Rui Costa pede cautela antes de confirmar realização do Carnaval na Bahia; um discurso que desagrada

/ Bahia

Apesar das preparações para o Carnaval estarem a todo vapor – principais blocos de Salvador já anunciaram vendas de blocos para 2022 – o governador Rui Costa afirmou por meio do perfil no Twitter, nesta quarta-feira (3), que é necessário ter cautela antes de confirmar a realização da festa momesca.

”É evidente que eu gostaria de anunciar que teremos Carnaval, mas não posso fazer isso se, em 45 dias, os números não caem! Precisamos de cautela e paciência. Sei que estamos cansados, mas não anunciarei medidas que possam fazer a Bahia entrar em um novo surto de coronavírus”, iniciou o gestor, segundo informações do site Bahia Notícias.

O petista ainda ressaltou que o número de casos da Covid-19 não tem redução há mais de um mês. ”Me preocupa muito o relaxamento na prevenção à Covid19. O número de contaminados e pessoas internadas não cai na Bahia há mais de 45 dias, ou seja, o coronavírus continua circulando entre os baianos. A Europa enfrenta um novo surto em alguns países. O perigo continua”.

O governador também comentou a suspensão do uso obrigatório da máscara ao ar livre em Porto Seguro. ”Mais uma vez, eu entendo o cansaço de todos, mas a medida que alguns gestores tomaram de suspender o uso de máscaras é precipitada e só aumenta o número de contaminações. Enquanto os números continuarem se comportando desta forma, as medidas de prevenção também permanecerão”.

O discurso duro e repetitivo de Rui sobre Covid, mesmo com a vacinação avançando e números de casos positivos e internamentos caindo de forma significativa vai desagradando artistas e promotores de eventos. Vale ressaltar que, o governador, já liberou o retorno de aulas presenciais no Estado.

 

Jequié confirma 1 caso de Covid nas últimas 24 horas e ocupação de UTI/adulto está em 14%

/ Jequié

Jequié registrou 409 óbitos desde o início da pandemia. Foto: BMF

O boletim da Covid em Jequié informa que houve o registro de mais 1 novo caso positivo, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 17.891 pessoas confirmadas com a doença. Até agora 17.476 pacientes encontram-se recuperados e o número de mortes desde o início da pandemia é de 409 óbitos.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto está em 14%. Destes, existem 2 leitos que estão ocupados por residentes de Jequié e não existem leitos ocupados por pessoas de outro município.

Até o presente momento 120.272 pessoas foram vacinadas com primeira dose e com as vacinas em dose única, em Jequié.

Homem considerado foragido da Justiça é morto a tiros na cidade de Santa Inês, diz Polícia Militar

Crime ocorreu na Bela Vista, em Santa Inês. Foto: Leitor/BMFrahm

Um homem considerado pela polícia como foragido da Justiça foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (3), na cidade de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá.

De acordo com informações da 3ª Cia da Polícia Militar, Valdine Santos de Andrade foi morto por volta das 19h10 na Rua Edson Cerqueira de Souza, área também conhecida como Bela Vista.

Ainda não há informações sobre autoria do homicídio, conforme nota divulgada pela PM.

Ainda segundo informou a PM, a vítima era acusada de crimes, inclusive homicídio. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Jequié foi acionada para realização dos serviços periciais.

Jequié: CIPE interrompe festa e apreende som por perturbação do sossego alheio

/ Jequié

Apreensão no Conjunto Residencial Cachoeirinha III. Foto: Cipe Central

Patrulha rural da CIPE CENTRAL após recebimento de denúncia de som alto no Conjunto Residencial Cachoeirinha III, em Jequié, deslocou-se para o local, por volta das 23h de terça-feira (2), onde encontrou grande aglomeração de pessoas com o uso de onde também se equipamento sonoro em desacordo com as medidas de controle sanitário.

O proprietário foi conduzido à DT de Jequié, juntamente com o equipamento de som composto de caixa contendo alto-falantes de grande potência e um GM/Vectra, cor preta placa JMQ-5999, no qual estava instalado o material. O proprietário foi apresentado à autoridade judiciária por perturbação do sossego alheio.

Um homem de 30 anos, foi preso em flagrante, por volta das 22h, de terça-feira (2) e apresentado por policiais da CIPE CENTRAL e do 19º BPM, durante rondas no bairro Jequiezinho, após ser verificado um acidente trânsito envolvendo três motociclistas .

Acionados pelo CICOM, os policiais militares realizaram o teste de alcoolemia sendo um dos envolvidos autuado em flagrante por embriaguez e direção perigosa. Equipe do SAMU também esteve presente no local.

Anvisa recebe nova ameaça contra aprovação de vacinas para Covid em crianças

/ Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) comunicou nesta quarta-feira (3) ter recebido uma nova ameaça contra a aprovação de vacinas contra a Covid-19 para crianças.

O e-mail, enviado na última sexta-feira, continha ameaças a servidores, diretores, funcionários terceirizados e seus familiares. A ameaça ocorreu 24 horas após outro texto semelhante ter sido recebido pela agência. A Anvisa afirma que, aparentemente, os autores das duas ameaças são diferentes.

Na última sexta-feira (29), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já tinha avisado que os cinco diretores do órgão foram ameaçados de morte diante da possível aprovação de vacinas para crianças de 5 a 11 anos. O autor, que teve a identidade omitida, seria um homem morador do Paraná.

Jequié: Moana solicita divulgação da lista dos medicamentos disponíveis nas unidades de saúde

/ Jequié

Moana Meira apresentou proposta na Câmara. Foto: Emanuel Jr.

Diante da importância de indicar quais medicamentos estão disponíveis e quais estão em falta na rede pública de saúde, a vereadora Moana Meira apresentou proposta, na Câmara Municipal, em que solicita a disponibilidade, semanalmente, da lista dos medicamentos disponíveis para acompanhamento, em especial, dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para Moana Meira é de suma importância a divulgação da lista de medicamentos em todas as unidades de saúde, bem como deve ser informada a previsão de disponibilidade de cada medicamento para retirada nas unidades de saúde.

Com filiações de Rodrigo Pacheco e Datena, PSD impõe duas derrotas em 15 dias à União Brasil

/ Política

A migração de José Luiz Datena do PSL para o PSD é a segunda derrota em menos de 15 dias que o partido de Gilberto Kassab impõe à União Brasil, legenda criada por DEM e PSL.

Primeiro foi Rodrigo Pacheco (MG), presidente do Senado que deixou o DEM. O próximo esperado é Geraldo Alckmin. O ex-governador de São Paulo tem participado de conversas com a União, mas agora o PSD voltou a ter esperança de tê-lo no partido.

O plano de Kassab, por ora, é: Pacheco concorre para presidente, Datena, ao Senado, e Alckmin, ao governo de São Paulo. Com informações do site Bahia Notícias

Bahia registra 92 novos casos de Covid-19 e mais 7 óbitos pela doença, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 92 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,01%) e 276 recuperados (+0,02%). O boletim epidemiológico desta quarta-feira (3) também registra 7 óbitos. Dos 1.246.728 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.217.390 já são considerados recuperados, 2.247 encontram-se ativos e 27.091 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.581.149 casos descartados e 244.155 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira. Na Bahia, 52.318 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Com 10.648.574 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única, a Bahia já vacinou 83,63% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254. Uma instabilidade no sistema de registro de imunização ocasionou uma falha pontual na contabilização das doses aplicadas na última terça-feira (2), o que justifica a diferença nos dados em relação a essa quarta. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) já realizou contato com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e a situação já foi corrigida.

Pesquisa XP/Ipespe: Lula tem 42% contra 28% de Bolsonaro; petista venceria no 2º turno

/ Política

Lula e Bolsonaro devem polarizar. Fotos: Divulgação/edição bahia.ba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança na corrida eleitoral para a presidência da República no ano que vem, segundo pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta quarta-feira (3). A informação é da coluna Radar, da revista Veja.

Na primeira simulação, o Ipespe apresentou uma lista com seis candidatos. Lula aparece com 42%, contra 28% de Jair Bolsonaro. Em terceiro lugar aparece Ciro Gomes (PDT), com 11% do eleitorado. Na sequência, João Doria (PSDB), com 4%, Luiz Henrique Mandetta (DEM) 3% e Rodrigo Pachedo (PSD) com 2%).

A pesquisa foi feita de 25 a 28 de outubro, por telefone, com 1.000 entrevistados de todas as regiões do país. A margem de erro máxima estimada é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%.

Na segunda simulação, o instituto apresentou 10 nomes de concorrentes à vaga de presidente no ano que vem: Lula tem 41% das intenções, contra 25% de Bolsonaro. Ciro Gomes (9%), Sérgio Moro (8%), Mandetta (3%), José Luiz Datena (do PSD, com 3%), Eduardo Leite (do PSDB, com 3%), Rodrigo Pacheco (do PSD, com 2%), Simone Tebet (do MDB, com 1%) e Alessandro Vieira (Cidadania, com 0%) completam a lista de postulantes.

Segundo turno

O Ipespe também fez simulações de segundo turno. Na maioria dos cenários em que Lula é mencionado, o petista obtém 50% das intenções. Numa disputa entre Lula e Bolsonaro, o ex-presidente tem 50% contra 32% do presidente. Na disputa entre Lula e Moro, o político vai a 52% e o ex-juiz, a 34%. Se a briga for entre Lula e Ciro, o primeiro vai a 49%, enquanto o segundo, a 29%. A disputa entre o petista e Doria dá 51% a 27% para o primeiro. Lula também tem 50% do eleitorado se disputar o segundo turno com Eduardo Leite, que obtém 28%.

Universidade Federal da Bahia propõe retorno das aulas presenciais em março de 2022

/ Educação

Com a melhora dos índices da pandemia e o avanço da vacinação contra a Covid-19, a Universidade Federal da Bahia, Ufba, estuda o retorno das atividades letivas presenciais a partir do próximo semestre. A proposta de resolução vai ser discutida e deliberada pelo Conselho Universitário da Ufba a partir do dia 12 de novembro. Para o retorno vai ser exigido o esquema vacinal completo contra o coronavírus e também o uso de máscaras de proteção.

A proposta é que todos os alunos e funcionários da universidade retornem presencialmente a partir de 7 de março, quando está previsto para iniciar o semestre letivo 2022.1.

Ficam de fora pessoas com idade igual ou superior a 60 anos; os imunodeficientes ou com doença crônica grave; pessoas com condição médica que impeça a vacinação contra a Covid; quem tem filho em idade escolar cuja creche ou escola ainda não tenha retomado as atividades presenciais; cuidadores de pessoa que necessite de atenção especial; pessoas em período de gestação ou lactação e aquelas com outras condições clínicas que sejam validadas pelo Comitê de Assessoramento do Coronavírus como impeditiva do trabalho presencial.

PRF na Bahia apresenta balanço da Operação Finados 2021 e registra redução de 20% no número de acidentes

/ Trânsito

Operação finalizou, às 23h59 de terça-feira. Foto: Divulgação/PRF

Polícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou, às 23h59 de terça-feira (2), a Operação Finados realizada nas rodovias federais que cortam a Bahia. A PRF intensificou a fiscalização e os esforços foram voltados à segurança viária, prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito e à garantia da mobilidade nas rodovias do país. Durante as atividades de fiscalização e policiamento, a PRF na Bahia contou com reforço nas equipes e concentrou seu efetivo ao longo dos principais pontos de acidentalidade e incidência de práticas criminosas.

Em relação ao mesmo período do ano anterior, a PRF na Bahia registrou uma redução de 20% no número de acidentes totais, 56 em 2020 contra 45 este ano. Destes, 14 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente. Do total de acidentes registrados, 46 pessoas ficaram feridas, número que representa uma redução de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Este ano, 08 pessoas morreram durante o feriado nas rodovias baianas, redução de 43% com relação ao ano anterior, quando 14 pessoas vieram a óbito.

Apesar de todo o trabalho educativo, muitas pessoas se arriscaram e colocaram a vida de outras pessoas também em risco. Nestes cinco dias de atividades a PRF BA emitiu 4.520 notificações referentes a infrações diversas.

Foram fiscalizados um total de 8.188 veículos e 10.491 pessoas no período da operação, nos cerca de dez mil quilômetros de rodovias federais da circunscrição da PRF na Bahia.

Homem é sequestrado em seu próprio automóvel em Jequié e liberado na cidade de Jitaúna

/ Jequié

O carro VW/Gol segue desaparecido. Foto: Rede social

O condutor de um carro VW/Gol teve um seu veículo tomado de assalto e foi levado pelos criminosos em Jequié, na noite de terça-feira (2). O homem foi surpreendido quando estava na Avenida Exupério Miranda, no bairro Mandacaru, em frente a uma panificadora.

Dois indivíduos anunciaram o assalto, levaram o carro e o proprietário, que foi libertado na cidade de Jitaúna. O Gol de placa JPX-9E35 ainda não foi encontrado.

Sem registro de novos casos da Covid-19 nas últimas 24h em Jequié, informa boletim

/ Jequié

Nas últimas 24 horas, não foi registrado nenhum novo caso da Covid-19 em Jequié, de acordo Boletim Epidemiológico atualizado nesta terça-feira (2)  Os casos positivos perfazem um total de 17.890 pessoas confirmadas com a doença. Até agora 17.475 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da Covid-19.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto está em 14%. Destes, existem 2 leitos que estão ocupados por residentes de Jequié e não existem leitos ocupados por pessoas de outro município.

Até o presente momento 120.032 pessoas foram vacinadas com primeira dose e com as vacinas em dose única, em Jequié.

Na  Bahia, o Boletim Epidemiológico das últimas 24 horas, divulgado na terça (2), pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) registra 197 novos casos de Covid-19 e 438 recuperados.Ainda de acordo com o boletim quatro óbitos pela doença foram contabilizados, com  1.580.957 casos descartados e 243.981 em investigação. A Bahia tem 10.917.654 vacinados contra o coronavírus com a primeira dose ou dose única. O Estado já vacinou 85,74% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.

Número de empregos com carteira assinada em 2020 cai à metade após revisões de dados

/ Emprego

Após o governo ter negado durante meses a subnotificação de demissões no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) durante a pandemia, o saldo de vagas com carteira assinada em 2020 já caiu pela metade após as revisões mensais no sistema.

Em janeiro, o Ministério da Economia divulgou a criação líquida de 142.690 empregos no ano passado, mas o número real já despencou para 75.883 com os dados apresentados pelas empresas ao longo deste ano, conforme revelado pelo portal R7.

O resultado de 2020 ainda é positivo, mas a redução de 46,82% na quantidade de novas vagas criadas no ano chama atenção. Revisões em dados do Caged são corriqueiras e podem ocorrer até 12 meses após novas demissões e admissões, mas a magnitude da discrepância revela que de fato um número maior de empresas atrasou o preenchimento das informações sobre demissões no ano passado.

Quando divulgado em janeiro, o Caged de 2020 acumulava 15,166 milhões de admissões e 15,023 milhões demissões. Agora, após dez meses de revisões mensais, o número de admissões subiu para 15,437 milhões, uma correção de 1,78%. Mas a quantidade de demissões aumentou para 15,361 milhões, um ajuste de 2,25%.

O primeiro impacto da pandemia de covid-19 sobre o Caged foi um “apagão” de dados do indicador no começo do ano passado. No fim de março de 2020, o Ministério da Economia decidiu suspender por tempo indeterminado a divulgação dos saldos do Caged de janeiro e fevereiro. Com o passar das semanas, os dados de março também caíram nesse limbo.

Em abril do ano passado, o então secretário de Trabalho do Ministério da Economia e atual secretário executivo do Ministério do Trabalho, Bruno Dalcolmo, reconheceu que Caged tinha dificuldades na coleta de informações em um momento em que muitas empresas e escritórios de contabilidade estavam fechados.

Nos meses seguintes, porém, a pasta alegou que o preenchimento das informações tinha voltado ao normal, negando o aumento de subnotificações de demissões. No entanto, a persistente elevação da taxa de desemprego medida pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), contrastava com os resultados bastante positivos do Caged.

Em abril deste ano, o Estadão/Broadcast mostrou que diversos economistas seguiam suspeitando que empresas que faliram na crise simplesmente haviam deixado de comunicar um volume alto de demissões ao Caged. Existiam dúvidas se o ritmo da recuperação do emprego seria mesmo em forma de ”V”, como sempre sendo propagado pela equipe econômica do governo.

O próprio Dalcolmo argumentou em mais de uma divulgação mensal do Caged que, se houvesse qualquer tipo de subnotificação de demissões, os próprios trabalhadores teriam denunciado as empresas, já que ficariam sem receber o seguro-desemprego.

As suspeitas de subnotificação de demissões no Caged incomodaram autoridades da pasta ao longo do ano passado. Em junho de 2020, o ex-secretário especial de Trabalho e Emprego do Ministério da Economia e atual Advogado Geral da União, Bruno Bianco, atribuiu a uma discussão ideológica os questionamentos às estatísticas do mercado de trabalho. “Uma ou duas pessoas que não se contentam com dados positivos e criam histórias infundadas”, afirmou, na ocasião.

Eduardo Rodrigues/Estadão Conteúdo