Jequié registra mais 139 casos de Covid ocupação de UTI no São Vicente é de 70%

/ Jequié

O boletim da Covid em Jequié diz que houve o registro de 139 novos casos positivos nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 18.784 pessoas confirmadas com a doença, neste sábado (22). Até agora 17.579 pacientes encontram-se recuperados e 409 mortes foram registradas.

De acordo com o número de leitos de UTI-Covid do Hospital São Vicente, a taxa de ocupação é de 70%. Destes, não existem leitos ocupados por residentes de Jequié e 7 leitos estão ocupados por pessoas de outro município.

Até o presente momento 127.766 pessoas foram vacinadas com primeira dose em Jequié.

Prefeito de Maracás volta a falar sobre novo hospital e diz que aguarda definição sobre terreno para a obra

/ Saúde

Prefeito Soya e Euclides, na Rádio 93 FM. Foto: BMFrahm

O prefeito de Maracás voltou a falar da sua pretensão de construir no Município um novo Hospital Municipal, para substituir o Álvaro Bezerra, cuja estrutura antiga já estaria limitada para atender a demanda.

Em entrevista a Rádio 93 FM, durante o Programa A Semana em Revista, apresentado pelo jornalista Euclides Fernandes, neste sábado (22), Soya Novaes disse que o projeto para a nova unidade hospitalar já foi elaborado.

Entretanto, o mandatário da Cidade das Flores afirmou que, a construção é um dos desafios do segundo mandato, mas que a gestão enfrenta dificuldades para encontrar um terreno propício para a obra: ”Quando assumimos em 2017 encontramos o hospital sem equipamentos, com três ambulâncias e hoje são dez veículos a disposição e novos equipamentos foram instalados, mas nós precisamos de um novo hospital e a nossa maior dificuldade é o terreno. No atual, gastamos em média R$ 25 mil / mês com limpa fossa por conta da falta da rede de esgotamento sanitário na área ele também não tem mais espaço. Existem muitos terrenos bons, mas não são da Prefeitura. Nós estamos analisando a questão de valores, que são muito altos quando os proprietários são consultados. Já estivemos com o governador tratando desse assunto e também com a Ferbasa, sobre um terreno e esperamos conseguir um local para a construção”, ressaltou.

Soya abordou diversos temas de modo contextualizado, Educação, Segurança Pública, Infraestrutura, tendo destacado a Saúde, sobretudo em relação à Covid-19 e Influenza, cujos casos aumentaram em Maracás e garantiu que a Secretaria Municipal de Saúde manterá o ritmo do pico da pandemia, quando disponibilizou grande número de testes para a população fazer o diagnóstico do Coronavírus e não descartou voltar a adotar medidas duras para conter a disseminação da doença. ”Seguimos e vamos continuar com os decretos do Estado e se for necessário iremos tomar outras providências para evitar aglomeração. Estamos registrando, diariamente, casos de Codiv, agora já são mais de cem e também há casos confirmados da gripe, Influenza”, explicou.

Prefeito médico determina o retorno do toque de recolher em Barra do Rocha, entre 22h e 5h

Dr. José Luiz decreta toque de recolher. Foto: Prefeitura

O médico prefeito José Luiz (PDT), da cidade de Barra do Rocha, localizada no Médio Rio de Contas, publicou o decreto na manhã de sexta-feira (21), que determina o retorno do toque de recolher no município entre 22h e 5h até o dia 31 de janeiro.

A medida foi tomada após o órgão contabilizar, nas últimas 24 horas, cerca de 58 casos da Covid-19. As novas determinações compreendem, além do toque de recolher, novas restrições para os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de serviços.

Os locais deverão encerrar as atividades com até 30 minutos de antecedência do período estipulado neste decreto, garantindo, assim, o deslocamento dos funcionários e colaboradores às residências. *Com informações do A Tarde

Pesquisa do PoderData divulgada neste sábado aponta Lula com a menor rejeição entre os presidenciáveis

/ Política

O ex-presidente Lula continua como o possível candidato à Prsidência da República com o menor índice de rejeição, conforme a nova pesquisa PoderData, publicada neste sábado (22).

Somente 38% dos entrevistados disseram que não votariam “de jeito nenhum” no petista, enquanto o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) é rejeitado por 56% dos eleitores.

Bolsonaro só perde em reejeição para o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 59% dos entreistados dizendo que não votariam no tucano em nenhuma hipótese. O índice já foi maior em outubro, quando este número era de 61%.

O chefe do Planalto conseguiu reduzir a sua rejeição nos últimos meses. Em relação a dezembro, quando marcou 60%, foi uma redução de 4 pontos percentuais.

Outros dois pré-candidatos que disputam entre si o lugar de ”terceira via”, Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) têm rejeição praticamente igual, com 50% e 51%, respectivamente. A margem de erro do levantamento, realizado de 16 a 18 de janeiro, é de dois pontos percentuais, para mais ou para

A pesquisa foi feita por telefone com 3.000 pessoas de 511 municípios distribuídos pelos 27 estados do país. O registro no TSE é 02137/2022.

Lula também está bem quando o assunto é fidelidade dos eleitores. De todos os entrevistas, 39% afirmaram que o pré-candidato do PT é a sua única opção, contra 26% de Bolsonaro. Moro (15%), Ciro (10%) e Doria (6%) vêm atrás, respectivamente.

Não há recursos novos do Governo Federal para municípios baianos após enchentes, diz Estado

/ Bahia

Enchentes provocaram destruição na Bahia. Foto: Divulgação

O Governo Federal anunciou, nesta sexta-feira (21), recursos velhos como se fossem novos, direcionados a 155 municípios baianos em situação de emergência decorrente das enchentes que provocaram 27 mortes e desalojaram ou desabrigaram 86 mil pessoas. O que se vê na portaria nº 80 do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União, é uma antecipação de recursos que já eram de direito dos municípios e se desconta ao longo do ano.

De acordo com a portaria ministerial, ”o gestor municipal de saúde poderá manifestar interesse pelos percentuais de dedução mensal de 30%, 30%, 20% e 20% ou 40%, 30%, 20% e 10% dos valores [antecipados]”, afirma o documento assinado pelo ministro Marcelo Queiroga. O total estimado para essa antecipação é de R$ 104 milhões para 155 municípios baianos.

Com a perda de equipamentos, insumos e até a destruição de Unidades Básicas de Saúde, os municípios lutam para reestruturar os serviços essenciais de saúde e evitar doenças como leptospirose, Dengue, Chikungunya, Influenza A e Covid-19 na população.

”É com surpresa e espanto que vemos essa atitude. São mais de 800 mil pessoas afetadas e os municípios encontram-se com estruturas arrasadas, sendo necessário recursos adicionais, não uma antecipação do que já era de direito das prefeituras. O Governo da Bahia tem recuperado pontes, estradas, enviado insumos, medicamentos e profissionais de saúde com recursos próprios e até o momento, o Ministério da Saúde enviou apenas 58 médicos dos 109 prometidos”, afirma a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim.

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19; 18 óbitos são registrados, diz boletim

/ Bahia

A Bahia atingiu 18.314 casos ativos da Covid-19 neste sábado (22). A última vez que o estado registrou um maior número de casos ativos foi em 27 de maio de 2021.

O boletim epidemiológico de hoje ainda indica que, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.225 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,32%), 2.724 recuperados (+0,22%) e 18 óbitos. Dos 1.312.371 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.266.287 já são considerados recuperados e 27.770 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.721.341 casos descartados e 291.193 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste sábado. Na Bahia, 54.946 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.041.474 pessoas vacinadas com a primeira dose, 263.623 com a dose única, 9.288.154 com a segunda dose e 2.080.641 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 20.225 crianças já foram imunizadas.

Interesse de Bolsonaro no União Brasil pode levar Roma a apoiar Neto; deputado diz que chance é zero

/ Política

Roma mantém pré-candidatura ao Governo. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) estaria interessado em ter a apoio do União Brasil (UB) para a sua reeleição. A vontade de Bolsonaro estaria ligada ao fundo partidário de quase R$ 1 bilhão e expressivo tempo de TV e rádio, mas, segundo o jornal O Globo, também serviria para impedir a filiação do ex-juiz Sérgio Moro (Podemos) no partido.

Porém, um dos impasses para a formalização da aliança está na Bahia. De acordo com a reportagem, em troca do apoio do União Brasil a Bolsonaro, uma opção citada nos bastidores seria o ministro da Cidadania João Roma (Republicanos) desistir da candidatura ao governo e apoiar o ex-prefeito de Salvador e secretário-geral do UB, ACM Neto.

A tese, no entanto, depende da reconciliação dos dois, que estão rachados desde que Roma assumiu o ministério — os dois eram amigos há mais de 20 anos, e Roma foi chefe de gabinete de ACM Neto quando ele era prefeito da capital baiana.

Interlocutores do ministro, no entanto, avaliam que ele tem potencial de crescer na disputa quando cristalizar a imagem de responsável pelo Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família e principal vitrine da pasta da Cidadania.

Ainda segundo o jornal, ao contrário do futuro presidente da sigla, Luciano Bivar, ACM Neto não é entusiasta da ideia de filiar Moro ao União Brasil, o que, para ele, pode levá-lo a perder votos em um estado onde Luiz Inácio Lula da Silva (PT) domina as pesquisas de intenção de voto. Neto também mantém conversas com os presidenciáveis João Doria (PDSB) e Ciro Gomes (PDT), que podem subir no seu palanque.

O deputado federal Elmar Nascimento (DEM) diz que é ”zero” a chance de uma aliança com Roma, o que levaria Bolsonaro ao palanque. O parlamentar também considera baixa a possibilidade de Moro migrar ao União Brasil.

”O melhor (para o União Brasil) é não ter candidato a presidente, por conta das nossas diferenças regionais. Tem estado que prefere o Bolsonaro, outros que preferem o Doria e por aí vai”, disse. Do Bahia Notícias

Harmonia do Samba cancela ensaio da ”Melhor Segunda-Feira do Mundo” após decreto

/ Entretenimento

Ensaio comandado pelo Harmonia foi cancelado. Foto: Rede social

A ‘Melhor Segunda-Feira do Mundo’, ensaio comandado pelo Harmonia o Samba foi cancelado. O evento aconteceria no próxima segunda (24), mesmo dia em que passa a valer o decreto que reduz o público de 3 mil para 1,5 mil pessoas.

”Considerando também todos os aspectos legais e sociais para seguirmos ou não com a nossa ‘Melhor Segunda-Feira do Mundo’, retardamos a publicação da nota oficial com o exclusivo intuito de esgotar todas as alternativas existentes para a situação. ”A família Harmonia do Samba deixa o pedido de desculpas pela expectativa criada naqueles que adquiriram seu ingresso diretamente nos sites ou balcões”, diz o comunicado, assinado pelas produtoras HS e Oquei Entretenimento.

Aos que garantiram o ingresso, há a oportunidade de utilização do seu crédito para um próximo evento do Harmonia do Samba, ainda sem data e local definidos, em Salvador.

Benefícios de estatais incluem reembolso de gastos de servidores com material escolar

/ Economia

Servidores de empresas estatais no Brasil podem abater parte dos custos com materiais escolares, uniformes estudantis e mensalidades e instituições de ensino.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, informações sobre os desembolsos constam no Relatório de Benefícios das Empresas Estatais Federais (Rebef), elaborado pela Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, do Ministério da Economia.

Segundo a publicação, o documento mostra, por exemplo, que a Infraero reembolsa o valor de R$ 177,40 por ano por dependente de até 15 anos, sendo o valor limitado a R$ 532,23 por funcionário, anualmente.

A Petrobras, por sua vez, não dá tantos detalhes, informando apenas que faz o reembolso duas vezes ao ano, referente a gastos dos servidores com materiais escolares e uniformes.

Gusttavo Lima sai de carro e canta com mulher que fazia oração no meio da rua na Bahia

/ Bahia

Gusttavo Lima canta com mulher que fazia oração. Foto: Rede social

O cantor Gusttavo Lima saiu do carro em que estava e cantou com uma mulher que fazia oração no meio da rua, nesta sexta-feira (21), na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia. O artista fez show no município na quinta (20).

Imagens gravadas por pessoas que passavam no local mostram o momento que a mulher faz uma oração ao lado de Gusttavo, que em seguida retribui com um abraço.

Os dois também cantaram juntos a música ”Ficha Limpa” e foram aplaudidos por pessoas que passavam pela rodovia.

Gusttavo Lima deixou o veículo quando estava a caminho do aeroporto. Nesta sexta, o cantor faz show na cidade de Ilhéus, que também fica na região sul do estado.

Prefeitos do Rio de Janeiro e São Paulo adiam desfile de carnaval para feriado de Tiradentes

/ Brasil

Os prefeitos do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e de São Paulo, Ricardo Nunes, decidiram em reunião virtual nesta sexta-feira (21) adiar os desfiles das escolas de samba do carnaval nas duas cidades para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi uma orientação das secretarias de saúde das duas cidades e foi motivada pela explosão de casos da covid-19 causados pela variante Ômicron.

”A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de covid-19 no Brasil e à necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, diz nota conjunta das prefeituras. A reunião contou com a presença dos prefeitos, dos secretários de Saúde e das ligas de escolas de samba das duas capitais.

No começo do mês, as capitais já haviam cancelado os blocos de rua por causa do aumento de casos de covid-19.

Escolas

Em nota divulgada após a decisão, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) diz que o adiamento era um dos cenários previstos. ”Com a proximidade do evento, foi mais prudente adiar a festa, situação alinhada com as autoridades sanitárias estaduais e municipais”.

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo disse em nota que reafirma o compromisso com as autoridades no combate à pandemia. ”Acatamos, com a segurança de quem acredita na ciência, a decisão que vai priorizar o coletivo”.

”Isso é para valer”, afirma Ciro Gomes ao lançar pré-candidatura à Presidência da República

/ Política

Cime diz ser o nome ”da rebeldia e da esperança”. Foto: Rede social

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) lançou sua pré-candidatura à Presidência da República nesta sexta-feira (21), em Brasília, disparando críticas aos três principais adversários na disputa: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-juiz Sergio Moro (Podemos).

Incorporando o slogan de sua campanha, Ciro apresentou-se como o nome ”da rebeldia e da esperança” e elencou uma série de propostas, que vão de planos econômicos de combate à corrupção até propostas como parcelar smartphones em 36 vezes sem juros para a população mais pobre.

”Tão pensando o quê, isso é para valer!”, disse o pedetista, antes de começar a discursar. O recado de Ciro é direcionado a parlamentares do PDT e a setores da esquerda para os quais ele pode desistir de seguir na disputa pelo Palácio do Planalto caso não melhore nas pesquisas.

Correligionários do pedetista, inclusive, chegaram a pressioná-lo, há cerca de dois meses, a abrir mão da candidatura caso não alcance 15% nas pesquisas eleitorais até março. Segundo a última pesquisa Datafolha, divulgada em dezembro, Ciro tem 7%, empatado tecnicamente no terceiro lugar com o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 9%.

De acordo com o levantamento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera a corrida, com 48% dos votos, contra 22% de Bolsonaro. A decisão da cúpula do PDT de lançar agora o nome do pedetista também teve como objetivo marcar posição de que ele não abrirá mão da corrida.

Antes do início da fala de Ciro, foi veiculado um vídeo de campanha acompanhado do jingle que traz as palavras do slogan do pré-candidato: ”A rebeldia da esperança”. O tema foi criado pelo marqueteiro João Santana, que participou do evento de lançamento, durante convenção do PDT. ”Quero ser o presidente da rebeldia e da esperança”, afirmou.

Buscando espaço na chamada terceira via, Ciro disse que Bolsonaro é responsável por uma ”política genocida”, afirmou que Lula privilegiou os ricos em políticas econômicas e se referiu a Moro como ”inimigo da República” e com currículo de “rosário de vergonhas”.

”Todos esses presidentes repetiram e querem continuar repetindo a mesma história, com modelo político apoiado no conchavo e na corrupção”, discursou Ciro, ao tentar equiparar políticas de governos petistas e de Bolsonaro. O pré-candidato voltou a afirmar que acabará com o teto de gastos se for eleito e que taxará grandes fortunas. ”Podem tremer de medo, famílias de banqueiros”, disse.

Esta é a quarta vez que Ciro se lança candidato à Presidência da República.

A primeira vez foi em 1998. Em 2002, também foi derrotado no primeiro turno e decidiu apoiar na rodada seguinte o petista Luiz Inácio Lula da Silva, que acabou eleito. Ciro então se tornou ministro da Integração Nacional. Em 2018, disputou mais uma vez e terminou em terceiro lugar.

*Julia Chaib/Ranier Bragon/Folhapress