”Chance de censura da imprensa em um governo do PT é zero. Nascemos sob a bandeira da democracia”

/ Política

Wagner diz que não há chance de censura. Foto: Agência Senado

O senador Jaques Wagner (PT) disse, na tarde desta quarta-feira (9) em entrevista à CNN Brasil, que não há chances de haver censura em uma possível nova presidência da República de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para ele, a imprensa tem mais chances de ser censurada caso o governo federal continue nas mãos de Jair Bolsonaro (PL).

”A chance de censura no governo do PT é zero. Nascemos sob a bandeira da democracia. A imprensa, seguramente, sofreu muito mais ameaças do atual governo do que nos governos de Lula e Dilma”, disse o senador.

Wagner também disse que considera desnecessária uma regulamentação da mídia no Brasil, uma proposta que é recorrentemente defendida por Lula e pelo PT. Para ele, já há meios jurídicos para punir excessos da imprensa no país.

”Eu não vejo que tenha que regular nada, porque já há regras de punição. Tudo isso já tem as vias da Justiça para regular”, defendeu.

O senador do PT baiano também se defendeu das acusações que o partido sofre por supostamente apoiar governos autoritários de esquerda em países como Cuba e Venezuela. Para ele, é apenas uma questão de autodeterminação dos povos.

”A relação do governo Lula e do governo Dilma com os países que você citou fica no campo restrito do que a gente sempre defendeu na diplomacia: a autodeterminação dos povos. Não estou dizendo que a gente concorda com os modelos. Lula já defendeu a democracia em debates sobre a Venezuela, mas a gente não pode intervir nos países. As coisas se modificam por dentro. É preciso não confundir”, explicou Wagner.

Pré-candidato ao governo da Bahia, Wagner é considerado uma das principais lideranças do PT a nível nacional e um amigo pessoal do ex-presidente Lula. Para ele, um novo governo lulista seria ”pragmático” e não ”ideológico”, como já teriam sido os dois anteriores, entre 2003 e 2010.

”Lula é um pragmático. Ele não se move ideologicamente. Claro, com a questão social. Se Lula não focar no social e no ambiental, que destruiu nossa imagem lá fora, nós não vamos para lugar nenhum. É essencial. Quem viu o Lula de 2003 a 2010 sabe que ele não dá cavalo de pau”, analisou o senador.

Ele também disse que o povo já está vacinado contra as fake news e que não será enganado novamente neste ano, como teria sido em 2018. Para ele, apesar do PT não ser ”santo”, o partido tem autoridade moral para falar de corrupção, já que fortaleceu a Polícia Federal e respeitou a independência do Ministério Público.

”Muita gente que votou com essa temática sabe que foi enganada. Está clara a montagem da Operação Lava Jato, que cada dia se desmonta mais. O mundo do mentiroso está indo para o lado de lá. Tinha um viés político, o mesmo viés que teve o impeachment da presidente Dilma. Não houve crime. O crime foi uma invenção”, disse Wagner, que ainda afirmou que não tem medo do tema “corrupção” durante as eleições. Com informações do site Bahia Notícias

Câmara aprova urgência de projeto que facilita aprovação de agrotóxicos no Brasil

/ Agricultura

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9) a urgência de um projeto de lei que facilita a aprovação de agrotóxicos no Brasil. A decisão contou com 327 votos a favor, 71 contrários e uma abstenção. Com isso, a proposta pode ser votada diretamente no plenário.

Apelidada de ”PL do Veneno”, o projeto, apresentado em 2002, é bastante criticado por ambientalistas. Defendida pela bancada ruralista, a proposta na pauta do governo federal é chamada de ”Lei do Alimento Mais Seguro”.

Hoje, o registro dos agrotóxicos passa pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e pelos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além do Ministério da Agricultura. Pela última versão do parecer aprovado em 2018, a decisão passaria apenas pelo Ministério da Agricultura.

O projeto permite ainda um registro temporário, ativo até que a análise do pedido seja concluída. O texto também propõe a substituição do termo ”agrotóxicos” por ”pesticidas”.

Jaguaquara: Após 3 meses, construtora contratada pela Embasa conclui obras em ladeira danificada

/ Jaguaquara

Ladeira chegou a ser totalmente interditada. Foto: BMFrahm

Enfim, foram concluídos os reparos na pavimentação de Ladeira da Bela Vista, no bairro Casca, em Jaguaquara, pela empresa responsável pelas obras, a construtora KME, contratada pelo Governo do Estado, por meio da EMBASA através de processo licitatório, para obras de esgotamento sanitário no Município.

A via estava com o tráfego comprometido, desde o dia (4) de novembro, cuja intervenção no local teria gerado infiltrações que provocaram erosão em valas abertas pela empresa e, consequência disso, ocorreu o bloqueio após fortes chuvas terem destruído o pavimento.

Foram três meses marcados por manifestações, transtornos e prejuízos aos moradores, taxistas e mototaxistas, que por dois meses foram obrigados circulam por um trecho de cerca de 03 km, com buracos e bocas de lobo abertas, passando pela Rua Lindolfo Porto, para terem acesso ao bairro.

O fato chegou a ganhar repercussão em um dos principais sites de notícias do Estado, o Bahia Notícias, que chamou a atenção para a falta de fiscalização da gestão pública municipal, alegada pelos moradores à época [relembre aqui].

Nesta quarta-feira (9), a KME cumpriu a sua obrigação de entregar um trecho da ladeira pavimentado. ”Talvez eu seja só mais de um dos inúmeros moradores do bairro que tem como lembrança a agonia durante o Natal e Réveillon com a rua interditada. Sofremos durante todo esse tempo, sem termos sequer o direito de transitar pelas calçadas laterais, também destruídas por um trabalho que não teve o devido acompanhamento da gestão local. A empresa não fez nada mais que sua obrigação e vale lembrar que a qualidade não é a mesma da ora anterior, ficou cheia de declives”, desabafou um mototaxista.

Bahia registra 28.289 casos ativos de Covid-19 e 64 óbitos pela doença, diz boletim da Sesab

/ Bahia

O boletim epidemiológico desta quarta-feira (9) registra 28.289 casos ativos de Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 5.684 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,40%), 7.003 recuperados (+0,51%) e mais 64 óbitos. Dos 1.424.629 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.367.995 já são considerados recuperados e 28.345 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.734.281 casos descartados e 322.300 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta quarta. Na Bahia, 59.637 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.256.242 pessoas vacinadas com a primeira dose, 9.943.114 com a segunda dose ou dose única e 2.897.085 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 267.763 crianças já foram imunizadas.

Prefeito de Santa Inês diz que tá pago o reajuste de 33,24% do piso dos professores

/ Educação

Professor Emerson anuncia cumprimento do piso. Foto: Rede social

Eis a questão que tem sido um quebra cabeça para gestores municipais e estaduais: o reajuste de 33,24% no piso salarial do magistério, concedido pelo Governo Federal, que já publicou portaria que estabelece o novo valor.

Com o novo percentual, a base de remuneração dos professores deverá ir de R$ 2.886 para cerca de R$ 3.845 e tem impactos diretos nas contas de Estados e Municípios, que são os responsáveis, de fato, por conceder o aumento e, é óbvio, cada um com sua realidade financeira.

Entidades municipalistas têm apontado uma suposta brecha na legislação do Fundeb permanente, aprovado no final de 2020, e articulam uma nova regulamentação que reduza o percentual. A perspectiva, porém, é de que isso se arraste por meses e não se resolva antes das eleições de outubro.

Santa Inês

Em Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, o prefeito Emerson Elói (PT), professor da rede estadual afastado para o exercício do cargo foi as rede sociais nesta semana anunciar o cumprimento do piso, com o reajuste de 33,24%. Na publicação, o gestor afirmou que a Prefeitura cumpre o piso desde 2017, garantindo aos profissionais da Educação todos os direitos.

Grupos pedem cassação do mandato do deputado Kim Kataguiri após fala sobre nazismo

/ Brasília

Fala de Kim Kataguiri gera reação no Congresso. Foto: Rede social

O Partido dos Trabalhadores (PT), o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e personalidades assumidamente bolsonaristas, como os influenciadores Kim Paim e Bárbara Destefani e o jornalista Rodrigo Constantino, têm pedido a cassação do mandato ou renúncia de Kim Kataguiri (DEM-SP), após o deputado federal afirmar, na segunda-feira (7), que o nazismo não deveria ter sido criminalizado na Alemanha após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

O comentário foi feito durante sua participação no Flow Podcast. Além de pedir cassação, Renan Calheiros alegou que apologia ao crime é caso de cadeia, não de opinião. ”Isso não é assunto para a política, mas para a polícia”, disse o senador.

A influenciadora bolsonarista Bárbara Destefani, por sua vez, pediu a renúncia do deputado federal e o chamou de ”terceira via sapatênis”. ”A gente ouviu o que você disse, por mais que você tente dizer que a gente ouviu errado”, disse Bárbara.

Pouco antes da declaração do deputado, o apresentador do Flow Podcast, Monark, defendeu a existência de partido nazista no Brasil. O programa o afastou pela declaração. O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou a abertura de uma investigação para apurar se houve crime de apologia do nazismo por parte do deputado federal e do apresentador.

Polícia Civil de Jequié anuncia apreensão de maconha premium e haxixe que eram comercializados em casa

/ Jequié

Apreensão de drogas. Foto: Divulgação DT/SIH/9ª Coorpin

Intenso trabalho de investigação realizado pelas equipes do Setor de Investigação de Homicídio da 9ª Coorpin, na terça-feira (8), com a deflagração da Operação Cânhamo, participações de equipes do SIDT, foi feita a prisão de um traficante que há meses comercializava drogas em sua própria residência em Jequié.

O criminoso vendia maconha ”premium” (de qualidade superior) e também Haxixe, que é um extrato da Cannabis, sendo muito mais potente do que a maconha.

Junto com a prisão do suspeito, foram apreendidos 2 pacotes grandes de maconha, com cerca de 1,5 kg cada; 27 porções de maconha; 1 porção de haxixe e um aparelho celular.

Motorista é preso com R$ 7,5 mil na cueca após bater carro furtado em pedágio na BR-324

/ Trânsito

Automóvel Volkswagen Crossfox bateu em pedágio. Foto: PRF

Um automóvel furtado foi recuperado, nesta terça-feira (8/2), pela Polícia Rodoviária Federal, na BR-324, no município de Amélia Rodrigues, distante 90 km de Salvador. Inicialmente, os agentes foram acionados para verificar ocorrência de colisão do veículo, modelo Fox, contra a mureta de proteção de uma cabine da praça de pedágio.

Segundo a PRF, os policiais encontraram o carro acidentado com avarias e sem placas. Foram prestados os primeiros socorros e, durante a abordagem, foi feita uma vistoria no interior do veículo. A primeira desconfiança surgiu no momento em que foi encontrada uma faca que estava no banco do passageiro.

Ainda de acordo com a PRF, em razão da suspeita, foi realizada uma revista pessoal no motorista e os policiais acharam quase R$ 7.500 escondidos na cueca dele. O documento de identidade entregue pelo condutor apresentava indícios de falsificação, pois estava com a foto do suspeito, porém com o nome de uma outra pessoa.

Após pesquisa nos sistemas de segurança, os policiais detectaram que se tratava de um veículo com ocorrência de furto. O motorista de 31 anos confessou o crime e disse que furtou o carro na cidade de Petrolina e pretendia levar para Salvador. O criminoso não explicou a origem do dinheiro encontrado na cueca.

Os policiais descobriram, também, a verdadeira identidade do preso e foi verificado que o homem é de alta periculosidade com uma extensa ficha em Pernambuco. Ele foi encaminhado juntamente com a documentação apreendida e o veículo à Delegacia de Polícia Civil local, para lavratura do flagrante e demais procedimentos legais.

Bahia tem 2 milhões de títulos cancelados, diz TRE; regularização deve ser feita até maio

/ Bahia

Ao menos 2 milhões de baianos tiveram seus títulos cancelados, segundo informou, nesta quarta-feira (9), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). Conforme o órgão eleitoral, atualmente, a Bahia tem 2.294.537 títulos cancelados. Já Salvador, 377.470 (16,45%). Essas pessoas tiveram o título cancelado por não terem feito o cadastro biométrico ou não comparecerem nos últimos três pleitos.

Os eleitores que não fizerem a regularização, além de não votarem, não podem fazer empréstimos em bancos, se inscrever em concursos públicos, entre outros. Mesmo sem ter o cadastro biométrico, os eleitores poderão votar caso procurem a ferramenta e regularizem a situação até 4 de maio.

Serviços para toda a Bahia
Os serviços do  Núcleo de Atendimento Virtual ao Leitor (NAVE), da corte eleitoral serão ampliados para todos os baianos a partir de hoje. O serviço que, desde que foi criado, em agosto do ano passado, estava restrito apenas aos moradores de Salvador, passa a ser ofertado a todos os 417 municípios do estado.

O atendimento virtual pode ser acessado por meio do site oficial ou telefone 71 3373-7000, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Na plataforma Telegram, também há a possibilidade de ser atendido pela atendente virtual @maiatrebot. Criado para dar suporte às zonas eleitorais, o NAVE acumula 20.155 atendimentos desde o lançamento. O serviço auxilia o público no pagamento de débitos eleitorais e na emissão de certidões disponíveis no cadastro eleitoral.

O NAVE conta com 26 atendentes, que auxiliam os eleitores e fazem videoconferências, caso seja necessário. Alguns deles são especialistas no atendimento para pessoas com deficiências. Informações do Metro1

Membros das forças de segurança prometem reação a escalada da violência na cidade de Jequié

/ Jequié

Polícia promete atuação na área do 19º BPM. Foto: Divulgação

Em Jequié, membros das Forças de Segurança locais estiveram reunidos, na segunda-feira (7), com o objetivo de traçar metas de ação para reduzir os índices de Crimes Violentos Letais e Intencionais – CVLI – na área de atuação do 19º Batalhão da Polícia Militar.

Entre os presentes no encontro, os comandantes do 19º BPM, Ten Cel PM Reinaldo Souza; da Cipe Central, MAJ PM Ricardo, e o Coordenador Regional de Polícia Civil, delegado Rodrigo Fernandes, além do Setor de Inteligência das duas corporações militares.

A reunião foi motivada pela escalada da violência na cidade de Jequié. Nos últimos dias, foram registrados vários crimes violentos, aumentando consideravelmente, a sensação de insegurança.

Estudo da revista Science Translational aponta que medicamento contra câncer pode atuar contra o HIV

/ Saúde

Um medicamento utilizado contra o câncer pode ajudar a deslocar o vírus do HIV das células imunes humanas, conforme um estudo publicado na revista na Science Translational Medicine. Porém, ainda são necessárias mais pesquisas para entender os efeitos do medicamento no combate ao vírus.

Segundo o Estadão, o imunoterápico Keytruda, conhecido como pembrolizumab, é um anticorpo monoclonal projetado para ajudar o próprio sistema imunológico do corpo a combater o câncer.

O estudo envolveu 32 pessoas com câncer e HIV por meio do Fred Hutchinson Cancer Research Center, em Seattle, Estados Unidos. As evidências apontaram que o pembrolizumab pode reverter a capacidade do vírus de “se esconder” nas células de pessoas vivendo com HIV em terapia antirretroviral. Os participantes também estavam sendo tratados com medicamentos antivirais eficazes para o HIV.

A professora Sharon Lewin, diretora do Instituto Peter Doherty para Infecção e Imunidade em Melbourne, Austrália, disse em um comunicado que o pembrolizumab ”foi capaz de perturbar o reservatório de HIV”. O grupo da especialista analisou amostras de sangue coletadas dos participantes do estudo antes e após o tratamento com o medicamento.

Após divulgar morte cerebral de agente, Polícia Civil volta atrás e diz que médico solicitou novos exames

/ Polícia

Yago da França foi vítima de acidente. Foto: Redes sociais

Após divulgar a morte cerebral do investigador Yago da França Souza Avelar, no último sábado (5), a Polícia Civil divulgou nota, na noite desta terça-feira (8), onde diz que um médico da equipe que atende o policial, no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, decidiu pedir novos exames antes de atestar a morte cerebral. O policial é uma vítimas do acidente que matou outros dois agentes na última sexta-feira, na BA-233.

”No sábado (5), a equipe médica que tratava o servidor informou à família e ao Departamento Médico da Polícia Civil sobre a morte encefálica, sendo iniciado o processo de realização do protocolo de morte encefálica, que inclui exames clínicos e complementares, como de imagem, por exemplo. Um médico, então, decidiu solicitar novos procedimentos e investigar o estado de saúde do servidor de maneira mais aprofundada antes de atestar o encerramento de suas atividades cerebrais”, diz a nota divulgada pela polícia nesta terça.

A nota diz ainda que ”como em todo quadro clínico, é possível haver desdobramentos imprevistos”. A Polícia Civil da Bahia afirma ainda que segue aguardando novos posicionamentos da equipe médica e diz que ”ora” pela mudança do quadro.

No mesmo acidente onde Yago da França Souza Avelar ficou ferido, outros dois policiais, identificados como Kleber Correia Cardoso, de 42 anos, e Matheus Guedes Malta Argolo, de 31, morreram no local. Eles eram lotados na 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra)

A informação da morte cerebral do agente foi dada por amigos da vítima, que informaram que ele sofreu morte cerebral, e confirmada pela Polícia Civil. A Delegada-Geral Heloísa Campos de Brito chegou a lamentar a situação.

Yago da França Souza Avelar tem 39 anos, é casado e não tem filhos. Ligado a atividades culturais, ele desenvolve atividades percussivas e fez parte do Grupo Ganhadeiras de Itapuã.

Homem preso no hospital

Além da informação sobre a não confirmação da morte cerebral do policial, a Polícia Civil informou que um homem foi preso nesta terça-feira, enquanto se passava por um médico para ter acesso a informações sobre o estado de saúde do agente.

Segundo a polícia, o homem estava vestido de jaleco e usava um estetoscópio. Dessa forma, ele teve acesso à UTI onde o policial está internado e passou a fornecer informações a familiares sobre o quadro de saúde do investigador.

Segundo a polícia, o falso médio também divulgou áudios dando informações falsas sobre o estado de saúde do policial. Uma familiar do policial, que é médica, desconfiou de algumas declarações do falsário, e policiais civis de Seabra, que estavam no hospital, abordaram o homem.

Ele portava apenas uma cédula de identidade da Argentina e não apresentou nenhum tipo de documento que o habilitasse para o exercício da medicina. O homem foi apresentado na 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris), onde foi autuado em flagrante por exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica. A Delegacia instaurou inquérito e vai apurar também o acesso ao HGE. Com informações do site G1

Jequié registrou mais 3 óbitos por Covid e, uma das vítimas, de 59 anos, não fez uso da vacina

/ Jequié

O boletim da Covid em Jequié, divulgado na noite desta terça-feira (8), pela Secretaria de Saúde informa que houve o registro de mais três óbitos, sendo um homem, de 59 anos residente no bairro Pompilio Sampaio, com histórico de Hipertensão Arterial e Diabetes, não fez uso de nenhuma dose da vacina contra Covid-19, ocorrido em 5/02/2022 no Hospital São Vicente, onde estava internado há nove dias; um homem, de 59 anos, residente no distrito de Barra Avenida, com histórico de Insuficiência Cardíaca, Insuficiência Renal, Hipertensão Arterial e ex-tabagista, fez uso apenas de uma dose da vacina contra Covid-19, ocorrido no dia 4/02/2022, no Hospital Geral Prado Valadares, onde estava internado há 28 dias; e uma mulher, de 87 anos, residente no Jequiezinho, com histórico de Hipertensão Arterial e Úlcera infectada na perna, fez uso de duas doses da vacina, ocorrido no dia 6/02/2022, no Hospital Geral Prado Valadares, onde estava internada.

Foram registrados mais 91 novos casos positivos nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 21.110 pessoas confirmadas com a doença. Até agora 19.132 pacientes encontram-se recuperados e o número de mortes é de 422.

De acordo com o número de leitos de UTI-Covid do Hospital São Vicente, a taxa de ocupação é de 90%. Destes, 1 leito está ocupado por residente de Jequié e 8 leitos estão ocupados por pessoas de outro município. Até o presente momento 130.760 pessoas foram vacinadas com primeira dose em Jequié.