Ex-secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas confirma filiação ao MDB e será candidato a federal

/ Política

Fábio Vilas-Boas será candidato a federal. Foto: Rede social

O ex-secretário de Saúde da Bahia e pré-candidato a deputado federal, Fábio Vilas-Boas, afirmou nesta quinta-feira (27) que deve mesmo se filiar ao MDB, comandado na Bahia por Lúcio Vieira Lima, para disputar as eleições de outubro.

Em entrevista à Rádio Excelsior, Vilas-Boas disse ainda que chegou a conversar com diversos partidos da base do governador Rui Costa (PT), como PT, PSD, PSB, PP e Avante, mas optou pelo MDB, onde, segundo ele, se sentiu mais ”a vontade”.

”No MDB, estou vendo uma possibilidade de trazer o partido para a base de apoio do senador Jaques Wagner. Fui muito bem recebido. O MDB me recebeu carinhosamente. Deverei estar me filiando ao MDB em um momento de celebração”, ressaltou, segundo informações do bahia.ba.

Uma pessoa morre e quatro ficam feridas em acidente na BR-116, trecho de Encruzilhada

/ Trânsito

Carro Classic Corsa bateu com uma carreta. Foto: Divulgação/PRF

Um homem de 38 anos morreu e quatro pessoas ficaram feridas em um acidente entre um carro e uma carreta na BR-116, próximo ao município de Encruzilhada, no sudoeste da Bahia. A situação aconteceu na madrugada deste domingo (30).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma adolescente está entre os feridos. Ela foi encaminhada para um hospital e está em estado grave.

As outras três pessoas que ficaram feridas – um adulto, um adolescente e uma criança de dois anos – tiveram ferimentos leves. Não há informações se elas também foram conduzidas para uma unidade de saúde.

A PRF informou que a causa do acidente teria sido falta de atenção no trânsito. O carro ficou completamente destruído e destroços ficaram espalhados pelo chão. Apesar disso, a pista não precisou ser interditada. As informações são do G1

Bahia atinge 31.217 casos ativos de Covid-19; 5 óbitos são registrados, diz boletim da Sesab

/ Bahia

O boletim epidemiológico deste domingo (30) registra 31.217 casos ativos de Covid-19 na Bahia. Esse é o segundo maior número de casos ativos registrado durante toda a pandemia no estado. No último sábado (29), a Bahia contabilizou 31.884 casos.

Nas últimas 24 horas também foram registrados 3.987 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,29%), 4.649 recuperados (+0,36%) e mais 5 óbitos. Dos 1.359.487 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.300.358 já são considerados recuperados e 27.912 evoluíram para óbito.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.727.197 casos descartados e 307.812 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste domingo. Na Bahia, 57.267 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.101.839 pessoas vacinadas com a primeira dose, 264.378 com a dose única, 9.427.185 com a segunda dose e 2.345.198 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 59.037 crianças já foram imunizadas.

Jequié: Confusão iniciada no Calçadão da Sete de Setembro termina com dois mortos e um baleado

/ Jequié

Crimes no Centro da cidade chamaram a atenção. Foto: Reprodução

A madrugada de domingo (30) em Jequié terminou sangrenta. Uma confusão iniciada no Calçadão da Sete de Setembro, Centro da cidade, terminou com duas mortes. Um jovem teria sido atingido por disparos de arma de fogo por homens armados que segundo informações preliminares colhidas pela polícia estariam em um carro.

O colega tentou se livrar dos criminosos, mas acabou alvejado, além de colidir a motocicleta Honda Pop que pilotava em um container na Rua Félix Gaspar e também faleceu depois de socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares.

Uma terceira vítima também foi atingida por disparos e encontra-se internada no HGPV. Os mortos foram identificados pela Polícia Técnica como Ricardo Silva, 24, e Jonathas Nascimento Menezes, 18 anos. Comentários dão conta de que os grupos teriam entrado em conflito depois de uma discórdia após terem curtido a noite em um espaço de eventos, mas a situação está sendo apurada pela Delegacia Territorial de Jequié, que procura pelos autores.

Suspeitos de Jequié morrem em ação da PM em Jaguaquara após tentativa de homicídio

/ Jaguaquara

PM apresenta material apreendido na ação. Foto: Polícia Militar

Uma tentativa de homicídio ocorrida na noite de sábado (29) na Rua Prefeito João Andrade, bairro Casca, em Jaguaquara, motivou uma ação rápida da Polícia Militar, que resultou na morte dos autores do crime, conforme nota divulgada neste domingo pela 3ª Cia PM.Um jovem baleado pelos indivíduos não seria o alvo da investida, sendo socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas não foi a óbito.

Com base nos vestígios deixados no local, os militares chegaram aos autores, que segundo nota da PM estavam homiziados e teriam reagido com disparos de arma de fogo na direção da guarnição, havendo revide, sendo ambos alvejados e socorridos, mas não resistiram.

Com a dupla, que era residente na Baixa do Bonfim, em Jequié, a PM apreendeu armas e drogas. Os jequieenses Manuel Lima Santos, 30 anos, e Álister Lima Valverde, 16, tiveram os corpos encaminhados ao Instituto Médico Legal de Jequié e o caso está sendo apurado pela Delegacia Territorial local.

Leia abaixo a nota da PM

Após uma tentativa de homicídio ocorrida na noite do dia 29jan22, na Rua Prefeito João Andrade, onde uma vítima foi atingida por disparos de arma de fogo e socorrida pelo SAMU, não correndo risco de morte, as guarnições de serviço iniciaram intensas diligências, que se estenderam por toda a madrugada, com o objetivo de localizar os criminosos e efetuar a prisão dos autores do crime. Com base nos vestígios deixados no local do crime e com informações oriundas de muitas denúncias recebidas, os policiais chegaram à autoria do crime, com a identicacação dos indivíduos, assim como, a localização em tempo real dos executores da ação criminosa. Ato contínuo, os policiais se dirigiram até o local utilizado como homízio pelos homens e ao se aproximarem com a intensão de render e efetuar a prisão dos supracitados, as guarnições foram surpreendidas por disparos de arma de fogo, não restando outra allternativa que não a reação proporcional à agressão sofrida, momento em que os indivíduos foram atingidos e socorridos de imediato, porém ao darem entrada para atendimento no Hospital Municipal de Jaguaquara evoluíram a óbito. Todo fato, assim como todo material apreendido foram apresentados à Autoridade Competente para adoção das medidas cabíveis.   

Resistentes:

▪️Emanuel Lima Santos (Lambão); e

▪️Álister Lima Valverde.

Material Apreendido:

▪️01 pistola, marca Taurus, calibre .380, com 6 munições intactas;

▪️01 revólver calibre .32, com 2 munições intactas e 3 estojos;

▪️01 porção de substância análoga à maconha;

▪️02 aparelhos celulares;

▪️01 relógio Invicta.

Litro da gasolina ultrapassa os R$ 8 pela primeira vez no Brasil, diz Agência Nacional do Petróleo

/ Economia

O valor do litro da gasolina ultrapassou os oito reais pela primeira vez no Brasil. Dados do levantamento semanal de preços da Agência Nacional do Petróleo mostram que o preço máximo do combustível chegou a R$ 8,029 o litro no Rio de Janeiro. 

Em Minas Gerais, o maior valor da gasolina esta semana foi de R$ 7,69. Em terceiro lugar ficou o Paraná, com custo máximo de R$ 7,66, seguido do Acre, onde o litro foi encontrado a R$ 7,60.

Por outro lado, na média nacional, o valor médio do litro da gasolina vendido nos postos de combustíveis do país passou de R$ 6,66, entre 16 e 22 de janeiro, para R$ 6,65 nesta semana, o que representa uma queda de 0,09%.

A alta de 10,06% em 2021 na inflação oficial, medida pelo IPCA, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, foi puxada principalmente pelos combustíveis. A gasolina acumulou alta de 47,49% em 2021 e o etano, de 62,23%. Da Agência Brasil

Cacá Leão confirma apoio a PT e Lula na Bahia; ”temos a garantia de independência e autonomia”

/ Política

Caca diz que apoio à base de Rui será mantido. Foto: Rede social

Filho do vice-governador João Leão (PP), o deputado federal Cacá Leão, líder do PP na Câmara e dirigente da sigla na Bahia, diz que a frente que está há 16 anos no governo local de Rui Costa (PT) será mantida.

”Apesar do apoio nacional a Bolsonaro, temos a garantia de independência e autonomia. O ex-presidente Lula tem buscado a conciliação, somar apoios”, declarou Cacá, ao site Política Livre.

”A conversa do PP da Bahia e de outros estados, como Pernambuco, é no sentido de ele receber o apoio do partido”, continuou.

Pesquisa da Séculus diz que ACM venceria e para presidente aponta vitória do PT na Bahia com Lula

/ Política

Séculos diz que ACM e Lula venceriam na Bahia. Foto: BMFrahm

Uma pesquisa de opinião divulgada neste domingo (30) pelo site Bahia Notícias indica que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) lidera, conforme o primeiro levantamento de 2022 da Séculus, em parceria com o site, a corrida para o governo da Bahia e venceria as eleições deste ano no primeiro turno.

De acordo com o Bahia Notícias, o democrata apresenta mais que o dobro das intenções de voto do senador Jaques Wagner (PT) nos dois cenários pesquisados pelo instituto. No primeiro cenário, Neto aparece com 54,72% das intenções de voto. Wagner, em segundo lugar, pontua 24,57%.

Em seguida, aparecem o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), com 4,26%; o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), com 1,77%; o senador Otto Alencar (PSD), com 1,25%; a yalorixá Bernardete Souza (PSOL), com 0,66%; e Dra. Raíssa Soares (sem partido), com 0,59%. Responderam ”nenhum”, 8,19% dos entrevistados, enquanto 4% não sabem ou não opinaram.

Entretanto, o mesmo instituto que aponta vitória de ACM diz que o PT venceria na Bahia a disputa nacional, com o ex-presidente Lula na liderança. O instituto diz que o petista tem 52,42% das intenções de voto na Bahia, mais que o dobro da pontuação do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) no estado (23,59%).

O terceiro colocado da pesquisa é o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que 5,24% das intenções de voto na Bahia; seguido do também ex-ministro Sérgio Moro (Podemos), com 4,39% da preferência do eleitorado baiano.

Na sequência, com menos de 1% das intenções de voto, aparecem o governador paulista João Doria (PSDB), com 0,79%; a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,33%; o senador Rodrigo Pacheco (PSD), com 0,26%; o senador Alessandro Vieira (Cidadania), com 0,2%; é o cientista político Felipe D’Ávila (Novo), com 0,13%. Responderam ”nenhum”, 8,52% dos entrevistados, enquanto 4,13% não sabem ou não opinaram.

Saúde e Educação: Avanço da Ômicron já faz governos adiarem volta das aulas presenciais nos estados

/ Brasil

Grande parte das redes públicas já iniciou ou prevê retomar aulas presenciais nas próximas semanas, mas a variante Ômicron atrasará a volta às escolas em ao menos uma rede estadual (Tocantins) e de todos ou parte dos alunos de quatro capitais (Belo Horizonte, Manaus, Belém, São Luís), além de Teresina, que terá rodízio. No interior e em regiões metropolitanas, há adiamentos do ensino presencial para abril.

Apesar da escalada do coronavírus no País, especialistas apontam que a educação deve ser priorizada – a maioria dos governo não tem adotado restrições mais duras em relação a shows, festas e jogos de futebol, por exemplo. Pesquisas mostram que é possível reduzir o risco de transmissão com protocolos sanitários, como testagem e máscaras reforçadas. O Brasil foi um dos que ficaram mais tempo com colégios fechados, com grandes prejuízos de aprendizagem.

Em São Paulo e no Rio, por exemplo, as aulas presenciais voltam em fevereiro – isso vale para as redes municipal e estadual. Já o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), adiou a volta presencial das redes públicas e privada do dia 3 para o dia 14 nas turmas entre 5 a 11 anos, sob argumento de que é preciso avançar na vacinação e ”proteger a saúde de alunos, familiares, professores e funcionários de instituições de ensino”.

O sindicato de trabalhadores da rede municipal havia pedido o adiamento. Já a entidade local de colégios particulares criticou. A prefeitura destacou ainda que vai pagar R$ 100 às crianças da rede pública, que vão ficar sem merenda.

Tocantins adiou do dia 1.º para o dia 14. Além da alta da covid, as enchentes foram apontadas como motivo. Segundo o secretário da Educação, Fábio Vaz, o ensino será prioridade, mas é preciso mais tempo para preparar a estrutura escolar, sobretudo em cidades menores. ”Será feito diagnóstico em cada ciclo de ensino para definir o nível que o aluno está e serão oferecidos conteúdos para a recomposição”, diz ele, que descarta adiar de novo.

A diarista Vânia Lopes, de 50 anos, tem sentimento dividido sobre a ida do filho Geovanne, de 16. ”A gente fica com medo, porque cada dia é um tipo de variante que está vindo’, conta ela, do Tocantins. ”Mas voltar pra escola é melhor, porque aula presencial tem mais rendimento. Em casa, ele olhava na internet, tirava dúvidas e tudo, mas é complicado aprender”, conclui.

Os alunos de Belém retornaram dia 24, de forma remota, e é prevista volta escalonada nas próximas semanas. ”A adoção do retorno gradual das aulas é necessária enquanto não se conclui o processo de imunização contra a covid-19 de crianças de 5 a 11 anos”, escreveu o prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) nas redes sociais.

Em Manaus, a rede municipal começa dia 7, no modelo online. No anúncio da decisão, a prefeitura disse seguir orientações dos órgãos de saúde e cuidar da segurança de todos.

São Luís empurrou a volta do dia 1.º para o dia 22, sob justificativa da covid e outras doenças gripais. Segundo informe da capital maranhense, a decisão foi tomada em conjunto com representantes da área da Saúde e do Ministério Público e o ano letivo será cumprido.

Em Teresina, o modelo será híbrido, a partir do dia 7. Segundo a secretaria local, é cedo para o retorno 100% presencial, pois crianças de 5 a 11 anos ainda não estão vacinadas.

Em algumas cidades, o adiamento foi por tempo ainda maior. Jaboatão dos Guararapes – segundo município mais populoso de Pernambuco – passou a volta presencial para abril.

A imunização do grupo de 5 a 11 anos começou quase um mês após o aval da Anvisa, por causa da resistência da gestão Jair Bolsonaro em iniciar a campanha na faixa etária. Júlia Ribeiro, porta-voz de educação da Unicef no Brasil, braço das Nações Unidas, defende que a vacinação não pode condicionar a volta às aulas. ”É preciso que as escolas estejam preparadas para ir atrás das crianças que não conseguiram estar ou deixaram a escola na pandemia; que deixaram de aprender”, diz.

A epidemiologista Ethel Maciel diz que é possível pensar em volta escalonada, iniciando por adolescentes para esperar avanço da vacinação infantil, mas critica a falta de planejamento. ”Não tivemos investimento, como Estados Unidos e Europa. Aqui o protocolo é verificar temperatura – e no pulso. O valor é quase zero, já que muitas crianças são assintomáticas. Além de estarmos até hoje com professores com máscaras de tecido. Se houvesse distribuição de máscaras melhores e testes, já melhoraria.”

Com a Ômicron ainda em alta, serão desafios o cancelamento de aulas das classes onde houver alunos infectados e o afastamento de professores doentes, o que já dificultou a manutenção de escolas abertas no Reino Unido e nos EUA.

No interior de SP, São Roque posterga início em uma semana

No interior paulista, São Roque postergou o início das aulas em uma semana, para 7 de fevereiro. ”A data foi adiada a pedido da empresa responsável pela manutenção das escolas”, disse a prefeitura em postagem em canais oficiais no dia 25, atribuindo o adiamento a melhorias e reformas. Como o Estadão mostrou, São Roque era uma das 23 cidades do Estado que ainda não tinham retomado as aulas presenciais em outubro.

Em Brodowski, a 28 km de Ribeirão Preto, a secretária de Educação, Clea Posses, antecipou o recesso de abril, adiando o início das aulas de 1.º para 7 de fevereiro. ”Na nossa cidade teve avanço muito grande da covid”, diz. ”Nesses dias, tentaremos fazer convencimento dos pais da importância de vacinar.”

*Estadão