.

Câmara dos Deputados aprova Medida Provisória que cria benefício extra a quem recebe o Auxílio Brasil

/ Brasília

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) a Medida Provisória 1076/21, que institui um benefício extraordinário para complementar o valor do Auxílio Brasil até este chegar a R$ 400 por família. A MP será enviada ao Senado.

O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado João Roma (PL-BA), que incluiu emenda do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB) para tornar permanente esse benefício.

Estimativas citadas pelo autor da emenda indicam a necessidade R$ 41 bilhões ao ano para bancar a perenidade do benefício, quase o mesmo valor usado para pagar o Auxílio Brasil (R$ 47,5 bilhões).

“Este Parlamento tem total legitimidade para defender um valor maior de auxílio para os brasileiros menos favorecidos”, disse o relator.

A oposição seguiu a base aliada a favor da MP, mas criticou a não aceitação de emendas de mesmo teor da acatada. “O relator argumentou falta de previsão de impacto orçamentário ao inadmitir nossa emenda, mas admitiu outra emenda com o mesmo teor”, lamentou a deputada Erika Kokay (PT-DF).

Base de cálculo
O benefício extraordinário será calculado a partir da soma dos benefícios financeiros do Auxílio Brasil para famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza:

– benefício primeira infância no valor de R$ 130 para famílias com crianças de idade entre zero e 36 meses incompletos;

– benefício composição familiar no valor de R$ 65 mensais para famílias com gestantes, nutrizes ou pessoas de idade entre 3 e 21 anos incompletos, pago por integrante que se enquadre nessas situações;

– benefício de superação da extrema pobreza para famílias cuja renda familiar per capita mensal, mesmo somados os benefícios anteriores, seja igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza; e

– benefício compensatório de transição concedido às famílias beneficiárias do programa Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Euclides apoia proposta que prevê alíquota zero do IPVA para motos de até 150 cilindradas

/ Bahia

Euclides apresentou moção de apoio ao Projeto. Foto: BMFrahm

O deputado Euclides Fernandes (PT) apresentou, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), uma moção de apoio ao Projeto de Resolução nº 3/2019, em tramitação no Senado Federal, que prevê isenção do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para os veículos de duas rodas com até 150 cilindradas.

O parlamentar explica que o projeto proposto pelo senador Chico Rodrigues se encontra em plena conformidade com a realidade do povo brasileiro. ”Conforme bem destacado na justificativa da proposição, as pessoas que usam as motocicletas com até 150 cilindradas fazem parte, em sua maioria, das classes C, D e E. Ou seja, são pessoas com baixas condições econômicas, brasileiros e brasileiras que poderão ser beneficiados com a redução da alíquota do IPVA”, argumentou.

Euclides Fernandes ressaltou ainda que baianos e baianas utilizam as motocicletas de baixa cilindrada para locomoção em suas atividades cotidianas. Esse uso, contextualizou o deputado, se deve ao baixo custo de manutenção do veículo, menor consumo de combustível e facilidade de aquisição. ”Nesse contexto, não podemos esquecer que a competência para estabelecer o valor a ser cobrado no IPVA são dos Estados Federados. Porém, a fixação do piso da alíquota em 0% possibilitará à Bahia deixar de cobrar o mencionado imposto sobre as motocicletas de até 150 cilindradas”, frisou.

Apesar de não assinar requerimento, PP de Leão diz que quer participar de CPI dos Respiradores

/ Política

Aliados de Leão não assinaram requerimentos. Foto: Divulgação

Mesmo sem a assinatura de nenhum dos seis deputados do PP no requerimento para abertura da CPI dos Respiradores na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o secretário-geral do partido, Jabes Ribeiro, diz que a legenda tem todo interesse em apurar o que ”precisar ser apurado” sobre o caso. A bancada do PP na Casa é composta pelos deputados Aderbal Caldas, Antonio Henrique Júnior, Eduardo Salles, Luiz Augusto, Nelson Leal, e Niltinho.

Para Jabes Ribeiro, o PP ”prefere manter a coerência”, por isso liberou sua bancada na Alba para assinar ou não o requerimento. ”Essa foi nossa posição. Nós estávamos há um mês no governo e não assinamo”, explica ao site bahia.ba.

Ribeiro ressalta ainda que o PP deverá participar da CPI, caso ela seja instalada, e que a sigla, comandada na Bahia pelo vice-governador João Leão, não quer adotar as “mesmas práticas” adotadas pelo governador Rui Costa (PT) com os prefeitos filiados ao partido.

”Nós agimos diferente, não agimos com chantagem, com perseguição, como eles fazem. Nossos prefeitos estão sendo coagidos a apoiarem o governo em troca de verbas para obras, emendas. Não agimos assim”, afirma o dirigente.

Pré-candidato do PSDB, Doria diz respeitar Lula, mas não Bolsonaro: ”É inteligente e tem passado”

/ Política

”Bolsonaro não merece o meu respeito”, diz Doria. Foto: Estadão

O ex-governador João Doria, pré-candidato à Presidência pelo PSDB, disse que respeita o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas não o presidente Jair Bolsonaro (PL), seu ex-aliado. Para o tucano, Lula é ”inteligente e tem passado”, diferente de Bolsonaro.

”Embora eu seja um antagonista ao Lula, eu o respeito. O Lula não é Bolsonaro, o Lula é inteligente e tem passado. Eu tenho posições diferentes das dele, mas tenho respeito por ele. Já Bolsonaro não merece o meu respeito. Eu sou um liberal social”, afirmou em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Doria voltou a afirmar que se sentiu “enganado” por Bolsonaro e disse que o apoio do presidente não determinou sua eleição ao governo de São Paulo em 2018, quando incorporou o slogan ”BolsoDoria”. ”Não foi por causa do Bolsonaro. Eu tinha uma posição anti-PT. Eu venci o PT nas eleições de 2016”, afirmou o tucano, referindo-se à vitória na eleição para a Prefeitura dois anos antes.

O tucano também reafirmou que o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) deve respeitar as prévias tucanas que definiram o nome do partido para a disputa do Planalto.

Do Estadão Conteúdo

Bahia registra 534 novos casos de Covid-19 e mais dois óbitos, informa o boletim da Sesab

/ Bahia

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou o boletim epidemiológico desta quarta-feira (27) com 371 casos ativos de Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 534 casos da doença e duas mortes.

De acordo com a Sesab, de 1.542.097 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.511.878 são considerados recuperados e 29.848 pessoas foram a óbito devido à doença. O boletim epidemiológico da secretaria contabiliza ainda 1.845.317 casos descartados e 332.120 em investigação. Na Bahia, 63.190 profissionais da saúde foram infectados pela Covid-19.

Vacinação

A Sesab ainda informa que 11.499.130 pessoas foram vacinadas contra a Covid com a primeira dose, 10.628.515 com a segunda ou dose única e 5.409.214 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 879.959 crianças foram imunizadas com a primeira dose e 321.624 tomaram também a segunda.

Preço da gasolina bate recorde no país a R$ 7,27 o litro, diz Agência Nacional de Petróleo

/ Economia

A R$ 7,27 o litro, o preço médio da gasolina bateu recorde na última semana. Já o do diesel S10 foi o segundo maior valor da história: R$ 6,73, segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Os valores consideram toda a série histórica dos dois produtos, desde 2004 para a gasolina comum e desde 2012 para o diesel S10, quando a sua comercialização passou a ser obrigatória. O diesel S500, até então muito usado no país, hoje só é usado em menor escala, em caminhões fabricados antes de 2012.

O recorde anterior da gasolina foi entre 13 e 19 de março, quando a Petrobras reajustou o combustível nas refinarias em quase 19%. Já o do diesel continua sendo o dessa semana, depois do reajuste de quase 25% pela petroleira.

Estudante de Jequié cria solução tecnológica que será utilizada no BBB; ele foi contratado pela Globoplay

/ Jequié

Jovem estudante baiano Rafael Azevedo. Foto: Rosy Silva

Um estudante de engenharia da computação baiano conseguiu desenvolver uma solução tecnológica para resolver um problema que aflige a maioria dos fãs do reality Big Brother Brasil da Rede Globo: como saber em qual das 38 câmeras do programa ao vivo está o seu brother ou sister favorito?

Cansado de recorrer ao notebook para rastrear os participantes da sua preferência e trocar manualmente de câmera, Rafael Azevedo, de 23 anos, morador de Jequié (BA), criou uma interface de programação de aplicações (API) que funciona como uma extensão do Google Chrome.

O aplicativo usa reconhecimento facial para trocar automaticamente de câmera quando o participante seguido vai para outro cômodo da vigiada casa. Em publicação em sua rede social Rafael informou que foi contratado pela Globoplay.

Patrick e João aparecem em reunião com a nova secretária da Educação e aliança fica explícita

/ Política

João, Luana Machado e Patrick Lopes. Foto: Rede social

Não há qualquer dúvida de que o prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas (PP), deverá marchar com o ex-prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes (Avante), na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia.

Pelo menos é o que mostra o seu perfil nas redes sociais. Patrick e João, antes afilhados políticos do prefeito de Jequié e presidente da União dos Municípios da Bahia, Zé Cocá (PP), demonstram explícito afastamento do ex-padrinho depois da união de Zé com ACM Neto (UB) e da escolha pelo nome de Hassan Yossef (PP) para representar o seu grupo como pré-candidato a deputado estadual.

Patrick renunciou ao cargo de prefeito de Jitaúna, passou o bastão para o vice Marcelo Pecorelli (PP) e mergulha de corpo e alma em sua pré-campanha, com a chancela do governador Rui Costa (PT).

No encontro desta terça-feira (26), Patrick, João e Pecorelli apareceram juntos em mais uma reunião com representantes do Governo do Estado, desta feita com a nova secretária da Educação, Luana Machado, que assumiu a pasta para substituir o pré-candidato a governador pelo PT, Jerônimo Rodrigues.

Após oposição pedir CPI, Rui Costa sugere apuração do Hospital de Campanha em Salvador

/ Bahia

Rui Costa diz que que não teme a abertura de CPI. Foto: Rede social

O governador Rui Costa afirmou que não teme a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades na compra de respiradores no início da pandemia da Covid-19. A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) protocolou, na terça-feira (26), um requerimento para a instalação da Comissão (veja aqui).

O assunto voltou à tona após a deflagração da Operação Cianose, da Polícia Federal, também na terça, que cumpriu 14 mandados de busca e apreensão em Salvador, Distrito Federal, e nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Na capital baiana, a PF cumpriu mandado no Edifício Victory Tower, condomínio de luxo no Corredor da Vitória. Entre os alvos da ação, estão o ex-secretário da Casa Civil do governo da Bahia, Bruno Dauster e Cleber Isaac, tido como um dos intermediários entre o governo com as empresas Hempcare e BioGeoenergy (saiba mais aqui).

”Não tenho receio nenhum, se a oposição quiser não tem problema nenhum”, disse o governador durante entrevista para Rádio Juazeiro FM, nesta quarta-feira (27).

Na ocasião, o petista ainda provocou os opositores e cobrou a investigação em contratos da Prefeitura de Salvador, que na época era administrada pelo agora pré-candidato ao Governo do Estado ACM Neto.

Prefeitura de Jequié inicia processo de regularização fundiária do Loteamento Jardim Tropical

/ Jequié

A Prefeitura de Jequié, em parceria com a Caixa Econômica Federal e a empresa ADM Hall LTDA., iniciou o processo de regularização fundiária do Loteamento Jardim Tropical, no bairro Jequiezinho. As equipes de trabalho vêm atendendo os moradores com o cadastramento social dos imóveis da área, com a coleta dos documentos necessários para análise e encaminhamento do processo que, ao final, permitirá a formalização da propriedade.

A maior parte das famílias que vivem naquela localidade não possui escritura dos imóveis e sem a regularização os proprietários não têm documento formal de posse. A regularização impacta diretamente no desenvolvimento e organização da cidade, inserindo todos os seus moradores dentro do plano de saneamento, projetos sociais e demais políticas públicas. Nesta primeira fase, os moradores estão sendo cadastrados, informando dados pessoais e o número de ocupantes bem como o período de ocupação da moradia e os dados sociais.

De acordo com a coordenadora social da Unidade Executora Local (UEL), da Secretaria de Infraestrutura, Sandra Miranda, esse processo inicial é importante para que todos, dentro do perfil, sejam contemplados.