Viva o Carcará: Atlético de Alagoinhas bate Jacuipense fora e é bicampeão baiano

/ Esporte

Atlético de Alagoinhas faturou o bi Foto: Arisson Marinho/Correio

O Atlético de Alagoinhas é bicampeão baiano. Neste domingo (10), o Carcará venceu o Jacuipense por 2 a 0 e conquistou seu segundo título estadual consecutivo. O jogo de ida havia terminado empatado em 1 a 1.

Mesmo com o Valfredão lotado, o time visitante não se intimidou e se impôs, especialmente no primeiro tempo, quando abriu o placar. As principais jogadas, naturalmente, vieram da dupla Miller e Dionísio, os gols do título foram marcados por Thiaguinho e Paulinho, ex-Jacuipense.

O Atlético de Alagoinhas encerra a primeira parte da temporada com campanhas históricas. Além de conquistar seu segundo título estadual, o clube avançou até as quartas de final da Copa do Nordeste, em sua primeira participação no certame.

O Jacuipense, que ficou com um a menos na metade do segundo tempo, esboçou uma reação e chegou a criar chances de perigo. Mas não foi o suficiente. O clube fica para a história por disputar sua primeira final de Baianão. O Leão do Sisal chegou a ter aproveitamento de 100% nos sete primeiros jogos da fase inicial do torneio, terminando na liderança do chaveamento.

Os dois finalistas do Baianão têm pela frente, agora, a Série D do Campeonato Brasileiro. Ambos estão no Grupo A4 da competição, que está marcada para começar no próximo domingo (17). Com informações do Bahia Notícias

Covid-19: Casos vão a 30.152.402 e mortes a 661.258, diz boletim do Ministério da Saúde

/ Brasil

Os casos de pessoas que pegaram covid-19 chegaram a 30.152.402 neste domingo (10) Nas últimas 24 horas, foram registrados 7.210 casos da doença. Até ontem (9), o painel de dados do Ministério da Saúde marcava 30.145.192 casos acumulados.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 452.248. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta nem evoluíram para morte.

Já a soma de mortes causadas por complicações associadas à covid-19 alcançou 661.258. Entre ontem e hoje, foram notificadas 38 novas mortes. Ontem, o sistema de informações da pandemia contabilizava 661.220 falecimentos.

Ainda há 3.099 mortes em investigação. Os óbitos em investigação ocorrem pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 demanda exames e procedimentos posteriores.

Até hoje, 29.038.896 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 96,3% dos infectados desde o início da pandemia.

Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (10). No quadro epidemiológico estão consolidadas as informações enviadas por secretarias municipais e estaduais de saúde sobre casos e mortes associados à covid-19.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras o nos dias seguintes aos feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizados. Da Agência Brasil

Vice de Jerônimo, Geraldo Jr. diz que se arrepende por ter demorado a mudar de lado

/ Política

Jerônimo e Geraldo foram chapa governista. Foto: Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Jr. (MDB), lamentou neste sábado (2) ter demorado a mudar de lado na política baiana. O vereador, que antes integrava a base de apoio do prefeito Bruno Reis (UB) e do pré-candidato ao governo ACM Neto (UB), protagonizou uma grande reviravolta no fim de março e se lançou a vice-governador na chapa de Jerônimo Rodrigues (PT).

”Meu arrependimento é ter demorado a fazer parte deste grupo vitorioso e trabalhador”, declarou Geraldo, no evento em que a aliança governista discutiu seu ”Plano de Governo Participativo” (PGP) em Seabra, na Chapada Diamantina.

De acordo com o PT, o evento em Seabra reuniu cerca de 300 lideranças políticas da Chapada na noite deste sábado, como os prefeitos de Andaraí, Ibicoara, Boninal, Nova Redenção, Lençóis, Souto Soares, Seabra, Piritiba, Novo Horizonte, Ibitiara, Palmeira e Bonito.

”Neste momento, onde o governador Rui Costa liberou o uso de máscaras em locais públicos, há o debate sobre o retorno das festas populares, uma tradição do nosso Nordeste. E Seabra tem um São João incrível. As manifestações culturais nordestinas terão o apoio do futuro governo da Bahia. E quero afirmar que estamos aqui para escutar a população de Seabra na elaboração do Programa de Governo Participativo (PGP) neste início de jornada rumo à vitória do povo baiano no dia 2 de outubro”, afirmou Geraldo Jr.

Também presente no evento, o senador Otto Alencar (PSD) disse que Rui Costa (PT) governou a Bahia nos últimos anos tendo o governo federal como adversário. Para ele, Jair Bolsonaro (PL) atuou contra o estado desde que assumiu a presidência da República e, com uma possível vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em outubro, a Chapada poderia ganhar uma universidade federal.

”Quando o governo federal discrimina o estado na área da educação, merece o repúdio dos baianos. Haveremos, com a fé que tenho e com a força do povo da Bahia, de voltarmos a colocar no Palácio do Planalto Lula para governar e trazer a universidade da Chapada para atender as pessoas jovens que precisam de educação gratuita e de boa qualidade. E vamos fazer essa sintonia com o governador aliado do presidente Lula, que será Jerônimo Rodrigues. Será Geraldo [Alckmin] lá e Geraldo [Jr.] cá, para ajudar Jerônimo na Bahia”, disse.

”Não dá para ver o Brasil seguindo em frente e o governo da Bahia remando pro lado”, diz Roma

/ Bahia

Pré-candidato a governador. Foto: Ascom / João Roma

Ex-ministro da Cidadania do governo Bolsonaro e pré-candidato ao governo da Bahia, o deputado federal João Roma (PL) promete avanços de 40 anos em um no estado, caso vença as eleições de outubro.

”Em Brasília, desenvolvemos inúmeras ações, com destaque para o Auxílio Brasil, que representaram o trabalho de 10 anos em apenas um. Na Bahia, vamos nos esforçar para, em quatro anos, fazermos o trabalho que duraria 40 e colocar o nosso estado na posição de liderança que merece”, garantiu, em pronunciamento neste domingo (10), durante o lançamento da pedra fundamental do distrito industrial de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano.

”Não dá para ver o Brasil seguindo em frente e o governo da Bahia remando pro lado. Perdemos peso na economia nacional”, declarou o pré-candidato. ”Salvador que liderava a economia nordestina já foi superada por Fortaleza”, acrescentou, lembrando que hoje o PIB baiano foi ultrapassado por Santa Catarina e estados como Goiás, Pernambuco e Ceará se aproximam.

Apesar de apontar números negativos, Roma afirma que o estado não deve ser visto como um problema para o país. ‘A Bahia é solução para o Brasil, com as inúmeras potencialidades que tem nos mais diversos setores que precisam ser exploradas para o desenvolvimento social e econômico do povo baiano e de todo o país”, argumentou, defendendo investimentos na área energética e em tecnologia.

MP pede que mãe de Henry volte à prisão após publicação de foto em rede social

/ Justiça

MP pede que Monique volte à prisão. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pediu o retorno da mãe de Henry do Borel, Monique Medeiros, à prisão, alegando que ela violou regras determinadas pela Justiça ao ter uma foto publicada nas redes sociais.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, apesar do pedido da Promotoria para que ela retorne à cadeia cinco dias após sua soltura, a defesa alega que a professora não tem envolvimento com o perfil que fez o post.

Monique voltou para casa no dia 5 de abril, após a juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro atender ao pedido da defesa e revogar a prisão preventiva. A magistrada entendeu que os motivos que fundamentaram a medida já estavam superados.

Segundo o jornal, para a soltura a magistrada estabeleceu que Monique deveria ocupar um novo endereço, que deveria permanecer em sigilo e acautelado em cartório, possibilitando uma eventual aplicação da lei penal. Ela também ficou proibida de se comunicar com terceiros, sobretudo testemunhas do processo, exceto familiares e integrantes de sua defesa.

O MP, no entanto, defende que o caso de Monique não se enquadra nas possibilidades para a prisão domiciliar. ”Não atentou a magistrada que o rol que possibilita a prisão domiciliar é taxativo e encontra redação no art.318 do CPP [Código de Processo Penal], não preenchendo a acusada nenhum dos seus requisitos. No caso de uma mulher, jovem como a acusada, uma das hipóteses seria se possuísse um filho menor, contudo ela responde a um processo justamente por ter participado do homicídio do único filho”, diz texto de recurso apresentado pela Promotoria, pontuando ainda que a foto postada no perfil ”Monique Inocente” contraria as regras.

Com menos de mil casos ativos da Covid-19, Bahia alcança patamar prometido por Rui para liberar máscaras em ambientes fechados

/ Bahia

O boletim epidemiológico deste domingo (10) registra 907 casos ativos da Covid-19 na Bahia. Ou seja, o número ultrapassa a marca anunciada na última sexta (8) pelo governador Rui Costa (PT) para desobrigar o uso de máscaras em outros ambientes fechados, como escolas e shoppings.

De acordo com uma publicação feita pelo petista em seu perfil no Twitter, a medida seria autorizada quando o estado registrasse menos de mil infectados com a doença.

Nas últimas 24 horas, conforme boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), foram registrados 35 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de + 0,00%) e 76 recuperados (+ 0,01%) e mais 5 óbitos.

Dos 1.536.798 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.506.118 já são considerados recuperados, e 29.773 tiveram óbito confirmado.

Diante dos números atuais registrados neste fim de semana, há a expectativa de que Rui anuncie que o uso de máscaras passe a ser facultativo em novos espaços nas próximas horas.

 

Crimes de feminicídio tem redução de 21,7% na Bahia, se comparados ao mesmo período da ano passado

/ Bahia

O crime de feminicídio caiu em 21,7%, nos três primeiros meses de 2022, se comparado ao mesmo período do ano anterior. A redução leva em consideração índices de todo o território baiano. De 1 de janeiro a 31 de março foram contabilizados cinco casos a menos que no ano passado, saindo de 23 ocorrências para 18 casos.

A capital baiana registrou uma morte, computando três casos a menos que no trimestre de 2021. A redução foi de 75%. Já os municípios do interior do estado contabilizaram dois a menos que em 2021, registrando um decréscimo de 11%, totalizando 15 crimes.

A Secretaria tem ampliado a rede proteção ao público feminino, principalmente no interior do estado. Recentemente, a Polícia Civil inaugurou, com o apoio da Prefeitura, o Núcleo Especial de Atendimento à Mulher (Neam) de Senhor do Bonfim.

Vítimas de violência de gênero podem contar ainda com 15 Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher da Polícia Civil (Deams) e outros quatro Neams. Já a Polícia Militar dispõe da Operação Ronda Maria da Penha, com capilaridade em diversas regiões do estado, que monitoram e fiscalizam medidas protetivas concedidas em favor de vítimas de violência doméstica. As informações são da Secretaria de Segurança Pública.